Orientacao e localizacao no espaco

1.184 visualizações

Publicada em

Localização

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.184
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orientacao e localizacao no espaco

  1. 1. Os movimentos da Terra Dois principais Rotação Translação É o giro que o planeta faz ao redor de si mesmo, ou seja, ao redor do seu próprio eixo. É o movimento que a Terra realiza ao redor do Sol seguindo uma órbita elíptica. 2
  2. 2. Dia Polo norte Noite Leste Polo sul Movimento de rotação Raios solares LUIS MOURA / ARQUIVO DA EDITORA Eixo de rotação Oeste Eixo ligeiramente inclinado em relação ao plano da órbita terrestre Principal consequência do movimento de rotação Duração de uma volta completa: 23 horas e 56 minutos = Dia sideral ou astronômico ≠ Dia solar tempo que o Sol leva para passar pelo mesmo meridiano duas vezes = 24 horas 3
  3. 3. parte dela estará voltada para o Sol parte dela estará portanto “de costas” para o Sol Dia Noite A parte escura vai recebendo luz e a parte iluminada vai entrando na sombra Movimento de rotação A Terra gira ao redor de si mesma e tem forma esférica Como a Terra está em constante movimento Polo norte Leste Polo sul Raios solares LUIS MOURA / ARQUIVO DA EDITORA Noite Dia Eixo de rotação Oeste 4
  4. 4. Movimento de translação Movimento que a Terra realiza ao redor do Sol duração da volta completa 365 dias, 5 horas e 48 minutos aproximadamente como resultado das 5 horas e 48 minutos, a cada 4 anos se acrescenta um dia no ano ano bissexto Movimento de translação da Terra AFÉLIO Afastamento máximo em relação ao Sol PERIÉLIO Aproximação máxima em relação ao Sol PLANO DE ÓRBITA DA TERRA LUIS MOURA / ARQUIVO DA EDITORA 6
  5. 5. Zonas Térmicas A Isolação provoca diferentes Graus de iluminação Quantidade de luz do Sol .
  6. 6. Orientação As direções indicam um rumo, que é sempre relativo e dependente de um ponto de referência. Direções cardeais Direções colaterais Direções subcolaterais Norte Oeste Leste Sul
  7. 7. Se tomarmos o nascer do Sol como ponto de referência e olharmos na direção do polo norte, atrás de nós estará o polo sul. À nossa direita, estará o leste, onde o Sol desponta todas as manhãs. À nossa esquerda, estará o oeste, onde o Sol desaparece nos fins de tarde. ESTÚDIO MIL/ARQUIVO DA EDITORA 10
  8. 8. Bússola Grau (º) Agulha imantada Direções cardeais Direções colaterais DMITRY RUKHLENKO/SHUTTERSTOCK/GLOW IMAGES 11
  9. 9. Como funciona a bússola? O núcleo da Terra é formado, principalmente, de ferro e níquel e funciona como um grande ímã. Do núcleo linhas de força Linhas imaginárias ao longo das quais se manifesta a ação de um campo elétrico ou magnético = extremo norte extremo sul polos magnéticos partem em direção constituindo 12
  10. 10. polo norte geográfico eixo magnético polo sul magnético polo sul geográfico polo norte magnético Linhas de força Bússola (alinhada com a linha de força) Disponível em: <www.umanovaera.com/terra_oce. Acesso em: 2 fev. 2012. 13
  11. 11. polo norte geográfico eixo magnético polo sul magnético polo sul geográfico polo norte magnético Norte geográfico Norte magnético Sul magnético Sul geográfico equivale equivale Disponível em: <www.umanovaera.com/terra_oce. Acesso em: 2 fev. 2012. 14
  12. 12. Região polar Adaptado de: SERRYN, Pierre; BLASSELLE, René. Atlas Bordas geographique et historique. Paris: Bordas, 1996. Diferença entre o polo geográfico e o polo magnético
  13. 13. Localizam com exatidão qualquer ponto na superfície terrestre através de linhas imaginárias traçadas sobre o globo. Mapa-múndi − Latitude e longitude Adaptado de: ATLAS geográfico escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2009. Coordenadas geográficas 16
  14. 14. Plano Cartesiano
  15. 15. Paralelos • Linhas paralelas ao equador que circundam a Terra. • Cada paralelo abrange os 360º do globo, ou seja, dá a volta completa na Planisfério com paralelos Adaptado de: ATLAS geográfico escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2009. Terra. • Principal paralelo: Equador.
  16. 16. Meridianos • Linhas semicirculares (180º) que ligam os polos. • Cada meridiano possui seu antimeridiano, isto é, um meridiano oposto, Planisfério com meridianos Adaptado de: ATLAS geográfico escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2009. localizado na metade oposta do planeta. • Principal meridiano: Greenwich.
  17. 17. Latitude • Relaciona-se com os paralelos. • Aumenta conforme se afasta do equador (0º). aumenta aumenta Variação dos paralelos define a latitude • Latitude máxima: polo norte (90º de latitude norte) polo sul (90º de latitude sul)
  18. 18. • Relaciona-se com os meridianos. • Aumenta conforme se afasta do meridiano central de Greenwich (0º). Variação dos meridianos define a longitude • Longitude máxima: 180º de longitude leste e oeste. aumenta aumenta Adaptado de: ATLAS geográfico escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2009. Longitude
  19. 19. Mapa-múndi − Latitude e longitude Adaptado de: ATLAS geográfico escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2009. Latitude e longitude
  20. 20. Sistema de posicionamento do inglês Global Positioning System Satélites artificiais emitem sinais de rádios receptor móvel de GPS processa os dados e calcula a posição Para localizar ruas e avenidas, é necessário ter um software instalado ao receptor de GPS G P S captados por global
  21. 21. Um dia O globo 24 horas 360º longitude = possui 180º leste 180º oeste 1 fuso = 1 hora 24 fusos 1 fuso = 24 horas faixa de 15º de longitude = 360º 24 Fusos horários 24
  22. 22. Movimento aparente do Sol impressão que temos do movimento do Sol ao redor da Terra sentido inverso ao da rotação do planeta, ou seja, de leste para oeste sentido do movimento aparente do Sol sentido do movimento de rotação aparentemente o Sol nasce no leste e se põe no oeste então, o horário no oriente (leste) é adiantado em relação ao ocidente (oeste) portanto oeste leste THE LIVING EARTH, INC. / ARQUIVO DA EDITORA 25
  23. 23. Mapa-múndi – Fusos horários Adaptado de: ATLAS 2000: La France et le monde. Paris: Nathan, 1998. antimeridiano meridiano oposto ao de Greenwich (central) fuso inicial meridiano central 26
  24. 24. Meridiano central de Greenwich leste 0 h horas aumentam oeste horas diminuem ̶+ Mapa-múndi – Fusos horários Adaptado de: ATLAS 2000: La France et le monde. Paris: Nathan, 1998. 27
  25. 25. Mapa-múndi – Fusos horários Adaptado de: ATLAS 2000: La France et le monde. Paris: Nathan, 1998. Linha de Mudança de Data 180º oeste de Greenwich = mesma linha 180º leste de Greenwich Ao cruzar essa linha imaginária no sentido oeste para leste deveríamos alterar a data para o dia seguinte Ao cruzar essa linha imaginária no sentido leste para oeste a data deveria ser alterada para o dia anterior 28
  26. 26. Brasil – Fusos horários Adaptado de: ATLAS geográfico escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2009. Fusos horários no Brasil 30

×