Questões pós-colheita/ Armazenagem de grãos

4.096 visualizações

Publicada em

Questões resolvidas sobre Armazenagem de grãos, Tecnologia pós-colheita de grãos, para prova.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Questões pós-colheita/ Armazenagem de grãos

  1. 1. Questões – Tecnologia Pós-Colheita e Secagem de Produtos Agrícolas Nome: André Fontana Data: 17.10.2014 1) Quais são as características dos grãos armazenados, explique cada uma delas? 1- Massa porosa: É o espaço intergranular: 40 a 45%. Esse ar do espaço intergranular interage com os grãos. 2- Condutibilidade térmica: É a condução de calor em uma massa de grãos, mesmo que essa massa de grãos apresente difícil condutibilidade. 3- Equilíbrio hidroscópico dos grãos: É a propriedade do grão de ceder ou absorver umidade do ar que os envolve. O equilíbrio higroscópico é atingido quando a pressão de vapor dos grãos é igual à pressão de vapor do ar. O equilíbrio higroscópico é afetado pela temperatura do ar. 4- Histerese: É quando o grão absorve águe e diminui seu ponto de equilíbrio. 5- Migração de umidade: - Quanto maior a diferença de temperatura e teor de umidade dos grãos, mais intensa é a migração de umidade. 6- Ângulo de repouso: É a inclinação do cone formado pela massa de grãos. Quanto menor o ângulo de descarga, mais rápida e uniforme será a descarga porque os grãos descem uniformemente. 7- Peso específico aparente: Refere-se ao peso de uma massa de grãos contida em um determinado volume. 2) Explique as formas de condutibilidade térmica da massa de grãos? - Condução: Passagem de calor de grão pra grão. - Convecção: Transmissão de calor através do movimento do ar. - Irradiação: Quando a condução independe de um meio material para se propagar. 3) O que é equilíbrio higroscópico? É a propriedade do grão de ceder ou absorver umidade do ar que os envolve. 4) Explique o fenômeno da histerese? É quando os grãos absorvem água levando a diminuição de seu ponto de equilíbrio. 5) Comente a influência da espessura da camada de grãos, sobre o tempo necessário para que esta camada atinja o equilíbrio higroscópico? Equilíbrio hidroscópico é a propriedade do grão de ceder ou absorver umidade do ar que os envolve e esse equilíbrio é atingido quando a pressão de vapor dos grãos é igual à pressão de vapor do ar. A espessura da camada de grãos pode influenciar na circulação do ar no espaço poroso e, consequentemente, dificultar o equilíbrio hidroscópico. 6) Explique como ocorre a migração de umidade na massa de grãos? Nas extremidades do silo o ar quente sobe e concentra umidade no topo. O ar torna-se descendente e tende a carregar umidade e, o ar frio tende a ceder umidade aos grãos. O movimento do ar intergranular se processa até que os grãos das regiões frias tornam-se mais úmidos e os das regiões quentes mais secos. Esse é o fenômeno de migração de umidade. Isso ocorre mesmo que os grãos inicialmente apresentem os mesmos níveis de umidade de grãos; 7) Exemplifique como a migração de umidade ocorre no inverno e verão em silos que não possuem sistema de aeração?
  2. 2. Quando a temperatura externa ao silo é maior do que no interior, como ocorre em dias quentes, os grãos próximos às paredes se aquecem mais do que os outros. Dessa maneira, se aquece o ar intersticial próximo da parede, fazendo com que sua densidade diminua e sejam formadas correntes convectivas ascendentes de ar mais aquecido junto da parede, criando um gradiente térmico e fazendo com que ocorra formação de correntes convectivas descendentes de ar menos aquecidos nas regiões mais internas do silo. As moléculas de ar que circulam são insaturadas e quando passam por regiões mais quentes absorvem calor e têm sua entalpia aumentada, diminuindo sua umidade relativa e aumentando sua capacidade de troca de energia térmica pelas moléculas de água dos grãos por onde passam. Depois de um período de correntes convectivas, na região central do terço inferior do silo, no ponto “mais frio” da massa de grãos, ocorre condensação da água que atingir o ponto de orvalho e/ou temperaturas abaixo dele. Os grãos localizados nesta região se umedecem, havendo então problemas de deterioração. Temperatura externa menor Temperatura externa maior Condensação no terço superior Condensação no terço inferior Figura 05. Correntes convectivas e transferência de calor e água no interior dos silos. De forma análoga, quando a temperatura ambiente for mais baixa (horas e/ou dias frios), o ar próximo à parede do silo sofre arrefecimento e forma correntes convectivas descendentes. Isso provoca a formação de correntes ascendentes do ar que circula nos espaços intergranulares da região mais interna do silo e faz com que haja uma região de condensação no topo do silo, já que a cobertura está resfriada e no cone se forma então uma zona de condensação. Em clima temperado, fenômenos de transferências de calor e de água ocorrem mais marcadamente entre as estações do ano, mas acontecem todos os dias, pelos gradientes térmicos diários e entre os dias e as noites. 8) Qual é o fator físico que mais influência o armazenamento de grão? É o equilíbrio hidroscópico dos grãos. 9) Quais são os fatores físicos e biológicos que afetam a conservação de grãos? Temperatura, umidade e danos mecânicos. 10) Qual é a principal ação para redução da atividade vital dos grãos armazenados? Manter os grãos sob condições de baixa umidade, podendo ficar armazenados durante muitos anos, apresentando pequenos prejuízos, mesmo sob condições de armazenamento que não se enquadram a ideal. 11)O teor máximo de umidade para armazenamento de grão, com segurança, esta ligado a que fatores? Espécie de grãos; Tipo de armazenamento; Período de estocagem; Condições de clima. 12)Porque razão pode-se dizer que: “um bom armazenamento começa no campo”? O atraso na colheita contribui para deterioração, problemas também com a degrana, impurezas, danos mecânicos, excesso de umidade.
  3. 3. 13) Em relação à temperatura, qual é a melhor condição de armazenamento e conservação de alimentos? A melhor condição de temperatura é a que não permita que a maioria das reações bioquímicas sejam acelerada com o aumento da temperatura. 14)Quais são os efeitos compensatórios do uso de temperatura baixas no armazenamento? Em clima frio os grãos podem ser armazenados com teor de umidade 1 a 1,5% maior que me regiões quentes porque há um aumento da intensidade da respiração, proporcional ao elevação da temperatura; 15)Quais são as conseguências dos danos mecânicos nos grãos armazenados? Afetam a qualidade de sementes, reduzindo, consideravelmente a germinação e vigor; Condições favoráveis ao ataque de insetos; Condições favoráveis ao ataque de fungos; Maior oscilação do conteúdo de água; Maior deterioração de matérias graxas. 16)Quais são os tipos de água existente nos grãos? Água livre: Associada ao sistema coloidal da semente. Água presa: Exerce papel de solvente. 17)Quais são os dois grupos de métodos para determinação de umidade dos grãos? Exemplifique, cite e descreva um método por grupo. - Método direto: Estufa: Comumente usado para oleoginosas. - Método indireto: Elétrico: Rapidez de operação. Esses aparelhos se enquadram nos princípios de resistência elétrica ou constante dielétrica. 18)Explique como funciona o método higrométrico de determinação de umidade? Baseado diretamente no Equilíbrio higroscópico dos grãos, observando a variação de peso que eles sofrem. 19)Com base no equilíbrio higroscópico, qual a umidade relativa do ar que pode servir como indicativo de boas condições de armazenagem? O limite da UR é 70%. 20)Qual o processo natural que deixa a massa de grão sujeita a pequenas, mas contínuas transformações? É o processo respiratório. 21)Quais são os fatores que afetam a intensidade do processo respiratório dos grãos? Disponibilidade de oxigênio, temperatura e sanidade dos grãos. 22)Em grãos úmidos qual organismo vivo é o principal responsável pelo aumento do processo respiratório? São os fungos. 23)A perda de MS (Peso) dos grãos é acentuada pela influência de quais fatores? Explique. É influenciada pela diminuição da umidade dos grãos. Esse fator pode comprometer a qualidade de germinação quando se tratar de sementes e, em condição de grãos para comércio, pode ocorrer diminuição do peso e, consequentemente, menor rentabilidade financeira.
  4. 4. 24)Porque razão ocorre o aquecimento da massa de grãos? De que forma esse aquecimento se apresenta nos silos? Explique. O ar intra-granular (entre grãos) interage com os grãos tendendo a equilibrar sua umidade com a umidade do ar. O ar também interage com o espaço intracelular do grão. Por esta razão grão úmido aquece, libera água e calor. A água aquecida é absorvida pelo grão vizinho em razão do espaço intersticial (entre células). Ocorre, assim, um processo auto catalítico. Grão com umidade alta produz mais água e calor. Como o grão é um solvente térmico que retém o calor, ocorre a reação em cadeia do processo de aquecimento. Armazenamentos com grãos úmidos tende a aumentara a umidade dos mesmos, salvo forem uniformemente misturados misturados com grãos mais secos. 25)Porque a termometria se apresenta como um bom método para o controle da qualidade do armazenamento? Porque a temperatura é um bom índice do estado de conservação, devemos estar atentos a toda variação de temperatura. 26)Quais são os procedimentos utilizados para homogeneização da temperatura na massa de grão? Introduzir os grãos ao armazenamento em umidade adequada e uniforme e em bom estado de sanidade. Se, contudo, houver diferença de temperatura na massa de grãos, a transilagem pode resolver. 27)Como são divididos os insetos que atacam os grãos armazenados? Primários: são aqueles capazes de atacar grãos inteiros e sadios, sendo assim os mais importantes. Secundários: alimentan-se de grãos partidos e pó. 28)Qual é deterioração dos grãos por ação da microflora? Perda de peso e do poder germinativo; Aumento da taxa de oxidação em grãos oleaginosos; Presença de ovos, larvas, pupas e partes de insetos mortos. 29)Como são chamadas as substâncias que os fungos depositam nos grãos? São chamadas de micotoxinas. 30)No que consistem os métodos para evitar a ação da microflora nos grãos armazenados? Descoberta precoce das infestações; Nos períodos mais quentes do ano recomendam-se inspeções a cada duas semanas; Controle de temperatura é uma medida indireta da presença ou não de insetos; Atentar para sacaria usada, vagões, caminhões e navios. 31)Quais são as operações que impedem o desenvolvimento da microflora dos grãos? Utilizar ambiente hermético; Aplicação de inseticida gasoso, fumigante; Ideal é que os grãos sejam expurgados antes do armazenamento, pois sofrem infestação de microflora ainda na lavoura; Cuidado com a rotação de produtos no armazenamento; Para evitar-se a reinfestação, utiliza-se pulverização ou polvilhamento com inseticida. 32)Quais os fatores que afetam as populações de insetos? Temperatura, teor de umidade, grãos quebrados, impurezas. 33)Cite os prejuízos causados por insetos. Perda de peso e poder germinativo, poluição da massa e desvalorização do produto.
  5. 5. 34)Qual a principal medida preventiva a infestação de insetos? É a limpesa das instalações e do próprio grão. 35)Em que consiste o expurgo de grãos e em que lugares podem ser realizados? É a aplicação de inseticida gazoso e fumigante em ambiente hermético. O ideal é que os grãos sejam expurgados antes do armazenamento, pois grãos devem ser considerados infestados. 36)Além dos danos econômicos, quais outros prejuízos uma infestação de ratos traz? Ratos trazem prejuízos não só para os grãos armazenados, mas também para a estrutura das instalações, além de ser um transmissor de doenças em potencial aos trabalhadores das unidades armazenadoras. 37)Quais as principais espécies de ratos no armazenamento? Camundongo, rato comum e ratazana. 38)Porque razão ocorre a formação de bolsas de calor no interior da massa de grão? Explique. O ar intra-granular (entre grãos) interage com os grãos tendendo a equilibrar sua umidade com a umidade do ar. O ar também interage com o espaço intracelular do grão. As bolsas de calor ocorrem quando os grãos respiram O2, absorvem C6H12O6 e, consequentemente, liberam CO2, H2O e até 677 Calorias. Como a massa de grãos possui muito baixa condutibilidade, esse calor acumula-se, podendo haver um processo autocatalítico (reação em cadeia do processo de aquecimento) que pode levar à carbonização (sem oxigênio) de uma massa de grãos, com temperaturas superiores as quais podem superar 200 °C. Uma bolsa de calor pode ter origem de insetos, fungos, introdução de grãos úmidos no silo e impurezas. 39)Qual a ação da temperatura sobre a deterioração da massa de grãos? Com o desencadeamento de uma bolsa de calor em uma massa de grãos, os mesmos podem se transformar em uma massa sólida, preta e de forte odor, resultante da carbonização. 40)Como a composição do ar do ambiente de armazenamento pode afetar a velocidade dos processos bioquímicos? A composição do ar (quantidade de O2 e CO2) é diretamente responsiva pela taxa de respiração dos grãos. Pois, quanto maior a taxa de CO2 e menor a de O2, menor será a intensidade respiratória e, consequentemente, menor será a ativação dos processos químicos e bioquímicos dos grãos.Durante o armazenamento deve-se reduzir a velocidade da respiração; 41)O que visa o armazenamento? Viza a conservação de grãos em ambiente limpo, livre de patógenos e impurezas, primando pela redução da velocidade de respiração desses grãos (ambiente com + CO2 e – O2). 42)Qual é a relação entre perdas na colheita mecânica e umidade dos grãos? A perda mecânica na colheita consiste em danos mecânicos aos grãos. Dessa forma, grãos avariados podem aumentar os níveis de umidade e também podem se tornar porta de entrada para fungos que também contribuem para aumento da respiração e, consequentemente, do aumento de temperatura de uma massa de grãos. 43)Qual é o efeito do impacto sobre a qualidade dos grãos? O impacto sofrido tanto durante a colheita como durante o armazenamento pode servir de porta de acesso a fungos e aumento da respiração e temperatura dos grãos. 44)Quais as duas umidades que podemos expressar a umidade dos grãos?
  6. 6. O teor de umidade dos produtos pode ser expresso tanto em base úmida como em base seca. O teor de umidade em base úmida é a relação entre a massa de água e a massa total de produto. O teor de umidade em base seca é a relação entre a massa de água contida no produto e a massa de matéria seca. 45)Site os fungos considerados clássicos de armazenamento? Aspergillus e Penicilliun. 46)Como ocorre a sucessão de espécies em fungos? O fungo de infecção inicial é o Aspergillus, somente depois o Penicillium. 47)De forma geral como a temperatura age no desenvolvimento dos fungos? Temperaturas muito alta ou muito baixas inibem o desenvolvimento da maioria dos fungos. No Brasil de uma forma geral as temperaturas são favoráveis ao desenvolvimento de fungos. 48)Como é a relação das impurezas e grão danificados no desenvolvimento de fungos? Grãos mais fragmentado e com mais impurezas apresenta maior infestação de microrganismos. As impurezas apresentam na mesma UR do ar umidade maior que o produto e grãos danificados são mais propensos a infecções. 49)Qual a relação entre temperatura e equilíbrio higroscópico dos grãos? Equilíbrio higroscópico é a propriedade do grão de ceder ou absorver umidade do ar que os envolve. Assim, o aumento da temperatura diminui o equilíbrio higroscópico dos grãos, levando-os à histerese. 50)Qual é a implicação do ângulo de repouso? Explique. Quanto maior o ângulo de repouso do produto armazenado, maior será o volume de grãos na parte superior e, durante a descarga, quanto menor o ângulo de repouso, mais rápida e uniforme será a descarga dos grãos.

×