Profetas menores lição 1

4.558 visualizações

Publicada em

Aula ministrada na Igreja Evangélica Sem Fronteiras - Escola Bíblica (Série Profetas Menores)

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.558
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
137
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Profetas menores lição 1

  1. 1. ESCOLA BÍBLICA 23/04/13 Os Profetas Menores Advertências e consolações para a santificação da Igreja de Cristo
  2. 2. Lição 1: A atualidade dos Profetas Menores
  3. 3. Lição 1: A atualidade dos Profetas Menores
  4. 4. Lição 1: A atualidade dos Profetas Menores • LEITURA DIÁRIA • Mt 7.12 - A regra áurea cumpre a lei e os profetas • Mt 22.40 - A lei e os profetas dependem do amor • Mt 26.56 - Cumprimento das Escrituras dos profetas • At 15.15-17 - Os profetas anunciaram a salvação dos gentios • At 26.22,23 - A mensagem da Igreja é a mesma dos profetas • Rm 1.2 - Os profetas falaram sobre a vinda do Messias
  5. 5. Lição 1: A atualidade dos Profetas Menores • LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - 2 Pedro 1.16-21. 16 - Porque não vos fizemos saber a virtude e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, seguindo fábulas artificialmente compostas, mas nós mesmos vimos a sua majestade, 17 - porquanto ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando da magnífica glória lhe foi dirigida a seguinte voz: Este é o meu Filho amado, em quem me tenho comprazido. 18 - E ouvimos esta voz dirigida do céu, estando nós com ele no monte santo. 19 - E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia esclareça, e a estrela da alva apareça em vosso coração, 20 - sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação; 21 - porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.
  6. 6. INTRODUÇÃO • Apesar de antiguíssimos, eles tratam de questões relevantes para os nossos dias e servem de edificação espiritual a todo o povo de Deus. Entre os temas tratados, temos: a família, a sociedade, a política e a espiritualidade. Na atual conjuntura, os profetas são um verdadeiro esteio da sabedoria divina para a Igreja de Cristo, pois encorajam-nos a militarmos pela causa de Cristo.
  7. 7. Os Profetas Menores e o objetivo de Deus • Os profetas menores foram levantados por Deus com a finalidade de restaurar o monoteísmo hebreu, combater a idolatria, denunciar as injustiças sociais, proclamar o Dia do Senhor e reacender a esperança messiânica. • Vejamos agora uma visão geral dos profetas menores. • Seus nomes, ano e reinado, e propósito específico.
  8. 8. I. SOBRE OS PROFETAS MENORES • 1. Autoridade. A coleção dos Profetas Menores compõe-se dos seguintes livros: Oseias, Joel, Amos, Obadias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias. Essa estrutura vem da Bíblia Hebraica e, posteriormente, da Vulgata Latina. A Septuaginta (antiga versão grega do Antigo Testamento) apresenta nos seis primeiros livros uma disposição diferente da Hebraica, dispondo os livros assim: Oseias, Amos, Miqueias, Joel, Obadias e Jonas.
  9. 9. I. SOBRE OS PROFETAS MENORES • 2. Origem do termo. A expressão “Profetas Menores” advém da Igreja Latina por causa do volume do texto ser menor em comparação aos de Isaías, Jeremias e Ezequiel. Assim explica Agostinho de Hipona (345-430 d.C.) em sua obra ”A cidade de Deus”. • O termo é de origem cristã, pois, na literatura judaica, essa coleção é classificada como Os Doze ou Os Doze Profetas. Essa informação é confirmada desde o ano 132 a.C.
  10. 10. SINOPSE DO TÓPICO (I) Os escritos dos Profetas Menores têm a mesma autoridade que os outros livros.
  11. 11. II. A MENSAGEM DOS PROFETAS MENORES • Procedência (vv.16-18). O apóstolo Pedro afirma que a revelação ministrada à Igreja era uma mensagem real e abalizada pelo testemunho ocular do colégio apostólico. À semelhança dos apóstolos, os profetas, inspirados pelo Espírito Santo, refletiram fielmente a vontade e a soberania divina acerca da redenção de Israel, em particular, e da humanidade, em geral.
  12. 12. II. A MENSAGEM DOS PROFETAS MENORES • 2. “A palavra dos profetas” (v.19a). • Entre os seus escritos, encontramos mensagens da vinda do Messias, orientações para a vida humana, para a nação de Israel e até para o mundo. Há também mensagens que se aplicam à Igreja de Cristo (1 Tm 3.16).
  13. 13. II. A MENSAGEM DOS PROFETAS MENORES • 3. “Como a uma luz que alumia em lugar escuro” • Os profetas pregaram tudo o que diz respeito à vida e à piedade. Os temas eram diversos: Deus, o ser humano e a criação. Estaríamos à deriva no mundo sem as palavras dos profetas, pois elas nos levam à luz de Cristo (Sl 119.105).
  14. 14. SINOPSE DO TÓPICO (II) A mensagem dos Profetas é de procedência divina. Jamais por inspiração humana.
  15. 15. III. A INSPIRAÇÃO DIVINA DOS PROFETAS • 1. A iniciativa divina. • A mensagem dos profetas não se resume a uma retórica baseada em imaginação humana, nem é algo artificialmente construído. Nenhuma parte dessa revelação “é de particular interpretação” (v.20). As experiências dos profetas, como as do próprio Pedro no monte da transfiguração, provam a iniciativa divina em comunicar seus oráculos à humanidade.
  16. 16. III. A INSPIRAÇÃO DIVINA DOS PROFETAS • 2. A inspiração dos profetas. • Está escrito que “toda a Escritura é inspirada por Deus” (2 Tm 3.16) • O termo grego theopneustos para as expressões “inspirada por Deus” e “divinamente inspirada” vem das palavras Theos, “Deus”, e pneo, “respirar, soprar”. Isso significa que os profetas foram “movidos pelo Espírito Santo” (2 Pe 1.21)
  17. 17. III. A INSPIRAÇÃO DIVINA DOS PROFETAS • 3. A autoridade dos Profetas Menores. • Todos os livros da Bíblia têm o mesmo grau de inspiração e autoridade. Logo, devemos dar a mesma atenção e credibilidade aos escritos dos Profetas Menores (2 Pe 1.19).
  18. 18. SINOPSE DO TÓPICO (III) Os livros dos Profetas Menores têm autoridade divina e são genuinamente inspirados por Deus.
  19. 19. CONCLUSÃO • Diante do exposto, os Profetas Menores, como parte integrante das Escrituras inspiradas, não devem ficar em segundo plano. • Por isso, recomendamos que seja feita uma leitura dos livros dos Profetas menores para melhor compreensão das lições.
  20. 20. CONCLUSÃO • Você está lendo e estudando qual livro da Bíblia? • Lembre-se que toda a Palavra é inspirada por Deus; incluindo os livros dos profetas menores. • Na próxima aula o tema é: Oseias — A fidelidade no relacionamento com Deus

×