SlideShare uma empresa Scribd logo
Estudo22 as duas-testemunhas
Estudo22 as duas-testemunhas
DUAS TESTEMUNHASDUAS TESTEMUNHAS
ESTIVERAMDE LUTOESTIVERAMDE LUTO
DURANTE OS 1260 ANOSDURANTE OS 1260 ANOS
DE PERSEGUIÇÃODE PERSEGUIÇÃO
““Darei as minhas duasDarei as minhas duas
testemunhas que profetizemtestemunhas que profetizem
pormil duzentos e sessentapormil duzentos e sessenta
dias, vestidas de pano dedias, vestidas de pano de
saco.”saco.”
As duas oliveiras e os dois candeeiros seAs duas oliveiras e os dois candeeiros se
referema mesma coisa e no contexto dos 1260referema mesma coisa e no contexto dos 1260
dias, devemseridentificados comodias, devemseridentificados como Velho eVelho e
Novo TestamentosNovo Testamentos, revelados pelo Espírito, revelados pelo Espírito
Santo.Santo.
João14:26; 15:26; 16:13-15João14:26; 15:26; 16:13-15
IPedro1:21IPedro1:21
Nosso SenhorJesus CristoNosso SenhorJesus Cristo
disse que as Escrituras dãodisse que as Escrituras dão
testemunho Dele.testemunho Dele.
João5:39João5:39
E Davi declarou que aE Davi declarou que a
palavra de Deus é umapalavra de Deus é uma
lâmpada que ilumina olâmpada que ilumina o
caminho.caminho.
Salmo119:105Salmo119:105
Operíodo de perseguiçãoOperíodo de perseguição
de 42 meses ou 1260 diasde 42 meses ou 1260 dias
(anos literais), que vai(anos literais), que vai
desde o Edito de Justinianodesde o Edito de Justiniano
(538) até que Berthier,(538) até que Berthier,
general de Napoleão, ogeneral de Napoleão, o
aboliu (1768), já foiaboliu (1768), já foi
estudado.estudado.
Durante esta época, apesarde brutalmenteDurante esta época, apesarde brutalmente
perseguidos, o Velho e o Novo Testamentosperseguidos, o Velho e o Novo Testamentos
continuaramdando testemunho docontinuaramdando testemunho do
amore da verdade de Deus.amore da verdade de Deus.
Depois de as testemunhas continuaremDepois de as testemunhas continuarem
testificando emmeio a umobscuro período detestificando emmeio a umobscuro período de
perseguição, que faria contra elasperseguição, que faria contra elas
a besta que sobe do abismo?a besta que sobe do abismo?
““Quando tiverem, então,Quando tiverem, então,
concluído o testemunho queconcluído o testemunho que
devem dar, a besta que surgedevem dar, a besta que surge
do abismo pelejará contrado abismo pelejará contra
elas, e as vencerá, e matará.”elas, e as vencerá, e matará.”
““E depois daqueles três diasE depois daqueles três dias
e meio o espírito de vida,e meio o espírito de vida,
vindo de Deus, entrou neles;vindo de Deus, entrou neles;
e puseram-se sobre seus pés,e puseram-se sobre seus pés,
e caiu grande temorsobre ose caiu grande temorsobre os
que os viram. E ouviramumaque os viram. E ouviramuma
grande voz do céu, que lhesgrande voz do céu, que lhes
dizia: Subi para aqui. Edizia: Subi para aqui. E
subiramao céu emumasubiramao céu emuma
nuvem; e os seus inimigos osnuvem; e os seus inimigos os
viram.”viram.”
Como a Bíblia oComo a Bíblia o
desmascara, Satanásdesmascara, Satanás
procura silenciarseuprocura silenciarseu
testemunho, quertestemunho, quer
mantendo-a oculta,mantendo-a oculta,
querdestruindo-a.querdestruindo-a.
Se aplicarmos a estesSe aplicarmos a estes
três dias e meio otrês dias e meio o
princípio bíblico de umprincípio bíblico de um
dia porumano (Ezequieldia porumano (Ezequiel
4:6) chegaremos a4:6) chegaremos a
conclusão de que oconclusão de que o
testemunho bíblicotestemunho bíblico
reviveria três anos ereviveria três anos e
meio,meio, após tersidoapós tersido
aniquilado.aniquilado.
Esta profecia se cumpriuEsta profecia se cumpriu
de ummodo muitode ummodo muito
precioso e surpreendenteprecioso e surpreendente
na história da França. Osna história da França. Os
três anos e meio foramtrês anos e meio foram
exatamente o Reinado deexatamente o Reinado de
Terrorda RevoluçãoTerrorda Revolução
Francesa.Francesa.
Este período começou aosEste período começou aos 2626
de novembro de 1793de novembro de 1793 quando aquando a
França, pordecreto de suaFrança, pordecreto de sua
Assembléia Legislativa,Assembléia Legislativa,
declarou que não há Deus, odeclarou que não há Deus, o
que foi motivo de regozijo paraque foi motivo de regozijo para
todos os seus habitantes, etodos os seus habitantes, e
durou atédurou até 17 de junho de 179717 de junho de 1797,,
quando o governo francêsquando o governo francês
anulou o decreto e outra vez seanulou o decreto e outra vez se
permitiu a prática da religião napermitiu a prática da religião na
França.França.
Durante este tempo aDurante este tempo a
Bíblia foi queimada eBíblia foi queimada e
abolida na França, foiabolida na França, foi
“morta”. Todas as igrejas“morta”. Todas as igrejas
foramfechadas e proibiu-foramfechadas e proibiu-
se a adoração de Deus porse a adoração de Deus por
decreto da assembléia, quedecreto da assembléia, que
era o corpo legislativo daera o corpo legislativo da
França.França.
Tambémse decidiu que aTambémse decidiu que a
semana seria de dez dias. Osemana seria de dez dias. O
dia de descanso foidia de descanso foi
abandonado, e emseuabandonado, e emseu
lugarse consagrava umdialugarse consagrava umdia
emcada dez para a orgia eemcada dez para a orgia e
a blasfêmia.a blasfêmia.
Negou-se abertamente a existência deNegou-se abertamente a existência de
Deus. Uma mulherimoral foi nomeada aDeus. Uma mulherimoral foi nomeada a
deusa da razão, e as pessoas deviamadorá-deusa da razão, e as pessoas deviamadorá-
la.la.
Ficou proibido todo tipo de culto religioso.Ficou proibido todo tipo de culto religioso.
Tudo isso durou exatamente três anos e meioTudo isso durou exatamente três anos e meio
como disse a profecia.como disse a profecia.
Porém, oPorém, o
testemunhotestemunho
bíblico não sóbíblico não só
ressuscitaria, masressuscitaria, mas
se elevaria e suase elevaria e sua
fama subiria aofama subiria ao
Céu.Céu.
Em1804 e 1816 foramEm1804 e 1816 foram
organizadas as primeiras eorganizadas as primeiras e
maiores sociedades bíblicas emaiores sociedades bíblicas e
o livro de Deus inundou oo livro de Deus inundou o
planeta, constituindo-se noplaneta, constituindo-se no
livro mais difundido de toda alivro mais difundido de toda a
história da humanidade.história da humanidade.
Que aconteceu aoQue aconteceu ao
ocorrerumgrandeocorrerumgrande
terremoto?terremoto?
(Símbolodepodere(Símbolodepodere
intervençãodivina)intervençãodivina)
““Naquela hora, houve umNaquela hora, houve um
grande terremoto, e ruiu agrande terremoto, e ruiu a
décima parte da cidade, edécima parte da cidade, e
morreram, nesse terremoto,morreram, nesse terremoto,
sete mil pessoas, ao passosete mil pessoas, ao passo
que as outras ficaramque as outras ficaram
sobremodo aterrorizadas esobremodo aterrorizadas e
deramglória ao Deus doderamglória ao Deus do
Céu.”Céu.”
Este terremoto não é oEste terremoto não é o
do final da história,do final da história,
porque ruiu apenas aporque ruiu apenas a
décima parte da cidade.décima parte da cidade.
Deve serentendido comoDeve serentendido como
o derramamento de umo derramamento de um
juízo parcial de Deusjuízo parcial de Deus
para conduziros homenspara conduziros homens
ao respeito de Suaao respeito de Sua
Palavra.Palavra.
Oterremoto seria oOterremoto seria o
aprisionamento do papaaprisionamento do papa
em1798. A França é umem1798. A França é um
destes dez reis e seria adestes dez reis e seria a
décima parte que caiudécima parte que caiu
porumcurto tempo; queporumcurto tempo; que
se levantou contra todase levantou contra toda
manifestação religiosa.manifestação religiosa.
As 7000 pessoas queAs 7000 pessoas que
morrerampoderiamsermorrerampoderiamser
entendidas comoentendidas como aa
realeza que perdeu seusrealeza que perdeu seus
títulos de nobreza etítulos de nobreza e
forammortasforammortas..
Isto despertou terroraIsto despertou terrora
princípio, e os levouprincípio, e os levou
mais tarde a glorificaramais tarde a glorificara
Deus quando voltaramaDeus quando voltarama
aceitara Bíblia e aaceitara Bíblia e a
religião.religião.
Os três anjos do ApocalipseOs três anjos do Apocalipse
que reivindicama honra deque reivindicama honra de
Deus.Deus.
Emapocalipse 14, seEmapocalipse 14, se
encontramos três pontosencontramos três pontos
importantes da mensagemimportantes da mensagem
que o remanescente fielque o remanescente fiel
deve proclamar, portersidodeve proclamar, portersido
chamado a reivindicarochamado a reivindicaro
caráterde Deus.caráterde Deus.
Qual a difusão queQual a difusão que
receberia o evangelhoreceberia o evangelho
eterno?eterno?
““Vi outro anjo voando peloVi outro anjo voando pelo
meio do céu, tendo ummeio do céu, tendo um
evangelho eterno para pregarevangelho eterno para pregar
aos que se assentam sobre aaos que se assentam sobre a
terra, e a cada nação, e tribo,terra, e a cada nação, e tribo,
e língua, e povo.”e língua, e povo.”
Qual a primeira parteQual a primeira parte
da mensagemespecialda mensagemespecial
de Deus para nossode Deus para nosso
tempo?tempo?
““...Temei a Deus e dai-lhe...Temei a Deus e dai-lhe
glória, pois é chegada a horaglória, pois é chegada a hora
do seu juízo; e adorai aqueledo seu juízo; e adorai aquele
que fez o céu, e a terra, e oque fez o céu, e a terra, e o
mar, e as fontes das águas.”mar, e as fontes das águas.”
Esta mensagemé o oposto daEsta mensagemé o oposto da
teoria da evolução, pois exigeteoria da evolução, pois exige
adoração a Deus nos termos doadoração a Deus nos termos do
mandamento do sábado (Êxodomandamento do sábado (Êxodo
20:8-11) e adquire grande20:8-11) e adquire grande
solenidade na época do juízosolenidade na época do juízo
que João viu emprogresso noque João viu emprogresso no
santuário do Céu.santuário do Céu.
Qual a segunda parteQual a segunda parte
da mensagemdos trêsda mensagemdos três
anjos?anjos?
““Seguiu-se outro anjo, oSeguiu-se outro anjo, o
segundo dizendo: Caiu, caiu asegundo dizendo: Caiu, caiu a
grande Babilônia que temgrande Babilônia que tem
dado a bebera todas asdado a bebera todas as
nações do vinho da fúria danações do vinho da fúria da
sua prostituição.”sua prostituição.”
A mensagemdo segundo anjoA mensagemdo segundo anjo
denuncia a apostasia e sedenuncia a apostasia e se
complementa coma dramáticacomplementa coma dramática
advertência de Apocalipse 18,advertência de Apocalipse 18,
onde Deus diz a Seu povo queonde Deus diz a Seu povo que
devemsairdas igrejasdevemsairdas igrejas
doutrinariamente equivocadas adoutrinariamente equivocadas a
fimde não sercúmplice nosfimde não sercúmplice nos
seus pecados nemparticipardeseus pecados nemparticiparde
seus flagelos.seus flagelos.
Qual é a tremendaQual é a tremenda
admoestação que Deusadmoestação que Deus
proclama pormeio daproclama pormeio da
mensagemdo terceiromensagemdo terceiro
anjo?anjo?
““Seguiu-se a estes outro anjo, oSeguiu-se a estes outro anjo, o
terceiro, dizendo, emgrande voz:terceiro, dizendo, emgrande voz:
Se alguémadora a besta e a suaSe alguémadora a besta e a sua
imageme recebe a sua marca naimageme recebe a sua marca na
fronte ou sobre a mão, tambémfronte ou sobre a mão, também
esse beberá do vinho da cólera deesse beberá do vinho da cólera de
Deus, preparado, semmistura, doDeus, preparado, semmistura, do
cálice da sua ira, e serácálice da sua ira, e será
atormentado com fogo e enxofre,atormentado com fogo e enxofre,
diante dos santos anjos e nadiante dos santos anjos e na
presença do Cordeiro...presença do Cordeiro...
...a fumaça do seu tormento...a fumaça do seu tormento
sobe pelos séculos dos séculos,sobe pelos séculos dos séculos,
e não temdescanso algum, neme não temdescanso algum, nem
de dia nem de noite, osde dia nem de noite, os
adoradores da besta e da suaadoradores da besta e da sua
imagem e quem querqueimagem e quem querque
receba a marca do seu nome.”receba a marca do seu nome.”
A revelação divina éA revelação divina é
impressionantemente clara eimpressionantemente clara e
nos adverte que, se nãonos adverte que, se não
abandonarmos o erro e aabandonarmos o erro e a
rebelião, sofreremos as pragas erebelião, sofreremos as pragas e
estaremos irremediavelmenteestaremos irremediavelmente
perdidos.perdidos.
Ao sairda grandeAo sairda grande
babilônia, combabilônia, com
quemdevemunir-sequemdevemunir-se
os sinceros?os sinceros?
““Aqui está a perseverançaAqui está a perseverança
dos santos, os quedos santos, os que guardamguardam
os mandamentos de Deusos mandamentos de Deus ee aa
fé em Jesusfé em Jesus.”.”
Que sucederá quandoQue sucederá quando
terminarterminar
a pregação daa pregação da
mensagemdos trêsmensagemdos três
anjos?anjos?
““Olhei, e eis uma nuvemOlhei, e eis uma nuvem
branca, e sentado sobre abranca, e sentado sobre a
nuvemum semelhante a filhonuvemum semelhante a filho
de homem, tendo na cabeçade homem, tendo na cabeça
uma coroa de ouro e na mãouma coroa de ouro e na mão
uma foice afiada.”uma foice afiada.”
““Outro anjo saiu doOutro anjo saiu do
santuário, gritando emsantuário, gritando em
grande voz para aquele quegrande voz para aquele que
se achava assentado sobre ase achava assentado sobre a
nuvem: Toma a tua foice enuvem: Toma a tua foice e
ceifa, pois chegou a hora deceifa, pois chegou a hora de
ceifar, visto que a seara daceifar, visto que a seara da
terra já amadureceu!terra já amadureceu!
““E aquele que estava sentadoE aquele que estava sentado
sobre a nuvempassou a suasobre a nuvempassou a sua
foice sobre a terra, e a terrafoice sobre a terra, e a terra
foi ceifada”foi ceifada”
““E será pregado esteE será pregado este
evangelho do reino portodoevangelho do reino portodo
mundo, para testemunho amundo, para testemunho a
todas as nações. Então virá otodas as nações. Então virá o
fim.”fim.”
““E disse-lhes: Ide portodo oE disse-lhes: Ide portodo o
mundo e pregai o evangelhomundo e pregai o evangelho
a toda criatura. Quem crerea toda criatura. Quem crere
forbatizado será salvo;forbatizado será salvo;
quem, porém, não crerseráquem, porém, não crerserá
condenado.”condenado.”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Licao01 - Escatologia, o Estudo das Ultimas Coisas
Licao01 - Escatologia, o Estudo das Ultimas CoisasLicao01 - Escatologia, o Estudo das Ultimas Coisas
Licao01 - Escatologia, o Estudo das Ultimas Coisas
Adriano Silva
 
6000anosdepecado 130617170102-phpapp02 (1)
6000anosdepecado 130617170102-phpapp02 (1)6000anosdepecado 130617170102-phpapp02 (1)
6000anosdepecado 130617170102-phpapp02 (1)
O ÚLTIMO CHAMADO
 
Apocalipse 12 e 13 e a besta 666 especial
Apocalipse 12 e 13 e a besta 666 especialApocalipse 12 e 13 e a besta 666 especial
Apocalipse 12 e 13 e a besta 666 especial
Wladimir Gonçalves de Souza
 
O Fim Vem 1
O Fim Vem 1O Fim Vem 1
O Fim Vem 1
prweber
 
O papado e o anticristo
O papado e o anticristoO papado e o anticristo
O papado e o anticristo
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulaçãoLição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulação
Celso Napoleon
 
ESCATOLOGIA - ANTICRISTO
ESCATOLOGIA - ANTICRISTOESCATOLOGIA - ANTICRISTO
ESCATOLOGIA - ANTICRISTO
Leonam dos Santos
 
Tribulação fim
Tribulação fimTribulação fim
Tribulação fim
Dagmar Wendt
 
Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4
Fabio Renato Ventura Pinto
 
Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas
ANTONIO CORDEIRO DA SILVA - ADORADOR
 
13227647 estudos-no-livro-de-apocalipse-hernandes-dias-lopes
13227647 estudos-no-livro-de-apocalipse-hernandes-dias-lopes13227647 estudos-no-livro-de-apocalipse-hernandes-dias-lopes
13227647 estudos-no-livro-de-apocalipse-hernandes-dias-lopes
32148989
 
A grande tribulação
A grande tribulaçãoA grande tribulação
A grande tribulação
tabernaculoamorevida
 
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
EVANGELISTA SOARES
 
Lição 1 - Escatologia, o Estudo das Últimas Coisas - 1ª Trimestre de 2016
Lição 1 - Escatologia, o Estudo das Últimas Coisas - 1ª Trimestre de 2016Lição 1 - Escatologia, o Estudo das Últimas Coisas - 1ª Trimestre de 2016
Lição 1 - Escatologia, o Estudo das Últimas Coisas - 1ª Trimestre de 2016
Andrew Guimarães
 
Escatologia_Parte1_IBADEP
Escatologia_Parte1_IBADEPEscatologia_Parte1_IBADEP
Escatologia_Parte1_IBADEP
Natalino das Neves Neves
 
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHORLBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
Natalino das Neves Neves
 
Escatologia Aula 2
Escatologia   Aula 2Escatologia   Aula 2
Escatologia Aula 2
Jose Ventura
 
Escatologia
EscatologiaEscatologia
Escatologia
Jose Ventura
 
Lição 10 o governo do anticristo
Lição 10   o governo do anticristoLição 10   o governo do anticristo
Lição 10 o governo do anticristo
Virgilio Silva
 
O Destino Final dos Mortos
O Destino Final dos MortosO Destino Final dos Mortos
O Destino Final dos Mortos
Márcio Martins
 

Mais procurados (20)

Licao01 - Escatologia, o Estudo das Ultimas Coisas
Licao01 - Escatologia, o Estudo das Ultimas CoisasLicao01 - Escatologia, o Estudo das Ultimas Coisas
Licao01 - Escatologia, o Estudo das Ultimas Coisas
 
6000anosdepecado 130617170102-phpapp02 (1)
6000anosdepecado 130617170102-phpapp02 (1)6000anosdepecado 130617170102-phpapp02 (1)
6000anosdepecado 130617170102-phpapp02 (1)
 
Apocalipse 12 e 13 e a besta 666 especial
Apocalipse 12 e 13 e a besta 666 especialApocalipse 12 e 13 e a besta 666 especial
Apocalipse 12 e 13 e a besta 666 especial
 
O Fim Vem 1
O Fim Vem 1O Fim Vem 1
O Fim Vem 1
 
O papado e o anticristo
O papado e o anticristoO papado e o anticristo
O papado e o anticristo
 
Lição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulaçãoLição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulação
 
ESCATOLOGIA - ANTICRISTO
ESCATOLOGIA - ANTICRISTOESCATOLOGIA - ANTICRISTO
ESCATOLOGIA - ANTICRISTO
 
Tribulação fim
Tribulação fimTribulação fim
Tribulação fim
 
Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4
 
Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas
 
13227647 estudos-no-livro-de-apocalipse-hernandes-dias-lopes
13227647 estudos-no-livro-de-apocalipse-hernandes-dias-lopes13227647 estudos-no-livro-de-apocalipse-hernandes-dias-lopes
13227647 estudos-no-livro-de-apocalipse-hernandes-dias-lopes
 
A grande tribulação
A grande tribulaçãoA grande tribulação
A grande tribulação
 
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOSESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
ESCATOLOGIA: VISÃO GERAL PANORÂMICA FINAIS DOS TEMPOS
 
Lição 1 - Escatologia, o Estudo das Últimas Coisas - 1ª Trimestre de 2016
Lição 1 - Escatologia, o Estudo das Últimas Coisas - 1ª Trimestre de 2016Lição 1 - Escatologia, o Estudo das Últimas Coisas - 1ª Trimestre de 2016
Lição 1 - Escatologia, o Estudo das Últimas Coisas - 1ª Trimestre de 2016
 
Escatologia_Parte1_IBADEP
Escatologia_Parte1_IBADEPEscatologia_Parte1_IBADEP
Escatologia_Parte1_IBADEP
 
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHORLBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
LBJ LIÇÃO 10 - A MANIFESTAÇÃO DO ANTICRISTO E O DIA DO SENHOR
 
Escatologia Aula 2
Escatologia   Aula 2Escatologia   Aula 2
Escatologia Aula 2
 
Escatologia
EscatologiaEscatologia
Escatologia
 
Lição 10 o governo do anticristo
Lição 10   o governo do anticristoLição 10   o governo do anticristo
Lição 10 o governo do anticristo
 
O Destino Final dos Mortos
O Destino Final dos MortosO Destino Final dos Mortos
O Destino Final dos Mortos
 

Destaque

NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 8 | Duas Testemunhas Mártires
 NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 8 | Duas Testemunhas Mártires NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 8 | Duas Testemunhas Mártires
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 8 | Duas Testemunhas Mártires
Dyego Sylva
 
A escatologia e as duas testemunhas
A escatologia e as duas testemunhasA escatologia e as duas testemunhas
A escatologia e as duas testemunhas
Marcondes Lira
 
Lição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhasLição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhas
Sergio Silva
 
Isaias714 1 (1)
Isaias714 1 (1)Isaias714 1 (1)
Isaias714 1 (1)
Efraim Ben Tzion
 
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 9 | a Mulher e o Dragão
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 9 | a Mulher e o DragãoNOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 9 | a Mulher e o Dragão
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 9 | a Mulher e o Dragão
Dyego Sylva
 
08 o templo e as duas testemunhas
08   o templo e as duas testemunhas08   o templo e as duas testemunhas
08 o templo e as duas testemunhas
Diego Fortunatto
 
23 As Duas Testemunhas de Luto e as Mensagens dos Três Anjos
23 As Duas Testemunhas de Luto e as Mensagens dos Três Anjos23 As Duas Testemunhas de Luto e as Mensagens dos Três Anjos
23 As Duas Testemunhas de Luto e as Mensagens dos Três Anjos
Álvaro José Marques do Rêgo
 
09 a mulher e o dragão
09   a mulher e o dragão09   a mulher e o dragão
09 a mulher e o dragão
Diego Fortunatto
 
Nova jerusalem
Nova jerusalemNova jerusalem
Nova jerusalem
welingtonjh
 
Apocalipsis 18 seminario 777
Apocalipsis 18 seminario 777Apocalipsis 18 seminario 777
Apocalipsis 18 seminario 777
asociacion
 
5 apocalipse as sete últimas pragas
5 apocalipse as sete últimas pragas5 apocalipse as sete últimas pragas
5 apocalipse as sete últimas pragas
José Santos
 
Estudo9 os sete-selos
Estudo9 os sete-selosEstudo9 os sete-selos
Estudo9 os sete-selos
reformaadventista
 
Arrebatamento tribunal de cristo-a grande tribulação
Arrebatamento tribunal de cristo-a grande tribulaçãoArrebatamento tribunal de cristo-a grande tribulação
Arrebatamento tribunal de cristo-a grande tribulação
Jose Costa
 
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 17 | A nova Jerusalém
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 17 | A nova Jerusalém NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 17 | A nova Jerusalém
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 17 | A nova Jerusalém
Dyego Sylva
 
As sete trombetas do apocalipse
As sete trombetas do apocalipseAs sete trombetas do apocalipse
As sete trombetas do apocalipse
Daniel Mateus
 
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 13 | As Sete Ultimas Pragas
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 13 | As Sete Ultimas PragasNOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 13 | As Sete Ultimas Pragas
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 13 | As Sete Ultimas Pragas
Dyego Sylva
 
Sete Trombetas - Lauriete
Sete Trombetas - Lauriete   Sete Trombetas - Lauriete
Sete Trombetas - Lauriete
Rafael Franco
 
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
Carlos Augusto Vailatti
 
41 Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
41   Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)41   Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
41 Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
Robson Tavares Fernandes
 

Destaque (20)

NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 8 | Duas Testemunhas Mártires
 NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 8 | Duas Testemunhas Mártires NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 8 | Duas Testemunhas Mártires
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 8 | Duas Testemunhas Mártires
 
A escatologia e as duas testemunhas
A escatologia e as duas testemunhasA escatologia e as duas testemunhas
A escatologia e as duas testemunhas
 
Lição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhasLição 10 - As duas testemunhas
Lição 10 - As duas testemunhas
 
Isaias714 1 (1)
Isaias714 1 (1)Isaias714 1 (1)
Isaias714 1 (1)
 
A abertura dos sete selos
A abertura dos sete selosA abertura dos sete selos
A abertura dos sete selos
 
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 9 | a Mulher e o Dragão
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 9 | a Mulher e o DragãoNOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 9 | a Mulher e o Dragão
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 9 | a Mulher e o Dragão
 
08 o templo e as duas testemunhas
08   o templo e as duas testemunhas08   o templo e as duas testemunhas
08 o templo e as duas testemunhas
 
23 As Duas Testemunhas de Luto e as Mensagens dos Três Anjos
23 As Duas Testemunhas de Luto e as Mensagens dos Três Anjos23 As Duas Testemunhas de Luto e as Mensagens dos Três Anjos
23 As Duas Testemunhas de Luto e as Mensagens dos Três Anjos
 
09 a mulher e o dragão
09   a mulher e o dragão09   a mulher e o dragão
09 a mulher e o dragão
 
Nova jerusalem
Nova jerusalemNova jerusalem
Nova jerusalem
 
Apocalipsis 18 seminario 777
Apocalipsis 18 seminario 777Apocalipsis 18 seminario 777
Apocalipsis 18 seminario 777
 
5 apocalipse as sete últimas pragas
5 apocalipse as sete últimas pragas5 apocalipse as sete últimas pragas
5 apocalipse as sete últimas pragas
 
Estudo9 os sete-selos
Estudo9 os sete-selosEstudo9 os sete-selos
Estudo9 os sete-selos
 
Arrebatamento tribunal de cristo-a grande tribulação
Arrebatamento tribunal de cristo-a grande tribulaçãoArrebatamento tribunal de cristo-a grande tribulação
Arrebatamento tribunal de cristo-a grande tribulação
 
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 17 | A nova Jerusalém
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 17 | A nova Jerusalém NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 17 | A nova Jerusalém
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 17 | A nova Jerusalém
 
As sete trombetas do apocalipse
As sete trombetas do apocalipseAs sete trombetas do apocalipse
As sete trombetas do apocalipse
 
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 13 | As Sete Ultimas Pragas
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 13 | As Sete Ultimas PragasNOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 13 | As Sete Ultimas Pragas
NOVO ESTUDO DO APOCALIPSE: TEMA 13 | As Sete Ultimas Pragas
 
Sete Trombetas - Lauriete
Sete Trombetas - Lauriete   Sete Trombetas - Lauriete
Sete Trombetas - Lauriete
 
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
O Rei da Babilônia e o Rei de Tiro: Uma Análise de Isaías 14.12-15 e Ezequiel...
 
41 Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
41   Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)41   Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
41 Estudo Panorâmico da Bíblia (Levítico)
 

Semelhante a Estudo22 as duas-testemunhas

Estudo09 milenio
Estudo09 milenioEstudo09 milenio
Estudo09 milenio
Hezir Henrique
 
Estudo7 prisao de-satanas
Estudo7 prisao de-satanasEstudo7 prisao de-satanas
Estudo7 prisao de-satanas
reformaadventista
 
18 selo de-deus
18 selo de-deus18 selo de-deus
18 selo de-deus
Hezir Henrique
 
11 daniel8
11 daniel811 daniel8
11 daniel8
Hezir Henrique
 
Estudo24 2300 anos
Estudo24 2300 anosEstudo24 2300 anos
Estudo24 2300 anos
Hezir Henrique
 
Estudo12 juizo divino
Estudo12 juizo divinoEstudo12 juizo divino
Estudo12 juizo divino
Hezir Henrique
 
Daniel 12
Daniel 12Daniel 12
Daniel 12
Hezir Henrique
 
Juízo investigativo
Juízo investigativoJuízo investigativo
Juízo investigativo
José Santos
 
Estudo15 a profecia-da_hora_do_juizo
Estudo15 a profecia-da_hora_do_juizoEstudo15 a profecia-da_hora_do_juizo
Estudo15 a profecia-da_hora_do_juizo
reformaadventista
 
Estudo24 e tema-fe_em_jesus
Estudo24 e tema-fe_em_jesusEstudo24 e tema-fe_em_jesus
Estudo24 e tema-fe_em_jesus
Hezir Henrique
 
Estudo24 e tem-a_fe_em_jesus
Estudo24 e tem-a_fe_em_jesusEstudo24 e tem-a_fe_em_jesus
Estudo24 e tem-a_fe_em_jesus
reformaadventista
 
Estudo14 chegou a-hora_do_juizo
Estudo14 chegou a-hora_do_juizoEstudo14 chegou a-hora_do_juizo
Estudo14 chegou a-hora_do_juizo
O ÚLTIMO CHAMADO
 
Estudo14 chegou a-hora_do_juizo
Estudo14 chegou a-hora_do_juizoEstudo14 chegou a-hora_do_juizo
Estudo14 chegou a-hora_do_juizo
reformaadventista
 
13 milenio biblico
13 milenio biblico13 milenio biblico
13 milenio biblico
Hezir Henrique
 
Estudo1 um livro-aberto
Estudo1 um livro-abertoEstudo1 um livro-aberto
Estudo1 um livro-aberto
reformaadventista
 
Estudo1 um livro-aberto
Estudo1 um livro-abertoEstudo1 um livro-aberto
Estudo1 um livro-aberto
Luiz Augusto
 
Estudo1 | Um livro-aberto
Estudo1 | Um livro-abertoEstudo1 | Um livro-aberto
Estudo1 | Um livro-aberto
Regis A. Feitosa
 
Estudo6 jesus voltara
Estudo6 jesus voltaraEstudo6 jesus voltara
Estudo6 jesus voltara
reformaadventista
 
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solEstudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
reformaadventista
 
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solEstudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
Hezir Henrique
 

Semelhante a Estudo22 as duas-testemunhas (20)

Estudo09 milenio
Estudo09 milenioEstudo09 milenio
Estudo09 milenio
 
Estudo7 prisao de-satanas
Estudo7 prisao de-satanasEstudo7 prisao de-satanas
Estudo7 prisao de-satanas
 
18 selo de-deus
18 selo de-deus18 selo de-deus
18 selo de-deus
 
11 daniel8
11 daniel811 daniel8
11 daniel8
 
Estudo24 2300 anos
Estudo24 2300 anosEstudo24 2300 anos
Estudo24 2300 anos
 
Estudo12 juizo divino
Estudo12 juizo divinoEstudo12 juizo divino
Estudo12 juizo divino
 
Daniel 12
Daniel 12Daniel 12
Daniel 12
 
Juízo investigativo
Juízo investigativoJuízo investigativo
Juízo investigativo
 
Estudo15 a profecia-da_hora_do_juizo
Estudo15 a profecia-da_hora_do_juizoEstudo15 a profecia-da_hora_do_juizo
Estudo15 a profecia-da_hora_do_juizo
 
Estudo24 e tema-fe_em_jesus
Estudo24 e tema-fe_em_jesusEstudo24 e tema-fe_em_jesus
Estudo24 e tema-fe_em_jesus
 
Estudo24 e tem-a_fe_em_jesus
Estudo24 e tem-a_fe_em_jesusEstudo24 e tem-a_fe_em_jesus
Estudo24 e tem-a_fe_em_jesus
 
Estudo14 chegou a-hora_do_juizo
Estudo14 chegou a-hora_do_juizoEstudo14 chegou a-hora_do_juizo
Estudo14 chegou a-hora_do_juizo
 
Estudo14 chegou a-hora_do_juizo
Estudo14 chegou a-hora_do_juizoEstudo14 chegou a-hora_do_juizo
Estudo14 chegou a-hora_do_juizo
 
13 milenio biblico
13 milenio biblico13 milenio biblico
13 milenio biblico
 
Estudo1 um livro-aberto
Estudo1 um livro-abertoEstudo1 um livro-aberto
Estudo1 um livro-aberto
 
Estudo1 um livro-aberto
Estudo1 um livro-abertoEstudo1 um livro-aberto
Estudo1 um livro-aberto
 
Estudo1 | Um livro-aberto
Estudo1 | Um livro-abertoEstudo1 | Um livro-aberto
Estudo1 | Um livro-aberto
 
Estudo6 jesus voltara
Estudo6 jesus voltaraEstudo6 jesus voltara
Estudo6 jesus voltara
 
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solEstudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
 
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solEstudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
 

Mais de reformaadventista

Estudo23 o soar-da_setima_trombeta
Estudo23 o soar-da_setima_trombetaEstudo23 o soar-da_setima_trombeta
Estudo23 o soar-da_setima_trombeta
reformaadventista
 
Estudo21 quem entrara-na_santa_cidade
Estudo21 quem entrara-na_santa_cidadeEstudo21 quem entrara-na_santa_cidade
Estudo21 quem entrara-na_santa_cidade
reformaadventista
 
Estudo20 babilonia grande-meretriz
Estudo20 babilonia grande-meretrizEstudo20 babilonia grande-meretriz
Estudo20 babilonia grande-meretriz
reformaadventista
 
Estudo18 19-a marca-da_besta
Estudo18 19-a marca-da_bestaEstudo18 19-a marca-da_besta
Estudo18 19-a marca-da_besta
reformaadventista
 
Estudo16 os profetas-modernos
Estudo16 os profetas-modernosEstudo16 os profetas-modernos
Estudo16 os profetas-modernos
reformaadventista
 
Estudo13 um santuario-no_ceu
Estudo13 um santuario-no_ceuEstudo13 um santuario-no_ceu
Estudo13 um santuario-no_ceu
reformaadventista
 
Estudo12 o segredo-da_morte
Estudo12 o segredo-da_morteEstudo12 o segredo-da_morte
Estudo12 o segredo-da_morte
reformaadventista
 
Estudo11 porque se-observa_o_domingo
Estudo11 porque se-observa_o_domingoEstudo11 porque se-observa_o_domingo
Estudo11 porque se-observa_o_domingo
reformaadventista
 
Estudo10 selo de-deus
Estudo10 selo de-deusEstudo10 selo de-deus
Estudo10 selo de-deus
reformaadventista
 
Estudo8 as promessas-do_apocalipse
Estudo8 as promessas-do_apocalipseEstudo8 as promessas-do_apocalipse
Estudo8 as promessas-do_apocalipse
reformaadventista
 
Estudo5 as sete-cartas
Estudo5 as sete-cartasEstudo5 as sete-cartas
Estudo5 as sete-cartas
reformaadventista
 
Estudo4 boas novas
Estudo4 boas novasEstudo4 boas novas
Estudo4 boas novas
reformaadventista
 
Estudo3 o grande-traidor
Estudo3 o grande-traidorEstudo3 o grande-traidor
Estudo3 o grande-traidor
reformaadventista
 
Estudo2 o personagem-central
Estudo2 o personagem-centralEstudo2 o personagem-central
Estudo2 o personagem-central
reformaadventista
 
Licao12
Licao12Licao12
Licao11
Licao11Licao11
Licao10
Licao10Licao10
Licao09
Licao09Licao09
Licao08
Licao08Licao08
Licao07
Licao07Licao07

Mais de reformaadventista (20)

Estudo23 o soar-da_setima_trombeta
Estudo23 o soar-da_setima_trombetaEstudo23 o soar-da_setima_trombeta
Estudo23 o soar-da_setima_trombeta
 
Estudo21 quem entrara-na_santa_cidade
Estudo21 quem entrara-na_santa_cidadeEstudo21 quem entrara-na_santa_cidade
Estudo21 quem entrara-na_santa_cidade
 
Estudo20 babilonia grande-meretriz
Estudo20 babilonia grande-meretrizEstudo20 babilonia grande-meretriz
Estudo20 babilonia grande-meretriz
 
Estudo18 19-a marca-da_besta
Estudo18 19-a marca-da_bestaEstudo18 19-a marca-da_besta
Estudo18 19-a marca-da_besta
 
Estudo16 os profetas-modernos
Estudo16 os profetas-modernosEstudo16 os profetas-modernos
Estudo16 os profetas-modernos
 
Estudo13 um santuario-no_ceu
Estudo13 um santuario-no_ceuEstudo13 um santuario-no_ceu
Estudo13 um santuario-no_ceu
 
Estudo12 o segredo-da_morte
Estudo12 o segredo-da_morteEstudo12 o segredo-da_morte
Estudo12 o segredo-da_morte
 
Estudo11 porque se-observa_o_domingo
Estudo11 porque se-observa_o_domingoEstudo11 porque se-observa_o_domingo
Estudo11 porque se-observa_o_domingo
 
Estudo10 selo de-deus
Estudo10 selo de-deusEstudo10 selo de-deus
Estudo10 selo de-deus
 
Estudo8 as promessas-do_apocalipse
Estudo8 as promessas-do_apocalipseEstudo8 as promessas-do_apocalipse
Estudo8 as promessas-do_apocalipse
 
Estudo5 as sete-cartas
Estudo5 as sete-cartasEstudo5 as sete-cartas
Estudo5 as sete-cartas
 
Estudo4 boas novas
Estudo4 boas novasEstudo4 boas novas
Estudo4 boas novas
 
Estudo3 o grande-traidor
Estudo3 o grande-traidorEstudo3 o grande-traidor
Estudo3 o grande-traidor
 
Estudo2 o personagem-central
Estudo2 o personagem-centralEstudo2 o personagem-central
Estudo2 o personagem-central
 
Licao12
Licao12Licao12
Licao12
 
Licao11
Licao11Licao11
Licao11
 
Licao10
Licao10Licao10
Licao10
 
Licao09
Licao09Licao09
Licao09
 
Licao08
Licao08Licao08
Licao08
 
Licao07
Licao07Licao07
Licao07
 

Último

A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 

Último (12)

A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 

Estudo22 as duas-testemunhas

  • 3. DUAS TESTEMUNHASDUAS TESTEMUNHAS ESTIVERAMDE LUTOESTIVERAMDE LUTO DURANTE OS 1260 ANOSDURANTE OS 1260 ANOS DE PERSEGUIÇÃODE PERSEGUIÇÃO
  • 4. ““Darei as minhas duasDarei as minhas duas testemunhas que profetizemtestemunhas que profetizem pormil duzentos e sessentapormil duzentos e sessenta dias, vestidas de pano dedias, vestidas de pano de saco.”saco.”
  • 5. As duas oliveiras e os dois candeeiros seAs duas oliveiras e os dois candeeiros se referema mesma coisa e no contexto dos 1260referema mesma coisa e no contexto dos 1260 dias, devemseridentificados comodias, devemseridentificados como Velho eVelho e Novo TestamentosNovo Testamentos, revelados pelo Espírito, revelados pelo Espírito Santo.Santo. João14:26; 15:26; 16:13-15João14:26; 15:26; 16:13-15 IPedro1:21IPedro1:21
  • 6. Nosso SenhorJesus CristoNosso SenhorJesus Cristo disse que as Escrituras dãodisse que as Escrituras dão testemunho Dele.testemunho Dele. João5:39João5:39 E Davi declarou que aE Davi declarou que a palavra de Deus é umapalavra de Deus é uma lâmpada que ilumina olâmpada que ilumina o caminho.caminho. Salmo119:105Salmo119:105
  • 7. Operíodo de perseguiçãoOperíodo de perseguição de 42 meses ou 1260 diasde 42 meses ou 1260 dias (anos literais), que vai(anos literais), que vai desde o Edito de Justinianodesde o Edito de Justiniano (538) até que Berthier,(538) até que Berthier, general de Napoleão, ogeneral de Napoleão, o aboliu (1768), já foiaboliu (1768), já foi estudado.estudado.
  • 8. Durante esta época, apesarde brutalmenteDurante esta época, apesarde brutalmente perseguidos, o Velho e o Novo Testamentosperseguidos, o Velho e o Novo Testamentos continuaramdando testemunho docontinuaramdando testemunho do amore da verdade de Deus.amore da verdade de Deus.
  • 9. Depois de as testemunhas continuaremDepois de as testemunhas continuarem testificando emmeio a umobscuro período detestificando emmeio a umobscuro período de perseguição, que faria contra elasperseguição, que faria contra elas a besta que sobe do abismo?a besta que sobe do abismo?
  • 10. ““Quando tiverem, então,Quando tiverem, então, concluído o testemunho queconcluído o testemunho que devem dar, a besta que surgedevem dar, a besta que surge do abismo pelejará contrado abismo pelejará contra elas, e as vencerá, e matará.”elas, e as vencerá, e matará.”
  • 11. ““E depois daqueles três diasE depois daqueles três dias e meio o espírito de vida,e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles;vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés,e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temorsobre ose caiu grande temorsobre os que os viram. E ouviramumaque os viram. E ouviramuma grande voz do céu, que lhesgrande voz do céu, que lhes dizia: Subi para aqui. Edizia: Subi para aqui. E subiramao céu emumasubiramao céu emuma nuvem; e os seus inimigos osnuvem; e os seus inimigos os viram.”viram.”
  • 12. Como a Bíblia oComo a Bíblia o desmascara, Satanásdesmascara, Satanás procura silenciarseuprocura silenciarseu testemunho, quertestemunho, quer mantendo-a oculta,mantendo-a oculta, querdestruindo-a.querdestruindo-a.
  • 13. Se aplicarmos a estesSe aplicarmos a estes três dias e meio otrês dias e meio o princípio bíblico de umprincípio bíblico de um dia porumano (Ezequieldia porumano (Ezequiel 4:6) chegaremos a4:6) chegaremos a conclusão de que oconclusão de que o testemunho bíblicotestemunho bíblico reviveria três anos ereviveria três anos e meio,meio, após tersidoapós tersido aniquilado.aniquilado.
  • 14. Esta profecia se cumpriuEsta profecia se cumpriu de ummodo muitode ummodo muito precioso e surpreendenteprecioso e surpreendente na história da França. Osna história da França. Os três anos e meio foramtrês anos e meio foram exatamente o Reinado deexatamente o Reinado de Terrorda RevoluçãoTerrorda Revolução Francesa.Francesa.
  • 15. Este período começou aosEste período começou aos 2626 de novembro de 1793de novembro de 1793 quando aquando a França, pordecreto de suaFrança, pordecreto de sua Assembléia Legislativa,Assembléia Legislativa, declarou que não há Deus, odeclarou que não há Deus, o que foi motivo de regozijo paraque foi motivo de regozijo para todos os seus habitantes, etodos os seus habitantes, e durou atédurou até 17 de junho de 179717 de junho de 1797,, quando o governo francêsquando o governo francês anulou o decreto e outra vez seanulou o decreto e outra vez se permitiu a prática da religião napermitiu a prática da religião na França.França.
  • 16. Durante este tempo aDurante este tempo a Bíblia foi queimada eBíblia foi queimada e abolida na França, foiabolida na França, foi “morta”. Todas as igrejas“morta”. Todas as igrejas foramfechadas e proibiu-foramfechadas e proibiu- se a adoração de Deus porse a adoração de Deus por decreto da assembléia, quedecreto da assembléia, que era o corpo legislativo daera o corpo legislativo da França.França.
  • 17. Tambémse decidiu que aTambémse decidiu que a semana seria de dez dias. Osemana seria de dez dias. O dia de descanso foidia de descanso foi abandonado, e emseuabandonado, e emseu lugarse consagrava umdialugarse consagrava umdia emcada dez para a orgia eemcada dez para a orgia e a blasfêmia.a blasfêmia.
  • 18. Negou-se abertamente a existência deNegou-se abertamente a existência de Deus. Uma mulherimoral foi nomeada aDeus. Uma mulherimoral foi nomeada a deusa da razão, e as pessoas deviamadorá-deusa da razão, e as pessoas deviamadorá- la.la.
  • 19. Ficou proibido todo tipo de culto religioso.Ficou proibido todo tipo de culto religioso. Tudo isso durou exatamente três anos e meioTudo isso durou exatamente três anos e meio como disse a profecia.como disse a profecia.
  • 20. Porém, oPorém, o testemunhotestemunho bíblico não sóbíblico não só ressuscitaria, masressuscitaria, mas se elevaria e suase elevaria e sua fama subiria aofama subiria ao Céu.Céu.
  • 21. Em1804 e 1816 foramEm1804 e 1816 foram organizadas as primeiras eorganizadas as primeiras e maiores sociedades bíblicas emaiores sociedades bíblicas e o livro de Deus inundou oo livro de Deus inundou o planeta, constituindo-se noplaneta, constituindo-se no livro mais difundido de toda alivro mais difundido de toda a história da humanidade.história da humanidade.
  • 22. Que aconteceu aoQue aconteceu ao ocorrerumgrandeocorrerumgrande terremoto?terremoto? (Símbolodepodere(Símbolodepodere intervençãodivina)intervençãodivina)
  • 23. ““Naquela hora, houve umNaquela hora, houve um grande terremoto, e ruiu agrande terremoto, e ruiu a décima parte da cidade, edécima parte da cidade, e morreram, nesse terremoto,morreram, nesse terremoto, sete mil pessoas, ao passosete mil pessoas, ao passo que as outras ficaramque as outras ficaram sobremodo aterrorizadas esobremodo aterrorizadas e deramglória ao Deus doderamglória ao Deus do Céu.”Céu.”
  • 24. Este terremoto não é oEste terremoto não é o do final da história,do final da história, porque ruiu apenas aporque ruiu apenas a décima parte da cidade.décima parte da cidade. Deve serentendido comoDeve serentendido como o derramamento de umo derramamento de um juízo parcial de Deusjuízo parcial de Deus para conduziros homenspara conduziros homens ao respeito de Suaao respeito de Sua Palavra.Palavra.
  • 25. Oterremoto seria oOterremoto seria o aprisionamento do papaaprisionamento do papa em1798. A França é umem1798. A França é um destes dez reis e seria adestes dez reis e seria a décima parte que caiudécima parte que caiu porumcurto tempo; queporumcurto tempo; que se levantou contra todase levantou contra toda manifestação religiosa.manifestação religiosa.
  • 26. As 7000 pessoas queAs 7000 pessoas que morrerampoderiamsermorrerampoderiamser entendidas comoentendidas como aa realeza que perdeu seusrealeza que perdeu seus títulos de nobreza etítulos de nobreza e forammortasforammortas..
  • 27. Isto despertou terroraIsto despertou terrora princípio, e os levouprincípio, e os levou mais tarde a glorificaramais tarde a glorificara Deus quando voltaramaDeus quando voltarama aceitara Bíblia e aaceitara Bíblia e a religião.religião.
  • 28. Os três anjos do ApocalipseOs três anjos do Apocalipse que reivindicama honra deque reivindicama honra de Deus.Deus. Emapocalipse 14, seEmapocalipse 14, se encontramos três pontosencontramos três pontos importantes da mensagemimportantes da mensagem que o remanescente fielque o remanescente fiel deve proclamar, portersidodeve proclamar, portersido chamado a reivindicarochamado a reivindicaro caráterde Deus.caráterde Deus.
  • 29. Qual a difusão queQual a difusão que receberia o evangelhoreceberia o evangelho eterno?eterno?
  • 30. ““Vi outro anjo voando peloVi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo ummeio do céu, tendo um evangelho eterno para pregarevangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre aaos que se assentam sobre a terra, e a cada nação, e tribo,terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo.”e língua, e povo.”
  • 31. Qual a primeira parteQual a primeira parte da mensagemespecialda mensagemespecial de Deus para nossode Deus para nosso tempo?tempo?
  • 32. ““...Temei a Deus e dai-lhe...Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a horaglória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aqueledo seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e oque fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.”mar, e as fontes das águas.”
  • 33. Esta mensagemé o oposto daEsta mensagemé o oposto da teoria da evolução, pois exigeteoria da evolução, pois exige adoração a Deus nos termos doadoração a Deus nos termos do mandamento do sábado (Êxodomandamento do sábado (Êxodo 20:8-11) e adquire grande20:8-11) e adquire grande solenidade na época do juízosolenidade na época do juízo que João viu emprogresso noque João viu emprogresso no santuário do Céu.santuário do Céu.
  • 34. Qual a segunda parteQual a segunda parte da mensagemdos trêsda mensagemdos três anjos?anjos?
  • 35. ““Seguiu-se outro anjo, oSeguiu-se outro anjo, o segundo dizendo: Caiu, caiu asegundo dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia que temgrande Babilônia que tem dado a bebera todas asdado a bebera todas as nações do vinho da fúria danações do vinho da fúria da sua prostituição.”sua prostituição.”
  • 36. A mensagemdo segundo anjoA mensagemdo segundo anjo denuncia a apostasia e sedenuncia a apostasia e se complementa coma dramáticacomplementa coma dramática advertência de Apocalipse 18,advertência de Apocalipse 18, onde Deus diz a Seu povo queonde Deus diz a Seu povo que devemsairdas igrejasdevemsairdas igrejas doutrinariamente equivocadas adoutrinariamente equivocadas a fimde não sercúmplice nosfimde não sercúmplice nos seus pecados nemparticipardeseus pecados nemparticiparde seus flagelos.seus flagelos.
  • 37. Qual é a tremendaQual é a tremenda admoestação que Deusadmoestação que Deus proclama pormeio daproclama pormeio da mensagemdo terceiromensagemdo terceiro anjo?anjo?
  • 38. ““Seguiu-se a estes outro anjo, oSeguiu-se a estes outro anjo, o terceiro, dizendo, emgrande voz:terceiro, dizendo, emgrande voz: Se alguémadora a besta e a suaSe alguémadora a besta e a sua imageme recebe a sua marca naimageme recebe a sua marca na fronte ou sobre a mão, tambémfronte ou sobre a mão, também esse beberá do vinho da cólera deesse beberá do vinho da cólera de Deus, preparado, semmistura, doDeus, preparado, semmistura, do cálice da sua ira, e serácálice da sua ira, e será atormentado com fogo e enxofre,atormentado com fogo e enxofre, diante dos santos anjos e nadiante dos santos anjos e na presença do Cordeiro...presença do Cordeiro...
  • 39. ...a fumaça do seu tormento...a fumaça do seu tormento sobe pelos séculos dos séculos,sobe pelos séculos dos séculos, e não temdescanso algum, neme não temdescanso algum, nem de dia nem de noite, osde dia nem de noite, os adoradores da besta e da suaadoradores da besta e da sua imagem e quem querqueimagem e quem querque receba a marca do seu nome.”receba a marca do seu nome.”
  • 40. A revelação divina éA revelação divina é impressionantemente clara eimpressionantemente clara e nos adverte que, se nãonos adverte que, se não abandonarmos o erro e aabandonarmos o erro e a rebelião, sofreremos as pragas erebelião, sofreremos as pragas e estaremos irremediavelmenteestaremos irremediavelmente perdidos.perdidos.
  • 41. Ao sairda grandeAo sairda grande babilônia, combabilônia, com quemdevemunir-sequemdevemunir-se os sinceros?os sinceros?
  • 42. ““Aqui está a perseverançaAqui está a perseverança dos santos, os quedos santos, os que guardamguardam os mandamentos de Deusos mandamentos de Deus ee aa fé em Jesusfé em Jesus.”.”
  • 43. Que sucederá quandoQue sucederá quando terminarterminar a pregação daa pregação da mensagemdos trêsmensagemdos três anjos?anjos?
  • 44. ““Olhei, e eis uma nuvemOlhei, e eis uma nuvem branca, e sentado sobre abranca, e sentado sobre a nuvemum semelhante a filhonuvemum semelhante a filho de homem, tendo na cabeçade homem, tendo na cabeça uma coroa de ouro e na mãouma coroa de ouro e na mão uma foice afiada.”uma foice afiada.”
  • 45. ““Outro anjo saiu doOutro anjo saiu do santuário, gritando emsantuário, gritando em grande voz para aquele quegrande voz para aquele que se achava assentado sobre ase achava assentado sobre a nuvem: Toma a tua foice enuvem: Toma a tua foice e ceifa, pois chegou a hora deceifa, pois chegou a hora de ceifar, visto que a seara daceifar, visto que a seara da terra já amadureceu!terra já amadureceu!
  • 46. ““E aquele que estava sentadoE aquele que estava sentado sobre a nuvempassou a suasobre a nuvempassou a sua foice sobre a terra, e a terrafoice sobre a terra, e a terra foi ceifada”foi ceifada”
  • 47. ““E será pregado esteE será pregado este evangelho do reino portodoevangelho do reino portodo mundo, para testemunho amundo, para testemunho a todas as nações. Então virá otodas as nações. Então virá o fim.”fim.”
  • 48. ““E disse-lhes: Ide portodo oE disse-lhes: Ide portodo o mundo e pregai o evangelhomundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crerea toda criatura. Quem crere forbatizado será salvo;forbatizado será salvo; quem, porém, não crerseráquem, porém, não crerserá condenado.”condenado.”