SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
Voltei-me para ver quem falava
comigo e, voltado, vi sete
candeeiros de ouro e, no meio dos
candeeiros, um semelhante a filho
de homem, com vestes talares e
cingido, à altura do peito, com uma
cinta de ouro. (Apo 1:12-13)
Então, vi, no meio do trono e dos
quatro seres viventes e entre os
anciãos, de pé, um Cordeiro como
tendo sido morto... Veio, pois, e
tomou o livro da mão direita
daquele que estava sentado no
trono; (Apo 5:5,7)
Veio outro anjo (que representa a
Cristo) e ficou de pé junto ao altar,
com um incensário de ouro, e foi-lhe
dado muito incenso para oferecê-lo
com as orações de todos os santos
sobre o altar de ouro que se acha
diante do trono
(Apo 8:3-4)
Abriu-se, então, o santuário de
Deus, que se acha no céu, e foi vista
a arca da Aliança no seu santuário,
e sobrevieram relâmpagos, vozes,
trovões, terremoto e grande
saraivada. (Apo 11:19)
Abriu-se, então, o santuário de
Deus, que se acha no céu, e foi vista
a arca da Aliança no seu santuário,
e sobrevieram relâmpagos, vozes,
trovões, terremoto e grande
saraivada. (Apo 11:19)
Os mesmos sinais foram vistos
quando Deus deu a lei no Sinai: Ex
19:16-19; 20:18; Dt 5:22-23
Esta alusão ao Sinai demonstra que
a lei é a base do juízo
COLOCAR ESSES TEXTOS
1) O templo de Deus se abre no céu – Ap 11:19
2) O dragão, a besta do mar e a besta da terra
perseguem o povo de Deus – Ap 12 e 13
3) Intervalo: Os 144 mil no monte Sião e a tríplice
mensagem angélica – Ap 14:1-13
4) Um evento depois do tempo de graça : dupla
colheita na terra – Ap 14:14-20
Houve peleja no céu.
Miguel e os seus anjos
pelejaram contra o
dragão. (Apo 12:7)
Quando, pois, o dragão
se viu atirado para a
terra, perseguiu a
mulher que dera à luz o
filho varão (Apo 12:13)
Irou-se o dragão contra a mulher e
foi pelejar com os restantes da sua
descendência, os que guardam os
mandamentos de Deus e têm o
testemunho de Jesus; e se pôs em pé
sobre a areia do mar. (Apo 12:17)
A BESTA QUE SUBIU DO MAR JESUS CRISTO
Vem da água para começar sua atividade
(13:1)
Vem da água para começar seu ministério (Lc
3:21-23)
Assemelha-se ao dragão (12:3; 13:1) “Quem me vê a mim, vê o Pai” (Jo 14:9)
Tem dez diademas (13:1) Tem muitos diademas (Ap 19:12)
Tem dez chifres sobre suas cabeças (13:1) O cordeiro com sete chifres (Ap 5:6)
O dragão lhe dá o poder, o trono e a
autoridade (13:2,4)
O Pai lhe dá o poder, o trono e a autoridade (Mt
28:18; Ap 2:27; caps 4-5)
Foi-lhe dado o período de 42 meses para
exercer autoridade (13:5)
Teve um ministério de três anos e meio
(conforme indica o evangelho de João)
Foi golpeada de morte (13:3) Foi morto (Ap 5:6)
A chaga foi curada. Ela “reviveu” (13:3) Ressuscitou (Ap 1:18)
Recebeu adoração depois que a sua ferida
mortal foi curada (13:3-4,8)
Recebeu adoração depois de sua ressurreição
(Mt 28:17)
Foi-lhe dada autoridade universal depois da
cura de sua ferida mortal (13:7)
“Toda autoridade me foi dada no céu e na terra”
(Mt 28:18), após sua ressurreição.
Fonte: STEFANOVIC, Ranko. Revelation of Jesus Christ: commentary on the book of Revelation. Berrien Springs,
Michigan: Andrews University Press, 2002, p. 370.
E adoraram o dragão que deu à besta o
seu poder; e adoraram a besta, dizendo:
Quem é semelhante à besta? Quem
poderá batalhar contra ela? – Apocalipse
13:4
Daniel 10:13
Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um
dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio
para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia.
Daniel 10:21
Mas eu te declararei o que está registrado na escritura
da verdade; e ninguém há que me anime contra aqueles,
senão Miguel, vosso príncipe.
Daniel 12:1
E NAQUELE tempo se levantará Miguel, o grande
príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo
Judas 1:9
Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e
disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou
pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O
Senhor te repreenda.
Apocalipse 12:7
E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos
batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os
seus anjos
• Apocalipse 13:3a: E vi uma das suas cabeças
como ferida de morte;
• Apocalipse 13:3b: E a sua chaga mortal foi curada;
• Apocalipse 13:3c: E toda a terra se maravilhou
após a besta (isto ainda não aconteceu);
• Apocalipse 13:4a: E adoraram o dragão que deu à
besta a sua autoridade;
• Apocalipse 13:4b: E adoraram a besta,
APOCALIPSE 13 DANIEL 7
A besta que viste era
semelhante a LEOPARDO
Com pés como de URSO
E boca como de LEÃO
APOCALIPSE 13 DANIEL 7
A besta que viste era
semelhante a LEOPARDO
Com pés como de URSO
E boca como de LEÃO
O primeiro era como
LEÃO. (v. 4)
APOCALIPSE 13 DANIEL 7
A besta que viste era
semelhante a LEOPARDO
Com pés como de URSO
O segundo animal era
semelhante a um URSO
(v. 5)
E boca como de LEÃO
O primeiro era como
LEÃO. (v. 4)
APOCALIPSE 13 DANIEL 7
A besta que viste era
semelhante a LEOPARDO
O terceiro era semelhante
a um LEOPARDO (v. 6)
Com pés como de URSO
O segundo animal era
semelhante a um URSO
(v. 5)
E boca como de LEÃO
O primeiro era como
LEÃO. (v. 4)
APOCALIPSE 13 DANIEL 7
A besta que viste era
semelhante a LEOPARDO
O terceiro era semelhante
a um LEOPARDO (v. 6)
Com pés como de URSO
O segundo animal era
semelhante a um URSO
(v. 5)
E boca como de LEÃO
O primeiro era como
LEÃO. (v. 4)
O fato de a besta de Ap 13 possuir as características dos
três animais de Daniel 7 demonstra que ela é um poder
ainda mais cruel e arrogante.
APOCALIPSE 13 DANIEL 7
Possuía nomes de
blasfêmia
(v. 1)
O chifre pequeno
tinha uma boca que
falava com insolência
(v. 8)
APOCALIPSE 13 DANIEL 7
Possuía nomes de
blasfêmia
(v. 1)
O chifre pequeno
tinha uma boca que
falava com insolência
(v. 8)
Quem seria esse poder apresentado nessas duas
visões?
os adventistas do sétimo dia têm apontado o
surgimento e obra do papado como o
cumprimento dessas duas visões.
William Johnsson
A BESTA QUE SUBIU DO MAR JESUS CRISTO
Vem da água para começar sua atividade
(13:1)
Vem da água para começar seu ministério (Lc
3:21-23)
Assemelha-se ao dragão (12:3; 13:1) “Quem me vê a mim, vê o Pai” (Jo 14:9)
Tem dez diademas (13:1) Tem muitos diademas (Ap 19:12)
Tem dez chifres sobre suas cabeças (13:1) O cordeiro com sete chifres (Ap 5:6)
O dragão lhe dá o poder, o trono e a
autoridade (13:2,4)
O Pai lhe dá o poder, o trono e a autoridade (Mt
28:18; Ap 2:27; caps 4-5)
Foi-lhe dado o período de 42 meses para
exercer autoridade (13:5)
Teve um ministério de três anos e meio
(conforme indica o evangelho de João)
Foi golpeada de morte (13:3) Foi morto (Ap 5:6)
A chaga foi curada. Ela “reviveu” (13:3) Ressuscitou (Ap 1:18)
Recebeu adoração depois que a sua ferida
mortal foi curada (13:3-4,8)
Recebeu adoração depois de sua ressurreição
(Mt 28:17)
Foi-lhe dada autoridade universal depois da
cura de sua ferida mortal (13:7)
“Toda autoridade me foi dada no céu e na terra”
(Mt 28:18), após sua ressurreição.
Fonte: STEFANOVIC, Ranko. Revelation of Jesus Christ: commentary on the book of Revelation. Berrien Springs,
Michigan: Andrews University Press, 2002, p. 370.
Uma vez que a besta de chifres de cordeiro
levaria as pessoas a adorar a primeira besta,
“cuja ferida mortal fora curada”, sabemos que a
profecia acerca dessa besta focaliza eventos
que ocorreriam depois de feita a ferida mortal,
isto é, após 1798.
Mervyn Maxwell
Historicamente o adventismo do sétimo dia
entendeu que as circunstâncias que
envolveram o surgimento dos Estados Unidos
fazem com que esta nação preencha a
descrição que Apocalipse 13 oferece em
relação à besta que subiu da terra.
William Johnsson
“Mediante os dois grandes erros - a imortalidade da
alma e a santidade do domingo - Satanás há de enredar
o povo em suas malhas. Enquanto o primeiro lança o
fundamento do espiritismo, o último cria um laço de
simpatia com Roma. Os protestantes dos Estados
Unidos serão os primeiros a estender as mãos através
do abismo para apanhar a mão do espiritismo; estender-
se-ão por sobre o abismo para dar mãos ao poder
romano; e, sob a influência desta tríplice união, este país
seguirá as pegadas de Roma, desprezando os direitos
da consciência.”
Ellen White, O Grande Conflito, p. 588.
“Comunicações por parte dos espíritos declararão que
Deus os enviou para convencer de seu erro os que
rejeitam o domingo, afirmando que as leis do país
deveriam ser obedecidas como a lei de Deus.
Lamentarão a grande impiedade no mundo, apoiando
o testemunho dos ensinadores religiosos de que o
estado de rebaixamento da moral se deve à
profanação do domingo. Grande será a indignação
despertada contra todos os que se recusam a
aceitar-lhes o testemunho.”
O Grande Conflito, p. 591.
Satanás está fazendo o mundo crer que a
Bíblia é mera ficção, ou, ao menos, um livro
apropriado às eras primitivas, devendo hoje
ser considerado com menosprezo, ou
rejeitado como obsoleto. E para substituir a
Palavra de Deus, exibe as manifestações
espíritas.
História da Redenção, p. 396-397.
A Tríplice Mensagem Angélica
(14:6-13)
Estas mensagens [as três mensagens
angélicas] foram-me representadas como
uma âncora para o povo de Deus. Aqueles
que as compreendem e recebem serão
preservados de ser varridos pelos muitos
enganos de Satanás.
Primeiros Escritos, pág. 256.
A Volta de Jesus (14:14-20)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Anticristo
AnticristoAnticristo
Anticristo
 
A profecia de daniel 8
A profecia de daniel 8A profecia de daniel 8
A profecia de daniel 8
 
O arrebatemento e a grande tribulação
O arrebatemento e a grande tribulaçãoO arrebatemento e a grande tribulação
O arrebatemento e a grande tribulação
 
Apocalipse 8 a 10
Apocalipse 8 a 10Apocalipse 8 a 10
Apocalipse 8 a 10
 
02=os símbolos das profecias
02=os símbolos das profecias02=os símbolos das profecias
02=os símbolos das profecias
 
02=os símbolos das profecias
02=os símbolos das profecias02=os símbolos das profecias
02=os símbolos das profecias
 
O apocalipse ilustrado
O apocalipse ilustradoO apocalipse ilustrado
O apocalipse ilustrado
 
A Grande Tribulação
A Grande TribulaçãoA Grande Tribulação
A Grande Tribulação
 
Lição 10 Livro Apocalipse
Lição 10 Livro Apocalipse Lição 10 Livro Apocalipse
Lição 10 Livro Apocalipse
 
Estudo Breve de Escatologia, parte 3
Estudo Breve de Escatologia, parte 3Estudo Breve de Escatologia, parte 3
Estudo Breve de Escatologia, parte 3
 
Daniel 9
Daniel 9Daniel 9
Daniel 9
 
Apocalipse 21
Apocalipse 21Apocalipse 21
Apocalipse 21
 
4) Escatologia Princípio do Fim - A Volta de Jesus
4) Escatologia Princípio do Fim - A Volta de Jesus4) Escatologia Princípio do Fim - A Volta de Jesus
4) Escatologia Princípio do Fim - A Volta de Jesus
 
2 apocalipse os sete selos
2 apocalipse os sete selos2 apocalipse os sete selos
2 apocalipse os sete selos
 
Apocalipse 1 - O Cristo Revelado
Apocalipse 1 - O Cristo ReveladoApocalipse 1 - O Cristo Revelado
Apocalipse 1 - O Cristo Revelado
 
A grande tribulação
A grande tribulaçãoA grande tribulação
A grande tribulação
 
5 apocalipse as sete últimas pragas
5 apocalipse as sete últimas pragas5 apocalipse as sete últimas pragas
5 apocalipse as sete últimas pragas
 
Estudo breve de escatologia
Estudo breve de escatologiaEstudo breve de escatologia
Estudo breve de escatologia
 
Daniel 8
Daniel 8Daniel 8
Daniel 8
 
Resumo apocalipse
Resumo   apocalipseResumo   apocalipse
Resumo apocalipse
 

Semelhante a 4 apocalipse o grande conflito

2.4 A narrativa da criação no Apocalipse.pptx
2.4 A narrativa da criação no Apocalipse.pptx2.4 A narrativa da criação no Apocalipse.pptx
2.4 A narrativa da criação no Apocalipse.pptxGilson Barbosa
 
Slide 10 o surgimento do anticristo.pptx
Slide 10 o surgimento do anticristo.pptxSlide 10 o surgimento do anticristo.pptx
Slide 10 o surgimento do anticristo.pptxssuser39eba8
 
Desvendando o Apocalipse capitulo 1º
Desvendando o Apocalipse capitulo 1ºDesvendando o Apocalipse capitulo 1º
Desvendando o Apocalipse capitulo 1ºSandro Manuel
 
LIÇÃO 8 - OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIAS
LIÇÃO 8 - OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIASLIÇÃO 8 - OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIAS
LIÇÃO 8 - OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIASLourinaldo Serafim
 
O Sábado e a Lei - estudo 2 - "O Sabado no Apocalipse"
O Sábado e a Lei - estudo 2 - "O Sabado no Apocalipse"O Sábado e a Lei - estudo 2 - "O Sabado no Apocalipse"
O Sábado e a Lei - estudo 2 - "O Sabado no Apocalipse"William Fernandes
 
Appocalipse-13-O-Anti-Cristo-a-besta-que-sobe-da-terra-com-dois-chifres.pdf
Appocalipse-13-O-Anti-Cristo-a-besta-que-sobe-da-terra-com-dois-chifres.pdfAppocalipse-13-O-Anti-Cristo-a-besta-que-sobe-da-terra-com-dois-chifres.pdf
Appocalipse-13-O-Anti-Cristo-a-besta-que-sobe-da-terra-com-dois-chifres.pdfJoaoAlbertoSoaresdaS
 
036-vol3_cap7_o_ato_culminante_no_grande_engano.ppt
036-vol3_cap7_o_ato_culminante_no_grande_engano.ppt036-vol3_cap7_o_ato_culminante_no_grande_engano.ppt
036-vol3_cap7_o_ato_culminante_no_grande_engano.pptHurgelNeto
 
10 o leopardo e a besta de dois chifres
10   o leopardo e a besta de dois chifres10   o leopardo e a besta de dois chifres
10 o leopardo e a besta de dois chifresDiego Fortunatto
 
(04)daniel7 desafio ao governo divino
(04)daniel7 desafio ao governo divino(04)daniel7 desafio ao governo divino
(04)daniel7 desafio ao governo divinoJulio Simões
 
O conflito cósmico sobre o caráter de Deus_Lição_original com textos_1242013
O conflito cósmico sobre o caráter de Deus_Lição_original com textos_1242013O conflito cósmico sobre o caráter de Deus_Lição_original com textos_1242013
O conflito cósmico sobre o caráter de Deus_Lição_original com textos_1242013Gerson G. Ramos
 
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solEstudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solreformaadventista
 
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solEstudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solHezir Henrique
 
Profecia De Daniel (4)
Profecia De Daniel (4)Profecia De Daniel (4)
Profecia De Daniel (4)Criataobr
 

Semelhante a 4 apocalipse o grande conflito (20)

2.4 A narrativa da criação no Apocalipse.pptx
2.4 A narrativa da criação no Apocalipse.pptx2.4 A narrativa da criação no Apocalipse.pptx
2.4 A narrativa da criação no Apocalipse.pptx
 
Apocalipse 12 e 13
Apocalipse 12 e 13Apocalipse 12 e 13
Apocalipse 12 e 13
 
Slide 10 o surgimento do anticristo.pptx
Slide 10 o surgimento do anticristo.pptxSlide 10 o surgimento do anticristo.pptx
Slide 10 o surgimento do anticristo.pptx
 
02=os símbolos das profecias
02=os símbolos das profecias02=os símbolos das profecias
02=os símbolos das profecias
 
Desvendando o Apocalipse capitulo 1º
Desvendando o Apocalipse capitulo 1ºDesvendando o Apocalipse capitulo 1º
Desvendando o Apocalipse capitulo 1º
 
LIÇÃO 8 - OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIAS
LIÇÃO 8 - OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIASLIÇÃO 8 - OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIAS
LIÇÃO 8 - OS IMPÉRIOS MUNDIAIS E O REINO DO MESSIAS
 
O Sábado e a Lei - estudo 2 - "O Sabado no Apocalipse"
O Sábado e a Lei - estudo 2 - "O Sabado no Apocalipse"O Sábado e a Lei - estudo 2 - "O Sabado no Apocalipse"
O Sábado e a Lei - estudo 2 - "O Sabado no Apocalipse"
 
Appocalipse-13-O-Anti-Cristo-a-besta-que-sobe-da-terra-com-dois-chifres.pdf
Appocalipse-13-O-Anti-Cristo-a-besta-que-sobe-da-terra-com-dois-chifres.pdfAppocalipse-13-O-Anti-Cristo-a-besta-que-sobe-da-terra-com-dois-chifres.pdf
Appocalipse-13-O-Anti-Cristo-a-besta-que-sobe-da-terra-com-dois-chifres.pdf
 
036-vol3_cap7_o_ato_culminante_no_grande_engano.ppt
036-vol3_cap7_o_ato_culminante_no_grande_engano.ppt036-vol3_cap7_o_ato_culminante_no_grande_engano.ppt
036-vol3_cap7_o_ato_culminante_no_grande_engano.ppt
 
10 o leopardo e a besta de dois chifres
10   o leopardo e a besta de dois chifres10   o leopardo e a besta de dois chifres
10 o leopardo e a besta de dois chifres
 
A ferida é curada
A ferida é curadaA ferida é curada
A ferida é curada
 
A ferida é curada
A ferida é curadaA ferida é curada
A ferida é curada
 
Daniel 7
Daniel 7Daniel 7
Daniel 7
 
(04)daniel7 desafio ao governo divino
(04)daniel7 desafio ao governo divino(04)daniel7 desafio ao governo divino
(04)daniel7 desafio ao governo divino
 
O conflito cósmico sobre o caráter de Deus_Lição_original com textos_1242013
O conflito cósmico sobre o caráter de Deus_Lição_original com textos_1242013O conflito cósmico sobre o caráter de Deus_Lição_original com textos_1242013
O conflito cósmico sobre o caráter de Deus_Lição_original com textos_1242013
 
O ato culminante
O ato culminanteO ato culminante
O ato culminante
 
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solEstudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
 
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_solEstudo17 a mulher-vestida_de_sol
Estudo17 a mulher-vestida_de_sol
 
Daniel 7 e 8
Daniel 7 e 8Daniel 7 e 8
Daniel 7 e 8
 
Profecia De Daniel (4)
Profecia De Daniel (4)Profecia De Daniel (4)
Profecia De Daniel (4)
 

Mais de José Santos

A doutrina do santuário - MAIS INFORMAÇÕES
A doutrina do santuário - MAIS INFORMAÇÕESA doutrina do santuário - MAIS INFORMAÇÕES
A doutrina do santuário - MAIS INFORMAÇÕESJosé Santos
 
A data judaica da morte de Jesus
A data judaica da morte de JesusA data judaica da morte de Jesus
A data judaica da morte de JesusJosé Santos
 
Juízo investigativo
Juízo investigativoJuízo investigativo
Juízo investigativoJosé Santos
 
Estrutura do santuário
Estrutura do santuárioEstrutura do santuário
Estrutura do santuárioJosé Santos
 
Doutrina do santuário
Doutrina do santuárioDoutrina do santuário
Doutrina do santuárioJosé Santos
 
A doutrina do santuário
A doutrina do santuárioA doutrina do santuário
A doutrina do santuárioJosé Santos
 
3 o espirito santo e o crescimento
3   o espirito santo e o crescimento3   o espirito santo e o crescimento
3 o espirito santo e o crescimentoJosé Santos
 
6 a congregação equipada e o crescimento
6   a congregação equipada e o crescimento6   a congregação equipada e o crescimento
6 a congregação equipada e o crescimentoJosé Santos
 
1 porque algumas igrejas crescem
1    porque algumas igrejas crescem1    porque algumas igrejas crescem
1 porque algumas igrejas crescemJosé Santos
 
7 os dirigentes capacitados e o crescimento
7   os dirigentes capacitados e o crescimento7   os dirigentes capacitados e o crescimento
7 os dirigentes capacitados e o crescimentoJosé Santos
 
1 números representam pessoas
1   números representam pessoas1   números representam pessoas
1 números representam pessoasJosé Santos
 
2 as enfermidades eclesiasticas
2   as enfermidades eclesiasticas2   as enfermidades eclesiasticas
2 as enfermidades eclesiasticasJosé Santos
 
4 o evangelismo e o crescimento
4   o evangelismo e o crescimento4   o evangelismo e o crescimento
4 o evangelismo e o crescimentoJosé Santos
 
Projeto comunitário parte 2
Projeto comunitário   parte 2Projeto comunitário   parte 2
Projeto comunitário parte 2José Santos
 
5 a liderança pastoral e o crescimento
5    a liderança pastoral e o crescimento5    a liderança pastoral e o crescimento
5 a liderança pastoral e o crescimentoJosé Santos
 
Projeto comunitário parte 1
Projeto comunitário   parte 1Projeto comunitário   parte 1
Projeto comunitário parte 1José Santos
 
Teologia de números
Teologia de númerosTeologia de números
Teologia de númerosJosé Santos
 
Teologia de levíticos
Teologia de levíticosTeologia de levíticos
Teologia de levíticosJosé Santos
 
Teologia de deuteronômio
Teologia de deuteronômioTeologia de deuteronômio
Teologia de deuteronômioJosé Santos
 

Mais de José Santos (20)

A doutrina do santuário - MAIS INFORMAÇÕES
A doutrina do santuário - MAIS INFORMAÇÕESA doutrina do santuário - MAIS INFORMAÇÕES
A doutrina do santuário - MAIS INFORMAÇÕES
 
A data judaica da morte de Jesus
A data judaica da morte de JesusA data judaica da morte de Jesus
A data judaica da morte de Jesus
 
Juízo investigativo
Juízo investigativoJuízo investigativo
Juízo investigativo
 
Estrutura do santuário
Estrutura do santuárioEstrutura do santuário
Estrutura do santuário
 
Doutrina do santuário
Doutrina do santuárioDoutrina do santuário
Doutrina do santuário
 
A doutrina do santuário
A doutrina do santuárioA doutrina do santuário
A doutrina do santuário
 
Dia da expiação
Dia da expiaçãoDia da expiação
Dia da expiação
 
3 o espirito santo e o crescimento
3   o espirito santo e o crescimento3   o espirito santo e o crescimento
3 o espirito santo e o crescimento
 
6 a congregação equipada e o crescimento
6   a congregação equipada e o crescimento6   a congregação equipada e o crescimento
6 a congregação equipada e o crescimento
 
1 porque algumas igrejas crescem
1    porque algumas igrejas crescem1    porque algumas igrejas crescem
1 porque algumas igrejas crescem
 
7 os dirigentes capacitados e o crescimento
7   os dirigentes capacitados e o crescimento7   os dirigentes capacitados e o crescimento
7 os dirigentes capacitados e o crescimento
 
1 números representam pessoas
1   números representam pessoas1   números representam pessoas
1 números representam pessoas
 
2 as enfermidades eclesiasticas
2   as enfermidades eclesiasticas2   as enfermidades eclesiasticas
2 as enfermidades eclesiasticas
 
4 o evangelismo e o crescimento
4   o evangelismo e o crescimento4   o evangelismo e o crescimento
4 o evangelismo e o crescimento
 
Projeto comunitário parte 2
Projeto comunitário   parte 2Projeto comunitário   parte 2
Projeto comunitário parte 2
 
5 a liderança pastoral e o crescimento
5    a liderança pastoral e o crescimento5    a liderança pastoral e o crescimento
5 a liderança pastoral e o crescimento
 
Projeto comunitário parte 1
Projeto comunitário   parte 1Projeto comunitário   parte 1
Projeto comunitário parte 1
 
Teologia de números
Teologia de númerosTeologia de números
Teologia de números
 
Teologia de levíticos
Teologia de levíticosTeologia de levíticos
Teologia de levíticos
 
Teologia de deuteronômio
Teologia de deuteronômioTeologia de deuteronômio
Teologia de deuteronômio
 

4 apocalipse o grande conflito

  • 1.
  • 2.
  • 3. Voltei-me para ver quem falava comigo e, voltado, vi sete candeeiros de ouro e, no meio dos candeeiros, um semelhante a filho de homem, com vestes talares e cingido, à altura do peito, com uma cinta de ouro. (Apo 1:12-13)
  • 4. Então, vi, no meio do trono e dos quatro seres viventes e entre os anciãos, de pé, um Cordeiro como tendo sido morto... Veio, pois, e tomou o livro da mão direita daquele que estava sentado no trono; (Apo 5:5,7)
  • 5. Veio outro anjo (que representa a Cristo) e ficou de pé junto ao altar, com um incensário de ouro, e foi-lhe dado muito incenso para oferecê-lo com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro que se acha diante do trono (Apo 8:3-4)
  • 6.
  • 7. Abriu-se, então, o santuário de Deus, que se acha no céu, e foi vista a arca da Aliança no seu santuário, e sobrevieram relâmpagos, vozes, trovões, terremoto e grande saraivada. (Apo 11:19)
  • 8. Abriu-se, então, o santuário de Deus, que se acha no céu, e foi vista a arca da Aliança no seu santuário, e sobrevieram relâmpagos, vozes, trovões, terremoto e grande saraivada. (Apo 11:19)
  • 9. Os mesmos sinais foram vistos quando Deus deu a lei no Sinai: Ex 19:16-19; 20:18; Dt 5:22-23 Esta alusão ao Sinai demonstra que a lei é a base do juízo COLOCAR ESSES TEXTOS
  • 10. 1) O templo de Deus se abre no céu – Ap 11:19 2) O dragão, a besta do mar e a besta da terra perseguem o povo de Deus – Ap 12 e 13 3) Intervalo: Os 144 mil no monte Sião e a tríplice mensagem angélica – Ap 14:1-13 4) Um evento depois do tempo de graça : dupla colheita na terra – Ap 14:14-20
  • 11.
  • 12. Houve peleja no céu. Miguel e os seus anjos pelejaram contra o dragão. (Apo 12:7)
  • 13.
  • 14. Quando, pois, o dragão se viu atirado para a terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho varão (Apo 12:13)
  • 15.
  • 16. Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus; e se pôs em pé sobre a areia do mar. (Apo 12:17)
  • 17.
  • 18. A BESTA QUE SUBIU DO MAR JESUS CRISTO Vem da água para começar sua atividade (13:1) Vem da água para começar seu ministério (Lc 3:21-23) Assemelha-se ao dragão (12:3; 13:1) “Quem me vê a mim, vê o Pai” (Jo 14:9) Tem dez diademas (13:1) Tem muitos diademas (Ap 19:12) Tem dez chifres sobre suas cabeças (13:1) O cordeiro com sete chifres (Ap 5:6) O dragão lhe dá o poder, o trono e a autoridade (13:2,4) O Pai lhe dá o poder, o trono e a autoridade (Mt 28:18; Ap 2:27; caps 4-5) Foi-lhe dado o período de 42 meses para exercer autoridade (13:5) Teve um ministério de três anos e meio (conforme indica o evangelho de João) Foi golpeada de morte (13:3) Foi morto (Ap 5:6) A chaga foi curada. Ela “reviveu” (13:3) Ressuscitou (Ap 1:18) Recebeu adoração depois que a sua ferida mortal foi curada (13:3-4,8) Recebeu adoração depois de sua ressurreição (Mt 28:17) Foi-lhe dada autoridade universal depois da cura de sua ferida mortal (13:7) “Toda autoridade me foi dada no céu e na terra” (Mt 28:18), após sua ressurreição. Fonte: STEFANOVIC, Ranko. Revelation of Jesus Christ: commentary on the book of Revelation. Berrien Springs, Michigan: Andrews University Press, 2002, p. 370.
  • 19. E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? – Apocalipse 13:4
  • 20. Daniel 10:13 Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia. Daniel 10:21 Mas eu te declararei o que está registrado na escritura da verdade; e ninguém há que me anime contra aqueles, senão Miguel, vosso príncipe. Daniel 12:1 E NAQUELE tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo Judas 1:9 Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda. Apocalipse 12:7 E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos
  • 21. • Apocalipse 13:3a: E vi uma das suas cabeças como ferida de morte; • Apocalipse 13:3b: E a sua chaga mortal foi curada; • Apocalipse 13:3c: E toda a terra se maravilhou após a besta (isto ainda não aconteceu); • Apocalipse 13:4a: E adoraram o dragão que deu à besta a sua autoridade; • Apocalipse 13:4b: E adoraram a besta,
  • 22. APOCALIPSE 13 DANIEL 7 A besta que viste era semelhante a LEOPARDO Com pés como de URSO E boca como de LEÃO
  • 23. APOCALIPSE 13 DANIEL 7 A besta que viste era semelhante a LEOPARDO Com pés como de URSO E boca como de LEÃO O primeiro era como LEÃO. (v. 4)
  • 24. APOCALIPSE 13 DANIEL 7 A besta que viste era semelhante a LEOPARDO Com pés como de URSO O segundo animal era semelhante a um URSO (v. 5) E boca como de LEÃO O primeiro era como LEÃO. (v. 4)
  • 25. APOCALIPSE 13 DANIEL 7 A besta que viste era semelhante a LEOPARDO O terceiro era semelhante a um LEOPARDO (v. 6) Com pés como de URSO O segundo animal era semelhante a um URSO (v. 5) E boca como de LEÃO O primeiro era como LEÃO. (v. 4)
  • 26. APOCALIPSE 13 DANIEL 7 A besta que viste era semelhante a LEOPARDO O terceiro era semelhante a um LEOPARDO (v. 6) Com pés como de URSO O segundo animal era semelhante a um URSO (v. 5) E boca como de LEÃO O primeiro era como LEÃO. (v. 4) O fato de a besta de Ap 13 possuir as características dos três animais de Daniel 7 demonstra que ela é um poder ainda mais cruel e arrogante.
  • 27. APOCALIPSE 13 DANIEL 7 Possuía nomes de blasfêmia (v. 1) O chifre pequeno tinha uma boca que falava com insolência (v. 8)
  • 28. APOCALIPSE 13 DANIEL 7 Possuía nomes de blasfêmia (v. 1) O chifre pequeno tinha uma boca que falava com insolência (v. 8) Quem seria esse poder apresentado nessas duas visões?
  • 29. os adventistas do sétimo dia têm apontado o surgimento e obra do papado como o cumprimento dessas duas visões. William Johnsson
  • 30. A BESTA QUE SUBIU DO MAR JESUS CRISTO Vem da água para começar sua atividade (13:1) Vem da água para começar seu ministério (Lc 3:21-23) Assemelha-se ao dragão (12:3; 13:1) “Quem me vê a mim, vê o Pai” (Jo 14:9) Tem dez diademas (13:1) Tem muitos diademas (Ap 19:12) Tem dez chifres sobre suas cabeças (13:1) O cordeiro com sete chifres (Ap 5:6) O dragão lhe dá o poder, o trono e a autoridade (13:2,4) O Pai lhe dá o poder, o trono e a autoridade (Mt 28:18; Ap 2:27; caps 4-5) Foi-lhe dado o período de 42 meses para exercer autoridade (13:5) Teve um ministério de três anos e meio (conforme indica o evangelho de João) Foi golpeada de morte (13:3) Foi morto (Ap 5:6) A chaga foi curada. Ela “reviveu” (13:3) Ressuscitou (Ap 1:18) Recebeu adoração depois que a sua ferida mortal foi curada (13:3-4,8) Recebeu adoração depois de sua ressurreição (Mt 28:17) Foi-lhe dada autoridade universal depois da cura de sua ferida mortal (13:7) “Toda autoridade me foi dada no céu e na terra” (Mt 28:18), após sua ressurreição. Fonte: STEFANOVIC, Ranko. Revelation of Jesus Christ: commentary on the book of Revelation. Berrien Springs, Michigan: Andrews University Press, 2002, p. 370.
  • 31. Uma vez que a besta de chifres de cordeiro levaria as pessoas a adorar a primeira besta, “cuja ferida mortal fora curada”, sabemos que a profecia acerca dessa besta focaliza eventos que ocorreriam depois de feita a ferida mortal, isto é, após 1798. Mervyn Maxwell
  • 32. Historicamente o adventismo do sétimo dia entendeu que as circunstâncias que envolveram o surgimento dos Estados Unidos fazem com que esta nação preencha a descrição que Apocalipse 13 oferece em relação à besta que subiu da terra. William Johnsson
  • 33. “Mediante os dois grandes erros - a imortalidade da alma e a santidade do domingo - Satanás há de enredar o povo em suas malhas. Enquanto o primeiro lança o fundamento do espiritismo, o último cria um laço de simpatia com Roma. Os protestantes dos Estados Unidos serão os primeiros a estender as mãos através do abismo para apanhar a mão do espiritismo; estender- se-ão por sobre o abismo para dar mãos ao poder romano; e, sob a influência desta tríplice união, este país seguirá as pegadas de Roma, desprezando os direitos da consciência.” Ellen White, O Grande Conflito, p. 588.
  • 34. “Comunicações por parte dos espíritos declararão que Deus os enviou para convencer de seu erro os que rejeitam o domingo, afirmando que as leis do país deveriam ser obedecidas como a lei de Deus. Lamentarão a grande impiedade no mundo, apoiando o testemunho dos ensinadores religiosos de que o estado de rebaixamento da moral se deve à profanação do domingo. Grande será a indignação despertada contra todos os que se recusam a aceitar-lhes o testemunho.” O Grande Conflito, p. 591.
  • 35. Satanás está fazendo o mundo crer que a Bíblia é mera ficção, ou, ao menos, um livro apropriado às eras primitivas, devendo hoje ser considerado com menosprezo, ou rejeitado como obsoleto. E para substituir a Palavra de Deus, exibe as manifestações espíritas. História da Redenção, p. 396-397.
  • 36. A Tríplice Mensagem Angélica (14:6-13)
  • 37. Estas mensagens [as três mensagens angélicas] foram-me representadas como uma âncora para o povo de Deus. Aqueles que as compreendem e recebem serão preservados de ser varridos pelos muitos enganos de Satanás. Primeiros Escritos, pág. 256.
  • 38. A Volta de Jesus (14:14-20)