Hipertensão pulmonar

615 visualizações

Publicada em

O arquivo aborda duas doenças comuns na sociedade brasileira, a embolia e a hipertensão pulmonar, esta ainda desconhecida pela maioria da população.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
615
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hipertensão pulmonar

  1. 1. I Congresso Meruoquense de Enfermagem
  2. 2.  A hipertensão pulmonar é uma condição em que a pressão arterial é anormalmente alta nas artérias dos pulmões. Esse problema, costuma sobrecarregar o coração, podendo levar a complicações mais graves de saúde. DEFINIÇÃO
  3. 3.  FISIOPATOLOGIA
  4. 4.  CAUSAS Distúrbios Autoimunes Insuficiência Cardíaca
  5. 5.  SINAIS E SINTOMAS Falta de ar Aumento da frequência cardíaca Inchaço dos tornozelos e pernas Cianose e dor no peito Vertigem ou desmaios Cansaço e fraqueza
  6. 6.  Um exame físico, geralmente, é feito pelo médico para determinar a causa dos sintomas. No entanto, apesar de ele ser bem esclarecedor, não é capaz sozinho de confirmar o diagnóstico. DIAGNÓSTICO
  7. 7.  HIPERTENSÃO ARTERIAL PULMONAR HEREDITARIEDADE IDADE SEXO FATORES DE RISCO
  8. 8.  CUIDADOS DE ENFERMAGEM
  9. 9.   Manter-se atualizado com vacinas anuais contra gripe e outras doenças pulmonares;  Evitar o fumo;  Praticar atividades físicas;  Manter P.A.S em equilíbrio. PREVENÇÃO
  10. 10.  TRATAMENTO Diuretico Anticoagulante
  11. 11.  PRA FIXAR...
  12. 12. I Congresso Meruoquense de Enfermagem
  13. 13.  Embolia pulmonar é um bloqueio de uma ou mais artérias dos pulmões causada por: gordura, ar, coágulo de sangue ou células cancerosas. DEFINIÇÃO
  14. 14.  CAUSAS Coágulo de Sangue Bolhas de ar Gordura Células Cancerosas Parasitas Liquido Amniótico
  15. 15.  FISIOPATOLOGIA
  16. 16.  Fraturas ósseas com imobilização prolongada Pacientes com câncer Sedentarismo Cirurgias Uso de anticoncepcional com estrógeno Obesidade Tabagismo FATORES DE RISCO
  17. 17.  SINAIS E SINTOMAS
  18. 18.  Após o exame físico, o médico pedirá por alguns exames específicos para certificar-se de que se trata de um caso de embolia pulmonar, já que o diagnóstico é difícil de fazer com base somente na observação de sintomas. DIAGNÓSTICO
  19. 19.  O Papel fundamental da enfermagem é identificar os pacientes em risco de embolia pulmonar e orienta-los de forma a prevenir. Impedir a formação do trombo é de grande responsabilidade da enfermagem. CUIDADOS DE ENFERMGEM
  20. 20.  Prevenir a coagulação do sangue pode ajudar a prevenir, também, a ocorrência de embolias pulmonares. PREVENÇÃO
  21. 21.  TRATAMENTO Oxigênio Cirurgia
  22. 22.
  23. 23.   http://www.reumatousp.med.br/para- pacientes.php?id=55958796&idSecao=18294311  http://www.minhavida.com.br/saude/temas/hipertens ao-pulmonar  http://www.minhavida.com.br/saude/temas/embolia- pulmonar  http://www.abcdasaude.com.br/pneumologia/embolia- pulmonar  https://www.facebook.com/soenf/posts/7327980767310 07 Referências Bibliográficas
  24. 24.   Eraldo Diniz  Jana Cristina  Janaina Maria  Delmira Nascimendo  Jozilene de Paula  Amanda Soares Autoria
  25. 25.  “Sorria! Sorrir abre caminhos, desarma os mal-humorados, contamina. Mas sorria com a alma, não apenas com os lábios”.

×