SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
E. E. E. F. ALMIRANTE ÁLVARO ALBERTO DA MOTTA E SILVA 
 PNAIC 2014 – Alfabetização Matemática 
 Profª Ana Paula Gorkon Lewczynski – 1º ano B - manhã 
 Profª Claudia Regina de Godoi – 1º ano A manhã e 1º ano C tarde 
 Rua Dona Helena, nº 100 – Vila Barracão - Cruzeiro do Sul 
Porto Alegre/RS
A MATEMÁTICA NOS 
CONTOS INFANTIS
APRENDIZAGEM: MATEMÁTICA 
NÚMEROS E OPERAÇÕES: 
 Associar o numeral a sua quantidade; 
 Verificar a posição do número, explicitando a noção de 
sucessor e antecessor; 
 Resolver problemas simples e identificar qual operação é 
pedida envolvendo unidade e dezena.
OBJETIVOS: 
 Fazer com que as crianças percebam o quanto a matemática está relacionada com a 
nossa vida; 
 Incentivar a curiosidade delas em buscar o conhecimento dos numerais; 
 Desenvolver o pensamento lógico matemático nas crianças; 
 Estimular a aprendizagem da matemática através de histórias já conhecidas; 
 Classificação dos numerais, ordenação, sucessor e antecessor; 
 Reconhecimento e diferenciação de numeral e quantidade;
JUSTIFICATIVA 
Queremos mostrar com este trabalho, que ainda temos algumas 
crianças com dificuldades em reconhecer alguns dos numerais e suas 
quantidades. O que acaba dificultando o desenvolvimento das 
operações de adição e subtração. Com esta sequência as crianças 
poderão trabalhar a matemática dentro do conteúdo, pois tudo estará 
relacionado.
METODOLOGIA 
Começaremos dialogando com os alunos para sabermos quais os contos de que o livro 
abrange que eles conhecem. Em seguida contaremos a história “ERA UMA VEZ...1,2,3”, que traz a 
como podemos encontrar a matemática de uma forma lúdica, relacionando-a com o cotidiano dos 
alunos. 
Durante a história questionarei os alunos sobre os personagens. Quantos estão na cena? 
Quais as outras quantidades que aparecem? 
No quadro faremos uma lista com as histórias já ouvidas e enumeraremos as que 
gostaríamos de ouvir. Lembrando sempre, das histórias do livro “ERA UMA VEZ...1,2,3”, 
questionando os alunos em relação as quantidades. Quais são os grupos encontrados nas histórias?
Os alunos serão questionados e instigados a formar os grupos de 
personagens que aparecem durante a história. Estes serão registrados no caderno. 
Com os grupos formados farei alguns problemas simples para que eles 
possam resolver. Ex.: três porquinhos mais quatro sapos... 
Com os problemas resolvidos, pegaremos os resultados para descobrir os 
seus sucessores e antecessores. Os alunos irão até o quadro para completar os 
números faltantes e, após, farão o registro no caderno. 
A construção de um gráfico da turma das histórias conhecidas e não 
conhecidas será nosso material de culminância. Os personagens da história feitos 
pelos alunos serão as peças a serem colocadas no gráfico, que será confeccionado 
em papel pardo. 
Após todos construirão seu próprio gráfico.
CRONOGRAMA DA SEQUÊNCIA DIDÁTICA 
DIA / SEMANA 
 Apresentação do tema – Avaliação do 
conhecimento prévio dos alunos – 
Apresentação e leitura do livro – 
Identificação dos contos – Listagem e 
enumeração das histórias já ouvidas. 
 Problematização Matemática relacionada 
as histórias já conhecidas – Seriação de 
animais encontrados na cena – Relação 
quantidade numeral – Identificação de 
sucessor e antecessor (vizinho). 
 3ª /4ª semana do mês de 
setembro 
 3ª / 4ª semana do mês de 
setembro
TEMPO DA APLICAÇÃO 
• 3ª ou 4ª semana do mês de 
setembro ouvidas pelo grupo. 
Construção de um gráfico das 
histórias já contadas ou 
conhecidas por eles; 
• Enumeração e pintura dos 
personagens; 
• Ordenação dos personagens. 
• 3ª ou 4ª semana do mês de 
setembro
AVALIAÇÃO DO PROCESSO 
Durante o processo observaremos a aquisição e 
organização do pensamento matemático através de 
problemas relacionados a história contada. 
A avaliação ocorrerá durante toda a execução das 
atividades de forma contínua, formativa e diagnóstica. 
Levaremos em consideração o envolvimento de cada aluno, o 
domínio e aplicação dos conceitos trabalhados, bem como a 
colaboração e participação de todos.
CONSIDERAÇÕES FINAIS 
Sabendo da importância da Matemática e de como ela 
está ligada ao nosso dia a dia, esta sequência teve como 
objetivo de fomentar nos alunos as diferentes percepções 
sobre a Matemática, ampliando seus aprendizados.
Contos matemáticos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto Brincando com Poesias
Projeto Brincando com PoesiasProjeto Brincando com Poesias
Projeto Brincando com PoesiasProfrochedo
 
Sequência didática a casinha da vovó
Sequência didática a casinha da vovóSequência didática a casinha da vovó
Sequência didática a casinha da vovóAndreá Perez Leinat
 
ProjetFábula: Projeto fábulas
ProjetFábula: Projeto  fábulas ProjetFábula: Projeto  fábulas
ProjetFábula: Projeto fábulas Salomé Rocha
 
Sequência didática cantigas de roda
Sequência didática cantigas de roda Sequência didática cantigas de roda
Sequência didática cantigas de roda Rosilane
 
Camila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulasCamila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulasDinilso Marques
 
Projeto da sala de leitura para turmas de 4º ano
Projeto da sala de leitura para turmas de 4º anoProjeto da sala de leitura para turmas de 4º ano
Projeto da sala de leitura para turmas de 4º anoChristiane Queiroz
 
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRAO nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRAKarla Karla
 
Projeto literatura infantil
Projeto literatura infantilProjeto literatura infantil
Projeto literatura infantilShirley Costa
 
Sequência Didática Livro: Bruxa, Bruxa vem à minha Festa
Sequência Didática Livro: Bruxa, Bruxa vem à minha FestaSequência Didática Livro: Bruxa, Bruxa vem à minha Festa
Sequência Didática Livro: Bruxa, Bruxa vem à minha FestaAndrea Alves
 
Plano de aula agosto
Plano de aula agostoPlano de aula agosto
Plano de aula agosto95594892168
 
Os insetos e suas profissões
Os insetos e suas profissõesOs insetos e suas profissões
Os insetos e suas profissõesErika Lima
 
Aula sobre brincadeiras africanas
Aula sobre brincadeiras africanasAula sobre brincadeiras africanas
Aula sobre brincadeiras africanasElisângela Sooma
 
Projeto O Grande Rabanete
Projeto O Grande RabaneteProjeto O Grande Rabanete
Projeto O Grande RabaneteLakalondres
 
Planejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosPlanejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosSimoneHelenDrumond
 
Sequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaSequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaKeila Arruda
 
Apostila para trabalhar números até 50
Apostila para trabalhar números até 50Apostila para trabalhar números até 50
Apostila para trabalhar números até 50Isa ...
 

Mais procurados (20)

Projeto Brincando com Poesias
Projeto Brincando com PoesiasProjeto Brincando com Poesias
Projeto Brincando com Poesias
 
Sequência didática a casinha da vovó
Sequência didática a casinha da vovóSequência didática a casinha da vovó
Sequência didática a casinha da vovó
 
ProjetFábula: Projeto fábulas
ProjetFábula: Projeto  fábulas ProjetFábula: Projeto  fábulas
ProjetFábula: Projeto fábulas
 
Sequência didática cantigas de roda
Sequência didática cantigas de roda Sequência didática cantigas de roda
Sequência didática cantigas de roda
 
Camila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulasCamila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulas
 
Projeto da sala de leitura para turmas de 4º ano
Projeto da sala de leitura para turmas de 4º anoProjeto da sala de leitura para turmas de 4º ano
Projeto da sala de leitura para turmas de 4º ano
 
Projeto animais
Projeto animaisProjeto animais
Projeto animais
 
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRAO nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
 
Projeto literatura infantil
Projeto literatura infantilProjeto literatura infantil
Projeto literatura infantil
 
Sequência Didática Livro: Bruxa, Bruxa vem à minha Festa
Sequência Didática Livro: Bruxa, Bruxa vem à minha FestaSequência Didática Livro: Bruxa, Bruxa vem à minha Festa
Sequência Didática Livro: Bruxa, Bruxa vem à minha Festa
 
Plano de aula agosto
Plano de aula agostoPlano de aula agosto
Plano de aula agosto
 
Projeto Dengue
Projeto Dengue Projeto Dengue
Projeto Dengue
 
FOLCLORICES DE BRINCAR
FOLCLORICES DE BRINCARFOLCLORICES DE BRINCAR
FOLCLORICES DE BRINCAR
 
Os insetos e suas profissões
Os insetos e suas profissõesOs insetos e suas profissões
Os insetos e suas profissões
 
Aula sobre brincadeiras africanas
Aula sobre brincadeiras africanasAula sobre brincadeiras africanas
Aula sobre brincadeiras africanas
 
Projeto carnaval
Projeto carnavalProjeto carnaval
Projeto carnaval
 
Projeto O Grande Rabanete
Projeto O Grande RabaneteProjeto O Grande Rabanete
Projeto O Grande Rabanete
 
Planejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosPlanejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidos
 
Sequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaSequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesia
 
Apostila para trabalhar números até 50
Apostila para trabalhar números até 50Apostila para trabalhar números até 50
Apostila para trabalhar números até 50
 

Semelhante a Contos matemáticos

A MATEMÁTICA NOS CONTOS CLÁSSICOS-Professora alfabetizadora Karla Cecília Fer...
A MATEMÁTICA NOS CONTOS CLÁSSICOS-Professora alfabetizadora Karla Cecília Fer...A MATEMÁTICA NOS CONTOS CLÁSSICOS-Professora alfabetizadora Karla Cecília Fer...
A MATEMÁTICA NOS CONTOS CLÁSSICOS-Professora alfabetizadora Karla Cecília Fer...Solange Goulart
 
Sequencia Didática Era uma vez uma bota - PNAIC 1º /Jaguaquara/Ba
Sequencia Didática Era uma vez uma bota - PNAIC 1º /Jaguaquara/BaSequencia Didática Era uma vez uma bota - PNAIC 1º /Jaguaquara/Ba
Sequencia Didática Era uma vez uma bota - PNAIC 1º /Jaguaquara/BaCledineia Carvalho Santos
 
sequencia lingua portuguesa e matematica.docx
sequencia  lingua portuguesa e matematica.docxsequencia  lingua portuguesa e matematica.docx
sequencia lingua portuguesa e matematica.docxLdia50
 
PLANEJAMENTO 2º ANO - 13 a 17 de março.docx
PLANEJAMENTO  2º ANO - 13 a 17 de março.docxPLANEJAMENTO  2º ANO - 13 a 17 de março.docx
PLANEJAMENTO 2º ANO - 13 a 17 de março.docxLuciene Moreira
 
Articulação dos Eixos Temáticos - Pedagogia - Ivete Mantovani
Articulação dos Eixos Temáticos - Pedagogia - Ivete MantovaniArticulação dos Eixos Temáticos - Pedagogia - Ivete Mantovani
Articulação dos Eixos Temáticos - Pedagogia - Ivete MantovaniIveteMantovani
 
Plano aula matematica
Plano aula matematicaPlano aula matematica
Plano aula matematicaivanetesantos
 
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014mvaznunes
 
Brochuras – Porquê
Brochuras – PorquêBrochuras – Porquê
Brochuras – PorquêCinda Simoes
 
Projeto Horlandina
Projeto  HorlandinaProjeto  Horlandina
Projeto Horlandinaweleslima
 
Caderno 7 ed. estatística introdução
Caderno 7   ed. estatística introduçãoCaderno 7   ed. estatística introdução
Caderno 7 ed. estatística introduçãoAprender com prazer
 
Sequencia didática minha identidade maternal
Sequencia didática minha identidade    maternalSequencia didática minha identidade    maternal
Sequencia didática minha identidade maternaljosivaldopassos
 
Slide grandezaemedida
Slide grandezaemedidaSlide grandezaemedida
Slide grandezaemedidaNaysa Taboada
 
Apostando com o monstro sequência
Apostando com o monstro   sequênciaApostando com o monstro   sequência
Apostando com o monstro sequênciaNaysa Taboada
 
Sequenciade atividades cleidiane
Sequenciade atividades cleidianeSequenciade atividades cleidiane
Sequenciade atividades cleidianeweleslima
 

Semelhante a Contos matemáticos (20)

A MATEMÁTICA NOS CONTOS CLÁSSICOS-Professora alfabetizadora Karla Cecília Fer...
A MATEMÁTICA NOS CONTOS CLÁSSICOS-Professora alfabetizadora Karla Cecília Fer...A MATEMÁTICA NOS CONTOS CLÁSSICOS-Professora alfabetizadora Karla Cecília Fer...
A MATEMÁTICA NOS CONTOS CLÁSSICOS-Professora alfabetizadora Karla Cecília Fer...
 
Sequencia Didática Era uma vez uma bota - PNAIC 1º /Jaguaquara/Ba
Sequencia Didática Era uma vez uma bota - PNAIC 1º /Jaguaquara/BaSequencia Didática Era uma vez uma bota - PNAIC 1º /Jaguaquara/Ba
Sequencia Didática Era uma vez uma bota - PNAIC 1º /Jaguaquara/Ba
 
sequencia lingua portuguesa e matematica.docx
sequencia  lingua portuguesa e matematica.docxsequencia  lingua portuguesa e matematica.docx
sequencia lingua portuguesa e matematica.docx
 
PLANEJAMENTO 2º ANO - 13 a 17 de março.docx
PLANEJAMENTO  2º ANO - 13 a 17 de março.docxPLANEJAMENTO  2º ANO - 13 a 17 de março.docx
PLANEJAMENTO 2º ANO - 13 a 17 de março.docx
 
Educação infantil m2
Educação infantil m2Educação infantil m2
Educação infantil m2
 
17º encontro
17º encontro17º encontro
17º encontro
 
17º encontro
17º encontro17º encontro
17º encontro
 
Articulação dos Eixos Temáticos - Pedagogia - Ivete Mantovani
Articulação dos Eixos Temáticos - Pedagogia - Ivete MantovaniArticulação dos Eixos Temáticos - Pedagogia - Ivete Mantovani
Articulação dos Eixos Temáticos - Pedagogia - Ivete Mantovani
 
A casa sonolenta
A casa sonolentaA casa sonolenta
A casa sonolenta
 
Projeto para eliana
Projeto para elianaProjeto para eliana
Projeto para eliana
 
Plano aula matematica
Plano aula matematicaPlano aula matematica
Plano aula matematica
 
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014Planificação 22 de abril a 16 maio   2013-2014
Planificação 22 de abril a 16 maio 2013-2014
 
Brochuras – Porquê
Brochuras – PorquêBrochuras – Porquê
Brochuras – Porquê
 
Projeto Horlandina
Projeto  HorlandinaProjeto  Horlandina
Projeto Horlandina
 
Plano de ensino
Plano de ensinoPlano de ensino
Plano de ensino
 
Caderno 7 ed. estatística introdução
Caderno 7   ed. estatística introduçãoCaderno 7   ed. estatística introdução
Caderno 7 ed. estatística introdução
 
Sequencia didática minha identidade maternal
Sequencia didática minha identidade    maternalSequencia didática minha identidade    maternal
Sequencia didática minha identidade maternal
 
Slide grandezaemedida
Slide grandezaemedidaSlide grandezaemedida
Slide grandezaemedida
 
Apostando com o monstro sequência
Apostando com o monstro   sequênciaApostando com o monstro   sequência
Apostando com o monstro sequência
 
Sequenciade atividades cleidiane
Sequenciade atividades cleidianeSequenciade atividades cleidiane
Sequenciade atividades cleidiane
 

Último

Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 

Último (20)

Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 

Contos matemáticos

  • 1. E. E. E. F. ALMIRANTE ÁLVARO ALBERTO DA MOTTA E SILVA  PNAIC 2014 – Alfabetização Matemática  Profª Ana Paula Gorkon Lewczynski – 1º ano B - manhã  Profª Claudia Regina de Godoi – 1º ano A manhã e 1º ano C tarde  Rua Dona Helena, nº 100 – Vila Barracão - Cruzeiro do Sul Porto Alegre/RS
  • 2. A MATEMÁTICA NOS CONTOS INFANTIS
  • 3. APRENDIZAGEM: MATEMÁTICA NÚMEROS E OPERAÇÕES:  Associar o numeral a sua quantidade;  Verificar a posição do número, explicitando a noção de sucessor e antecessor;  Resolver problemas simples e identificar qual operação é pedida envolvendo unidade e dezena.
  • 4. OBJETIVOS:  Fazer com que as crianças percebam o quanto a matemática está relacionada com a nossa vida;  Incentivar a curiosidade delas em buscar o conhecimento dos numerais;  Desenvolver o pensamento lógico matemático nas crianças;  Estimular a aprendizagem da matemática através de histórias já conhecidas;  Classificação dos numerais, ordenação, sucessor e antecessor;  Reconhecimento e diferenciação de numeral e quantidade;
  • 5. JUSTIFICATIVA Queremos mostrar com este trabalho, que ainda temos algumas crianças com dificuldades em reconhecer alguns dos numerais e suas quantidades. O que acaba dificultando o desenvolvimento das operações de adição e subtração. Com esta sequência as crianças poderão trabalhar a matemática dentro do conteúdo, pois tudo estará relacionado.
  • 6. METODOLOGIA Começaremos dialogando com os alunos para sabermos quais os contos de que o livro abrange que eles conhecem. Em seguida contaremos a história “ERA UMA VEZ...1,2,3”, que traz a como podemos encontrar a matemática de uma forma lúdica, relacionando-a com o cotidiano dos alunos. Durante a história questionarei os alunos sobre os personagens. Quantos estão na cena? Quais as outras quantidades que aparecem? No quadro faremos uma lista com as histórias já ouvidas e enumeraremos as que gostaríamos de ouvir. Lembrando sempre, das histórias do livro “ERA UMA VEZ...1,2,3”, questionando os alunos em relação as quantidades. Quais são os grupos encontrados nas histórias?
  • 7. Os alunos serão questionados e instigados a formar os grupos de personagens que aparecem durante a história. Estes serão registrados no caderno. Com os grupos formados farei alguns problemas simples para que eles possam resolver. Ex.: três porquinhos mais quatro sapos... Com os problemas resolvidos, pegaremos os resultados para descobrir os seus sucessores e antecessores. Os alunos irão até o quadro para completar os números faltantes e, após, farão o registro no caderno. A construção de um gráfico da turma das histórias conhecidas e não conhecidas será nosso material de culminância. Os personagens da história feitos pelos alunos serão as peças a serem colocadas no gráfico, que será confeccionado em papel pardo. Após todos construirão seu próprio gráfico.
  • 8. CRONOGRAMA DA SEQUÊNCIA DIDÁTICA DIA / SEMANA  Apresentação do tema – Avaliação do conhecimento prévio dos alunos – Apresentação e leitura do livro – Identificação dos contos – Listagem e enumeração das histórias já ouvidas.  Problematização Matemática relacionada as histórias já conhecidas – Seriação de animais encontrados na cena – Relação quantidade numeral – Identificação de sucessor e antecessor (vizinho).  3ª /4ª semana do mês de setembro  3ª / 4ª semana do mês de setembro
  • 9. TEMPO DA APLICAÇÃO • 3ª ou 4ª semana do mês de setembro ouvidas pelo grupo. Construção de um gráfico das histórias já contadas ou conhecidas por eles; • Enumeração e pintura dos personagens; • Ordenação dos personagens. • 3ª ou 4ª semana do mês de setembro
  • 10. AVALIAÇÃO DO PROCESSO Durante o processo observaremos a aquisição e organização do pensamento matemático através de problemas relacionados a história contada. A avaliação ocorrerá durante toda a execução das atividades de forma contínua, formativa e diagnóstica. Levaremos em consideração o envolvimento de cada aluno, o domínio e aplicação dos conceitos trabalhados, bem como a colaboração e participação de todos.
  • 11. CONSIDERAÇÕES FINAIS Sabendo da importância da Matemática e de como ela está ligada ao nosso dia a dia, esta sequência teve como objetivo de fomentar nos alunos as diferentes percepções sobre a Matemática, ampliando seus aprendizados.