Início da história idade antiga (roma)

4.915 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.915
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Início da história idade antiga (roma)

  1. 1. INÍCIO DA HISTÓRIA Para a maioria dos historiadores, a escrita é o meio mais completo e seguro de se reconstituir o passado. Por isso, para eles, a história começa quando um povo começa a escrever. Antes da escrita, os fatos eram incertos. Invenção da escrita IDADE ANTIGA 4.000 a.C Bases do 476 conhecimento
  2. 2. IDADE ANTIGA - ROMA Roma localiza-se na parte centro-ocidental da península Itálica, na região do Lácio. Foi formada em torno do ano de750 a.C, a partir da conurbação (fusão)de aldeias de pastores e pequenosagricultores da região. Cerca de 200 anos após a fundação de Roma, a cidade foi invadida pelos etruscos (povo do norte da Itália) que, tendo uma tecnologia melhor que a romana, terminou dominando Roma. Eles sabiam como fundir o ferro.
  3. 3.  Ao longo dos mais de cem anos que os etruscos dominaram Roma, eles passaram aos romanos uma série de tecnologia, inclusive a fundição dos metais. Roma termina fortalecendo sua economia, de tal forma que vai expulsar os etruscos e terminará, futuramente, dominando todo Lácio e a Península Itálica. Foi a diversificação de Roma que levou ao seu fortalecimento político- militar. Mas isso vai provocar mudanças Patrícios político-sociais internas(donos das terras) fundamentais. Plebeus OBS.: A mobilidade social vertical era inexistente. Roma era uma sociedade ESTAMENTAL.
  4. 4.  Ao longo dos séculos, a importância da plebe cresceu muito. Os artesãos e comerciantes tornaram-se sustentadores das despesas do Estado, tanto quanto os donos de terra. O exército, que fazia o poder de Roma, era formado, basicamente, pela plebe. Os plebeus ricos vão se reunir à massa e pressionar os patrícios para que estes lhes concedam direitos políticos. Roma deixará de ser uma sociedade estamental e vai se tornar uma sociedade de classes, na qual será possível a um membro da plebe chegar ao poder. Roma termina tendo um desenvolvimento tão grande, que ela se torna, em torno de 250 a.C, o 2º maior centro comercial do mediterrâneo, atrás apenas de CARTAGO.
  5. 5.  Roma e Cartago terminarão disputando entre si, o domínio do comércio do Mediterrâneo. A vitória de ROMA gerou três consequências:  Roma se torna a “dona” do mediterrâneo  Passa a cobrar impostos para quem queria fazer comércio no mediterrâneo.  Roma se torna a cidade mais RICA do mundo antigo e, além disso, o escravismo cresce de tal forma que acaba tornando Roma a sociedade “plenamente escravista”. TODAS as funções são realizadas por escravos. A enorme quantidade de escravos em todos os setores da vida romana e o desemprego que isto causou, leva o Estado a criar uma política social para diminuir o problema criado: POLÍTICA DO PÃO E CIRCO.
  6. 6.  Roma vai continuar seu processo de expansão militar, e isto vai, por um lado, levar ao fortalecimento desta civilização, mas criar uma série de questões sociais e econômicas profundas. As crises de Roma terminarão, ao longo dos séculos, enfraquecendo seu poder econômico e militar, levando o império à obediência. Desde o século primeiro, Roma tinha deixado de ser uma república e se tornado império. Isto foi um reflexo do constante crescimento militar, indispensável para a sobrevivência econômica e política da cidade. Portanto, Roma deixou de ser governada pelos senadores representantes das classes mais ricas e tradicionais, e passou a ser governado pelo imperador, que representava o exército.
  7. 7.  Estes diversos problemas terminarão enfraquecendo o Império e, a partir do século III, povos bárbaros vão invadir o Império, cada vez mais fraco. obs.: Bárbaro era uma denominação genérica dada a t todos os povos que não aceitavam os padrões c u culturais romanos. As invasões vão se concentrar mais na parte ocidental do Império Romano, porque esta era a região geograficamente mais aberta e economicamente mais pobre e menos defendida. No final do século III, o imperadosConstantino muda a capital deRoma(parte ocidental) para Bizâncio,no centro da parte oriental.Mudou o nome da capital paraConstantinopla.
  8. 8.  A consequência desta mudança é que a decadência da parte ocidental vai ser acentuada, na medida em que Constantino transladou para o oriente a maioria da estrutura política, cultural e militar. No ano de 476, a própria cidade de Roma será destruída pelos hérculos (povo bárbaro). Este fato demonstra a grande decadência vivida pelo ocidente, marcando o fim da era dos grandes impérios e o início da era de grande desestruturação: A idade Média.

×