SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
A Crise no Império Romano
A partir do século III, uma profunda crise se abateu
sobre o império Romano , levando-o ao
enfraquecimento. Povos Bárbaros , que viviam ao
norte de suas fronteiras , acabaram por invadi-lo nos
séculos IV e V , quando tomaram a cidade de Roma.
A crise Econômica
Uma série de transformações afetaram a vida nas cidades
localizadas nas províncias ocidentais , onde se localizava
Roma , e a organização do Império começou a mudar a partir
do século III d.C. Nessas cidades , o comércio decaiu por
diversos motivos . O principal deles foi diminuição da
quantidade de moedas em circulação , que se acumularam
nas províncias orientais. Isto aconteceu porque as províncias
ocidentais compravam muito mais do que vendiam.
A ruralização do Império
Entre os séculos III e IV d.C., nos territórios das províncias
ocidentais do Império, a população começou a deixar as
cidades para instalar-se nas zonas rurais. Na condição de
colonos, plebeus pobres, ex-escravos e bárbaros que haviam
imigrado para o Império instalaram-se em vilas, grandes
propriedades rurais arrendadas por seus donos.
Ali eles podiam cultivar um lote de terra para sua
subsistência e, em troca, entregavam parte da
produção ao proprietário. Nas vilas, produzia-se todo
o alimento necessário para manter a família do
proprietário e as famílias dos colonos que lá viviam.
Os Povos Bárbaros
Para os romanos, qualquer um que não estivesse
integrado à cultura latina era chamado de bárbaro. O
termo era genérico, e fazia referência a dezenas de
povos, de diferentes origens e lugares. Entre esses
povos, estavam os celtas, os hunos e os germânicos.
A Crise Política e a Fragmentação do
                     Império
As dificuldades para proteger e gerir o vastíssimo Império em
decadência levaram os imperadores a buscar novas soluções
administrativas e políticas. Em 330, Constantino transferiu a
capital do Império para a cidade de Bizâncio, no oriente, que
passou a chamar-se Constantinopla. Em 395, com a morte de
Teodósio, o Império foi dividido em dois: Império Romano do
Ocidente, com capital em Roma, e Império Romano do
Oriente, com capital em Constantinopla.
Os esforços para assegurar o controle sobre o
Império, no entanto, não foram suficientes para evitar
sua ruína. As disputas pelo poder entre generais e
governadores de província, bem como a corrupção
que se alastrava pela administração pública,
contribuíram para agravar os problemas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizaçõesDaniel Alves Bronstrup
 
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)Nefer19
 
Republica Romana - Prof.Altair Aguilar
Republica Romana -  Prof.Altair AguilarRepublica Romana -  Prof.Altair Aguilar
Republica Romana - Prof.Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Aula 3 a formação dos estados nacionais
Aula 3   a formação dos estados nacionaisAula 3   a formação dos estados nacionais
Aula 3 a formação dos estados nacionaisprofnelton
 
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTASFORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTASDouglas Barraqui
 
As primeiras civilizações
As primeiras civilizaçõesAs primeiras civilizações
As primeiras civilizaçõesMarcia Fernandes
 
REINOS AFRICANOS
REINOS AFRICANOSREINOS AFRICANOS
REINOS AFRICANOSElvisJohnR
 
1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade moderna1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade modernaDaniel Alves Bronstrup
 
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIVCrise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIVseixasmarianas
 
Caça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade MédiaCaça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade MédiaMary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
 
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
 
Civilização Romana
Civilização RomanaCivilização Romana
Civilização Romana
 
Republica Romana - Prof.Altair Aguilar
Republica Romana -  Prof.Altair AguilarRepublica Romana -  Prof.Altair Aguilar
Republica Romana - Prof.Altair Aguilar
 
Aula 3 a formação dos estados nacionais
Aula 3   a formação dos estados nacionaisAula 3   a formação dos estados nacionais
Aula 3 a formação dos estados nacionais
 
Civilização Grega
Civilização GregaCivilização Grega
Civilização Grega
 
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTASFORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS ABSOLUTISTAS
 
A crise do império romano
A crise do império romanoA crise do império romano
A crise do império romano
 
As primeiras civilizações
As primeiras civilizaçõesAs primeiras civilizações
As primeiras civilizações
 
Aula 04 idade média
Aula 04   idade médiaAula 04   idade média
Aula 04 idade média
 
Egito Antigo
Egito AntigoEgito Antigo
Egito Antigo
 
Povos barbaros
Povos barbarosPovos barbaros
Povos barbaros
 
REINOS AFRICANOS
REINOS AFRICANOSREINOS AFRICANOS
REINOS AFRICANOS
 
1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade moderna1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade moderna
 
Resumo china e índia
Resumo   china e índiaResumo   china e índia
Resumo china e índia
 
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIVCrise do Feudalismo - Séc. XIV
Crise do Feudalismo - Séc. XIV
 
Crescente fértil
Crescente fértilCrescente fértil
Crescente fértil
 
Caça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade MédiaCaça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade Média
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
 

Destaque

O declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio RomanoO declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio RomanoJanayna Lira
 
A queda do imperio romano do ocidente
A queda do imperio romano do ocidenteA queda do imperio romano do ocidente
A queda do imperio romano do ocidente222050sandro
 
Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Izaac Erder
 
A Queda do Império Romano do Oriente.
A Queda do Império Romano do Oriente. A Queda do Império Romano do Oriente.
A Queda do Império Romano do Oriente. Adail Silva
 
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasEF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasGuilherme Drumond
 
A queda do império romano do ocidente
A queda do império romano do ocidenteA queda do império romano do ocidente
A queda do império romano do ocidenteNelia Salles Nantes
 
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romanodiogomsp12
 
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romanocattonia
 
Invasões Barbaras
Invasões BarbarasInvasões Barbaras
Invasões Barbarasluisaprof
 
A civilização romana
A civilização romana  A civilização romana
A civilização romana eb23ja
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476dRenata Telha
 
12 formação do império romano
12   formação do império romano12   formação do império romano
12 formação do império romanoCarla Freitas
 
O Império Romano
O Império RomanoO Império Romano
O Império RomanoHCA_10I
 

Destaque (20)

Queda do império
Queda do impérioQueda do império
Queda do império
 
Crise do império romano
Crise do império romanoCrise do império romano
Crise do império romano
 
O declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio RomanoO declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio Romano
 
A queda do imperio romano do ocidente
A queda do imperio romano do ocidenteA queda do imperio romano do ocidente
A queda do imperio romano do ocidente
 
Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476
 
Império Romano
Império RomanoImpério Romano
Império Romano
 
A Queda do Império Romano do Oriente.
A Queda do Império Romano do Oriente. A Queda do Império Romano do Oriente.
A Queda do Império Romano do Oriente.
 
1° ano império romano - completo
1° ano    império romano - completo1° ano    império romano - completo
1° ano império romano - completo
 
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasEF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
 
A queda do império romano do ocidente
A queda do império romano do ocidenteA queda do império romano do ocidente
A queda do império romano do ocidente
 
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romano
 
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romano
 
Invasões Barbaras
Invasões BarbarasInvasões Barbaras
Invasões Barbaras
 
A civilização romana
A civilização romana  A civilização romana
A civilização romana
 
Império Romano
Império RomanoImpério Romano
Império Romano
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476d
 
A cultura do mosteiro
A cultura do mosteiroA cultura do mosteiro
A cultura do mosteiro
 
12 formação do império romano
12   formação do império romano12   formação do império romano
12 formação do império romano
 
O Império Romano
O Império RomanoO Império Romano
O Império Romano
 
Império romano
Império romanoImpério romano
Império romano
 

Semelhante a Crise do Império Romano

Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Izaac Erder
 
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!Joemille Leal
 
O início do feudalismo
O início do feudalismoO início do feudalismo
O início do feudalismohistoriando
 
O início do feudalismo
O início do feudalismoO início do feudalismo
O início do feudalismohistoriando
 
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdfVítor Santos
 
Início da história idade antiga (roma)
Início da história   idade antiga (roma)Início da história   idade antiga (roma)
Início da história idade antiga (roma)Aninha Alves
 
Crise do império Romano.pdf
Crise do império Romano.pdfCrise do império Romano.pdf
Crise do império Romano.pdfHelderCastro22
 
Roma antiga queda e ancensão
Roma antiga queda e ancensãoRoma antiga queda e ancensão
Roma antiga queda e ancensãoAdail Silva
 
02 história rafael - invasões bárbaras 2015
02 história   rafael - invasões bárbaras 201502 história   rafael - invasões bárbaras 2015
02 história rafael - invasões bárbaras 2015Rafael Noronha
 
Ficha de trabalho nº1 resoluçao
Ficha de trabalho nº1  resoluçaoFicha de trabalho nº1  resoluçao
Ficha de trabalho nº1 resoluçaoNelson Rolo
 
Da república para o império roma antiga
Da república para o império   roma antigaDa república para o império   roma antiga
Da república para o império roma antigahistoriando
 
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade médiaKerol Brombal
 
Império Romano e Alta idade Média, História
Império Romano e Alta idade Média, HistóriaImpério Romano e Alta idade Média, História
Império Romano e Alta idade Média, HistóriaPedro Artigas Daiha
 

Semelhante a Crise do Império Romano (20)

Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
História de roma antiga e o império romano/Dica Enem!
 
O início do feudalismo
O início do feudalismoO início do feudalismo
O início do feudalismo
 
O início do feudalismo
O início do feudalismoO início do feudalismo
O início do feudalismo
 
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
 
Início da história idade antiga (roma)
Início da história   idade antiga (roma)Início da história   idade antiga (roma)
Início da história idade antiga (roma)
 
Crise do império Romano.pdf
Crise do império Romano.pdfCrise do império Romano.pdf
Crise do império Romano.pdf
 
Roma-1° J
Roma-1° JRoma-1° J
Roma-1° J
 
Feudalismo início
Feudalismo   inícioFeudalismo   início
Feudalismo início
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Roma antiga resumo
Roma antiga resumoRoma antiga resumo
Roma antiga resumo
 
Roma antiga queda e ancensão
Roma antiga queda e ancensãoRoma antiga queda e ancensão
Roma antiga queda e ancensão
 
02 história rafael - invasões bárbaras 2015
02 história   rafael - invasões bárbaras 201502 história   rafael - invasões bárbaras 2015
02 história rafael - invasões bárbaras 2015
 
Feudalismo início
Feudalismo   inícioFeudalismo   início
Feudalismo início
 
Ficha de trabalho nº1 resoluçao
Ficha de trabalho nº1  resoluçaoFicha de trabalho nº1  resoluçao
Ficha de trabalho nº1 resoluçao
 
Da república para o império roma antiga
Da república para o império   roma antigaDa república para o império   roma antiga
Da república para o império roma antiga
 
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
 
Aula o feudalismo
Aula o feudalismoAula o feudalismo
Aula o feudalismo
 
Império Romano e Alta idade Média, História
Império Romano e Alta idade Média, HistóriaImpério Romano e Alta idade Média, História
Império Romano e Alta idade Média, História
 

Mais de Nilton Silva Jardim Junior (20)

As 13 colônias e a crise do absolutismo
As 13 colônias e a crise do absolutismoAs 13 colônias e a crise do absolutismo
As 13 colônias e a crise do absolutismo
 
Maias resumo
Maias resumoMaias resumo
Maias resumo
 
Independência dos estados unidos
Independência dos estados unidosIndependência dos estados unidos
Independência dos estados unidos
 
Haiti
HaitiHaiti
Haiti
 
Família, sociedade e cidade
Família, sociedade e cidadeFamília, sociedade e cidade
Família, sociedade e cidade
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
 
Primeira revolução industrial
Primeira revolução industrialPrimeira revolução industrial
Primeira revolução industrial
 
As grandes navegações e o mercantilismo
As grandes navegações e o mercantilismoAs grandes navegações e o mercantilismo
As grandes navegações e o mercantilismo
 
Roteiro getulio vargas
Roteiro getulio vargasRoteiro getulio vargas
Roteiro getulio vargas
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
A história dos povos pré letrados
A história dos povos  pré letradosA história dos povos  pré letrados
A história dos povos pré letrados
 
Blocos rivais da segunda guerra
Blocos rivais da segunda guerraBlocos rivais da segunda guerra
Blocos rivais da segunda guerra
 
Conferências
ConferênciasConferências
Conferências
 
Ofensiva aliada
Ofensiva aliadaOfensiva aliada
Ofensiva aliada
 
Ofensiva do eixo
Ofensiva do eixoOfensiva do eixo
Ofensiva do eixo
 
1941
19411941
1941
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Recuperacao ocidente antigo
Recuperacao   ocidente antigoRecuperacao   ocidente antigo
Recuperacao ocidente antigo
 
Recuperacao povos do oriente antigo
Recuperacao   povos do oriente antigoRecuperacao   povos do oriente antigo
Recuperacao povos do oriente antigo
 

Último

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 

Crise do Império Romano

  • 1. A Crise no Império Romano
  • 2. A partir do século III, uma profunda crise se abateu sobre o império Romano , levando-o ao enfraquecimento. Povos Bárbaros , que viviam ao norte de suas fronteiras , acabaram por invadi-lo nos séculos IV e V , quando tomaram a cidade de Roma.
  • 3. A crise Econômica Uma série de transformações afetaram a vida nas cidades localizadas nas províncias ocidentais , onde se localizava Roma , e a organização do Império começou a mudar a partir do século III d.C. Nessas cidades , o comércio decaiu por diversos motivos . O principal deles foi diminuição da quantidade de moedas em circulação , que se acumularam nas províncias orientais. Isto aconteceu porque as províncias ocidentais compravam muito mais do que vendiam.
  • 4. A ruralização do Império Entre os séculos III e IV d.C., nos territórios das províncias ocidentais do Império, a população começou a deixar as cidades para instalar-se nas zonas rurais. Na condição de colonos, plebeus pobres, ex-escravos e bárbaros que haviam imigrado para o Império instalaram-se em vilas, grandes propriedades rurais arrendadas por seus donos.
  • 5. Ali eles podiam cultivar um lote de terra para sua subsistência e, em troca, entregavam parte da produção ao proprietário. Nas vilas, produzia-se todo o alimento necessário para manter a família do proprietário e as famílias dos colonos que lá viviam.
  • 6. Os Povos Bárbaros Para os romanos, qualquer um que não estivesse integrado à cultura latina era chamado de bárbaro. O termo era genérico, e fazia referência a dezenas de povos, de diferentes origens e lugares. Entre esses povos, estavam os celtas, os hunos e os germânicos.
  • 7. A Crise Política e a Fragmentação do Império As dificuldades para proteger e gerir o vastíssimo Império em decadência levaram os imperadores a buscar novas soluções administrativas e políticas. Em 330, Constantino transferiu a capital do Império para a cidade de Bizâncio, no oriente, que passou a chamar-se Constantinopla. Em 395, com a morte de Teodósio, o Império foi dividido em dois: Império Romano do Ocidente, com capital em Roma, e Império Romano do Oriente, com capital em Constantinopla.
  • 8. Os esforços para assegurar o controle sobre o Império, no entanto, não foram suficientes para evitar sua ruína. As disputas pelo poder entre generais e governadores de província, bem como a corrupção que se alastrava pela administração pública, contribuíram para agravar os problemas.