Boxes and Arrows:  The Design Behind the Design O Sucesso da Arquitetura da Informação nas Empresas Por James Robertson Ap...
Dentro das empresas existem novos  desafios Para ser bem sucedido o foco deve ser maior nas  pessoas  do que na informação...
Entender a  estratégia e direcionamento  corporativos. Selecionar projetos que suportem os  objetivos  da organização. Des...
Combinar o conhecimento da estratégia do negócio com uma profunda compreensão  das necessidades e problemas da equipe. Env...
Técnicas de pesquisa  com o usuário, que são importantes em qualquer projeto de AI,  se tornam críticas em um projeto corp...
Mesmo que a solução tenha atendido as necessidades da equipe, um plano de  gestão da mudança  será necessário. No ambiente...
Para que a solução não se pareça com uma colcha de retalhos o arquiteto da informação precisa estar preparado para atraves...
Desenvolver a habilidade de trabalhar em equipes multidisciplinares e com indivíduos chave de outros times, unidades de ne...
Em projetos corporativos soluções meramente tecnológicas produzem interfaces sem usabilidade e informações mal estruturada...
O arquiteto de informação não precisa ser um especialista em estratégia de negócios ou gestão de mudança. Em um cenário id...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Sucesso da Arquitetura da Informação nas Empresas

1.820 visualizações

Publicada em

Mini-seminário de aula. Pós em Marketing e Design Digital. ESPM. Disciplina de Arquitetura de Informação. Apresentação dos alunos Alexandre Lopes Arias e Paulo Cesar Rocha (Prof. Luiz Agner).

Publicada em: Design, Negócios, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.820
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
289
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • Para chegada do novo, o velho é abandonado – Individuos acustumados com a navegação antiga.
  • O Sucesso da Arquitetura da Informação nas Empresas

    1. 1. Boxes and Arrows: The Design Behind the Design O Sucesso da Arquitetura da Informação nas Empresas Por James Robertson Apresentação Alexandre Lopes Arias Paulo Cesar Rocha
    2. 2. Dentro das empresas existem novos desafios Para ser bem sucedido o foco deve ser maior nas pessoas do que na informação. Falta de clareza quanto às necessidades e objetivos; Problemas organizacionais estão acima de tudo; Fazer as coisas acontecerem e fazer com que os usuários adotem as novas soluções. Análise da informação; Identificação da estrutura; Criação de taxonomias e mapas de site; Desenvolvimento de wireframes e outras interfaces.
    3. 3. Entender a estratégia e direcionamento corporativos. Selecionar projetos que suportem os objetivos da organização. Desenhar projetos que tragam benefícios tangíveis e visíveis dentro da organização. Desenvolver planos de projetos que tragam ganhos rápidos, construindo “momentum” para atividades de longa duração. Fazer um bom gerenciamento de projeto. 1 » Estratégia de negócio É preciso mostrar resultados reais e mensuráveis para a atividade principal da organização.
    4. 4. Combinar o conhecimento da estratégia do negócio com uma profunda compreensão das necessidades e problemas da equipe. Envolver gerentes seniores para obter informações sobre a estratégia e objetivos da empresa; Pesquisa em profundidade com membros chave da equipe para identificar os principais problemas e necessidades; Selecionar as atividades que, ao mesmo tempo suportem as metas da empresa e as necessidades da equipe; Estabelecer ações táticas (curto prazo) e estratégicas (longo prazo). 2 » De cima para baixo e de baixo para cima
    5. 5. Técnicas de pesquisa com o usuário, que são importantes em qualquer projeto de AI, se tornam críticas em um projeto corporativo. Normalmente estabelece-se as metas, objetivos e funcionalidades e depois a solução é desenhada com base em pesquisas centradas no usuário. Dentro da empresa a ordem é reversa. As metas serão definidas segundo as necessidades e problemas da equipe. A pesquisa é mais aberta e tem como objetivo uma profunda compreensão de como a equipe trabalha e do seu ambiente de trabalho. Os problemas e necessidades são desconhecidos. Aproxima-se de uma pesquisa etnográfica . 3 » Compreendendo a equipe
    6. 6. Mesmo que a solução tenha atendido as necessidades da equipe, um plano de gestão da mudança será necessário. No ambiente corporativo é preciso compreender a cultura organizacional . O maior inimigo não é a resistência, mas a apatia . Os problemas informacionais não são vistos como urgentes ou importantes. É preciso criar esse senso de urgência e comunicá-lo de forma abrangente para se obter suporte em todos os níveis da organização. 4 » Mudança organizacional
    7. 7. Para que a solução não se pareça com uma colcha de retalhos o arquiteto da informação precisa estar preparado para atravessar os limites tecnológicos. Conhecer intranets, sistemas de gerenciamento de conteúdo, sistemas de gerenciamento de documentos e registros, ferramentas de colaboração e aplicações e databases. 5 » Tecnologia
    8. 8. Desenvolver a habilidade de trabalhar em equipes multidisciplinares e com indivíduos chave de outros times, unidades de negócio e divisões, todos com fluxos de aprovação próprios. 6 » Trabalhando em equipe Ter habilidade com pessoas, talvez seja mais importante do que as habilidades específicas da profissão.
    9. 9. Em projetos corporativos soluções meramente tecnológicas produzem interfaces sem usabilidade e informações mal estruturadas, gerando resistência à mudança. pessoas. 7 » Vamos à luta Em equipes multidisciplinares o arquiteto de informação tem a oportunidade de demonstrar liderança em entregar projetos e soluções eficientes. Para isso é preciso conhecimento da estratégia de negócio e gestão de mudança, além da habilidade com pessoas.
    10. 10. O arquiteto de informação não precisa ser um especialista em estratégia de negócios ou gestão de mudança. Em um cenário ideal fará parte de uma equipe maior com diversos especialistas e deve entender destes assuntos, apesar de não ser seu papel resolvê-los. 8 » Considerações finais

    ×