UNIDADE 1INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA   1
Introdução a Estatística1.   Conceitos básicos emEstatística;2.   Divisão da Estatística;3.   Variáveis discretas e contín...
1. Conceitos Básicos em Estatística                                     Estatística É um conjunto de métodos destinados à ...
População (N) Conjunto de todos os elementos relativos a um determinado fenômeno que possuem pelo menos uma característica...
Amostra (n)  É um subconjunto da população e deverá ser  considerada finita, ela deve representar todas as  característica...
Experimento  Conjunto de procedimentos reprodutíveis que visam a  obtenção de informação sobre uma dada realidade.  Experi...
2. Divisão da Estatística  Estatística Descritiva  É a parte da Estatística que tem por objetivo descrever  os dados obser...
Estatística Indutiva É a parte da Estatística que tem por objetivo obter e generalizar conclusões para a população a parti...
3. Variáveis discretas e contínuas  Variável  É aquilo que se deseja observar para se tirar algum tipo  de conclusão, gera...
Variável Qualitativa   É o tipo de variável que não pode ser medida   numericamente.               Podem ser classificadas...
Variável Quantitativa  Pode ser medida numericamente.                                Classificam-se em:  Discreta:  O valo...
Observações:   Todas as vaiáveis associadas a contagem são    discretas.   Todas as vaiáveis associadas à medidas que   ...
4.Fases do trabalho estatísticoProfessor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria –             ...
1     • Definição do Problema   2     • Planejamento   3     • Coleta de dados   4     • Crítica dos questionários   5    ...
5. Arredondamento de números.Arredondamento de dados de acordo com a resolução886/66 do IBGE:1 - Quando o primeiro algaris...
3 - Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é 5, háduas soluções:a) Se ao 5 seguir em qualquer casa um algarismo dife...
Observação:Não devemos nunca fazer arredondamentos sucessivos.Exemplo: 17,3452 passa a 17,3 e não para 17,35 e depoispara ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estatística unidade 1

1.636 visualizações

Publicada em

CADEIRA DE ESTATÍSTICA - PROFESSOR WALTER ALENCAR - CESJOP/UEMA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.636
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
42
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
78
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estatística unidade 1

  1. 1. UNIDADE 1INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA 1
  2. 2. Introdução a Estatística1. Conceitos básicos emEstatística;2. Divisão da Estatística;3. Variáveis discretas e contínuas;4. Fases do trabalho estatístico;5. Arredondamento de números.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 2CESJOP/UEMA
  3. 3. 1. Conceitos Básicos em Estatística Estatística É um conjunto de métodos destinados à coleta, organização, resumo, apresentação e análise de dados de observação, bem como da tomada de decisões razoáveis baseadas em tais análises.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 3CESJOP/UEMA
  4. 4. População (N) Conjunto de todos os elementos relativos a um determinado fenômeno que possuem pelo menos uma característica em comum. População Finita Apresenta um número limitado de observações, que é passível de contagem. População Infinita Apresenta um número ilimitado de observações que é impossível de contar e geralmente está associada a processos.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 4CESJOP/UEMA
  5. 5. Amostra (n) É um subconjunto da população e deverá ser considerada finita, ela deve representar todas as características da população. Amostra probabilística ou aleatória: Cada elemento da população tem a mesma probabilidade de ser incluído na amostra. Amostra não-probabilística: Cada elemento da amostra é escolhido intencionalmente. Censo É a coleta exaustiva de informações das "N" unidades populacionais.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 5CESJOP/UEMA
  6. 6. Experimento Conjunto de procedimentos reprodutíveis que visam a obtenção de informação sobre uma dada realidade. Experimento determinístico É aquele que garantidas as mesmas condições iniciais o resultado será o mesmo. Experimento aleatório É aquele que mesmo garantindo as condições iniciais é impossível prever com certeza o resultado do mesmo.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 6CESJOP/UEMA
  7. 7. 2. Divisão da Estatística Estatística Descritiva É a parte da Estatística que tem por objetivo descrever os dados observados e na sua função dos dados. Tem as seguintes atribuições: A obtenção ou coleta de dados É normalmente feita através de um questionário ou de observação direta de uma população ou amostra. A organização dos dados Consiste na ordenação e crítica quanto à correção dos valores observados, falhas humanas, omissões, abandono de dados duvidosos. A representação dos dados Os dados são apresentados através de tabelas e gráficos, que permitem uma visualização instantânea.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 7CESJOP/UEMA
  8. 8. Estatística Indutiva É a parte da Estatística que tem por objetivo obter e generalizar conclusões para a população a partir de uma amostra, através do cálculo de probabilidade. A tais conclusões estão sempre associados a um grau de incerteza e consequentemente, a uma probabilidade de erro.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 8CESJOP/UEMA
  9. 9. 3. Variáveis discretas e contínuas Variável É aquilo que se deseja observar para se tirar algum tipo de conclusão, geralmente as variáveis para estudo são selecionadas por processos de amostragem. As variáveis podem ser classificadas em qualitativas (ou atributos) e quantitativas.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 9CESJOP/UEMA
  10. 10. Variável Qualitativa É o tipo de variável que não pode ser medida numericamente. Podem ser classificadas em: Ordinal ou por Postos: Os elementos têm relação de ordem, de conceito ou de colocação entre eles. Exemplos: De conceito: ótimo, bom, regular Nominal: Os elementos são identificados por um nome. Exemplo: Cor dos olhos: castanho, preto, azul e verdeProfessor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 10CESJOP/UEMA
  11. 11. Variável Quantitativa Pode ser medida numericamente. Classificam-se em: Discreta: O valor numérico muda em saltos ou passos, não admitindo valores intermediários entre eles. Exemplos: Número de carros, número de filhos. Contínua: Admite infinitos valores entre elas (dentro de um intervalo). Exemplo: altura.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 11CESJOP/UEMA
  12. 12. Observações:  Todas as vaiáveis associadas a contagem são discretas.  Todas as vaiáveis associadas à medidas que dependem da precisão de um instrumento são contínuas.  A variável idade, apesar de geralmente ser representada por valores inteiros, é uma variável contínua pois está relacionada com o tempo, que é variável contínua.  Quantia em dinheiro também é considerada uma variável contínua.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 12CESJOP/UEMA
  13. 13. 4.Fases do trabalho estatísticoProfessor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 13CESJOP/UEMA
  14. 14. 1 • Definição do Problema 2 • Planejamento 3 • Coleta de dados 4 • Crítica dos questionários 5 • Apuração dos dados 6 • Apresentação dos Dados 7 • Análise e Interpretação dos DadosProfessor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 14CESJOP/UEMA
  15. 15. 5. Arredondamento de números.Arredondamento de dados de acordo com a resolução886/66 do IBGE:1 - Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é0,1,2,3 ou 4, fica inalterado o último algarismo apermanecer.Ex: 53,24 passa a 53,2 ; 44,03 passa a 44,02 - Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é 6,7,8,ou 9, aumenta-se de uma unidade o algarismo apermanecer.Ex: 53,87 passa a 53,9 ; 44,08 passa a 44,1 ; 44,99 passa a45,0Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 15CESJOP/UEMA
  16. 16. 3 - Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é 5, háduas soluções:a) Se ao 5 seguir em qualquer casa um algarismo diferentede zero, aumenta-se uma unidade ao algarismo apermanecer.Ex: 2,352 passa a 2,4 ; 25,6501 passa a 25,7 ; 76,250002passa a 76,3b) Se o 5 for o último algarismo ou se ao 5 só se seguiremzeros, o último algarismo a ser conservado só seráaumentando de uma unidade se for ímpar.Exemplos:24,75 passa a 24,824,65 passa a 24,624,75000 passa 24,824,6500 passa a 24,6 Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria –Professor Walter – Estatística e 16CESJOP/UEMA
  17. 17. Observação:Não devemos nunca fazer arredondamentos sucessivos.Exemplo: 17,3452 passa a 17,3 e não para 17,35 e depoispara 17,4.Professor Walter – Estatística e Probabilidade – Tecnologia em Agroindústria – 17CESJOP/UEMA

×