Funções da linguagem com exercícios

3.837 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.837
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
113
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Poética.
  • Apelativa ou contativa.
  • Funções da linguagem com exercícios

    1. 1. FFUUNNÇÇÕÕEESS DDAA LLIINNGGUUAAGGEEMM
    2. 2. ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO • Emissor – emite, codifica a mensagem • Receptor – recebe, decodifica a mensagem • Mensagem- conteúdo transmitido pelo emissor • Código – conjunto de signos usado na transmissão e recepção da mensagem • Referente – contexto relacionado a emissor e receptor • Canal – meio pelo qual circula a mensagem Obs: As atitudes e reações dos comunicantes são também referentes e exercem influência sobre a comunicação.
    3. 3. Funções da Linguagem O emissor, ao transmitir uma mensagem, sempre tem um objetivo: informar algo, demonstrar seus sentimentos, convencer alguém a fazer algo, entre outros. Consequentemente, a linguagem passa a ter uma função que são denominadas, de acordo com Jakobson, assim: • Função Referencial - centrada no referente • Função Apelativa ou Conativa - centrada no receptor • Função Emotiva - centrada no emissor • Função Metalinguística - centrada no código • Função Fática - centrada no canal • Função Poética - centrada na mensagem
    4. 4. Obs: Em um mesmo contexto, duas ou mais funções podem ocorrer simultaneamente: uma poesia em que o autor discorra sobre o que ele sente ao escrever poesias tem as linguagens poética, emotiva e metalinguística ao mesmo tempo.
    5. 5. Função Referencial • Os textos centrados no referente, têm predominância da função referencial. O objetivo do emissor é informar. Também chamada de denotativa ou de informativa. São exemplos de função denotativa a linguagem jornalística e a científica.
    6. 6. • Ex: • Pesquisas apontam que os jovens estão bebendo de forma inconsequente nos últimos tempos. • Acará ou cará é o nome genérico atribuído a diversos peixes da família dos ciclídeos.
    7. 7. Características da Função Referencial • Centralizada no referente. • Quando o emissor procura oferecer informações da realidade de forma objetiva e direta. • Linguagem denotativa. • Prevalece a 3ª pessoa do singular. • Linguagem usada nas notícias de jornal e livros científicos.
    8. 8. Função Conativa Ocorre a função conativa ou apelativa, quando o texto é centrado no receptor. Tenta-se convencer o receptor a praticar determinada ação. É comum o uso do verbo no Imperativo, como “Compre aqui e concorra a este lindo carro”. • “Compre aqui...” é a tentativa do emissor de convencer o receptor a praticar a ação de comprar ali. • Consumidor, venha hoje mesmo adquirir seu carro zero...
    9. 9. Características da Função Conativa ou apelativa • Centraliza-se no receptor. • O emissor procura influenciar o comportamento do receptor. • Como o emissor se dirige ao receptor, é comum o uso de tu e você, ou nome da pessoa, além dos vocativos e imperativo. • Usada nos discursos, sermões e propagandas que se dirigem diretamente ao consumidor.
    10. 10. Função Emotiva Os textos centrados no emissor têm predominância da função emotiva ou expressiva. Ela ocorre quando o emissor demonstra seus sentimentos ou emite suas opiniões ou sensações a respeito de algum assunto ou pessoa.
    11. 11. Ex: •Tenho duas mãos e o sentimento do mundo. CDA •Agora que sinto amor/ tenho interesse nos perfumes. Alberto Caeiro
    12. 12. Características da Função Emotiva • Centralizada no emissor, revelando sua opinião, sua emoção. • Nela prevalece a 1ª pessoa do singular, interjeições e exclamações. • É a linguagem das biografias, memórias, poesias líricas e cartas de amor.
    13. 13. Função Metalinguística Nos textos centrados no código, predomina a função metalinguística. É a utilização do código para falar dele mesmo. Uma pessoa falando do ato de falar, outra escrevendo sobre o ato de escrever, palavras que explicam o significado de outra palavra.
    14. 14. • Ex: • Escrevo porque gosto de escrever. Ao passar as ideias para o papel, sinto-me realizada... • Corisco _co-ris-co_ s.m informal Relâmpago de pouca intensidade. Dicionário didático. São Paulo SM,2007. p.273
    15. 15. Características da Função Metalinguística • Centralizada no código, usando a linguagem para falar dela mesma. • A poesia que fala da poesia, da sua função e do poeta, um texto que comenta outro texto. • Principalmente dicionários são repositórios de metalinguagem.
    16. 16. Função Fática Os textos centrados no canal têm predominância da função fática. Ela ocorre, quando o emissor testa o canal de comunicação, a fim de observar se o receptor o entendeu. São perguntas como “não é mesmo?”, “você está entendendo?”, “cê tá ligado?”, ou frases como “alô!”, “oi”.
    17. 17. • Ex: -Alô -Alô -Hummm -Heinnn? -Alô
    18. 18. Características da Função Fática • Centralizada no canal, tendo como objetivo prolongar ou não o contato com o receptor, testar a eficiência do canal ou garantir a manutenção do contato comunicativo. • Linguagem das falas telefônicas, saudações e similares.
    19. 19. E aí, cara, tudo bem? - Tudo, e lá? - Indo, tipo assim, né? - Pô, e a meninada? - É, sei lá, vai
    20. 20. Sinal Fechado Chico Buarque - Olá! Como vai? - Eu vou indo. E você, tudo bem? - Tudo bem! Eu vou indo, correndo pegar meu lugar no futuro… E você? - Tudo bem! Eu vou indo, em busca de um sono tranquilo… Quem sabe?
    21. 21. Função Poética Os textos centrados na mensagem têm predominância na função poética. É a linguagem das obras literárias, principalmente das poesias, em que as palavras são escolhidas e dispostas de maneira que se tornem singulares, únicas. Busca produzir um efeito de originalidade, que cause estranhamento no destinatário.
    22. 22. Vale saber: • O efeito de estranhamento acontece quando a linguagem nos distancia da maneira habitual de aprender a realidade e nos faz vê-la de modo novo, particular.
    23. 23. Socorro Socorro, não estou sentindo nada. Nem medo, nem calor, nem fogo, Não vai dar mais pra chorar Nem pra rir Socorro, alguma alma mesmo que penada, Me empresta suas penas. (Arnaldo Antunes)
    24. 24. Características da Função Poética • Centralizada na mensagem revelando recursos imaginativos criados pelo emissor. • Afetiva, sugestiva, conotativa e metafórica. • Valorizam-se as palavras e suas combinações. • É a linguagem figurada apresentada em obras literárias, letras de música, em algumas propagandas, etc.
    25. 25. Observe as questões a seguir e diga quais funções da linguagem sobressaem em cada texto.
    26. 26. EXERCÍCIOS I. Filho de rico é boy. Filho de pobre é motoboy. (Rodrigo Batista de Moraes, motoboy que não conseguiu obter emprego com carteira assinada, em inscrição no seu capacete – Folha de São Paulo) II. “Nossa língua cotidiana está distanciada da língua portuguesa, que é a oficial e, num certo sentido, é uma língua importada. Não raro viajamos entre toponímicos tupis.” (José de Souza Martins, Folha de São Paulo). III. “Uma pesquisa realizada com 2.131 alunos do primeiro ano do ensino superior em São Paulo revelou que a maioria (80%) declarou estar frequentando o curso idealizado.” (Verônica Fraidenraich, Folha de São Paulo) 01. As funções da linguagem exploradas nos textos são respectivamente, a) fática, metalinguística e conativa. b) poética, emotiva e referencial c) emotiva, referencial e conativa d) poética, metalinguística e referencial e) conativa, emotiva e metalinguística
    27. 27. 02. Em todas as alternativas, a palavra destacada marca, no processo comunicativo, a presença do receptor, caracterizando a função conativa. Isso só NÃO ocorre em: a) DIGA – me o que comes e te direi quem és. b) Não SEJA um mero administrador de vendas. c) Não BASTA ter boas ideias. d) A melhor companhia aérea é aquela que faz VOCÊ esquecer que está num avião. e) VESTIBULANDO, estude conosco!
    28. 28. RESPOSTAS: 01-D, 02-C,
    29. 29. Elevador – Ana Carolina E eu subo bem alto / Pra gritar que é amor / Eu vou de escada / Pra elevar a dor.
    30. 30. POÉTICA, JÁ QUE SE PREOCUPA COM A MENSAGEM...
    31. 31. APELATIVA OU CONATIVA, POIS QUER CONVENCER O RECEPTOR...
    32. 32. CAIU NO ENEM A BIOSFERA, QUE REÚNE TODOS OS AMBIENTES ONDE SE DESENVOLVEM OS SERES VIVOS, SE DIVIDE EM UNIDADES MENORES CHAMADAS ECOSSISTEMAS, QUE PODEM SER UMA FLORESTA, UM DESERTO E ATÉ UM LAGO. UM ECOSSISTEMA TEM MÚLTIPLOS MECANISMOS QUE REGULAM O NÚMERO DE ORGANISMOS DENTRO DELE, CONTROLANDO SUA REPRODUÇÃO, CRESCIMENTO E MIGRAÇÕES. DUARTE, M.O GUIA DOS CURIOSOS. SÃO PAULO: COMPANHIA DAS LETRAS, 1995. (ENEM 2010) PREDOMINA NO TEXTO A FUNÇÃO DA LINGUAGEM: A) EMOTIVA, PORQUE O AUTOR EXPRESSA SEU SENTIMENTO EM RELAÇÃO À ECOLOGIA. B) FÁTICA, PORQUE O TEXTO TESTA O FUNCIONAMENTO DO CANAL DE COMUNICAÇÃO. C) POÉTICA, PORQUE O TEXTO CHAMA A ATENÇÃO PARA OS RECURSOS DE LINGUAGEM. D) CONATIVA, PORQUE O TEXTO PROCURA ORIENTAR COMPORTAMENTOS DO LEITOR. E) REFERENCIAL, PORQUE O TEXTO TRATA DE NOÇÕES E INFORMAÇÕES CONCEITUAIS.
    33. 33. COMENTÁRIO: COMO PODEMOS VER, O TEXTO TEM POR PROPÓSITO PASSAR INFORMAÇÕES SOBRE A BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS DE FORMA DIRETA E OBJETIVA. DESSA FORMA, A FUNÇÃO DA LINGUAGEM PREDOMINANTE É A REFERENCIAL – ALTERNATIVA “E”.
    34. 34. PARA FINALIZAR A AULA DE HOJE, DEIXO AQUI UM PEQUENO RECADINHO NO FORMATO DE EXERCÍCIO: ESPERO, DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO, QUE TODOS VOCÊS TENHAM ENTENDIDO. "E NEM" ADIANTA DIZER QUE ESSA MATÉRIA É COMPLICADA. FUNÇÕES DA LINGUAGEM É UM ASSUNTO SIMPLES, BASTANTE COMUM NOS ÚLTIMOS EXAMES. FALA SÉRIO...UM POST COMO ESTE FACILITA E MUITO A SUA VIDA! ENTENDERAM? CONSEGUEM ENCONTRAR AS SEIS FUNÇÕES DA LINGUAGEM NO TRECHO ACIMA? TESTEM SEUS CONHECIMENTOS!
    35. 35. Espero(emotiva) do fundo do coração(poética) "E NEM" adianta dizer que essa matéria é complicada. (referencial) Funções da linguagem é um assunto simples, bastante comum nos últimos exames.(metalinguística) Fala sério...um post como este facilita e muito a sua vida! (conativa) Entenderam?(fática)
    36. 36. Boonnss eessttuuddooss! PPrrooffeessssoorraa SSôônniiaa SSoocchhiiaarreellllii..

    ×