Localizasian

256 visualizações

Publicada em

Localizasian: As inovações na Ásia, da Ásia, para a Ásia devem crescer com muita rapidez a partir de 2013.

Tendências de consumo 2013, por Trend Watching.com

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
256
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Localizasian

  1. 1. localizasianAsinovaçõesnaÁsia,daÁsia,paraaÁsiadevemcrescercommuitarapidezapartirde2013.Trend Briefing março de 2013:trendwatching.com/pt/trends/localizasian
  2. 2. www.trendwatching.com/pt/trends/localizasian/ 2DefiniçãoConsumidores asiáticos nunca tiveram expectativas mais altas, aomesmo tempo em que marcas por toda a Ásia estão produzindo cadavez mais produtos e serviços que oferecem o melhor de cadacategoria. Não é para menos que a ânsia entre os consumidoresasiáticos por produtos e serviços feitos sob medida para atender asuas necessidades – por marcas regionais que realmente osentendem – tem tudo para crescer de maneira espetacular.Espere ver um boom de produtos “Fabricados na Ásia, para aÁsia, da Ásia”, impulsionado*por fatores como:• A corrida pelo consumidor asiático resultou em expectativasregionais cada vez mais altas e, portanto, na demandapor produtos e serviços que entendem essas pessoas“direitinho”.• O desejo entre os consumidores asiáticos por sucesso regionale a receptividade cada vez maior dos consumidoresasiáticos a marcas asiáticas que oferecem o melhor decada categoria.• A afinidade natural que as marcas asiáticas têm pelasnecessidades e desejos do consumidor regional.*** Existem correntes econômicas e políticas fundamentais queimpulsionam esta tendência, tais como o fortalecimento de blocoscomerciais regionais e o desejo de separar a região e protegê-la contrachoques econômicos globais. Mas, neste Trend Briefing, nós vamos nosconcentrar no que impulsiona os consumidores.** Sim, nós sabemos, claro que não existe uma única “Ásia”. Dassocialites Gangnam de longa data em Seul às classes consumidorasemergentes do Camboja, o “consumidor asiático” abrange todo oespectro de riqueza, sofisticação, estilos de vida e expectativas. Mas oponto que continua valendo é que as marcas da região estão em melhorposição para compreender e dissecar essas nuances do que as de fora.Imagem de capa (em sentido horário): jovenschineses na japonesa Cosplay na Chinajoy; o realityshow coreano K-Pop Star Hunt que selecionoue testou talentos da região asiática; meninasindonésias vestidas em “hanbok”, traje tradicionalcoreano; e um showroom da LG na Índia.
  3. 3. www.trendwatching.com/pt/trends/localizasian/ 31. MERCADOS EMAMADURECIMENTOOs drives em detalhes:Números cada vez maiores de consumidores afluentes na Ásia significam que a disputapor seus iuans, rúpias indianas, wons sul-coreanos, bahts e rúpias tailandesasestá mais acirrada do que nunca.O boom que transformou a Ásia em uma potência econômica e de consumo continuacom tudo. Em 2011, a Ásia respondia por apenas 14% dos gastos globais com consumo;até 2020, sua participação será de 25% e, até 2030 vai alcançar 40% (Ernst & Young,2012).Já existem incontáveis sinais da dominação da Ásia na arena do consumo. De marcasglobais como Estée Lauder fazendo homenagens com produtos e serviços MADEFOR CHINA (IF NOT BRIC) [FEITO PARA A CHINA (SE NÃO PARA OS BRICS)], amarcas asiáticas como “DAMN! I Love Indonesia” (CARAMBA! Eu adoro a Indonésia)que exibem sua cultura em uma orgia de CELEBRATION NATION, e marcas comoa Lenovo à frente do crescimento do comércio A2A (da Ásia para a Ásia). Vocêvai saber muito mais sobre isto e sobre muito mais questões no nosso futuro eexclusivo Relatório de Tendências de Consumo Ásia-Pacífico.Na imagem acima: a linha de cuidados para a pele Osiao de Estée Lauder, feita sobmedida para as peles chinesas; a marca de roupas “DAMN! I Love Indonesia”; a Lenovo,da China, lançando seus smartphones na IndonésiaToda esta atenção e subsequente escolha significa que os consumidores asiáticospodem ser, são e vão continuar sendo cada vez mais exigentes: buscando os melhoresprodutos e serviços em cada categoria que atendam especificamente a suasnecessidades, gostos e desejos.O grandioso salão de jantar do hotel Longxi Internationa, de 328 metros de altura,localiza-se em Huaxi, o “vilarejo mais rico” da China (imagem do Twisted Lifestyle)
  4. 4. www.trendwatching.com/pt/trends/localizasian/ 4De acordo com a narrativa tradicional, na medida em que os asiáticos ganham maisdinheiro, gostam de exibir seu novo status ao se voltar para marcas estabelecidas emmercados “ocidentais”. E isto é verdade: basta olhar para o sucesso que as marcas deluxo do “velho mundo” da França e da Itália obtiveram na região. Mas, correndo contraisto existe o desejo profundamente enraizado desses consumidores de ver a Ásia se darbem (junto com os embates políticos na região; basta testemunhar o apoio a Jeremy Line a Psy por toda a Ásia ao conquistarem fama em 2012).Tudo isso significa que as marcas asiáticas hoje concorrem de igual para igualcom o melhor do melhor no cenário mundial (isso quando não se sobressaem). Osconsumidores asiáticos estão mais ávidos a adotar marcas asiáticas do quenunca (consulte MADE BETTER IN CHINA para obter inúmeros exemplos de marcaslíderes chinesas). Uma olhada nas estatísticas de comércio conta a história: ao passoque tanto o comércio global quanto o comércio da Ásia com economias externasdobraram desde 2000, o comércio da Ásia para a Ásia triplicou (FMI, maio de 2012).Seja resultado de valores compartilhados, experiência operacional em economias decrescimento acelerado ou afinidade natural por nuances regionais, marcas e empresasasiáticas simplesmente “entendem” os consumidores asiáticos – seu modo depensar, seus desejos e suas necessidades – de maneira que as marcas de foraainda sentem dificuldade.Basta ver a maneira como a marca de cerveja chinesa Tsingtao adaptou seu produto aomodo como os chineses bebem (abaixo): não encontramos nenhuma marca belga decerveja fazendo a mesma coisa ;-)2. AMOR AO LOCAL3. VANTAGEMDOMÉSTICAOs drives em detalhes:
  5. 5. www.trendwatching.com/pt/trends/localizasian/ 5LOCALIZASIAN Some recent examples of LOCALIZASIAN to learn from or run with:A coreana LG Electronics trabalha com umaestratégia de “microlocalização” na Índia desde2010. A empresa hoje tem 27 produtos feitossob medida para esse mercado, entre eleso Microondas Charcoal Lighting Heater, queinclui um menu de cozimento automático comajustes para mais de 130 receitas indianas(incluindo naans, parathas e receitas de tandooricomo murg tandoori e paneer tikkas). A marca foieleita como a marca de bens de consumo duráveismais confiável da Índia em 2012.LG: A marca de bens deconsumo duráveis maisconfiável da ÍndiaA cervejaria chinesa Tsingtao adaptou sua garrafade cerveja para os consumidores de Chengdu(que tal isso para um exemplo de LOCALIZASIANverdadeiramente regional?). A garrafa nova émaior – comporta entre 1 e 1,7 litros – e permiteque a cerveja seja servida em copos pequenos ecompartilhada com o acompanhamento de comidade Sichuan. Isto imita a maneira tradicional como obaijiu (um destilado chinês) é consumido.Tsingtao: Adaptação“Feita para Chengdu”Crédito: Dhannphotography
  6. 6. www.trendwatching.com/pt/trends/localizasian/ 6O WeChat, da Tencent, o serviço de mensagenspor voz, texto e foto vem cheio de recursos queagradam aos consumidores asiáticos (tais como apossibilidade de se conectar com desconhecidospróximos de maneira aleatória) mudou seu nomede “Weixin” para ter apelo global mais amplo. Emsetembro de 2012, o serviço adicionou suporteem híndi na Índia, somando-se ao suporte paratailandês, vietnamita e indonésio. Em dezembrode 2012, foi até disponibilizado para a plataformaBlackberry, de acordo com o gosto dos usuários doSudeste Asiático.WeChat: App demensagens chinês seadapta aos gostos locaisLOCALIZASIANEm janeiro de 2013, a empresa de eletrônicos comsede em Taiwan HTC lançou seis modelos de seussmartphones em sua primeira loja em Yangun,Mianmar (Burma). Todos os telefones vinhamequipados com teclado localizado de designespecial, em birmanês. Mianmar é o país com amenor taxa de penetração de celular na Ásia.HTC: Smartphones comteclado em birmanês
  7. 7. www.trendwatching.com/pt/trends/localizasian/ 7Em agosto de 2012, a livraria de Taiwan Eslite abriu suaprimeira filial no exterior, em Hong Kong, com horárioexperimental de abertura de 24 horas de quinta a sábado,adequado aos hábitos e estilo de vida de “corujão” dosmoradores do lugar. Em Taiwan, a Eslite é famosa por seuhorário de abertura 24 horas por dia, sete dias por semanae a ampla seleção de itens ligados ao estilo de vida queacompanham suas estantes de livros, como artigos depapelaria, brinquedos infantis e música. Sua primeira filialna China continental será aberta em Suzhou, em 2014.LOCALIZASIANA Wangz, de Cingapura, lançou The Forest by Wangz -apartamentos com serviço completo, em 2012. Osapartamentos foram feitos para servir a grupos extensos defamiliares que viajam juntos, encontrados com frequênciana região. Cada apartamento tem uma cozinha integradae uma área de comer comum, permitindo aos grupos quecozinhem e comam juntos. O prédio também foi projetadocom portas extras instaladas nos corredores para que váriosquartos possam ser separados com privacidades paragrupos grandes. Uma noite no The Forest by Wangz custa apartir de 250 dólares cingapurianos (US$ 204).Wangz: Apartamentos deboutique adaptáveis paragrupos e famíliasEslite: Livraria de Taiwanoferece serviços 24 horasem Hong Kong
  8. 8. www.trendwatching.com/pt/trends/localizasian/ 8A SEGUIR:A LOCALIZASIAN está tomando de assalto a arena de consumo mais dinâmicado mundo em 2013. Então, esteja você na Ásia ou fora dela: entre na onda oufique para trás!Se você não for uma marca asiática que tem negócios na Ásia – ou planejater– também precisa responder à tendência LOCALIZASIAN. Isso talvezsignifique criar um ponto de diferenciação ao afirmar de maneira explícita a sua“diferença” (mas você deve pensar além da narrativa tradicional de “qualidademais alta”, já que a lacuna da qualidade está desaparecendo com rapidez). Ouagarre a oportunidade de fazer parceria com uma marca local (se não comprá-la) e se dedicar a uma verdadeira LOCALIZASIAN só sua.Mesmo que você seja uma marca não asiática que opera fora da Ásia,sem planos de entrar neste mercado, não ignore a LOCALIZASIAN. Lembre-se: muitas das marcas asiáticas que estão fazendo um ótimo trabalho deLOCALIZASIAN vão se dar bem, crescer e acabar com a concorrência em seusmercados locais. Então, fique de olho nelas: quanto tempo vai demorar antes queelas comecem a competir na sua vizinhança também?A seguir? Um novo Trend Briefing no mês que vem, por isso faça a suaassinatura. Até lá, boa sorte e divirta-se!O popstar coreano Psy compartilha seus movimentos “Gangnam Style” com amodelo e atriz taiwanesa Lin Chi-Ling, durante o Shanghai Spring Festival TV Gala.
  9. 9. VOCÊ QUER AGRADAR OS CONSUMIDORES NA ÁSIA-PACÍFICO OU NAS AMÉRICAS DO SUL E CENTRAL?Estes novos Trend Reports VÃO surpreender e inspirar você a criar inovações de arrasar no mundo todo.Cadarelatório com mais de cem páginas apresenta mais de 40 tendências de consumo, ideias e exemplos locaisfundamentais, além de uma seção de como aplicá-las.Preço especialde lançamentodisponível.Compilado pelo escritório Ásia-Pacífico datrendwatching.com (com sede em Cingapura).SAIBA MAIS (e dê uma olhada no Índice) »Compilado pelo escritório das Américas do Sul e Centralda trendwatching.com (com sede em São Paulo).SAIBA MAIS (e dê uma olhada no Índice) »TREND REPORT ÁSIA-PACÍFICO TREND REPORT AMÉRICAS DO SUL E CENTRAL40+EXAMPLOS& IDEIASEXEMPLOSREGIONAISMAIS DE 40TENDÊNCIASAPRESENTADASFaça seu pedido agora, aproveite o preço especial de lançamento e receba acesso imediato!
  10. 10. 2013Premium ServiceINSCREVA-SETrend BriefingsANTERIORESPRÓXIMOGostou desse Trend Briefing? Deseja mais?Clique abaixo e esteja certo de que você estará por cima em relação atodas as tendências, insights e inovações importantes:COMPARTILHEPara receber nossos Trend Briefingsmensais por email.Leia todos os nossos Trend Briefings grátis dosmeses anteriores, desde 2011 em português, oudesde 2002 em inglês!Precisa acessar todas as tendências de consumo,os insights e as inovações mais vibrantes? NossoPremium Service é para você.Compartilhe esse Trend Briefing com a suaequipe, seus clientes e seus amigos e tenhacerteza que eles também estarão conectadosno que está acontecendo.Se você tem algum comentário, sugestãoou dúvida, por favor entre em contato.Apenas envie um email para:PAUL BACKMANpaul@trendwatching.comSOBRE NÓSCriado em 2002, trendwatching.com é a empresade tendências líder no cenário mundial, que mapea omundo todo em busca das tendências de consumomais promissoras, insights e ideias práticas parasua empresa. Entre os nossos clientes do PremiumService estão muitas das mais influentes marcas,enquanto nossos Trend Briefings grátis são enviadospara mais de 200.000 assinantes em 180 países.Mais em www.trendwatching.comTREND REPORTSAMÉRICAS DO SULE CENTRAL + ÁSIA-PACÍFICOSEMINÁRIO DETENDÊNCIASCada relatório independente com mais de cem páginasapresenta tendências de consumo, ideias e inovaçõeslocais fundamentais nestas regiões. Faça seu pedido agora,aproveite o preço especial de lançamento e receba acessoimediato!Depois do sucesso dos seminários do ano passado, estamostrabalhando com afinco em uma nova série de Seminários de Tendênciasde Consumo. Os eventos vão ocorrer em 2014 em São Paulo, Sydney,Singapura, Londres, Estocolmo, Amsterdã e Nova York! Inscreva-se parareceber todas as atualizações e veja imagens de seminários passados.

×