Saúde para todos

431 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
431
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Saúde para todos

  1. 1. ‘Saúde para Todos’  Saúde para todos é um projeto português entre as 15 histórias mais inspiradoras a nível mundial;  O projeto "Saúde para Todos", que presta atualmente cuidados de saúde a toda a população de São Tomé e Príncipe, foi reconhecido pelas Nações Unidas como um exemplo de melhores práticas a nível mundial em capacitação e desenvolvimento sustentável
  2. 2. O que é a Saúde?  Existem diferentes definições de saúde. Por exemplo, a Organização Mundial de Saúde (OMS) define-a não só como a ausência de doença, mas como uma situação de perfeito bem-estar físico, mental e social. Esta definição serve sobretudo para entendermos que a saúde tem diferentes dimensões ,que não só a saúde física, assim como, componentes individuais ou subjetivos
  3. 3. E para isso temos que tomar medidas: Temos que “tomar conta da nossa saúde porque se não formos nós, quem irá ser?  Ex: - Ter uma alimentação saudável; - Evitar comportamentos sexuais de risco; - Evitar bebidas alcoólicas, tabaco e outras drogas; - Praticar exercício físico regular;  - Visitar o médico de família regularmente, mesmo sem evidência de doença;
  4. 4. Saúde Infantil
  5. 5. Saúde Infantil  A área da Saúde Infantil e Juvenil engloba um conjunto de atividades de promoção e prevenção da saúde e do bem-estar das crianças e jovens dos 0 aos 18 anos.
  6. 6. Todos temos um!
  7. 7. O que é o Boletim de Saúde?  O Boletim de Saúde é nos dado á nascença e destina-se ao registo dos factos mais importantes relacionados com a saúde da criança (dados da gestação e do período neonatal, dados do crescimento, peso e estatura, índice de massa corporal, registo das consultas, entre outras informações).  A informação nele contida é da criança e dos pais, e é essencial que todos os profissionais envolvidos no atendimento escrevam no Boletim de Saúde Infantil e Juvenil as suas notas e impressões.
  8. 8. Para que serve o Boletim de Saúde Infantil e Juvenil?  O Boletim de Saúde deve acompanhar a criança sempre que esta seja levada a uma consulta, ao serviço de urgência ou mesmo se tiver que ser internada e tem que ser mostrado ao médico que fizer o atendimento.  No Boletim de Saúde também se pode encontrar informações importantes sobre o desenvolvimento infantil e que a podem auxiliar nos cuidados básicos a prestar ao Bebé.
  9. 9. Saúde da Grávida
  10. 10. Como viver uma gravidez em saúde?  Para que servem as consultas durante a gravidez?  As consultas durante a gravidez são necessárias para se verificar se está tudo a correr bem com a grávida e com o bebé.  Os procedimentos de rotina são:  Avaliações da tensão arterial e do peso;  Testes à urina;  Palpação abdominal para medir a altura do útero e verificar a posição e o tamanho do bebé;  Auscultação dos batimentos cardíacos fetais;  Exame às pernas para eventual deteção de varizes ou edemas (inchaços);  Exame ginecológico no início e no final da gravidez.
  11. 11. Saúde da grávida  As Grávidas logo na primeira consulta recebem o Boletim de Saúde da Grávida, quando forem às consultas ou se precisarem de recorrer ao serviço de urgência de um hospital a grávida tem que levar o Boletim de Saúde da Grávida com ela !
  12. 12. Saúde em Portugal  O sistema de saúde de Portugal é caracterizado por três sistemas coexistentes: o Serviço Nacional de Saúde (SNS), os regimes de seguro social de saúde especiais para determinadas profissões (subsistemas de saúde) e os seguros de saúde de voluntariado privados. O SNS oferece uma cobertura universal. Além disso, cerca de 25% da população é coberto por subsistemas de saúde, 10% em seguros privados e outros 7% em fundos mútuos
  13. 13. Saúde em África do Sul  A expansão da AIDS(SIDA) (Síndrome da imunodeficiência adquirida) é um problema alarmante na África do Sul chegando a atingir 31% das mulheres grávidas em 2005 e uma taxa de infecção nos adultos estimada em 20%. A ligação entre HIV, um vírus transmitido principalmente por contacto sexual, e SIDA foi negado há muito tempo pelo presidente Thabo Mbeki e pelo ministro da saúde Manto Tshabalala-Msimang, insiste que muitas mortes no país são causadas por má nutrição, e muita pobreza, e não pelo HIV.
  14. 14. Saúde em Angola  A Saúde de Angola é classificada entre as piores do mundo. Angola está localizada na zona endémicas de febre amarela. A incidência de cólera é elevada. Apenas uma pequena fracção da população recebe atenção médica e ainda rudimentar. Em 2005, a expectativa de vida foi estimada em apenas 38 a 43 anos, uma das mais baixas do mundo.
  15. 15. Conclusão  Neste trabalho aprendemos muito sobre a saúde e sobre os cuidados que temos que ter com a saúde.  Adquirimos muitos conhecimentos novos!
  16. 16. Trabalho realizado por:  -André Ribeiro nº3  -Cláudio André nº10  -João Alves nº17

×