O que é desenvolvimento humano

1.514 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.514
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que é desenvolvimento humano

  1. 1. O QUE É O ESTUDO DODESENVOLVIMENTO HUMANO?Desenvolvimento Humano I – 2º semestre
  2. 2. DEFINIÇÃO: NA ATUALIDADE, É O ESTUDO PARA ACOMPREENSÃO DA CRIANÇA, DO ADOLESCENTE E DOADULTO (JOVEM, MEIA IDADE E TERCEIRA IDADE) Inicialmente apresenta grande preocupação com acompreensão da criança, por meio da investigação edescrição das mudanças físicas e psicológicas com odecorrer do tempo. Historicamente o estudo científico do período daInfância é bastante recente (sec. XX). Anteriormente as crianças eram tratadas com pequenosadultos. A partir do sec.XVII a Igreja afasta a criança deassuntos ligados ao sexo, porém nem todas as criançasaproveitavam desse benefício, mas as das classes maisabastadas.
  3. 3.  Foram as primeiras tentativas de se mostrar asinadequações que as vivências das crianças nouniverso do adulto traziam para à formação docaráter e da moral dos indivíduos. Passaram a constituir as Escolas, onde seensinava além da religião e da moralvigente, ensinava-seleitura, escrita, matemáticas, entre outrashabilidades. Esta prática, embora limitada, foi muitoimportante, por mostrar as grandes diferençasexistentes entre o desenvolvimento dapersonalidades da criança e do adulto.
  4. 4. AS LIMITAÇÕES INICIAIS DO ESTUDO E ATENÇÃO ÀCRIANÇA SE REFERE:1. Aos objetivos específicos propostos pela educação2. Aos métodos utilizados3. Ao pequeno número de crianças atendidas Apesar dessas limitações despertou a consciênciada humanidade para uma reflexão acerca doassunto. Influência de filósofos dos séculos XVII e XVIII quepassaram a discutir aspectos da natureza humanabaseado em suas próprias concepções acerca dacriança.
  5. 5.  No final do sec. XVX e sec.XX observa-se umaampla e sistemática preocupação com o estudoda criança e de sua educação formal,entretanto:• O disciplinamento da criança era exercido demodo violento e agressivo, tanto no seiofamiliar quanto nas escolas, em que submetia-se as crianças as diferentes formas de castigose constrangimentos.• Nos dias atuais essas práticas sãoconsideradas ultrapassadas podendo oagressor ser punido por lei (ECA), mas muitasvezes é utilizado nas populações de baixarenda
  6. 6. CIÊNCIA DO COMPORTAMENTO INFANTIL As atitudes hostis contra as crianças começaram amudar a partir do estudo científico da infância, quepassou a descrever os comportamentos típicos decada faixa etária e organizar as escalas dedesenvolvimento.Destaques para pesquisadores como:- Gessel (EUA) estudo do comportamento- Binet (França) estudo da inteligência Com a elaboração das escalas, de certa forma, foipossível medir o desenvolvimento de cada criança,considerando sua faixa etária e verificar se o seudesenvolvimento estavam nos padrões normais.
  7. 7. CONTRIBUIÇÕES DA PSICANÁLISE Por meio da observação clínica em pacientesadolescentes e crianças, mas principalmente com otratamento de perturbações nos adultos, Freud podedemonstrar para a comunidade científica e para asociedade em geral que os acontecimentos dainfância eram cruciais para o desenvolvimento dapersonalidade e eram determinantes para osdesvios de comportamento apresentados pelosadultos. O sec. XX vai ouvir a sentença da psicanálisequando Freud afirma à importância dos primeirosanos de vida do indivíduo (infância) sobre odesenvolvimento normal, adaptativo ou, aocontrário, patológico.
  8. 8.  A principal ideia de Freud sobre as questõessubjetivas tem relação com os aspectosinconscientes da personalidade, que estãopresentes em todas as fases da vida, derrubandoassim o mito do homem sempre racional-consciente Outra grande contribuição de Freud, nesseperíodo, foi seus estudos sobre a sexualidadeinfantil, bem como, as fases de sua organização (na1ª e 2ª infância). Freud prestou contribuição imensurável àciência, entretanto seus discípulos continuam atéhoje o aprofundamento e ampliação dos estudos dapsicanálise para a compreensão dos sereshumanos.
  9. 9. PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO INFANTIL Conceito: na atualidade pode ser compreendida de modobastante amplo e portanto definida como sendo o aspectoda ciência que pretende descrever e explicar os eventosocorridos no decorrer do tempo que levam a determinadoscomportamentos que se apresentam como sendoespecíficos da infância, da adolescência ou da idade adulta. Explicação para a maturidade do indivíduo edesenvolvimento dos comportamentos específicos:1. A partir de equipamento biológico (inato) inicial;2. O individuo vai experimentando uma série detransformações decorrentes de sua própria maturação;3. Essa maturação fisiológica, neurológica e psicológica emcontato com exigências e respostas do meio, físico esocial/cultural levam a emergência dos comportamentos.
  10. 10. A CIÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO PRETENDE A PARTIRDE SEUS ESTUDOS:1. Observar e descrever os fenômenos (tais como: choro,agressividade, linguagem, solução de problemas,adaptabilidade as regras morais, etc.)2. Explicar os fenômenos, ou seja, explicar quais osprocessos subjacentes, quais os mecanismospsicológicos, internos, que atuam para possibilitar oaparecimento desses fenômenos comportamentais. A Psicologia Infantil pretende descrever e explicar oprocesso de desenvolvimento da personalidade emtermos de como e por que aparecem certoscomportamentos . Portanto se propõe a compreender osprocessos internos que direcionam o comportamentoinfantil
  11. 11. A PESQUISA COMO MÉTODO PARA O CONHECIMENTO DACRIANÇA Os psicólogos-pesquisadores buscaram na pesquisa ocaminho para a obtenção da descrição precisa doscomportamentos da criança; tais pesquisas foramrealizadas tanto em situações naturais ( no próprio lar dacriança, nas escolas, nos parque públicos/privados, etc.),quanto em situações de laboratório. Em qualquer situaçãosempre se apropriando de teorias que propõem conceitosexplicativos desses comportamentos. Observe o exemplo (Cap.1 Introdução p.3 . O que édesenvolvimento humano. Rappapot), em que se observao processo de interação entre a mãe e a criança.
  12. 12.  Neste exemplo citado foi utilizado o método deobservação e registro do comportamento; leiam na p.4como foi realizada a observação e como foram coletadosos registros. Considera-se a pesquisa um passo fundamental, masainda insuficiente, pois não basta saber que a mãe oumães tomam certas atitudes em relação aos seus filhos,visto que é necessário explicar quais os fatores quedeterminam essas atitudes das mães estudadas. Lançam-se, as perguntas/dúvidas a serem investigadas:• Seriam Características da própria personalidade da mãe?Quais características?• Seriam características da criança? Quais?• Seriam fatores circunstanciais, momentâneos? Quais?
  13. 13. • Seriam fatores externos à a dinâmica da própriadupla, mãe-criança (por exemplo: econômico)?• Quais as repercussões que essas atitudes maternasterão no desenvolvimento da personalidade dacriança, na própria sequencia da interação e napersonalidade adulta? Ao se lançar as dúvidas, torna-se necessário recorrerà teoria, ou às teorias do desenvolvimento. Uma teoria do desenvolvimento se constitui numconjunto de conhecimentos teóricos que oferecemsubsídios para a explicação dos comportamentosobservados
  14. 14.  O psicólogo do desenvolvimento humano por meio dapesquisa (envolve a descrição precisa dosfenômenos comportamentais individuais ou emsituação de interação social) associada a teoria ouconjunto de teorias (tentativa de explicar e de integraros dados da pesquisa num todo coerente e unitário),oferece argumentos e subsídios para a compreensãodo processo de desenvolvimento dos seres humanosao longo do seu ciclo vital, em pode-se destacar doistipos específicos de organização de comportamentos:1. Desenvolvimento Normal2. Desenvolvimento com desvios
  15. 15. 1. Do processo normal de desenvolvimento numadeterminada cultura; portanto adquire oconhecimento dascapacidades, potencialidades, limitações, ansiedades, angústias, entre outras características, mais oumenos típicas de cada faixa etária.2. Dos possíveis desvios, desajustes e distúrbios queocorrem durante o processo de que podem resultarem problemas emocionais(neuroses, psicoses, etc.), sociais(delinquência, vícios, etc.), escolares(repetência, evasão escolar, distúrbios deaprendizagem de diversas ordens, etc.)
  16. 16.  Pode-se afirmar que a psicologia do desenvolvimentoé uma disciplina básica dentro da Psicologia, emboraalguns autores queiram considerá-la uma novaciência. Esta disciplina ou ciência oferece inúmeras opçõesde aplicabilidade prática tanto para psicólogos quantopara profissionais de ciências afins. Observação: leia no texto p.5 as diversasaplicabilidades da pesquisa em desenvolvimentohumano para as diferentes áreas da Psicologia. Observação: compreenda que o desenvolvimentohumano tanto pode ser utilizado tanto numpreventivo/ profilático quanto no tratamento.
  17. 17. HÁ UM GRANDE CAMPO DE TRABALHO EMDESENVOLVIMENTO HUMANO: NA PESQUISA E NASAPLICAÇÕES PRÁTICAS. POR QUE ATUAMOS TÃO POUCO?1. Esta ciência do desenvolvimento é ainda uma ciênciamuito jovem e em constante aprimoramento.2. Existem várias dificuldades metodológicas inerentes àpesquisa neste campo.3. Questionamento sobre a adequação dos métodos deinvestigação, pois são estes que determinam a validadee fidedignidade dos dados coletados.4. As pesquisa iniciais, em sua maioria, eram estudos decasos, influenciados pela psicanálise, posteriormente ecada vez mais foram sendo utilizadas pesquisalongitudinais5. Foram encontradas dificuldades na utilização deinstrumentos para coleta dos dados (questionários,entrevistas, etc.).
  18. 18. HÁ UM GRANDE CAMPO DE TRABALHO EMDESENVOLVIMENTO HUMANO: NA PESQUISA E NASAPLICAÇÕES PRÁTICAS. POR QUE ATUAMOS TÃO POUCO? A partir de 1945, além dos métodos correlacionais, umnúmero cada vez maior de pesquisadores passou aobservar diretamente a criança usando para issobasicamente dois métodos:1. Método da observação naturalística, sem manipulaçãoexperimental;2. Método situacional, que consiste no estudo delaboratório com a manipulação e controle da variáveis Estes métodos porém apresentam serias limitações emdiferentes condições de pesquisa. Leia p.7-9 do texto.
  19. 19. QUAL SERIA A SOLUÇÃO PARA UMA PSICOLOGIA DODESENVOLVIMENTO HUMANO CIENTIFICAMENTE FIDEDIGNA EVALIDADA? Apenas com o progresso na área de pesquisas,acompanhado da crítica constante sobre a metodologiautilizada, é que se poderá chegar, talvez, a modelosmais rigorosos e mais confiáveis da coleta e dainterpretação dos dados. Serão necessários novos modos de se pensar e deinvestigar o processo de desenvolvimento humano, poisquanto mais nos aprofundamos nesse estudo maisparece estarmos atentos a aspectos particulares,mínimos, sem uma orientação subjacente, que nospermita uma visão global do processo.
  20. 20. BIBLIOGRAFIAo Rappaport, Clara Regina. Psicologia doDesenvolvimento Teorias do desenvolvimento.Conceitos fundamentais Volume I. Cap.1. São Paulo:EPU, 1981.

×