SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 41
Sinais da Segunda Vinda de Jesus 
“Olhai para a Figueira…” 
Jesus
“E já está próximo o fim de todas as 
coisas; portanto, sede sóbrios e 
vigiai em oração.” 
1 Pedro 4.7
Texto Base – Mateus 24; Lucas 21 
• Os textos de Mateus e Lucas são uma profecia com 
duas abrangências: 
• Histórica e Escatológica. 
• Em primeiro lugar, diz respeito a Israel e, depois, 
refere-se à Igreja.
Texto Base – Mateus 24; Lucas 21 
• Nos dois textos observamos que Jesus responde a 
três perguntas: 
1. Dize-nos, quando serão essas coisas, 
2. e que sinal haverá da tua vinda e 
3. do fim do mundo?
Jesus prediz a destruição de Jerusalém 
• No ano 70 d.C. o general Tito 
com seus exércitos entrou em 
Jerusalém e destruiu tudo, 
inclusive o templo. 
• De fato, não ficou pedra sobre 
pedra. 
• A profecia teve seu 
cumprimento literal.
Mateus 24 
• Falsos cristos (v.5). 
• Nos quase dois mil anos de história do Cristianismo, centenas de falsos cristos (ou 
messias) têm aparecido e enganado a muita gente. 
Inri Cristo 
Brasil 
22/03/1948 
Sai Baba 
Índia 
23/11/1926 
24/04/2011 
Allan 
Kardec 
França 
03/10/1804 
31/03/1869 
Jim Jones 
EUA 
13/05/1931 
18/11/1978 
• Guerras não-determinantes (v.6). 
Sun Myung 
Moon 
Coréia do 
Sul 
06/01/1920 
José Luis 
de Jesus 
Miranda 
Porto Rico 
22/04/1946 
• São as guerras (pequenas e grandes que têm marcado com sangue o nosso planeta) 
que não podem ser determinadas como sinais evidentes da volta do Senhor Jesus. 
Elas confundem porque não têm as características que determinam um sinal 
escatológico.
Mateus 24 
• “o princípio de dores” (v. 8) 
• A simultaneidade dos sinais 
• Há uma certa simultaneidade dos 
acontecimentos que envolvem “conflitos 
bélicos entre nações, fomes, pestes e 
terremotos”.
Amantes de si mesmos
Guerra e rumores de guerra 
• Século de guerras 
• O século XX caracterizou-se assim e deixou após si um total de 70 milhões 
entre mortos, feridos e desaparecidos. 
• A crescente tensão 
• Caminhamos para um grande conflito. O sonho de paz e segurança se tornou 
um pesadelo de terror. 
• A situação no Oriente Médio 
• agrava-se de maneira dramática. Mas o clamor por paz e segurança não se 
limita apenas ao Oriente Médio, abrangendo o mundo todo (1Ts 5.3). 
• Destruição total 
• Vivemos numa época em que é possível destruir o mundo inteiro em apenas 
uma hora.
Epidemias e fome 
• Epidemia coletiva 
• Em diversos lugares do mundo, bem como o surgimento de novo vírus letal 
criado por acidente em um laboratório de prestígio em manipulação 
genética. 
• Desolação na África 
• onde seus habitantes morrem por falta de alimentos. 
• Crise econômica mundial e da terrível taxa de desemprego 
• que está fazendo que cada vez mais pessoas tenham fome, mesmo nos 
países mais industrializados. 
• Fome 
• 1,3 bilhão de pessoas vive com menos de U$1/dia.
Epidemias e fome 
• 500.000.000 
• pessoas sofrem fome no mundo, conforme dados da FAO (Organização de 
Alimentação e Agricultura da ONU). 
• 24.000 
• pessoas morrem por dia em consequência de fome e subnutrição! 
• Na África 
• a fome tem uma terrível aliada: as guerrilhas, que dificultam as operações de 
socorro. 
• Em certas regiões da Índia Central 
• 77% da população vivem em condições de miséria. 
• As técnicas de produção de alimentos se aprimoraram, mas milhões de pessoas 
passam fome em todo o mundo. 
• No caso brasileiro chama a atenção a disparidade social entre quem ganha muito 
dinheiro e quem sobrevive comendo dia sim, dia não. O Brasil é o país aonde mais 
se faz cirurgias plásticas, por exemplo.
Doenças 
• Doenças cardíacas 
• causam cerca de 350 MIL MORTES POR ANO no Brasil 
• MAIS DE 1 BILHÃO de pessoas no mundo todo têm PRESSÃO ALTA 
• Há mais de 8 MILHÕES DE ADULTOS DIABÉTICOS 
• na América Central e do Sul 
• ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL (derrame) 
• mata cerca de 6 MILHÕES de pessoas no mundo 
• Câncer 
• No mundo aparecem, por ano, cerca de 8 milhões de novos casos de câncer e esse 
número, segundo o palestrante, irá dobrar até 2020, sendo que 70% desse índice 
ocorrerá principalmente na Índia, China e Rússia, ocasionados por tabagismo ou as 
agressões ao meio-ambiente. 
• Malária 
• mata 1.400 crianças por dia em todo o mundo.
Catástrofes mais frequentes e intensas 
• As catástrofes naturais alcançaram dimensões e frequências 
assustadoras, são cada vez mais dramáticas e se sucedem a 
intervalos sempre menores (Lc 21.25).
Aquecimento global 
• A Europa 
• tem sido castigada por ondas de calor de 
até 40° 
• Ciclones 
• Atingem o Brasil (principalmente a costa sul 
e sudeste 
• O número de desertos aumenta a cada 
dia 
• Furacões 
• causam mortes e destruição em várias 
regiões do planeta 
• As calotas polares 
• estão derretendo (fator que pode ocasionar 
o avanço dos oceanos sobre cidades 
litorâneas).
O aumento da Ciência 
• Invenções humanas 
• A humanidade tem feito, neste último século, mais progresso em ciência, 
invenções, medicina, transporte, comunicação, e em quase todas as outras 
áreas de conhecimento, do que em todos os demais séculos juntos! 
“Tu, porém, Daniel, cerra as palavras e sela o livro, até o fim do tempo; 
muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.” 
Daniel 12.4
Economia globalizada 
• Sistema econômico global 
• uma verdadeira teia, da qual 
ninguém mais pode escapar, e é 
possível que esse sistema 
desabe de uma hora para outra. 
• Atualmente uma crise em 
qualquer lugar do globo já abala 
o mundo inteiro (comp. 
Ap.18.10). 
• Uma prova disso é a União 
Europeia e a Internet
Escândalos, traição e ódio! 
Jimmy Swaggart, 
um dos maiores 
pregadores da década 
de 80, com programas 
transmitidos para mais 
de 40 países 
Ted Haggard, outro 
grande pregador 
admitiu, em 2006, sair 
com um garoto de 
programa 
Mike Guglielmucci, 
cantor australiano do 
ministério Hillsong, 
chegou a cantar 
entubado, dizia-se 
canceroso, mas 
mentia 
Os casos de 
pedofilia explodem 
mundo afora, 
obrigando a Igreja 
Católica a indenizar 
famílias 
Segundo o pastor Paulo Romeiro, pesquisador da Universidade Mackenzie, em São 
Paulo: “Basta uma rápida pesquisa na internet ou uma passagem pelo noticiário 
para ficar claro que nunca tivemos tantos escândalos e abusos na Igreja como 
agora. E muita coisa ainda é abafada dentro das próprias igrejas”.
A ameaça de uma Igreja mista 
• Essa Igreja mista aparece na malfadada tese do Ecumenismo. 
• É uma falsa unidade porque dilui princípios fundamentais de formação da 
Igreja segundo o padrão neotestamentário. 
• Muitos cristãos haveriam de trair a Igreja e desertá-la por causa das 
perseguições. 
• A ação de “trair-se uns aos outros” refere-se àqueles que, para salvar a 
própria pele, entregariam seus irmãos às autoridades.
“Cultos” estranhos em meio ao culto
Olhai para a figueira... 
“Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se 
renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão.” 
Mt 24.32
Olhai para a figueira... 
• Por 1878 anos Israel andou disperso, enquanto se esperava o 
cumprimento de inúmeras profecias. Até que em maio de 1948, se 
cumpriu a Palavra de Deus. 
Revista VEJA 
Edição histórica 
“Quem já ouviu uma coisa dessas? 
Quem já viu tais coisas? Pode uma 
nação nascer num só dia, ou, pode-se 
dar à luz um povo num instante? 
Pois Sião ainda estava em trabalho 
de parto, e deu à luz seus filhos.” 
Isaías 66.8
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Olhai para a figueira...
Proclamação mundial do evangelho 
• Missões Modernas 
• Atualmente é grande movimento das missões. Milhares de missionários 
cristãos penetraram a Ásia e a África, e ilhas, tendo o cristianismo 
experimentado crescimento sem precedente. 
• O evangelho soa em praticamente todos os lugares da terra. 
• A Bíblia está hoje traduzida em mais de 1.500 línguas e dialetos e está 
sendo distribuída numa média de 100 milhões de exemplares por 
ano.
Expectativa 
• Todos os cálculos de datas estão excluídos e por isso os cristãos vivem 
em expectativa diária exatamente porque não se pode saber a data. 
• Jesus tem a intenção exortar seus ouvintes a se manter prontos no 
presente para sua volta futura. 
• Devemos cumprir nossa tarefa de ganhar mais vidas para o Senhor 
Jesus 
"Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor" 
Mateus 24.42.
Expectativa 
• Todos os cálculos de datas estão excluídos e por isso os 
cristãos vivem em expectativa diária exatamente porque não se 
pode saber a data.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biblia+ anexos (02 - as duas mulheres de apocalipse)
Biblia+   anexos (02 - as duas mulheres de apocalipse)Biblia+   anexos (02 - as duas mulheres de apocalipse)
Biblia+ anexos (02 - as duas mulheres de apocalipse)Adão Bueno
 
Sinais que antecedem a volta de cristo
Sinais que antecedem a volta de cristoSinais que antecedem a volta de cristo
Sinais que antecedem a volta de cristoPaulo Roberto
 
Bibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblicoBibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblicoRODRIGO FERREIRA
 
Slide de missoes
Slide de missoesSlide de missoes
Slide de missoespaulode3
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósÉder Tomé
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoJosue Lima
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOMRODRIGO FERREIRA
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneMárcio Martins
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorAlmy Alves
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAlberto Nery
 
Apostila sobre o batismo nas aguas - Volume 1.pdf
Apostila sobre o batismo nas aguas - Volume 1.pdfApostila sobre o batismo nas aguas - Volume 1.pdf
Apostila sobre o batismo nas aguas - Volume 1.pdfJooAlbertoSoaresdaSi
 
Plano de-salvação
Plano de-salvaçãoPlano de-salvação
Plano de-salvaçãoDavi Leite
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoRODRIGO FERREIRA
 

Mais procurados (20)

Biblia+ anexos (02 - as duas mulheres de apocalipse)
Biblia+   anexos (02 - as duas mulheres de apocalipse)Biblia+   anexos (02 - as duas mulheres de apocalipse)
Biblia+ anexos (02 - as duas mulheres de apocalipse)
 
Evangelismo estudo pratico
Evangelismo   estudo pratico Evangelismo   estudo pratico
Evangelismo estudo pratico
 
Sinais que antecedem a volta de cristo
Sinais que antecedem a volta de cristoSinais que antecedem a volta de cristo
Sinais que antecedem a volta de cristo
 
Bibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblicoBibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblico
 
Slide de missoes
Slide de missoesSlide de missoes
Slide de missoes
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
Batismo nas águas
Batismo nas águasBatismo nas águas
Batismo nas águas
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
 
Apóstolo Paulo
Apóstolo PauloApóstolo Paulo
Apóstolo Paulo
 
Milagres de jesus
Milagres de jesusMilagres de jesus
Milagres de jesus
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e euLição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
Lição 14: Mulheres na Bíblia A Mulher Curada e eu
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
 
Apostila sobre o batismo nas aguas - Volume 1.pdf
Apostila sobre o batismo nas aguas - Volume 1.pdfApostila sobre o batismo nas aguas - Volume 1.pdf
Apostila sobre o batismo nas aguas - Volume 1.pdf
 
Plano de-salvação
Plano de-salvaçãoPlano de-salvação
Plano de-salvação
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 

Destaque

Destaque (20)

Como estudar
Como estudarComo estudar
Como estudar
 
10 dicas para sua apresentação
10 dicas para sua apresentação10 dicas para sua apresentação
10 dicas para sua apresentação
 
Atlas Bíblico - Apresentação
Atlas Bíblico - ApresentaçãoAtlas Bíblico - Apresentação
Atlas Bíblico - Apresentação
 
Reavaliando Conceitos
Reavaliando ConceitosReavaliando Conceitos
Reavaliando Conceitos
 
O papel da igreja na educação das crianças
O papel da igreja na educação das criançasO papel da igreja na educação das crianças
O papel da igreja na educação das crianças
 
Apresentação Verônica Lúcia
Apresentação Verônica LúciaApresentação Verônica Lúcia
Apresentação Verônica Lúcia
 
Curso de capacitação e atualização para professores da EBD
Curso de capacitação e atualização para professores da EBDCurso de capacitação e atualização para professores da EBD
Curso de capacitação e atualização para professores da EBD
 
Adoração
AdoraçãoAdoração
Adoração
 
Metodologias e técnicas de ensino
Metodologias e técnicas de ensinoMetodologias e técnicas de ensino
Metodologias e técnicas de ensino
 
As7 leisdo ensino
As7 leisdo ensinoAs7 leisdo ensino
As7 leisdo ensino
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 
A Nova Aliança
A Nova AliançaA Nova Aliança
A Nova Aliança
 
Mateus 24
Mateus 24Mateus 24
Mateus 24
 
LIÇÃO 02 – O NASCIMENTO DE JESUS
LIÇÃO 02 – O NASCIMENTO DE JESUSLIÇÃO 02 – O NASCIMENTO DE JESUS
LIÇÃO 02 – O NASCIMENTO DE JESUS
 
Escatologia vitoriosa
Escatologia vitoriosaEscatologia vitoriosa
Escatologia vitoriosa
 
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltaráEsteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
 
Esquema jesus nos 4 evangelhos
Esquema jesus nos 4 evangelhosEsquema jesus nos 4 evangelhos
Esquema jesus nos 4 evangelhos
 
Jesus cristo o messias
Jesus cristo o messiasJesus cristo o messias
Jesus cristo o messias
 
Evangelho de mateus
Evangelho de mateusEvangelho de mateus
Evangelho de mateus
 
O discipulado de jesus segundo mateus
O discipulado de jesus segundo mateusO discipulado de jesus segundo mateus
O discipulado de jesus segundo mateus
 

Semelhante a Sinais da Segunda Vinda de Jesus

Sinais da volta de jesus
Sinais da volta de jesusSinais da volta de jesus
Sinais da volta de jesusdimas campos
 
Quanto tempo nos resta?
Quanto tempo nos resta?Quanto tempo nos resta?
Quanto tempo nos resta?Daladier Lima
 
LBJ LIÇÃO 5 - Refugiados: um problema da atualidade?
LBJ LIÇÃO 5 - Refugiados: um problema da atualidade?LBJ LIÇÃO 5 - Refugiados: um problema da atualidade?
LBJ LIÇÃO 5 - Refugiados: um problema da atualidade?Natalino das Neves Neves
 
Módulo 3 contexto histórico regular
Módulo 3   contexto histórico regularMódulo 3   contexto histórico regular
Módulo 3 contexto histórico regularCarla Freitas
 
Teorias da Conspiração (Desvendando alguns segredos)
Teorias da Conspiração (Desvendando alguns segredos)Teorias da Conspiração (Desvendando alguns segredos)
Teorias da Conspiração (Desvendando alguns segredos)Arlei AJ
 
Escatologia, Sinais da volta de Jesus, Terceiro Templo, arrebatamento tribuna...
Escatologia, Sinais da volta de Jesus, Terceiro Templo, arrebatamento tribuna...Escatologia, Sinais da volta de Jesus, Terceiro Templo, arrebatamento tribuna...
Escatologia, Sinais da volta de Jesus, Terceiro Templo, arrebatamento tribuna...RODRIGO FERREIRA
 
Aula 3 escatologia
Aula 3   escatologiaAula 3   escatologia
Aula 3 escatologiamagnao2
 
Licao 5 - As Epidemias Globais - EBD Jovens
Licao 5 - As Epidemias Globais - EBD JovensLicao 5 - As Epidemias Globais - EBD Jovens
Licao 5 - As Epidemias Globais - EBD JovensProCarreira
 
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceisLição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceisNatalino das Neves Neves
 
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTOEstudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTOlevi carvalho
 
Lição 02 - Sinais que antecedem a volta de cristo
Lição 02 - Sinais que antecedem a volta de cristoLição 02 - Sinais que antecedem a volta de cristo
Lição 02 - Sinais que antecedem a volta de cristoRegio Davis
 
A grande necessidade - Paul Washer
A grande necessidade - Paul WasherA grande necessidade - Paul Washer
A grande necessidade - Paul WasherPortal Cristão
 
Sinais precursores do fim 2
Sinais precursores do fim   2Sinais precursores do fim   2
Sinais precursores do fim 2netirfreitas
 

Semelhante a Sinais da Segunda Vinda de Jesus (20)

Sinais da volta de jesus
Sinais da volta de jesusSinais da volta de jesus
Sinais da volta de jesus
 
sinais da volta de jesus
 sinais da volta de jesus sinais da volta de jesus
sinais da volta de jesus
 
Quanto tempo nos resta?
Quanto tempo nos resta?Quanto tempo nos resta?
Quanto tempo nos resta?
 
LBJ LIÇÃO 5 - Refugiados: um problema da atualidade?
LBJ LIÇÃO 5 - Refugiados: um problema da atualidade?LBJ LIÇÃO 5 - Refugiados: um problema da atualidade?
LBJ LIÇÃO 5 - Refugiados: um problema da atualidade?
 
Módulo 3 contexto histórico regular
Módulo 3   contexto histórico regularMódulo 3   contexto histórico regular
Módulo 3 contexto histórico regular
 
Teorias da Conspiração (Desvendando alguns segredos)
Teorias da Conspiração (Desvendando alguns segredos)Teorias da Conspiração (Desvendando alguns segredos)
Teorias da Conspiração (Desvendando alguns segredos)
 
Escatologia, Sinais da volta de Jesus, Terceiro Templo, arrebatamento tribuna...
Escatologia, Sinais da volta de Jesus, Terceiro Templo, arrebatamento tribuna...Escatologia, Sinais da volta de Jesus, Terceiro Templo, arrebatamento tribuna...
Escatologia, Sinais da volta de Jesus, Terceiro Templo, arrebatamento tribuna...
 
Aula 3 escatologia
Aula 3   escatologiaAula 3   escatologia
Aula 3 escatologia
 
O fim vem 11 04-2010
O  fim vem   11 04-2010O  fim vem   11 04-2010
O fim vem 11 04-2010
 
Licao 5 - As Epidemias Globais - EBD Jovens
Licao 5 - As Epidemias Globais - EBD JovensLicao 5 - As Epidemias Globais - EBD Jovens
Licao 5 - As Epidemias Globais - EBD Jovens
 
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceisLição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
Lição 2 - A provisão de deus em tempos difíceis
 
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTOEstudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
Estudo escatológicos - os sinais da vinda de CRISTO
 
Ult332
Ult332Ult332
Ult332
 
Lição 02 - Sinais que antecedem a volta de cristo
Lição 02 - Sinais que antecedem a volta de cristoLição 02 - Sinais que antecedem a volta de cristo
Lição 02 - Sinais que antecedem a volta de cristo
 
M7 ensino 03 04
M7 ensino 03 04M7 ensino 03 04
M7 ensino 03 04
 
A grande necessidade - Paul Washer
A grande necessidade - Paul WasherA grande necessidade - Paul Washer
A grande necessidade - Paul Washer
 
Emad lição 05 Quarta - Aula - (Pr. Atevaldo)
Emad   lição 05  Quarta - Aula - (Pr. Atevaldo)Emad   lição 05  Quarta - Aula - (Pr. Atevaldo)
Emad lição 05 Quarta - Aula - (Pr. Atevaldo)
 
A caminho da luz,emmanuel
A  caminho da luz,emmanuelA  caminho da luz,emmanuel
A caminho da luz,emmanuel
 
A caminho da luz
A caminho da luzA caminho da luz
A caminho da luz
 
Sinais precursores do fim 2
Sinais precursores do fim   2Sinais precursores do fim   2
Sinais precursores do fim 2
 

Mais de Márcio Melânia

Falando sobre relacionamentos
Falando sobre relacionamentosFalando sobre relacionamentos
Falando sobre relacionamentosMárcio Melânia
 
Maceió Antiga - Um resgate em imagens
Maceió Antiga - Um resgate em imagensMaceió Antiga - Um resgate em imagens
Maceió Antiga - Um resgate em imagensMárcio Melânia
 
O mercado de trabalho no futuro
O mercado de trabalho no futuroO mercado de trabalho no futuro
O mercado de trabalho no futuroMárcio Melânia
 
A importância da qualificação
A importância da qualificaçãoA importância da qualificação
A importância da qualificaçãoMárcio Melânia
 
Economia e Desenvolvimento Regional - Elaboração do painel
Economia e Desenvolvimento Regional - Elaboração do painelEconomia e Desenvolvimento Regional - Elaboração do painel
Economia e Desenvolvimento Regional - Elaboração do painelMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 11a aula
Desenvolvimento Regional - 11a aulaDesenvolvimento Regional - 11a aula
Desenvolvimento Regional - 11a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 10a aula
Desenvolvimento Regional - 10a aulaDesenvolvimento Regional - 10a aula
Desenvolvimento Regional - 10a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 9a aula
Desenvolvimento Regional - 9a aulaDesenvolvimento Regional - 9a aula
Desenvolvimento Regional - 9a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 8a aula
Desenvolvimento Regional - 8a aulaDesenvolvimento Regional - 8a aula
Desenvolvimento Regional - 8a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 7a aula
Desenvolvimento Regional - 7a aulaDesenvolvimento Regional - 7a aula
Desenvolvimento Regional - 7a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 6a aula
Desenvolvimento Regional - 6a aulaDesenvolvimento Regional - 6a aula
Desenvolvimento Regional - 6a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 5a aula
Desenvolvimento Regional - 5a aulaDesenvolvimento Regional - 5a aula
Desenvolvimento Regional - 5a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 4a aula
Desenvolvimento Regional - 4a aulaDesenvolvimento Regional - 4a aula
Desenvolvimento Regional - 4a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 3a aula
Desenvolvimento Regional - 3a aulaDesenvolvimento Regional - 3a aula
Desenvolvimento Regional - 3a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 2a aula
Desenvolvimento Regional - 2a aulaDesenvolvimento Regional - 2a aula
Desenvolvimento Regional - 2a aulaMárcio Melânia
 
Desenvolvimento Regional - 1a aula
Desenvolvimento Regional - 1a aulaDesenvolvimento Regional - 1a aula
Desenvolvimento Regional - 1a aulaMárcio Melânia
 
13 atitudes para uma liderança de sucesso
13 atitudes para uma liderança de sucesso13 atitudes para uma liderança de sucesso
13 atitudes para uma liderança de sucessoMárcio Melânia
 
10 dicas para sua apresentação v2
10 dicas para sua apresentação v210 dicas para sua apresentação v2
10 dicas para sua apresentação v2Márcio Melânia
 
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança CristãO Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança CristãMárcio Melânia
 
Regionalização para o Planejamento do Estado de Alagoas
Regionalização para o Planejamento do Estado de AlagoasRegionalização para o Planejamento do Estado de Alagoas
Regionalização para o Planejamento do Estado de AlagoasMárcio Melânia
 

Mais de Márcio Melânia (20)

Falando sobre relacionamentos
Falando sobre relacionamentosFalando sobre relacionamentos
Falando sobre relacionamentos
 
Maceió Antiga - Um resgate em imagens
Maceió Antiga - Um resgate em imagensMaceió Antiga - Um resgate em imagens
Maceió Antiga - Um resgate em imagens
 
O mercado de trabalho no futuro
O mercado de trabalho no futuroO mercado de trabalho no futuro
O mercado de trabalho no futuro
 
A importância da qualificação
A importância da qualificaçãoA importância da qualificação
A importância da qualificação
 
Economia e Desenvolvimento Regional - Elaboração do painel
Economia e Desenvolvimento Regional - Elaboração do painelEconomia e Desenvolvimento Regional - Elaboração do painel
Economia e Desenvolvimento Regional - Elaboração do painel
 
Desenvolvimento Regional - 11a aula
Desenvolvimento Regional - 11a aulaDesenvolvimento Regional - 11a aula
Desenvolvimento Regional - 11a aula
 
Desenvolvimento Regional - 10a aula
Desenvolvimento Regional - 10a aulaDesenvolvimento Regional - 10a aula
Desenvolvimento Regional - 10a aula
 
Desenvolvimento Regional - 9a aula
Desenvolvimento Regional - 9a aulaDesenvolvimento Regional - 9a aula
Desenvolvimento Regional - 9a aula
 
Desenvolvimento Regional - 8a aula
Desenvolvimento Regional - 8a aulaDesenvolvimento Regional - 8a aula
Desenvolvimento Regional - 8a aula
 
Desenvolvimento Regional - 7a aula
Desenvolvimento Regional - 7a aulaDesenvolvimento Regional - 7a aula
Desenvolvimento Regional - 7a aula
 
Desenvolvimento Regional - 6a aula
Desenvolvimento Regional - 6a aulaDesenvolvimento Regional - 6a aula
Desenvolvimento Regional - 6a aula
 
Desenvolvimento Regional - 5a aula
Desenvolvimento Regional - 5a aulaDesenvolvimento Regional - 5a aula
Desenvolvimento Regional - 5a aula
 
Desenvolvimento Regional - 4a aula
Desenvolvimento Regional - 4a aulaDesenvolvimento Regional - 4a aula
Desenvolvimento Regional - 4a aula
 
Desenvolvimento Regional - 3a aula
Desenvolvimento Regional - 3a aulaDesenvolvimento Regional - 3a aula
Desenvolvimento Regional - 3a aula
 
Desenvolvimento Regional - 2a aula
Desenvolvimento Regional - 2a aulaDesenvolvimento Regional - 2a aula
Desenvolvimento Regional - 2a aula
 
Desenvolvimento Regional - 1a aula
Desenvolvimento Regional - 1a aulaDesenvolvimento Regional - 1a aula
Desenvolvimento Regional - 1a aula
 
13 atitudes para uma liderança de sucesso
13 atitudes para uma liderança de sucesso13 atitudes para uma liderança de sucesso
13 atitudes para uma liderança de sucesso
 
10 dicas para sua apresentação v2
10 dicas para sua apresentação v210 dicas para sua apresentação v2
10 dicas para sua apresentação v2
 
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança CristãO Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
O Especialista da Toalha - Curso de Liderança Cristã
 
Regionalização para o Planejamento do Estado de Alagoas
Regionalização para o Planejamento do Estado de AlagoasRegionalização para o Planejamento do Estado de Alagoas
Regionalização para o Planejamento do Estado de Alagoas
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 

Último (20)

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 

Sinais da Segunda Vinda de Jesus

  • 1. Sinais da Segunda Vinda de Jesus “Olhai para a Figueira…” Jesus
  • 2. “E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto, sede sóbrios e vigiai em oração.” 1 Pedro 4.7
  • 3. Texto Base – Mateus 24; Lucas 21 • Os textos de Mateus e Lucas são uma profecia com duas abrangências: • Histórica e Escatológica. • Em primeiro lugar, diz respeito a Israel e, depois, refere-se à Igreja.
  • 4. Texto Base – Mateus 24; Lucas 21 • Nos dois textos observamos que Jesus responde a três perguntas: 1. Dize-nos, quando serão essas coisas, 2. e que sinal haverá da tua vinda e 3. do fim do mundo?
  • 5. Jesus prediz a destruição de Jerusalém • No ano 70 d.C. o general Tito com seus exércitos entrou em Jerusalém e destruiu tudo, inclusive o templo. • De fato, não ficou pedra sobre pedra. • A profecia teve seu cumprimento literal.
  • 6. Mateus 24 • Falsos cristos (v.5). • Nos quase dois mil anos de história do Cristianismo, centenas de falsos cristos (ou messias) têm aparecido e enganado a muita gente. Inri Cristo Brasil 22/03/1948 Sai Baba Índia 23/11/1926 24/04/2011 Allan Kardec França 03/10/1804 31/03/1869 Jim Jones EUA 13/05/1931 18/11/1978 • Guerras não-determinantes (v.6). Sun Myung Moon Coréia do Sul 06/01/1920 José Luis de Jesus Miranda Porto Rico 22/04/1946 • São as guerras (pequenas e grandes que têm marcado com sangue o nosso planeta) que não podem ser determinadas como sinais evidentes da volta do Senhor Jesus. Elas confundem porque não têm as características que determinam um sinal escatológico.
  • 7. Mateus 24 • “o princípio de dores” (v. 8) • A simultaneidade dos sinais • Há uma certa simultaneidade dos acontecimentos que envolvem “conflitos bélicos entre nações, fomes, pestes e terremotos”.
  • 8. Amantes de si mesmos
  • 9. Guerra e rumores de guerra • Século de guerras • O século XX caracterizou-se assim e deixou após si um total de 70 milhões entre mortos, feridos e desaparecidos. • A crescente tensão • Caminhamos para um grande conflito. O sonho de paz e segurança se tornou um pesadelo de terror. • A situação no Oriente Médio • agrava-se de maneira dramática. Mas o clamor por paz e segurança não se limita apenas ao Oriente Médio, abrangendo o mundo todo (1Ts 5.3). • Destruição total • Vivemos numa época em que é possível destruir o mundo inteiro em apenas uma hora.
  • 10. Epidemias e fome • Epidemia coletiva • Em diversos lugares do mundo, bem como o surgimento de novo vírus letal criado por acidente em um laboratório de prestígio em manipulação genética. • Desolação na África • onde seus habitantes morrem por falta de alimentos. • Crise econômica mundial e da terrível taxa de desemprego • que está fazendo que cada vez mais pessoas tenham fome, mesmo nos países mais industrializados. • Fome • 1,3 bilhão de pessoas vive com menos de U$1/dia.
  • 11. Epidemias e fome • 500.000.000 • pessoas sofrem fome no mundo, conforme dados da FAO (Organização de Alimentação e Agricultura da ONU). • 24.000 • pessoas morrem por dia em consequência de fome e subnutrição! • Na África • a fome tem uma terrível aliada: as guerrilhas, que dificultam as operações de socorro. • Em certas regiões da Índia Central • 77% da população vivem em condições de miséria. • As técnicas de produção de alimentos se aprimoraram, mas milhões de pessoas passam fome em todo o mundo. • No caso brasileiro chama a atenção a disparidade social entre quem ganha muito dinheiro e quem sobrevive comendo dia sim, dia não. O Brasil é o país aonde mais se faz cirurgias plásticas, por exemplo.
  • 12. Doenças • Doenças cardíacas • causam cerca de 350 MIL MORTES POR ANO no Brasil • MAIS DE 1 BILHÃO de pessoas no mundo todo têm PRESSÃO ALTA • Há mais de 8 MILHÕES DE ADULTOS DIABÉTICOS • na América Central e do Sul • ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL (derrame) • mata cerca de 6 MILHÕES de pessoas no mundo • Câncer • No mundo aparecem, por ano, cerca de 8 milhões de novos casos de câncer e esse número, segundo o palestrante, irá dobrar até 2020, sendo que 70% desse índice ocorrerá principalmente na Índia, China e Rússia, ocasionados por tabagismo ou as agressões ao meio-ambiente. • Malária • mata 1.400 crianças por dia em todo o mundo.
  • 13. Catástrofes mais frequentes e intensas • As catástrofes naturais alcançaram dimensões e frequências assustadoras, são cada vez mais dramáticas e se sucedem a intervalos sempre menores (Lc 21.25).
  • 14. Aquecimento global • A Europa • tem sido castigada por ondas de calor de até 40° • Ciclones • Atingem o Brasil (principalmente a costa sul e sudeste • O número de desertos aumenta a cada dia • Furacões • causam mortes e destruição em várias regiões do planeta • As calotas polares • estão derretendo (fator que pode ocasionar o avanço dos oceanos sobre cidades litorâneas).
  • 15. O aumento da Ciência • Invenções humanas • A humanidade tem feito, neste último século, mais progresso em ciência, invenções, medicina, transporte, comunicação, e em quase todas as outras áreas de conhecimento, do que em todos os demais séculos juntos! “Tu, porém, Daniel, cerra as palavras e sela o livro, até o fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.” Daniel 12.4
  • 16. Economia globalizada • Sistema econômico global • uma verdadeira teia, da qual ninguém mais pode escapar, e é possível que esse sistema desabe de uma hora para outra. • Atualmente uma crise em qualquer lugar do globo já abala o mundo inteiro (comp. Ap.18.10). • Uma prova disso é a União Europeia e a Internet
  • 17. Escândalos, traição e ódio! Jimmy Swaggart, um dos maiores pregadores da década de 80, com programas transmitidos para mais de 40 países Ted Haggard, outro grande pregador admitiu, em 2006, sair com um garoto de programa Mike Guglielmucci, cantor australiano do ministério Hillsong, chegou a cantar entubado, dizia-se canceroso, mas mentia Os casos de pedofilia explodem mundo afora, obrigando a Igreja Católica a indenizar famílias Segundo o pastor Paulo Romeiro, pesquisador da Universidade Mackenzie, em São Paulo: “Basta uma rápida pesquisa na internet ou uma passagem pelo noticiário para ficar claro que nunca tivemos tantos escândalos e abusos na Igreja como agora. E muita coisa ainda é abafada dentro das próprias igrejas”.
  • 18. A ameaça de uma Igreja mista • Essa Igreja mista aparece na malfadada tese do Ecumenismo. • É uma falsa unidade porque dilui princípios fundamentais de formação da Igreja segundo o padrão neotestamentário. • Muitos cristãos haveriam de trair a Igreja e desertá-la por causa das perseguições. • A ação de “trair-se uns aos outros” refere-se àqueles que, para salvar a própria pele, entregariam seus irmãos às autoridades.
  • 19. “Cultos” estranhos em meio ao culto
  • 20. Olhai para a figueira... “Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão.” Mt 24.32
  • 21. Olhai para a figueira... • Por 1878 anos Israel andou disperso, enquanto se esperava o cumprimento de inúmeras profecias. Até que em maio de 1948, se cumpriu a Palavra de Deus. Revista VEJA Edição histórica “Quem já ouviu uma coisa dessas? Quem já viu tais coisas? Pode uma nação nascer num só dia, ou, pode-se dar à luz um povo num instante? Pois Sião ainda estava em trabalho de parto, e deu à luz seus filhos.” Isaías 66.8
  • 22. Olhai para a figueira...
  • 23. Olhai para a figueira...
  • 24. Olhai para a figueira...
  • 25. Olhai para a figueira...
  • 26. Olhai para a figueira...
  • 27. Olhai para a figueira...
  • 28. Olhai para a figueira...
  • 29. Olhai para a figueira...
  • 30. Olhai para a figueira...
  • 31. Olhai para a figueira...
  • 32. Olhai para a figueira...
  • 33. Olhai para a figueira...
  • 34. Olhai para a figueira...
  • 35. Olhai para a figueira...
  • 36. Olhai para a figueira...
  • 37. Olhai para a figueira...
  • 38. Olhai para a figueira...
  • 39. Proclamação mundial do evangelho • Missões Modernas • Atualmente é grande movimento das missões. Milhares de missionários cristãos penetraram a Ásia e a África, e ilhas, tendo o cristianismo experimentado crescimento sem precedente. • O evangelho soa em praticamente todos os lugares da terra. • A Bíblia está hoje traduzida em mais de 1.500 línguas e dialetos e está sendo distribuída numa média de 100 milhões de exemplares por ano.
  • 40. Expectativa • Todos os cálculos de datas estão excluídos e por isso os cristãos vivem em expectativa diária exatamente porque não se pode saber a data. • Jesus tem a intenção exortar seus ouvintes a se manter prontos no presente para sua volta futura. • Devemos cumprir nossa tarefa de ganhar mais vidas para o Senhor Jesus "Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor" Mateus 24.42.
  • 41. Expectativa • Todos os cálculos de datas estão excluídos e por isso os cristãos vivem em expectativa diária exatamente porque não se pode saber a data.