O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Evangelho de mateus

516 visualizações

Publicada em

Aula de EBD do dia 13 09 15, na Igreja Batista em Afrânio

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Evangelho de mateus

  1. 1. Mateus: O Evangelho do Reino de Deus“Daí por diante passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos porque está próximo o reino dos céus.” (4.17)
  2. 2. O Evangelho do Reino de Deus“Daí por diante passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos Mate us
  3. 3. Características Principais  Interesse Messiânico  Particularismo Judaico  Universalismo Cristão  Elementos Eclesiásticos  Interesse Escatológico
  4. 4. Características Principais Interesse messiânico 1.22; 2.5,6; 2.15; 2.17; 2.23; 3.3; 3.12-16;
  5. 5. Características Principais Particularismo Judaico
  6. 6. Características Principais Particularismo Judaico
  7. 7. Características Principais Particularismo Judaico
  8. 8. Características Principais Particularismo Judaico
  9. 9. Características Principais Particularismo Judaico
  10. 10. Características Principais Particularismo Judaico
  11. 11. Características Principais Particularismo Judaico
  12. 12. Características Principais Particularismo Judaico
  13. 13. Características Principais Particularismo Judaico
  14. 14. Características Principais Universalismo Cristão
  15. 15. Características Principais Universalismo Cristão
  16. 16. Características Principais Universalismo Cristão
  17. 17. Características Principais Universalismo Cristão
  18. 18. Características Principais Universalismo Cristão
  19. 19. Características Principais Elementos eclesiásticos
  20. 20. Características Principais Interesse Escatológico
  21. 21. Propósito Mateus pretende mostrar que os eventos principais na vida de Jesus aconteceram em cumprimento às profecias do Antigo Testamento
  22. 22. Destinatári osMateus é um Judeu escrevendo para Judeus
  23. 23. Forma Literária Grandes Blocos de Discursos: 1. Sermão da Montanha (5-7) 2. Comissão dos Doze (10) 3. Parábolas do Reino (13) 4. Valores do Reino (18) 5. Denúncia contra Escribas e Fariseus (23) 6. Sermão Apocalíptico (25,26)
  24. 24. Forma Literária Grandes Blocos de Discursos: 1. Tríplice divisão da genealogia(1.17) 2. Três tentações (4.1-11) 3. Três ilustrações de Justiça; proibições; ordens (6.1-7.20) 4. Três grupo de três milagres (8.1-9.34) 5. Parábolas em blocos de três (13)
  25. 25. Estrutura 1. A Revelação do Rei (1.1-10.42) 2. A Rebelião contra o Rei (11.1-13.58) 3. O Rei a sós com os discípulos (14.1- 20.34) 4. A Rejeição do Rei (21.1-27.66) 5. A Ressurreição do Rei (28.1-20)
  26. 26. 1. A Revelação do Rei (1.1-10.42) Sua Pessoa Nascimento Crescimento Batismo Tentação Início do Ministério
  27. 27. 1. A Revelação do Rei (1.1-10.42) Sua Pessoa Nascimento Crescimento Batismo Tentação Início do Ministério Seus Princípios Bem Aventuranças Sal e Luz Amor aos inimigos Preocupações da vida Julgamento?
  28. 28. 1. A Revelação do Rei (1.1-10.42) Pessoa Nascimento Crescimento Batismo Tentação Ministério Princípios Aventuranças Sal e Luz Amor aos inimigos Preocupações da vida Julgamento? Seu Poder Leproso Tempestade Endemoninhados Paralítico Cegos e Mudos
  29. 29. 1. A Revelação do Rei (1.1-10.42) Sua Pessoa Seus Princípios Seu Poder
  30. 30. 1. A Rebelião contra o Rei (11.1- 13.58) A Rejeição do seu Mensageiro (11.1-19) A Negação de suas obras (11.20-30) A Recusa dos seus princípios (12.1-21) O Ataque à sua pessoa (12.22-50) Os Mistérios do Reino (13.1-53)
  31. 31. 1. A Retirada do Rei (14.1-20.34) Antes da Confissão de Pedro (14.1-16.12) Durante a Confissão de Pedro (16.13-28) Após a Confissão de Pedro (17.1-20.34)
  32. 32. 1. A Rejeição do Rei (21.1-27.66) Conflito com os Líderes (21.17-23.39) Mensagem Profética (24.1-25.46) Sofrimento e Morte (26.1-27.66)
  33. 33. 1. A Ressurreição do Rei (28.1-20) Conquista sobre a morte (28.1-10) Tentativa de mistificação (28.11-15) Jesus confere autoridade e poder (28.16- 20)

×