Lições Adultos Busque ao Senhor e Viva!Lição 7 - O povo especial de Deus (Miqueias) 11 a 18 de maioSábado à tarde Ano Bíbl...
gente! Por que me pedes que faça como uma babá e os carregue no colo como criancinhas para a terra que juraste daraos seus...
adivinhos e os que dizem o que vai acontecer no futuro passarão vergonha. Não receberão resposta de Deus e por issoficarão...
Davi é escolhido e ungidoI Sam. 16:1 Então, disse o SENHOR a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, ...
fidelidade aos outros de modo livre e espontâneo. Andar com Deus significa colocá-Lo em primeiro lugar e viver emconformid...
tragédia que sobreviria a Israel; Paulo fez muitos sacrifícios para pregar o evangelho. 2. Planejar e executar o mal;ganân...
Perguntas para discussão:1. Na lição desta semana, qual é o verso bíblico mais poderoso para encorajar o cristão na luta c...
como Deus age, é possível somente pelo Seu poder. Precisamos ser exemplos vivos da extraordinária graça de Deus.Amar a dem...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O povo especial de Deus_Lição original com textos_722013

427 visualizações

Publicada em

A lição original com os textos bíblicos tem como finalidade facilitar a leitura ou mesmo o estudo, os versos estão na sequência correta, evitando a necessidade de procurá-los, o que agiliza, para os que tem o tempo limitado, vc pode levá-la no ipad, no pendrive, celular e etc, ler a qualquer momento e em qualquer lugar que desejar, até sem a necessidade de estar conectado na internet.

Que... “Deus tenha misericórdia de nós e nós abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós. Para que se conheça na terra o teu caminho, e em todas as nações a tua salvação”. Sal. 67:1-2.

Bom Estudo!

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

O povo especial de Deus_Lição original com textos_722013

  1. 1. Lições Adultos Busque ao Senhor e Viva!Lição 7 - O povo especial de Deus (Miqueias) 11 a 18 de maioSábado à tarde Ano Bíblico: 2Cr 5–7VERSO PARA MEMORIZAR: “Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques ajustiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus” (Mq 6:8).Leituras da Semana: Mq 1:1-9; 2Co 11:23-27; Mq 2:1-11; 5:2; 6:1-8; 7:18-20Pensamento-chave: Mesmo em meio à pior apostasia, o Senhor estava disposto a perdoar e curar Seu povo.O profeta Miqueias ministrou em um dos mais obscuros períodos da história de Israel. Havia muito tempo que o paístinha sido dividido em dois reinos. Finalmente, a Assíria pôs fim ao reino do norte, e Miqueias notava o mal e a violênciainvadindo Judá, no sul. Ele pregou contra os pecados mortais da desonestidade, injustiça, suborno e desconfiança.Miqueias foi o primeiro profeta bíblico a prever a destruição de Jerusalém (Mq 3:12).No entanto, por inspiração divina, o profeta viu luz nesse tempo de escuridão. Com a ajuda da perspectiva de Deus, eleolhou além do castigo iminente. Miqueias proferiu palavras de encorajamento e declarou que o Líder ungido do Senhorviria de Belém. O Messias seria o líder que salvaria Israel e falaria de paz às nações, ensinando-as a converter “suasespadas em relhas de arado” (Mq 4:3). A repreensão divina seria o canal de restauração e bênçãos supremas.Domingo - A agonia do profeta Ano Bíblico: 2Cr 8, 9Em Miqueias 1:1-9, o profeta convida toda a Terra a testemunhar o juízo de Deus contra os pecadores. As cidades capitaisde Samaria e de Jerusalém são apontadas porque seus líderes não foram exemplos do que significa seguir a Deus de todoo coração. Essas duas cidades seriam as primeiras a sofrer a destruição.“Esta é a mensagem que o SENHOR Deus deu a Miquéias, da cidade de Moresete. Miquéias teve estas visões a respeitodas cidades de Samaria e de Jerusalém durante os reinados de Jotão, Acaz e Ezequias na terra de Judá. Escutem, todos ospovos; prestem atenção, todos os moradores da terra! O SENHOR vai ser testemunha contra vocês; do seu templo nocéu, ele falará. Ele descerá do lugar onde mora e caminhará sobre as montanhas. Debaixo dos seus pés, as montanhasse desfazem; são como cera que se derrete no fogo. Os vales se abrem, como se uma enchente os cortasse ao meio.Tudo isso acontecerá porque o povo de Israel pecou e se revoltou contra Deus. Quem é culpado da revolta de Israel? É opovo de Samaria! E quem é responsável por haver santuários pagãos em Judá? É o povo de Jerusalém! Por isso, oSENHOR diz: —Eu farei com que a cidade de Samaria vire um montão de ruínas em campo aberto; farei com que seja umlugar para plantação de uvas. Farei com que as pedras da cidade rolem monte abaixo e que os alicerces das casas deSamaria fiquem aparecendo. Todas as imagens serão destruídas, toda a riqueza conseguida à custa das prostitutas dosseus templos pagãos será queimada, e todos os ídolos virarão um monte de ruínas. Tudo o que foi comprado com odinheiro das prostitutas será usado para pagar as prostitutas em outros templos pagãos. Por isso, eu choro e grito de dore em sinal de tristeza ando descalço e nu, uivando como uma raposa e soltando gritos de dor como uma avestruz. Pois osferimentos do povo de Samaria não podem ser curados; a destruição já atingiu Judá e está perto de Jerusalém, onde viveo meu povo.” (Miquéias 1:1-9 NTLH)O pensamento do juízo destrutivo produziu verdadeira tensão na vida de Miqueias. Visto que seu chamado profético ouniu ao propósito de Deus, ele não tinha escolha, senão anunciar o que estava por vir no futuro próximo. Mas o profetatambém amava o povo ao qual ele pertencia e a ideia de seu cativeiro o levou a lamentar. Muitas vezes, uma notícia mátinha o efeito mais devastador sobre a mente e o corpo do profeta do que sobre os destinatários.1. O que os textos a seguir ensinam sobre a difícil condição dos profetas? Nm 11:10-15; 1Rs 19:1-4;Jr 8:21–9:2; Ez 24:15-18; 2Co 11:23-27“Então Moisés ouviu o choro do povo. Cada família chorava na entrada da sua barraca. O SENHOR ficou muito irado. EMoisés também ficou aborrecido e disse a Deus, o SENHOR: —Por que me tens tratado tão mal? Por que estás aborrecidocomigo? Por que me deste um trabalho tão pesado de dirigir todo este povo? Eu não fiz este povo, nem dei à luz estaramos@advir.comramos@advir.com
  2. 2. gente! Por que me pedes que faça como uma babá e os carregue no colo como criancinhas para a terra que juraste daraos seus antepassados? Onde poderia eu conseguir carne para dar a todo este povo? Eles vêm chorar perto de mim edizem que querem comer carne. Eu sozinho não posso cuidar de todo este povo; isso é demais para mim! Se vais metratar desse jeito, tem pena de mim e mata-me! Se gostas de mim, não deixes que eu continue sofrendo deste jeito!”(Números 11:10-15 NTLH)“O rei Acabe contou à sua esposa Jezabel tudo o que Elias havia feito e como havia matado à espada todos os profetasdo deus Baal. Aí ela mandou um mensageiro a Elias com o seguinte recado: —Que os deuses me matem, se até amanhãa esta hora eu não fizer com você o mesmo que você fez com os profetas! Elias ficou com medo e, para salvar a vida,fugiu com o seu ajudante para a cidade de Berseba, que ficava na região de Judá. Deixou ali o seu ajudante e foi para odeserto, andando um dia inteiro. Aí parou, sentou-se na sombra de uma árvore e teve vontade de morrer. Então orouassim: —Já chega, ó SENHOR Deus! Acaba agora com a minha vida! Eu sou um fracasso, como foram os meusantepassados.” (1 Reis 19:1-4 NTLH)21“O meu coração está ferido porque o meu povo está ferido. Choro, completamente desanimado. 22 Será que não há maisremédio em Gileade? Não há médico lá? Então por que o meu povo não foi curado? 1 Eu gostaria que a minha cabeçafosse como um poço de água e que os meus olhos fossem como uma fonte de lágrimas, para que eu pudesse chorar dia enoite pela minha gente que foi morta. 2 Eu gostaria de ter um lugar para ficar no deserto, onde pudesse estar longe do meupovo. Todos eles são adúlteros, são um bando de traidores”. (Jeremias 8:21-9:2 NTLH)“O SENHOR me disse o seguinte: —Homem mortal, com um só golpe, vou levar aquela que você mais ama. Não reclame,não chore, não derrame lágrimas. Não deixe que ninguém ouça os seus gemidos. Não ande sem chapéu ou descalço,como sinal de luto. Não cubra o rosto, nem coma a comida que oferecem nos enterros. De manhã eu estava falando como povo, e à noite a minha esposa faleceu. No dia seguinte, fiz como o SENHOR havia mandado.” (Ezequiel 24:15-18NTLH)“Eles são servos de Cristo? Mas eu sou um servo melhor do que eles, embora, ao dizer isso, eu esteja falando como sefosse louco. Pois eu tenho trabalhado mais do que eles e tenho estado mais vezes na cadeia. Tenho sido chicoteadomuito mais do que eles e muitas vezes estive em perigo de morte. Em cinco ocasiões os judeus me deram trinta e novechicotadas. Três vezes os romanos me bateram com porretes, e uma vez fui apedrejado. Três vezes o navio em que euestava viajando afundou, e numa dessas vezes passei vinte e quatro horas boiando no mar. Nas muitas viagens que fiz,tenho estado em perigos de inundações e de ladrões; em perigos causados pelos meus patrícios, os judeus, e tambémpelos não-judeus. Tenho estado no meio de perigos nas cidades, nos desertos e em alto mar; e também em perigoscausados por falsos irmãos. Tenho tido trabalhos e canseiras. Muitas vezes tenho ficado sem dormir. Tenho passado fomee sede; têm me faltado casa, comida e roupas.” (2 Coríntios 11:23-27 NTLH)Os profetas de Deus ficavam muito envolvidos nas mensagens que anunciavam. Eles não gostavam de falar sobre ascoisas terríveis que aconteceriam. Muitas vezes, usavam lamentações para expressar suas reações aos desastresiminentes. A dor deles era real. Para os ouvintes, a mensagem estava contida tanto nas palavras proféticas quanto nossinais externos, que muitas vezes revelavam uma dor profunda que provinha do coração. A reação de Miqueias ao juízodivino nos faz lembrar de Isaías, que por três anos andou seminu e descalço, como sinal visível da vergonha que ocativeiro traria. Podemos pesquisar também sobre o grande sofrimento que Ellen G. White suportou em seu ministério.Isso nos ajudará a entender melhor o que os servos de Deus tiveram que enfrentar.Leia 1 Pedro 4:14-16. Depois considere a si mesmo e as provas pelas quais está passando. Quanto sofrimento temocorrido por causa de sua fidelidade a Deus? Você tem sofrido devido à infidelidade?Segunda - Aquele que trama iniquidade Ano Bíblico: 2Cr 10–132. Quais são os pecados que ameaçam trazer juízo sobre as pessoas? Mq 2:1-11; Mq 3“Ai daqueles que antes de se levantarem de manhã já fazem planos para explorar e maltratar os outros! E logo que selevantam fazem o que querem, pois são poderosos! Quando querem terrenos ou casas, eles os tomam. Maltratam osoutros e não respeitam a família nem a propriedade de ninguém. Por isso, o SENHOR diz: —Vou fazer a desgraça cairsobre vocês, e vocês não escaparão. Será um tempo de sofrimento, e vocês não andarão mais tão cheios de orgulho.Quando aquele dia chegar, outros vão inventar um provérbio a respeito de vocês e cantarão esta canção triste: “Estamoscompletamente arruinados! O SENHOR tirou a nossa terra, ele tirou o que era nosso e deu aos que nos conquistaram.”Portanto, quando a Terra Prometida for repartida de novo entre o povo do SENHOR Deus, nenhum de vocês receberá nemuma parte dela. O povo me diz: —Pare com essas profecias! Não diga isso! Não é possível que Deus faça a desgraça cairsobre a gente! Será que o povo de Israel está amaldiçoado? Será que o SENHOR está irritado? É assim que ele age? OSENHOR Deus diz: —De fato, as minhas palavras fazem bem aos que são bons. Mas vocês, como se fossem inimigos,atacaram o meu povo. Os homens voltam da guerra, pensando que estão sãos e salvos, mas vocês roubam as suasroupas. Vocês expulsam dos seus lares queridos as mulheres do meu povo, e assim os filhos delas perdem para sempreas bênçãos que prometi. Saiam daqui! Vão embora! Pois não é este o lugar onde vocês vão descansar em paz. Aqui hátanta gente desonesta e sem-vergonha, que a destruição vai ser total. O profeta que essa gente prefere é aquele queanda pregando mentiras e falsidades, prometendo vinho e cerveja para todos.” (Miquéias 2:1-11 NTLH)“Escutem, líderes e autoridades de Israel! Vocês deviam praticar a justiça e, no entanto, odeiam o bem e amam o mal.Vocês tiram a pele do meu povo e arrancam a carne dos seus ossos. Vocês devoram o meu povo: arrancam a pele,quebram os ossos e cortam a carne em pedaços, como se faz com a carne que vai ser cozinhada. Virá o dia em quevocês clamarão ao SENHOR Deus, mas ele não os atenderá; vocês fazem o que é mau, e por isso ele não ouvirá as suasorações. Os profetas enganam o povo. Para os que lhes pagam eles prometem paz, mas ameaçam com guerra os quenão lhes dão nada. O SENHOR diz a esses profetas: —Em vez de visões vocês terão a escuridão, e em vez de revelaçõeshaverá somente trevas para vocês. A luz do dia vai desaparecer para vocês, e a escuridão da noite cairá sobre vocês. Osramos@advir.comramos@advir.com
  3. 3. adivinhos e os que dizem o que vai acontecer no futuro passarão vergonha. Não receberão resposta de Deus e por issoficarão desmoralizados. Mas, quanto a mim, o Espírito do SENHOR me dá poder, amor pela justiça e coragem paracondenar os pecados e as maldades do povo de Israel. Escutem, líderes e autoridades de Israel! Vocês odeiam o que ébom e torcem a justiça. Vocês estão construindo Jerusalém, a cidade santa, sobre um alicerce de injustiças e de crimesde sangue. As autoridades de Jerusalém aceitam dinheiro para torcer a justiça, os sacerdotes cobram para ensinar a Lei,e os profetas exigem pagamento para adivinhar o futuro. Mas mesmo assim eles afirmam que recebem ajuda de Deus.Eles dizem: “Nenhum mal vai acontecer porque o SENHOR está do nosso lado.” Portanto, por causa de vocês, Jerusalémvai virar um montão de pedras, o monte Sião vai ser arado como um campo, e o lugar onde fica o Templo se tornará umafloresta.” (Miquéias 3:1-12 NTLH)A ascensão de Acaz ao trono pôs Isaías e seus associados face a face com circunstâncias mais aterradoras do que as queaté então tiveram lugar no reino de Judá. Muitos que anteriormente haviam resistido às influências sedutoras de práticasidólatras estavam então sendo persuadidos a tomar parte na adoração de divindades pagãs. Príncipes em Israel semostravam infiéis ao seu dever; falsos profetas se levantavam com mensagens que levavam ao extravio, e até algunsdos sacerdotes estavam ensinando por interesse. Mesmo assim os líderes em apostasia ainda conservavam as formas doculto divino e presumiam ser contados entre o povo de Deus.“O profeta Miqueias, que durante esses tempos conturbados deu seu testemunho, declarou que os pecadores de Sião, aomesmo tempo que afirmavam estar apoiados no Senhor, e que em blasfêmia se vangloriavam dizendo: ‘Não está oSenhor no meio de nós? Nenhum mal nos sobrevirá’, continuavam a edificar ‘a Sião com sangue, e a Jerusalém, comperversidade’” (Mq 3:11, 10; Ellen G. White, Profetas e Reis, p. 322).Um dos problemas constantes que a nação hebraica enfrentava era o engano de que seu status especial como povo deDeus – seu conhecimento do verdadeiro Deus, ao contrário da tolice da idolatria pagã (Sl 115:4-9) – os tornava de algumaforma imunes à retribuição divina. A terrível verdade, porém, é que precisamente porque eles tinham um status especialdiante de Deus, seriam considerados muito mais culpados por seus pecados. Como no livro de Deuteronômio,repetidamente o Senhor os advertiu de que todas as bênçãos, proteção e prosperidade que seriam deles eramcondicionais à obediência aos Seus mandamentos, como é visto nesta advertência: “Tão somente guarda-te a ti mesmo eguarda bem a tua alma, que te não esqueças daquelas coisas que os teus olhos têm visto, e se não apartem do teucoração todos os dias da tua vida, e as farás saber a teus filhos e aos filhos de teus filhos” (Dt 4:9).Tentamos enganar a nós mesmos quanto ao perigo de cometer o mesmo erro de Israel no passado? Pelo fato depossuirmos muita luz, pensamos que não podemos ser punidos?Terça - O novo Rei de Belém Ano Bíblico: 2Cr 14–16No livro de Miqueias, o humor muitas vezes muda drasticamente da tristeza para a esperança sublime. Essa esperança évista em uma das mais famosas profecias messiânicas.3. Quem foi mencionado em Miqueias 5:2? O que aprendemos sobre Ele nesse verso? Jo 1:1-3; 8:58;Cl 1:16, 17“O SENHOR Deus diz: - Belém-Efrata, você é uma das menores cidades de Judá, mas do seu meio farei sair aquele queserá o rei de Israel. Ele será descendente de uma família que começou em tempos antigos, num passado muitodistante.” (Miquéias 5:2 NTLH)“Antes de ser criado o mundo, aquele que é a Palavra já existia. Ele estava com Deus e era Deus. Desde o princípio, aPalavra estava com Deus. Por meio da Palavra, Deus fez todas as coisas, e nada do que existe foi feito sem ela.” (João1:1-3 NTLH)“Eu afirmo a vocês que isto é verdade: antes de Abraão nascer, “EU SOU”! - respondeu Jesus.” (João 8:58 NTLH)“Pois, por meio dele, Deus criou tudo, no céu e na terra, tanto o que se vê como o que não se vê, inclusive todos ospoderes espirituais, as forças, os governos e as autoridades. Por meio dele e para ele, Deus criou todo o Universo. Antesde tudo, ele já existia, e, por estarem unidas com ele, todas as coisas são conservadas em ordem e harmonia.”(Colossenses 1:16-17 NTLH)De uma pequena cidade da Judeia viria Alguém da eternidade para ser governante em Israel. Miqueias 5:2 é um dos maispreciosos versos bíblicos, escrito para fortalecer a esperança do povo que aguardava ansiosamente o Líder idealprometido pelos profetas. Seu governo conduziria a um tempo de força, justiça e paz (Mq 5:4-6).“O rei virá e será o pastor do seu povo, governando-o com a força que o SENHOR lhe dará e em nome do SENHOR, o seuglorioso Deus. O seu povo viverá em segurança, pois o seu poder alcançará os lugares mais distantes do mundo. E eletrará a paz. Quando os assírios invadirem o nosso país e conquistarem as nossas fortalezas, nós mandaremos para lutarcontra eles os nossos líderes mais importantes. Estes invadirão a terra de Ninrode, isto é, a Assíria, e a conquistarão. Eassim, quando os assírios atacarem o nosso país, o rei nos salvará.” (Miquéias 5:4-6 NTLH)Davi era natural de Belém, cidade também chamada de Efrata (Gn 35:19). A menção dessa cidade destaca a origemhumilde tanto de Davi quanto de seu futuro sucessor, que seria o verdadeiro Pastor do povo (Mq 5:4). Na humilde cidadede Belém o profeta Samuel ungiu o filho mais novo de Jessé, Davi, que devia ser rei de Israel (1Sm 16:1-13; 17:12).Quando os sábios foram à procura do recém nascido “Rei dos judeus”, o rei Herodes perguntou aos especialistas nasEscrituras onde deveriam procurá-Lo (Mt 2:4-6). Eles mencionaram a ele essa passagem, que predizia que o Messias viriada pequena cidade de Belém.Assim, Raquel morreu e foi sepultada na beira do caminho de Efrata, que agora se chama Belém. (Gn 35:19 NTLH)ramos@advir.comramos@advir.com
  4. 4. Davi é escolhido e ungidoI Sam. 16:1 Então, disse o SENHOR a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reinesobre Israel? Enche o teu vaso de azeite e vem; enviar-te-ei a Jessé, o belemita; porque dentre os seus filhos me tenhoprovido de um rei. 2 Porém disse Samuel: Como irei eu? Pois, ouvindo-o Saul, me matará. Então, disse o SENHOR: Tomauma bezerra das vacas em tuas mãos e dize: Vim para sacrificar ao SENHOR. 3 E convidarás Jessé ao sacrifício; e eu tefarei saber o que hás de fazer, e ungir-me-ás a quem eu te disser. 4 Fez, pois, Samuel o que dissera o SENHOR e veio aBelém. Então, os anciãos da cidade saíram ao encontro, tremendo, e disseram: De paz é a tua vinda? 5 E disse ele: É depaz; vim sacrificar ao SENHOR. Santificai-vos e vinde comigo ao sacrifício. E santificou ele a Jessé e os seus filhos e osconvidou ao sacrifício. 6 E sucedeu que, entrando eles, viu a Eliabe e disse: Certamente, está perante o SENHOR o seuungido. 7 Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a altura da sua estatura, porqueo tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém oSENHOR olha para o coração. 8 Então, chamou Jessé a Abinadabe e o fez passar diante de Samuel, o qual disse: Nem aeste tem escolhido o SENHOR. 9 Então, Jessé fez passar a Samá, porém disse: Tampouco a este tem escolhido oSENHOR. 10 Assim, fez passar Jessé os seus sete filhos diante de Samuel; porém Samuel disse a Jessé: O SENHOR nãotem escolhido estes. 11 Disse mais Samuel a Jessé: Acabaram-se os jovens? E disse: Ainda falta o menor, e eis queapascenta as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Envia e manda-o chamar, porquanto não nos assentaremos em rodada mesa até que ele venha aqui. 12 Então, mandou em busca dele e o trouxe (e era ruivo, e formoso de semblante, e deboa presença). E disse o SENHOR: Levanta-te e unge-o, porque este mesmo é. 13 Então, Samuel tomou o vaso do azeitee ungiu-o no meio dos seus irmãos; e, desde aquele dia em diante, o Espírito do SENHOR se apoderou de Davi. Então,Samuel se levantou e se tornou a Ramá.E Davi era filho de um homem, efrateu, de Belém de Judá, cujo nome era Jessé, que tinha oito filhos; e, nos dias de Saul,era este homem já velho e adiantado na idade entre os homens. (1Sm 17:12)“Tão incompreensível como isso seja para nossa mente finita e caída, esse bebê era o Deus eterno, Criador dos céus e daTerra. “Desde os dias da eternidade o Senhor Jesus Cristo era um com o Pai” (Ellen G. White, O Desejado de Todas asNações, p. 19). Por mais incrível que seja a ideia, esta é uma das verdades mais fundamentais do cristianismo: O Deuscriador tomou sobre Si a humanidade e nessa humanidade Se ofereceu como sacrifício pelos nossos pecados. Setomarmos tempo para pensar sobre o que isso nos ensina a respeito do valor de nossa vida e do que significamos paraDeus, podemos ter uma experiência que transforma a vida. Quando tantas pessoas lutam para encontrar propósito esignificado para sua existência, temos o fundamento da cruz, que não apenas nos firma no significado de nossa vida,mas também nos dá a esperança de algo maior do que aquilo que este mundo pode oferecer.Quarta - O que é bom Ano Bíblico: 2Cr 17–20No início de Miqueias 6, Deus dialogou com Seu povo, listando todas as coisas que tinha feito em seu favor. Em resposta,o adorador que ia ao templo perguntava o que ele podia fazer para agradar a Deus. O que constitui uma oferta aceitável:“bezerros de um ano”, milhares de carneiros”, “dez mil ribeiros de azeite?”, ou até mesmo o filho primogênito doadorador? Há uma constante progressão do tamanho e do valor das ofertas especificadas no texto.4. Leia Miqueias 6:1-8. A verdade é apenas doutrina correta e compreensão detalhada da profecia, ou Deus espera algomais? Mt 23:23“Escutem a acusação que o SENHOR Deus vai fazer contra o seu povo! Levanta-te, ó Deus, e faze a tua acusação; e queas montanhas e os montes ouçam o que dizes. Ó montanhas, ó alicerces firmes da terra, escutem a acusação que oSENHOR faz contra Israel. Pois ele tem uma questão para resolver com o seu povo; ele vai acusar o povo de Israel. OSENHOR diz: - Meu povo, o que foi que eu fiz de errado? Será que exigi demais de vocês? Respondam! Eu os tirei doEgito, salvando-os da escravidão, e enviei Moisés, Arão e Míriam para os guiar pelo deserto. Meu povo, lembre dos planosque Balaque, rei de Moabe, fez contra vocês e da resposta que Balaão, filho de Beor, lhe deu. Lembrem de tudo o queaconteceu desde que saíram do acampamento do vale das Acácias até que chegaram à cidade de Gilgal. Não esqueçamnunca as vitórias que eu, o SENHOR, consegui. O que é que eu levarei quando for adorar o SENHOR? O que oferecerei aoDeus Altíssimo? Será que deverei apresentar a Deus bezerros de um ano para serem completamente queimados? Seráque o SENHOR ficará contente se eu oferecer milhares de carneiros ou milhares e milhares de rios de azeite? Será quedeverei oferecer o meu filho mais velho como sacrifício para pagar os meus pecados e as minhas maldades? O SENHORjá nos mostrou o que é bom, ele já disse o que exige de nós. O que ele quer é que façamos o que é direito, que amemosuns aos outros com dedicação e que vivamos em humilde obediência ao nosso Deus.” (Miquéias 6:1-8 NTLH)“Ai de vocês, mestres da Lei e fariseus, hipócritas! Pois vocês dão a Deus a décima parte até mesmo da hortelã, da erva-doce e do cominho, mas não obedecem aos mandamentos mais importantes da Lei, que são: o de serem justos com osoutros, o de serem bondosos e o de serem honestos. Mas são justamente essas coisas que vocês devem fazer, semdeixar de lado as outras.” (Mateus 23:23 NTLH)O profeta declarou que Deus já revelou o que Ele quer. Por meio dos ensinamentos de Moisés, o povo sabia o que Deusgraciosamente tinha feito por ele (Dt 10:12, 13). A resposta de Miqueias não era uma nova revelação que sinalizava umamudança nos requisitos de Deus. Sacrifícios e serviços sacerdotais não eram a primeira preocupação de Deus. Osupremo desejo do Senhor era ter um povo que fosse justo para com seus semelhantes, com devoção constante e amorpara com o Senhor. A oferta mais extravagante que as pessoas podem dar a Deus é a obediência.Miqueias 6:8 é a mais sucinta declaração da vontade de Deus para Seu povo. O texto resume todos os ensinamentosproféticos sobre a verdadeira religião: uma vida que revele a justiça, misericórdia e intimidade com Deus. Justiça é algoque as pessoas fazem quando são movidas pelo Espírito Santo. Tem a ver com retidão e igualdade para todos,especialmente os fracos e impotentes que são explorados por outros. Bondade significa demonstrar amor, lealdade eramos@advir.comramos@advir.com
  5. 5. fidelidade aos outros de modo livre e espontâneo. Andar com Deus significa colocá-Lo em primeiro lugar e viver emconformidade com Sua vontade."Povo de Israel, escute o que o SENHOR Deus exige de você. Ele quer que vocês o temam e sigam todas as suas ordens;quer que o amem e que o sirvam com todo o coração e com toda a alma." 13 Obedeçam a todas as leis de Deus que euestou dando a vocês hoje, para o seu bem. (Dt 10:12, 13 NTLH)O SENHOR já nos mostrou o que é bom, ele já disse o que exige de nós. O que ele quer é que façamos o que é direito, queamemos uns aos outros com dedicação e que vivamos em humilde obediência ao nosso Deus. (Miq. 6:8 NTLH)Por que é mais fácil guardar o sábado estritamente do que praticar a justiça, amar a misericórdia e andar humildementediante de Deus?Quinta - Nas profundezas do mar Ano Bíblico: 2Cr 21–23O livro de Miqueias começa com uma descrição dos juízos, mas termina com palavras de esperança. Há pessoas quetentam minimizar ou negar a realidade dos juízos de Deus. Fazer isso é cair na armadilha em que caíram oscontemporâneos de Miqueias, que acreditavam que Deus nunca mandaria juízos sobre a nação escolhida.A justiça de Deus é o outro lado do Seu amor e preocupação. A boa notícia apresentada por Miqueias é que a puniçãonunca é a última palavra de Deus. A ação divina nas Escrituras se move constantemente do juízo para o perdão, dapunição para a graça e do sofrimento para a esperança.5. Leia Miqueias 7:18-20. Como a esperança do evangelho é revelada nesses versos? Por que precisamos deladesesperadamente?“Ó Deus, não há outro deus como tu, pois perdoas os pecados e as maldades daqueles do teu povo que ficaram vivos. Tunão continuas irado para sempre, mas tens prazer em nos mostrar sempre o teu amor. Novamente, terás compaixão denós; acabarás com as nossas maldades e jogarás os nossos pecados no fundo do mar. Como prometeste antigamenteaos nossos antepassados, tu serás fiel e mostrarás o teu amor a nós, os descendentes de Abraão e de Jacó.” (Miquéias7:18-20 NTLH)Os versos finais de Miqueias apresentam seu louvor cheio de esperança. A pergunta “Quem, ó Deus, é semelhante aTi[...]”? Corresponde ao nome de Miqueias, que significa “Quem é como o Senhor?” Ela serve como lembrete dasingularidade de Deus e afirma a verdade de que não há ninguém igual a Ele. Como poderia haver? Afinal, somente Ele éo Criador. Tudo o mais são criaturas. Ainda mais importante, nosso Criador é o Deus da graça, do perdão, um Deus quefoi aos extremos mais inimagináveis possíveis a fim de nos salvar da destruição que seria, de modo justo, nossarecompensa. Ele teria feito isso pela nação hebraica e também fará o mesmo por nós.É possível que sejamos rodeados por circunstâncias difíceis e experiências dolorosas que nos deixem perguntando porque Deus permite que tudo isso aconteça. Às vezes, é muito difícil entender as coisas. Em tais momentos, nossaesperança repousa apenas no Senhor, que promete lançar nossos pecados nas profundezas do mar. Há esperança para ofuturo ao lembrar o que Deus fez no passado.Considere sua vida com atenção. Por que sua única esperança está na promessa de que Deus lançará seus pecados “nasprofundezas do mar”?Sexta - Estudo adicional Ano Bíblico: 2Cr 24, 25Se Jerusalém tivesse conhecimento do que era seu privilégio saber, e dado ouvidos à luz que o Céu lhe tinha enviado,poderia ter se destacado na alegria de sua prosperidade, tendo sido rainha de reinos, livre na força do poder dado porseu Deus. Não teria havido soldados armados às suas portas [...] O glorioso destino que felicitaria Jerusalém, houvesseela aceitado o Redentor, surgiu aos olhos do Filho de Deus. Viu que, por meio dEle, ela poderia ter sido curada de suagrave enfermidade, libertada da escravidão e estabelecida como poderosa metrópole da Terra. De suas muralhas partiriaa pomba da paz, em direção de todas as nações. Ela seria o diadema de glória do mundo” (Ellen G. White, O Desejado deTodas as Nações, p. 577).Perguntas para reflexão1. Se você quer entender em um contexto mais moderno o sofrimento que os profetas de Deus muitas vezesexperimentaram, leia o livro Vida e Ensinos, de Ellen G. White. O que esse livro ensina sobre as lutas e provações quefiéis mensageiros de Deus podem enfrentar?2. É tão fácil se envolver com as formas religiosas, tradições e rituais, os quais podem ser bons. Porém, o que acontecequando essas formas e rituais se tornam fins em si mesmos, em vez de nos conduzir para o que realmente significa serum seguidor do Deus a quem adoramos com essas formas?3. Pense mais na ideia da encarnação, o conceito de que o Deus criador tomou sobre Si a natureza humana. Como umteólogo medieval escreveu: “Retendo tudo o que Ele era, Cristo tomou sobre Si o que Ele não era”, isto é, a nossahumanidade. Pense sobre o que essa surpreendente verdade revela acerca do amor de Deus por nós. Por que essaverdade deve nos encher de esperança, gratidão e louvor, independentemente das circunstâncias?Respostas sugestivas: 1. Moisés sofreu por causa das muitas reclamações de Israel no deserto; Elias foi ameaçado demorte por Jezabel; Jeremias lamentou o sofrimento e os pecados do povo; Ezequiel perdeu a esposa como sinal daramos@advir.comramos@advir.com
  6. 6. tragédia que sobreviria a Israel; Paulo fez muitos sacrifícios para pregar o evangelho. 2. Planejar e executar o mal;ganância, desonestidade e violência; roubo; falsas profecias; odiar o bem e amar o mal; hipocrisia. 3. O Messias, eternoRei de Israel, que nasceria em Belém para salvar a humanidade; Ele é o Criador e Redentor. 4. Deus espera que creiamosna verdadeira religião; mas além das formalidades religiosas, Ele espera que pratiquemos a justiça, amemos amisericórdia e andemos humildemente diante do Senhor. A religião exterior deve caminhar com a espiritualidade interior.5. Deus perdoa nossos pecados e os esquece; em Sua misericórdia, Ele lançará nossas iniquidades nas profundezas domar e manterá a fidelidade ao Seu povo. Sem o perdão de Deus, não temos esperança!Auxiliar – ResumoTexto-chave: Miqueias 6:8O SENHOR já nos mostrou o que é bom, ele já disse o que exige de nós. O que ele quer é que façamos o que é direito, queamemos uns aos outros com dedicação e que vivamos em humilde obediência ao nosso Deus. (Miq. 6:8 NTLH)O aluno deverá...Conhecer: Que Deus revela o que é bom em Sua Palavra. Sua revelação nos dá a compreensão que não podemos obterde outra forma. Deus quer apenas o nosso melhor. Por isso, Ele nos dá instruções e leis.Sentir: Desejo de estar perto do Senhor, de Seu caráter amoroso e desfrutar Sua presença.Fazer: Passar tempo com Ele. Como resultado, Seu amor e bondade serão vistos em nosso caráter, enquanto agimoscomo o Senhor.EsboçoI. Saber: Andar humildemente com o SenhorA. Como você pode andar humildemente com o Senhor?B. Por que é tão difícil exercer misericórdia?C. O que significa praticar a justiça?II. Sentir: Amar a misericórdiaA. Qual é a diferença entre demonstrar misericórdia e amar a manifestação da misericórdia?B. Como você se sente ao perdoar alguém que não merece?III. Fazer: Praticar a justiçaA. Por que é tão importante exortar o povo de Deus a praticar a justiça?B. Como você pode harmonizar misericórdia e justiça nas decisões de sua igreja ao lidar com questões problemáticas?C. Convide os alunos da classe a partilhar suas experiências pessoais de quando eles lutaram para decidir se mostrariammisericórdia ou justiça a uma pessoa culpada.Resumo: O profeta Miqueias explicou quem é Deus. Depois, exortou as pessoas a andar com Ele para que refletissem Seucaráter, ou seja, amar a demonstração de misericórdia e fazer o que é justo. Somente contemplando Deus iremos imitá-Lo e ser como Ele é.Ciclo do AprendizadoMotivaçãoFocalizando a Palavra: Miqueias 6:8Conceito-chave para o crescimento espiritual: Deus perdoa, mostra misericórdia e age com justiça. Quando andamoshumildemente com Ele, aprendemos a amar a misericórdia e fazer o que é justo. Ao fazer isso, refletimos Seu caráter.Só para o professor: Um excelente resumo da mensagem de Miqueias é encontrado no fim de seu livro (Mq 7:18-20).Essa passagem é um jogo de palavras com o nome do profeta (Miqueias significa “Quem é como o Senhor?”), porque elatambém começa com a pergunta “Quem, ó Deus, é semelhante a Ti [...]?” A resposta esperada para essa perguntaretórica é “ninguém”, porque Deus é único. Ele perdoa o pecado, deleita-Se na compaixão e deseja demonstrarmisericórdia. Ele é sempre fiel, ama a misericórdia, e age com justiça.Esse Deus de graça é o Deus do Antigo Testamento. Não há diferença entre o Deus do Antigo Testamento e o do NovoTestamento. Isso está em oposição a Marcião, que já no segundo século depois de Cristo, fez uma distinção incorretaentre o que ele caracterizou como um Deus do Antigo Testamento, severo, justo, cruel e irado, e Jesus Cristo, o Deus doNovo Testamento, amoroso, perdoador e bondoso. A realidade é que o Deus que criou a humanidade e tirou Israel doEgito e o levou para a Terra Prometida é exatamente o mesmo Deus que morreu por nós no Calvário! “Jesus Cristo, onteme hoje, é o mesmo e o será para sempre” (Hb 13:8).Discussão de abertura: As pessoas muitas vezes não entendem o Antigo Testamento e imaginam o Deus do AntigoTestamento como um Deus de guerra, sangue, punição e julgamento, enquanto ignoram as imagens ainda mais severasde um Deus justo no Novo Testamento (veja, por exemplo, Mt 23:13-39; 24:51; At 5:1-11; Ap 14:9-11; 19:17-21). Noentanto, há apenas um Deus bíblico, que é amor (Êx 34:6, 7; 1Jo 4:16). É preciso corrigir nossa interpretação dasEscrituras, geralmente distorcida, e não o caráter de Deus. O Senhor é o Deus de amor, verdade, justiça e liberdade.ramos@advir.comramos@advir.com
  7. 7. Perguntas para discussão:1. Na lição desta semana, qual é o verso bíblico mais poderoso para encorajar o cristão na luta contra o mal?2. Qual é o significado da vitória de Cristo na cruz? Que implicações isso tem para a compreensão de Deus como o Deusdo amor e justiça?CompreensãoSó para o professor: Miqueias foi um profeta do oitavo século antes de Cristo (entre 750 a.C. e 686 a.C.), contemporâneode Isaías. Sua mensagem é dirigida à sua própria geração, mas especialmente ao remanescente (esse termo aparececinco vezes em seu livro: Mq 2:12; 4:7; 5:7, 8; 7:18).A condição da sociedade em que ele vivia parece ser a que ele descreveria se vivesse em nossa sociedade pós-moderna(leia especialmente Mq 7:2-6): Não havia pessoas piedosas, a violência e o derramamento de sangue prevaleciam emtodos os lugares, amigos traíam-se, as melhores pessoas eram como espinheiros, os que estavam no poder pediamsubornos, os juízes estavam corrompidos, havia conspiração em toda parte, não se podia confiar em vizinhos, amigos oucônjuge, filhos estavam em conflito com os pais, etc. Somente a mensagem de Deus tinha poder para curar essesrelacionamentos quebrados.Comentário BíblicoI. O que Deus pede (Recapitule com a classe Mq 6:8.)O livro não foi escrito apenas para informação. A Palavra de Deus tem poder para transformar seus leitores. Miqueiaslevantou questões muito importantes. Se Deus é amoroso, perdoador, misericordioso, compassivo, como podemosagradá-Lo? Como podemos obter Seu favor? Sacrificando animais? Apresentando-Lhe dádivas especiais? Sacrificando ofilho primogênito? Absolutamente, não! Deus não tem prazer em rituais nem na religião externa e formal. Ele quer mais.Como devemos nos aproximar do Senhor? A resposta clara é apresentada em Miqueias 6:8: “Ele te declarou, ó homem, oque é bom e que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente como teu Deus.”A versão bíblica The New Living Translation [Tradução Nova Vida] contém as seguintes palavras: “Não, ó povo, o Senhorlhe disse o que é bom, e isso é o que Ele pede de você: fazer o que é justo, amar a misericórdia e andar humildementecom seu Deus.”Miqueias 6:8 é o verso por excelência para a ética bíblica e descreve o verdadeiro estilo de vida do cristão. Para entendermelhor o que Deus está dizendo por meio de Miqueias, precisamos nos familiarizar com uma característica essencial dopensamento hebraico. Quando os autores bíblicos queriam explicar uma sequência de ações diferentes, eles asdescreviam normalmente a partir do efeito para a causa. Esse princípio funciona do visível para o invisível, do superficialpara o real, do exterior para o interior. Pensamos e falamos de forma diferente hoje. Explicamos as coisas da causa parao efeito.Em outras palavras, para entender o que Miqueias estava realmente dizendo, para captar sua mensagem, é precisoinverter a sequência dos pensamentos. Precisamos começar a estudar esse verso a partir do fim. Assim, a sequênciacorreta para nós hoje é:Primeiro, “Andar humildemente com Deus”. Essa é a causa de todas as outras ações descritas.Segundo, “Amar a misericórdia!” Esse é o primeiro resultado.Finalmente, “Praticar a justiça!” Essa é a consequência adicional.Pense nisto: Como podemos obter o favor de Deus? Quais são os efeitos de caminhar humildemente com o Senhor?II. Andar com o Senhor! (Recapitule com a classe Gn 5:24.)Em alguns países europeus, quando dois jovens estão profundamente apaixonados e namorando, as pessoas descrevemesse relacionamento com a expressão idiomática “eles andam juntos”. O significado dessa expressão é que o casal gostade estar junto, deseja conhecer um ao outro e está apaixonado.Caminhar com o Senhor significa amá-Lo, conhecer mais e mais quem Ele é, como Enoque, que andou com Deus, “e jánão era, porque Deus o tomou para Si” (Gn 5:24).Dessa forma, seremos semelhantes a Ele. Aquele a quem amamos, imitamos. A pessoa que escolhemos para imitar faz adiferença. Tudo depende do nosso desejo de ser como Deus: amorosos, bondosos, perdoadores, misericordiosos,servidores, compassivos e altruístas.É muito fácil ser espiritualmente orgulhoso, confiando em nossas realizações bem-sucedidas de curto prazo, mas é muitoenganoso e perigoso se concentrar nelas. A decepção é amarga! Por isso, Miqueias salientou que precisamos andarhumildemente com o Senhor.Pense nisto: Como você pode ter certeza de que a rotina diária e as preocupações da vida não o afastam da caminhadacom o Senhor? Como você pode andar com o Senhor enquanto trabalha, fala, estuda ou se diverte?III. Amar a misericórdia e praticar a justiça (Recapitule com a classe Mq 6:8.)Uma coisa é demonstrar misericórdia e outra é amar essa prática. Precisamos amar a prática do perdão, não serimpelidos nem forçados a fazer isso. Devemos amar de modo altruísta, como Deus ama. Agir de maneira abnegada,ramos@advir.comramos@advir.com
  8. 8. como Deus age, é possível somente pelo Seu poder. Precisamos ser exemplos vivos da extraordinária graça de Deus.Amar a demonstração da misericórdia traz resultados surpreendentes.Quando podemos saber como praticar a justiça? Somente quando andamos humildemente com o Senhor e amamos aprática do perdão, da misericórdia e da compaixão. Esse é o resultado de uma caminhada íntima com o Senhor. Quandopraticamos o amor, podemos saber como defender a verdade e a justiça e como ter paixão pela justiça.Pense nisto: O que significa “amar” a misericórdia? Como podemos perdoar e demonstrar misericórdia às pessoasquando elas repetidamente cometem os mesmos erros? O que significa praticar a justiça?AplicaçãoSó para o professor: Deus lança todas as nossas iniquidades nas profundezas do mar. Utilize a seguinte história parailustrar esse conceito e ajudar os alunos a perdoar livremente como Deus nos perdoa.ramos@advir.comramos@advir.com

×