História da Língua Portuguesa - APP

2.080 visualizações

Publicada em

História da Língua Portuguesa - APP
Prof.ª Ana Maria Ramires

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.080
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
517
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História da Língua Portuguesa - APP

  1. 1. E. E. Antonio Pinto PereiraProf.ª Ana Maria Ramires1º Ano E. MédioHistória da Língua Portuguesa
  2. 2. IntroduçãoVivemos numa época de mudanças muito rápidas, mergulhadas num mundo de palavras e imagens, que nos chegam por rádio, televisão, jornais, livros, revistas, internet, teatro, cinema. É preciso ser capaz de opinar a respeito desse mundo, de expressar sentimentos, de entender o outro, é uma das condições fundamentais para tornar-se, de fato, um cidadão.Foi pensando nisso que selecionamos o material que poderá auxiliá-lo durante suas aulas no primeiro bimestre de 2008.Apresentamos aqui, um breve resumo da história da Língua Portuguesa, poemas, textos narrativos e publicitários, exemplos de gêneros textuais, música e um projeto para cada ano do Ensino Médio.Esperamos que estas sugestões contribuam para o enriquecimento de suas aulas e que seus alunos estejam aptos a enfrentar as rápidas mudanças do mundo atual, questionando e participando conscientemente das decisões importantes durante a vida.
  3. 3. HISTÓRIA DA LÍNGUAPORTUGUESAApresentamos aqui, um texto informativo sobre a história da Língua Portuguesa. Através deste texto é possível trabalhar alguns aspectos da história da Língua Portuguesa, estimulando no aluno o desejo de buscar maiores informações sobre o assunto.
  4. 4. PORTUGUÊS NO BRASILAo Brasil, a Língua Portuguesa foi trazida no século XVI através do descobrimento. Os indígenas apresentaram grande resistência à imposição da língua dos colonizadores. Além das diversas línguas indígenas, misturaram- se também ao português o espanhol e o francês (invasões), as línguas africanas (tráfico negreiro) e posteriormente, com a imigração, outras línguas européias (italiano, alemão e espanhol). A língua também sofreu influência dos veículos de comunicação, com isso absorvemos palavras japonesas, francesas e principalmente inglesas.
  5. 5. PRINCIPAIS INFLUÊNCIAS NA LÍNGUA PORTUGUESA FALADA NO BRASILINFLUÊNCIA EXEMPLOS Nomes de pessoas: Ubirajara, Iracema..Tupi Nomes de lugares: Ipanema, Copacabana... Nomes de animais e plantas: tatu, arara, caju, maracujá...Dialetos africanos Acarajé, dendê, fubá, quilombo, moleque, caçula...Alemão Níquel, gás...Espanhol Bolero, castanhola...Japonês Karaokê, camicase...Francês Paletó, boné, matinê, abat-jour (abajur), bâton (batom), cabaret (cabaré)...Italiano - geralmente termos relacionados às artes e à culinária Macarrão, piano, soneto, bandido, ária, camarim, partitura, lasanha...Inglês Show, software, hamburger...
  6. 6. VARIAÇÃO LINGÜÍSTICAO estudo da variação lingüística é também essencial para a conscientização linguística do aluno, permitindo que ele construa uma postura não preconceituosa em relação a usos linguísticos distintos dos seus.Professor é muito importante mostrarmos aos alunos às razões dos diferentes usos, quando é utilizada a linguagem formal, a informal, a técnica ou as linguagens relacionadas aos falantes, como por exemplo, a linguagem dos adolescentes, das pessoas mais velhas.Aqui temos um exemplo de texto, no qual é possível trabalhar variação lingüística:
  7. 7. PressaSó tenho tempo pras manchetesNo metrôE o que acontece na novelaAlguém me conta no corredorEscolho os filmes que eu nãoVejoNo elevadorPelas estrelas que eu encontroNa crítica do leitorEu tenho pressa e tanta coisa me interessaMas nada tanto assimEu me concentro em apostilasCoisa tão normalLeio os roteiros de viagemEnquanto rola o comercialConheço quase o mundo inteiroPor cartão-postalEu sei de quase tudo um poucoE quase tudo malEu tenho pressa e quase tudo me interessaMas nada tanto assimBruno & Leoni Furtado
  8. 8. Identifica-se termo dalinguagem informal em:“Leio os roteiros de viagem enquanto rola o comercial”.“Conheço quase o mundo inteiro por cartão postal”.“Eu sei de quase tudo um pouco e quase tudo mal.”“Eu tenho pressa e tanta coisa me interessa, mas nada tanto assim”.
  9. 9. LINGUAGEM CULTA ECOLOQUIALLíngua (Usos culto, coloquial e popular - gíria)A Língua é um código de que se serve o homem para elaborar mensagens, para se comunicar. Existem basicamente duas modalidades de língua, ou seja, duas línguas funcionais:1) Língua funcional de modalidade culta, Língua Culta ou Língua-padrão, que compreende a língua literária, tem por base a norma culta, forma lingüística utilizada pelo segmento mais culto e influente de uma sociedade. Constitui, em suma, a língua utilizada pelos veículos de comunicação de massa (emissoras de rádio e televisão, jornais, revistas, painéis, anúncios, etc.), cuja função é a de serem aliados da escola, prestando serviço à sociedade, colaborando na educação, e não justamente o contrário;2) Língua funcional de modalidade popular; Língua popular ou Língua cotidiana, que apresenta gradações as mais diversas, tem o seu limite na gíria e no calão.
  10. 10. Norma cultaA Norma Culta, forma lingüística que todo povo civilizado possui, é a que assegura a unidade da língua nacional. E justamente em nome dessa unidade, tão importante do ponto de vista político-cultural, que é ensinada nas escolas e difundida nas gramáticas. Sendo mais espontânea e criativa, a língua popular se afigura mais expressiva e dinâmica. Temos, assim, a guisa de exemplificação:Estou preocupado. (norma culta) Tô preocupado. (língua popular) Tô grilado. (gíria, limite da língua popular)Não basta conhecer apenas uma modalidade de língua; urge conhecer a língua popular, captando-lhe a espontaneidade, expressividade e enorme criatividade, para viver; urge conhecer a língua culta para conviver.

×