SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
EE Antonio Pinto Pereira
História
Divisão do estado de Mato Grosso e
Mato Grosso do Sul
9º Ano
Prof.ª Jaice Vargas
Edição e pesquisa PROGETEC Rafael
Matos
• Ocorreu em 1979;
• Lei Complementar n.º 31 de 11/10/1977;
• O sul possuía ligações históricas com os
vizinhos (Paraguai, São Paulo, Minas
Gerais e Paraná);
• O norte possuía ligação restrita com o Rio
de Janeiro.
Fatos históricos
• Fim da Guerra do Paraguai (1870);
• Ideia de abandono e de distanciamento do
eixo administrativo (Cuiabá);
• Aumento da população e crescimento
econômico do sul.
Nioaque
Um dos primeiros movimentos e mais
importantes pela divisão do estado de Mato
Grosso surgiu em Nioaque.
Após a Guerra do Paraguai (1865-1870), muitos
ex-combatentes se instalaram no sul de Mato
Grosso. Esses passaram a se dedicar a
agricultura e à extração da Erva Mate. Muitos
pecuaristas que se refugiaram da guerra em
Cuiabá retornaram para o sul do estado.
A migração de gaúchos, vítimas de perseguições
políticas ocorridas durante a Revolução
Federalista do Rio Grande do Sul, também
contribuiu para o desenvolvimento do sul de
Mato Grosso.
Porém a empresa Mate Laranjeira, instalada na
década de 1880, dificultou o povoamento dessa
região. A empresa monopolizava a extração da
Erva-Mate e tinha o apoio do governo de Mato
Grosso. Sua influência dificultava a legalização
das terras a serem ocupadas pelos criadores de
gado, afim de garantir parte da terra para sua
exploração.
A população do sul estava insatisfeita com a
administração do estado, reclamavam a falta de
atenção, pouca verba, especialmente após a Guerra do
Paraguai quando várias cidades ficaram destruídas.
Cidades como Paranaíba, Miranda, Nioaque e Coxim
permaneciam no isolamento em relação a Cuiabá.
Esses descontentamentos fizeram em 1900 surgir o
movimento separatista em Nioaque, considerado o
“Berço da Divisão do Estado”. Liderado pelo gaúcho
João Ferreira Mascarenhas, coronel, fazendeiro e
importante líder político local. O movimento ficou
conhecido como “Revolução de Jango Mascarenhas”. O
levante não teve sucesso e seu líder foi morto em
combate em 1901 às margens do rio Taquarussu em
Nioaque.
Pouco depois da primeira revolução, outro
movimento eclodiria em 1907 em Bela
Vista, seu líder o fazendeiro Bento Xavier.
Também derrotado após quatro anos de luta.
Já em 1910 os movimentos passaram a ser em
Campo Grande que pouco a pouco começou a
tornar-se o polo econômico e político de Mato
Grosso, impulsionado pela implantação da
Estrada Noroeste do Brasil que chegou em
1914.
Apesar de muitas derrotas e ideia de
independência do sul de Mato
Grosso, permanecia viva. Durante o governo
de Getúlio Vargas (1930-1945), ela se tornou
realidade em dois momentos: no início na
década de 1930, com formação do Estado de
Maracaju, e, entre 1943 e 1946, com fundação
do Território Federal de Ponta Porã.
Com o grande desenvolvimento econômico do
sul do estado de Mato Grosso, baseado, em
grande parte, na criação de gado bovino e na
intensa produção de grãos, como a soja e o
trigo, renasce a ideia da divisão do estado.
Um incentivo a isso foram os estudos que
vinham sendo realizados por oficiais da Escola
Superior de Guerra desde a década de 1950.
Entre esses oficiais, encontrava-se o futuro
presidente da República, o general Ernesto
Geisel, que governaria o país entre 1974 e
1978, durante o regime militar.
Finalmente em 11 de outubro de 1977, Geisel
sancionou a lei que dividiu o estado de Mato
Grosso, criando o estado de Mato Grosso do
Sul, com capital em Campo Grande.
O pronunciamento do ministro do
Interior, Maurício Rangel Reis, realizado cerca
de um mês após a criação oficial do estado de
Mato Grosso do Sul, terminava assim:
Nasce nova Unidade da Federação, que tem
capital a bela cidade de Campo Grande. A
data histórica de 11 de outubro de 1977 ficará
na memória do povo de Mato Grosso do Sul
[...].
Anúncio da divisão do estado
Mato Grosso do Sul
• População estimada em 2505088 hab.
• Densidade: 7,01 hab/km²
• Municípios: 79

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

República Velha (Oligárquica)
República Velha (Oligárquica)República Velha (Oligárquica)
República Velha (Oligárquica)
eiprofessor
 
Período Democrático (1945-1964)
Período Democrático (1945-1964)Período Democrático (1945-1964)
Período Democrático (1945-1964)
Janaína Tavares
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
Fabiana Tonsis
 

Mais procurados (20)

Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
 
Ciclos economicos brasil
Ciclos economicos brasilCiclos economicos brasil
Ciclos economicos brasil
 
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
 
República Velha (Oligárquica)
República Velha (Oligárquica)República Velha (Oligárquica)
República Velha (Oligárquica)
 
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
GUERRA DE CANUDOS
GUERRA DE CANUDOSGUERRA DE CANUDOS
GUERRA DE CANUDOS
 
Brasil democrático (1945 1964)
Brasil democrático (1945 1964)Brasil democrático (1945 1964)
Brasil democrático (1945 1964)
 
Período Democrático (1945-1964)
Período Democrático (1945-1964)Período Democrático (1945-1964)
Período Democrático (1945-1964)
 
Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
 
2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
Governo FHC - governo LULA
Governo FHC -    governo LULAGoverno FHC -    governo LULA
Governo FHC - governo LULA
 
Tiradentes o mito do herói nacional
Tiradentes o mito do herói nacionalTiradentes o mito do herói nacional
Tiradentes o mito do herói nacional
 
3° ano República da Espada
3° ano   República da Espada3° ano   República da Espada
3° ano República da Espada
 
Independência do brasil
Independência do brasilIndependência do brasil
Independência do brasil
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
 
Proclamação da República
Proclamação da RepúblicaProclamação da República
Proclamação da República
 

Semelhante a Divisão do estado de Mato Grosso do Sul

Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grossoOs movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Marcela Marangon Ribeiro
 
Os movimentos pela emancipação do sul do estado
Os movimentos pela emancipação do sul do estadoOs movimentos pela emancipação do sul do estado
Os movimentos pela emancipação do sul do estado
Marcela Marangon Ribeiro
 
Revoltas Regenciais- farrapos.pdf
Revoltas Regenciais- farrapos.pdfRevoltas Regenciais- farrapos.pdf
Revoltas Regenciais- farrapos.pdf
oobetimm
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
historiando
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
historiando
 
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Fernando Alcoforado
 
A guerra do porecatu
A guerra do porecatuA guerra do porecatu
A guerra do porecatu
Arlei Mosmann
 

Semelhante a Divisão do estado de Mato Grosso do Sul (20)

Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grossoOs movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
Os movimentos pela emancipação do sul do estado de mato grosso
 
Os movimentos pela emancipação do sul do estado
Os movimentos pela emancipação do sul do estadoOs movimentos pela emancipação do sul do estado
Os movimentos pela emancipação do sul do estado
 
Histórico da divisão
Histórico da divisãoHistórico da divisão
Histórico da divisão
 
Revoltas Regenciais- farrapos.pdf
Revoltas Regenciais- farrapos.pdfRevoltas Regenciais- farrapos.pdf
Revoltas Regenciais- farrapos.pdf
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
 
A revolução de 1930
A revolução de 1930A revolução de 1930
A revolução de 1930
 
Divisão de Mato Grosso
Divisão de Mato GrossoDivisão de Mato Grosso
Divisão de Mato Grosso
 
questões 2012 & 2013.ppt
questões 2012 & 2013.pptquestões 2012 & 2013.ppt
questões 2012 & 2013.ppt
 
A revolução de 1930 2016
A revolução de 1930   2016A revolução de 1930   2016
A revolução de 1930 2016
 
3_ENCONTRO_SLIDES_HISTÓRIA_AMÉRICA_I_-_Copia.pptx
3_ENCONTRO_SLIDES_HISTÓRIA_AMÉRICA_I_-_Copia.pptx3_ENCONTRO_SLIDES_HISTÓRIA_AMÉRICA_I_-_Copia.pptx
3_ENCONTRO_SLIDES_HISTÓRIA_AMÉRICA_I_-_Copia.pptx
 
Divisão de mato grosso 9ºano
Divisão de mato grosso 9ºanoDivisão de mato grosso 9ºano
Divisão de mato grosso 9ºano
 
Bruna e Ana Júlia
Bruna e Ana JúliaBruna e Ana Júlia
Bruna e Ana Júlia
 
Crise do imperio
Crise do imperioCrise do imperio
Crise do imperio
 
Reforma Agrária Brasileira/Assuntos Possíveis para Enem!
Reforma Agrária Brasileira/Assuntos Possíveis para Enem!Reforma Agrária Brasileira/Assuntos Possíveis para Enem!
Reforma Agrária Brasileira/Assuntos Possíveis para Enem!
 
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
Acordos pelo alto, golpes de estado e carência de revoluções barraram o progr...
 
Seminário História - Regência.pdf
Seminário História - Regência.pdfSeminário História - Regência.pdf
Seminário História - Regência.pdf
 
A guerra do porecatu
A guerra do porecatuA guerra do porecatu
A guerra do porecatu
 
História do Mato Grosso do Sul Movimentos de emancipação. Prof. Marco Aurelio...
História do Mato Grosso do Sul Movimentos de emancipação. Prof. Marco Aurelio...História do Mato Grosso do Sul Movimentos de emancipação. Prof. Marco Aurelio...
História do Mato Grosso do Sul Movimentos de emancipação. Prof. Marco Aurelio...
 

Mais de Antonio Pinto Pereira

Mais de Antonio Pinto Pereira (20)

Bibliotecas pelo Mundo - Histórico
Bibliotecas pelo Mundo - HistóricoBibliotecas pelo Mundo - Histórico
Bibliotecas pelo Mundo - Histórico
 
Jardim MS - Sua História
Jardim MS - Sua HistóriaJardim MS - Sua História
Jardim MS - Sua História
 
Janjão o Grandão - Bullying
Janjão o Grandão - BullyingJanjão o Grandão - Bullying
Janjão o Grandão - Bullying
 
Manual de Conduta Hoteleira
Manual de Conduta HoteleiraManual de Conduta Hoteleira
Manual de Conduta Hoteleira
 
Divisão celular I
Divisão celular IDivisão celular I
Divisão celular I
 
Lei de Coulomb - 3º Ano EM
Lei de Coulomb - 3º Ano EMLei de Coulomb - 3º Ano EM
Lei de Coulomb - 3º Ano EM
 
Ondas e sua caracterização
Ondas e sua caracterizaçãoOndas e sua caracterização
Ondas e sua caracterização
 
O átomo e sua estrutura -
O átomo e sua estrutura - O átomo e sua estrutura -
O átomo e sua estrutura -
 
Anelídeos - 2º Ano Ensino Médio - Biologia
Anelídeos - 2º Ano Ensino Médio - BiologiaAnelídeos - 2º Ano Ensino Médio - Biologia
Anelídeos - 2º Ano Ensino Médio - Biologia
 
Higiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RH
Higiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RHHigiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RH
Higiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RH
 
Planejamento em RH - Técnico em RH
Planejamento em RH - Técnico em RHPlanejamento em RH - Técnico em RH
Planejamento em RH - Técnico em RH
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
 
Foclore brasileiro - 3º Ano EF
Foclore brasileiro - 3º Ano EFFoclore brasileiro - 3º Ano EF
Foclore brasileiro - 3º Ano EF
 
Darwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APP
Darwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APPDarwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APP
Darwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APP
 
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - JardimReino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
 
Traffic signs in english
Traffic signs in englishTraffic signs in english
Traffic signs in english
 
Arte Grega - 6º Ano E.F.
Arte Grega - 6º Ano E.F. Arte Grega - 6º Ano E.F.
Arte Grega - 6º Ano E.F.
 
Mundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º AnoMundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º Ano
 
Pontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EF
Pontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EFPontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EF
Pontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EF
 
Arte Egípcia - Escola APP
Arte Egípcia - Escola APPArte Egípcia - Escola APP
Arte Egípcia - Escola APP
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 

Divisão do estado de Mato Grosso do Sul

  • 1. EE Antonio Pinto Pereira História Divisão do estado de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul 9º Ano Prof.ª Jaice Vargas Edição e pesquisa PROGETEC Rafael Matos
  • 2.
  • 3. • Ocorreu em 1979; • Lei Complementar n.º 31 de 11/10/1977; • O sul possuía ligações históricas com os vizinhos (Paraguai, São Paulo, Minas Gerais e Paraná); • O norte possuía ligação restrita com o Rio de Janeiro.
  • 4.
  • 5. Fatos históricos • Fim da Guerra do Paraguai (1870); • Ideia de abandono e de distanciamento do eixo administrativo (Cuiabá); • Aumento da população e crescimento econômico do sul.
  • 6. Nioaque Um dos primeiros movimentos e mais importantes pela divisão do estado de Mato Grosso surgiu em Nioaque. Após a Guerra do Paraguai (1865-1870), muitos ex-combatentes se instalaram no sul de Mato Grosso. Esses passaram a se dedicar a agricultura e à extração da Erva Mate. Muitos pecuaristas que se refugiaram da guerra em Cuiabá retornaram para o sul do estado.
  • 7. A migração de gaúchos, vítimas de perseguições políticas ocorridas durante a Revolução Federalista do Rio Grande do Sul, também contribuiu para o desenvolvimento do sul de Mato Grosso. Porém a empresa Mate Laranjeira, instalada na década de 1880, dificultou o povoamento dessa região. A empresa monopolizava a extração da Erva-Mate e tinha o apoio do governo de Mato Grosso. Sua influência dificultava a legalização das terras a serem ocupadas pelos criadores de gado, afim de garantir parte da terra para sua exploração.
  • 8. A população do sul estava insatisfeita com a administração do estado, reclamavam a falta de atenção, pouca verba, especialmente após a Guerra do Paraguai quando várias cidades ficaram destruídas. Cidades como Paranaíba, Miranda, Nioaque e Coxim permaneciam no isolamento em relação a Cuiabá. Esses descontentamentos fizeram em 1900 surgir o movimento separatista em Nioaque, considerado o “Berço da Divisão do Estado”. Liderado pelo gaúcho João Ferreira Mascarenhas, coronel, fazendeiro e importante líder político local. O movimento ficou conhecido como “Revolução de Jango Mascarenhas”. O levante não teve sucesso e seu líder foi morto em combate em 1901 às margens do rio Taquarussu em Nioaque.
  • 9. Pouco depois da primeira revolução, outro movimento eclodiria em 1907 em Bela Vista, seu líder o fazendeiro Bento Xavier. Também derrotado após quatro anos de luta. Já em 1910 os movimentos passaram a ser em Campo Grande que pouco a pouco começou a tornar-se o polo econômico e político de Mato Grosso, impulsionado pela implantação da Estrada Noroeste do Brasil que chegou em 1914.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13. Apesar de muitas derrotas e ideia de independência do sul de Mato Grosso, permanecia viva. Durante o governo de Getúlio Vargas (1930-1945), ela se tornou realidade em dois momentos: no início na década de 1930, com formação do Estado de Maracaju, e, entre 1943 e 1946, com fundação do Território Federal de Ponta Porã.
  • 14.
  • 15. Com o grande desenvolvimento econômico do sul do estado de Mato Grosso, baseado, em grande parte, na criação de gado bovino e na intensa produção de grãos, como a soja e o trigo, renasce a ideia da divisão do estado. Um incentivo a isso foram os estudos que vinham sendo realizados por oficiais da Escola Superior de Guerra desde a década de 1950. Entre esses oficiais, encontrava-se o futuro presidente da República, o general Ernesto Geisel, que governaria o país entre 1974 e 1978, durante o regime militar.
  • 16. Finalmente em 11 de outubro de 1977, Geisel sancionou a lei que dividiu o estado de Mato Grosso, criando o estado de Mato Grosso do Sul, com capital em Campo Grande. O pronunciamento do ministro do Interior, Maurício Rangel Reis, realizado cerca de um mês após a criação oficial do estado de Mato Grosso do Sul, terminava assim: Nasce nova Unidade da Federação, que tem capital a bela cidade de Campo Grande. A data histórica de 11 de outubro de 1977 ficará na memória do povo de Mato Grosso do Sul [...].
  • 17. Anúncio da divisão do estado
  • 19. • População estimada em 2505088 hab. • Densidade: 7,01 hab/km² • Municípios: 79