SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
REGA LOCALIZADA
REGA LOCALIZADA
caracteriza-se em
aplicar água numa
fração da superfície
ocupada pelo sistema
de rega, ou seja
humedecer apenas
uma área superficial
sob baixa pressão 0.5
e 2.5 kg/cm2
REGA LOCALIZADA
VANTAGENS
• Maior eficiência no uso da água;
• Maior produtividade: (irrigação é diária  não há grande variação na humidade do solo);
• Maior eficiência de controle fitossanitário;
• Água administrada próximo das raízes (maior eficiência);
• Pode ser adaptado para qualquer tipo de solo e qualquer topografia;
• Baixo consumo de energia;
• Permite automação.
LIMITAÇÕES
• Entupimento dos emissores;
• Distribuição do sistema radicular da planta é mais concentrado caso distribua água apenas junto da
planta;
• Acumulação de sais nas zonas de interface em regiões áridas.
Efeito da Localização
Percentagem de Área Molhada (PAM):
• A percentagem de área molhada representa a razão entre a área
molhada e a área representada por planta.
em que:
• AW – área molhada pelos emissores
• Ep – espaçamento entre planta
• Ef – espaçamento entre fileira de planta.
A percentagem de área molhada deve variar entre 40% a 70%
f
p E
E
AW
PAM


EFEITO SOLO REGA LOCALIZADA EM
DIFERENTES TIPOS DE SOLO
Fig: Padrões de humedecimento típicos a partir de um emissor
Elementos do sistema
de rega localizada
• Um sistema de rega localizada deve incluir os seguintes elementos:
– Fonte de água sob-pressão;
– Cabeçal de rega;
– Rede de distribuição;
– Emissores;
– Acessórios de ligação;
– Equipamentos de controle e regulação;
– Elementos de segurança;
– Acessórios diversos;
– Equipamento para estimar as necessidades de rega;
– Automatismos.
Emissores/Gotejadores
Os emissores são os elementos que possibilitam a
distribuição da água (Forma Laminar ou turbulenta) às
culturas, sendo por isso mesmo, dos componentes
mais importantes da instalação.
Características:
• Trabalhem a baixas pressões,
debitando caudais reduzidos,
mas constantes e pouco
sensíveis às variações de
pressão
• Não se entupam com facilidade;
• Sejam compatos, de modo a não
dificultar ostrabalhos;
• Que sejam baratos, mas com
elevada uniformidade de
fabrico, de modo a permitir
uma distribuição homogênea
da água e adubos pelas
parcelas a regar
•
Formas como
dissipam energia
• Gotejadores de percurso longo –
Gotejadores em que a perda de carga é
assegurada por um tubo comprido e
estreito (0,6-1,0 mm);
• Gotejadores de percurso curto –
Similares aos do percurso longo, mas com
percurso curto;
• Gotejadores de orifício – As perdas de
carga são asseguradas por intermédio de
um tubo curto e um orifício muito
pequeno (0,4-0,6 mm);
• Gotejadores de Vortice – Orificio com
células circulares vorticiano, provocando
perda de carta (energia) com orifício de
saída mesmo diametro;
• Gotejadores de Labirinto – a dissipação
de energia feita por percurso longo,
tortuoso ou turbolento.
Gotejadores de labirinto
Acoplados na linha
Gotejadores
acoplados na linha
Hidroponia - Vaso
Gotejadores percurso longo integrados na linha autocompensantes
antidrenantes cilindricos
Gotejadores integrados na linha
percurso longo labirinticos
Gotejadores integrados na linha percurso longo autocompensantes de
pastilha
Critérios na seleção dos emissores
TIPO DE CULTURA –
ESPAÇAMENTOS,
DENSIDADES, ETC;
NECESSSIDAES DE
FILTRAÇÃO;
DURABILIDADE; SUSCEPTIBILIDADE
DE ENTUPIMENTOS;
GARANTIA DE
DESEMPENHO;
CUSTO DO
MATERIAL;
PREFERÊNCIA DO
AGRICULTOR
DISPOSIÇÃO DAS LATERAIS DE REGA
GOTA A GOTA FACE A LINHA DE PLANTAS
Exemplo de curvas de
funcionamento de
gotejadores
integrados
Comprimento máximo ramais tubo gotejador
• TIPO DE CULTURA (ESPAÇAMENTO,
DENSIDADE);
• NECESSIDADES DE FILTRAÇÃO;
• SUSCEPTIBILIDADE DE ENTUPIMENTOS;
- Muito sensíveis – Dimensões de passagem de
água até 0,7 mm;
-Sensiveis – 0,7 mm até 1,5 mm;
• GARANTIA DE DESEMPENHO;
• CUSTO DO MATERIAL;
• GOSTO DO AGRICULTOR / EMPRESÁRIO;
Critérios a ter em conta na
seleção de gotejadores
CABEÇAL DE REGA
SISTEMA DE REGA
GOTA A GOTA
• ACESSO A ÁGUA FEITO POR
SECIONAMENTO DE VÁLVULA;
• REGULARIZAÇÃO DE PRESSÃO
DO SISTEMA DE REGA;
• CONTROLO E MEDIÇÃO DE
CAUDAIS;
• AUTOMATIZAÇÃO;
NOÇÃO DE TURNO DE REGA
PERÍODO DE TEMPO NECESSÁRIO PARA APLICAR O VOLUME DE ÁGUA
NECESSÁRIO PARA SATISFAZER AS NECESSIDADES EM ÁGUA DAS CULTURAS
NO PERÍODO DE PONTA;
Ntr = Nhd / Ta
Ntr – Número de turnos de rega
Nhd - Número de horas de rega disponíveis por dia
Ta – Tempo máximo de rega
SABENDO O TEMPO MÁXIMO DE REGA DISPONÍVEL DIÁRIO, SERÁ
POSSÍVEL DETERMINAR O NÚMERO DE VEZES EM QUE É POSSÍVEL RODAR
O CAUDAL DO SISTEMA
PROCESSO
DIMENSIONAMENTO
REGA GOTA A GOTA
• DIMENSIONAMENTO
HIDRAULICO;
• LATERAIS DE REGA;
• LINHAS SECUNDÁRIAS;
• REDE PRIMÁRIA;
Dúvidas!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

erva
ervaerva
erva
 
I.3 metodos de rega
I.3 metodos de regaI.3 metodos de rega
I.3 metodos de rega
 
Ii.4 avaliacao sistema de rega geral uniformidade de rega apresentacao de 8 11
Ii.4 avaliacao sistema de rega geral uniformidade de rega apresentacao de 8 11Ii.4 avaliacao sistema de rega geral uniformidade de rega apresentacao de 8 11
Ii.4 avaliacao sistema de rega geral uniformidade de rega apresentacao de 8 11
 
avaliacaoii
avaliacaoiiavaliacaoii
avaliacaoii
 
Avaliação sistema de rega aspersão
Avaliação sistema de rega aspersãoAvaliação sistema de rega aspersão
Avaliação sistema de rega aspersão
 
09 11 2021 auditoria da rega localizada
09 11 2021 auditoria da rega localizada09 11 2021 auditoria da rega localizada
09 11 2021 auditoria da rega localizada
 
II.4.3
II.4.3II.4.3
II.4.3
 
II.4.4
II.4.4 II.4.4
II.4.4
 
Taa 4
Taa 4Taa 4
Taa 4
 
bombom
bombombombom
bombom
 
II.4.1
II.4.1II.4.1
II.4.1
 
Ii.2 técnicas de medicao do caudal e volume
Ii.2 técnicas de medicao do caudal e volumeIi.2 técnicas de medicao do caudal e volume
Ii.2 técnicas de medicao do caudal e volume
 
Taa 5
Taa 5Taa 5
Taa 5
 
Metodologia avaliacao de rega de pivot 2021-10
Metodologia avaliacao de rega de pivot  2021-10Metodologia avaliacao de rega de pivot  2021-10
Metodologia avaliacao de rega de pivot 2021-10
 
classes
classesclasses
classes
 
avaliacaoiii
avaliacaoiiiavaliacaoiii
avaliacaoiii
 
Taa 6
Taa 6Taa 6
Taa 6
 
II.5
II.5II.5
II.5
 
folhagem
folhagemfolhagem
folhagem
 
CoagulaçãO
CoagulaçãOCoagulaçãO
CoagulaçãO
 

Semelhante a localizada

formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).pptformaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
JosDuartePetit
 
Exercício sobre Vazão - Controle de Processos
Exercício sobre Vazão - Controle de ProcessosExercício sobre Vazão - Controle de Processos
Exercício sobre Vazão - Controle de Processos
Railane Freitas
 
Valvulas industriais (2)
Valvulas industriais (2)Valvulas industriais (2)
Valvulas industriais (2)
Jupira Silva
 
Valvulas industriais
Valvulas industriaisValvulas industriais
Valvulas industriais
Jupira Silva
 
Amassadeiras vantagens competitivas
Amassadeiras vantagens competitivasAmassadeiras vantagens competitivas
Amassadeiras vantagens competitivas
inbake
 

Semelhante a localizada (20)

formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).pptformaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
formaodesistemasderega-120926173106-phpapp02 (2018_08_06 12_40_28 UTC).ppt
 
32 irrigacao por gotejamento
32 irrigacao por gotejamento32 irrigacao por gotejamento
32 irrigacao por gotejamento
 
32 irrigacao por_gotejamento
32 irrigacao por_gotejamento32 irrigacao por_gotejamento
32 irrigacao por_gotejamento
 
Aula de Irrigacao 3 - 4 Bimestre
Aula de Irrigacao 3 - 4 BimestreAula de Irrigacao 3 - 4 Bimestre
Aula de Irrigacao 3 - 4 Bimestre
 
Gotejamento
GotejamentoGotejamento
Gotejamento
 
avaliacaoi
avaliacaoiavaliacaoi
avaliacaoi
 
Exercício sobre Vazão - Controle de Processos
Exercício sobre Vazão - Controle de ProcessosExercício sobre Vazão - Controle de Processos
Exercício sobre Vazão - Controle de Processos
 
Escarificadores
EscarificadoresEscarificadores
Escarificadores
 
Aspersores1
Aspersores1Aspersores1
Aspersores1
 
Irrigação localizada gotejamento
Irrigação localizada   gotejamentoIrrigação localizada   gotejamento
Irrigação localizada gotejamento
 
Manual de esgotamento sanitário
Manual de esgotamento sanitárioManual de esgotamento sanitário
Manual de esgotamento sanitário
 
Tubulação multiplas saidas aereas para irrigaçao por gotejamento
Tubulação multiplas saidas aereas para irrigaçao por gotejamentoTubulação multiplas saidas aereas para irrigaçao por gotejamento
Tubulação multiplas saidas aereas para irrigaçao por gotejamento
 
Resumo IrrigaçãO Por AspersãO 3ª C
Resumo IrrigaçãO Por AspersãO 3ª CResumo IrrigaçãO Por AspersãO 3ª C
Resumo IrrigaçãO Por AspersãO 3ª C
 
Circular 106-sistema-de-irrigacao-para-agricultura-familiar
Circular 106-sistema-de-irrigacao-para-agricultura-familiarCircular 106-sistema-de-irrigacao-para-agricultura-familiar
Circular 106-sistema-de-irrigacao-para-agricultura-familiar
 
Valvulas industriais (2)
Valvulas industriais (2)Valvulas industriais (2)
Valvulas industriais (2)
 
Valvulas industriais
Valvulas industriaisValvulas industriais
Valvulas industriais
 
Amassadeiras vantagens competitivas
Amassadeiras vantagens competitivasAmassadeiras vantagens competitivas
Amassadeiras vantagens competitivas
 
Sistemas de irrigação
Sistemas de irrigaçãoSistemas de irrigação
Sistemas de irrigação
 
Irrigacao paisagismo
Irrigacao paisagismoIrrigacao paisagismo
Irrigacao paisagismo
 
IrrigaçãO Localizada 3º A
IrrigaçãO Localizada 3º AIrrigaçãO Localizada 3º A
IrrigaçãO Localizada 3º A
 

Mais de Consultua Ensino e Formação Profissional, Lda

Mais de Consultua Ensino e Formação Profissional, Lda (20)

Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formadorMviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
 
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formadorMviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
 
4 produtos fitofarmaceuticos
4 produtos fitofarmaceuticos4 produtos fitofarmaceuticos
4 produtos fitofarmaceuticos
 
Introd
IntrodIntrod
Introd
 
Modulo i pf
Modulo i  pfModulo i  pf
Modulo i pf
 
Manual acolhimento
Manual acolhimentoManual acolhimento
Manual acolhimento
 
Ii.4
Ii.4Ii.4
Ii.4
 
Ii.3
Ii.3Ii.3
Ii.3
 
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
 
apresentacao_curso_MPB_FNF
apresentacao_curso_MPB_FNFapresentacao_curso_MPB_FNF
apresentacao_curso_MPB_FNF
 
Manual acolhimento
Manual acolhimentoManual acolhimento
Manual acolhimento
 
Metodologia avaliacao de rega de aspersão 2021-11
Metodologia avaliacao de rega de aspersão   2021-11Metodologia avaliacao de rega de aspersão   2021-11
Metodologia avaliacao de rega de aspersão 2021-11
 
09 11 2021 auditoria da rega localizada
09 11 2021 auditoria da rega localizada09 11 2021 auditoria da rega localizada
09 11 2021 auditoria da rega localizada
 
Ii.3 tecnicas de medicao de pressao apresentação 2021
Ii.3 tecnicas de medicao de pressao apresentação 2021Ii.3 tecnicas de medicao de pressao apresentação 2021
Ii.3 tecnicas de medicao de pressao apresentação 2021
 
Avaliação da rega localizada
Avaliação da rega localizadaAvaliação da rega localizada
Avaliação da rega localizada
 
4 seleção de bombas e defeitos 2021
4   seleção de bombas e defeitos 20214   seleção de bombas e defeitos 2021
4 seleção de bombas e defeitos 2021
 
3 curvas de rendimento de grupos de bombagem 2021
3   curvas de rendimento de grupos de bombagem 20213   curvas de rendimento de grupos de bombagem 2021
3 curvas de rendimento de grupos de bombagem 2021
 
Grupos de bombagens 2021
Grupos de bombagens 2021Grupos de bombagens 2021
Grupos de bombagens 2021
 
Apresentacao curso mpb_poise
Apresentacao curso mpb_poiseApresentacao curso mpb_poise
Apresentacao curso mpb_poise
 
Mod vi fitofarmalogogia
Mod vi fitofarmalogogiaMod vi fitofarmalogogia
Mod vi fitofarmalogogia
 

Último

ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
azulassessoria9
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
azulassessoria9
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
azulassessoria9
 

Último (20)

Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do séculoSistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
Aula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemáticaAula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemática
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 

localizada

  • 2. REGA LOCALIZADA caracteriza-se em aplicar água numa fração da superfície ocupada pelo sistema de rega, ou seja humedecer apenas uma área superficial sob baixa pressão 0.5 e 2.5 kg/cm2
  • 3. REGA LOCALIZADA VANTAGENS • Maior eficiência no uso da água; • Maior produtividade: (irrigação é diária  não há grande variação na humidade do solo); • Maior eficiência de controle fitossanitário; • Água administrada próximo das raízes (maior eficiência); • Pode ser adaptado para qualquer tipo de solo e qualquer topografia; • Baixo consumo de energia; • Permite automação. LIMITAÇÕES • Entupimento dos emissores; • Distribuição do sistema radicular da planta é mais concentrado caso distribua água apenas junto da planta; • Acumulação de sais nas zonas de interface em regiões áridas.
  • 4. Efeito da Localização Percentagem de Área Molhada (PAM): • A percentagem de área molhada representa a razão entre a área molhada e a área representada por planta. em que: • AW – área molhada pelos emissores • Ep – espaçamento entre planta • Ef – espaçamento entre fileira de planta. A percentagem de área molhada deve variar entre 40% a 70% f p E E AW PAM  
  • 5. EFEITO SOLO REGA LOCALIZADA EM DIFERENTES TIPOS DE SOLO Fig: Padrões de humedecimento típicos a partir de um emissor
  • 6. Elementos do sistema de rega localizada • Um sistema de rega localizada deve incluir os seguintes elementos: – Fonte de água sob-pressão; – Cabeçal de rega; – Rede de distribuição; – Emissores; – Acessórios de ligação; – Equipamentos de controle e regulação; – Elementos de segurança; – Acessórios diversos; – Equipamento para estimar as necessidades de rega; – Automatismos.
  • 7. Emissores/Gotejadores Os emissores são os elementos que possibilitam a distribuição da água (Forma Laminar ou turbulenta) às culturas, sendo por isso mesmo, dos componentes mais importantes da instalação. Características: • Trabalhem a baixas pressões, debitando caudais reduzidos, mas constantes e pouco sensíveis às variações de pressão • Não se entupam com facilidade; • Sejam compatos, de modo a não dificultar ostrabalhos; • Que sejam baratos, mas com elevada uniformidade de fabrico, de modo a permitir uma distribuição homogênea da água e adubos pelas parcelas a regar •
  • 8. Formas como dissipam energia • Gotejadores de percurso longo – Gotejadores em que a perda de carga é assegurada por um tubo comprido e estreito (0,6-1,0 mm); • Gotejadores de percurso curto – Similares aos do percurso longo, mas com percurso curto; • Gotejadores de orifício – As perdas de carga são asseguradas por intermédio de um tubo curto e um orifício muito pequeno (0,4-0,6 mm); • Gotejadores de Vortice – Orificio com células circulares vorticiano, provocando perda de carta (energia) com orifício de saída mesmo diametro; • Gotejadores de Labirinto – a dissipação de energia feita por percurso longo, tortuoso ou turbolento.
  • 11. Gotejadores percurso longo integrados na linha autocompensantes antidrenantes cilindricos
  • 12. Gotejadores integrados na linha percurso longo labirinticos
  • 13. Gotejadores integrados na linha percurso longo autocompensantes de pastilha
  • 14. Critérios na seleção dos emissores TIPO DE CULTURA – ESPAÇAMENTOS, DENSIDADES, ETC; NECESSSIDAES DE FILTRAÇÃO; DURABILIDADE; SUSCEPTIBILIDADE DE ENTUPIMENTOS; GARANTIA DE DESEMPENHO; CUSTO DO MATERIAL; PREFERÊNCIA DO AGRICULTOR
  • 15. DISPOSIÇÃO DAS LATERAIS DE REGA GOTA A GOTA FACE A LINHA DE PLANTAS
  • 16. Exemplo de curvas de funcionamento de gotejadores integrados
  • 17. Comprimento máximo ramais tubo gotejador
  • 18. • TIPO DE CULTURA (ESPAÇAMENTO, DENSIDADE); • NECESSIDADES DE FILTRAÇÃO; • SUSCEPTIBILIDADE DE ENTUPIMENTOS; - Muito sensíveis – Dimensões de passagem de água até 0,7 mm; -Sensiveis – 0,7 mm até 1,5 mm; • GARANTIA DE DESEMPENHO; • CUSTO DO MATERIAL; • GOSTO DO AGRICULTOR / EMPRESÁRIO; Critérios a ter em conta na seleção de gotejadores
  • 19. CABEÇAL DE REGA SISTEMA DE REGA GOTA A GOTA • ACESSO A ÁGUA FEITO POR SECIONAMENTO DE VÁLVULA; • REGULARIZAÇÃO DE PRESSÃO DO SISTEMA DE REGA; • CONTROLO E MEDIÇÃO DE CAUDAIS; • AUTOMATIZAÇÃO;
  • 20. NOÇÃO DE TURNO DE REGA PERÍODO DE TEMPO NECESSÁRIO PARA APLICAR O VOLUME DE ÁGUA NECESSÁRIO PARA SATISFAZER AS NECESSIDADES EM ÁGUA DAS CULTURAS NO PERÍODO DE PONTA; Ntr = Nhd / Ta Ntr – Número de turnos de rega Nhd - Número de horas de rega disponíveis por dia Ta – Tempo máximo de rega SABENDO O TEMPO MÁXIMO DE REGA DISPONÍVEL DIÁRIO, SERÁ POSSÍVEL DETERMINAR O NÚMERO DE VEZES EM QUE É POSSÍVEL RODAR O CAUDAL DO SISTEMA
  • 21. PROCESSO DIMENSIONAMENTO REGA GOTA A GOTA • DIMENSIONAMENTO HIDRAULICO; • LATERAIS DE REGA; • LINHAS SECUNDÁRIAS; • REDE PRIMÁRIA;