Lean na Costa Verde

391 visualizações

Publicada em

Terceira apresentação (palestra) das XIV Jornadas Boas Práticas Lean, realizadas a 02 de Out no Hotel Holiday Inn Porto-Gaia.

Próximo evento agendado para 29 de Janeiro de 2016.
www.cltservices.net

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
391
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lean na Costa Verde

  1. 1. Mais Melhoria Continua – Mais Produtividade A Empresa - Introdução 1 Jornadas LEAN - 2015
  2. 2. Índice 2 - Apresentação da Costa Verde - Projeto de Aumento de Produtividade - 2007 - Projeto Implementação de Melhoria Contínua em todas as Áreas – 2014 - Coaching de Melhoria Continua – 2015 - Próximos Desafios
  3. 3. A Empresa - História 3 - A Costa Verde concebe, desenvolve, fabrica e comercializa Louça Cerâmica em Porcelana para uso doméstico, hotelaria e restauração. - Início Atividade: 1992 - Volume de Vendas: 1 100 000 Peças /Mês - N.º de Trabalhadores: 314 (377 em 2007) - Sistemas Certificados de Gestão: Qualidade (ISO 9001), Ambiente (ISO 14001) Saúde e Segurança (OHSAS 18001). Responsabilidade Social SA 8000 Auditoria Final: Certificação Energética, NP EN ISSO 50001:2012 – Outubro 2015 Em Implementação: Gestão da Investigação Desenvolvimento e Inovação (IDI), NP 4457
  4. 4. A Empresa – O processo Produtivo 4 As peças são obtidas utilizando vários processos de fabrico: Enchimento – Pasta líquida Enchimento em Alta Pressão – Pasta líquida Prensagem Isostática – Pasta seca Contra Moldagem Roller – Pasta húmida
  5. 5. Desenvolvimento após 2003 Aumento da capacidade de desenvolvimento de novos produtos Júlio Senos Modelação 3D a 100%  Impressora 3D  Fresadora CNC  Impressora 3D a Cores  Scaner 3D
  6. 6. DESENVOLVIMENTO Evolução anual de produtos desenvolvidos 280 350 528 850 1012 1054 1135 1208 1268 1998 2002 2006 2010 2011 2012 2013 2014 2015
  7. 7. A Empresa - Constatação 6 No final de 2006 faltava algo: - Na Logística - Na Movimentação - No Planeamento Uma forma organizada de mudança
  8. 8. A Empresa - Projeto 7 2007 – Início do Projeto Kaizen – Melhorias: - Produtividade - Qualidade - Postos de trabalho - Mudanças / Máquinas - 5 S - Polivalência de funções - Logística - Movimentação / Normalização - Planeamento
  9. 9. A Empresa – Resultados|Produtividade 8 ( 49.397 Peças / 271 Pessoas ) ( 47.950 Peças / 270 Pessoas ) + 2,7% Produtividade Global 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Operadores Cru 212 167 160 155 153 155 166 167 Operadores Decorado 99 98 95 93 93 98 104 104 Total Operadores 333 265 255 248 246 253 270 271 Procura Peças /dia 39.000 35.000 37.000 38.000 43.738 44.150 47.950 49397 Produtividade Global 13% 10% 6% 16% -2% 1,8% 2,7% * Relativamente ao ano anterior
  10. 10. A Empresa – Evolução da Produtividade Anual (nºpeças) 9 Crescimento relativamente ao ano anterior 0% 13% 10% 6% 16% -2% 1.8% 2.70% -4% -2% 0% 2% 4% 6% 8% 10% 12% 14% 16% 18% 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014
  11. 11. 10 A Empresa – Ganho Cumulativo Produtividade Anual 0% 13% 24% 31% 52% 49% 50.8% 54.7% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014
  12. 12. A Empresa – Resultados | Valor Faturado 12 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Total Operadores 373 305 295 288 286 293 310 314 Fact. / Colabor. € 34.610 € 35.725 € 35.590 € 36.892 € 38.341 € 36.640 € 36829€ 37192€ Fact. / Colabor. % 10,7% 7,3% 7,7% 3,9% -4,4% 0,5% 1% Valor peça Total € 1,14 € 1,02 € 1,02 € 1,01 € 0,95 € 0,95 0,99 1€ Valor peça CV € 1,25€ 1,45 € 1,19 € 1,21 € 1,07 € 1,03 € 1,02 € 1,1€
  13. 13. A Empresa – Valor Médio Peça 13 0 0.2 0.4 0.6 0.8 1 1.2 1.4 1.6 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014
  14. 14. A Empresa – Fact. Colaborador 13 0 5000 10000 15000 20000 25000 30000 35000 40000 45000 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Fact. Euros N.º Peças
  15. 15. 14 A Empresa – O Projeto Projeto Kaizen  Redução do Lead Time da Fábrica  Melhoria da Produtividade  Construção e Implementação do Value Stream Mapping
  16. 16. A Empresa - Introdução 15 FORNECEDORES 43.000 Pç/DiaVENDAS= CLENTES 15 X/SEMANA PRAZO DE ENTREGA MÉDIO – ? DIAS 3,75d LEAD TIME TVA – 2d LT AMP=41,5d LT fábrica=20,1d LEAD TIME TOTAL= 61,6d + 2d (VA) = 63,6d EXPEDIÇÃO 86.408 75.000 10.000 EMBALAGEM 75.000 ESCOLHA 35.000 FORNO DEC 35.771 2.860 1.225 ESTAMPADO CARIMBOS DEC. 1.784 2.095 PISTOLADO FILAGEM MEC 159 13.342 FILAGEM MAN CARIMBOS 22.481 ESTAMPADO 252.300 ARMAZÉM BRANCO14.279 ESC. PRATOS ESCOLHA 72.543 41.457 FORNO VID. 5.000 VID.PRATOS 14.300 46.140 VID. OUTROS 8.898 CHACOTA F1 45.000 CHACOTA F3 45.000 ROLLERS LOTE 2.500 PRENSAS LOTE 2.500 ACAB MANUAL 17.200 ESTUFA SECADOR 2.500 MANUAL ALTA PRESSÃO (LOTE 300) AUTOMÁTICO PREP. PASTA ASAS 0,23d1,74d0,81d0,83d0,93d 0,095d5,87d1,68d1,19d0,54d2,1d0,4d0,06d PROGRAMA MENSAL DE PRODUÇÃO Programa Semanal Ficha de fabrico Encomendas Programadas (corrigidas pontualmente) 41,5d Encomendas Programadas (embalagens, decalques) (etiquetas, refratários, pasta, gesso) DECALQUES Plano de Expedição
  17. 17. A Empresa – Análise e Desenho da Solução|Value Stream Design 16 FORNECEDORES 15 X/SEMANA Tempo VA – 2 d AMP=41,5 d WIP=11 d LT TOTAL= 52,5d + 2d (VA) = 54,5d EXPEDIÇÃO 1 d FORNO DEC 0 a 3 dias DEC. 0 a 10 d (80% Referências) SUPERM. BRANCO1 hora ESC. PRATOS ESCOLHA 1 hora 1 hora FORNO VID. VID.PRATOS VID. OUTROS CHACOTA F1 0 a 3 dias CHACOTA F3 0 a 3 dias ROLLERS PRENSAS ACAB MANUAL 2 turnos ESTUFA SECADOR 1 d FIFO MANUAL ALTA PRESSÃO AUTOMÁTICO PREP. PASTA 75.000 ASAS PROGRAMA MENSAL DE PRODUÇÃO Encomendas Programadas (corrigidas pontualmente) (etiquetas, refractários, pasta, gesso) ESCOLHA E EMBALAGEM Cx Nivel. TC=20’ Cx Prod. SUPERM. DECALQUES 0 a 3 dias 2T? 1 h 1 h 41,5d 1d 0,67d 1,5d 1 h 1,5 d33h2,5h 5 d1 h 1,5 d 3h 1 d 1 d FIFO FIFO FIFO FIFO FIFO FIFO FIFO LEAD TIME CLENTES
  18. 18. A Empresa – Aumentos de Produtividade 18 00:52 00:46 00:38 00:34 00:00 00:15 00:30 00:45 01:00 2008 2009 2010 2011 Tempo Médio de SETUP - MR1 -11.5% -26.9% -34.6% -50% -40% -30% -20% -10% 0% 2009 2010 2011 Tempos SETUP - MR1
  19. 19. A Empresa – Aumentos de Produtividade 19 23.9% 29.1% 37.1% 41.0% -10% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 2008 2009 2010 2011 Eficiência Vidragem Mecânica 12.7% 32.2% 41.7% -10% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 2009 2010 2011 Ganho Eficiência
  20. 20. A Empresa – Resultados Lead Time| WIP 20 WIP Antes (Peças) WIP Depois (Peças) Expedição 161.408 43.000 Embalagem 85.000 1.790* Escolha 35.000 0** Forno de Decorado 35.771 64.500 Decorado 43.946 1.790* Armazém de Branco 252.300 215.000 Chacota até branco 344.000 88.000 Total 957.425 414.080 Lead Time 24 11 Redução de 55% de Lead Time  73%  98%  100%  180%  96%  15%  74%
  21. 21. A Empresa - Projetos 21 2014 - Implementação do KAIZEN DIÁRIO Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Piloto N1 Piloto N2 Piloto N3 Manual Rollout Manual Rollout... - Cronograma
  22. 22. Método de Implementação - Quadros e Reuniões de Equipa - Organização dos Postos de Trabalho - 5`S - Normalização de Tarefas - Resolução Estruturada de Problemas Piloto com acompanhamento dos pivots Manual e treino dos pivots Formação aos líderes pelos pivots Líder treina a equipa Coaching Auditoria de implementação
  23. 23. A Empresa – Outros Projetos 2014 22 - Kobetsu Kaizen - Retoque Chávenas - Gestão de Projetos - Produtividade Expedição
  24. 24. 27 + Produtividade + Melhoria Contínua Projeto de Melhoria Continua Fim

×