SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 58
História da
Educação



Professora – Alelis


         Cada um tem que construir a sua história...
Plano de Estudo da Disciplina:
 - Comparar a Educação tradicional com as
     tendências educacionais modernas;
- Destacar o método moderno de educação
    e o aparecimento da ciência moderna;
     - Caracterizar a educação Cristã e o
        surgimento das universidades;
   - Identificar o processo educacional no
       Brasil Colônia e Brasil Império...
Programa da Disciplina – Unidade 01:

   Pré-História e sociedade Greco-Romana:
       Tópico 01- História e Pré-História;
 Tópico 02 – Comunidades Tribais: Os primeiros
             sistemas de Educação;
Tópico 03 – Educação na Mesopotâmia e o Egito
                     Antigo;
    Tópico 04 - Educação na Grécia Antiga;
       Tópico 05 – Educação em Roma.
Dinâmica de Grupo:
               Bolinha de Papel:
   Quando mais jovem, por causa de meu
  caráter impulsivo, tinha raiva e na menor
 provocação, vezes, depois de um desses
 incidentes me sentia envergonhado e me
    esforçava por consolar a quem tinha
 magoado. Um dia, meu professor me viu
pedindo desculpas depois de uma explosão
de raiva, e me entregou uma folha de papel
          lisa e dizendo: Amasse-a!
Com medo, obedeci e fiz com ela uma
                   bolinha.
Agora – voltou a dizer-me, deixe-a como
estava antes. Por mais que tentei, o papel
          ficou cheio de dobras.
         Então, disse o professor:
  O coração das pessoas é como esse
papel... A impressão que neles deixamos
  será tão difícil de apagar como esses
                amassados.
Assim aprendi a ser mais compreensivo e
              mais paciente.
Quando sinto vontade de estourar(desistir),
     lembro deste papel amassado.
A impressão que deixamos nas pessoas é
          impossível de apagar.
Quando magoamos com nossas ações ou
   com nossas palavras, logo queremos
consertar o erro, mas muitas vezes é tarde
                  demais.
Alguém disse, certa vez:

“Fale quando tuas palavras forem tão
      suaves como o silêncio.”
Música: Como uma onda no mar
         (Lulu Santos e Nelson Motta)
       Nada do que foi será
 De novo do jeito que já foi um dia
 Tudo passa, tudo sempre passará;

 A vida vem em onda como um mar
      Num indo e vindo infinito

         Tudo que se vê não é
Igual o que a gente viu há um segundo
  Tudo muda o tempo todo no mundo
Não adianta fugir;
 Nem mentir pra si mesmo
 Agora há tanta vida lá fora
  Aqui dentro, sempre...

  Como uma onda no mar
  Como uma onda no mar
  Como uma onda no mar
 Como uma onda no mar...

Boa noite e Sucesso sempre!
História e Pré-História
 O ser humano sempre questiona sobre o
passado, como os antepassados viviam, se
         organizava, e aprendiam.
 Por isso devemos aprender a HISTÓRIA!
        Periodização da História:
O estudo da História teve início quando os
    homens começaram a descobrir os
primeiros vestígios de seus antepassados.
Embora não haja total consenso entre
  os Historiadores sobre a divisão da
    História, é a visão européia que
 prevalece, na qual é dividida em Pré-
           História e História.
 A Pré-História é o estudo das origens
      da humanidade e vai até o
       aparecimento da escrita.
 A História compreende o período da
invenção da escrita até os dias atuais.
A Pré-História pode ser dividida em:
   A) Paleolítico (Pedra Lascada) De
120.000a.C. até o surgimento do Homo
  Sapiens (Homem que sabe). Neste
 período o homem vivia em pequenos
  grupos, se alimentava de produtos
 provenientes da caça, pesca e frutos.
 O homem construiu o arco e a flecha
       para sua sobrevivência.
B) Neolítico(Pedra Polida) O homem
começou a praticar a mineração e a fabricar
 as ferramentas de metal como machados,
            panelas, vasos, facas...
  A civilização é marcada pelos principais
           aspectos/características:
     - Aparecimento das classes sociais;
            - Formação do Estado;
         - Divisão social do trabalho;
     - Aumento da produção econômica
(produção excedentes – troca de produtos);
  - Registros escritos (calendário, pesos e
Na História, o principal instrumento de
     estudo são os dados escritos.
        A História é dividida em:
Idade Antiga: Invenção da escrita até a
     queda do Império Romano do
                Ocidente;
   Idade Média: Império Romano do
       Ocidente até a queda de
Constantinopla, no Império Romano no
                 Oriente;
Idade Moderna: Queda de
Constantinopla até início da Revolução
           Francesa, 1989.
   Idade Contemporânea: Desde a
Revolução Francesa até a atualidade.
          (Tabela Página 04)
        História da Educação:
 Desde os primórdios, encontramos
momentos de educação. Momentos em
     que se educa e se é ducado.
Os primeiros povos educavam-se no
   envolvimento e ação (não havia
        mestres). Na sociedade
moderna/contemporânea encontramos
  práticas pedagógicas conscientes,
      planejadas e sistemáticas.

 “...as questões de educação são engendradas nas relações que
     se estabelecem entre pessoas nos diversos segmentos da
   sociedade. A educação não é, portanto, um fenômeno neutro,
mas sofre os efeitos do jogo do poder, por estar de fato envolvida
                           na política.”
                          Aranha, 2006
TEXTO PARA REFLEXÃO: Para que
       História da Educação?
              Página 07
    Comunidades Tribais: Os
primeiros sistemas de Educação
As Sociedades do Crescente Fértil e
da China e Índia disputam a primazia
de serem as primeiras a desenvolver
   complexos sistemas culturais.
Informação para você!
Crescente Fértil – Faixa de Terra que
 inicia no Vale do Rio Nilo e vai até a
 Mesopotâmia. Ocorreu nesta região
aumento da população, da produção
agrícola, iniciando assim o “Berço da
             Civilização”
O Primeiro Sistema Educacional
   Escola - Antes de existir, já havia
transmissão de conhecimentos, através
  das práticas cotidianas e costumes.
 Experiências passadas – ajustamento
   das crianças no ambiente físico e
                 social.
   Natureza carregada de Deuses, o
   sobrenatural penetra em todas as
   dependências da realidade vivida.
   Relação social – Todos se educam
A Educação Difusa:
Modelo da Imitação – Criança participa
das atividades cotidianas , aprendendo
artes, ofícios e rituais. Criando assim a
    sua identidade étnica e cultural.
Crianças aprendem para a vida e por
              meio da vida.
  Quem se destaca se torna feiticeiro
   (maior prestígio e não privilégios)
Educação na Mesopotâmia e no Egito
                Antigo
Mesopotâmia significa “terra entre rios”.
  Nesta Terra viveram os sumérios,
 acádios, babilônios, assírios, caldeus
             entre outros.
 O governo era Monarquia e os povos
eram politeístas (povos que acreditam
          em vários Deuses).
A escrita era chamada de
CUNEIFORME( Imagem na página 22).
    Neste período também fundaram
  bibliotecas,elaboraram Leis, criaram
       escolas e cidades-estados.
   A escola tinha como meta principal
   formar profissionais, sendo que os
 estudantes eram oriundos de famílias
                abastadas.
Educação no Egito Antigo
 o Egito se desenvolveu às margens do Rio
Nilo, no Nordeste da África. As águas do Rio
   Nilo era fundamental para o plantio dos
                 alimentos.
    O Egito também se destaca por ter na
atuação humana criatividade e planejamento.
     Os Egípcios desenvolveram um dos
primeiros sistemas da escrita. Criaram sinais
      para representar coisas e objetos
(pictogramas), ou sugerir idéias(ideogramas)
Criaram sinais(letras) que
representavam sons(fonemas) – Figura
             na página 24.
    O saber egípcio visava resolver
    problemas práticos e concretos.
 A sociedade egípcia é considerada
  uma das mais ricas em termos de
       concepção pedagógica.
A religião foi elemento cultural que
mais atuou na vida do povo egípcio. A
mesma influenciou a filosofia, arte e a
 literatura. Crença a imortalidade da
 alma, politeísmo e culto aos animais
            eram marcantes.
Educação na Grécia Antiga
  Grécia Antiga – Berço da filosofia.
 Habitada por aqueus,jônios,eólios e
dórios, a Grécia pode ser dividida em:
          Período Homérico;
           Período Arcaico;
          Período Clássico;
         Período Helenístico.
Educação na Grécia
  Educação Grega – Formar cidadão.
  A Grécia Antiga era uma “colcha de
retalhos”, pois haviam cidades-estados
 com peculiaridades, com autonomia,
     porém com culturas parecidas.
   Sistema cultural/Educacional com
elementos gerias: Educação homérica,
   Educação espartana e Educação
               Ateniense.
Educação Homérica
Os primeiros registros se encontram nos escritos
de Homero (Obras de Odisseia e ilíada), fazendo
   referências ao ideal de homem, baseado na
                 sabedoria e ação.
Manejo de armas, a prática de esportes, as artes
   musicais, estudo da oratória e a prática nas
diferentes situações do mundo grego. Herói que
                luta pela sua glória
         Ética Homérica é ética da honra.
O saber não era importante como o treinamento
 militar. A glória era ser proclamado o melhor.
Educação em Espartana
   Espartana era uma das principais cidades-
estados da Grécia. O homem espartano era um
 modelo de bravura, pois o principal objetivo do
Estado Espartano era fazer de seus cidadãos um
           modelo ideal de soldado.
    Implantada a Eugenia, que destinava as
  mulheres desenvolverem seus filhos fortes e
                    sadios.
Os meninos aos sete anos deixavam suas casas
 e entravam no sistema público de ensino, onde
        eram treinados como máquinas.
As meninas eram vistas como
   especiais, recebendo um tipo de
educação formal, onde ensinavam-se
   trabalhos domésticos e manuais.
 A cada menino era atribuído a um
   grupo específico, segundo suas
habilidades. Com formação rigorosa e
 dolorosa, os meninos passavam nas
 mãos de professores, treinadores e
    instrutores de ginástica militar.
Educação em Atenas
   A instrução para os meninos era
 realizada em casa e na escola. Um
escravo especial, o PEDAGOGO, era
   cuidadosamente escolhido para
              orientá-los.
Preparar os homens para serem bons
 cidadãos era o principal objetivo da
 educação grega e, acerca disso ser
   sempre o melhor e conservar-se
          superior aos outros.
Pedagogo – PAIDEIA+AGOGOS-que
       significa o escravo que
  acompanhava as crianças até à
                 escola.
  Atenas foi a capital da Educação.
      Havia interesse em preparar
   diretamente o cidadão para seus
            futuros deveres.
Surgia o desejo de uma ação coletiva
 e, devido a essa pressão, criou-se a
          instituição escolar.
Educação Grega
 Uma das maiores contribuições dos
Gregos para a humanidade foi o campo
  da filosofia, pois através da razão,
explicava ou tentava explicar o mundo
         que cerca as pessoas.
  Criação grega – Amor a Sabedoria
Sócrates, Platão e Aristóteles foram os
    mais antigos filósofos gregos.
Esses filósofos concentravam-se sobre
  o papel do ser humano do que na
    explicação do mundo material.
                Sócrates
   Desenvolveu um método prático
       baseado no diálogo e no
  questionamento e que tem a razão
   como seu fundamento principal.
 Seu método consta de duas fases: a
          ironia e a maiêutica.
O objetivo fundamental da ironia é a
análise de definições concretas, a qual
reconhece nossa ignorância diante das
 definições que estamos buscando. Só
      quando reconhecemos nossa
   ignorância é que estamos aptos a
           buscar a verdade.
  A maiêutica tinha por finalidade levar
   as pessoas a desenvolverem suas
 idéias e a darem à luz a novas idéias.
Conhece-te a ti mesmo. – É o reto
      conhecimento das virtudes
                humanas.
   Baseado na razão, seu método de
 ensino levava ao desenvolvimento da
  inteligência, a aprender a pensar, a
 aprender a querer e a praticar o bem.
  Sócrates foi condenado a morte por
não acreditar em Deus e “corromper” a
                juventude.
Platão
 Nascido em Atenas, suas idéias eram
 baseadas na diferenciação do mundo
 entre as coisas sensíveis(mundo das
  idéias e a inteligência) e também as
coisas visíveis(seres vivos e a matéria)
   A educação deveria funcionar para
     desenvolver um homem moral,
    dedicando seus esforços para o
desenvolvimento intelectual e físico. A
 educação para as mulheres deveria
ser a mesma aplicada aos homens.
Platão dizia que os alunos deveriam
descobrir as coisas superando os
  problemas impostos pela vida.

             Aristóteles
Estudou em uma escola dirigida por
  Platão e explicou cada trecho de
 conhecimento do mundo e de seu
               tempo.
Considerado criador do estudo da
Lógica, cuidou da educação do filho
mais velho do Rei da Macedônia, que
   se tornou Alexandre, o grande.
 Para ele,as conclusões de Platão
 eram verdadeiras, porque se podia
    chegar a elas através da sua
        argumentação lógica.
A Literatura da Grécia Antiga.
 O início da literatura grega pode ser,
    colocada como inaugurada pela
monumental obra de Homero, descrita
  nas famosas Ilíada e Odisséia, que
 tratam de fatos e viagens à época da
            Guerra de Tróia.
     Essas obras constituem-se um
   poderoso relato épico sobre mitos,
crenças, hábitos, usos e costumes dos
            gregos antigos.
A maior conquista dos séculos V e IV
    a.C. foi o domínio da prosa. Três
   filósofos se destacaram: Sócrates,
           Platão e Aristóteles.
  Sócrates considerado pai da filosofia
   política e ética,Platão fundador da
 Academia em Atenas e Aristóteles que
   escreveu sobre diversos assuntos,
como física, poesia, zoologia, a retórica
     da lógica do governo e biografia.
(enciclopédia de conhecimentos gerais)
Leituras Complementares e
         importantes!
       - O Teatro Grego;
     - A Mitologia Grega;
       - Deuses Gregos.
        Páginas 42 a 45.
Filmes sugeridos!
         - Tróia;
- Alexandre, o grande;
      - Gladiador;
     - Spartacus.
Educação em Roma
A influência da cultura romana é muito
 forte em nosso meio, na língua latina,
na engenharia, no direito e na forma de
        organização de governo.
           A Origem da Roma
 Historiadores afirmam que a fundação
 de Roma resulta da mistura de vários
  povos que foram habitar a região da
   península itálica: gregos,latinos...
A sociedade era formada por
           patrícios(nobres) e
 plebeus(comerciantes e artesãos). O
   sistema político era a monarquia.
 Os romanos explicavam a origem de
sua cidade através do mito de Rômulo
e Remo. Segundo a mitologia romana,
os gêmeos foram jogados no rio Tibre,
  na Itália. Resgatados por uma loba
A loba amamentou-os e posteriormente
  eles foram criados por um casal de
pastores. Quando já grandes, voltaram
    à cidade natal de Alba Longa e
ganharam terras para fundar uma nova
        cidade, que seria Roma.
 A religião dos romanos era politeísta.
 Na arte se destacavam pela pintura e
    murais decorativos e esculturas.
Educação Romana
  A educação romana inspirou-se nos
         ideais práticos e sociais.
 A mãe tinha importância fundamental
 na educação dos filhos nos primeiros
  anos de vida. Privilegia a educação
    literária, dando ênfase à arte da
retórica e de debate. Aos romanos que
 se deve o primeiro sistema de ensino
    de que temos conhecimento na
                  história.
O grande teórico da pedagogia romana
 pode ser considerado Quintiliano.Ele
   foi professor de retórica de Roma,
  primeiro docente pago pelo Estado.
  O conteúdo desta antiga educação
 romana tinha como ponto essencial a
formação da consciência da criança e
    jovem aos valores morais dando
      ênfase aos reflexos seguros.
A Educação na Roma Antiga
 A Roma antiga foi a cultura que mais
   legou ao mundo ocidental noções
diversas de civilização, direito e idioma.
A educação romana é ainda a base de
   diversos sistemas educacionais e
muitos idiomas atuais são derivados do
     latim romano(idioma oficial do
               Vaticano)
Não havia um sistema pedagógico
 rigorosamente formal estabelecido e
sob rígido controle legal,mas somente
um grupo de conhecimentos e saberes
que eram agrupados de forma linear, e
  sua transmissão ocorria de formas
diversas segundo a condição social do
  indivíduo. O patriciado romano era
preparado para ocupar cargos públicos
   elevados e o indivíduo de origem
plebeia possuía parâmetros distintos
voltados às necessidades desta classe.
A educação romana em seus aspectos
                 gerais.
 A educação de uma criança, física e
moralmente, começava em casa, sob a
  estrita supervisão de seus pais que
  visava transformar a criança em um
  cidadão forte, saudável, religioso e
             responsável.
Ensinar-lhes as Leis da obediência,
com ênfase na prática da retórica e do
      discurso. Autoconfiança era
       extremamente valorizada.
Os professores eram escravos gregos,
ou mesmo libertos, que vendiam seus
 saberes para os Patrícios. Eles eram
muitas vezes abrigados pelos mesmos
  e transformados em preceptores de
              seus filhos.
Esses professores muitas vezes
 alugavam locais onde ensinavam as
pessoas do povo, sem distinção fixa de
  idade, em assuntos que iam desde
 letras básicas até filosofia e história.
 A Educação para meninos e meninas
 Meninas: Treinadas pelas mães nas
 práticas domésticas. Aprendiam ler e
     escrever, porém sem acesso a
 educação superior. Elas se casavam
       com a idade de doze anos.
Meninos: Ensinados pelos seus pais as
  atividades pertencentes ao labor, como
   plantar, colher(plebeus). Os patrícios
     davam ensino aos filhos, inclusive
          educação superior(artes,
   filosofia,retórica.Casavam a partir de
                quatorze anos.
A caneta nessa época era de pena e tinta e
 as salas eram divididas por cortinas, que
      eram conhecidas por ludi (jogo).
 Operações matemáticas eram ensinadas,
           junto com leitura escrita.
A influência de Roma e o Cristianismo
  Durante muito tempo, os romanos
   expandiram sua civilização pela
                Europa.
 Com a propagação do cristianismo, o
  poder da Igreja sobre a educação
 tornou-se mais uma vez, quase que
 absoluto. Roma tinha dois objetivos,
sendo eles: formar homens da Igreja e
          formar cavalheiros.
Os homens da Igreja ensinava-se
    retórica, artes liberais, gramática,
      música... Para os cavalheiros
      ensinava-se práticas da caça,
  montaria, natação, prática de arco e
 flecha bem como a escrita em verso.
Assim concluímos que a educação era
 direcionada como favorecimento aos
     monastérios(monges) e cortes.
Leitura Obrigatória!
O Declínio da Educação Romana
            Página 62.
      Tarefinha em grupo.
 Grupos com 5 pessoas para a
 realização e apresentação das
autoatividades da Unidade 01 na
           próxima aula.
ÓTIMO FINAL DE SEMANA E
    NÃO ESQUEÇAM:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

História da educação resumo
História da educação resumoHistória da educação resumo
História da educação resumozildamisseno
 
1. diferentes concepções de gestão escolar
1. diferentes concepções de gestão escolar1. diferentes concepções de gestão escolar
1. diferentes concepções de gestão escolarPaulo Lima
 
Organização do sistema de educação brasileiro
Organização do sistema de educação brasileiroOrganização do sistema de educação brasileiro
Organização do sistema de educação brasileiroJaqueline Lira
 
Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Ricardo Castro
 
Evolução da educação no brasil
Evolução da educação no brasilEvolução da educação no brasil
Evolução da educação no brasilPatricia Nunes
 
Política e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação BrasileiraPolítica e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação BrasileiraEdneide Lima
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaSoares Junior
 
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRioHistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRioNila Michele Bastos Santos
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusivaPolítica nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusivaceciliaconserva
 
SLIDE DE TEORIAS ADMINISTRATIVAS E GESTÃO ESCOLAR
SLIDE DE TEORIAS ADMINISTRATIVAS E GESTÃO ESCOLARSLIDE DE TEORIAS ADMINISTRATIVAS E GESTÃO ESCOLAR
SLIDE DE TEORIAS ADMINISTRATIVAS E GESTÃO ESCOLARProfRibamar Campos
 

Mais procurados (20)

História da educação resumo
História da educação resumoHistória da educação resumo
História da educação resumo
 
Políticas Públicas Educacionais
Políticas Públicas EducacionaisPolíticas Públicas Educacionais
Políticas Públicas Educacionais
 
Slide tendências pedagógicas
Slide   tendências pedagógicasSlide   tendências pedagógicas
Slide tendências pedagógicas
 
Slide história da pedagogia
Slide   história da pedagogiaSlide   história da pedagogia
Slide história da pedagogia
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar
Currículo escolar
 
1. diferentes concepções de gestão escolar
1. diferentes concepções de gestão escolar1. diferentes concepções de gestão escolar
1. diferentes concepções de gestão escolar
 
Educação romana
Educação romanaEducação romana
Educação romana
 
Organização do sistema de educação brasileiro
Organização do sistema de educação brasileiroOrganização do sistema de educação brasileiro
Organização do sistema de educação brasileiro
 
Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223
 
Slide de didática
Slide de didáticaSlide de didática
Slide de didática
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Curriculo
 
Evolução da educação no brasil
Evolução da educação no brasilEvolução da educação no brasil
Evolução da educação no brasil
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento Educacional
 
Política e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação BrasileiraPolítica e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação Brasileira
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRioHistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusivaPolítica nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
 
Educação na república velha
Educação na república velhaEducação na república velha
Educação na república velha
 
SLIDE DE TEORIAS ADMINISTRATIVAS E GESTÃO ESCOLAR
SLIDE DE TEORIAS ADMINISTRATIVAS E GESTÃO ESCOLARSLIDE DE TEORIAS ADMINISTRATIVAS E GESTÃO ESCOLAR
SLIDE DE TEORIAS ADMINISTRATIVAS E GESTÃO ESCOLAR
 
Sociologia da educação
Sociologia da educação Sociologia da educação
Sociologia da educação
 

Destaque

História de Goiás
História de GoiásHistória de Goiás
História de Goiásprofrogerio1
 
A educação no brasil
A educação no brasilA educação no brasil
A educação no brasilcsjmaranhao
 
INTRODUÇÃO, HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO
INTRODUÇÃO, HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃOINTRODUÇÃO, HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO
INTRODUÇÃO, HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃOunieubra
 
Resumo história da educação e da pedagogia
Resumo   história da educação e da pedagogiaResumo   história da educação e da pedagogia
Resumo história da educação e da pedagogiaJoyce Mourão
 
Dicas para usar o PowerPoint
Dicas para usar o PowerPointDicas para usar o PowerPoint
Dicas para usar o PowerPointsilvanatsal
 
Algumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPointAlgumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPointJosé Alemão
 

Destaque (7)

História de Goiás
História de GoiásHistória de Goiás
História de Goiás
 
História da educação no Brasil
História da educação no BrasilHistória da educação no Brasil
História da educação no Brasil
 
A educação no brasil
A educação no brasilA educação no brasil
A educação no brasil
 
INTRODUÇÃO, HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO
INTRODUÇÃO, HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃOINTRODUÇÃO, HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO
INTRODUÇÃO, HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO
 
Resumo história da educação e da pedagogia
Resumo   história da educação e da pedagogiaResumo   história da educação e da pedagogia
Resumo história da educação e da pedagogia
 
Dicas para usar o PowerPoint
Dicas para usar o PowerPointDicas para usar o PowerPoint
Dicas para usar o PowerPoint
 
Algumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPointAlgumas normas para realização de um PowerPoint
Algumas normas para realização de um PowerPoint
 

Semelhante a História da Educação antiga

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
HISTÓRIA DA EDUCAÇÃOHISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
HISTÓRIA DA EDUCAÇÃOPaulo David
 
Fundamentos historicos da educacao - Manacorda
Fundamentos historicos da educacao - ManacordaFundamentos historicos da educacao - Manacorda
Fundamentos historicos da educacao - ManacordaMaria Cristina Professora
 
Caderno do Aluno História 1 ano vol 1 2014-2017
Caderno do Aluno História 1 ano vol 1 2014-2017Caderno do Aluno História 1 ano vol 1 2014-2017
Caderno do Aluno História 1 ano vol 1 2014-2017Diogo Santos
 
Historia da educação silvana
Historia da educação  silvanaHistoria da educação  silvana
Historia da educação silvanaSilvana Mara
 
Sociedades primitivas período moderno
Sociedades primitivas período modernoSociedades primitivas período moderno
Sociedades primitivas período modernoRonaldo Rodrigues
 
Educacao na grécia
Educacao na gréciaEducacao na grécia
Educacao na gréciaheliana cruz
 
Bases histórico filosóficas da educação
Bases histórico filosóficas da educaçãoBases histórico filosóficas da educação
Bases histórico filosóficas da educaçãoDanielle Mesquita
 
História da educação
História da educaçãoHistória da educação
História da educaçãoJoemio Freire
 
Arte, Cultura E Filosofia Enade
Arte, Cultura E Filosofia EnadeArte, Cultura E Filosofia Enade
Arte, Cultura E Filosofia Enadealesteves
 
Grécia e Roma Antiga
Grécia e Roma AntigaGrécia e Roma Antiga
Grécia e Roma AntigaMario Lopes
 
Historia4 trajetoria
Historia4 trajetoriaHistoria4 trajetoria
Historia4 trajetoriahsurdez
 
02 FUNDAMENTOS DE PEDAGOGIA 1 aulas.ppt
02 FUNDAMENTOS DE PEDAGOGIA 1 aulas.ppt02 FUNDAMENTOS DE PEDAGOGIA 1 aulas.ppt
02 FUNDAMENTOS DE PEDAGOGIA 1 aulas.pptAlbertoMatavele
 
Slides de aulas 2 semestre de 2013
Slides de aulas   2 semestre de 2013Slides de aulas   2 semestre de 2013
Slides de aulas 2 semestre de 2013Amanda Cardoso
 
APRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.ppt
APRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.pptAPRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.ppt
APRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.pptDELSOCORREIA
 

Semelhante a História da Educação antiga (20)

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
HISTÓRIA DA EDUCAÇÃOHISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
 
Slide história da educação universal e brasileira - pdf
Slide   história da educação universal e brasileira  - pdfSlide   história da educação universal e brasileira  - pdf
Slide história da educação universal e brasileira - pdf
 
Fundamentos historicos da educacao - Manacorda
Fundamentos historicos da educacao - ManacordaFundamentos historicos da educacao - Manacorda
Fundamentos historicos da educacao - Manacorda
 
História da educação universal e educação brasileira
História da educação universal e educação brasileiraHistória da educação universal e educação brasileira
História da educação universal e educação brasileira
 
Caderno do Aluno História 1 ano vol 1 2014-2017
Caderno do Aluno História 1 ano vol 1 2014-2017Caderno do Aluno História 1 ano vol 1 2014-2017
Caderno do Aluno História 1 ano vol 1 2014-2017
 
Escola, cultura e sociedade
Escola, cultura e sociedadeEscola, cultura e sociedade
Escola, cultura e sociedade
 
Historia da educação silvana
Historia da educação  silvanaHistoria da educação  silvana
Historia da educação silvana
 
Sociedades primitivas período moderno
Sociedades primitivas período modernoSociedades primitivas período moderno
Sociedades primitivas período moderno
 
Educacao na grécia
Educacao na gréciaEducacao na grécia
Educacao na grécia
 
Bases histórico filosóficas da educação
Bases histórico filosóficas da educaçãoBases histórico filosóficas da educação
Bases histórico filosóficas da educação
 
História da educação
História da educaçãoHistória da educação
História da educação
 
Arte, Cultura E Filosofia Enade
Arte, Cultura E Filosofia EnadeArte, Cultura E Filosofia Enade
Arte, Cultura E Filosofia Enade
 
Grécia e Roma Antiga
Grécia e Roma AntigaGrécia e Roma Antiga
Grécia e Roma Antiga
 
Educacao grecia
Educacao greciaEducacao grecia
Educacao grecia
 
Historia4 trajetoria
Historia4 trajetoriaHistoria4 trajetoria
Historia4 trajetoria
 
02 FUNDAMENTOS DE PEDAGOGIA 1 aulas.ppt
02 FUNDAMENTOS DE PEDAGOGIA 1 aulas.ppt02 FUNDAMENTOS DE PEDAGOGIA 1 aulas.ppt
02 FUNDAMENTOS DE PEDAGOGIA 1 aulas.ppt
 
Slides de aulas 2 semestre de 2013
Slides de aulas   2 semestre de 2013Slides de aulas   2 semestre de 2013
Slides de aulas 2 semestre de 2013
 
A Filosofia na historia da Educacao
A Filosofia na historia da Educacao A Filosofia na historia da Educacao
A Filosofia na historia da Educacao
 
Webaula 1
Webaula 1Webaula 1
Webaula 1
 
APRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.ppt
APRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.pptAPRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.ppt
APRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.ppt
 

Mais de Alelis Gomes

Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 01
Informatica basica e tecnologias na educacao   unidade 01Informatica basica e tecnologias na educacao   unidade 01
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 01Alelis Gomes
 
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03Alelis Gomes
 
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03Alelis Gomes
 
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03Alelis Gomes
 
Aula metodologia trabalho acadêmico
Aula metodologia trabalho acadêmicoAula metodologia trabalho acadêmico
Aula metodologia trabalho acadêmicoAlelis Gomes
 
Aula metodologia trabalho acadêmico
Aula metodologia trabalho acadêmicoAula metodologia trabalho acadêmico
Aula metodologia trabalho acadêmicoAlelis Gomes
 
Aula dois 01.02.2011 (2)
Aula dois 01.02.2011 (2)Aula dois 01.02.2011 (2)
Aula dois 01.02.2011 (2)Alelis Gomes
 

Mais de Alelis Gomes (16)

Psicologia
Psicologia Psicologia
Psicologia
 
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 01
Informatica basica e tecnologias na educacao   unidade 01Informatica basica e tecnologias na educacao   unidade 01
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 01
 
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03
 
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03
 
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03Informatica basica e tecnologias na educacao  unidade 03
Informatica basica e tecnologias na educacao unidade 03
 
Aula metodologia trabalho acadêmico
Aula metodologia trabalho acadêmicoAula metodologia trabalho acadêmico
Aula metodologia trabalho acadêmico
 
Aula metodologia trabalho acadêmico
Aula metodologia trabalho acadêmicoAula metodologia trabalho acadêmico
Aula metodologia trabalho acadêmico
 
Alelis aula 1
Alelis aula 1Alelis aula 1
Alelis aula 1
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 
Alelis aula 1
Alelis aula 1Alelis aula 1
Alelis aula 1
 
Alelis aula 1
Alelis aula 1Alelis aula 1
Alelis aula 1
 
Alelis aula 1
Alelis aula 1Alelis aula 1
Alelis aula 1
 
Alelis aula 1
Alelis aula 1Alelis aula 1
Alelis aula 1
 
Aula 02
Aula 02Aula 02
Aula 02
 
Aula dois 01.02.2011 (2)
Aula dois 01.02.2011 (2)Aula dois 01.02.2011 (2)
Aula dois 01.02.2011 (2)
 
Aula 1
 Aula 1 Aula 1
Aula 1
 

Último

trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 

Último (20)

trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 

História da Educação antiga

  • 1. História da Educação Professora – Alelis Cada um tem que construir a sua história...
  • 2. Plano de Estudo da Disciplina: - Comparar a Educação tradicional com as tendências educacionais modernas; - Destacar o método moderno de educação e o aparecimento da ciência moderna; - Caracterizar a educação Cristã e o surgimento das universidades; - Identificar o processo educacional no Brasil Colônia e Brasil Império...
  • 3. Programa da Disciplina – Unidade 01: Pré-História e sociedade Greco-Romana: Tópico 01- História e Pré-História; Tópico 02 – Comunidades Tribais: Os primeiros sistemas de Educação; Tópico 03 – Educação na Mesopotâmia e o Egito Antigo; Tópico 04 - Educação na Grécia Antiga; Tópico 05 – Educação em Roma.
  • 4. Dinâmica de Grupo: Bolinha de Papel: Quando mais jovem, por causa de meu caráter impulsivo, tinha raiva e na menor provocação, vezes, depois de um desses incidentes me sentia envergonhado e me esforçava por consolar a quem tinha magoado. Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas depois de uma explosão de raiva, e me entregou uma folha de papel lisa e dizendo: Amasse-a!
  • 5. Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha. Agora – voltou a dizer-me, deixe-a como estava antes. Por mais que tentei, o papel ficou cheio de dobras. Então, disse o professor: O coração das pessoas é como esse papel... A impressão que neles deixamos será tão difícil de apagar como esses amassados.
  • 6. Assim aprendi a ser mais compreensivo e mais paciente. Quando sinto vontade de estourar(desistir), lembro deste papel amassado. A impressão que deixamos nas pessoas é impossível de apagar. Quando magoamos com nossas ações ou com nossas palavras, logo queremos consertar o erro, mas muitas vezes é tarde demais.
  • 7. Alguém disse, certa vez: “Fale quando tuas palavras forem tão suaves como o silêncio.”
  • 8. Música: Como uma onda no mar (Lulu Santos e Nelson Motta) Nada do que foi será De novo do jeito que já foi um dia Tudo passa, tudo sempre passará; A vida vem em onda como um mar Num indo e vindo infinito Tudo que se vê não é Igual o que a gente viu há um segundo Tudo muda o tempo todo no mundo
  • 9. Não adianta fugir; Nem mentir pra si mesmo Agora há tanta vida lá fora Aqui dentro, sempre... Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar... Boa noite e Sucesso sempre!
  • 10. História e Pré-História O ser humano sempre questiona sobre o passado, como os antepassados viviam, se organizava, e aprendiam. Por isso devemos aprender a HISTÓRIA! Periodização da História: O estudo da História teve início quando os homens começaram a descobrir os primeiros vestígios de seus antepassados.
  • 11. Embora não haja total consenso entre os Historiadores sobre a divisão da História, é a visão européia que prevalece, na qual é dividida em Pré- História e História. A Pré-História é o estudo das origens da humanidade e vai até o aparecimento da escrita. A História compreende o período da invenção da escrita até os dias atuais.
  • 12. A Pré-História pode ser dividida em: A) Paleolítico (Pedra Lascada) De 120.000a.C. até o surgimento do Homo Sapiens (Homem que sabe). Neste período o homem vivia em pequenos grupos, se alimentava de produtos provenientes da caça, pesca e frutos. O homem construiu o arco e a flecha para sua sobrevivência.
  • 13. B) Neolítico(Pedra Polida) O homem começou a praticar a mineração e a fabricar as ferramentas de metal como machados, panelas, vasos, facas... A civilização é marcada pelos principais aspectos/características: - Aparecimento das classes sociais; - Formação do Estado; - Divisão social do trabalho; - Aumento da produção econômica (produção excedentes – troca de produtos); - Registros escritos (calendário, pesos e
  • 14. Na História, o principal instrumento de estudo são os dados escritos. A História é dividida em: Idade Antiga: Invenção da escrita até a queda do Império Romano do Ocidente; Idade Média: Império Romano do Ocidente até a queda de Constantinopla, no Império Romano no Oriente;
  • 15. Idade Moderna: Queda de Constantinopla até início da Revolução Francesa, 1989. Idade Contemporânea: Desde a Revolução Francesa até a atualidade. (Tabela Página 04) História da Educação: Desde os primórdios, encontramos momentos de educação. Momentos em que se educa e se é ducado.
  • 16. Os primeiros povos educavam-se no envolvimento e ação (não havia mestres). Na sociedade moderna/contemporânea encontramos práticas pedagógicas conscientes, planejadas e sistemáticas. “...as questões de educação são engendradas nas relações que se estabelecem entre pessoas nos diversos segmentos da sociedade. A educação não é, portanto, um fenômeno neutro, mas sofre os efeitos do jogo do poder, por estar de fato envolvida na política.” Aranha, 2006
  • 17. TEXTO PARA REFLEXÃO: Para que História da Educação? Página 07 Comunidades Tribais: Os primeiros sistemas de Educação As Sociedades do Crescente Fértil e da China e Índia disputam a primazia de serem as primeiras a desenvolver complexos sistemas culturais.
  • 18. Informação para você! Crescente Fértil – Faixa de Terra que inicia no Vale do Rio Nilo e vai até a Mesopotâmia. Ocorreu nesta região aumento da população, da produção agrícola, iniciando assim o “Berço da Civilização”
  • 19. O Primeiro Sistema Educacional Escola - Antes de existir, já havia transmissão de conhecimentos, através das práticas cotidianas e costumes. Experiências passadas – ajustamento das crianças no ambiente físico e social. Natureza carregada de Deuses, o sobrenatural penetra em todas as dependências da realidade vivida. Relação social – Todos se educam
  • 20. A Educação Difusa: Modelo da Imitação – Criança participa das atividades cotidianas , aprendendo artes, ofícios e rituais. Criando assim a sua identidade étnica e cultural. Crianças aprendem para a vida e por meio da vida. Quem se destaca se torna feiticeiro (maior prestígio e não privilégios)
  • 21. Educação na Mesopotâmia e no Egito Antigo Mesopotâmia significa “terra entre rios”. Nesta Terra viveram os sumérios, acádios, babilônios, assírios, caldeus entre outros. O governo era Monarquia e os povos eram politeístas (povos que acreditam em vários Deuses).
  • 22. A escrita era chamada de CUNEIFORME( Imagem na página 22). Neste período também fundaram bibliotecas,elaboraram Leis, criaram escolas e cidades-estados. A escola tinha como meta principal formar profissionais, sendo que os estudantes eram oriundos de famílias abastadas.
  • 23. Educação no Egito Antigo o Egito se desenvolveu às margens do Rio Nilo, no Nordeste da África. As águas do Rio Nilo era fundamental para o plantio dos alimentos. O Egito também se destaca por ter na atuação humana criatividade e planejamento. Os Egípcios desenvolveram um dos primeiros sistemas da escrita. Criaram sinais para representar coisas e objetos (pictogramas), ou sugerir idéias(ideogramas)
  • 24. Criaram sinais(letras) que representavam sons(fonemas) – Figura na página 24. O saber egípcio visava resolver problemas práticos e concretos. A sociedade egípcia é considerada uma das mais ricas em termos de concepção pedagógica.
  • 25. A religião foi elemento cultural que mais atuou na vida do povo egípcio. A mesma influenciou a filosofia, arte e a literatura. Crença a imortalidade da alma, politeísmo e culto aos animais eram marcantes.
  • 26. Educação na Grécia Antiga Grécia Antiga – Berço da filosofia. Habitada por aqueus,jônios,eólios e dórios, a Grécia pode ser dividida em: Período Homérico; Período Arcaico; Período Clássico; Período Helenístico.
  • 27. Educação na Grécia Educação Grega – Formar cidadão. A Grécia Antiga era uma “colcha de retalhos”, pois haviam cidades-estados com peculiaridades, com autonomia, porém com culturas parecidas. Sistema cultural/Educacional com elementos gerias: Educação homérica, Educação espartana e Educação Ateniense.
  • 28. Educação Homérica Os primeiros registros se encontram nos escritos de Homero (Obras de Odisseia e ilíada), fazendo referências ao ideal de homem, baseado na sabedoria e ação. Manejo de armas, a prática de esportes, as artes musicais, estudo da oratória e a prática nas diferentes situações do mundo grego. Herói que luta pela sua glória Ética Homérica é ética da honra. O saber não era importante como o treinamento militar. A glória era ser proclamado o melhor.
  • 29. Educação em Espartana Espartana era uma das principais cidades- estados da Grécia. O homem espartano era um modelo de bravura, pois o principal objetivo do Estado Espartano era fazer de seus cidadãos um modelo ideal de soldado. Implantada a Eugenia, que destinava as mulheres desenvolverem seus filhos fortes e sadios. Os meninos aos sete anos deixavam suas casas e entravam no sistema público de ensino, onde eram treinados como máquinas.
  • 30. As meninas eram vistas como especiais, recebendo um tipo de educação formal, onde ensinavam-se trabalhos domésticos e manuais. A cada menino era atribuído a um grupo específico, segundo suas habilidades. Com formação rigorosa e dolorosa, os meninos passavam nas mãos de professores, treinadores e instrutores de ginástica militar.
  • 31. Educação em Atenas A instrução para os meninos era realizada em casa e na escola. Um escravo especial, o PEDAGOGO, era cuidadosamente escolhido para orientá-los. Preparar os homens para serem bons cidadãos era o principal objetivo da educação grega e, acerca disso ser sempre o melhor e conservar-se superior aos outros.
  • 32. Pedagogo – PAIDEIA+AGOGOS-que significa o escravo que acompanhava as crianças até à escola. Atenas foi a capital da Educação. Havia interesse em preparar diretamente o cidadão para seus futuros deveres. Surgia o desejo de uma ação coletiva e, devido a essa pressão, criou-se a instituição escolar.
  • 33. Educação Grega Uma das maiores contribuições dos Gregos para a humanidade foi o campo da filosofia, pois através da razão, explicava ou tentava explicar o mundo que cerca as pessoas. Criação grega – Amor a Sabedoria Sócrates, Platão e Aristóteles foram os mais antigos filósofos gregos.
  • 34. Esses filósofos concentravam-se sobre o papel do ser humano do que na explicação do mundo material. Sócrates Desenvolveu um método prático baseado no diálogo e no questionamento e que tem a razão como seu fundamento principal. Seu método consta de duas fases: a ironia e a maiêutica.
  • 35. O objetivo fundamental da ironia é a análise de definições concretas, a qual reconhece nossa ignorância diante das definições que estamos buscando. Só quando reconhecemos nossa ignorância é que estamos aptos a buscar a verdade. A maiêutica tinha por finalidade levar as pessoas a desenvolverem suas idéias e a darem à luz a novas idéias.
  • 36. Conhece-te a ti mesmo. – É o reto conhecimento das virtudes humanas. Baseado na razão, seu método de ensino levava ao desenvolvimento da inteligência, a aprender a pensar, a aprender a querer e a praticar o bem. Sócrates foi condenado a morte por não acreditar em Deus e “corromper” a juventude.
  • 37. Platão Nascido em Atenas, suas idéias eram baseadas na diferenciação do mundo entre as coisas sensíveis(mundo das idéias e a inteligência) e também as coisas visíveis(seres vivos e a matéria) A educação deveria funcionar para desenvolver um homem moral, dedicando seus esforços para o desenvolvimento intelectual e físico. A educação para as mulheres deveria
  • 38. ser a mesma aplicada aos homens. Platão dizia que os alunos deveriam descobrir as coisas superando os problemas impostos pela vida. Aristóteles Estudou em uma escola dirigida por Platão e explicou cada trecho de conhecimento do mundo e de seu tempo.
  • 39. Considerado criador do estudo da Lógica, cuidou da educação do filho mais velho do Rei da Macedônia, que se tornou Alexandre, o grande. Para ele,as conclusões de Platão eram verdadeiras, porque se podia chegar a elas através da sua argumentação lógica.
  • 40. A Literatura da Grécia Antiga. O início da literatura grega pode ser, colocada como inaugurada pela monumental obra de Homero, descrita nas famosas Ilíada e Odisséia, que tratam de fatos e viagens à época da Guerra de Tróia. Essas obras constituem-se um poderoso relato épico sobre mitos, crenças, hábitos, usos e costumes dos gregos antigos.
  • 41. A maior conquista dos séculos V e IV a.C. foi o domínio da prosa. Três filósofos se destacaram: Sócrates, Platão e Aristóteles. Sócrates considerado pai da filosofia política e ética,Platão fundador da Academia em Atenas e Aristóteles que escreveu sobre diversos assuntos, como física, poesia, zoologia, a retórica da lógica do governo e biografia. (enciclopédia de conhecimentos gerais)
  • 42. Leituras Complementares e importantes! - O Teatro Grego; - A Mitologia Grega; - Deuses Gregos. Páginas 42 a 45.
  • 43. Filmes sugeridos! - Tróia; - Alexandre, o grande; - Gladiador; - Spartacus.
  • 44. Educação em Roma A influência da cultura romana é muito forte em nosso meio, na língua latina, na engenharia, no direito e na forma de organização de governo. A Origem da Roma Historiadores afirmam que a fundação de Roma resulta da mistura de vários povos que foram habitar a região da península itálica: gregos,latinos...
  • 45. A sociedade era formada por patrícios(nobres) e plebeus(comerciantes e artesãos). O sistema político era a monarquia. Os romanos explicavam a origem de sua cidade através do mito de Rômulo e Remo. Segundo a mitologia romana, os gêmeos foram jogados no rio Tibre, na Itália. Resgatados por uma loba
  • 46. A loba amamentou-os e posteriormente eles foram criados por um casal de pastores. Quando já grandes, voltaram à cidade natal de Alba Longa e ganharam terras para fundar uma nova cidade, que seria Roma. A religião dos romanos era politeísta. Na arte se destacavam pela pintura e murais decorativos e esculturas.
  • 47. Educação Romana A educação romana inspirou-se nos ideais práticos e sociais. A mãe tinha importância fundamental na educação dos filhos nos primeiros anos de vida. Privilegia a educação literária, dando ênfase à arte da retórica e de debate. Aos romanos que se deve o primeiro sistema de ensino de que temos conhecimento na história.
  • 48. O grande teórico da pedagogia romana pode ser considerado Quintiliano.Ele foi professor de retórica de Roma, primeiro docente pago pelo Estado. O conteúdo desta antiga educação romana tinha como ponto essencial a formação da consciência da criança e jovem aos valores morais dando ênfase aos reflexos seguros.
  • 49. A Educação na Roma Antiga A Roma antiga foi a cultura que mais legou ao mundo ocidental noções diversas de civilização, direito e idioma. A educação romana é ainda a base de diversos sistemas educacionais e muitos idiomas atuais são derivados do latim romano(idioma oficial do Vaticano)
  • 50. Não havia um sistema pedagógico rigorosamente formal estabelecido e sob rígido controle legal,mas somente um grupo de conhecimentos e saberes que eram agrupados de forma linear, e sua transmissão ocorria de formas diversas segundo a condição social do indivíduo. O patriciado romano era preparado para ocupar cargos públicos elevados e o indivíduo de origem
  • 51. plebeia possuía parâmetros distintos voltados às necessidades desta classe. A educação romana em seus aspectos gerais. A educação de uma criança, física e moralmente, começava em casa, sob a estrita supervisão de seus pais que visava transformar a criança em um cidadão forte, saudável, religioso e responsável.
  • 52. Ensinar-lhes as Leis da obediência, com ênfase na prática da retórica e do discurso. Autoconfiança era extremamente valorizada. Os professores eram escravos gregos, ou mesmo libertos, que vendiam seus saberes para os Patrícios. Eles eram muitas vezes abrigados pelos mesmos e transformados em preceptores de seus filhos.
  • 53. Esses professores muitas vezes alugavam locais onde ensinavam as pessoas do povo, sem distinção fixa de idade, em assuntos que iam desde letras básicas até filosofia e história. A Educação para meninos e meninas Meninas: Treinadas pelas mães nas práticas domésticas. Aprendiam ler e escrever, porém sem acesso a educação superior. Elas se casavam com a idade de doze anos.
  • 54. Meninos: Ensinados pelos seus pais as atividades pertencentes ao labor, como plantar, colher(plebeus). Os patrícios davam ensino aos filhos, inclusive educação superior(artes, filosofia,retórica.Casavam a partir de quatorze anos. A caneta nessa época era de pena e tinta e as salas eram divididas por cortinas, que eram conhecidas por ludi (jogo). Operações matemáticas eram ensinadas, junto com leitura escrita.
  • 55. A influência de Roma e o Cristianismo Durante muito tempo, os romanos expandiram sua civilização pela Europa. Com a propagação do cristianismo, o poder da Igreja sobre a educação tornou-se mais uma vez, quase que absoluto. Roma tinha dois objetivos, sendo eles: formar homens da Igreja e formar cavalheiros.
  • 56. Os homens da Igreja ensinava-se retórica, artes liberais, gramática, música... Para os cavalheiros ensinava-se práticas da caça, montaria, natação, prática de arco e flecha bem como a escrita em verso. Assim concluímos que a educação era direcionada como favorecimento aos monastérios(monges) e cortes.
  • 57. Leitura Obrigatória! O Declínio da Educação Romana Página 62. Tarefinha em grupo. Grupos com 5 pessoas para a realização e apresentação das autoatividades da Unidade 01 na próxima aula.
  • 58. ÓTIMO FINAL DE SEMANA E NÃO ESQUEÇAM: