Teleconferência de Resultados 3T12 
13 de novembro de 2012 
Relações com Investidores | 3T12 | 1/15
Sumário 
Eventos e Destaques do 3T12 3 
Destaques Financeiros do 3T12 4 
Diversificação de Produtos e Receitas 5 
Carteira...
Eventos e Destaques do 3T12 
Captação de US$ 30 milhões, com prazo de 7 anos, realizada com o Global Climate Partnership F...
Destaques Financeiros do 3T12 
Os principais indicadores continuaram a apresentar desempenho positivo no período... 
R$ Mi...
Diversificação de Produtos e Receitas 
... com contribuição de todas as linhas de negócios, fruto da estratégia de atendim...
Carteira de Crédito1 
A carteira manteve sua distribuição de produtos... 
R$ Milhões 
64 
7.426 
7.641 7.444 
772 
756 
78...
Qualidade da Carteira de Crédito 
...com qualidade, garantias e adequada cobertura. 
Qualidade da Carteira de Crédito Non ...
Gestão Ativa do Portfólio de Crédito 
3T12 2T12 
Açúcar e Álcool 
Telecomunicações 
Processamento de 
Carne 
2% 
2% 
Outro...
Mesa para Clientes 
PINE é o segundo player em derivativos de commodities1. 
Valor Nocional por Mercado de Atuação Valor N...
PINE Investimentos 
Consolidação da franquia em produtos de Banco de Investimentos. 
Operações 
Mercado de Capitais: Estru...
Captação 
Fontes de captação diversificadas... 
R$ Milhões 
Trade Finance 
753 
841 
1.089 
814 
118 
1.083 
Private Place...
Gestão de Ativos e Passivos 
...apresentando um gap positivo entre a carteira de crédito e as captações. 
Casamento de Pra...
Basileia 
A Basileia encerrou o período em 17,0%. 
Tier II Tier I 
Capital Regulatório Mínimo ( 11%) 
3,6% 4,5% 
p g ) 
4 ...
Aumento de Capital 
Homologação pelo Banco Central da primeira etapa do aumento de capital anunciado em agosto. 
Após os p...
Relações com Investidores 
Noberto N. Pinheiro Júnior 
CEO 
Susana Waldeck Norberto Zaiet Junior 
CFO / DRI COO 
Raquel Va...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Teleconferência de Resultados 3T12

328 visualizações

Publicada em

Teleconferência de Resultados 3T12

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
328
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teleconferência de Resultados 3T12

  1. 1. Teleconferência de Resultados 3T12 13 de novembro de 2012 Relações com Investidores | 3T12 | 1/15
  2. 2. Sumário Eventos e Destaques do 3T12 3 Destaques Financeiros do 3T12 4 Diversificação de Produtos e Receitas 5 Carteira de Crédito 6 Qualidade da Carteira de Crédito 7 Gestão Ativa do Portfólio de Crédito 8 Mesa para Clientes 9 PINE Investimentos 10 Captação 11 Gestão de Ativos e Passivos 12 Basileia 13 Aumento de Capital 14 Relações com Investidores | 3T12 | 2/15
  3. 3. Eventos e Destaques do 3T12 Captação de US$ 30 milhões, com prazo de 7 anos, realizada com o Global Climate Partnership Fund (GCPF), fundo patrocinado pelo Governo Alemão juntamente com o KFW Bankengruppe, o Governo da Dinamarca e o IFC, e administrado pelo Deutsche Bank. Homologação pelo Banco Central da primeira fase de subscrição do aumento de capital no montante de R$ 139,6 milhões. Montante já integralizado no Patrimônio Líquido. Contribuições positivas das receitas em todas as linhas de negócios nos 9M12: 60,2% de Crédito Corporativo, 17,6% da Mesa para Clientes, 11,2% da Tesouraria, e 11,0% da PINE Investimentos, que continua a demonstrar sua recorrência. Gap positivo de liquidez mantido há mais de 10 trimestres: 14 meses para o crédito ante 16 meses para a captação. Balanço líquido com alto líquido, ppaattaammaarr ddee ccaaiixxaa, nnoo vvaalloorr ddee RR$$ 11,44 bbiillhhããoo, eeqquuiivvaalleennttee aa 4411%% ddooss ddeeppóóssiittooss aa pprraazzoo. Reconhecido pelo International Finance Corporation (IFC), como o melhor banco emissor de operações direcionadas à eficiência energética. Classificado entre os 15 maiores bancos no ranking de derivativos da Cetip e o 2º em derivativos de commodities para clientes. 9ª posição entre os maiores bancos do país em oferta de crédito para grandes empresas, 15ª posição em oferta de crédito para Pessoa Jurídica e 5ª posição em riqueza criada por empregado, segundo o ranking Melhores e Maiores da revista Exame. Relações com Investidores | 3T12 | 3/15
  4. 4. Destaques Financeiros do 3T12 Os principais indicadores continuaram a apresentar desempenho positivo no período... R$ Milhões Ri T l d C édi 1 Captação Total P i ô i Lí id 7,6% Patrimônio Líquido 23,8% Risco Total de Crédito1 8,3% 6.248 6.725 6.875 1.216 7.444 982 Set Set-11 Set Set-12 Set Set-11 Set Set-12 SSeett-1111 SSeett-1122 Receitas de Prestação de Serviços 86,7% Lucro Líquido 23,7% ROAE 1,7 p.p. 19 0%2 28 47 19,0% 15 38 17,3% 17,7% 3T11 3T12 3T11 3T12 3T11 3T12 1 Inclui Cartas de Crédito a utilizar, Fianças, Títulos de Creditos a Receber e Títulos Públicos (debêntures, CRIs, eurobonds e cotas de fundos) 2 Desconsidera o aporte de capital de R$139,6 milhões em setembro Relações com Investidores | 3T12 | 4/15
  5. 5. Diversificação de Produtos e Receitas ... com contribuição de todas as linhas de negócios, fruto da estratégia de atendimento completo a clientes. Participação de Clientes com Mais de um Produto Índice de Produtos - Clientes com Mais de um Produto 2,9 2 8 Mais de 1 produto 1 produto 2,8 2,8 41% 40% 37% 59% 60% 63% Set-10 Set-11 Set-12 Set-10 Set-11 Set-12 Mix de Receitas 9M11 9M12 Crédito Corporativo 65,9% PINE Investimentos 3,9% PINE Investimentos 11,0% Tesouraria 4,9% Crédito Corporativo 60,2% Tesouraria 11,2% Mesa para Clientes 25,3% Mesa para Clientes 17,6% Relações com Investidores | 3T12 | 5/15
  6. 6. Carteira de Crédito1 A carteira manteve sua distribuição de produtos... R$ Milhões 64 7.426 7.641 7.444 772 756 782 1.021 1.154 942 269 230 190 124 100 81 47 5.613 6.033 6.057 6.545 6.875 7.063 Pessoa Física Trade finance 336 533 622 827 822 800 881 883 883 1.022 1.117 1.372 1.534 1.687 1.684 1.599 1.699 555 ade f a ce Fiança 846 881 912 644 279 325 386 670 783 4 75 172 Repasses 3.251 3.358 3.132 3.126 3.300 3.286 3.370 3.332 3.174 Títulos Privados Capital de giro Set-10 Dez-10 Mar-11 Jun-11 Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 Set-12 p g 1 Inclui Cartas de Crédito a utilizar, Fianças, Títulos de Creditos a Receber e Títulos Públicos (debêntures, CRIs, eurobonds e cotas de fundos) Relações com Investidores | 3T12 | 6/15
  7. 7. Qualidade da Carteira de Crédito ...com qualidade, garantias e adequada cobertura. Qualidade da Carteira de Crédito Non Performing Loans > 90 dias 30 de setembro de 2012 0,8% Contrato em Atraso Parcelas em Atraso B 40,5% 0,5% 0,6% 0,7% 0,6% 0,4% C 11,7% 0,2% 0,2% 0,2% 0,2% D-E 2,5% F-H 1 1,6% 6% AA-A Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 Set-12 43,7% Índice de Cobertura Garantias 0 8 p p Alienação Fiduciária de Produtos 47% Fiança 2% Aplicações 0,8 p.p. Recebíveis Financeiras 3% Alienação Fiduciária de Imóveis 2,7% 3,7% 3,5% 26% 22% Set-11 Jun-12 Set-12 Relações com Investidores | 3T12 | 7/15
  8. 8. Gestão Ativa do Portfólio de Crédito 3T12 2T12 Açúcar e Álcool Telecomunicações Processamento de Carne 2% 2% Outros 9% I tit i õ 19% Açúcar e Álcool 16% Instituição Financeira 2% Materiais de Construção 2% Outros 9% Instituições Financeiras 2% Química e Petroquímica Alimentos l Metalurgia 3% 3% Construção Civil Química e Petroquímica Telecomunicações 2% Alimentos 12% 3% 2% Construção Civil 10% Energia Elétrica e Renovável 3% Bebidas e Fumo 4% Veículos e Peças 4% Serviços Especializados Energia Elétrica e Renovável Bebidas e Fumo 3% Veículos e Peças Metalurgia 4% Ser iços 10% 4% 9% Agricultura 9% Infra Estrutura 7% Comércio Exterior 5% Transportes e Logística 5% 4% Agricultura Infra Estrutura 9% 6% Transportes e Logística 6% Comércio Exterior 6% Serviços Especializados 4% Redução da concentração no setor de Açúcar e Álcool, de 19% para 16%; Aumento da participação em outros setores, como Energia Elétrica e Renovável, Transportes e Logística, Comércio Exterior; Mudança na composição dos 20 maiores clientes em aproximadamente 25%; Redução da participação relativa dos 20 maiores clientes em 6% em relação ao Patrimônio Líquido, ou 17% id d t d it l considerando o aumento de capital; e 20 maiores clientes representavam 27% da carteira total. Relações com Investidores | 3T12 | 8/15
  9. 9. Mesa para Clientes PINE é o segundo player em derivativos de commodities1. Valor Nocional por Mercado de Atuação Valor Nocional e Risco de Crédito de Contraparte (MtM) 30 de setembro de 2012 R$ Milhões 597 629 Valor Nocional MtM MtM Estressado Juros 22% 256 238 358 354 354 Moeda 56% 178 157 126 3.709 3.712 4.287 4.720 4.875 Commodities 22% Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 Set-12 Segmentos de Mercado Perfil da Carteira Juros: Pré-fixado Flutuante Inflação Libor Cenário em 30 de Setembro: Duration: 210 dias MtM: R$ 238 milhões fixado, Flutuante, Inflação, Moedas: Dólar, Euro, Iene, Libra, Dólar Canadense, Dólar Australiano Cenário de Estresse (Dólar: +31% e Preço Commodities: -30%): MtM Estressado: R$ 629 milhões Commodities: Açúcar, Soja (Grãos, Farinha e Óleo), Milho, Algodão, Metais, Energia 1 Fonte: Cetip, setembro 2012 Relações com Investidores | 3T12 | 9/15
  10. 10. PINE Investimentos Consolidação da franquia em produtos de Banco de Investimentos. Operações Mercado de Capitais: Estruturação e Distribuição de R$ 90.400.000 Debêntures R$ 36.000.000 Debêntures Operações de Renda Fixa. Assessoria Financeira: Project & Structured Finance, R$ 90.000.000 Debêntures Coordenador Exclusivos. Julho, Agosto, Setembro, Setembro 2012 Coordenador Líder Agosto 2012 M&A e operações híbridas de capital. Gestão de Recursos: Renda Fixa, Fundos de Crédito e Coordenador Mandatos Exclusivos Julho 2012 Volume Financeiro - Underwriting Receitas R$ Milhões R$ Milhões 880 52 623 242 346 217 2 18 18 14 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 Relações com Investidores | 3T12 | 10/15
  11. 11. Captação Fontes de captação diversificadas... R$ Milhões Trade Finance 753 841 1.089 814 118 1.083 Private Placements Multilaterais 5 437 5.902 6.248 6.544 6.421 6.933 6.725 867 868 813 21 33 247 256 281 291 553 561 194 194 185 205 237 246 233 295 260 200 160 282 267 310 353 276 234 156 166 158 155 84 86 250 125 180 413 377 435 596 Mercado de Capitais Internacional Mercado de Capitais Local 5.437 5.182 5.322 - 829 829 42 224 213 320 1 253 1.196 1.186 1.228 1 177 198 214 218 212 228 250 281 223 272 210 165 106 161 194 46 176 41 53 66 112 31 33 626 867 33 898 867 BNDES Depósitos à Vista 1 845 1 965 2.130 2.128 2.153 2.056 1.463 1.530 1.114 1.287 1.253 1.177 Depósitos a Prazo Interfinanceiros Dépositos a Prazo Pessoas Físicas 1.654 1.592 1.720 1.845 1.965 Set-10 Dez-10 Mar-11 Jun-11 Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 Set-12 Dépositos a Prazo Pessoas Jurídicas Déposito a Prazo de Institucionais Relações com Investidores | 3T12 | 11/15
  12. 12. Gestão de Ativos e Passivos ...apresentando um gap positivo entre a carteira de crédito e as captações. Casamento de Prazos Índice de Crédito sobre Captação Total CRÉDITO CAPTAÇÃO 80% 76% 81% 76% 73% BNDES BNDES Trade Finance Trade Finance Depósitos Capital de Giro, Títulos Privados1 e Caixa Letras Financeiras 1Inclui debêntures, CRIs, eurobonds e cotas de fundos Captações Externas Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 Set-12 ALM Depósitos vs. Captação Total R$ Milhões R$ Milhões 2.947 2.165 1 739 2.155 1.739 1 679 1.679 Crédito Captação 6.248 6.933 6.725 41% 45% 46% Outros 1.363 494 957 33 118 162 59% 55% 54% Depósitos Totais - Sem Vencimento Até 3 meses De 3 a 12 meses De 1 a 3 anos De 3 a 5 anos Acima de 5 anos Set-11 Jun-12 Set-12 Relações com Investidores | 3T12 | 12/15
  13. 13. Basileia A Basileia encerrou o período em 17,0%. Tier II Tier I Capital Regulatório Mínimo ( 11%) 3,6% 4,5% p g ) 4 2% 3 0% 18,4% 17,4% 17,1% 16,6% 19,6% 18,5% 16,4% 15,9% 17,0% 3,6% 3,7% 3,4% , 4,2% 3,1% 3,3% 3,0% 14,8% 13,8% 13,4% 13,2% 15,1% 14,3% 13,3% 12,6% 14,0% Set -10 Dez -10 Mar -11 Jun -11 Set -11 Dez -11 Mar -12 Jun -12 Set -12 R$ milhões Basiléia (%) Tier I 14,0% Tier II 3,0% Total 17,0% 1.210 256 1.466 Relações com Investidores | 3T12 | 13/15
  14. 14. Aumento de Capital Homologação pelo Banco Central da primeira etapa do aumento de capital anunciado em agosto. Após os períodos regulamentares de exercício de direito de subscrição e sobras, o aumento de capital resultou na emissão de 6.558.123 ações ordinárias, no montante de R$ 93.649.996,44, e 3.220.203 ações preferenciais, no montante de R$ 45.984.498,84, a um preço unitário de R$ 14,28. Sumário Total de ~R$ 139,6 milhões Total de Ações: 66.555588.112233 aaççõõeess oorrddiinnáárriiaass ee 33.222200.220033 aaççõõeess pprreeffeerreenncciiaaiiss ssuubbssccrriittaass::  2.100.839 pelo DEG;  519.577 pelos Administradores;  587.732 p pelos ; minoritários; e  12.055 oriundas do rateio das sobras subscritas por minoritários. Com a homologação pelo Banco Central Central, a estrutura acionária tem a seguinte composição: ON PN Total % Controlador 5 8.444.889 1 5.595.863 7 4.040.752 68,2% Administradores - 5 .923.784 5.923.784 5,5% FFrreeee FFllooaatt - 2288..227711..772244 2288..227711..772244 2266,,00%% Pessoas Físicas* - 2.734.411 2.734.411 2,5% Institucionais Locais - 11.330.025 11.330.025 10,4% DEG - 5.005.067 5.005.067 4,6% Estrangeiros - 9.202.221 9.202.221 8,5% Tesouraria - 3 94.840 394.840 0,4% Total 58.444.889 50.186.211 108.631.100 100% * Para fins gerenciais, minoritários foram considerados como pessoas físicas Relações com Investidores | 3T12 | 14/15
  15. 15. Relações com Investidores Noberto N. Pinheiro Júnior CEO Susana Waldeck Norberto Zaiet Junior CFO / DRI COO Raquel Varela SSuperiintenddente dde RRellaçõões com IInvestiiddores Alejandra Hidalgo GGeerreennttee ddee RReellaaççõõeess ccoomm IInnvveessttiiddoorreess Ana Lopes AAnnaalliissttaa ddee RReellaaççõõeess ccoomm IInnvveessttiiddoorreess Fone: +55-11-3372-5343 www.pine.com/ri ri@pine.com As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadas a perspectivas de crescimento do PINE são meramente projeções e, como tais, são baseadas exclusivamente nas expectativas da administração sobre o futuro dos negócios. Essas expectativas dependem, substancialmente, das condições de mercado, do desempenho da economia brasileira e do setor (mudanças políticas e econômicas, volatilidade nas taxas de juros e câmbio, mudanças tecnológicas, inflação, desintermediação financeira, pressões competitivas sobre produtos e preços e mudanças na legislação tributária) e, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Relações com Investidores | 3T12 | 15/15

×