Geração nem nem

329 visualizações

Publicada em

Dados e informações sobre a Geração Nem-nem

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
329
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geração nem nem

  1. 1. GERAÇÃO NEM-NEM
  2. 2. DESALENTO ESTRUTURAL . Um em cada CINCO jovens brasileiros entre 18 e 25 anos nem estuda nem trabalha . Significa: 5,3 MILHÕES DE PESSOAS – ou 19,5% do total de jovens nessa faixa etária . Computados os jovens que ainda procuram trabalho, seriam 7,2 MILHÕES DE PESSOAS fora da escola e do mercado de trabalho. . Dados computados em período de expansão econômica, o que significa que nos últimos dois anos esses números devem ter crescido sensivelmente
  3. 3. . Mulheres: principal grupo dentro desse grupo . Somavam 3,5 MILHÕES DE PESSOAS . Principal motivo: gravidez .Mais Pobres: pessoas com renda per capita até R$ 77,75 (faixa da pobreza definida pelo “Bolsa Família”) são 46,5% . Fechando perfil majoritário: Mulher, entre 18 e 25 anos, mãe solteira, na faixa da pobreza.
  4. 4. Situação no Mundo . Países da OCDE também apresentam taxas significativas de “Nem-nens”: . São, em média, 15,9% entre os membros da OCDE, um total de 73 MILHÕES DE PESSOAS em 34 países. . Comparação: Desemprego – 6,1% geral – 12,6% jovens . A organização acredita que seja um fenômeno transitório, vinculado ao longo período de recessão econômica. (o que não ERA o caso do Brasil ou do México, por exemplo) . A proposta da OCDE é ampliar o investimento em educação como forma de romper essa inércia, já que melhores salários podem atrair os “desalentados” . No Brasil isso se agrava, devido à baixa qualidade da educação
  5. 5. Nem-Nem “Alcochoados” e Desfamiliarizados . A maior parte dos nem-nem são “alcochoados”: contam com uma estrutura familiar. . Outra parte, mais preocupante ainda, é “Desfamiliarizado” - não possui estrutura familiar e vivem em estado de abandono . Internacionalmente, esse grupo é considerado uma “Bomba Relógio”: dificilmente escapa das drogas, criminalidade, protistuição.
  6. 6. RELACIONANDO OS PROBLEMAS . Políticas públicas tentadas anteriormente como o programa “Jovem Aprendiz”, “Primeiro Emprego” não surtiram efeito e foram abandonadas . Baixo crescimento pode agravar a exposição social e o número desses jovens . Criminalidade, Prostituição, Drogas, Violência .Pouca formação compromete a capacidade de conseguir trabalho e o próprio crescimento do país por escassez de mão-de-obra . Dificuldade Adicional para as mulheres: falta de creches . Promessas: 7% das creches prometidas foram construídas, algumas ainda em péssimas instalações

×