SlideShare uma empresa Scribd logo
PATRIMÔNIO
HISTÓRICO
BRASILEIRO
8 º A N O / A R T E / P R O F º B I M
PATRIMÔNIO HISTÓRICO BRASILEIRO
 Pode ser definido como um bem material (bens móveis e
imóveis), imaterial e natural , aquele que possui significado e
importância artística, cultural, religiosa, documental ou estética para
a sociedade. Estes patrimônios foram construídos ou produzidos
pelas sociedades passadas, por isso representam uma importante
fonte de pesquisa e preservação cultural.
BENS CULTURAIS
IMATERIAIS
PRAÇA TIRADENTES, OURO
PRETO,1997
Estão relacionados aos saberes, às
habilidades, às crenças, às práticas,
ao modo de ser das pessoas.
Ex: A festa do Círio de nossa senhora
de Nazaré, a feira de Caruaru, o
frevo, a capoeira, o modo artesanal
de fazer queijo de minas e as
matrizes do samba no Rio de
Janeiro.
O PATRIMÔNIO MATERIAL:
BENS IMÓVEISÉ formado por um conjunto de bens
culturais classificados segundo sua
natureza: arqueológico, paisagístico e
etnográfico; histórico; belas artes; e das
artes aplicadas.
Eles são divididos em BENS MÓVEIS E
IMÓVEIS.
Núcleos urbanos, sítios
arqueológicos e paisagísticos e
bens individuais –
ex: os conjuntos arquitetônicos de
cidades como Ouro Preto (MG),
Paraty (RJ), Olinda (PE) e São
Luís (MA) ou paisagísticos, como
Lençóis (BA), Serra do Curral
(Belo Horizonte), Grutas do Lago
Azul e de Nossa Senhora
Aparecida (Bonito, MS) e o
Corcovado (Rio de Janeiro).
BENS MÓVEIS
 Coleções arqueológicas, acervos
museológicos, documentais,
bibliográficos, arquivísticos,
videográficos, fotográficos e
cinematográficos.
BENS NATURAIS
 Os Sítios do Patrimônio Mundial Natural protegem áreas consideradas
excepcionais do ponto de vista da diversidade biológica e da paisagem.
Neles, a proteção ao ambiente, o respeito à diversidade cultural e às
populações tradicionais são objeto de atenção especial.
 No Brasil, existem vários Sítios do Patrimônio Mundial Natural. O País é
signatário da Convenção dos Sítios do Patrimônio da Humanidade desde
1977:
 Parque Nacional do Iguaçu, Mata Atlântica Reservas do Sudeste, Pantanal,
Anavilhanas, Complexo da Amazônia Central , Ilhas atlânticas brasileiras
Fernando de Noronha e Atol das Rocas, Áreas Protegidas do Cerrado,
Chapado dos Veadeiros e Parque Nacional de Monte Pascoal, Bahia.
 Abaixo: Cataratas do Iguaçu e Anavilhanas, Complexo da Amazônia Central.
Unesco: Organização das Nações
Unidas para Educação, Ciência e
Cultura.
Iphan:O Instituto do Patrimônio
Histórico e Artístico Nacional:
É uma instituição federal
ao Ministério da Cultura,
responsável por preservar,
e fiscalizar os bens culturais
brasileiros, além de garantir a
utilização desses bens pela atual e
futuras gerações.
O QUE É
TOMBAMENTO?
 Toda vez que algo passa a fazer
parte do patrimônio histórico
nacional ou da humanidade,
dizemos que foi tombado.
 O tombamento é um ato
administrativo realizado pelo
poder Público, com o objetivo
de preservar, por intermédio da
aplicação da legislação
específica, bens de valor
histórico, cultural, arquitetônico,
ambiental e também de valor
afetivo para a população,
impedindo que venham a ser
destruídos ou descaracterizados.
O QUE PODE SER
TOMBADO?
 O Tombamento pode ser
aplicado aos bens móveis e
imóveis, de interesse cultural
ou ambiental, quais sejam:
fotografias, livros,
mobiliários, utensílios, obras
de arte , edifícios, ruas,
praças, cidades, regiões,
florestas, cascatas, etc.
 Somente é aplicado aos
bens materiais de interesse
para a preservação da
memória coletiva.
OS PATRIMÔNIOS DA HUMANIDADE NO
BRASIL, TOMBADOS PELA UNESCO:
PATRIMÔNIOS NACIONAIS: Ouro Preto -MG
 Foz do Iguaçu-PR
 Brasília- DF
 Olinda-PE
 Bom Jesus de Matosinhos,
Congonhas-MG
 Pelourinho-BA
 Serra da Capivara-PI
 Goiás Velho-GO
 Alcântara-MA
 Olinda-PE
 Pelourinho-BA
 Parati-RJ
 Ouro Preto-MG
 Anchieta –ES
 Zona das Missões-RS
 Tiradentes-MG
ARQUITETURA
COLONIAL
BRASILEIRA
F OTOS: B I M / T IRADENTES M G /
2 018
• É a arquitetura realizada no Brasil
desde 1500, ano do
descobrimento pelos
portugueses, até a
independência, em 1822.
• Durante esse período, os
colonizadores importaram as
correntes da Europa á colônia,
com traços arquitetônicos
renascentistas, maneiristas,

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Povoamento da américa
Povoamento da américaPovoamento da américa
Povoamento da américa
Zé Knust
 
Povoamento do América
Povoamento do AméricaPovoamento do América
Povoamento do América
Patrícia Costa Grigório
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
Curso Letrados
 
Aula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoriaAula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoria
GiseleFinatti
 
Introdução ao estudo de História
Introdução ao estudo de HistóriaIntrodução ao estudo de História
Introdução ao estudo de História
Alex Ferreira dos Santos
 
1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america
Paulo Alexandre
 
Patrimônios materiais e imateriais
Patrimônios materiais e imateriaisPatrimônios materiais e imateriais
Patrimônios materiais e imateriais
AntnyoAllysson
 
Pré história brasileira
Pré   história brasileiraPré   história brasileira
Pré história brasileira
Marcela Marangon Ribeiro
 
Cultura material imaterial
Cultura material imaterialCultura material imaterial
Cultura material imaterial
roberto mosca junior
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
Periodização da história
Periodização da históriaPeriodização da história
Periodização da história
Centro Educacional 03
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
Marcio Duarte
 
A colonização portuguesa
A colonização portuguesaA colonização portuguesa
A colonização portuguesa
Marcela Marangon Ribeiro
 
Renascimento e Humanismo
Renascimento e HumanismoRenascimento e Humanismo
Renascimento e Humanismo
Dalton Lopes Reis Jr.
 
Escravidão africana no brasil
Escravidão africana no brasilEscravidão africana no brasil
Escravidão africana no brasil
Fatima Freitas
 
Escravidão no Brasil
Escravidão no BrasilEscravidão no Brasil
Escravidão no Brasil
bastianbe
 
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOSPRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
carlosbidu
 
Revolucao neolitica
Revolucao neoliticaRevolucao neolitica
Revolucao neolitica
Diabzie
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Nancihorta
 

Mais procurados (20)

Povoamento da américa
Povoamento da américaPovoamento da américa
Povoamento da américa
 
Povoamento do América
Povoamento do AméricaPovoamento do América
Povoamento do América
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Aula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoriaAula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoria
 
Introdução ao estudo de História
Introdução ao estudo de HistóriaIntrodução ao estudo de História
Introdução ao estudo de História
 
1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america
 
Patrimônios materiais e imateriais
Patrimônios materiais e imateriaisPatrimônios materiais e imateriais
Patrimônios materiais e imateriais
 
Pré história brasileira
Pré   história brasileiraPré   história brasileira
Pré história brasileira
 
Cultura material imaterial
Cultura material imaterialCultura material imaterial
Cultura material imaterial
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
Tempo e história
 
Periodização da história
Periodização da históriaPeriodização da história
Periodização da história
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
A colonização portuguesa
A colonização portuguesaA colonização portuguesa
A colonização portuguesa
 
Renascimento e Humanismo
Renascimento e HumanismoRenascimento e Humanismo
Renascimento e Humanismo
 
Escravidão africana no brasil
Escravidão africana no brasilEscravidão africana no brasil
Escravidão africana no brasil
 
Escravidão no Brasil
Escravidão no BrasilEscravidão no Brasil
Escravidão no Brasil
 
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOSPRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
PRÉ-HISTÓRIA SLIDES COMPLETOS
 
Revolucao neolitica
Revolucao neoliticaRevolucao neolitica
Revolucao neolitica
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
 

Semelhante a Patrimonio cultural

1° Geração da poesia
1° Geração da poesia1° Geração da poesia
1° Geração da poesia
Ivan Viana
 
O Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural: o caso de Tarituba, Paraty
O Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural:  o caso de Tarituba, ParatyO Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural:  o caso de Tarituba, Paraty
O Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural: o caso de Tarituba, Paraty
André Farias Cavaco
 
cultura e patrimonio.pdf
cultura e patrimonio.pdfcultura e patrimonio.pdf
cultura e patrimonio.pdf
CarlosPereiradaSilva16
 
Patrimonios da Humanidade
Patrimonios da Humanidade Patrimonios da Humanidade
Patrimonios da Humanidade
Fernanda Campos
 
Patrimônio (i)material da humanidade
Patrimônio (i)material da humanidadePatrimônio (i)material da humanidade
Patrimônio (i)material da humanidade
BrunoBoaventuraMorelli
 
O que é IPHAN
O que é IPHANO que é IPHAN
O que é IPHAN
ozgauche
 
Patrimônio cultural - Arte IFBA Porto Seguro
Patrimônio cultural - Arte IFBA Porto SeguroPatrimônio cultural - Arte IFBA Porto Seguro
Patrimônio cultural - Arte IFBA Porto Seguro
Carla Camuso
 
teste
testeteste
teste
ozgauche
 
03 Ebook - Patrimônio Cultural
03 Ebook - Patrimônio Cultural03 Ebook - Patrimônio Cultural
03 Ebook - Patrimônio Cultural
Erika Marion Robrahn-González
 
Ruínas de são miguel das missões patrimonio da humanidade
Ruínas de são miguel das missões patrimonio da humanidadeRuínas de são miguel das missões patrimonio da humanidade
Ruínas de são miguel das missões patrimonio da humanidade
Felipe Franco
 
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 anoPatrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 ano
FabricioQuadri
 
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 anoPatrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 ano
FabricioQuadri
 
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural -  Projeto AripuanãPatrimônio cultural -  Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Erika Marion Robrahn-González
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
Washington Rocha
 
Educação patrimonial lt taubaté nova iguaçu (versão de abril 2014)
Educação patrimonial lt taubaté nova iguaçu (versão de abril 2014)Educação patrimonial lt taubaté nova iguaçu (versão de abril 2014)
Educação patrimonial lt taubaté nova iguaçu (versão de abril 2014)
Andre Lima Carvalho
 
O iphan na preservação do patrimônio de sabará
O iphan na preservação do patrimônio de sabaráO iphan na preservação do patrimônio de sabará
O iphan na preservação do patrimônio de sabará
sabara300
 
Epa
EpaEpa
Apresentação PowerPoint Educação Patrimonial nas escolas
Apresentação PowerPoint Educação Patrimonial nas escolasApresentação PowerPoint Educação Patrimonial nas escolas
Apresentação PowerPoint Educação Patrimonial nas escolas
Lauri Rene Reis Filho
 
Patrimônio histórico
Patrimônio históricoPatrimônio histórico
Patrimônio histórico
Adriana Guimarães Manaro
 
Patrimônio cultural, artístico e histórico.pptx
Patrimônio cultural, artístico e histórico.pptxPatrimônio cultural, artístico e histórico.pptx
Patrimônio cultural, artístico e histórico.pptx
Lili Lod
 

Semelhante a Patrimonio cultural (20)

1° Geração da poesia
1° Geração da poesia1° Geração da poesia
1° Geração da poesia
 
O Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural: o caso de Tarituba, Paraty
O Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural:  o caso de Tarituba, ParatyO Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural:  o caso de Tarituba, Paraty
O Inepac e a Proteção da Paisagem Cultural: o caso de Tarituba, Paraty
 
cultura e patrimonio.pdf
cultura e patrimonio.pdfcultura e patrimonio.pdf
cultura e patrimonio.pdf
 
Patrimonios da Humanidade
Patrimonios da Humanidade Patrimonios da Humanidade
Patrimonios da Humanidade
 
Patrimônio (i)material da humanidade
Patrimônio (i)material da humanidadePatrimônio (i)material da humanidade
Patrimônio (i)material da humanidade
 
O que é IPHAN
O que é IPHANO que é IPHAN
O que é IPHAN
 
Patrimônio cultural - Arte IFBA Porto Seguro
Patrimônio cultural - Arte IFBA Porto SeguroPatrimônio cultural - Arte IFBA Porto Seguro
Patrimônio cultural - Arte IFBA Porto Seguro
 
teste
testeteste
teste
 
03 Ebook - Patrimônio Cultural
03 Ebook - Patrimônio Cultural03 Ebook - Patrimônio Cultural
03 Ebook - Patrimônio Cultural
 
Ruínas de são miguel das missões patrimonio da humanidade
Ruínas de são miguel das missões patrimonio da humanidadeRuínas de são miguel das missões patrimonio da humanidade
Ruínas de são miguel das missões patrimonio da humanidade
 
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 anoPatrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 ano
 
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 anoPatrimônio histórico cultural  material e imaterial arte 6 ano
Patrimônio histórico cultural material e imaterial arte 6 ano
 
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural -  Projeto AripuanãPatrimônio cultural -  Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
 
Educação patrimonial lt taubaté nova iguaçu (versão de abril 2014)
Educação patrimonial lt taubaté nova iguaçu (versão de abril 2014)Educação patrimonial lt taubaté nova iguaçu (versão de abril 2014)
Educação patrimonial lt taubaté nova iguaçu (versão de abril 2014)
 
O iphan na preservação do patrimônio de sabará
O iphan na preservação do patrimônio de sabaráO iphan na preservação do patrimônio de sabará
O iphan na preservação do patrimônio de sabará
 
Epa
EpaEpa
Epa
 
Apresentação PowerPoint Educação Patrimonial nas escolas
Apresentação PowerPoint Educação Patrimonial nas escolasApresentação PowerPoint Educação Patrimonial nas escolas
Apresentação PowerPoint Educação Patrimonial nas escolas
 
Patrimônio histórico
Patrimônio históricoPatrimônio histórico
Patrimônio histórico
 
Patrimônio cultural, artístico e histórico.pptx
Patrimônio cultural, artístico e histórico.pptxPatrimônio cultural, artístico e histórico.pptx
Patrimônio cultural, artístico e histórico.pptx
 

Mais de CLEBER LUIS DAMACENO

5-FINAL.pptx
5-FINAL.pptx5-FINAL.pptx
5-FINAL.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
4-argumentoe roteiro.pptx
4-argumentoe roteiro.pptx4-argumentoe roteiro.pptx
4-argumentoe roteiro.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
3-Gêneros cinematográficos.pptx
3-Gêneros cinematográficos.pptx3-Gêneros cinematográficos.pptx
3-Gêneros cinematográficos.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
2- cinema brasileiro.pptx
2- cinema brasileiro.pptx2- cinema brasileiro.pptx
2- cinema brasileiro.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
1-historia do cinema.pptx
1-historia do cinema.pptx1-historia do cinema.pptx
1-historia do cinema.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Modernismo 8ºano
Modernismo 8ºanoModernismo 8ºano
Modernismo 8ºano
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Missao artística francesa
Missao artística  francesaMissao artística  francesa
Missao artística francesa
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Barroco no Brasil 8 ano
Barroco no Brasil 8 anoBarroco no Brasil 8 ano
Barroco no Brasil 8 ano
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Tropicalia 8 ano
Tropicalia 8 anoTropicalia 8 ano
Tropicalia 8 ano
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Vanguardas europeias 2020
Vanguardas  europeias 2020Vanguardas  europeias 2020
Vanguardas europeias 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Renascimento 2020
Renascimento 2020Renascimento 2020
Renascimento 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
1 arte brasileira-voz
1 arte brasileira-voz1 arte brasileira-voz
1 arte brasileira-voz
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula 5 arte crista 2020
Aula 5 arte crista 2020Aula 5 arte crista 2020
Aula 5 arte crista 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
5 arte crista 2020
5 arte crista 20205 arte crista 2020
5 arte crista 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
26 arte contemporanea 2020
26 arte contemporanea 202026 arte contemporanea 2020
26 arte contemporanea 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
25 arte anos 1950 2020
25 arte anos 1950 202025 arte anos 1950 2020
25 arte anos 1950 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
24 pop art 2020
24 pop art 202024 pop art 2020
24 pop art 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
23 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 202023 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 

Mais de CLEBER LUIS DAMACENO (20)

5-FINAL.pptx
5-FINAL.pptx5-FINAL.pptx
5-FINAL.pptx
 
4-argumentoe roteiro.pptx
4-argumentoe roteiro.pptx4-argumentoe roteiro.pptx
4-argumentoe roteiro.pptx
 
3-Gêneros cinematográficos.pptx
3-Gêneros cinematográficos.pptx3-Gêneros cinematográficos.pptx
3-Gêneros cinematográficos.pptx
 
2- cinema brasileiro.pptx
2- cinema brasileiro.pptx2- cinema brasileiro.pptx
2- cinema brasileiro.pptx
 
1-historia do cinema.pptx
1-historia do cinema.pptx1-historia do cinema.pptx
1-historia do cinema.pptx
 
Modernismo 8ºano
Modernismo 8ºanoModernismo 8ºano
Modernismo 8ºano
 
Missao artística francesa
Missao artística  francesaMissao artística  francesa
Missao artística francesa
 
Barroco no Brasil 8 ano
Barroco no Brasil 8 anoBarroco no Brasil 8 ano
Barroco no Brasil 8 ano
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Tropicalia 8 ano
Tropicalia 8 anoTropicalia 8 ano
Tropicalia 8 ano
 
Vanguardas europeias 2020
Vanguardas  europeias 2020Vanguardas  europeias 2020
Vanguardas europeias 2020
 
Renascimento 2020
Renascimento 2020Renascimento 2020
Renascimento 2020
 
1 arte brasileira-voz
1 arte brasileira-voz1 arte brasileira-voz
1 arte brasileira-voz
 
Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020
 
Aula 5 arte crista 2020
Aula 5 arte crista 2020Aula 5 arte crista 2020
Aula 5 arte crista 2020
 
5 arte crista 2020
5 arte crista 20205 arte crista 2020
5 arte crista 2020
 
26 arte contemporanea 2020
26 arte contemporanea 202026 arte contemporanea 2020
26 arte contemporanea 2020
 
25 arte anos 1950 2020
25 arte anos 1950 202025 arte anos 1950 2020
25 arte anos 1950 2020
 
24 pop art 2020
24 pop art 202024 pop art 2020
24 pop art 2020
 
23 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 202023 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 2020
 

Último

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 

Último (20)

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 

Patrimonio cultural

  • 1. PATRIMÔNIO HISTÓRICO BRASILEIRO 8 º A N O / A R T E / P R O F º B I M
  • 2. PATRIMÔNIO HISTÓRICO BRASILEIRO  Pode ser definido como um bem material (bens móveis e imóveis), imaterial e natural , aquele que possui significado e importância artística, cultural, religiosa, documental ou estética para a sociedade. Estes patrimônios foram construídos ou produzidos pelas sociedades passadas, por isso representam uma importante fonte de pesquisa e preservação cultural.
  • 3. BENS CULTURAIS IMATERIAIS PRAÇA TIRADENTES, OURO PRETO,1997 Estão relacionados aos saberes, às habilidades, às crenças, às práticas, ao modo de ser das pessoas. Ex: A festa do Círio de nossa senhora de Nazaré, a feira de Caruaru, o frevo, a capoeira, o modo artesanal de fazer queijo de minas e as matrizes do samba no Rio de Janeiro.
  • 4.
  • 5. O PATRIMÔNIO MATERIAL: BENS IMÓVEISÉ formado por um conjunto de bens culturais classificados segundo sua natureza: arqueológico, paisagístico e etnográfico; histórico; belas artes; e das artes aplicadas. Eles são divididos em BENS MÓVEIS E IMÓVEIS. Núcleos urbanos, sítios arqueológicos e paisagísticos e bens individuais – ex: os conjuntos arquitetônicos de cidades como Ouro Preto (MG), Paraty (RJ), Olinda (PE) e São Luís (MA) ou paisagísticos, como Lençóis (BA), Serra do Curral (Belo Horizonte), Grutas do Lago Azul e de Nossa Senhora Aparecida (Bonito, MS) e o Corcovado (Rio de Janeiro).
  • 6. BENS MÓVEIS  Coleções arqueológicas, acervos museológicos, documentais, bibliográficos, arquivísticos, videográficos, fotográficos e cinematográficos.
  • 7. BENS NATURAIS  Os Sítios do Patrimônio Mundial Natural protegem áreas consideradas excepcionais do ponto de vista da diversidade biológica e da paisagem. Neles, a proteção ao ambiente, o respeito à diversidade cultural e às populações tradicionais são objeto de atenção especial.  No Brasil, existem vários Sítios do Patrimônio Mundial Natural. O País é signatário da Convenção dos Sítios do Patrimônio da Humanidade desde 1977:  Parque Nacional do Iguaçu, Mata Atlântica Reservas do Sudeste, Pantanal, Anavilhanas, Complexo da Amazônia Central , Ilhas atlânticas brasileiras Fernando de Noronha e Atol das Rocas, Áreas Protegidas do Cerrado, Chapado dos Veadeiros e Parque Nacional de Monte Pascoal, Bahia.  Abaixo: Cataratas do Iguaçu e Anavilhanas, Complexo da Amazônia Central.
  • 8. Unesco: Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura. Iphan:O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional: É uma instituição federal ao Ministério da Cultura, responsável por preservar, e fiscalizar os bens culturais brasileiros, além de garantir a utilização desses bens pela atual e futuras gerações.
  • 9. O QUE É TOMBAMENTO?  Toda vez que algo passa a fazer parte do patrimônio histórico nacional ou da humanidade, dizemos que foi tombado.  O tombamento é um ato administrativo realizado pelo poder Público, com o objetivo de preservar, por intermédio da aplicação da legislação específica, bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e também de valor afetivo para a população, impedindo que venham a ser destruídos ou descaracterizados. O QUE PODE SER TOMBADO?  O Tombamento pode ser aplicado aos bens móveis e imóveis, de interesse cultural ou ambiental, quais sejam: fotografias, livros, mobiliários, utensílios, obras de arte , edifícios, ruas, praças, cidades, regiões, florestas, cascatas, etc.  Somente é aplicado aos bens materiais de interesse para a preservação da memória coletiva.
  • 10. OS PATRIMÔNIOS DA HUMANIDADE NO BRASIL, TOMBADOS PELA UNESCO: PATRIMÔNIOS NACIONAIS: Ouro Preto -MG  Foz do Iguaçu-PR  Brasília- DF  Olinda-PE  Bom Jesus de Matosinhos, Congonhas-MG  Pelourinho-BA  Serra da Capivara-PI  Goiás Velho-GO  Alcântara-MA  Olinda-PE  Pelourinho-BA  Parati-RJ  Ouro Preto-MG  Anchieta –ES  Zona das Missões-RS  Tiradentes-MG
  • 11. ARQUITETURA COLONIAL BRASILEIRA F OTOS: B I M / T IRADENTES M G / 2 018 • É a arquitetura realizada no Brasil desde 1500, ano do descobrimento pelos portugueses, até a independência, em 1822. • Durante esse período, os colonizadores importaram as correntes da Europa á colônia, com traços arquitetônicos renascentistas, maneiristas,