Módulo a3.2 transporte nos animais

531 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Módulo a3.2 transporte nos animais

  1. 1. Biologia – módulo A3 – Transporte nos animais Página 1Profª Leonor Vaz PereiraBIOLOGIA – Módulo A3 – Utilização da Matéria2. Transporte nos animaisSistemas de TransporteUm sistema de transporte tipicamente inclui: um fluido circulante; um órgão propulsor; um sistema de vasos de transporte.Sistema de transporte aberto: O sangue abandona os vasos e passa para as lacunas fluindodiretamente entre as células. Neste tipo de sistema não há distinção entre sangue e fluidointersticial por isso usa-se o termo hemolinfa para designar o fluido circulatório.Sistema de transporte fechado: O sangue circula sempre dentro de vasos mantendo-se distinto dofluido intersticial.Num sistema de transporte aberto o sangue flui muito mais lentamente do que num sistema detransporte fechado e os animais que o possuem têm, em regra, movimentos lentos e baixas taxasmetabólicas. Isto não acontece nos insetos porque o sistema circulatório não acumula a função detransportar oxigénio e, por isso, não têm metabolismo lento.O meio interno dos animais é constituído pelo sangue, pela linfa e pelo conjunto de todas ascélulas.Transporte nos VertebradosCirculação Simples: No decurso de uma circulação completa, o sangue passa uma só vez nocoração.Circulação Dupla: O sangue percorre dois circuitos, passando duas vezes no coração. circulação pulmonar: o sangue venoso sai do coração, vai aos pulmões, onde é oxigenado, eregressa arterial à aurícula esquerda pelas veias pulmonares. circulação sistémica: o sangue arterial sai do coração, dirige-se para todas as partes do corpoe regressa venoso à aurícula esquerda pelas veias cavas.A circulação dupla é mais eficiente do que a circulação simples, pois assegura um fluxo vigoroso desangue para os diferentes órgãos.
  2. 2. Biologia – módulo A3 – Transporte nos animais Página 2Profª Leonor Vaz PereiraCirculação Dupla Completa: O coração tem quatro cavidades (duas aurículas e dois ventrículos) enão há mistura de sangues.Circulação Dupla Incompleta: O coração tem três cavidades (duas aurículas e um ventrículo) e podehaver mistura de sangue venoso com sangue arterial. A mistura é normalmente evitada pela nãosimultaneidade de contração das duas aurículas.PeixesCirculação SimplesAnfíbioCirculação Dupla IncompletaAve/MamíferoCirculação Dupla CompletaMecanismos que contribuem para a eficiência da circulação nos mamíferosMiocárdio: O músculo cardíaco é mais espesso ao nível dos ventrículos do que das aurículas e aparede do ventrículo esquerdo também é mais espessa uma vez que este permite dar maior impulsoao sangue que consegue assim executar a circulação sistémica, que é um circuito mais extenso doque a circulação pulmonar que é desempenhada pelo sangue que sai do ventrículo direito commenor impulso devido à menor espessura.Válvulas: A função das válvulas é impedir o refluxo do sangue dos ventrículos para as aurículas(auriculoventriculares) e das artérias para os ventrículos (semilunares), ou seja imprimir um sósentido de circulação de sangue.Vasos sanguíneosAs artérias ramificam-se em arteríolas, que originam redes capilares ao nível dos diferentestecidos. Os capilares reúnem-se formando vénulas, que convergem formando veias pelas quais osangue regressa ao coração. Artérias: têm paredes fortes e elásticas, o que permite dilatarem-se e contraírem-se emcada batimento cardíaco. Veias: apresentam paredes finas e maior diâmetro interno. Capilares: as suas paredes são muito finas e constituídas por uma só camada de células.
  3. 3. Biologia – módulo A3 – Transporte nos animais Página 3Profª Leonor Vaz PereiraPressão SanguíneaA pressão sanguínea atinge o seu valor máximo nas artérias, diminuindo ao longo das arteríolas edos capilares, e apresenta valores quase nulos nas veias. O valor máximo de pressão corresponde aomomento de sístole ventricular, pressão sistólica, e o valor mínimo corresponde à pressão nomomento da diástole ventricular, pressão diastólica.Regresso do sangue ao coraçãoOs principais mecanismos que contribuem para que o sangue que circula nas veias regresse aocoração são: A contração dos músculos esqueléticos que exerce pressão sobre o sangue; A existência de válvulas venosas que impedem o retrocesso do sangue; A força de sucção provocada pela diminuição da pressão nas aurículas durante a diástole.Velocidade do Fluxo SanguíneoA maior velocidade do fluxo sanguíneo ocorre nas artérias, a velocidade diminui quando o sangueflui para os capilares e aumenta novamente quando o sangue circula nas veias.Fluidos CirculantesOs vertebrados possuem dois fluidos circulantes: o sangue a linfa. O sangue é constituído porplasma e elementos figurados (hemácias, leucócitos e plaquetas). Uma parte do plasma, pordifusão, e alguns leucócitos, por diapedese, abandonam os capilares sanguíneos e ocupam osespaços entre as células, constituindo o líquido intersticial ou linfa intersticial. O movimento destelíquido para fora do capilar é possível uma vez que na extremidade arterial do capilar, a pressão dosangue excede a pressão osmótica.Deste fluido as células obtêm os nutrientes e o oxigénio de que necessitam e libertam para ele assubstâncias resultantes do seu metabolismo (excreções), como o dióxido de carbono e os produtosazotados. Algum do líquido intersticial, rico em produtos de excreção, passa, ao nível daextremidade venosa do capilar, de novo para o sangue, uma vez que nesta extremidade a pressãoosmótica excede a pressão do sangue.Outra parte da linfa é recolhida em capilares linfáticos, constituindo a linfa circulante, que éconduzida até vasos de maior calibre, os vasos linfáticos. A linfa circulante entra na correntesanguínea em veias que abrem na veia cava superior, pouco antes do sangue entrar na aurículadireita.Nos vertebrados, para além do aparelho circulatório sanguíneo, existe, portanto, um sistemalinfático formado pelos vasos linfáticos ramificados em capilares linfáticos e pelos órgãos linfoides.A renovação constante da linfa intersticial permite que as células obtenham continuamentenutrientes e oxigénio e eliminem os produtos resultantes do seu metabolismo. É desta forma que seestabelece um intercâmbio contínuo de substâncias entre as células e o sangue, uma vez que estenunca abandona os vasos sanguíneos.No seu conjunto, os fluidos circulantes são responsáveis pelo(a): Transporte de nutrientes provenientes do tubo digestivo ou da mobilização das reservasaté às células; Transporte de oxigénio desde as superfícies respiratórias até às células; Remoção de produtos resultantes da atividade celular; Transporte de hormonas; Defesa do organismo através dos leucócitos.

×