EAD

510 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
510
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

EAD

  1. 1.  Educação a distancia...
  2. 2. Há uma conexão conceitual entre educação e aprendizagem: não há educação sem que ocorra aprendizagem. (Ou, invertendo, se não houver aprendizagem, não haverá educação). A aprendizagem, por seu lado, pode resultar de um processo quot;de fora para dentroquot; (como o ensino) ou de um processo gerado quot;de dentro para foraquot; (autoaprendizagem, ou aprendizagem não decorrente do ensino). (Considero pacífico que aprendemos muitas coisas sem que alguém nô-las ensine). Tanto o ensino como a aprendizagem são conceitos moralmente neutros. Podemos ensinar e aprender tanto coisas valiosas como co isas sem valor ou mesmo nocivas. A educação, porém, não é um conceito moralmente neutro. Educar (alguém ou a si próprio) é, por definição, fazer algo que é co nsiderado moralmente correto e valioso. Usamos outros conceitos para nos referir a processos de certo modo parecidos com a educação mas que não são moralm ente aprovados, como, por exemplo, doutrinação.
  3. 3.  O Ensino à Distância é um sistema multimídia de comunicação bidirecional com o aluno afastado do centro docente, em tempo ou espaço, ajudado por uma organização de apoio, a fim de que possa converter-se em sujeito ativo, protagonista de sua própria aprendizagem, graças ao uso sistemático de materiais educativos, reforçado com diferentes meios e formas de comunicação.
  4. 4.  SUAS VANTAGENS... - O EAD possibilita atingir um grande número de pessoas ou grupos, propiciando maior acesso ao conhecimento e democratização da educação e do saber. - Ao se eliminarem fronteiras espaço-temporais, consegue-se conjugar trabalho e estudo, atingindo o objetivo de uma educação permanente. - O aluno torna-se o centro do processo, sujeito ativo da sua formação, desenvolvendo a capacidade de auto- didatismo e tornando-se capaz de aprender a aprender e aprender a fazer.
  5. 5. A Suécia registrou sua primeira experiência em 1833, com um curso de Contabilidade. Na mesma  época, fundou-se na Alemanha em 1856 o primeiro instituto de ensino de línguas por correspondência. O modelo de ensino foi iniciado na Inglaterra em 1840, e, em 1843 foi criada a Phonografic Corresponding Society. Fundada em 1962, a Universidade Aberta mantém um sistema de consultoria, auxiliando outras nações a implementar uma educação a distância de qualidade. Também no século XIX, a EaD foi iniciada nos Estados Unidos da América na Illinois Weeleyan University. Já no século XX, em 1974, a Universidade Aberta Allma Iqbal no Paquistão iniciou a formação de  docentes via EaD. A partir de 1980, a Universidade Aberta de Sri Lanka passou a atender setores importantes para o desenvolvimento do país: profissões tecnológicas e formação docente. Na Tailândia, a Universidade Aberta Sukhothiai Thommathirat tem cerca de 400 mil estudantes em diferentes setores e modalidades. Criada em 1984, a Universidade de Terbuka na Indonésia surgiu para atender forte demanda de  estudos superiores, e prevê chegar a cinco milhões de estudantes. Já na Índia, criada em 1985, a Universidade Nacional Aberta Indira Gandhi tem objetivo de atender a demanda de ensino superior. A Austrália é um dos países que mais investe em EaD, mas não tem nenhuma universidade  especializada nesta modalidade. Nas universidades de Queensland, New England, Macquary, Murdoch e Deakin, a proporção de estudantes a distância é maior ou igual à de estudantes presenciais. Na América Latina programas existentes incluem o Programa Universidade Aberta, inserido na  Universidade Autônoma do México (criada em 1972), a Universidade Estatal a Distância da Costa Rica (de 1977), a Universidade Nacional Aberta da Venezuela (também de 1977) e a Universidade Estatal Aberta e a Distância
  6. 6.  No Brasil, desde a fundação do Instituto Rádio- Técnico Monitor, em 1939, o hoje Instituto Monitor, depois do Instituto Universal Brasileiro, em 1941, e o Instituto Padre Reus em 1974, várias experiências de educação a distância foram iniciadas e levadas a termo com relativo sucesso. As experiências brasileiras, governamentais e privadas, foram muitas e representaram, nas últimas décadas, a mobilização de grandes contingentes de recursos. Os resultados do passado não foram suficientes para gerar um processo de aceitação governamental e social da modalidade de educação a distância no país. Porém, a realidade brasileira já mudou e nosso governo criou leis e estabeleceu normas para a modalidade de educação a distância em nosso país.
  7. 7.  - aproximadamente 3 milhões usufruindo:  - 1.5 milhões nas empresas  - 600.000 no Telecurso2000  - 300.000 no Sistema “S”  - 200.000 em cursos universitários  - 100.000 em cursos por correspondência  - 300.000 aprendendo via Internet, sem curso
  8. 8.  Dicas Como ser um bom aluno on-line  Competências necessárias para um aluno bem-sucedido no ambiente de e-Learning por Daniel Birch *  Muito já foi escrito sobre o impacto do e-Learning em desenvolvedores de conteúdo, instrutores e gerentes de treinamento. Quando a discussão se vira para os treinandos (alunos), a atenção tende a focar o impacto de menos viagens e menos tempo disponível para seus trabalhos. Mas não se explora o modo como o comportamento do treinando deve mudar quando a pessoa está num ambiente de e-Learning. Para direcionar a maioria dos investimentos em e-Learning, nós precisamos antes questionar como as habilidades que servem bem aos alunos em uma sala de aula ou no processo de aprendizagem se adaptam, ou não, às experiências de um ambiente colaborativo virtual e individual.
  9. 9.  Este trabalho, que se caracteriza como estudo de caso, apresenta uma investigação em andamento a respeito dos diferentes papéis dos professores em cursos de Educação a Distância. O projeto de pesquisa que gerou este trabalho tem como objetivo investigar o processo de interação pedagógica que ocorre entre os docentes que desempenham diferentes papéis em cursos de Formação de Professores na modalidade de Educação a Distância. O foco desta pesquisa encontra-se no Consórcio de Educação a Distância do Estado do Rio de Janeiro no seu Pólo da cidade de Petrópolis. Mais especificamente, a atenção deste estudo está voltada para o Curso de Pedagogia oferecido neste pólo. Os seguintes temas compõem o referencial teórico desta investigação: Educação a Distância, Formação de Professores no ensino presencial e a distância, Diferentes papéis assumidos por professores em cursos de EAD.
  10. 10.  Essa é uma área da Educação que ainda sofre muitos preconceitos, apesar de toda nova infra-estrutura que, principalmente, a tecno  logia nos trouxe. A Educação a Distância (EAD) ou e- Learning (quando se usa meios eletrônicos para tal fim), é uma boa opção para diversos alunos que não têm como se locomover à escola, por exemplo, ou podem apenas estudar sem hora pré-determinada.
  11. 11.  http://www.futuroprofessor.com.br/e-learning-ead

×