Introducao a didatica 1

837 visualizações

Publicada em

Didática Introduçao

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
837
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introducao a didatica 1

  1. 1. A DIDÁTICAA DIDÁTICA Professora: Keili Luci Rocha Scheuermann Disciplina: Didática I CCrreeddeenncciiaaddaa ppeellaa PPoorrttaarriiaa nn..ºº 22..113355 ddee 2222// 1122// 0000.. DD..OO..UU.. 2288// 1122// 0000 –– 224499 EE MMaanntteenneeddoorraa:: FFaassuull EEnnssiinnoo SSuuppeerriioorr llttddaa..
  2. 2. Escola é... o lugar que se faz amigos. Não se trata só de prédios, salas, quadros, Programas, horários, conceitos... Escola é sobretudo, gente Gente que trabalha, que estuda Que alegra, se conhece, se estima. O Diretor é gente, O coordenador é gente, O professor é gente, O aluno é gente, Cada funcionário é gente. E a escola será cada vez melhor Na medida em que cada um se comporte Como colega, amigo, irmão. Nada de “ilha cercada de gente por todos os lados” Nada de conviver com as pessoas e depois, Descobrir que não tem amizade a ninguém. Nada de ser como tijolo que forma a parede,Indiferente, frio, só. Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar, É também criar laços de amizade,É criar ambiente de camaradagem, É conviver, é se “amarrar nela”! Ora é lógico... Numa escola assim vai ser fácil!Estudar, trabalhar, crescer, Fazer amigos, educar-se, ser feliz. É por aqui que podemos começar a melhorar o mundo. (Paulo Freire)
  3. 3. “Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo”. Freire (2002 p.68)
  4. 4. BATER AS MÃOS NA CARTEIRA
  5. 5. PALMAS
  6. 6. BATER OS PÉS
  7. 7. Questionamento • De que forma enquanto atores sociais nos vemos como sujeitos produtores de conhecimento? • A Didática refere-se apenas ao métodos trabalhados pelo professor? O que é a Didática? • Você sabe o que te inspirou a estudar Pedagogia?
  8. 8. Didática * Deriva da expressão grega Τεχνή διδακτική (techné didaktiké) - arte ou técnica de ensinar. * A Didática tem como objeto de estudo o ensino e a aprendizagem permeada por pressupostos de um pedagogia transformadora no sentido de trabalhar para ALÉM dos métodos e técnicas, procurando associar escola-sociedade; teoria- prática; conteúdo-forma; técnico-político; ensino- pesquisa; professor-aluno.
  9. 9. Histórico da Didática • * Séc XVII:burgueria – classe emergente – produção manufatureira. • O educador Jan Amos Komenský, ou Comenius, é reconhecido como o pai da didática moderna, O maior educador e pedagogo do século XVII; • * Escreveu a Didática Magna, instituindo a nova disciplina como "arte de ensinar tudo a todos". • Expressa a forte preocupação com a reforma cristã, e a influência do surgimento do tempo moderno: o fim do mundo está próximo. • Como a burguesia buscava eficiência, racionalidade para atingir metas, abandonou a fundamentação da didática magna.
  10. 10. BATER AS MÃOS NA CARTEIRA
  11. 11. • Séc XVIII – burguesia – classe revolucionária. Encontra-se Rousseau (crítica a didática de Comenius). • Quer recuparar a verdadeira natureza do homem. • Para Rousseau a educação deve dar tudo que não temos ao nascer e de que precisamos quando adultos: • Educação da natureza: desenv. dos órgãos. • Educação dos homens: • Educação de nossas próprias experiências.
  12. 12. • Séc IX – capitalismo. • Sociedade = industrial. • Burguesia = governar esta sociedade? Como? E as pedagogias de Comenius e Rousseau? • Era preciso preparar a elite para o avanço científico e difundir no cidadão uma nova visão de mundo. • Surge então Herbart: pedagogia que fundamenta a ética e psicologia: saúde do corpo e da mente (condição básica).
  13. 13. • Esta concepção conquistou o mundo e instalou-se naturalmente nas redes públicas de ensino a partir do séc XIX. • Surge movimento da Escola Nova com Jonh Dewey – escola ineficiente, medieval, não científica. • Dewey buscava a cientificidade adotando o procedimento de laboratório: atividade, problema, hipóteses, pesquisa. • Supervalorização das possibilidades do aluno; • Aluno com voz e vez. • Escola democrática.
  14. 14. Anos 20 do séc. XX: valorização quantitativa da educação (combate ao analfabetismo e difusão do ensino); * Surgimento de novos grupos sociais e discussão sobre a qualidade do ensino; • Idéias pedagógicas tradicionais são “suplantadas” pela versão moderna; 1932: Manifesto dos Pioneiros da Escola Nova Lema: reconstrução social da escola; • 1934 – Inclusão da Didática em cursos de formação de professores.
  15. 15. Paulo Freire (1975) Práxis é a reflexão dos homens sobre o mundo para transformá-lo. Quando a prática é tomada como curiosidade, então essa prática vai despertar horizontes de possibilidades”. Não há docência sem discência. “Reflita sobre a sua prática pedagógica problematizando-a nos seguintes termos: como se dá a relação, professor – aluno, como o professor ensina e os alunos aprendem; como o professor organiza o seu trabalho pedagógico e como se realiza como pessoa” (Freire, 1996).
  16. 16. ”Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção”. (Freire 1996, p. 47).
  17. 17. Selma Garrido Pimenta (2001) • Didática: área de estudos da Ciência da Educação (Pedagogia); • Caráter prático (práxis). • Objeto de estudo é a problemática do ensino, enquanto prática da educação, é o estudo do ensino em situação; • A aprendizagem é a intencionalidade almejada. • Como entender o ensino dialeticamente? Como investigá-lo na direção de nele identificar as possibilidades de contribuir para o processo de humanização dos homens? - Reflexão didática – relação entre teoria e prática.
  18. 18. Ilma dos Passos Veiga • “A didática, no bojo da pedagogia crítica, auxilia no processo de politização do futuro professor contribuindo para ampliar a sua visão quanto às perspectivas didático-pedagógicas mais coerentes com nossa realidade educacional. Sob esse enfoque, o ensino é concebido como um processo sistemático e intencional de difusão e elaboração de conhecimentos culturais e científicos de forma que os alunos deles se apropriem”. • ( Ilma Passos 1991, p. 78).
  19. 19. Desafio da Didática (Pimenta, 2001) Trabalhar a articulação dos estruturantes do Método Didático, sendo: • o professor, • o aluno, • a disciplina (matéria ou conteúdo) • o contexto da aprendizagem, • as estratégias metodológicas. • Objetivos: superar as dicotomias existentes; • Repensar as dimensões técnica/humana do processo • ensino-aprendizagem.
  20. 20. Objeto da Didática na prática docente • A Didática, como teoria do processo de ensino, investiga os nexos entre o ensino e a aprendizagem, entre o trabalho docente e o trabalho discente, entre a direção do professor e a autoformação do aluno, relações essas que indicam os elementos comuns do ensino das diferentes matérias (LIBANEO, 2002). • Para que ensinar? O que ensinar? Quem ensina? Para quem se ensina? Como ensinar? Sob que condições se ensina? (Vídeo Pedagogia da Autonomia)
  21. 21. A Didática • A didática deve ser a mola propulsora do entusiasmo de ensinar, pois só assim o educador fará a diferença, despertando no educando a vontade de aprender. • Didática é uma ciência cujo objetivo fundamental é ocupar- se das estratégias de ensino, das questões práticas relativas à metodologia e das estratégias de aprendizagem. • Na atualidade a sua perspectiva fundamental é assumir a multifuncionalidade do processo de ensino-aprendizagem e articular suas três dimensões: técnica, humana e política.

×