SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Baixar para ler offline
Curso de Estudos Europeus
          Jean Monnet
         A abordagem pedagógica da UE:
 métodos de educação não formal – exemplos de
projetos de implementação de conteúdos europeus
                 em sala de aula
Introdução
●
    Educação formal:
    ●
        É fácil compreendermos o conceito de educação formal se a ele
        associarmos aquilo que comummente conhecemos como as
        escolas e as universidades, enquanto instituições de ensino
        “tradicionais”, chamemos-lhe assim, centradas nas figuras do
        professor e do aluno.
    ●
        Ao sistema educativo formal estão normalmente associadas
        várias etapas de desenvolvimento (anos académicos),
        devidamente graduadas e avaliadas quantitativamente; estes
        anos académicos organizam-se por disciplinas e a cada uma
        delas estão associados programas curriculares gerais aprovados
        e reconhecidos pelos órgãos competentes. Até um determinado
        nível, a educação formal (o ensino) é obrigatória.


                         Luís Castanheira Pinto, Cadernos d'Inducar, Maio de 2005

                                                             © Carlos Medeiros, 2012
Introdução
●
    Educação informal:
    ●
        A educação informal, ao invés, pode definir-se como
        tudo o que aprendemos mais ou menos
        espontaneamente a partir do meio em que vivemos: das
        pessoas com quem nos relacionamos informalmente, dos
        livros que lemos ou da televisão que vemos, da
        multiplicidade de experiências que vivemos
        quotidianamente com mais ou menos intencionalidade
        em relação ao seu potencial de aprendizagem.
    ●
        A educação informal não é necessariamente organizada
        ou sequer orientada. De alguma maneira, a educação
        informal confunde-se com o processo de socialização dos
        indivíduos.
                       Luís Castanheira Pinto, Cadernos d'Inducar, Maio de 2005

                                                           © Carlos Medeiros, 2012
Introdução
●
    Educação não formal:
    ●
        Enquanto a educação formal tem lugar nas escolas, colégios e
        instituições de ensino superior, tem currículos e regras de
        certificação claramente definidos, a educação não-formal é
        acima de tudo um processo de aprendizagem social,
        centrado no formando/educando, através de atividades que têm
        lugar fora do sistema de ensino formal e sendo complementar
        deste.
    ●
        O conceito de educação não-formal envolve, como uma parte
        integrante do desenvolvimento de saberes e competências, um
        vasto conjunto de valores sociais e éticos tais como os
        direitos humanos, a tolerância, a promoção da paz, a
        solidariedade e a justiça social, o diálogo intergeracional, a
        igualdade de oportunidades, a cidadania democrática e a
        aprendizagem intercultural, entre outros.
                         Luís Castanheira Pinto, Cadernos d'Inducar, Maio de 2005
                                                              © Carlos Medeiros, 2012
Introdução
●
    Dimensão Europeia da Educação
    ●
        A posição da União Europeia face à política educativa e de formação é
        definida nos artigos 165º e 166º, Título XII do Tratado sobre o
        Funcionamento da União Europeia.
    ●
        O poder político e decisório sobre esta área permanece da competência
        dos Estados-Membros, sendo reservada à União Europeia uma ação
        indireta: fornece indicações de apoio e complemento da decisão,
        promovendo a cooperação entre os Estados-Membros.
                                             Estados-Membros


    ●
        A Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia estabelece o
        direito à educação e à formação profissional contínua a todos os
        cidadãos europeus, nomeadamente através da possibilidade da
        gratuitidade do ensino obrigatório (artigo 14º).
    ●
        Este mesmo documento salvaguarda a competência dos Estados-
        Membros no que se refere à criação de estabelecimentos de ensino.



                                                              © Carlos Medeiros, 2012
Introdução
●
    Dimensão Europeia da Educação
    ●
        A dimensão europeia para a educação e formação expressa-se
        através do apoio e incentivo a:
         –   aprendizagem e divulgação das línguas
         –   mobilidade de estudantes e professores, formadores e formandos
         –   reconhecimento de diplomas e períodos de estudo
         –   cooperação entre estabelecimentos de ensino e formação
         –   educação à distância
         –   formação e reconversão profissional
         –   formação inicial e contínua
         –   intercâmbio de experiências e informações
         –   cooperação com estados terceiros e organizações internacionais.



                                                               © Carlos Medeiros, 2012
Introdução
  Estratégia Europa 2020 – Crescimento Inteligente

                                                            SOCIEDADE
     INOVAÇÃO                    EDUCAÇÃO
                                                             DIGITAL


Iniciativa                  Iniciativa                  Iniciativa
Uma União para a            Juventude em                Agenda Digital para a
Inovação                    Movimento                   Europa

Objetivos                   Objetivos                   Objetivos
Melhorar as condições       Melhorar os resultados      Acelerar a implantação da
gerais e o acesso ao        dos sistemas de ensino e    Internet de alta
financiamento para a        reforçar a capacidade de    velocidade, para que as
investigação e a inovação   atracão internacional do    famílias e as empresas
e para reforçar a cadeia    ensino superior da Europa   possam tirar partido de
de inovação e acelerar os                               um mercado único digital
níveis de investimento em
toda a União



                                                                © Carlos Medeiros, 2012
Introdução
Estratégia Europa 2020 – Crescimento Inclusivo
     EMPREGO E                     LUTA CONTRA A
   QUALIFICAÇÕES                     POBREZA

Iniciativa                     Iniciativa
Agenda para novas              Plataforma europeia
qualificações e novos          contra a pobreza
empregos

Objetivos                      Objetivos
Modernizar os mercados de      Assegurar através da coesão
trabalho, facilitando a        social e territorial uma ampla
mobilidade da mão-de-obra e    distribuição dos benefícios do
o desenvolvimento das          crescimento e do emprego
qualificações ao longo da      para que as pessoas,
vida, com vista a aumentar a   atualmente, em situação de
participação no mercado de     pobreza e de exclusão social,
trabalho e a estabelecer uma   possam viver dignamente e
melhor correspondência         participar ativamente na
entre a oferta e a procura     sociedade


                                                                © Carlos Medeiros, 2012
Introdução




             © Carlos Medeiros, 2012
O Centro de Informação
Europeia Jacques Delors
        ●
            Informar, promovendo o
            conhecimento e o debate sobre a
            União Europeia
        ●
            Formar os cidadãos nos assuntos
            europeus
        ●
            Promover uma maior participação de
            portugueses nas Instituições e
            Organismos da UE e de outras
            Organizações Internacionais
        ●
            Desenvolver e/ou apoiar a realização
            de iniciativas sobre a União Europeia


                                    © Carlos Medeiros, 2012
O Centro de Informação
      Europeia Jacques Delors

                                            Organismo
                                          Intermediário
  Direção-Geral dos                        no quadro da
  Assuntos Europeus                     Parceria de Gestão
   – Ministério dos                     estabelecida entre
       Negócios                             o Governo
     Estrangeiros                         Português e a
                                        Comissão Europeia
                         CONTEÚDOS
      Promoção do                      Promoção da política de
  conhecimento sobre                 informação e comunicação
   a UE em Portugal,                     da UE em Portugal:
  através de ações de                 eventos para público em
informação, formação e                    geral, cursos para
 animação pedagógica.                  professores, conteúdos
                                       pedagógicos, atividades
                                        educativas, jogos, etc.



                                                 © Carlos Medeiros, 2012
O Centro de Informação
Europeia Jacques Delors
DIMENSÃO EUROPEIA NA EDUCAÇÃO



 Formação                       Formação
     de                         de Alunos
 Professores   CONTEÚDOS




                Informação/
               Sensibilização
                 Público em
                    geral

  APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA
                                       © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Produção de
conteúdos pedagógicos
       Objetivos:
        ●
            Promover a aprendizagem sobre os
            assuntos europeus;
        ●
            Estimular a aprendizagem ao longo
            da vida;
        ●
            Colmatar a carência de conteúdos
            pedagógicos sobre temáticas
            europeias, de livre acesso e em
            língua portuguesa;
        ●
            Apoiar a atividade dos professores
            (em sala ou em atividades extra-
            curriculares).
                                    © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Difusão de
conteúdos pedagógicos




                        © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Difusão de
conteúdos pedagógicos
       Área virtual de conhecimento:
        ●
            Base de dados documental com mais
            de 44 mil registos, com acesso a
            mais de 15 mil documentos em
            suporte digital
        ●
            Acesso virtual a diversos catálogos,
            entre os quais um catálogo dedicado
            exclusivamente a Conteúdos
            Pedagógicos, com cerca de 300
            conteúdos sobre a UE


            https://infoeuropa.eurocid.pt
                                    © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Difusão de
conteúdos pedagógicos
       Canal Aprender a Europa:
        ●
            Sala Aluno: Fichas pedagógicas,
            jogos e passatempos, contos e
            lendas, atividades, pratos típicos dos
            países da UE, cronologia, links úteis.
        ●
            Sala Professor: Apresentações,
            fichas pedagógicas, atividades,
            blogues e links úteis, projetos
            internacionais, formação para
            professores.


            http://www.aprendereuropa.pt
                                     © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Difusão de
conteúdos pedagógicos
       A parceria CIEJD-ME permite:
        ●
            Garantir à comunidade educativa o acesso
            direto aos conteúdos desenvolvidos quer
            pelo CIEJD, quer pelas empresas no
            quadro da parceria de gestão (gerida pelo
            CIEJD);
        ●
            Apoiar o desenvolvimento de ações /
            eventos sobre a UE junto da comunidade
            escolar;
        ●
            Contribuir para a formação autodirigida de
            alunos e professores, numa perspetiva de
            aprendizagem ao longo da vida.
            https://www.portaldasescolas.pt/
                                      © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos europeus

       ELOS – Europe stretching borders:
       ●
           A Europa como ambiente de
           aprendizagem nas Escolas
       ●
           Contribuir para uma educação de
           qualidade, inserindo os alunos num
           ambiente de aprendizagem europeu e
           internacional, preparando-os para agir
           num mundo globalizado, para exercer,
           plenamente, uma cidadania ativa.


           http://www.eurocid.pt/...



                                     © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos europeus




Quadro de Referência para as Competências Europeias (QRCE) / Rede Europeia Elos,
                                   Management Team. - Rede Europeia Elos, 2010
                                                             © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos europeus

       GREAT (Game-based Research in
       Education and Action Training)
       Este projeto é apoiado pelo programa
       Leonardo da Vinci e visa, nomeadamente,
       desenvolver uma metodologia para habilitar
       formadores e gestores da formação a utilizar
       jogos digitais na formação, sejam eles jogos
       de entretenimento ou concebidos para apoiar
       a aprendizagem.


       http://www.projectgreat.eu/



                                    © Carlos Medeiros, 2012
© Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Parceria de Gestão

        O Centro de Informação Europeia Jacques
        Delors assume as tarefas que lhe foram
        delegadas pela Comissão Europeia em
        matéria de gestão de ações sobre os temas
        mais pertinentes da União Europeia,
        incluídos num Plano de Comunicação anual.
        Ao CIEJD cabe o papel de Organismo
        Intermediário na Parceria de Gestão,
        estabelecida entre o Governo Português e a
        Comissão Europeia.
        Neste âmbito, o CIEJD lança concursos,
        avalia as candidaturas, monitoriza a
        execução física e financeira das atividades
        executadas por terceiros e apoia a sua
        disseminação.
                                      © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos da
       Parceria de Gestão

   C urso
   ofesso re s
Pr




                             © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos da
      Parceria de Gestão

 Con teúdos
  edagó gicos
P




                            © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos da
      Parceria de Gestão

   Atividades
     tivas/ Vídeos
Educa




                            © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos da
   Parceria de Gestão

Atividades
Educa  tivas




                         © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos da
      Parceria de Gestão

   Atividades
     tivas/ Vídeos
Educa




                            © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos da
     Parceria de Gestão

    tos pú b lic o
Even
   em geral




                           © Carlos Medeiros, 2012
CIEJD – Projetos da
Parceria de Gestão




                      © Carlos Medeiros, 2012
Obrigado pela
vossa atenção.
      Atenção! Falta ainda o TPC!




                              © Carlos Medeiros, 2012

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ana rasteiro reflexão ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadora
Ana rasteiro reflexão  ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadoraAna rasteiro reflexão  ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadora
Ana rasteiro reflexão ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadorarasteiro
 
Perguntas de ética
Perguntas de éticaPerguntas de ética
Perguntas de éticawagcher
 
Conteúdos de ensino
Conteúdos de ensinoConteúdos de ensino
Conteúdos de ensinoNaysa Taboada
 
Inclusão na Educação Infantil
Inclusão na Educação InfantilInclusão na Educação Infantil
Inclusão na Educação InfantilLucas Silva
 
4. Políticas educacionais e gestão escolar - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
4. Políticas educacionais e gestão escolar - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima4. Políticas educacionais e gestão escolar - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
4. Políticas educacionais e gestão escolar - Prof. Dr. Paulo Gomes LimaPaulo Lima
 
Pestalozzi
PestalozziPestalozzi
PestalozziMERCIO
 
Pedagogia da educação inclusiva
Pedagogia da educação inclusivaPedagogia da educação inclusiva
Pedagogia da educação inclusivaCarina Zandonai
 
Apresentação johann heinrich pestalozzi
Apresentação johann heinrich pestalozziApresentação johann heinrich pestalozzi
Apresentação johann heinrich pestalozziPriscila Aristimunha
 
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes LimaPaulo Lima
 
03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolarJoao Balbi
 
Base Nacional Comum Curricular
Base Nacional Comum CurricularBase Nacional Comum Curricular
Base Nacional Comum CurricularCÉSAR TAVARES
 
"Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas""Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas"Cléo Lima
 
Tendências Pedagógicas
Tendências PedagógicasTendências Pedagógicas
Tendências PedagógicasMarcelo Assis
 
OPGEAENE AULA 4: Planejamento, organização e gestão escolar
OPGEAENE  AULA 4: Planejamento, organização e gestão escolarOPGEAENE  AULA 4: Planejamento, organização e gestão escolar
OPGEAENE AULA 4: Planejamento, organização e gestão escolarprofamiriamnavarro
 

Mais procurados (20)

Ana rasteiro reflexão ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadora
Ana rasteiro reflexão  ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadoraAna rasteiro reflexão  ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadora
Ana rasteiro reflexão ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadora
 
PESTALOZZI
PESTALOZZI PESTALOZZI
PESTALOZZI
 
Perguntas de ética
Perguntas de éticaPerguntas de ética
Perguntas de ética
 
Conteúdos de ensino
Conteúdos de ensinoConteúdos de ensino
Conteúdos de ensino
 
FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃOFUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO
 
Espaco nao formal
Espaco nao formalEspaco nao formal
Espaco nao formal
 
Inclusão na Educação Infantil
Inclusão na Educação InfantilInclusão na Educação Infantil
Inclusão na Educação Infantil
 
Pestalozzi Final
Pestalozzi   FinalPestalozzi   Final
Pestalozzi Final
 
4. Políticas educacionais e gestão escolar - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
4. Políticas educacionais e gestão escolar - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima4. Políticas educacionais e gestão escolar - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
4. Políticas educacionais e gestão escolar - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
 
Pestalozzi
PestalozziPestalozzi
Pestalozzi
 
Pedagogia da educação inclusiva
Pedagogia da educação inclusivaPedagogia da educação inclusiva
Pedagogia da educação inclusiva
 
Apresentação johann heinrich pestalozzi
Apresentação johann heinrich pestalozziApresentação johann heinrich pestalozzi
Apresentação johann heinrich pestalozzi
 
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
7. Papel político pedagógico do gestor educacional - Prof. Dr. Paulo Gomes Lima
 
03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar
 
Base Nacional Comum Curricular
Base Nacional Comum CurricularBase Nacional Comum Curricular
Base Nacional Comum Curricular
 
"Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas""Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas"
 
Ufcd-9634-Jovens.doc
Ufcd-9634-Jovens.docUfcd-9634-Jovens.doc
Ufcd-9634-Jovens.doc
 
Tendências Pedagógicas
Tendências PedagógicasTendências Pedagógicas
Tendências Pedagógicas
 
OPGEAENE AULA 4: Planejamento, organização e gestão escolar
OPGEAENE  AULA 4: Planejamento, organização e gestão escolarOPGEAENE  AULA 4: Planejamento, organização e gestão escolar
OPGEAENE AULA 4: Planejamento, organização e gestão escolar
 
Educaçao e Trabalho
Educaçao e TrabalhoEducaçao e Trabalho
Educaçao e Trabalho
 

Destaque

Quando surgiu a educação não formal
Quando surgiu a educação não formalQuando surgiu a educação não formal
Quando surgiu a educação não formalAnaRquel
 
Educação formal e não formal
Educação formal e não formalEducação formal e não formal
Educação formal e não formalAna Vilalva
 
Redes de transporte e telecomunicações (novo)
Redes de transporte e telecomunicações (novo)Redes de transporte e telecomunicações (novo)
Redes de transporte e telecomunicações (novo)Rosária Zamith
 
Como Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos SociaisComo Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos Sociaisafp.leite
 
A Estratégia Europa 2020 e o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020
A Estratégia Europa 2020 e o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020A Estratégia Europa 2020 e o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020
A Estratégia Europa 2020 e o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020Miguel Toscano
 
A UtilizaçãO Das Tic AscençãO Cordeiro
A UtilizaçãO Das Tic AscençãO CordeiroA UtilizaçãO Das Tic AscençãO Cordeiro
A UtilizaçãO Das Tic AscençãO CordeiroAna Oliveira
 
PALESTRA - ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS
PALESTRA - ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAISPALESTRA - ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS
PALESTRA - ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAISDialogus Consultoria
 
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 12
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 12Gestão de Projetos e Programas - Aula # 12
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 12Ethel Capuano
 
Adilo ApresentaçãO.Ppt Blog
Adilo ApresentaçãO.Ppt BlogAdilo ApresentaçãO.Ppt Blog
Adilo ApresentaçãO.Ppt BlogPITUXA
 
Apresentação Projeto Educação Social - PPT
Apresentação Projeto Educação Social - PPTApresentação Projeto Educação Social - PPT
Apresentação Projeto Educação Social - PPTRicardo da Palma
 
Serviço social e educação
Serviço social e educaçãoServiço social e educação
Serviço social e educaçãoprofadnilson
 
Educação formal e Não formal
Educação formal e Não formalEducação formal e Não formal
Educação formal e Não formalAna Peixe
 
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Projetos Sociais
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Projetos SociaisAula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Projetos Sociais
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Projetos SociaisProf. Leonardo Rocha
 
Modalidades de educação slide 2
Modalidades de educação   slide 2Modalidades de educação   slide 2
Modalidades de educação slide 2semnazarenovirtual
 
Aula educação ambiental 2- formal e informal
Aula educação ambiental 2- formal e informalAula educação ambiental 2- formal e informal
Aula educação ambiental 2- formal e informalhenrique-182
 
Projeto - Conceito, Propósitos, Objetivos e Metas
Projeto - Conceito, Propósitos, Objetivos e MetasProjeto - Conceito, Propósitos, Objetivos e Metas
Projeto - Conceito, Propósitos, Objetivos e MetasFreelancer - Projetos
 

Destaque (20)

Quando surgiu a educação não formal
Quando surgiu a educação não formalQuando surgiu a educação não formal
Quando surgiu a educação não formal
 
Espaços não formais de educação
Espaços não formais de educaçãoEspaços não formais de educação
Espaços não formais de educação
 
Educação formal e não formal
Educação formal e não formalEducação formal e não formal
Educação formal e não formal
 
Redes de transporte e telecomunicações (novo)
Redes de transporte e telecomunicações (novo)Redes de transporte e telecomunicações (novo)
Redes de transporte e telecomunicações (novo)
 
Como Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos SociaisComo Elaborar Projetos Sociais
Como Elaborar Projetos Sociais
 
A Estratégia Europa 2020 e o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020
A Estratégia Europa 2020 e o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020A Estratégia Europa 2020 e o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020
A Estratégia Europa 2020 e o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020
 
A UtilizaçãO Das Tic AscençãO Cordeiro
A UtilizaçãO Das Tic AscençãO CordeiroA UtilizaçãO Das Tic AscençãO Cordeiro
A UtilizaçãO Das Tic AscençãO Cordeiro
 
PALESTRA - ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS
PALESTRA - ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAISPALESTRA - ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS
PALESTRA - ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS
 
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 12
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 12Gestão de Projetos e Programas - Aula # 12
Gestão de Projetos e Programas - Aula # 12
 
Elaboração de Projetos Sociais
Elaboração de Projetos SociaisElaboração de Projetos Sociais
Elaboração de Projetos Sociais
 
Adilo ApresentaçãO.Ppt Blog
Adilo ApresentaçãO.Ppt BlogAdilo ApresentaçãO.Ppt Blog
Adilo ApresentaçãO.Ppt Blog
 
Apresentação Projeto Educação Social - PPT
Apresentação Projeto Educação Social - PPTApresentação Projeto Educação Social - PPT
Apresentação Projeto Educação Social - PPT
 
Com quem
Com quemCom quem
Com quem
 
Apresentação em ppt de Esther
Apresentação em ppt de EstherApresentação em ppt de Esther
Apresentação em ppt de Esther
 
Serviço social e educação
Serviço social e educaçãoServiço social e educação
Serviço social e educação
 
Educação formal e Não formal
Educação formal e Não formalEducação formal e Não formal
Educação formal e Não formal
 
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Projetos Sociais
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Projetos SociaisAula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Projetos Sociais
Aula de Empreendedorismo Social Unibrasil - Projetos Sociais
 
Modalidades de educação slide 2
Modalidades de educação   slide 2Modalidades de educação   slide 2
Modalidades de educação slide 2
 
Aula educação ambiental 2- formal e informal
Aula educação ambiental 2- formal e informalAula educação ambiental 2- formal e informal
Aula educação ambiental 2- formal e informal
 
Projeto - Conceito, Propósitos, Objetivos e Metas
Projeto - Conceito, Propósitos, Objetivos e MetasProjeto - Conceito, Propósitos, Objetivos e Metas
Projeto - Conceito, Propósitos, Objetivos e Metas
 

Semelhante a Educação Europeia: Métodos de Ensino Não Formal

Área de Integração - Programas da União Europeia da juventude e formação
Área de Integração - Programas da União Europeia da juventude e formaçãoÁrea de Integração - Programas da União Europeia da juventude e formação
Área de Integração - Programas da União Europeia da juventude e formaçãoLilyLx
 
Seminário ebi carlos gargaté 2013 Julho 2013 projetos europeus
Seminário ebi carlos gargaté 2013  Julho 2013 projetos europeusSeminário ebi carlos gargaté 2013  Julho 2013 projetos europeus
Seminário ebi carlos gargaté 2013 Julho 2013 projetos europeusJoão Paulo Proença
 
Aprendizagem ao Longo da Vida
Aprendizagem ao Longo da VidaAprendizagem ao Longo da Vida
Aprendizagem ao Longo da VidaAna Taveira
 
Aprendizagem ao longo da vida
Aprendizagem ao longo da vidaAprendizagem ao longo da vida
Aprendizagem ao longo da vidaAna Taveira
 
A Educação Aberta na Europa e no Brasil: perspectivas políticas e práticas
A Educação Aberta na Europa e no Brasil: perspectivas políticas e práticasA Educação Aberta na Europa e no Brasil: perspectivas políticas e práticas
A Educação Aberta na Europa e no Brasil: perspectivas políticas e práticasAndreia Inamorato dos Santos
 
referencial_dimensao_europeia.pdf
referencial_dimensao_europeia.pdfreferencial_dimensao_europeia.pdf
referencial_dimensao_europeia.pdfBeacarol
 
Jornadas Apdis 2008 Isabel Andrade
Jornadas Apdis 2008   Isabel AndradeJornadas Apdis 2008   Isabel Andrade
Jornadas Apdis 2008 Isabel AndradeIsabel Andrade
 
Apresentação_Educação adultos-.pptx
Apresentação_Educação adultos-.pptxApresentação_Educação adultos-.pptx
Apresentação_Educação adultos-.pptxnialb
 
Sobre educacaonf
Sobre educacaonfSobre educacaonf
Sobre educacaonfisabepaiva
 
Aprendizagem ao Longo da Vida na União Europeia
Aprendizagem ao Longo da Vida na União EuropeiaAprendizagem ao Longo da Vida na União Europeia
Aprendizagem ao Longo da Vida na União Europeiactome
 
Artigo formação e educação caso dianova_2012
Artigo formação e educação caso dianova_2012Artigo formação e educação caso dianova_2012
Artigo formação e educação caso dianova_2012Dianova
 
Tecnologia e educação
Tecnologia e educaçãoTecnologia e educação
Tecnologia e educaçãoInaiane
 
Conceitos de educação ad1 didática - slide
Conceitos de educação ad1  didática - slideConceitos de educação ad1  didática - slide
Conceitos de educação ad1 didática - slidePatrícia Neves
 
ALV - uma proposta de atuação
ALV - uma proposta de atuaçãoALV - uma proposta de atuação
ALV - uma proposta de atuaçãoanabenedito
 
perfil_do_aluno para o séc XXI.pdf
perfil_do_aluno para o séc XXI.pdfperfil_do_aluno para o séc XXI.pdf
perfil_do_aluno para o séc XXI.pdfPaulo Costa
 
Perfil do aluno_documento
Perfil do aluno_documentoPerfil do aluno_documento
Perfil do aluno_documentoRia da Escrita
 

Semelhante a Educação Europeia: Métodos de Ensino Não Formal (20)

Área de Integração - Programas da União Europeia da juventude e formação
Área de Integração - Programas da União Europeia da juventude e formaçãoÁrea de Integração - Programas da União Europeia da juventude e formação
Área de Integração - Programas da União Europeia da juventude e formação
 
Seminário ebi carlos gargaté 2013 Julho 2013 projetos europeus
Seminário ebi carlos gargaté 2013  Julho 2013 projetos europeusSeminário ebi carlos gargaté 2013  Julho 2013 projetos europeus
Seminário ebi carlos gargaté 2013 Julho 2013 projetos europeus
 
Aprendizagem ao Longo da Vida
Aprendizagem ao Longo da VidaAprendizagem ao Longo da Vida
Aprendizagem ao Longo da Vida
 
Aprendizagem ao longo da vida
Aprendizagem ao longo da vidaAprendizagem ao longo da vida
Aprendizagem ao longo da vida
 
A Educação Aberta na Europa e no Brasil: perspectivas políticas e práticas
A Educação Aberta na Europa e no Brasil: perspectivas políticas e práticasA Educação Aberta na Europa e no Brasil: perspectivas políticas e práticas
A Educação Aberta na Europa e no Brasil: perspectivas políticas e práticas
 
referencial_dimensao_europeia.pdf
referencial_dimensao_europeia.pdfreferencial_dimensao_europeia.pdf
referencial_dimensao_europeia.pdf
 
Jornadas Apdis 2008 Isabel Andrade
Jornadas Apdis 2008   Isabel AndradeJornadas Apdis 2008   Isabel Andrade
Jornadas Apdis 2008 Isabel Andrade
 
Apresentação_Educação adultos-.pptx
Apresentação_Educação adultos-.pptxApresentação_Educação adultos-.pptx
Apresentação_Educação adultos-.pptx
 
Sobre educacaonf
Sobre educacaonfSobre educacaonf
Sobre educacaonf
 
Educação na Europa
Educação na EuropaEducação na Europa
Educação na Europa
 
Aprendizagem ao Longo da Vida na União Europeia
Aprendizagem ao Longo da Vida na União EuropeiaAprendizagem ao Longo da Vida na União Europeia
Aprendizagem ao Longo da Vida na União Europeia
 
Artigo formação e educação caso dianova_2012
Artigo formação e educação caso dianova_2012Artigo formação e educação caso dianova_2012
Artigo formação e educação caso dianova_2012
 
Tecnologia e educação
Tecnologia e educaçãoTecnologia e educação
Tecnologia e educação
 
Aula m dulo _
Aula   m dulo _Aula   m dulo _
Aula m dulo _
 
Conceitos de educação ad1 didática - slide
Conceitos de educação ad1  didática - slideConceitos de educação ad1  didática - slide
Conceitos de educação ad1 didática - slide
 
ALV - uma proposta de atuação
ALV - uma proposta de atuaçãoALV - uma proposta de atuação
ALV - uma proposta de atuação
 
Perfil do aluno
Perfil do alunoPerfil do aluno
Perfil do aluno
 
perfil_do_aluno para o séc XXI.pdf
perfil_do_aluno para o séc XXI.pdfperfil_do_aluno para o séc XXI.pdf
perfil_do_aluno para o séc XXI.pdf
 
Perfil do aluno_documento
Perfil do aluno_documentoPerfil do aluno_documento
Perfil do aluno_documento
 
Anexo 3 perfil do-aluno
Anexo 3  perfil do-alunoAnexo 3  perfil do-aluno
Anexo 3 perfil do-aluno
 

Mais de Carlos Ribeiro Medeiros

Geografia política (2018/2019) - União Europeia
Geografia política (2018/2019) - União EuropeiaGeografia política (2018/2019) - União Europeia
Geografia política (2018/2019) - União EuropeiaCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia política (2018/2019) - Europa oriental
Geografia política (2018/2019) - Europa orientalGeografia política (2018/2019) - Europa oriental
Geografia política (2018/2019) - Europa orientalCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia política (2018/2019) - Europa do Norte
Geografia política (2018/2019) - Europa do NorteGeografia política (2018/2019) - Europa do Norte
Geografia política (2018/2019) - Europa do NorteCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia política (2018/2019) - Europa ocidental
Geografia política (2018/2019) - Europa ocidentalGeografia política (2018/2019) - Europa ocidental
Geografia política (2018/2019) - Europa ocidentalCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia política (2018/2019) - Europa do Sul
Geografia política (2018/2019) - Europa do SulGeografia política (2018/2019) - Europa do Sul
Geografia política (2018/2019) - Europa do SulCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Cinema
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - CinemaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Cinema
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - CinemaCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Teatro
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - TeatroGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Teatro
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - TeatroCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Literatura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - LiteraturaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Literatura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - LiteraturaCarlos Ribeiro Medeiros
 
Seminário II - Política europeias (2019)
Seminário II - Política europeias (2019)Seminário II - Política europeias (2019)
Seminário II - Política europeias (2019)Carlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Arquitetura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - ArquiteturaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Arquitetura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - ArquiteturaCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Escultura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - EsculturaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Escultura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - EsculturaCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Pintura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - PinturaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Pintura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - PinturaCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Dança
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - DançaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Dança
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - DançaCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Música
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - MúsicaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Música
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - MúsicaCarlos Ribeiro Medeiros
 
Seminário II - Fontes de informação nacionais, europeias e internacionais (2019)
Seminário II - Fontes de informação nacionais, europeias e internacionais (2019)Seminário II - Fontes de informação nacionais, europeias e internacionais (2019)
Seminário II - Fontes de informação nacionais, europeias e internacionais (2019)Carlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Etnias | Religiões
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Etnias | ReligiõesGeografia humana da Europa (2018-2019) - Etnias | Religiões
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Etnias | ReligiõesCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Línguas
Geografia humana da Europa (2018-2019) - LínguasGeografia humana da Europa (2018-2019) - Línguas
Geografia humana da Europa (2018-2019) - LínguasCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
Geografia humana da Europa (2018-2019) - DemografiaGeografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
Geografia humana da Europa (2018-2019) - DemografiaCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia física da Europa (2018-2019) - Solos
Geografia física da Europa (2018-2019) - SolosGeografia física da Europa (2018-2019) - Solos
Geografia física da Europa (2018-2019) - SolosCarlos Ribeiro Medeiros
 
Geografia física da Europa (2018-2019) - Vegetação
Geografia física da Europa (2018-2019) - VegetaçãoGeografia física da Europa (2018-2019) - Vegetação
Geografia física da Europa (2018-2019) - VegetaçãoCarlos Ribeiro Medeiros
 

Mais de Carlos Ribeiro Medeiros (20)

Geografia política (2018/2019) - União Europeia
Geografia política (2018/2019) - União EuropeiaGeografia política (2018/2019) - União Europeia
Geografia política (2018/2019) - União Europeia
 
Geografia política (2018/2019) - Europa oriental
Geografia política (2018/2019) - Europa orientalGeografia política (2018/2019) - Europa oriental
Geografia política (2018/2019) - Europa oriental
 
Geografia política (2018/2019) - Europa do Norte
Geografia política (2018/2019) - Europa do NorteGeografia política (2018/2019) - Europa do Norte
Geografia política (2018/2019) - Europa do Norte
 
Geografia política (2018/2019) - Europa ocidental
Geografia política (2018/2019) - Europa ocidentalGeografia política (2018/2019) - Europa ocidental
Geografia política (2018/2019) - Europa ocidental
 
Geografia política (2018/2019) - Europa do Sul
Geografia política (2018/2019) - Europa do SulGeografia política (2018/2019) - Europa do Sul
Geografia política (2018/2019) - Europa do Sul
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Cinema
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - CinemaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Cinema
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Cinema
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Teatro
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - TeatroGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Teatro
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Teatro
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Literatura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - LiteraturaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Literatura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Literatura
 
Seminário II - Política europeias (2019)
Seminário II - Política europeias (2019)Seminário II - Política europeias (2019)
Seminário II - Política europeias (2019)
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Arquitetura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - ArquiteturaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Arquitetura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Arquitetura
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Escultura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - EsculturaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Escultura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Escultura
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Pintura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - PinturaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Pintura
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Pintura
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Dança
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - DançaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Dança
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Dança
 
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Música
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - MúsicaGeografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Música
Geografia humana da Europa (2018/2019) - Artes - Música
 
Seminário II - Fontes de informação nacionais, europeias e internacionais (2019)
Seminário II - Fontes de informação nacionais, europeias e internacionais (2019)Seminário II - Fontes de informação nacionais, europeias e internacionais (2019)
Seminário II - Fontes de informação nacionais, europeias e internacionais (2019)
 
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Etnias | Religiões
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Etnias | ReligiõesGeografia humana da Europa (2018-2019) - Etnias | Religiões
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Etnias | Religiões
 
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Línguas
Geografia humana da Europa (2018-2019) - LínguasGeografia humana da Europa (2018-2019) - Línguas
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Línguas
 
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
Geografia humana da Europa (2018-2019) - DemografiaGeografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
 
Geografia física da Europa (2018-2019) - Solos
Geografia física da Europa (2018-2019) - SolosGeografia física da Europa (2018-2019) - Solos
Geografia física da Europa (2018-2019) - Solos
 
Geografia física da Europa (2018-2019) - Vegetação
Geografia física da Europa (2018-2019) - VegetaçãoGeografia física da Europa (2018-2019) - Vegetação
Geografia física da Europa (2018-2019) - Vegetação
 

Último

Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaaulasgege
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 

Último (20)

Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologiaAula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
Aula - 1º Ano - Émile Durkheim - Um dos clássicos da sociologia
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 

Educação Europeia: Métodos de Ensino Não Formal

  • 1. Curso de Estudos Europeus Jean Monnet A abordagem pedagógica da UE: métodos de educação não formal – exemplos de projetos de implementação de conteúdos europeus em sala de aula
  • 2. Introdução ● Educação formal: ● É fácil compreendermos o conceito de educação formal se a ele associarmos aquilo que comummente conhecemos como as escolas e as universidades, enquanto instituições de ensino “tradicionais”, chamemos-lhe assim, centradas nas figuras do professor e do aluno. ● Ao sistema educativo formal estão normalmente associadas várias etapas de desenvolvimento (anos académicos), devidamente graduadas e avaliadas quantitativamente; estes anos académicos organizam-se por disciplinas e a cada uma delas estão associados programas curriculares gerais aprovados e reconhecidos pelos órgãos competentes. Até um determinado nível, a educação formal (o ensino) é obrigatória. Luís Castanheira Pinto, Cadernos d'Inducar, Maio de 2005 © Carlos Medeiros, 2012
  • 3. Introdução ● Educação informal: ● A educação informal, ao invés, pode definir-se como tudo o que aprendemos mais ou menos espontaneamente a partir do meio em que vivemos: das pessoas com quem nos relacionamos informalmente, dos livros que lemos ou da televisão que vemos, da multiplicidade de experiências que vivemos quotidianamente com mais ou menos intencionalidade em relação ao seu potencial de aprendizagem. ● A educação informal não é necessariamente organizada ou sequer orientada. De alguma maneira, a educação informal confunde-se com o processo de socialização dos indivíduos. Luís Castanheira Pinto, Cadernos d'Inducar, Maio de 2005 © Carlos Medeiros, 2012
  • 4. Introdução ● Educação não formal: ● Enquanto a educação formal tem lugar nas escolas, colégios e instituições de ensino superior, tem currículos e regras de certificação claramente definidos, a educação não-formal é acima de tudo um processo de aprendizagem social, centrado no formando/educando, através de atividades que têm lugar fora do sistema de ensino formal e sendo complementar deste. ● O conceito de educação não-formal envolve, como uma parte integrante do desenvolvimento de saberes e competências, um vasto conjunto de valores sociais e éticos tais como os direitos humanos, a tolerância, a promoção da paz, a solidariedade e a justiça social, o diálogo intergeracional, a igualdade de oportunidades, a cidadania democrática e a aprendizagem intercultural, entre outros. Luís Castanheira Pinto, Cadernos d'Inducar, Maio de 2005 © Carlos Medeiros, 2012
  • 5. Introdução ● Dimensão Europeia da Educação ● A posição da União Europeia face à política educativa e de formação é definida nos artigos 165º e 166º, Título XII do Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia. ● O poder político e decisório sobre esta área permanece da competência dos Estados-Membros, sendo reservada à União Europeia uma ação indireta: fornece indicações de apoio e complemento da decisão, promovendo a cooperação entre os Estados-Membros. Estados-Membros ● A Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia estabelece o direito à educação e à formação profissional contínua a todos os cidadãos europeus, nomeadamente através da possibilidade da gratuitidade do ensino obrigatório (artigo 14º). ● Este mesmo documento salvaguarda a competência dos Estados- Membros no que se refere à criação de estabelecimentos de ensino. © Carlos Medeiros, 2012
  • 6. Introdução ● Dimensão Europeia da Educação ● A dimensão europeia para a educação e formação expressa-se através do apoio e incentivo a: – aprendizagem e divulgação das línguas – mobilidade de estudantes e professores, formadores e formandos – reconhecimento de diplomas e períodos de estudo – cooperação entre estabelecimentos de ensino e formação – educação à distância – formação e reconversão profissional – formação inicial e contínua – intercâmbio de experiências e informações – cooperação com estados terceiros e organizações internacionais. © Carlos Medeiros, 2012
  • 7. Introdução Estratégia Europa 2020 – Crescimento Inteligente SOCIEDADE INOVAÇÃO EDUCAÇÃO DIGITAL Iniciativa Iniciativa Iniciativa Uma União para a Juventude em Agenda Digital para a Inovação Movimento Europa Objetivos Objetivos Objetivos Melhorar as condições Melhorar os resultados Acelerar a implantação da gerais e o acesso ao dos sistemas de ensino e Internet de alta financiamento para a reforçar a capacidade de velocidade, para que as investigação e a inovação atracão internacional do famílias e as empresas e para reforçar a cadeia ensino superior da Europa possam tirar partido de de inovação e acelerar os um mercado único digital níveis de investimento em toda a União © Carlos Medeiros, 2012
  • 8. Introdução Estratégia Europa 2020 – Crescimento Inclusivo EMPREGO E LUTA CONTRA A QUALIFICAÇÕES POBREZA Iniciativa Iniciativa Agenda para novas Plataforma europeia qualificações e novos contra a pobreza empregos Objetivos Objetivos Modernizar os mercados de Assegurar através da coesão trabalho, facilitando a social e territorial uma ampla mobilidade da mão-de-obra e distribuição dos benefícios do o desenvolvimento das crescimento e do emprego qualificações ao longo da para que as pessoas, vida, com vista a aumentar a atualmente, em situação de participação no mercado de pobreza e de exclusão social, trabalho e a estabelecer uma possam viver dignamente e melhor correspondência participar ativamente na entre a oferta e a procura sociedade © Carlos Medeiros, 2012
  • 9. Introdução © Carlos Medeiros, 2012
  • 10. O Centro de Informação Europeia Jacques Delors ● Informar, promovendo o conhecimento e o debate sobre a União Europeia ● Formar os cidadãos nos assuntos europeus ● Promover uma maior participação de portugueses nas Instituições e Organismos da UE e de outras Organizações Internacionais ● Desenvolver e/ou apoiar a realização de iniciativas sobre a União Europeia © Carlos Medeiros, 2012
  • 11. O Centro de Informação Europeia Jacques Delors Organismo Intermediário Direção-Geral dos no quadro da Assuntos Europeus Parceria de Gestão – Ministério dos estabelecida entre Negócios o Governo Estrangeiros Português e a Comissão Europeia CONTEÚDOS Promoção do Promoção da política de conhecimento sobre informação e comunicação a UE em Portugal, da UE em Portugal: através de ações de eventos para público em informação, formação e geral, cursos para animação pedagógica. professores, conteúdos pedagógicos, atividades educativas, jogos, etc. © Carlos Medeiros, 2012
  • 12. O Centro de Informação Europeia Jacques Delors DIMENSÃO EUROPEIA NA EDUCAÇÃO Formação Formação de de Alunos Professores CONTEÚDOS Informação/ Sensibilização Público em geral APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA © Carlos Medeiros, 2012
  • 13. CIEJD – Produção de conteúdos pedagógicos Objetivos: ● Promover a aprendizagem sobre os assuntos europeus; ● Estimular a aprendizagem ao longo da vida; ● Colmatar a carência de conteúdos pedagógicos sobre temáticas europeias, de livre acesso e em língua portuguesa; ● Apoiar a atividade dos professores (em sala ou em atividades extra- curriculares). © Carlos Medeiros, 2012
  • 14. CIEJD – Difusão de conteúdos pedagógicos © Carlos Medeiros, 2012
  • 15. CIEJD – Difusão de conteúdos pedagógicos Área virtual de conhecimento: ● Base de dados documental com mais de 44 mil registos, com acesso a mais de 15 mil documentos em suporte digital ● Acesso virtual a diversos catálogos, entre os quais um catálogo dedicado exclusivamente a Conteúdos Pedagógicos, com cerca de 300 conteúdos sobre a UE https://infoeuropa.eurocid.pt © Carlos Medeiros, 2012
  • 16. CIEJD – Difusão de conteúdos pedagógicos Canal Aprender a Europa: ● Sala Aluno: Fichas pedagógicas, jogos e passatempos, contos e lendas, atividades, pratos típicos dos países da UE, cronologia, links úteis. ● Sala Professor: Apresentações, fichas pedagógicas, atividades, blogues e links úteis, projetos internacionais, formação para professores. http://www.aprendereuropa.pt © Carlos Medeiros, 2012
  • 17. CIEJD – Difusão de conteúdos pedagógicos A parceria CIEJD-ME permite: ● Garantir à comunidade educativa o acesso direto aos conteúdos desenvolvidos quer pelo CIEJD, quer pelas empresas no quadro da parceria de gestão (gerida pelo CIEJD); ● Apoiar o desenvolvimento de ações / eventos sobre a UE junto da comunidade escolar; ● Contribuir para a formação autodirigida de alunos e professores, numa perspetiva de aprendizagem ao longo da vida. https://www.portaldasescolas.pt/ © Carlos Medeiros, 2012
  • 18. CIEJD – Projetos europeus ELOS – Europe stretching borders: ● A Europa como ambiente de aprendizagem nas Escolas ● Contribuir para uma educação de qualidade, inserindo os alunos num ambiente de aprendizagem europeu e internacional, preparando-os para agir num mundo globalizado, para exercer, plenamente, uma cidadania ativa. http://www.eurocid.pt/... © Carlos Medeiros, 2012
  • 19. CIEJD – Projetos europeus Quadro de Referência para as Competências Europeias (QRCE) / Rede Europeia Elos, Management Team. - Rede Europeia Elos, 2010 © Carlos Medeiros, 2012
  • 20. CIEJD – Projetos europeus GREAT (Game-based Research in Education and Action Training) Este projeto é apoiado pelo programa Leonardo da Vinci e visa, nomeadamente, desenvolver uma metodologia para habilitar formadores e gestores da formação a utilizar jogos digitais na formação, sejam eles jogos de entretenimento ou concebidos para apoiar a aprendizagem. http://www.projectgreat.eu/ © Carlos Medeiros, 2012
  • 22. CIEJD – Parceria de Gestão O Centro de Informação Europeia Jacques Delors assume as tarefas que lhe foram delegadas pela Comissão Europeia em matéria de gestão de ações sobre os temas mais pertinentes da União Europeia, incluídos num Plano de Comunicação anual. Ao CIEJD cabe o papel de Organismo Intermediário na Parceria de Gestão, estabelecida entre o Governo Português e a Comissão Europeia. Neste âmbito, o CIEJD lança concursos, avalia as candidaturas, monitoriza a execução física e financeira das atividades executadas por terceiros e apoia a sua disseminação. © Carlos Medeiros, 2012
  • 23. CIEJD – Projetos da Parceria de Gestão C urso ofesso re s Pr © Carlos Medeiros, 2012
  • 24. CIEJD – Projetos da Parceria de Gestão Con teúdos edagó gicos P © Carlos Medeiros, 2012
  • 25. CIEJD – Projetos da Parceria de Gestão Atividades tivas/ Vídeos Educa © Carlos Medeiros, 2012
  • 26. CIEJD – Projetos da Parceria de Gestão Atividades Educa tivas © Carlos Medeiros, 2012
  • 27. CIEJD – Projetos da Parceria de Gestão Atividades tivas/ Vídeos Educa © Carlos Medeiros, 2012
  • 28. CIEJD – Projetos da Parceria de Gestão tos pú b lic o Even em geral © Carlos Medeiros, 2012
  • 29. CIEJD – Projetos da Parceria de Gestão © Carlos Medeiros, 2012
  • 30. Obrigado pela vossa atenção. Atenção! Falta ainda o TPC! © Carlos Medeiros, 2012