Folha 234

392 visualizações

Publicada em

Jornal Folha do Itaim

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
392
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folha 234

  1. 1. 1ª QUINZENA DE ABRIL DE 2015ANO IX - N.o 234 Tiragem 35 Mil | www.fb.com.br/FolhaItaimCuruca | raleste@gmail.com | Tel.: (11) 2031-2364 87% da população são a favor da redução da maioridade penal, aponta pesquisa Leia na pag. 04 Leia na pag. 06 Novas sacolinhas são instrumento de educação ambiental Vereador Andrea Matarazzo participa no “Câmara no seu Bairro” Redução da maioridade penal EmanueldeAquino Pág 04 Alerta: maioria dos passageiros descarta o cinto no banco traseiro Dengue: veja as dicas para combater o mosquito Projeto social PIBSKATE inspira juventude da região Leia na pag. 02 Prefeitura no Bairro encerra primeira fase no Itaim Paulista O nome do projeto é PI- BSKATE (Primeira Igreja Batista Skate) e foi idealizado por três pessoas, Leandro Soares, Rodrigo Brasilio, Thales Grulha e com ajuda do pastor Eduardo (Missio- nário no Egito, onde construiu duas rampas de skate e tem um projeto na pista de São Bernardo). O PIBSKATE tem cerca de cinco meses, com o auxílio de algumas pessoas foi compra- do o material necessário para construção de uma mini ramp e uma fun box que foi feita pelo próprio pastor Eduardo. A Primeira Igreja Batista do Itaim Paulista cedeu um espaço coberto ao lado de sua quadra onde foram cons- truídos alguns obstáculos para evangelização e forma- ção do caráter dos jovens locais... leia na pág 03 Ações de zeladoria, po- líticas públicas e de atendi- mento ao cidadão seguirão no Parque Santa Amélia, Jardim das Oliveiras e Jardim Miliunas até o fim de abril. Butantã será alvo de quarta edição da ação integrada a partir do dia 13 A primeira fase da ter- ceira edição da ação inte- grada Prefeitura no Bairro foi encerrada no sábado (11) nos bairros Parque Santa Amélia, Jardim das Oliveiras... leia na pág 03 Pelo menos 80% dos criadouros estão dentro das casas, como pratos de vasos, garrafas e recipien- tes que acumulam água Transmitida pela picada da fêmea doAedes aegyp- ti, a dengue... leianapág02 Ações são realizadas principalmente nos muni- cípios com alta incidência de casos; Saúde também firmou parcerias com a iniciativa privada Para reforçar ações de combate à dengue nos municípios paulistas, com ênfase naqueles que re- gistram elevado número de casos, a Secretaria da Saúde está executando uma série de ações. O investimento para execu- ção do plano chega a R$ 6 milhões. As operações especiais são desenvolvidas por 500 novos agentes contratados pela Sucen... leia na pág 04 São Paulo tem força tática para combater a dengue São Mateus, zona leste de São Paulo, recebeu mais de 600 pessoas du- rante a sessão pública do Câmara no Seu Bairro — programa da Câmara Municipal com o objetivo de aproximar o cidadão dos vereadores. Durante a audiência, a população pediu mais equipamentos de saúde, lazer e habitação para a região. O vereador Andrea Ma- tarazzo, líder do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo participou da sessão pública e falou do abandono da periferia pela gestão do prefeito Fernan- do Haddad. “A prefeitura precisa parar de se concentrar nas ciclovias ... leia na pág 04 Com sol ou chuva, as aulas de hidroginástica no CEU Parque Veredas, localizado no Itaim Pau- lista, é recorde de público garantido, principalmente no grupo da melhor idade. Praticar atividade física é ideal em todas as fases da vida, e a hidroginástica na melhor... leia na pág 03 Hidroginástica é sucesso para melhor idade no CEU Parque Veredas
  2. 2. 1ª QUINZENA DE ABRIL de 2015 Atualidade Diretor Executivo: Jornalistas (fl): Designer Gráfico Reporter Fotográfico: Redes Sociais: Revisora: Gerente Financeiro: Comercial Distrib./Logistica: 35 mil exemplares Divaldo Rosa Silmara Galvão Nunes-MTb 51.096 Ademir Rodrigues Eduardo Rocha Bruno Barreto Rosa Prof. Suseli Corumba Rosa Ademir Rodrigues Ariane Andrade MULTI-Distrib.Jornais e Folhetos As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colabo- radores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 Av. dos Guachos, 166 - 08030-360-Vl.Curuçá–SP www.aconteceagora.com.br | E-mail: raleste@gmail.com A marca Folha do Itaim existe a 42 anos, sendo 9 anos sob a direção do Grupo Acontece de Jornais e Revistas. CIRCULAÇÃO: Itaim Paulista, Vl Curuçá, Jd Robrú, Alto Tiete (Itaquá, Poá, Ferraz de Vasconcelos e Suzano) Um veículo do GRUPO ACONTECE de Jornais e Revistas SUB PREF. DO ITAIM PAULISTA Av. Marechal Tito, 3012 Itaim Paulista-SP BANCA DO VALDO Av. Marechal Tito, 4800 Itaim Paulista-SP BANCA PÇA SILVA TELES Pç Silva Teles, s/n Itaim Paulista-SP SEBO PAPEL & CANETA R. Pedro Andrade, 221 São Miguel-SP www.papelcaneta.com.br BANCA KM 28 Av. Marechal Tito, 5868 Itaim Paulista-SP BANCA MARECHAL 4400 Av. Marechal Tito, 4400 Itaim Paulista-SP BANCA NAGUMO Pç Francisco Pereira, 80 Vl Curuçá-SP REVISTARIA CAVOA Av. Cavoá, 425 Vl. Curuçá-SP BANCA FLOR DAS OLIVEIRAS R. Manoel L. Silva, 158 Jd das Oliveiras-SP CADASTRO ou ATUALIZAÇÃO de banca financeiro.grupoacontece@hotmail.com SEBO PAPEL & CANETA R.Pedro Andrade, 221 São Miguel-SP Quem não utiliza o aces- sório de segurança comete uma infração grave que rende multa de R$ 127,69 por passageiro sem cinto Pesquisa recente da Artesp (Agência de Trans- porte do Estado de São Paulo) revelou que 53% dos passageiros não usam cinto de segurança no ban- co traseiro. O levantamen- to, feito nas 45 rodovias do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, mostra ainda que 15% dos passageiros no banco da frente também não usam o cinto e 13% São 3,6 mil vagas volta- das aos estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e da Edu- cação de Jovens e Adultos (EJA) Os alunos da rede estadu- al interessados em aprender a língua espanhola já podem se inscrever no curso online gratuito oferecido pela Evesp (Escola Virtual de Programas Educacionais de São Paulo). São 3,6 mil vagas voltadas aos estudantes dos anos fi- nais do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e da Edu- cação de Jovens e Adultos (EJA). As inscrições podem ser feitas até o dia 26 de abril no site da Evesp. As aulas podem ser feitas Pelo menos 80% dos cria- douros estão dentro das ca- sas, como pratos de vasos, garrafas e recipientes que acumulam água Transmitida pela picada da fêmea do Aedes aegypti, a dengue precisa ser comba- tida eliminando os possíveis criadouros do mosquito. Pelo menos 80% deles estão den- tro das casas, como pratos de vasos, garrafas e recipientes que acumulam água. Na luta contra a doença, a primeira batalha deve ser vencida dentro de casa. Saiba como: - Encha os pratos dos vasos de plantas com areia até a borda. - Troque a água e lave o vaso das plantas aquáticas Alerta: maioria dos passageiros descarta o cinto no banco traseiro Alunos da rede estadual podem se inscrever em curso online gratuito de espanhol no computador de casa que tenha acesso à internet ou na própria unidade de ensino, em uma das salas do Acessa Escola. A plataforma autoex- plicativa fica aberta 24 horas por dia. Os participantes de- senvolvem as habilidades da fala, leitura e escrita no idioma. O conteúdo tem ainda como foco situações do coti- diano e abrange a gramática da língua espanhola. O aluno que concluir todas as etapas recebe o diploma. Mais informações no site da Escola Virtual - Evesp: http://www.educacao.sp.gov. br/evesp/cursos/NovaExibi- cao/Home.aspx dos motoristas trafegam sem o equipamento. De 2012 até outubro de 2014, 69,4% dos passa- geiros de bancos traseiros que morreram em aciden- tes nas rodovias estavam sem cinto de segurança.As vítimas fatais no banco da frente de passageiro sem cinto chegam a 38,4% e 50,1% dos motoristas. Da- dos sobre a quantidade de vítimas de acidentes nas rodovias sob concessão que não usavam cinto de segurança apontam para a necessidade de constantes campanhas de conscien- tização dos motoristas e passageiros. Para alertar os motoris- tas, a Artesp iniciou uma campanha publicitária mostrando as desculpas dos usuários para não uti- lizar o cinto de segurança no banco de trás.Acampa- nha está sendo veiculada na televisão, nas rádios e na internet. As ações se estenderão até o mês de junho. A campanha também está sendo veiculada no aplicativo de trânsito “Waze”. Além disso, foram instaladas 94 faixas nas ro- dovias chamando atenção para o uso do cinto e estão sendo distribuídos mais de um milhão de folders nas praças de pedágio. Os painéis eletrônicos de mensagem instalados nas rodovias também estão reforçando a adoção do hábito de usar o cinto. Anão utilização do cinto de segurança é conside- rada infração grave pelo Código de Trânsito Brasi- leiro (artigo 65), e rende multa de R$ 127,69 por passageiro sem cinto, além de cinco pontos na carteira de habilitação. Dengue: veja as dicas para combater o mosquito com escova, água e sabão pelo menos uma vez por semana. - Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre fechada. - Caixas d’água também devem permanecer fecha- das e todos os objetos que acumulam água, como em- balagens usadas, devem ser jogados no lixo. - Folhas e tudo o que pos- sa impedir a água de correr pelas calhas também preci- sam ser removidos - Garrafas e recipientes que acumulam água devem ser sempre virados para bai- xo. Sintomas Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39ºC a 40°C) de início abrupto, que geral- mente dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, prostra- ção, dor retro-orbital (olhos) e erupções na pele. Falta de apetite, náuseas e vômitos também são comuns. Nessa fase inicial da doença, pode ser difícil diferenciá-la de ou- tras doenças febris. O tratamento deve ser principalmente a hidratação adequada. Devem ser le- vados em consideração os sinais e os sintomas apre- sentados pelo paciente para decidir condutas, bem como o reconhecimento precoce dos sinais de alarme, como dor abdominal intensa e con- tínua, vômitos persistentes, sangramento de mucosa ou outra hemorragia. Ao notar os sintomas, procure imedia- tamente o posto de saúde ou o hospital. COOPERSEMO COOPERATIVA DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA A COOPERSEMO – COOPERATIVA DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES – CNPJ: 03.188.264/0001-09, CONVOCATODOS OS 183 (CENTO E OITENTAE TRÊS) SÓCIOS COOPERADOS, PARAPARTICIPAREM DAASSEMBLÉIAGERAL EXTRAORDINÁRIA, QUE SE REALIZARÁ NO DIA 12 DE ABRIL DE 2015 NAAVENIDA SERAFIM GONÇAL- VES PEREIRA, Nº 266, CASA 02 – PARQUE NOVO MUNDO, CEP: 02179 000 – SÃO PAULO-SP, EM 1ª CHAMADA AS 08:00H COM PRESENÇA MÍNIMA DE 2/3, EM 2ª CHAMADA AS 09:00H COM PRESENÇA MÍNIMA DE METADE MAIS UM OU EM 3ª CHAMADA AS 10:00H COM A PRESENÇA MÍNIMA DE 10 (DEZ) SÓCIOS, PARA DIS- CUTIREM E DELIBERAREM SOBRE A SEGUINTE QUESTÃO: 1- ALTERAÇÃO DE ENDEREÇO DA SEDE SOCIAL; SÃO PAULO, 01 DE ABRIL DE 2015 PRESIDENTA ____________________________ LEILA MOSSULY
  3. 3. 1ª QUINZENA DE ABRIL de 2015 Comunidade Ao lado dos atropela- mentos, os envenenamentos são algumas das principais causas de morte envolvendo animais de estimação como os cães e os gatos. No en- tanto, a estatística que mais assusta é que grande parte desses envenenamentos é feita de maneira intencional, ou seja, quando há intenção de matar por parte de alguém que não deseje o animal por perto, como um vizinho, por exemplo. Exemplos como estes têm acontecido no bairro da Vila Curuçá no Itaim Paulista. Recentemente moradores da rua Osorio Franco Vinhena, resolveram se manifestar e colocaram cartazes e fai- xas espalhados pelo bairro, orientando moradores que tem seus bichinhos em casa. “é muita maldade de um ser humano ter um ato tão agressivo assim, como po- dem fazer mal desta maneira para um bichinho que nem “A sensação que passa é que aqui somos esquecidos, porque ficamos na divisa do Itaim Paulista com Guaiana- ses...” Aequipe de reportagem do jornal Folha do Itaim & Curuçá esteve em uma das principais avenidas da região no Itaim Paulista. Na ocasião, moto- ristas reclamaram dos muitos buracos encontrados na Dom João Nery, altura do número 1.800. Além dos buracos abertos, o acúmulo de águas do esgoto tem deixado mau cheiro trazendo desconforto para os comerciantes locais e até para os pedestres. “Estes dias, ao atravessar a avenida, uma senhora ficou toda suja porque no momento passou um carro com a ve- locidade alta e foi água suja para todo lado”, diz a estu- dante Larissa Lima, 18 anos. Segundo os comerciantes Com sol ou chuva, as aulas de hidroginástica no CEU Parque Veredas, localizado no Itaim Pau- lista, é recorde de público garantido, principalmente no grupo da melhor idade. Praticar atividade física é ideal em todas as fases da vida, e a hidroginástica na melhor idade é uma ótima opção, pois o corpo passa por inúmeras trans- formações, como declínio de massa muscular, óssea e queda na capacidade aeróbica. É ideal para os idosos que são ativos e que não gostam de ficar parados. Segundo a coordena- dora do Núcleo de Esporte do CEU Parque Veredas, Adriana Bezerra Tavares, as aulas de hidroginástica no CEU é uma atividade física muito prazerosa, que proporciona bem estar, diversão e uma vida social O nome do projeto é PI- BSKATE (Primeira Igreja Batista Skate) e foi idealizado por três pessoas, Leandro Soares, Rodrigo Brasilio, Thales Grulha e com ajuda do pastor Eduardo (Missio- nário no Egito, onde construiu duas rampas de skate e tem um projeto na pista de São Bernardo). O PIBSKATE tem cerca de cinco meses, com o auxílio de algumas pessoas foi compra- do o material necessário para construção de uma mini ramp e uma fun box que foi feita pelo próprio pastor Eduardo. A Primeira Igreja Batista do Itaim Paulista cedeu um Ações de zeladoria, políticas públicas e de atendimento ao ci- dadão seguirão no Parque Santa Amélia, Jardim das Oliveiras e Jardim Miliunas até o fim de abril. Butantã será alvo de quarta edição da ação integrada a partir do dia 13 A primeira fase da terceira edição da ação integrada Pre- feitura no Bairro foi encerrada no sábado (11) nos bairros Parque Santa Amélia, Jardim das Olivei- ras e Jardim Miliunas, na região do Itaim Paulista. A ação, que já passou pelo Parque São Miguel e Vila Brasilina, na zona sul, leva para bairros periféricos serviços voltados ao cidadão, interven- ções de zeladoria e políticas públicas municipais, reunindo todas as secretarias, intensifi- cando pequenas intervenções e atendimentos sociais. Desde a segunda-feira pas- sada (6), quando foi iniciada a terceira edição do Prefeitura no Bairro, 169 bueiros foram limpos com mais de 10.900 metros, 8.400 metros de gramados foram capinados, 120 buracos tapa- dos, 3.592 metros quadrados de corregos limpos, 10 árvores plantadas e 17 podadas. Mais de 640 imóveis foram visitados por agentes de saúde e 138 famílias atendidas por equipes da assis- tência social. Prefeitura no Bairro encerra primeira fase no Itaim Paulista “Quando o gestor público vem para o bairro, ele muda para sempre. Não fica igual. Ele nunca mais vai olhar para o bairro como ele olhava antes de conhecer. Então, é um aprendizado do ges- tor e não da população. O gestor se forma melhor vindo para o bairro. Ficar dias aqui, ouvindo a população é uma espécie de curso de formação”, disse o pre- feito Fernando Haddad. “É uma grande alegria ter essa ação no bairro. Moro aqui desde que nasci, estou há 28 anos no Jardim das Oliveiras e nunca vi uma ação como essa”, disse o presidente da Associa- ção Comunitária do Jardim das Oliveiras, Renato Vitorato. Costumeiramente feita por 15 dias, sendo a segunda semana por parte do governo local e subprefeitura, a edição no Itaim Paulista será mais extensa e seguirá até o fim de abril. A partir desta segunda-feira (13), será iniciada a quarta edição, que será realizada no Butantã, na zona oeste, na região do Jardim Arpoador. Até o fim da ação na zona leste, serão realizadas ope- rações especiais em 125 ruas da região, beneficiando mais de 70 mil pessoas. De acordo com a vice-pre- feita e coordenadora do Comitê Integrado das Subprefeituras, Nádia Campeão, a região de- verá ganhar até maio, um novo ecoponto, próximo da Praça Mãe Preta, ajudando no combate a pontos viciados de descarte irre- gular de lixo, que é um problema grande nos bairros. Mais de 38,5 toneladas de entulhos foram re- tirados das ruas da região com a terceira edição do Prefeitura no Bairro. “Essa é uma ação que vai ficar aqui por mais bastante tempo. Aqui serão 30 dias. Nos outros bairros, estamos ficando 15 dias, mas o subprefeito não deixou por menos e disse que aqui é preciso ir além. Então, ainda vai ter muita oportunidade das pessoas verem o trabalho da Prefeitura, da zeladoria, o atendimento de políticas públicas e por isso que estamos aqui”, disse Nádia. “Nós não inventamos a roda. Só estamos fazendo ela funcio- nar, de forma integrada e concen- trada, principalmente, buscando atender e atingir o cidadão co- mum de nossa periferia”, afirmou o subprefeito do Itaim Paulista, Miguel Angelo Gianetti. Participaram também os secretários Celso Jatene (Es- portes), José de Filippi Júnior (Saúde), Artur Henrique (Desen- volvimento, Trabalho e Empreen- dedorismo), Eduardo Suplicy (Di- reitos Humanos e Cidadania) e Nunzio Briguglio (Comunicação). Hidroginástica é sucesso para melhor idade no CEU Parque Veredas mais ativa para todos os participantes da modali- dade. “Temos diversas ativida- des voltadas para a melhor idade e a hidroginástica é a modalidade que mais tem sucesso, isto é exce- lente porque procuramos sempre atender da melhor forma todos os inscritos na aula”. Embora seja por ape- nas 02 anos, a nova Ges- tão Educacional do CEU Parque Veredas tem sido satisfatória para os fre- quentadores e, na opinião da Coordenadora do Nú- cleo Educacional do CEU, Claudirene de Oliveira dos Santos, a diferença está na união da equipe. “Nosso principal obje- tivo é que o CEU corres- ponda às necessidades de todos da comunidade, aqui não temos divisão entre o grupo de gestão e os frequentadores do CEU, nossa ideia é que todos se sintam satisfeitos e fiquem à vontade para sugerir no- vas ideias. Criamos aqui uma relação de amizade entre nós gestão e todos do bairro”, enfatiza a coor- denadora. Além da hidroginástica, o público da melhor idade pode ainda participar das atividades de alongamen- tos, Tai Chi Chuan, Ca- minhadas, Zumba mista, dentre outras. Os alunos da melhor idade participam da hi- droginástica com muita animação. As aulas acon- tecem às 4ª e 6ª feiras das 9h às 10h, às 3ª e 5ª feiras das 16h às 17h e das 18h às 19h. Vale lembrar que todas as inscrições são gratuitas, sendo assim, não deixe de conferir a pro- gramação completa no site do CEU Parque Vereadas. Animais domésticos estão sen- do envenenados na Vila Curuçá pode se defender”, lamenta o morador Vagner Oliveira Sanches. Recentemente um dos moradores do bairro sofreu a perca de um gato de esti- mação, quando fio apurado a causa da morte foi consta- tado envenenamento. “ Este não foi o primeiro caso que aconteceu aqui na nossa rua, já tivemos outros acon- tecimentos assim. Isto abala toda a família, porque quem realmente gosta de animais tem os bichinhos como parte da família também”, explicou um morador que preferiu se ocultar por medo de uma represália com seu animal de estimação. O Artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais é claro: praticar ato de abuso, maus- -tratos, ferir ou mutilar ani- mais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos é crime, com pena de detenção de três meses a um ano, mais multa Buracos na Avenida Dom João Nery tem sido motivo de reclamações dos motoristas locais esta situação já está há mais de 06 meses e, para eles, isto atrapalha até na qualidade urbana do bairro. “A sensação que passa é que aqui somos esquecidos, porque ficamos na divisa do Itaim Paulista com Guaiana- ses. Cansamos de reivindicar por melhorias aqui para nossa região, acho que eles trazem para cá somente o que sobra dos outros bairros, só pode ser isto”, relatou o motorista Luiz que ainda acrescentou, “engraçado que nossos im- postos, nossos IPVA, eles cobram né”, esbracejou ele. Em resposta a nossa equi- pe de reportagem, a Sub- prefeitura do Itaim Paulista/ Vila Curuçá informa que será realizada vistoria no local para verificar a procedência da água na via e posteriormente executar os serviços de repa- ros no local. Projeto social PIBSKATE inspira juventude da região. espaço coberto ao lado de sua quadra onde foram cons- truídos alguns obstáculos para evangelização e forma- ção do caráter dos jovens locais, além de um espaço de qualidade para prática do esporte. O ministério funciona aos sábados: Escolinha de skate: 10h às 12h Horário livre: 13h às 17h Já nas quartas-feiras são feitos os estudos bíblicos através do projeto “Trocando Ideia”, a atividade também é realizada no mesmo local.
  4. 4. 1ª QUINZENA DE ABRIL de 2015 Política São Mateus, zona leste de São Paulo, recebeu mais de 600 pessoas durante a sessão pública do Câmara no Seu Bairro — programa da Câmara Municipal com o objetivo de aproximar o cida- dão dos vereadores. Durante a audiência, a população pediu mais equipamentos de saúde, lazer e habitação para a região. O vereador Andrea Ma- tarazzo, líder do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo participou da sessão pública e falou do abandono da periferia pela gestão do prefeito Fernando Haddad. “A prefeitura precisa parar de se concentrar nas ciclo- vias e na região central e dar mais atenção à população da periferia da cidade”, afir- mou Matarazzo que foi muito aplaudido. Andrea Matarazzo afirmou Matarazzo participa do ‘Câmara no seu Bairro’ em São Mateus que a população é quem sabe melhor o que acontece em cada região. “Quem conhece os problemas é quem mora no lugar”, declarou. Para ele, é necessário se pensar mais nas periferias. “A prefeitura precisa estimular a urbaniza- ção de favelas”, acrescentou. Uma das principais neces- sidades da população de São Mateus – apresentada duran- te o debate – é a construção de habitações. De acordo com a subprefeitura local, há um déficit de pelo menos 22 mil moradias. “Precisamos de mais casas e também de re- gularização fundiária”, contou a representante do conselho participativo Verônica Calixto da Silva. O subprefeito de São Ma- teus, Fábio Santos da Silva, considerou importante o de- bate. “O Câmara no Seu Bair- ro é um projeto importante de diálogo da população com o governo e vamos tentar resol- ver as demandas trazidas”, declarou. O presidente da Câmara, vereador Donato (PT), pa- rabenizou a população de São Mateus. “Agradecemos a participação de todos que colaboraram, nos trazendo sugestões e críticas”, disse. Andrea Matarazzo é ve- reador lider do PSDB na Câmara Municipal SP. Foi Ministro de Comunicação FHC, Secretário de Cultura do estado de SP e Secretário das Subprefeituras de SP. Andrea Matarazzo Com todo o respeito aos entusiastas da redução da maio- ridade penal sempre defendi a posição de que antes de focar- mos essa questão devemos, primeiramente, cuidar da vulne- rabilidade da nossa juventude. A sociedade brasileira, espe- cialmente nas grandes cidades, ganhou novos contornos, novas dimensões e também novos pro- blemas, especialmente para os jovens que estão à mercê de uma enorme variedade de fascínios e seduções, apelos de consumo desenfreado e a desintegração da estrutura primária social que é a família, desestruturando a formação psíquica, econômica e social. Para tanto, podemos elencar alguns detalhes que merecem reflexões de todos os segmentos envolvidos. Em princípio, já está provado que o rebaixamento da idade penal não confirma que possa existir por decorrência redução do índice de criminalidade juvenil.Até em sen- tido contrário, percebe-se que os mais jovens quando são encar- cerados no falido sistema penal brasileiro acabam ficando expos- tos à toda sorte de problemas ao ter contato com a verdadeira “escola do crime”. O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) possui uma série de medidas previstas para cuidar dos jovens em situação de ilicitude e desta forma, não podemos confundir impunidade com imputabilidade. Viver em segurança: Redução da maioridade penal O ordenamento jurídico voltado para o tratamento das questões ligadas aos jovens existe e cabe ao Estado estar presente pondo em prática essas leis, inclusive fortalecendo, no caso, a ação dos Conselhos Tutelares e da própria vara judicial específica. Entretan- to, essa é uma discussão que tem duas faces, dois lados ou duas realidades e também não podemos esquecer que, no meio juvenil, existem aqueles que ape- sar da tenra idade demonstram entender que um fato é ilícito e qual deve ser o comportamento a ser permitido pela sociedade, ou, em termos técnicos, apresentam maturidade psíquica. Para esses indivíduos há que existir uma abordagem diferenciada mais rigorosa daqueles outros jovens que não apresentam tais carac- terísticas. Nos Estados Unidos da América (EUA) a experiência neste assunto foi desastrosa pois os critérios aplicados resultaram em violência reincidente na so- ciedade, cometida por esses jovens que foram punidos. O tema é multidisciplinar e não está adstrito aos conceitos do Direito Penal, pois envolve educação, saúde, moradia e uma série de direitos fundamentais inclusive previstos na nossa Constituição Federal. A sociedade brasileira também tem o direito sagrado de se defender daqueles que aten- tam contra a vida e o patrimônio, seja que idade tiver o agressor, desde que existam parâmetros bem elaborados para a ação repressiva, com os mecanismos adequados para diferenciar cien- tificamente aqueles que mere- cem maior ou menor rigor, sem repetir os erros cometidos pelos norte-americanos, agindo com criteriosa precisão na aplicação dessas medidas e sem genera- lizações banais. *Emanuel de Aquino Lopes é Coronel da Reserva da Policia Militar, Mestre em Ciências Poli- ciais de Segurança e Ordem Pú- blica, especializado em Direitos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas e membro do Núcleo de Projetos Estratégicos – Funda- ção ISAE Amazônia (www.fisae. org.br) e OSCIP Instituto Brasil – IBRA (www.ibra.org.br) Emanuel de Aquino O novo modelo de sacola dá instruções sobre como descartar corretamente o lixo. Quase 70% das residências da Capital já são atendidas pela coleta seletiva e objeti- vo é aumentar a adesão da população Estabelecimentos comer- ciais de toda a Capital passa- ram nesta semana a disponi- bilizar aos consumidores um novo tipo de sacola, fabricado com bioplástico nas cores ver- de e cinza. Além de poluírem menos o meio ambiente, as sacolinhas são um instrumen- to de educação ambiental, porque são estampadas com instruções sobre o descarte correto do lixo. A ideia é am- pliar a adesão da população à coleta seletiva, que já atende a quase 70% das residências da cidade. Em entrevista coletiva, o secretário Simão Pedro (Serviços) afirmou que a medida está acompanhada de um plano de ampliação da reciclagem na cidade. “Antes, somente 36% das residências eram atendidas. Só com as duas centrais mecanizadas novas que nós implantamos no segundo semestre de 2014, nós ampliamos em 10 distritos novos a coleta sele- tiva e universalizamos em 40 distritos, chegando a 68% das residências com o serviço”, afirmou o secretário. A meta da Prefeitura é universalizar a coleta seletiva na cidade e atingir a reciclagem de 10% dos resíduos domiciliares em 2016. Atualmente, o serviço atende 86 dos 96 distritos de São Paulo. Nos bairros em que a Ações são realizadas prin- cipalmente nos municípios com alta incidência de casos; Saúde também firmou parce- rias com a iniciativa privada Para reforçar ações de combate à dengue nos mu- nicípios paulistas, com ên- fase naqueles que registram elevado número de casos, a Secretaria da Saúde está executando uma série de ações. O investimento para execução do plano chega a R$ 6 milhões. As operações especiais são desenvolvidas por 500 novos agentes contratados pela Sucen (Superintendên- cia de Controle de Endemias), autarquia vinculada à pasta, e contam com o apoio de 30 médicos militares, mobiliza- dos em parceria com a Secre- taria da Segurança Pública. Os recursos também fo- ram aplicados para aquisição de 150 atomizadores cos- tais para aplicação de inse- ticidas e de 450 kits de EPI (Equipamentos de Proteção Individual), para garantir a segurança dos funcionários, além da compra de sete vans para deslocamento das equipes e a manutenção de 50 caminhonetes utilizadas para transporte de máquinas, inseticidas e insumos. Parceria com a iniciativa privada Com o intuito de ampliar o alcance de informações sobre Com o intuito de estimular e ampliar o plano de coleta seletiva, a Prefeitura de São Paulo investe em uma série de medidas para atingir a meta de aumentar o percen- tual de reciclagem dos atuais 3% para 10%, até 2016. A adoção das “sacolinhas verdes” é apenas uma entre várias medidas adotadas pela Prefeitura para alavancar a coleta seletiva em São Paulo e reduzir a quantidade de resíduos que são encaminha- dos para os aterros. Desde o início da gestão, com a criação das duas centrais de triagem mecanizadas (em Santo Amaro e na Ponte Pe- quena), além da ampliação da coleta seletiva para mais dez distritos da capital, a cidade possui uma agenda pioneira para o tratamento dos resí- duos recicláveis. As diretrizes para a gestão de resíduos na cidade estão organizadas no Plano de Gestão Integrada de Resídu- os Sólidos da Cidade de São Prefeitura investe em ações para conscientização ambiental Paulo (PGIRS), documento elaborado de maneira par- ticipativa com entidades e cooperativas. Atendendo à Política Nacional de Resídu- os Sólidos, o plano lançado em abril de 2014 estabelece metas e ações na área para os próximos 20 anos. Atualmente, a cidade de São Paulo produz diariamente cerca de 20 mil toneladas de resíduos de todos os tipos (coleta domiciliar, resíduos da construção civil, entulhos, resíduos de saúde, resíduos orgânicos das feiras). Aproxi- madamente 12,5 mil tonela- das são de resíduos da coleta domiciliar. Desse total, São Paulo recicla cerca de 3%, que são processados pelas duas centrais mecanizadas e pelas 21 cooperativas con- veniadas. Do montante dos resíduos da coleta domiciliar, aproximadamente 35% é con- siderado resíduo seco com possibilidade de ser reciclado. Cerca de 50% é o orgânico e o restante são rejeitos. São Paulo tem força tática para combater a dengue prevenção, combate e sinto- mas da dengue, o Governo do Estado também firmou parce- rias com instituições públicas e privadas, que auxiliarão na distribuição de mais de 15 milhões de materiais informa- tivos, em diversos formatos.A operadora de telefonia móvel Claro vai disparar 10 milhões de torpedos com alertas sobre a dengue. Orientações serão trans- mitidas nos altos falantes e na TV Minuto, no Metrô. O assunto também ganhará visi- bilidade em rotas estratégicas do Estado, como a rodovia Nova Tamoios, Rodoanel Nor- te e as Travessias Litorâneas de SP, por meio de peças e mensagens eletrônicas di- vulgadas pela Dersa (Desen- volvimento Rodoviário S/A) e pela Artesp (Agência Regu- ladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo). Além disso, cinco milhões de newsletters e dois milhões de folders serão fornecidos para redistribuição por todas as empresas e instituições que colaboram com a inicia- tiva: Ambev, Artesp, Asso- ciação Paulista dos Super- mercados (APAS), AutoBAn, Claro, Conselho Regional de Farmácia (CRF-SP), CPTM, Dersa, Embratel, EMTU, Fe- comercio, Metra ABC, Metrô, OAB-SP e Sebrae-SP. Novas sacolinhas são instrumento de educação ambiental coleta seletiva é realizada, a população poderá utilizar as novas sacolinhas verdes para descartar os recicláveis, como papel, garrafas de vidro, latas e embalagens de plástico. Estes materiais deverão ser colocados na rua para coleta no dia e no horário programa- dos para a coleta seletiva, re- alizada em geral uma vez por semana, em horário diferente da coleta regular. Nos locais em que ainda não há coleta seletiva, uma alternativa é o descarte dos recicláveis em um dos 80 ecopontos da Prefeitura ou em cooperativas de catadores. “Ao colocar os recicláveis para a coleta seletiva, ou ao levar estes resíduos para o ecoponto, o cidadão pode confiar que o lixo vai ter um destino ecologicamente e so- cialmente adequado, evitando danos ao meio ambiente e ajudando as cooperativas a realizar o seu trabalho”, disse Simão Pedro. “Estamos fa- zendo um esforço para mudar o paradigma da coleta e as sacolas são um poderoso ins- trumento de comunicação”, explicou. Entre as informações contidas nas sacolas es- tão exemplos de produtos que podem ser descartados naquele tipo específico de sacola e também os que não são permitidos. A proposta é que a sacola cinza do novo modelo seja utilizada para o descarte do lixo que não pode ser reciclado, como fraldas, restos de alimentos ou papel higiênico. Tanto na coleta seletiva quanto na coleta comum também podem ser utilizadas outras embalagens comumente adotadas pela população, como as sacolas brancas, do modelo anterior, ou sacos de lixo pretos, por exemplo. A população que mora nos bairros que não são atendidos pela coleta seletiva não será fiscalizada quanto ao uso correto das novas sacolas. Segundo a Secretaria de Serviços, o novo modelo de sacolas já é adotado por estabelecimentos responsá- veis por 70% da distribuição dessas embalagens. A secre- taria coordena atualmente um grupo de trabalho composto pela Associação Paulista de Supermercados (APAS), por representantes da indústria fabricante das sacolinhas e dos trabalhadores da indús- tria química e de plásticos, pela Federação do Comércio (Fecomércio), pelo Sindicato da Indústria de Panificação e pelo Sindilojas, que represen- ta lojistas dos shoppings cen- ters. O objetivo é esclarecer dúvidas e buscar alternativas mais adequadas para cada modalidade de estabeleci- mento. As regras atualmente em vigor estão previstas na Lei Municipal 15.374, conhecida como lei das sacolinhas, que foi regulamentada pelo prefei- to Fernando Haddad no dia 7 de janeiro deste ano, após a justiça considerá-la constitu- cional. Sua implementação será realizada com orienta- ções e advertências, de forma a estimular a transição para o novo modelo. “O que inte- ressa não é aplicar multa, é criar um movimento na cidade para a reciclagem. A cidade vai se adaptar aos poucos e contamos com o esforço dos cidadãos e dos comerciantes neste processo educativo”, explicou Simão Pedro. O for- necimento ou a venda de sa- colas plásticas comuns ou as sacolinhas brancas utilizadas anteriormente são vetados.
  5. 5. 1ª QUINZENA DE ABRIL de 2015 Cotidiano ITAIM PAULISTA - F.: 2025-7777 - AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA / ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA Todos juntos fazem um trânsito melhor. CARGO 125 KS 14/14 valor à vista R$ 6.484,00. BROS 160 ESD 14/15 valor à vista R$ 10.691,00, ou entrada R$ 3.200,00,+ 48x R$ 312,00, total a prazo R$ 18.176,00. Taxa de Juros 2,71% a.m (37,82% a.a). LEAD 15/15 valor à vista R$ 7.766,00, ou entrada R$ 2.800,00 + 48x R$ 208,00, total a prazo R$ 12.784,00. Taxa de Juros 2,71% a.m (37,82% a.a). CB 300 15/15 valor à vista R$ 13.860,00, ou entrada R$ 4.500,00,+ 48x R$ 380,00, total a prazo R$ 22.740,00. Taxa de Juros 2,71% a.m (37,82% a.a). Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso, conforme política de comercialização da fábrica. Consulte todas as informações em nosso showroom. Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras . Imagens ilustrativas. Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. A GASOLINA AUMENTOU? O TRÂNSITO TRAVOU? SUA LIBERDADE EM 2 RODAS HÁ 35 ANOS JAPAUTOJAPAUTO www.japauto.com.br VEM JÁ PRA CÁ! CARGO 125KS CONSULTE O MELHOR NEGÓCIO. IMPERDÍVEL! BROS160 ESD ENTRADA + MENSAIS R$ 312, CB 300R ENTRADA + MENSAIS R$ 380, LEAD ENTRADA + MENSAIS R$ 208, Encontro aberto ao pú- blico acontece na quinta- -feira, 16; inscrições po- dem ser feitas pelo site da Fundação Procon-SP A Fundação Procon-SP promove na quinta-feira, 16, das 9h às 12h, palestra gratuita sobre orientação financeira. Os participan- tes poderão entender o funcionamento do mercado de oferta de crédito e seus principais problemas, como a falta de informação ade- quada, o uso responsável do crédito pelos consu- midores e as taxas de juros praticadas no país, bem como as diversas estratégias para atrair o consumidor. As inscrições podem ser feitas pelo site do órgão. Entre os temas aborda- dos estão: A importância da educação financeira, Como surgem as dívidas, Orçamento doméstico (por IPT lançou manual com dicas de tratamento e armaze- nagem voltadas aos cidadãos comuns O IPT (Instituto de Pesqui- sas Tecnológicas) lançou um manual com dicas de capta- ção de água de chuva para o cidadão comum. A cartilha contempla todas as etapas, da captação à utilização da água de chuva, e oferece à população orientações para melhorar a qualidade dessa água, apresentando as boas práticas para a sua captação, armazenamento e utilização doméstica. O material recém lançado é direcionado às famílias que vivem situações emergenciais e dissemina uma técnica relativamente simples, mas que respeita os requisitos que garantem o funcionamento do sistema e, principalmente, assegura a qualidade da água coletada. Apesar de ser uma técnica relativamente simples, o aproveitamento da água Fundação Procon-SP aconselha avaliar a necessi- dade e as taxas de juros O Procon-SP listou cinco dicas que os cidadãos devem ter antes de obter um emprés- timo consignado, aquele cujas parcelas são debitadas direta- mente da folha de pagamento da pessoa física. Avalie a necessidade - Apesar de possuir juros menores, quando comparado com outras modalidades de empréstimo (cheque especial, cartão de crédito e emprés- timo pessoal), o consignado também é uma operação de crédito e haverá cobrança de juros. Faça uma avaliação do quanto isso vai comprometer seu orçamento - lembrando que a mensalidade não pode ultrapassar 30% do montante do benefício, no empréstimo com desconto em folha, e 10% no cartão de crédito consignado. Contratação - É dever da instituição financeira informar o valor total financiado, a taxa mensal e anual de juros, número e periodicidade das prestações e a soma total a pagar por empréstimo. Ao assinar o contrato, exija uma cópia. A modalidade consig- nada pode ser paga em até 72 parcelas. Se possível, opte por um prazo menor para pagar menos juros. Na conta do titular - O valor do empréstimo deverá Cinco dicas antes de obter um empréstimo consignado ser creditado diretamente na conta em que a pessoa recebe o benefício. Caso o pagamento de benefícios seja na modalidade cartão magnético, o depósito deverá ser feito em conta corrente ou conta poupança da qual o beneficiário também seja titular, ou por meio de ordem de pagamento depositada preferencialmente na agência ou banco em que o segurado recebe do INSS. O depósito não poderá ser efetuado em conta de terceiros. Cuidados - As institui- ções financeiras não podem comercializar crédito consig- nado por telefone, nem cobrar Taxa de Abertura de Crédito (TAC). Para o cartão de cré- dito é permitida a cobrança de uma taxa única de emissão, com pagamento dividido em até três vezes. Eventual re- negociação ou transferência do débito para outro banco pela portabilidade de crédito não podem ser realizadas com devolução de dinheiro. Só são permitidas a redução dos juros aplicados e/ou a alteração na quantidade de parcelas. Antecipação - Por se tratar de uma operação de concessão de crédito, você terá direito ao abatimento pro- porcional de juros e encargos, caso opte pela antecipação de parcelas do empréstimo consignado. Saiba como fazer corretamente a captação de água de chuva de chuva possui requisitos mínimos que devem ser res- peitados. O principal alerta da cartilha é a necessidade do descarte da água da primei- ra chuva, responsável pela lavagem da atmosfera e dos contaminantes presentes na superfície dos telhados. “Recomenda-se o des- carte de dois litros de água para cada metro quadrado de área de telhado utilizado para captação, o que corresponde aos dois primeiros milímetros de precipitação. É também fortemente recomendada a filtragem dessa água, mesmo que de maneira simplificada, com a utilização de um filtro de malha do tipo de coador de chá”, explica o engenheiro Luciano Zanella, pesquisador do IPT e autor do manual. O conteúdo está disponí- vel gratuitamente e pode ser acessado aqui: Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br/usr/ share/documents/599.pdf Orientação financeira é tema de palestra gratuita que e como fazer), A plani- lha de controle orçamentá- rio, Despesas constantes, eventuais e imprevistas, Como manter o orçamento equilibrado, Tipos de crédi- to e suas características, O consumismo desde a infância,Ações para sair do endividamento, Regras dos cadastros de proteção ao crédito, Regularização de cheques sem fundos e títu- los protestados eAspectos emocionais do consumo. SERVIÇO Palestra gratuita sobre orientação financeira Fundação Procon-SP Rua Barra Funda, 930, 1º andar, sala 111, Barra Funda Dia 16 de abril, das 9h às 12h Evento aberto ao público Inscrições pelo site ou pelo telefone (11) 3824-7065
  6. 6. 1ª QUINZENA DE ABRIL de 2015 Variedades Índice de aprovação da medida é o maior regis- trado; aprovação é maior entre pessoas com renda mais baixa e menor esco- laridade, segundo levanta- mento do Datafolha A discussão em torno da redução da maioridade penal voltou a ganhar força no Brasil após a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) consi- derar a PEC 171/93, que reduz de 18 para 16 a ida- de em que jovens podem ser julgados como adultos, constitucional. O projeto, segundo pes- quisa Datafolha, tem o aval de 87% da população. O índice é maior que o regis- trado em levantamentos do mesmo instituto em 2003 e 2006, quando 84% das Organização social que faz a gestão das unidades alega crise. Prefeitura re- conhece o problema e diz que fará cobranças Unidades de Assistên- cia Médica Ambulatorial (AMAs) localizadas na zona leste da capital pau- lista convivem com falta de médicos para atender a população. “O corte de horas extras começou em março. Aqui só tem atendi- mento às quintas e sextas. Nos outros dias, a gente tem que encaminhar para outras AMAs. Casos mais graves enviamos para o [hospital] Santa Marcelina. Aqui é referência em pedia- tria. Hoje só tem um clínico atendendo”, lamentou um funcionário da AMA Jardim Unidades de saúde de SP têm médicos apenas duas vezes por semana e superlotação das Laranjeiras, localizada na Cidade Tiradentes. Em visita à unidade na semana passada, o setor de pediatria estava superlotado. Procurada, a gerência da unidade não confirmou o número de pe- diatras que estavam dando expediente e sugeriu que a assessoria de imprensa da Secretaria da Saúde fosse questionada sobre o tema. A pasta, em nota, es- clareceu que “não há au- torização para redução do atendimento nas unidades administradas pela institui- ção. A Prefeitura irá cobrar da entidade a reposição dos profissionais uma vez que no plano de trabalho aprovado, consta a obriga- toriedade da contratação 87% da população são a favor da redução da maioridade penal, aponta pesquisa pessoas eram favoráveis à mudança na legislação. De acordo com o instituto, 11% é contra a mudança, 1% não sabe e 1% se declarou indiferente. Entre o percentual dos entrevistados que se decla- raram favoráveis a mudan- ça, 75% apoia a redução para qualquer tipo de crime cometido por adolescentes e 26% disseram favoráveis à mudança em apenas de- terminados crimes. Segundo o levantamen- to, a reduçaõ tem o maior índice de aprovação entre os moradores do Cen- tro-Oeste (93%) e Norte (91%). No Sul e Nordeste, 87% apoiam a mudança. No Sudeste, a aprovação chega a 85%. A proposta encontra rejeição entre pessoas com mais escolaridade. De acordo com o levanta- mento, 25% das pessoas com renda maior que dez salários mínimos rejeita a proposta. Já entre as pessoas que ganham en- tre cinco e dez salários, a rejeição à proposta chega a 16%, para 83% dessa faixa de renda, a consitui- ção deve ser alterada e 1% disseram não saber ou não opinaram. De acordo com o levan- tamento, 89% das pessoas que ganham entre dois e cinco salários e 88% dos entrevistados com renda de até dois salários são favoráveis à mudança. Ainda de acordo com o Datafolha, 76% dos entre- vistados que declararam ter concluído o ensino su- perior são favoráveis à mu- dança, contra 23%, contra, e 1% indiferente. Entre as pessoas que terminaram o ensino mé- dio, 91% declarou ser a favor, 7% contra e 1% indiferente. Já entre os entrevistados que cursa- ram apenas o ensino fun- damental, a aprovação da proposta atinge 88%, con- tra 9% que se dizem contra e 1% que não opinou. Apesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 9 e 10 de abril, com 2.834 pes- soas em 171 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos. de médicos e sua reposi- ção”. Segundo funcionários da unidade disseram que, a redução da presença de médicos nas unidades se dá porque a organização social que faz a gestão das unidades, a SPMD, cortou as horas extras alegando crise econômica. As AMAs têm por finalidade cuidar do atendimento ambulato- rial nas áreas de pediatria e clínica geral. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o contrato entre a Prefeitura e a SPDM prevê que três clínicos e dois pediatras fa- çam plantões de 12 horas entre 7h e 19h de segunda à sábado. As informações são do site IG. Pessoas com mais de 14 anos têm até o dia 30 de abril para inscrever projetos ino- vadores em diversas áreas para a cidade. As melhores ideias vão receber subsídio de até R$ 25 mil reais como forma de incentivo à imple- mentação A Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Tra- balho e Empreendedorismo (SDTE), por meio da Agên- cia São Paulo de Desenvol- vimento (ADE SAMPA), está com inscrições abertas para o Programa de Valorização de Iniciativas Tecnológicas (VAI TEC). O objetivo é esti- mular e financiar projetos ini- ciais, produtos, aplicativos, Programa VAI TEC vai destinar R$ 1,5 milhão para projetos na área de inovação para a cidade de SP jogos, técnicas ou metodo- logias que contribuam para a solução dos problemas e desafios do dia a dia da po- pulação paulistana.As ideias vencedoras receberão até R$ 25 mil reais (cada uma), para serem colocadas em prática no período máximo de um ano. Ao todo, R$ 1,5 milhão deverá ser utilizado para o financiamento dos projetos vencedores. Pessoas com mais de 14 anos de idade e resi- dentes na cidade de São Paulo, há pelo menos dois anos, têm até o dia 30 de abril para inscreverem seus projetos. Inscrições aqui. Pessoas jurídicas, micro empreendedores individuais, cooperativas e empresários que se enquadram no fatu- ramento de micro empresa também podem participar. Cada inscrito pode propor até cinco projetos, porém, será premiado somente uma vez. Informações detalhadas sobre o programa estão dis- poníveis nowww.adesampa. com.br. Serão avaliados quesitos como: clareza, via- bilidade econômica, inedi- tismo, transversalidade e interesse público. As áreas temáticas pre- vistas dentro do edital do programa VAI TEC são: ambiental, social, educação, saúde, economia solidária, esporte, cultura e mobilidade urbana. Captação e reapro- veitamento das águas de chuvas, propostas para dimi- nuição de filas e agilidade em atendimentos públicos, re- dução do número acidentes no trânsito, melhorias para acessibilidade e prevenção da obesidade infantil são al- gumas sugestões de projetos inovadores. Fonte: Desenvolvimento, Traba- lho e Empreendedorismo Assessoria de Comunicação E-mail: imprensasdte@prefeitu- ra.sp.gov.br Tel: 11 3224-6047/ Ramais: 6054/6011 www.prefeitura.sp.gov.br/tra- balho
  7. 7. 1ª QUINZENA DE ABRIL de 2015 Cultura Espetáculo circense e peça infantil acontecem no Parque Ecológico do Tietê Divulgada mais uma programação do Cultura Livre SP, projeto da Secre- taria da Cultura que leva shows gratuitos a parques e praças da capital. No domingo, 12, às 13h, é a vez do espetáculo circense “Bandalhaços Show” da cia. Dona Riz. E, às 15h, o público pode assistir a peça infantil “A Condessa e o Bandoleiro” do Bar- racão Cultural. As duas apresentações serão no Parque Ecológico do Tietê. A classificação é livre. “Record Store Day” tem entrada gratuita no dia 18 de abril; público poderá vender, trocar e comprar LPs importados, nacionais, raros, novos e usados O MIS (Museu da Ima- gem e do Som) vai receber no sábado, 18, cerca de 70 expositores dos mais variados estilos musicais. O “Record Store Day” tem entrada gratuita e promove a venda, troca e compra de LPs importados, nacionais, raros, novos, usados, obs- curos, raridades, compac- tos, deluxe editions, box sets e singles. O evento terá como anfitrião Kid Vinil, que estará autogra- MIS realiza tradicional feira internacional de discos fando seu novo álbum. Quem for ao MIS vai encontrar raridades como os LPs “Molhado de Suor”, álbum de 1974 de Alceu Valença, “Tropicália: ou Pa- nis et Circencis” (autogra- fado por Caetano Veloso, Gilberto Gil e Gal Costa) e “Mutantes/Mutantes”. Já entre os lançamentos estão o álbum duplo “Girls in Peacetime Want to Dan- ce”, dos escoceses do Bel- le & Sebastian; “Tudo Es- clarecido”, da cantora Zélia Duncan; “Vitória”, recém lançado álbum do Dead Fish depois de um hiato de cinco anos; “Convoque seu Buda”, do Criolo, e “Não fale com as paredes”, re- lançamento com capa tripla da banda carioca de rock progressivo Modulo 100. SERVIÇO Record Store Day no MIS Dia 18 de abril, das 12h às 20h Auditório MIS (Avenida Eu- ropa, 158, Jardim Europa, São Paulo) Entrada gratuita Importante: a maioria dos expositores aceita cartão, mas é recomendado levar dinheiro, pois alguns não aceitam Mais informações: (11) 2117 4777 Cultura Livre SP tem programação gratuita O Cultura Livre SP é re- alizado pela Secretaria de Cultura do Estado em par- ceria com a Secretaria do Meio Ambiente, da Saúde e de Saneamento e Recur- sos Hídricos, e executa- do pela Associação Pau- lista dos Amigos da Arte (APAA). As apresentações ocorrem aos domingos no Parque da Juventude, Ecológico do Tietê e Villa Lobos e às sextas na Praça da Esperança do Hospital das Clínicas. SERVIÇO Programação do Cultura Livre SP - domingo 12 de abril Parque Ecológico do Tietê 13h - Bandalhaços Show - Cia Dona Riz (circo) 15h - A Condessa e o Ban- doleiro - Barracão Cultural (teatro infantil) Endereço: Rua GuiráAcan- gatara, 70, Cangaíba Acessos: pelo km 17 da RodoviaAyrton Senna sen- tido SP/RJ, Av. Dr. Assis Ribeiro (altura do número 3.000) e Via Parque (mar- ginal direta da Rod. Ayrton Senna) Mais informações no site do Cultura Livre SP. http://www.culturalivre. sp.gov.br/
  8. 8. 1ª QUINZENA DE ABRIL de 2015 Propaganda

×