Folha 233

315 visualizações

Publicada em

Folha

Publicada em: Design
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Folha 233

  1. 1. 2ª QUINZENA DE MARÇO DE 2015ANO IX - N.o 233 Tiragem 35 Mil | www.fb.com.br/FolhaItaimCuruca | raleste@gmail.com | Tel.: (11) 2031-2364 SP abre 1,2 mil vagas de estágio em hospitais e centros de saúde Leia na pag. 06 Leia na pag. 05 “A página da homofobia precisa ser virada”, diz Haddad em exposição do iGay Lei simples e eficaz Temos “Batalhões da Bala? COLUNA AndreaMatarazzo EmanueldeAquino Pág 04 Pág 04 Governo lança pacote anticorrupção que transforma caixa dois em crime O ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) comemora em julho 25 anos de sua promulgação em um Congresso carre- gado de projetos de lei que tentam modificar dois de seus pilares: a maioridade penal aos 18 anos e a libe- ração compulsória aos 21 anos de jovens internados. Levantamento elabora- do pela Fundação Abrinq, divulgado na quarta-feira Mais de 60 projetos no Congresso querem reduzir maioridade a até 12 anos (18), identificou mais de 60 projetos de lei que tentam reduzir a maioridade penal para 16, 14 ou até 12 anos. N a 3 ª f e i r a ( 1 7 . mar.2015), o mais antigo desses projetos em trami- tação –a PEC 171/93, que reduz a maioridade para 16 anos– chegou a ser pautado para votação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. O deputado... Leia na pág 06 Segundo pesquisa Da- tafolha, 62% dos entrevis- tados reprovam o governo da petista. Aprovação do desem- penho de parlamentares no Congresso é de 9%. O governo da presi- dente Dilma Rousseff é avaliado positivamente por 13% dos entrevistados, se- gundo pesquisa Datafolha divulgada na quarta-feira (18), considerado o ponto Aprovação a Dilma cai para 13% mais baixo desde o início de seu primeiro mandato, em janeiro de 2011. O ín- dice de eleitores que ava- liaram o governo da petista como “ruim” ou “péssimo” é de 62%. A última pesquisa di- vulgada pelo instituto, em 7 de fevereiro de 2015, apontava que Dilma tinha avaliação positiva de 23% dos entrevistados. Leia na pág 04 Leia na pag. 04 Governo do Estado celebra convênio para construção de pôlder da Vila Itaim Obra terá importante papel no combate às enchentes da região. O Governo do Estado de São Paulo, por meio do DAEE (Departa- mento de Águas e Energia Elétrica), assinou convênio para construção do pôlder da Vila Itaim, na Zona Leste da Capitalpaulista. A minuta foi elaborada com a participação de todos os órgãos envolvidos - DAEE, DERSA, SIURB, SEHAB e SMVA. Em reunião no dia 20 de feverei- ro, o Superintendente do DAEE, Ricardo Borsari e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, chega- ram a um acordo para superar os entraves, nas duas esferas de go- verno, que impediam o andamen- to do projeto. O processo estava parado na Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente. Leia mais pág 03 Mesmo com o constan- te trabalho de limpeza da subprefeitura do Itaim e Curuçá, terreno localizado na rua Rio Gualeguai, no Jardim Campos, vira de- pósito de lixos e entulhos pelos próprios moradores da região. Segundo o morador ouvido pela equipe de re- portagem do Jornal Itaim & Curuçá, a falta de cons- cientização da população Terreno do Jd.Campos vira depósito de entulhos e lixos pelos próprios moradores acarreta vários problemas para o bairro, entre eles: poluição visual numa das principais vias de acesso ao bairro, proliferação de pragas, mau cheiro, agra- vamento das enchentes por conta do lixo e entulhos jogados no local inapro- priado, entre outros. “Isto é uma vergonha alheia, do que adianta a prefeitura vir limpar e os próprios... Leia na pág 03
  2. 2. 2ª QUINZENA DE MARÇO de 2015 Atualidade Diretor Executivo: Jornalistas (fl): Designer Gráfico Reporter Fotográfico: Redes Sociais: Revisora: Gerente Financeiro: Comercial Distrib./Logistica: 35 mil exemplares Divaldo Rosa Silmara Galvão Nunes-MTb 51.096 Ademir Rodrigues Eduardo Rocha Bruno Barreto Rosa Prof. Suseli Corumba Rosa Ademir Rodrigues Ariane Andrade MULTI-Distrib.Jornais e Folhetos As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colabo- radores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 Av. dos Guachos, 166 - 08030-360-Vl.Curuçá–SP www.aconteceagora.com.br | E-mail: raleste@gmail.com A marca Folha do Itaim existe a 42 anos, sendo 9 anos sob a direção do Grupo Acontece de Jornais e Revistas. CIRCULAÇÃO: Itaim Paulista, Vl Curuçá, Jd Robrú, Alto Tiete (Itaquá, Poá, Ferraz de Vasconcelos e Suzano) Um veículo do GRUPO ACONTECE de Jornais e Revistas SUB PREF. DO ITAIM PAULISTA Av. Marechal Tito, 3012 Itaim Paulista-SP BANCA DO VALDO Av. Marechal Tito, 4800 Itaim Paulista-SP BANCA PÇA SILVA TELES Pç Silva Teles, s/n Itaim Paulista-SP SEBO PAPEL & CANETA R. Pedro Andrade, 221 São Miguel-SP www.papelcaneta.com.br BANCA KM 28 Av. Marechal Tito, 5868 Itaim Paulista-SP BANCA MARECHAL 4400 Av. Marechal Tito, 4400 Itaim Paulista-SP BANCA NAGUMO Pç Francisco Pereira, 80 Vl Curuçá-SP REVISTARIA CAVOA Av. Cavoá, 425 Vl. Curuçá-SP BANCA FLOR DAS OLIVEIRAS R. Manoel L. Silva, 158 Jd das Oliveiras-SP CADASTRO ou ATUALIZAÇÃO de banca financeiro.grupoacontece@hotmail.com SEBO PAPEL & CANETA R.Pedro Andrade, 221 São Miguel-SP Estamos no meio de um momento político diferente em nosso Bra- sil, antigamente em um passado próximo o que fomos acostumados a ver eram os “Ptistas” e partidos de esquerda saírem para as ruas par reivindicar melhorias em nosso pais. Agora o que vemos é bem diferente, é uma parte da sociedade bem descontente e se engana quem achar que essas pessoas são “Psdebis- tas”, saíram pesquisas que apontam a maioria das pessoas que esta- vam protestando não queriam o impeachment, e sim estavam muito revoltados com a corrup- ção e a impunidade. A mensagem que o povo esta passado para seus governantes é bem simples, estamos sem representatividade, ou seja nenhum político que ali esta ou esteve nas campanhas representa os eleitores. E esta cada vez mais claro que os políticos não estão se preocupando com isso, mas deveriam. Já se passou mais de uma semana do protesto O pacote anticorrupção lançado pelo governo não convenceu e população já programa novo protesto para 12 de Abril A manifestação anti-Dil- ma na Avenida Paulista, reuniu cerca de 1 milhão e meio de pessoas, segundo números da Polícia Militar, e foi a maior manifestação do país depois do Movimento das Diretas Já. A maioria dos manifestantes vestiram camisetas nas cores ver- de, amarela e azul - cores da bandeira do Brasil - e exibe rostos pintados. Os manifestantes empunharam bandeiras, cartazes e faixas de repúdio à corrupção com as palavras “Basta”, “Vem pra Rua”, “Fora Dilma”, “Va- mos Dar Um basta Nisso” “Eu vim de graça” e muitos usaram nariz de palhaço. O ato foi pacífico e reuniu pessoas de todas as idades e classes sociais. Mesmo após ser apre- sentado o pacote anticor- rupção na quarta-feira (18), os organizadores das mani- festações não se deram por convencidos e prometem ir às ruas com uma manifesta- ção ainda maior no próximo dia 12 de abril. Parte dos protestos do último dia (15) associaram a imagem da presidente e do PT aos casos de corrupção A maior surpresa da Lis- ta de denunciados pela Operação Lava Jato em São Paulo foi saber que José Olimpio, deputado fe- deral e missionário da Igreja Mundial está relacionado entre os políticos que serão investigados por suspeitas de corrupção. José Olímpio transferiu-se da Igreja Uni- versal para a Igreja Mundial, atendendo a um convite do Apóstolo Valdomiro, que se tornou o seu maior eleitor, na medida que apresen- tava o missionário como candidato único que teria Dia 12 de Abril promete ser ainda maiorinvestigados pela Operação Lava Jato. Oito políticos filia- dos ao partido estão sendo investigados pelo suposto envolvimento no esquema que desviou bilhões dos cofres da Petrobras. Com base nisto o Movi- mento Vem Pra Rua vem a público repudiar as tentati- vas insistentes e já conheci- das do Governo Federal de distorcer as manifestações históricas ocorridas em todo o país principalmente o de domingo, 15 de março de 2015, que ficará na memória de todos por um longo tem- po, chegando a ser tão im- pactante como as “Diretas Já” nos anos 80, segundo especialistas. Todos puderam assistir e participar de uma manifesta- ção democrática, patriota, pluralista, apartidária – e ordeira. Cidadãos de todas as classes, orientações, pro- fissões, etnias e idades se fizeram presentes, em uma só voz, que clama pelo fim do pesadelo em que se con- figurou a gestão do Governo Federal, seja pela absoluta falta de competência na ad- ministração, pelos descala- bros associados à corrupção ou pela confusão que se faz na cabeça de muitos mem- bros do Governo entre o que é interesse do Brasil e o que é interesse do PT. “Diga com quem tu andas e eu direi quem tu és” Operação Lava Jato denuncia Missionário José Olímpio da Igreja Mundial o apoio da Igreja Mundial. “Estamos inconformados com a divulgação do nome do Missionário José Olimpio na Operação Lava Jato da PF, isto mancha ainda mais a imagem de líderes evan- gélicos que participam do processo político”, afirma um membro da igreja em São Miguel Paulista, que constrangido pediu para não ser identificado. O deputado Missionário José Olímpio (PP-SP) apa- rece na lista de Janot como um dos beneficiados pelo esquema de corrupção na Petrobras. De acordo com o delator, parlamentares e ex- -parlamentares faziam parte do grupo de menor expres- são dentro do PP, e que recebiam repasses mensais entre R$ 30 mil e R$ 150 mil da “cota” da legenda no esquema de corrupção que atuava dentro da empresa. O PP foi o partido como maior número de parlamen- tares denunciados. Apesar das fortes evi- dências a maioria dos 49 deputados e senadores que tiveram inquéritos abertos ou diligências investigati- vas autorizadas pelo STF por suposto envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras negam en- volvimento com os fatos descritos nos pedidos de inquérito. Que Brasil é esse? é nada aconteceu, nin- guém foi preso, as leis não melhoraram, não se discute uma reforma política seria, nem se cogita uma reforma uma reforma tributaria digna, não disseram com Cuba ira devolver os emprésti- mos feitos a mensagem foi dada ou trabalham para povo ou povo iram tirar todos vocês dai. Então que Brasil é esse? Um Brasil que pa- rece que acordou depois de muito tempo, um Bra- sil que quer lutar pelos seus direitos. Beto Marques marqueteiro Opinião
  3. 3. 2ª QUINZENA DE MARÇO de 2015 Comunidade Na edição anterior do jor- nal Folha do Itaim & Curuçá, nossa equipe de reportagem visitou a 50ª. DP, na qual en- trevistou o Delegado Titular Elton Richard Krull, onde foi abordado o tema dos mais de 20 carros estacionados em um trecho da rua Tibúrcio de Souza. Após uma semana, nossa equipe de reportagem es- teve de volta no local onde constatou que os veículos foram retirados da avenida conforme prometido. O que Obra terá importante papel no combate às en- chentes da região. O Governo do Estado de São Paulo, por meio do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), assinou convênio para construção do pôlder da Vila Itaim, na Zona Leste da Capitalpaulista. A mi- nuta foi elaborada com a participação de todos os órgãos envolvidos - DAEE, DERSA, SIURB, SEHAB e SMVA. Em reunião no dia 20 de fevereiro, o Superinten- dente do DAEE, Ricardo Borsari e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, Mesmo com o constan- te trabalho de limpeza da subprefeitura do Itaim e Curuçá, terreno localizado na rua Rio Gualeguai, no Jardim Campos, vira de- pósito de lixos e entulhos pelos próprios moradores da região. Segundo o morador ouvido pela equipe de re- portagem do Jornal Itaim & Curuçá, a falta de cons- cientização da população acarreta vários problemas para o bairro, entre eles: poluição visual numa das principais vias de acesso ao bairro, proliferação de pragas, mau cheiro, agra- vamento das enchentes por conta do lixo e entulhos jogados no local inapro- priado, entre outros. “Isto é uma vergonha alheia, do que adianta a prefeitura vir limpar e os No último dia 19, um vídeo mostrou um jovem de 21 anos pedindo socorro enquanto é dominado por policiais milita- res em rua no Itaim Paulista. O rapaz foi levado pelos PMs para um hospital e morreu 30 minutos depois de dar entrada na unidade. Ele era usuário de drogas, segundo a família. Os policiais afirmam que usaram força moderada para imobilizar o rapaz, mas a versão é contes- tada por testemunhas. “Ele foi espancado, nós vimos tudo, mas é complica- do se manifestar contra os próprios policiais”, lamentou um jovem que preferiu ter sua identidade ocultada PMs são suspeitos de espancar jovem até a morte no Itaim Paulista Terreno do Jardim Campos vira depósito de entulhos e lixos pelos próprios moradores próprios moradores joga- rem lixo na porta de sua casa? A mudança tem que partir de nós mesmos, não é porque moramos na peri- feria que temos que pensar assim, se não cuidarmos de nosso bairro quem fará isto por nós? Isto chega a ser uma falta de educação independente da nossa situação social, o exemplo tem que vir de casa. Não podemos transferir para o poder público uma obriga- ção que também é nossa, que é cuidar da nossa cidade”, lamenta Nelson Pereira morador da região há 30 anos. Vale lembrar que pró- ximo ao terreno existe um Ecoponto e que a prefei- tura disponibiliza através do 156 o serviço de cata entulho. 50°DP retira cemitérios de carros da Av.Tibúrcio de Souza logrou com êxito a 50ª. PM no cumprimento de seu trabalho. Para a moradora da região Kelly Cristina, a retirada dos veículos velhos já transfor- mou para melhor o visual da Avenida e contribuiu para ali- viar o trânsito do local, “busco minha filha todo dia em uma escola aqui na avenida, foi nítida a melhora do trânsito na entrada e saída das aulas. Sem contar que o bairro fica bem melhor sem os lixos na avenida (risos)”, comemora ela. Governo do Estado celebra convênio para construção de pôlder da Vila Itaim chegaram a um acordo para superar os entraves, nas duas esferas de go- verno, que impediam o andamento do projeto. O processo estava parado na Secretaria Municipal do Verde e do MeioAmbiente. Com investimento de R$ 116,5 milhões, o pôlder terá 2,4 quilômetros de extensão e será constru- ído ao longo da margem esquerda do rio Tietê. O processo inclui a desapro- priação de 206 imóveis lo- calizados ao longo do eixo do pôlder; reassentamento, pela SEHAB, de 366 famí- lias em situação irregular de ocupação; um reserva- tório com capacidade para 23,5 mil metros cúbicos e sistema de bombas. Sobre o pôlder, será construída ciclovia e passagem da Via Parque, que integram o Parque Várzeas do Tietê. A formalização do con- vênio permite agora ao DAEE providenciar o De- creto de Utilidade Pública (DUP) dos terrenos que serão desapropriados para execução da obra. Parale- lamente, a Prefeitura deve iniciar os trabalhos técnico- -social com os moradores da área, para remoção das famílias e posterior reas- sentamento.
  4. 4. 2ª QUINZENA DE MARÇO de 2015 Política O verão de 2014-2015 chegou ao fim com um saldo recorde de mais de mil quedas de árvores. A estação das chuvas mostrou, entre janeiro e dezembro, a fragilidade da nossa cidade diante de um problema gigantesco: como cuidar, adequadamente, de 2 milhões de árvores boa parte delas localizadas em locais públicos? Esse verão reve- lou o lado dramático dessa questão, pois duas pessoas morreram por conta da queda de árvores. A gestão da zeladoria ver- de na nossa cidade, respon- sabilidade das subprefeituras, ganha agora um importante instrumento capaz de agilizar a execução de serviços de poda de árvores. Projeto de minha autoria que desburocratiza e agiliza a poda de árvores na cidade foi sancionado e agora é lei municipal. Ela autoriza os subprefeitos a delegar aos engenheiros agrônomos a Lei simples e eficaz competência para autorizar esse tipo de serviço. AsançãodaLei16.137/2015 é um passo importante na mo- dernização dos serviços muni- cipais, pois quebra a tramitação burocrática dos pedidos de poda. Antes da vigência da lei, esse tipo de serviço só podia ser executado com a anuência do subprefeito, o que tornava lenta a tramitação do processo. Agora, engenheiro agrônomo poderá encaminhar a ordem de serviço, eliminando um gargalo que conheci quando fui secre- tário das subprefeituras. Para que essa lei fique com- pleta é preciso que a prefeitura faça a parte que lhe cabe, ou seja abrir concurso para a contratação de engenheiros agrônomos nos quadros das subprefeituras. Hoje são cerca de 140 agrônomos e biólogos, parte deles em área meio, onde encontramos 2 milhões de árvores, sendo 650 mil locali- zadas ao longo do sistema vi- ário. Como se vê, o número de profissionais é pequeno diante do tamanho do ativo verde da nossa cidade. Propor leis numa cidade tão complexa como São Paulo é estar atento à dinâmica dos bairros, de modo encaminhar projetos que, de fato, façam diferença no cotiando das pessoas, como este que busca melhorar os serviços de poda de árvores em São Paulo. Andrea Matarazzo é verea- dor líder do PSDB na Câmara Municipal SP. Foi Ministro de Comunicação FHC, Secretário de Cultura do estado de SP e Secretário das Subprefeituras de SP Andrea Matarazzo Circula hoje num dos periódicos paulistanosa matéria“Batalhões da Bala”. Existe um mapa de letalidade nesta matéria traçado com índices de desempenho dos batalhões de Polícia Militar de SP, construindo um ranking onde se destacam unidades sediadas na Grande São Paulo, Capital e Interior. Na matéria é citada, por exemplo, o 39ºBPM/M, unidade que cuida de parte da Zona Leste (Itaquera e imediações) e que nasceu da divisão do 29ºBPM/M, unidade que tem cuidado da segurança pública em São Miguel Paulista.Essas unidades enfrentam dificuldades no cenário onde atuam e tudo se resume nas condições precárias em que as comunidades vivem, abrindo oportunidades para instalação de criminosos que se misturam às pessoas de bem para perpetrar seus delitos. Há uma saturação de problemas sociais, uma carência de espaço para se viver dignamente, um ex- cesso de sub-habitações criando conflitos e promiscuidade, uma insuficiência de soluções do Poder Público para socorrer os mais necessitados, criando um caldo de cultura propício inclusi- ve para a migração do trabalho honesto para o cometimento de crimes. Isso se agrava nas comunidades mais carentes aonde as crises econômicas chegam mais rápidas gerando grandes tensões, e, naturalmen- te, o número de confrontos com Viver em segurança: Temos “Batalhões da Bala”? a Polícia aumenta consideravel- mente, resultando não raramente no resultado morte, tanto de policiais como de marginais. A matéria em foco também cita Campinas, como um dos focos no Interior. Alguém já percebeu o cinturão de favelas que se criou ao redor dessa cidade? Será que isso não influi na leitura correta do enfrentamento na área de segurança pública? Também são comentadas situações em Carapicuíba, na zona oeste e algumas outras localidades. E o que me aterroriza é a conclusão do Ouvidor da Polícia dizendo que “quando o policial vê que ninguém é punido fica mais fácil apertar o gatilho. A impunidade não é só para a bandidagem, é dos dois lados”. E ainda adiciona o Ministério Público nessa celeu- ma, como arquivador de muitos casos, sem oferecer denúncias. São falácias que pretendem in- serir uma noção de impunidade reinante na sociedade, ignorando as excludentes de criminalidade existentes no Código Penal e os esforços de todas as polícias do Brasil em melhorar tecnologica- mente, trabalhando com inteli- gência e utilização de meios não letais. A Polícia deve admitir que há erros de procedimento mas não se trata de uma situação ge- neralizada. O rigor na preserva- ção de local de crime também é necessário. Os estudos de casos devem ser alvo de continuidade para difusão aos demais policiais e requalificação profissional. E ainda, manter a catalogação, que existe, sobre os policiais que por- ventura apresentem desvios de conduta neste foco em particular, conforme programa de controle existente, que podem culminar em providências de exoneração pela via administrativa ou judicial. De resto, temos apenas ilações quando precisamos de seriedade nas conclusões. *Emanuel de Aquino Lopes é Coronel da Reserva da Policia Militar, Mestre em Ciências Poli- ciais de Segurança e Ordem Pú- blica, especializado em Direitos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas e membro do Núcleo de Projetos Estratégicos – Funda- ção ISAE Amazônia (www.fisae. org.br) e OSCIP Instituto Brasil – IBRA (www.ibra.org.br) Emanuel de Aquino O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), san- cionou na quarta-feira (11) a lei que autoriza o transporte de animais domésticos de pequeno porte nos ônibus coletivos na Capital. O projeto do vereador David Soares (PSD) havia sido aprovado pela Câmara Municipal no dia 4 de fevereiro de 2015. Segundo a Prefeitura, a lei beneficia a população de baixa renda que não tem condições de custear o trans- porte particular dos animais a veterinários ou postos de vacinação. No embarque, os donos deverão pagar um valor determinado referente ao transporte e deverão apre- sentar a carteira de vacinação dos animais. Poderão ser transporta- dos nos coletivos, animais que não sejam considerados ferozes e peçonhentos, com até 10 quilos, devidamente vacinados e dentro de caixas especiais. Soares disse após a apro- vação do projeto na Câmara Segundo pesquisa Datafo- lha, 62% dos entrevistados re- provam o governo da petista. Aprovação do desem- penho de parlamentares no Congresso é de 9%. O governo da presidente Dilma Rousseff é avaliado positivamente por 13% dos entrevistados, segundo pes- quisa Datafolha divulgada na quarta-feira (18), considerado o ponto mais baixo desde o início de seu primeiro man- dato, em janeiro de 2011. O índice de eleitores que ava- liaram o governo da petista como “ruim” ou “péssimo” é de 62%. A última pesquisa divul- gada pelo instituto, em 7 de fevereiro de 2015, apontava que Dilma tinha avaliação positiva de 23% dos entre- vistados. À época, outros 44% disseram que o governo da presidente era “ruim” ou “péssimo”. Conjunto de medidas tam- bém prevê o confisco de bens de suspeitos de crimes de corrupção Três dias após as manifes- tações que tomaram as ruas em 23 Estados e no Distrito Federal, a presidente Dilma Rousseff apresentou nesta quarta-feira (18) um pacote de medidas de combate à cor- rupção no governo. A principal medida é a transformação da prática de caixa dois — a arre- cadação de verba não declara- da à Justiça Eleitoral — passa a ser considerada crime. Durante a cerimônia que anunciou o pacote, a presi- dente Dilma Rousseff afirmou que as medidas são um passo decisivo para a prevenção e o combate à corrupção e “forta- lecem a luta contra a impuni- dade, [...] talvez, o maior fator que garante a reprodução da corrupção”. — Tomamos essas medidas porque se trata de um momento de estruturar esse combate. A primeira medida é o projeto que encaminhamos transfor- mando crime de caixa dois e de lavagem de recursos para fins eleitorais em crime. [...] Vamos enfrentar essa questão de for- ma bem aberta. [...] Queremos eleições cada vez mais limpas. Pela proposta, quem for condenado pelo crime de caixa dois após aprovação do Con- gresso poderá ficar preso de três a seis anos.Atipificação do crime consiste, segundo o pa- cote do governo, na tentativa de fraudar a fiscalização eleitoral, com a inserção de elementos falsos ou omitir informações Animais domésticos agora podem ser transportados em ônibus públicos que apresentou a proposta após ser procurado por mui- tas pessoas que pedem a liberação do transporte de animais nos ônibus urbanos. Ele esclareceu que o texto final teve o cuidado de evitar os bichos de estimação nos horários de pico, entre as 6h e as 10h e das 16h às 19h. O texto estabelece que será cobrada a tarifa regular da linha pelo assento utilizado para o transporte do animal e serão permitidos no máximo dois animais domésticos den- tro do ônibus a cada viagem. O passageiro que quiser transportar o animalzinho de estimação deverá apresentar certificado de vacina e mantê- -lo dentro de recipiente apro- priado para transporte, “isento de dejetos, água e alimentos e que garanta a segurança, a higiene e o conforto dos passageiros.” O animal deverá ser man- tido em contêiner de fibra de vidro ou material similar resistente, sem saliências ou protuberâncias, à prova de vazamentos. Ficou garantido que a empresa de ônibus não terá qualquer respon- sabilidade pela integridade física do animal no período de transporte. O carregamento e descar- regamento do animal domés- tico devem ser realizados sem prejudicar a comodidade e a segurança dos passageiros e de terceiros, e sem acarretar alteração no cumprimento do quadro de regime de funcio- namento da linha. O não cumprimento pelas empresas que compõem o Serviço Coletivo Municipal de Passageiros das disposições contidas nos artigos anterio- res acarretará multa de R$ 1 mil a ser aplicada em dobro no caso de reincidência. O projeto estabelece que fica impedido o transporte de animal que, por sua espécie, ferocidade, peçonha ou saú- de, comprometa o conforto e a segurança do veículo, de seus ocupantes ou de terceiros. Também proíbe o transporte de animais nos dias úteis, entre as 6h e as 10h e entre as 16h e as 19h. Aprovação a Dilma cai para 13% ser afastado do Palácio do Planalto, a reprovação de Collor era de 68%, destacou o instituto de pesquisa. Na gestão do ex-presi- dente Luiz Inácio Lula da Silva, recordou o Datafolha, a pior taxa de aprovação foi de 28%, em dezembro de 2005, registrado pouco depois da cassação do mandato do ex-chefe da Casa Civil José Dirceu. O ex-ministro perdeu o mandato devido à suspeita de seu envolvimento no es- quema do mensalão do PT. A pesquisa entrevistou 2.842 eleitores logo após as manifestações de domingo (15) que levaram milhares de pessoas às ruas do país para protestar contra Dilma e pedir o fim da corrupção no país. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O resultado da pesquisa de avaliação do governo de Dilma feita neste mês é: - Ótimo/bom: 13% - Regular: 24% - Ruim/péssimo: 62% De acordo com o Datafo- lha, esta é a mais alta taxa de reprovação de um presidente da República desde setembro de 1992, véspera do impea- chment do então presidente Fernando Collor de Mello. Na ocasião, pouco antes de Governo lança pacote anticorrupção que transforma caixa dois em crime para ocultar a origem, o destino ou a aplicação de bens, valores ou serviços da prestação de contas de partido político ou de campanha eleitoral. A punição será estendida aos doadores — inclusive responsáveis por doações de pessoas jurídicas — e aos partidos. Há ainda a previsão de multa de cinco a dez vezes sobre o valor doa- do e não declarado, propor- cional aos crimes praticados por pessoa física, jurídica ou partido que se aproveitar das condutas ilícitas. Pouco antes de a presidente discursar, o ministro da Justiça, José Edu- ardo Cardozo, explicou que o governo vai pedir ao Congresso urgência na análise de dois PLs (Projetos de Lei): o primeiro regulamenta a venda anteci- pada e apreensões dos bens resultantes de atividades ilícitas e o segundo trata da tipificação como crime a incompatibilidade entre ganhos e bens de agen- tes públicos. — Agente público, servidor público que não demonstra a origem dos seus bens deve ser criminalizado. A proposta anunciada por Cardozo amplia os critérios da lei do Ficha Limpa para todos os cargos de confiança da Ad- ministração Pública. Também será criado um grupo de trabalho formado por advogados, juízes, membros do Ministério Público, entre ou- tros, para analisar as propostas que já existem nesse sentido. Dilma defendeu celeridade no julgamento de envolvidos em caso de corrupção. — É necessário punir os corruptos e corruptores de forma rápida e efetiva para garantir a proteção também do inocente ou do injustiçado. As sugestões foram discuti- das antes com a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e apresentadas a aliados polí- ticos. O pacote anticorrupção deve ser enviado ao Congresso Nacional ainda nesta quarta. Parte das medidas foi dis- cutida pelo governo após as manifestações de junho de 2013, durante os jogos da Copa das Confederações realizadas no País, mas não chegou a ser enviada para a análise do Legislativo. Na campanha presidencial do ano passado, o combate à corrupção também deu o tom dos discursos da en- tão candidata à reeleição Dilma Rousseff. A tipificação de caixa dois em crime foi abordada em debates e em entrevistas. No último domingo (15), parte dos protestos associaram a imagem da presidente e do PT aos casos de corrupção in- vestigados pela Operação Lava Jato. Oito políticos filiados ao partido estão sendo investiga- dos pelo suposto envolvimento no esquema que desviou bi- lhões dos cofres da Petrobras.
  5. 5. 2ª QUINZENA DE MARÇO de 2015 Cotidiano ITAIM PAULISTA - F.: 2025-7777 - AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA / ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA Todos juntos fazem um trânsito melhor. CARGO 125 KS 14/14 valor à vista R$ 6.484,00. BROS 160 ESD 14/15 valor à vista R$ 10.691,00, ou entrada R$ 3.200,00,+ 48x R$ 312,00, total a prazo R$ 18.176,00. Taxa de Juros 2,71% a.m (37,82% a.a). PCX 150 14/15 valor à vista R$ 9.839,00. CB 300 15/15 valor à vista R$ 13.860,00, ou entrada R$ 4.500,00,+ 48x R$ 380,00, total a prazo R$ 22.740,00. Taxa de Juros 2,71% a.m (37,82% a.a). Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso, conforme política de comercialização da fábrica. Consulte todas as informações em nosso showroom. Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras . Imagens ilustrativas. Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. A GASOLINA AUMENTOU? O TRÂNSITO TRAVOU? SUA LIBERDADE EM 2 RODAS HÁ 35 ANOS JAPAUTOJAPAUTO www.japauto.com.br VEM JÁ PRA CÁ! CARGO 125KS CONSULTE O MELHOR NEGÓCIO. IMPERDÍVEL! BROS160 ESD ENTRADA + MENSAIS R$ 312, PCX 150 CONSULTE O MELHOR NEGÓCIO. CB 300R ENTRADA + MENSAIS R$ 380, Segundo um novo estudo, pessoas que roem as unhas são mais propensas a serem consideradas como perfec- cionistas. O estudo, realizado pelo professor de Kieron O’Connor, da Universidade de Montreal, no Canadá, analisou 48 in- divíduos, metade dos quais sofriam de comportamen- tos repetitivos, ou seja, roer unhas, puxar cabelo e morder a pele. Cada indivíduo participou de quatro sessões que causa- ram sentimentos de estresse, relaxamento, frustração ou tédio. Aqueles com uma história de comportamentos repeti- tivos relataram sentir uma maior vontade de entrar em tais comportamentos durante os testes de tédio e frustra- ção. Novo estudo afirmou que pessoas que roem as unhas são mais propensas a serem consideradas perfeccionistas em relação às que não come- A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo vai oferecer 1,2 mil oportuni- dades de estágio em hos- pitais e centros de saúde ligados à pasta, localiza- dos na capital e no interior do Estado. As vagas, destinadas exclusivamente a cursos das áreas de humanas e biológicas que exigem o estágio obrigatório, serão preenchidas por meio de parceria realizada entre as unidades de saúde e as instituições de ensino. As instituições de en- sino, públicas ou parti- culares, interessadas na parceria, devem entrar em contato com a unidade de saúde de seu interesse para o envio do plano de estágio e outros documen- Muitas doenças são reflexo de maus hábitos, muitas estão ligadas ao psicológico. O medo, o ran- cor, a baixa auto-estima, a impaciência, a intransigên- cia não são doenças, mas podem virar. Confira abaixo uma se- leção de atitudes simples que podem transformar sua vida: 1. Faça sua cama Pa- rece básico, ou até bobo, mas começar o dia fazendo a cama passa para o seu cérebro uma noção de organização e produtivida- de. Na volta para a casa a cama estará bem-feita para recebê-lo para mais uma merecida noite de sono. 2. Alongue-se Esse hábito é altamente eficaz para despertar o corpo e dar disposição e devia ser uma das coisas que você faz todos os dias. 3. Elogie alguém Um elogio, pode ser curto, mas se for sincero pode melhorar o dia de alguém. Nós gostamos de ser reco- nhecidos, seja por nossas habilidades ou por alguma escolha do dia. Se você já recebeu um elogio que mudou seu dia, pense que você também pode ofere- cer essa sensação boa. Elogie alguém, pelo menos uma vez por dia e espalhe essa boa vibração. 4. Ria Se você não ri ao menos uma vez no dia, há algo seriamente errado. O riso é muito poderoso a longo prazo, a curto prazo ele é capaz de afastar dores, enjoo, pois o riso ou o sorriso manda um recado para o cérebro de que está tudo bem. Rir é a melhor coisa que você pode fazer na vida, e é de graça. Basta encontrar um motivo todos os dias e se deixar contagiar. 5. Presenteie-se Uma roupa nova, um perfume, é sempre bom se auto-va- lorizar e se respeitar. Doe as roupas velhas que não servem ou que estão ama- reladas, com bolinhas, vale também para as toalhas de mesa e lençois manchados e utensílios cuja vida útil já passou. Vale tirar uma semana de descanso, fazer uma viagem inesperada no SP abre 1,2 mil vagas de estágio em hospitais e centros de saúde tos obrigatórios, como o estatuto da instituição, re- gulamento do curso, apro- vação pelo Ministério da Educação, certidão negati- va de débitos, entre outros, para formalizar o termo de compromisso para realiza- ção dos estágios. Doze unidade de saúde estaduais estão com vagas abertas: Hospital Pérola Byington, Instituto Pasteur, Caism Água Funda, Hospi- tal Maternidade Interlagos e Hospital Infantil Darcy Vargas, na capital paulista, Hospital Regional de Osas- co e Complexo Hospitalar Padre Bento (Guarulhos), na Grande São Paulo, e Conjunto Hospitalar de Sorocaba, Centro de Re- abilitação Casa Branca, Hospital Santa Tereza de Ribeirão Preto e Centro de Atenção Integrada à Saúde Clemente Ferreira, em Lins, no interior. Há vagas abertas para estudantes dos cursos universitários de medici- na, enfermagem, nutrição, biologia, farmácia, bioquí- mica, biomedicina, medici- na veterinária, psicologia, serviço social, psicologia, terapia ocupacional, fisio- terapia, administração e di- reito e dos cursos técnicos de enfermagem, farmácia e segurança do trabalho. Informações sobre as vagas oferecidas em cada serviço de saúde e a lista completa de documentos exigidos para a realização da parceria podem ser ob- tidas por meio do site www. crh.saude.sp.gov.br. Veja coisas que você deveria fazer todos os dias Estudo afirma que pessoas que roem as unhas são mais perfeccionistas tem tal ato. Sarah Roberts, autora do estudo publicado no Journal of Terapia Comportamental e Psiquiatria Experimental, escreveu: “Estes resultados suportam parcialmente nossa hipótese de que os partici- pantes estavam mais pro- pensos a se envolverem em comportamentos repetitivos quando se sentiam entedia- dos, frustrados e insatisfeitos do que quando se sentiam relaxados.” Ela acrescentou que os resultados sugerem que o envolvimento em comporta- mentos repetitivos não é sim- plesmente devido a hábitos nervosos, como muitos acre- ditam. Em vez disso, ela cor- relaciona o resultado com a definição de perfeccionismo. De acordo com O’Connor, perfeccionistas são “propen- sos a frustração, impaciência e insatisfação quando não alcançam seus objetivos”, e “também experimentam maio- res níveis de tédio.” Roberts conclui: “Os re- sultados sugerem que os indivíduos que sofrem destes comportamentos poderiam se beneficiar de tratamentos destinados a reduzir a frustra- ção e o tédio para modificar crenças perfeccionista.” fim de semana ou reservar 15 minutos no fim do dia para deixar o pensamento livre de preocupações. 6. Exercite-se Pode ser difícil ir para a academia todos os dias, mas um dos hábitos diários que você deveria cultivar é o de se exercitar. Vale um passeio de bicicleta a noite, uma caminhada na hora do almoço, uma corridinha de manhã, como seu metabo- lismo aceitar melhor. 7. Relembre senti- mentos bons Um en- contro com amigos ou parentes? O belo cenário? Em seguida, imaginar o que pode fazer para repetir o mesmo sentimento ou situação futuramente. 8. Experimente algo novo Todos os dias tente descobrir um novo sabor, fazer um novo caminho, tentar uma outra combi- nação. Podem ser coisas pequenas como um novo sabor de picolé, uma nova marca de café ou ir ao tra- balho de carona ou a pé. Essas pequenas coisas estimulam a criatividade, estimulam o cérebro. Elas te dão outras perspectivas de vida, te colocam em um novo ângulo.Ao tentar algo novo todos os dias, você está vivendo um pouco mais a cada dia. 10. Diga “Eu te amo” Com certeza seus pais, irmãos ou filhos adorariam receber uma chamada só para dizer que você os ama. Essa frase curta e significativa deveria ser dita todos os dias, se não com palavras, com gestos. Só não deixe que um único dia se passe sem contar àqueles que você ama o quão importante eles são para você. 11. Seja grato A melhor maneira de livrar-se de an- gústias e aborrecimentos é agradecendo aquilo que se tem. Você deve se sentir feliz porque nem todos têm as mesmas oportunidades na vida que você. Antes de dormir, no despertar ou em uma situação extrema, deite-se (pois é quase impossível se estressar deitado) e enumere men- talmente 10 coisas pelas quais você é grato.
  6. 6. 2ª QUINZENA DE MARÇO de 2015 Variedades A fala das crianças traduz seus modos próprios e parti- culares de pensar e não pode ser confundida com um falar aleatório. Ao contrário, cabe ao professor ajudar as crian- ças a explicitarem, para si e para os demais, as relações e associações contidas em suas falas valorizando a in- tenção comunicativa para dar oportunidade aos diálogos. Práticas de leitura Entende-se que a criança é capaz de ler na medida em que a leitura é compreendida como um conjunto de ações que transcendem a simples decodificação de letras e silabas. Quando a criança consegue inferir o que está escrito em determinado texto a partir de indícios fornecidos pelo contexto. Aleitura do educador deve ser uma prática constante na educação infantil e pressupõe o trabalho com diversidade de objetos, modalidades e O ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) comemora em julho 25 anos de sua promulgação em um Congresso carre- gado de projetos de lei que tentam modificar dois de seus pilares: a maioridade penal aos 18 anos e a libe- ração compulsória aos 21 anos de jovens internados. Levantamento elabora- do pela Fundação Abrinq, divulgado na quarta-feira (18), identificou mais de 60 projetos de lei que tentam reduzir a maioridade penal para 16, 14 ou até 12 anos. N a 3 ª f e i r a ( 1 7 . mar.2015), o mais antigo desses projetos em trami- tação –a PEC 171/93, que reduz a maioridade para 16 anos– chegou a ser pautado para votação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. O de- putado Luiz Couto (PT-PB) apresentou pedido de vista coletivo e a apreciação do projeto ficou para a próxi- ma semana. A iniciativa mais dura para reduzir a maioridade é a PEC nº 345/2004, pro- posta pelo ex-deputado Silas Brasileiro (PMDB- -MG), que propõe mudar a Constituição para punir com cadeia quem cometer crimes a partir dos 12 anos. AFundaçãoAbrinq tam- bém identificou 61 dispo- sitivos para aumentar o tempo de internação de adolescentes internados. Um exemplo é o projeto de lei 7.197/02, do ex-senador AdemirAndrade (PSB-PA), que propõe ampliar a in- ternação até os 26 anos de idade em certos crimes. Os congressistas que pretendem reduzir a maio- ridade penal afirmam que a Dicas de Leitura e escrita para educação infantil textos que caracterizam as práticas de leitura de fato. As situações propostas às crianças que não dominam a leitura convencional devem dar-lhes oportunidades para que, no contato com diversos textos, possam ler de duas formas: obtendo informação do texto a partir de indicado- res presentes no contexto e, no caso de textos memoriza- dos, pelo estabelecimento de correspondência entre partes do falado e partes do escrito. Práticas de escrita A criança pode aprender a escrever produzindo oralmen- te textos com destino escrito, Mais de 60 projetos no Congresso querem reduzir maioridade a até 12 anos medida é necessária para reduzir o número de casos de violência envolvendo menores de 18 anos. Tam- bém alegam que o jovem, hoje, tem maior acesso à informação e alcança a maturidade mais cedo. A Abrinq contesta os argumentos. Para a enti- dade, a atual lei brasileira já possui um sistema para aplicação de medidas a crianças e adolescentes que, a partir dos 12 anos, cometerem algum ato in- fracional. A Abrinq tam- bém afirma que reduzir a maioridade não é maneira mais eficaz para evitar que jovens cometam crimes. Uma medida profilática, diz, seria ampliar o ensino integral nas escolas pú- blicas. Frentes parlamentares Um exemplo do cerco das bancadas conserva- doras ao ECAé a migração de deputados da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, criada em 2011, para a Frente Parlamentar da Redução da Maioridade Penal, es- tabelecida em 2013. Os deputados Anthony Garotinho (PR-RJ), Marcos Feliciano (PSC-SP) e Tiri- rica (PR-SP) pertenciam à primeira frente –pratica- mente inativa hoje– e se filiaram à segunda. Outra novidade foi o PSDB empunhar a ban- deira da redução da maio- ridade na campanha presi- dencial de 2014. Mirando o eleitorado conservador, Aécio Neves defendeu le- var à prisão adolescentes a partir de 16 anos que cometessem crimes graves ou fossem reincidentes. momento em que o educador é o escriba.Acriança também aprende ao arriscar-se fazen- do como sabe, escrevendo de próprio punho, podendo rece- ber ajuda de quem já sabe, escrevendo de próprio punho, podendo receber ajuda de quem já sabe escrever. Em ambos os casos, é necessário ter acesso à diversidade de textos escritos, testemunhar a utilização que se faz da escriba em diferentes circuns- tâncias. Esta concepção supõe, uma prática continuada de produção de textos que repro- duza contextos cotidianos nos quais escrever tem sentido, buscando a maior similarida- de possível com práticas de uso social: • Escrever para não esquecer alguma informação; • Escrever para que a mensa- gem atinja um grande número de pessoas; • Escrever para identificar um objeto ou uma produção etc. Teve início nesta se- gunda-feira a exposição “AHomofobia é... 50 vozes contra a homofobia”. Além do prefeito de São Paulo, estiveram no lançamen- to personalidades como Marcelo Tas Eduardo Su- plicy, Vera Holtz e Adriane Galisteu. A Prefeitura de São Paulo recebeu nesta se- gunda-feira (30) a abertura da exposição “A Homo- fobia é... 50 vozes contra a homofobia”. O prefeito Fernando Haddad, acom- panhado da primeira-dama Ana Estela Haddad, pa- rabenizou a iniciativa. “A página da homofobia pre- cisa ser virada na nossa sociedade. É um equívoco pensar que a democracia é o governo da maioria. A democracia é o respeito à diversidade”, declarou em seu discurso. No aniversário de dois anos do iGay, cinquenta personalidades nacionais completaram a frase “Aho- mofobia é...”. O resultado ficará exposto no saguão da Prefeitura até o dia 9 de abril. Depois disso, as fotos poderão ser vistas no Conjunto Nacional até o final do mês. Com a abertura da ex- posição, tem início tam- bém uma campanha anti- -homofobia nas redes so- ciais. Para participar, basta escolher a palavra ou a ideia que, na sua opinião, “A página da homofobia precisa ser virada”, diz Haddad em exposição do iGay melhor completa a frase “A Homofobia é...”, escrever em um papel com sua letra, fazer uma foto sua com o papel e publicá-la nas re- des sociais com a hashtag #ahomofobiaé.
  7. 7. 2ª QUINZENA DE MARÇO de 2015 Mulher Veja dicas para combinar a peça de forma equilibrada, dando um toque de elegância a qualquer look sem cair na vulgaridade Assim como o vestido preto básico, a camisa também ga- nhou status de peça coringa no armário feminino.Adiversidade é imensa e o destaque atual é para os modelos transparentes. Fácil de combinar com outras peças e com uma elegância e sofisticação própria, a camisa transparente pode ser usada tanto para o dia-a-dia em um look mais informal, como para a balada em uma produção mais elaborada. Se usada da maneira cor- reta, esse modelo de camisa ajuda a destacar o lado sensual da mulher sem deixar com que o visual fique vulgar. Por ser uma peça delicada, a camisa transparente deve ser vestida de maneira a deixar o visual feminino e elegante. Para não correr o risco de errar na produ- ção confira algumas dicas para usar a camisa transparente. Atenção para a lingerie escolhida Não tem dinheiro para usar uma bolsa de grife famo- sa? Seja feliz com a bolsa da Renner ou sei lá de onde for. Uma das peças mais características da moda dos anos 70 e 80, a calça de cintura alta vive um eterno vai e vem entre as tendências e nunca deixa de estar entre as prefe- rências de muita gente, independente do que di- tem as passarelas.Apeça está entre as favoritas de famosas como Emma Stone, Taylor Swift, Kim Kardashian e também das blogueiras Camila Coutinho, Victória Rocha e Thássia Naves. Esse fluxo acabou transformando a cintura alta em um item curinga, Como usar camisa transparente sem erro O maior erro das mulheres na hora de usar a camisa trans- parente é em relação a escolha do sutiã. Por ficar discretamen- te visível ele deve ser escolhido de maneira apropriada para cada ocasião. Para o dia, pre- fira os modelos da cor de pele que tenham poucos detalhes, assim você garante um visual mais discreto e elegante. Se a camisa for muito transparente, vale a pena investir em regatas do mesmo tom para usar por baixo. Para a noite, podendo ousar mais no visual, o sutiã pode ser mais elaborado e a cor pode contrastar mais com a camisa. Por exemplo: camisa branca transparente combinada com um sutiã rendado preto. Vale a pena também abusar das cores, os tons flúor podem ser uma boa opção para deixar o visual mais divertido. Feliz dia das Mães, feliz dias das Mulheres Felicidade não esta naquilo que vc veste, mas sim na essência que vc transmite, nossos valores não estão em coisas externas, não será uma etiqueta de uma bolsa falsa que vai fazer de vc uma mulher elegante e fina e, muito menos, mudará o que os outros pensam ao seu respeito. Nem toda morena combi- na de loira Nem todo cabelo crespo fica belo alisado Não é o seu peso na ba- lança que aponta seu valor Mulher de verdade se ama e se aceita como é, não per- mita que o medo e a rejeição faça de você uma escrava da moda (q muitas vezes nem combina com vc). Cresça e avance, nossa felicidade não depende da aprovação dos outros. Use aquilo que te agrada e te faz bem... Ah e só para lembrar... Hoje também pode ser o Dia Internacional das Mulheres, pode ser o dia das Mães ...Pq somos especiais e todos os dias são nosso... Fonte: Sara Joh Gaida é jornalista e colunista Cintura alta: um modelo antigo para deixar seu look mais atual que, conforme aponta a consultora do Divã de Es- tilo, de São Paulo, Danyla Borobia: “é um modelo super versátil, que deixa qualquer produção mais atual, e pode ser usado por todo tipo de silhueta”. Além disso, itens desse tipo têm o trunfo de cau- sarem a impressão de alongamento ao corpo da mulher. São várias as versões do modelo, entre saias soltinhas e jeans mais básicos, que podem se adequar às mais diver- sas ocasiões, compondo looks mais descontraídos ou mesmo mais clássicos e formais. Para arrasar na cintura alta, basta desco- brir qual é a versão que mais combina com o seu estilo! Conhecidas pelo seu formato de “A”, as saias evasê são justas na cin- tura e têm o caimento mais soltinho, o que dá um efeito rodado e leve ao look. O modelo é super versátil e cai bem em to- dos os tipos de corpo, po- dendo ajudar a disfarçar a barriga ou até aumentar os quadris. Para tanto, basta experimentar peças com diferentes volumes e investir na que mais te agradar. Além disso, esse tipo de saia se adequa facil- mente a todo tipo de oca- sião, o tom sempre é dado pela combinação de teci- do, comprimento, cores e estampas. E, falando em combinação, os looks podem ser compostos por regatas, camisas, blu- sas sequinhas de manga comprida e, também, por peças que fiquem mais folgadas, que podem ser presas por dentro da saia ou não. Para dias frios, uma meia-calça também é bem-vinda.
  8. 8. 2ª QUINZENA DE MARÇO de 2015 Cultura Após uma longa se- mana de trabalhos e/ou estudos, nada melhor que sair de casa para se diver- tir despretensiosamente. Uma boa opção é a comé- dia romântica “Abandona- dos por Você”, em cartaz no Teatro Augusta, de 6 de março a 26 de abril. O espetáculo conta uma dessas histórias de coinci- dências da vida, quando o amor está perto, mas não se sabe. Algo que se aproxima muito à realidade de diversos futuros casais ao redor do mundo. A peça é apresentada sempre Compras pela internet começam, às 14h; saiba como comprar. Das 7,5 milhões de en- tradas, 70% são reserva- Comédia romântica ‘Abandonados por Você’ chega ao Teatro Augusta às sextas, às 21h30; aos sábados, às 21h; e aos do- mingos, às 20h. O ingresso custa até R$ 50. No espetáculo, quatro personagens ficam presos no elevador no dia que são abandonados por seus respectivos. Marina tem claustrofobia, Rosana está estressada. Caco e Dudu irritados com as duas. VÁ AO TEATRO O zelador do prédio afir- ma que o socorro já foi cha- mado, mas que irá demorar algumas horas. Começa, então, uma guerra dos sexos dentro do elevador. Eles tentando provar que as mulheres não prestam; e elas tentando provar que os homens não valem nada. SERVIÇO QUANTO: R$ 50 (inteira); R$ 25 (meia-entrada) Teatro Augusta Rua Augusta, 943 Consolação - Centro (11) 3151-2464 Data: de 06/03 a 26/04 Domingos às 20:00 Sábados às 21:00 Sextas às 21:30 Ingressos para os Jogos Rio 2016 já podem ser comprados nesta terça partir de R$ 70, com opção de meia-entrada e podem ser parcelados em até cin- co vezes. O mais caro, de R$ 4.600, é o da cerimônia de abertura, em 5 de agos- to, no Maracanã. O futebol é o único es- porte com mais de uma sede. Haverá partidas no Rio de Janeiro, em São Paulo, Belo Horizonte, Sal- vador, Brasília e Manaus. Os ingressos para os jogos de São Paulo não estarão disponíveis porque a pre- feitura ainda não assinou o contrato com o comitê organizador. Veja nos links como comprar: ingressos.rio2016.com/ rio2016.html?language=pt www.rio2016.com/infogra- fico_cadastro_ingressos/ das a brasileiros. A venda de ingressos na internet para as Olim- píadas de 2016 no Rio de Janeiro começa nesta ter- ça-feira (31), às 14h. Das 7,5 milhões de entradas, 70% delas são reservadas para brasileiros Os bilhetes custam a

×