Editorial
Breve comentário
sobre a violência
extrema no Brasil
Subprefeitura realiza homenagem
ao Dia Internacional da Mul...
Pág.2
1a
. quinzena
de MARÇo/2015
Agencia o Globo
Os grupos que estão organi-
zando protestos contra a presi-
dente Dilma ...
Pág.3
1a
. quinzena
de MARÇo/2015
Por anos a Escola Estadual
Dom Pedro I, localizada no co-
ração do bairro de São Miguel
...
Pág.4
1a
. quinzena
de MARÇo/2015
Emanuel de Aquino Lopes
Os nossos leitores devem
estar acompanhando pela mí-
dia diversa...
Pág.5
1a
. quinzena
de MARÇo/2015
Um momento pelo qual to-
dos passamos (e acontece em
várias etapas da vida) é aquele
qua...
Pág.6
1a
. quinzena
de MARÇo/2015
Recebemos no último dia
12 a visita do empresário Fá-
bio Santana da SJS Consultoria
e S...
Pág.7
1a
. quinzena
de MARÇo/2015
A nova
modalidade de
dança brasileira
que pouco a
pouco está se
tornando um
sucesso no
B...
Pág.8
1a
. quinzena
de MARÇo/2015
PUBLICIDADEPUBLICIDADE
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Acontece 378

544 visualizações

Publicada em

Acontece

Publicada em: Design
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
544
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
219
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acontece 378

  1. 1. Editorial Breve comentário sobre a violência extrema no Brasil Subprefeitura realiza homenagem ao Dia Internacional da Mulher Na última quinta-feira (05), para celebrar o Dia Internacional da Mulher, a subprefeitura de São Miguel Paulista realizou diversas atividades voltadas para o público feminino. O evento foi aberto a todas as mulheres da comunidade onde teve início às 9 horas da manhã e perdurou até as 17h. Novo Centro Oncológico do Hospital Geral de Guarulhos amplia tratamento de câncer pelo SUS Divaldo Rosa Caros amigos e leitores, quem me conhece sabe que sou um jornalista sério e respon- sável e que não tenho filiação a qualquer partido político. O meu partido é a Verdade e a de- fesa da Zona Leste de São Paulo e o meu papel social é contri- buir para democratizar as in- formações na maior região da cidade. Antes de ser jornalista, militei em movimentos sociais e fui um atuante líder estudantil ainda no período da Ditadura Militar, portanto participei dos Movimentos das DIRETAS JÁ , ANISTIA Ampla, Geral e Irres- trita , Reconstrução da UNE e muitos outros. Posso assegurar a todos, principalmente a você que tem menos de 40 anos, que quem viveu os horrores e as perse- guições do período mais negro da nossa história recente, não deseja que o país mergulhe em uma nova Intervenção Militar. Felizmente a imensa maioria do povo brasileiro é amante da paz, da democracia e da liber- dade, valores que deixam de ser importantes em um Regime de Ditadura Militar. Apoiar uma nova Ditadura seria a última op- ção e só justifica se algum aven- tureiro tentasse implantar no Brasil um regime totalitário de esquerda, como está acontecen- do na Venezuela, mas isto ainda está longe de acontecer…. Um dos setores que mais sofreu perseguição durante a Ditadura Militar foi a impren- sa falada e escrita e televisiva. Seguramente se houver outro Governo Militar, todos os meios de comunicação serão atingidos, TV, Radio e Jornais, incluindo um total controle da internet, whatsapp, facebook e outras re- des sociais. Vamos ficar atentos a toda mensagem estranhas que estão infestando as redes sociais nos últimos dias. Neste momento eu vejo QUATRO grupos di- ferentes se articulando: O pri- meiro grupo é formado pelos Movimento VEMPRARUA , “Revoltados On Line” e blo- gueiros independentes. Essas iniciativas populares na inter- net serão unificados no dia 15 DE MARÇO. O segundo movi- mento tem origem entre setores militares mais conservadores e da reserva que defendem um golpe militar mais duro do que o de 1964, que recentemente publicou um manifesto assina- do por mais de 70 Generais do Exército; o terceiro movimen- to está sendo articulando por militares, que se auto-intitulam “de esquerda” e teria o apoio da Força Nacional de Segurança e de forças militares de países vizinhos. Através de gravações “vazadas” nas redes sociais, esse grupo deixa claro que o pais poderá mergulhar numa chamada “guerra fraterna” sem O Povo não quer Ditadura, o povo quer a limpeza da Nação precedentes que vai manchar a nossa história. O último mo- vimento, representado pelo General Paulo Chagas apóia a Mobilização do dia 15/03 e é formado por um grande grupo de militares da ativa, que defendem a Via Consti- tucional para a derrubada do Governo Dilma, Apuração da roubalheira, cadeia para os culpados e Novas Eleições para Presidente . Quando existem vários co- mandos a falta de lideranças poderá favorecer o Governo e seus aliados como MST, CUT PT e partidos da base do gover- no. Se o Movimento falhar o Governo poderia tirar proveito da situação e endurecer ain- da mais o jogo, com bloqueio da internet, para dificultar a comunicação via whatsapp e Face, tal como fazem em Cuba e na Venezuela, além de um maior controle sobre o Con- gresso Nacional. Vamos ficar atentos e pres- sionar o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Fede- ral. Se formos em massa para as ruas, o legislativo não terá como não aceitar discutir um pedido de IMPEACHMENT da presidente DILMA e o STF como sempre vai “lavar as suas mãos”. No dia 15 precisamos de uma pauta única de reivin- dicação, pois todos queremos: IMPEACHIMENT DA DIL- MA, julgamento e cadeia para os Corruptos e Corruptores, Repatriação do dinheiro públi- co roubado e leis mais severas contra iniciativas que ferem os fundamentos da Republi- ca e da Democracia, Leis que preservem a moral e os bons costumes da Família Brasi- leira, melhorias dos serviços públicos de saúde, educação, mobilidade Urbana e Novas eleições democráticas sem Ur- nas Eletrônicas viciadas. O próximo domingo, será o dia da família brasileira dar um BASTA em tudo que está erra- do no Governo Dilma. VEM PRARUA, PROTESTEM E NÃO ACEITEM PROVOCA- ÇÕES. A POLÍCIA MILITAR ESTARÁ GARANTINDO A NOSSA SEGURANÇA. O povo não quer Ditadura Militar, o povo quer a Limpeza da Nação. Que Deus nos abençoe. Divaldo Rosa - Diretor Exe- cutivo - Grupo Acontece de jornais e Revista Recebemos no último dia 12 a visita do empre- sário Fábio Santana da SJS Consultoria e Servi- ços, uma empresa sólida que atua no ramo de ter- ceirização de serviços e conservação patrimonial a mais de 10 anos. Visita à redação do Jornal PÁG. 3 ANO XX - No 378 - 1ª quinzeNA DE MARÇo DE 2015 ® Defesa da verdade e do desenvolvimento de São Miguel e região -  2031-2364 e 2513-0928 - raleste@gmail.com PÁG. 2 Grupos preveem atos contra Dilma em 32 cidades no país no próximo domingo O abandono da São Paulo real PÁG. 4 PÁG. 4 PÁG. 4 PÁG. 6
  2. 2. Pág.2 1a . quinzena de MARÇo/2015 Agencia o Globo Os grupos que estão organi- zando protestos contra a presi- dente Dilma Rousseff (PT) no próximo domingo compartilham a insatisfação com o governo fe- deral, mas divergem sobre um pedido de impeachment. Ativos na internet, onde já somam de- zenas de milhares de seguidores, esses grupos se dividem entre os que reivindicam para já a adoção dessa medida, contra outros que ainda esperam por um fato que dê margem legal a uma decisão dessa natureza. Até ontem, havia atos con- firmados em 32 cidades no Bra- sil, além de Boston, nos Estados Unidos, e Sidney, na Austrália, segundo levantamento do Mo- vimento Brasil Livre. A organi- zação, que defende o liberalismo econômico e a participação mí- nima do Estado na economia, se posicionou a favor do impe- achment, segundo um dos seus coordenadores, Kim Kataguiri: A pauta principal é o impea- chment. Já há pareceres jurídicos que embasam isso. Se a presiden- te não falhou por dolo, falhou por culpa. O movimento Vem Pra Rua, que também tem divul- Constituído juridicamente para melhor atender a situação dos trabalhadores comissiona- dos, no ano passado foi fundado o SINDFUNCESP – Sindicato dos Trabalhadores Comissionados de Função Gratificada e de Função de Confiança dos Poderes Execu- tivos e Legislativo no Estado de São Paulo. A semente dessa grande união foi plantada em 05 de ju- lho de 2014, cujo compromisso é a solidariedade e o interesse comum para lutar por melhores condições para os homens e mu- lheres que exercem cargos co- missionados em todos os postos. “Através de lutas e ações, passa- mos por bons e maus momentos, e só assim estabelecemos nossas raízes e lutamos por melhores salários, segurança no trabalho, horas razoáveis e condições de trabalho mais seguras”, frisa Marco Antonio Alves, fundador e Presidente do sindicato. Em entrevista ao Grupo Acon- tece de Jornais e Revista, o Presi- dente Marco Antonio Alves expli- ca qual foi o motivo principal de lutar pela fundação do sindicato, é que “existem trabalhadores em cargos de comissão com mais de 15, 30 anos no governo, ao longo de suas vidas profissionais, muito deles ao se aposentarem acabam saindo sem nenhum direito, como seu fundo de garantia, aviso pré- vio e outros benefícios que não são inclusos, ou seja, este sindi- cato surgiu para isto, para fazer valer os direitos destes trabalha- dores, porque existe uma carên- cia muito grande e falta de um trabalho verdadeiramente reco- nhecido”, alerta ele.  Só em janeiro de 2015, os alimentos vendidos em super- mercados e outros estabelecimentos que oferecem esses produtos subiram, em média, 1,6% Em janeiro de 2015, a infla- ção medida pelo IPCA (e isso deve se seguir ao menos até o final do trimestre) foi bastan- te elevada. Alguns itens muito relevantes, como alimentação (sem contar a alimentação fora do domicílio) tiveram elevações substanciais e que afetam forte- mente o orçamento das famílias, mais ainda as de baixa renda. Só em janeiro desde ano, os alimentos vendidos em super- mercados e estabelecimentos que vendem produtos alimentícios subiram, em média, 1,6%. Nova- mente, em fevereiro, forte eleva- ção: 0,74% para alimentos. Em 12 meses a alta é de 9,4%, beirando os dois dígitos, segundo levanta- mento do Sincovaga (Sindicato do Comércio Varejista de Gêne- ros Alimentícios de São Paulo), realizado pela FFA Consultoria e Novo Sindicato propõe representar trabalhadores no setor público O atual presidente sempre participou e lutou em prol dos di- reitos dos trabalhadores de São Paulo e por três mandatos foi di- retor do Sindicato dos Trabalha- dores dos Motoristas de Ônibus da Cidade de São Paulo. Além do presidente, a dire- toria do SINDFUNCESP se com- pleta com o vice-presidente Sydney Luiz Caximiro Viana, Secretário Geral Luiz Henrique Gutierres,Tesoureira Caroline Le- les de Almeida, Diretor de Assun- tos Jurídico,Vicente Ferreira, Dire- tor de Comunicação e Marketing José Carlos Pereira da Silva, Dire- tor de Relações Sindicais Ricardo Ferreira e os Conselheiros fiscais Andrea da Silva Nascimento, Maria das Graças Borges Moura Quieregato e Regina Helena Os- valdo. No mês de dezembro os co- missionados puderam comemo- rar a aprovação da PEC 53, que garante direitos trabalhistas para os servidores ocupantes de car- gos em comissão. (Luta esta que continua com a posse dos novos deputados eleitos no congresso; precisamos levar a plenário para votação definitiva, por meio da qual irá garantir ao servidor de cargo em comissão de livre no- meação e exoneração, direito a aviso prévio, seguro desemprego, FGTS, entre outros). Publicado em avulso e no DCD de 12/12/2014, p. 615 COL 01, Letra B. Após aprovado na comissão especial comparecer aprovado, seguiu para coordenação de comissões permanentes, mas aguarda ir a plenário para votação. Graças à força e ativismo dos membros, o Sindicato estendeu a mão para levar os movimentos para todos, fornecendo ajuda aos trabalhadores lesionados, a luta para os aposentados, sempre em defesa dos direitos civis e huma- nos desta categoria. Para mais informações o site do sindicato é www. sindfuncesp.org.br Alimentos já acumulam alta de quase 10% nos últimos 12 meses Pesquisa Econômica. “A inflação dos principais itens vendidos em supermer- cados só não foi maior, porque, tanto em janeiro como no acu- mulado do ano (em fevereiro mesmo esses itens tiveram alta forte de 1,4%), a alta de preços de produtos de Higiene e Limpeza ficou abaixo dessa média infla- cionária”, afirma Alvaro Furta- do, presidente do Sincovaga. Segundo ele, provavelmente a substituição de produtos que os consumidores, com o orça- mento mais apertado, estão fa- zendo já há alguns meses, está mais concentrada em itens de higiene e limpeza, o que expli- caria essa pequena elevação (em relação à inflação média). “Os consumidores trocam mais itens de higiene e limpeza, o que acirra a competição en- tre as marcas premium e as de- mais, reduzindo o espaço para elevações de preços. No caso de alimentos, também é possível fazer alguma substituição, mas a margem de manobra é certa- mente menor (como escapar de arroz, feijão, farináceos e até de água mineral neste momento?) e a sensação de perda é muito maior para o consumidor quan- do este nem mesmo pode mais escolher a marca de arroz que irá comprar”, diz Furtado. gado os protestos na internet, se diz contra o impeachment. Co- mandado por cerca de 20 empre- sários, o grupo, que também par- ticipou de movimentos contra a Dilma após as eleições de 2014, defende “mais transparência, mais ética, mais iniciativa priva- da e menos Estado inchado”. São grupos diferentes que têm em comum o desejo de mudança e a total insatisfação com o governo Dilma. Mas nós temos opiniões diferentes so- bre como fazer essa mudança, diz o empresário Rogerio Che- quer, de 46 anos, um dos líde- res do Vem Pra Rua. — Somos a favor de mudanças dentro da Constituição. Entendemos que ainda falta base legal para um impeachment. Mas, se houver, seremos a favor. Panelaço e vaiaço O Movimento Brasil Livre e o Vem Pra Rua são contra in- tervenção militar, mas admitem que grupos a favor da medida irão aos protestos de domingo. O panelaço durante o pro- nunciamento da presidente Dilma anteontem foi ouvido em pelo menos 13 unidades da Federação, principalmente nas capitais - em quatro de- las a petista venceu Aécio Ne- ves (PSDB) no segundo turno da eleição de 2014. A maioria das manifestações nas capitais ocorreu em bairros nobres e de classe média, mas não somente neles. No Estado do Rio, houve vaiaço em cidades como Japeri, na Baixada Fluminense, onde Dilma obteve 72,36% dos votos contra 27,64% de Aécio. Japeri tem o 9º pior Índice de Desen- volvimento Humano (IDH) do estado. Era gente gritando e vaiando. Para descobrir o que era, ligamos a TV e a Dilma es- tava falando. Na hora não gritei, mas concordo plenamente — disse Nelça Filgueiras, 53 anos, moradora do bairro Chacrinha, em Japeri. O panelaço de an- teontem contra Dilma não foi uma surpresa por ter ocorrido, principalmente em redutos de eleitorados tucano e antipetista, diz Pedro Fassoni, da PUC-SP. Essa manifestação aconteceu nos redutos contrários ao gover- no federal. Basta ver no mapa eleitoral do ano passado. São regi- ões que votaram no Aécio. E não reflete a opinião da maioria dos eleitores brasileiros, disse Fassoni. Circulação: São Miguel, ITAQUERA, vILA Jacuí, jd. helena, v. curuça E GUARULHOS Diretor: Divaldo Rosa Adm. e Financeiro: Ademyr Rodrigues Representante comercial: Eduardo Rocha e Ariane Andrade Jornalista FL: Silmara G. Nunes Revisão: Suseli Corumba Rosa Fotos: Bruno Barreto Rosa Diagramador: Sergio Avante Depto. Jurídico: Agilson M. Oliveira Distribuição: Mart Press Distribuidora As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam, necessariamente, a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comercias não mantém vínculo empregatício com a empresa. Jornal Acontece Agora, Folha do Itaim & Curuça, Jornal de Ermelino & Ponte Rasa, Jornal Guaianás & Cidade Tiradentes e Revista Acontece Leste A J O R L E S T E O jornal Acontece Agora é Filiado à Associação dos Jornais da Zona Leste Avenida dos Guachos, 166 - Vila Curuça Cep: 08030-360 Itaim Paulista – SP E-mail: raleste@gmail.com site: www.grupoacontece.com.br REDAÇÃO E PUBLICIDADE 2031-2364 | 2513-0928 Patente: PROC. 830024034 Classe 16 RPI RM 2087 Tiragem: 40.000 exemplares FL=FreeLancer cnpj: 03.115.443/0001-16 ITAIM PAULISTA - F.: 2025-7777 - AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA / ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA Todos juntos fazem um trânsito melhor. CARGO 125 KS 14/14 valor à vista R$ 6.484,00. BROS 160 ESD 14/15 valor à vista R$ 10.691,00, ou entrada R$ 3.200,00,+ 48x R$ 312,00, total a prazo R$ 18.176,00. Taxa de Juros 2,71% a.m (37,82% a.a). PCX 150 14/15 valor à vista R$ 9.839,00. CB 300 15/15 valor à vista R$ 13.860,00, ou entrada R$ 4.500,00,+ 48x R$ 380,00, total a prazo R$ 22.740,00. Taxa de Juros 2,71% a.m (37,82% a.a). Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso, conforme política de comercialização da fábrica. Consulte todas as informações em nosso showroom. Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras . Imagens ilustrativas. Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. A GASOLINA AUMENTOU? O TRÂNSITO TRAVOU? SUA LIBERDADE EM 2 RODAS HÁ 35 ANOS JAPAUTOJAPAUTO www.japauto.com.br VEM JÁ PRA CÁ! CARGO 125KS CONSULTE O MELHOR NEGÓCIO. IMPERDÍVEL! BROS160 ESD ENTRADA + MENSAIS R$ 312, PCX 150 CONSULTE O MELHOR NEGÓCIO. CB 300R ENTRADA + MENSAIS R$ 380, Grupos preveem atos contra Dilma em 32 cidades no país no próximo domingo
  3. 3. Pág.3 1a . quinzena de MARÇo/2015 Por anos a Escola Estadual Dom Pedro I, localizada no co- ração do bairro de São Miguel Paulista, na Avenida Marechal Tito, continua sendo referência na rede de ensino da região. Atualmente ganhando ain- da mais destaque com os novos cursos de línguas: Inglês, espa- nhol, Francês e Japonês, que serão lecionados para os alunos interessados da própria escola e também para alunos de escolas conveniadas com os municípios que o Estado possui e com as Etecs. O projeto do Governo do Estado é que seja um centro de grupo de línguas por diretoria, e no caso da região, a escola classi- ficada foi o Dom Pedro I. As primeiras turmas tiveram cerca de mil matrículas preen- chidas e por conta da grande demanda o primeiro semestre teve suas inscrições esgotadas até mesmo antes do previsto. Segundo o diretor Alexandre Gonçalves dos Santos, para que o aluno possa participar das au- las de línguas, especificamente as de inglês, os alunos precisarão estar devidamente matriculados no ensino médio, já os demais cursos os alunos poderão estar matriculados a partir do sétimo ano do ensino fundamental. “Embora tenha havido o en- cerramento das matrículas para Na última quinta-feira (05), para celebrar o Dia Internacio- nal da Mulher, a subprefeitura de São Miguel Paulista realizou diversas atividades voltadas para o público feminino. O evento foi aberto a todas as mulheres da comunidade onde teve início às 9 horas da manhã e perdurou até as 17h. A chefe de gabinete abriu o evento apresentando o pla- no de atividades e, em seguida, convidou o Subprefeito para ex- pressar a sua homenagem. Emo- cionado, ele recitou uma poesia e comentou sobre a luta ainda constante das mulheres, que ob- jetiva a igualdade de gêneros. A prática de ginástica laboral deu início às atividades práticas. Após o exercício, foi oferecido um café da manhã para repor as energias e, posteriormente, as servidoras puderam, gratuita- mente, fazer tratamentos de be- leza e bem estar, como limpeza de pele e massagens. Empresas de cosméticos nacionais e importados foram convidadas para abrilhantar o evento. Na medida em que as ilustres convidadas adentra- vam ao local destinado elas já eram recebidas por toda equi- pe de produção das empresas Reunião ocorreu na Rua Aramaçã, em uma base da Defesa Civil instalada no local do alagamento O Subprefeito e a equipe da Subprefeitura São Miguel se reuniram com os representantes do Governo Local na sexta-feira (20), visando resolver a atual situação de inundações da Vila Itaim o mais rapidamente pos- sível. A reunião ocorreu na Vila Itaim,maisprecisamentenabase da Defesa Civil na Rua Aramaçã (uma das ruas alagadas), e foram discutidas ações para a resolução dos problemas das enchentes. O Subprefeito iniciou ressaltan- do a presença de todo o Gabine- te da Subprefeitura para falar da crise, que, segundo ele, sem a de- vida atenção, aumentará. Disse também que o Secretário Ricar- do Teixeira conseguiu junto ao DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) uma “draga de sucção” para a redução do acúmulo de água nas ruas do lo- cal. Acrescentou que o prefeito Fernando Haddad está acompa- nhando passo a passo as ações.  Subprefeitura realiza evento em homenagem ao Dia Internacional da Mulher citadas e todas tiveram a opor- tunidades de ganhar todo um tratamento de beleza vip. “Estou adorando este dia, acredito que toda mulher me- rece isto pelo menos um dia da semana. Ser mãe, esposa, filha, irmã tudo ao mesmo tempo dá muito trabalho (risos) embora seja também muito prazeroso”, comenta Virginia. A empresa Nemawashi su- pervisionada pela funcionária Delza Aparecida dos Santos de Andrade, trouxe uma inovação para a beleza da mulher, com base nisto, as convidadas pude- ram passar por uma sessão de limpeza e hidratação da pele. “Toda mulher merece todos os dias ser lembrada, hoje aqui o que estamos fazendo é só uma singela homenagem a estas guerreiras, que muita das vezes são tão sofridas e merecem todo nosso respeito e admiração, hoje o que desejamos para nós mu- lheres são muitas felicidades”, congratula a supervisora. Outra empresa de cosmé- ticos bastante conceituada na região e no mundo que também fez questão de marcar presença no evento foi a Mary Kay, que através da consultora Rosemary Bevilacqua, proporcionou além da limpeza facial um auto curso de maquiagem para as mulheres “Toda mulher é a base prin- cipal de um lar, seja para o mari- do, filhos e todos que a cercam. A mulher é aquele ser que ins- pira, motiva e aconselha estando ela em casa ou não. Nós mulhe- res temos um papel importante em nossa sociedade, trabalha- mos fora, cuidamos da casa e podemos fazer tudo isto e mais, então nossa filosofia é sempre elevar estas mulheres lindas e que cada uma descubra dentro de si a beleza especial que pos- sui, isto é o mais importante”, frisa a consultora. Além dos cuidados com a beleza, as convidadas tiveram o privilegio de receber massagens facial e modeladora pela empre- sa Dermo Rhara. Fala da Célia Assumpção Ao final, foram distribuídos leques e lenços como brindes às participações. com materiais básicos. Esta ação já atendeu 406 famílias e distri- buiu até o momento 481 cestas básicas, 1.168 colchões, 1.031 cobertores e 436 kits de limpeza. Vale lembrar que os serviços de Defesa Civil, Saúde e GCM (Guarda Civil Metropolitana) continuam no local, prontos para atender as necessidades dos moradores. O Secretário de Serviços, Simão Pedro, pôs à disposição da Sub- prefeitura os serviços realiza- dos pela empreiteira “SOMA”.  Os representantes de Zoono- ses de São Miguel se mostra- ram alertas aos serviços que devem ser prestados após as enchentes, sendo feitas des- ratizações das ruas que foram inundadas e que estão secando. A Subprefeitura São Miguel junto ao CRAS (Centro de Re- ferência de Assistência Social) está prestando serviços sociais na região. Os moradores pro- curam a base do CRAS para se cadastrarem e receberem ajuda Escola Estadual Dom Pedro I terá cursos de línguas este semestre, todos os alunos interessados em ingressar no nosso próximo semestre já po- dem se programar para as pró- ximas matrículas que irão abrir no meio deste ano, orienta ele. Sem ter conhecimento dos cursos de língua, a mãe do es- tudante Lucas Silva, Cristina Ti- móteo da Silva acredita que isto será uma boa forma de motivar o filho a participar das aulas, lamento não ter sido informa- da antes, para poder matricu- lar meu filho, mas achei muito motivadora a ideia de aprender um novo idioma atrás do ensi- no público. Com certeza não irei deixar passar despercebido em junho deste ano quando terá o novo período de matrículas. Governo Local se reúne na Vila Itaim para definir ações de atendimento às famílias vítimas do alagamento
  4. 4. Pág.4 1a . quinzena de MARÇo/2015 Emanuel de Aquino Lopes Os nossos leitores devem estar acompanhando pela mí- dia diversas notícias preocu- pantes sobre o futuro da nossa nação e não podemos esquecer que a questão da segurança pública é intrínseca a esse pro- blema. Desde os anos 50 e 60, com as ideias de Herbert Mar- cuse e a “Escola de Frankfurt” tem sido pregado por alguns movimentos de esquerda a te- oria de que a criminalidade é um forte elemento revolucio- nário e que essa conduta deve ser incentivada. A política deliberada de criar uma situação revolucio- nária passa pela distorção da afirmação feita por Karl Marx sobre a função do proletaria- do. Hoje a desorganização da sociedade apresentando pros- tituição, drogados, bandidos e toda uma produção de desa- justados sociais substitui essa visão marxista. Estamos assis- tindo a política de criminaliza- ção da Polícia e da legalização da conduta criminosa, bem como toda e qualquer conduta antissocial. E isso já vem contaminan- do até as crianças da nossa so- ciedade. A carreira no crime já deu muitos dividendos positi- vos inclusive no campo políti- co. Há uma timidez, algo pu- silânime, no comportamento em respeitar autoridades que estão nitidamente cometendo crimes. Há também uma eli- tização do direito à vida, pois um cidadão comum não tem direito de ter uma arma em casa para defender sua família, mas um sujeito rico pode ter um exército contratado a sua disposição. O direito à legítima defesa foi elitizado e só rico hoje pode ter. São anormalida- des criadas e sobrepostas a outras anor- malidades. Os “indus- triais da anarquia” vivem desse caos social (desemprego, infla- ção, alta tributação, ausência de serviços públicos essenciais, etc) e temos então vetores da violência nos seus mais diver- sos matizes. As respostas que a sociedade exige não são apre- sentadas por quem de direito e há uma fuga sobre os assuntos mais urgentes. As atitudes de- mocráticas devem ser adotadas para estabilidade da nação e um indicador importante é a esta- tística criminal. O aparelhamento de algu- mas estruturas governamen- tais para dilapidar o patrimô- nio público não passa de uma guerra assimétrica, onde não se pode apenas tratar do tema sob o enfoque jurídico, finan- ceiro ou legal, porém ter en- tendimento da base ideológica que sustenta esse antagonismo. A violência hoje, não é apenas um fato social, e não é somente física, consistindo num instru- mento visando vários interes- ses. A diferença, país a país, está em como se trata dessa problemática, já que não é uma exclusividade brasileira. *Emanuel de Aquino Lopes é Coronel da Reserva da Policia Militar, Mestre em Ciências Poli- ciais de Segurança e Ordem Pú- blica, especializado em Direitos Humanos pela Fundação Getú- lio Vargas e membro do Núcleo de Projetos Estratégicos – Fun- dação ISAE Amazônia (www. fisae.org.br) e OSCIP Instituto Brasil – IBRA (www.ibra.org.br) O Hospital Geral de Guaru- lhos agora conta com um Centro Oncológico da Rede Hebe Ca- margo de Combate ao Câncer. O  novo serviço oferece trata- mento de câncer a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de todooEstado,comdestaquepara a população de Guarulhos e do Alto Tietê. O Centro terá capa- cidade para atender anualmente 1,2 mil novos pacientes e realizar 4,8 mil sessões de quimioterapia e 7,2 mil de radioterapia. “Uma grande conquista, tudo de forma gratuita e com qualidade no tratamento. É a união correta, recursos hu- manos bem preparados e alta tecnologia”, destacou o  gover- nador Geraldo Alckmin duran- te a inauguração oficial nesta segunda-feira, 2. O Governo do Estado investiu R$ 3,7 milhões em obras de adequação e na contratação de equipamentos e profissionais terceirizados. Localizado no prédio anexo ao hospital, o Centro Oncológi- co do Hospital Geral de Guaru- lhos possui cinco consultórios de oncologia clínica, salas espe- cíficas para manipulação de qui- mioterápicos e aplicação com 8 poltronas, vestiários para pa- cientes que serão submetidos à radioterapia, sala de preparação de moldes para sessões radiote- rapêuticas, acelerador linear e sala de comando do aparelho. O serviço vai oferecer uma radioterapia diferenciada, de- nominada TBI (do inglês Total Body Irradiation), que permite a irradiação do corpo inteiro, contribuindo para a eliminação de células doentes em tecidos não tão facilmente alcançados pela quimioterapia. Nos dois meses iniciais de Andrea Matarazzo Nas visitas que faço a diferen- tes regiões - do centro expandido à periferia – encontro áreas com- pletamente abandonadas pela prefeitura, onde faltam desde a simples zeladoria básica (limpeza de bueiros, capinação, variação, poda de árvores etc.) até serviços de Saúde e Educação. Foi assim, por exemplo, na Zona Leste (Jardim Helena) e na Zona Norte (Jardim Peri, Jar- dim Antártica). Voltei, semanas atrás, ao Jardim Helena e vi que em dois anos nada melhorou por lá. O bairro está abandona- do e o caos ainda existe ao longo do Córrego Vermelho.   Ao encontramos lixo e entu- lho jogados em esquinas e pra- ças nos bairros da nossa cidade, numa indicação clara da ausên- cia das subprefeituras, nos da- mos conta do perigo que isso re- presenta diante do aumento dos casos de dengue em São Paulo. Somente nas seis primeiras se- manas deste ano, foram regis- trados 563 casos, contra 214 em igual período do ano passado (aumento de 163%). Na Saúde o quadro é igual- mente preocupante. Se em de- zembro de 2012, 5.557 mulhe- res estavam na fila da cirurgia ginecológica, em  fevereiro de 2015 esse número dobrou, sal- tando para 10.527 mulheres necessitando de intervenções cirúrgicas específicas. Num panorama regional, percebe-se claramente a inefi- VIVER EM SEGURANÇA Breve comentário sobre a violência extrema no Brasil Novo Centro Oncológico do Hospital Geral de Guarulhos amplia tratamento de câncer pelo SUS Serviço integra a Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer e terá capacidade para atender 1,2 mil novos pacientes por ano passaram por sessões de radio- terapia no local. As atividades foram iniciadas imediatamente após a liberação do alvará para utilização do acelerador linear, fornecido pela Comissão Nacio- nal de Energia Nuclear (CNEN) no último dia 20. Os procedimentos quimiote- rápicos também estão ocorren- do no novo setor. Entre outu- bro de 2014 e janeiro deste ano, o atendimento ambulatorial e as aplicações foram realizadas na enfermaria do hospital, para agilizar o tratamento dos casos regulados pela Central de Regu- lação de Oferta de Serviços de Saúde (Cross). Nesse período, foram feitas mais de 90 consultas e retornos, cerca de 30 sessões de quimioterapia e 145 atendimen- tos não médicos, na área de Psi- cologia e Enfermagem. atendimento (março e abril de 2015), poderão ser realizadas 150 sessões de quimioterapia e 150 de radioterapia. As ativida- des serão ampliadas no decorrer do ano de forma gradativa e, até dezembro, o número de sessões poderá chegar a 400 e 600 dos respectivos procedimentos. Atendimentos já re- alizados: desde o dia 23 de fevereiro, nove pacientes já ciência do atendimento na rede municipal de saúde. Na Região Leste, por exemplo, a espera por procedimentos cirúrgicos gine- cológicos aumentou em 5 meses e 15 dias. Na Região Norte, a es- pera por laqueadura passou de 76 dias para 159 dias. No início da gestão Haddad, em dezembro 2013, 93.814 crian- ças aguardavam vagas no sistema de creches municipais. Durante a campanha eleitoral de 2012 a promessa feita foi a de zerar esse déficit. No entanto, em dezem- bro de 2014, a fila das creches aumentou, com a Secretaria Mu- nicipal de Educação registrando 94.191 crianças entre zero e 3 anos e 11 meses não atendidas. O cenário é ainda mais com- plicado no sistema das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs), que atendem crianças entre 4 e 5 anos de idade. Em dezembro de 2012 o déficit era de 2.346. Dois anos depois, esse número dobrou, saltando para 5.625 crianças não atendidas. Para governar uma metró- pole tão complexa como São Paulo, o prefeito Fernando Ha- ddad precisa sair do seu gabine- te no Edifício Matarazzo e circu- lar pela cidade. Se deixar de lado a sua cidade imaginária e passar a conviver com a São Paulo real, ele se dará conta do pífio desem- penho de seu governo. Andrea Matarazzo é vereador e líder do PSDB na Câmara Muni- cipal de São Paulo. CÂMARA NO SEU BAIRRO. ACÂMARADEVEREADORESDE SÃOPAULOVAIAOSEUENCONTRO PORUMACIDADEMELHOR. A Câmara realiza na sua região uma sessão plenária para você debater e propor soluções para a melhoria do seu bairro: é a Câmara perto de você. • A segunda sessão acontece no dia 14/3, às 9h30, na Subprefeitura de São Miguel (R. Dona Ana Flora Pinheiro de Souza, 76 – Vila Jacui). • Serão realizadas 32 sessões plenárias em todas as regiões da cidade em 2015. • Confira as datas e locais de todas as sessões em www.camara.sp.gov.br. É a Câmara de Vereadores de São Paulo cada vez mais perto de você. facebook.com/camarasaopaulo twitter: @camarasaopaulo Portal da Câmara www.camara.sp.gov.br TV Câmara www.tvcamara.sp.gov.br Canal Aberto Digital 61.4 Net - Canais 13 (Cabo) e 3 (Digital) O abandono da São Paulo real O contribuinte que opta pela declaração completa do  Im- posto de Renda - a qual prevê uma série de deduções legais em vez de um único desconto simplificado - pode abater até R$ 2.156,52 da renda tributá- vel para cada dependente. Mas é importante destacar que nem todos os parentes podem ser classificados como dependentes - mesmo que sejam sustentados pela pessoa que está realizando a declaração.  Quem pode ser in- cluído no documento: Cônjuge ou compa- nheiro (a): com quem o contribuinte tenha filho ou viva há mais de cinco anos, in- Veja quem pode ser declarado como seu dependente no IR cluindo relações homoafetivas. Filho(a)ouenteado(a), até 21 anos: ou, em qualquer idade, quando incapacitado físi- ca ou mentalmente para o traba- lho. Pais separados: nesse caso, o filho só pode constar como dependente na declaração daquele que detém a guarda ju- dicial. Já se o filho declarar em separado, ele não poderá cons- tar como dependente na decla- ração do responsável. Além dis- so, a pensão alimentícia só pode ser integralmente deduzida se ti- ver sido decidida judicialmente. E, por fim, quem paga a pensão não pode declarar o alimentan- do como dependente. Filho(a)ouenteado(a): se ainda estiverem cursando es- tabelecimento de ensino supe- rior ou escola técnica de segun- do grau, até 24 anos de idade. Irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a): sem arrimo dos pais, de quem o contribuinte detenha a guarda judicial, até 21 anos, ou em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho. Irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a): sem arrimo dos pais, com idade de 21 anos até 24 anos, se ainda estiver cursan- do estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de se- gundo grau, desde que o contri- buinte tenha detido sua guarda judicial até os 21 anos. Pais, avós e bisavós: que, em 2014, tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até R$ 21.453,24. Menor pobre até 21 anos: que o contribuinte crie e eduque e de quem detenha a guarda judicial. Pessoa absolutamen- te incapaz: da qual o contri- buinte seja tutor ou curador. Tornou-se obrigatória, a partir deste ano, a indicação do CPF dos dependentes com mais de 16 anos - e não mais 18 anos, como era até 2014. Se não tiver o documento, ele deverá ser pro- videnciado.  A medida vai impe- dir, por exemplo, que o mesmo dependente conste em mais de uma declaração de IRPF.
  5. 5. Pág.5 1a . quinzena de MARÇo/2015 Um momento pelo qual to- dos passamos (e acontece em várias etapas da vida) é aquele quando nos aproximamos de- mais de uma mulher e o inte- resse por ela surge, mas não fazemos a menor ideia se o sen- timento é recíproco. Se você se interessa ou está até apaixonado por uma mulher muito próxi- ma e não sabe dizer se ela sente o mesmo para tentar algo mais, hoje vou ajudá-lo a acabar de vez com essa dúvida e saber se ela gosta mesmo de você. Desafie a rotina da amizade: se a amizade for da- quelas em que toda vez quando ela te procura, você está sempre disponível – com a existência de toda uma rotina confortá- vel para ambos – tente romper esse status e veja como ela reage. Por exemplo, quando ela li- gar para baterem papo ou sair, diga que já está fora, em um bar (vá mesmo sair) um pouco distante ou fora do roteiro tra- dicional, e diga que não vai ao encontro dela  a menos que ela queira aparecer. Se alguns minutos depois seu celular tocar e for ela dizen- do que está chegando, este será um esforço maior do que uma mera amizade requer para fica- rem próximos. Incite contatos físicos: quando estiverem juntos, apro- xime-se, ela não é nenhum bi- cho. Chame-a para dançar, con-   As doenças cardiovascula- res ainda são a principal causa de morte entre o público femi- nino, atingindo mais de 8,6 mi- lhões de mulheres*. O autoco- nhecimento e a informação são ferramentas importantes para diminuição dos riscos, acredita o Dr. Marcelo Paiva, cardiolo- gista do Centro de Cardiologia do Hospital 9 de Julho. O médico explica a seguir quais são as principais doenças e como evitá-las: • Infarto do miocár- dio (músculo do cora- ção):  ainda é a maior causa de morte (3,4 milhões*). “Em mulheres, há um maior risco de complicações no caso do infar- to agudo do miocárdio devido a fatores anatômicos e epidemio- lógicos”, explica o Dr. Paiva. O problema,  que  ocorre quando uma  artéria que irriga o cora- ção fica obstruída, leva  a falta de circulação  e a consequen- te  morte das células.  Quando estão infartando, elas costu- mam  apresentar sintomas atí- picos, dificultando o diagnós- tico e atrasando o tratamento adequado. • Angina: normalmente o Doenças cardiovasculares em mulheres: conheças as mais comuns e previna-se corpo dá sinais de que algo não vai bem. No caso do coração, um deles é a dor no  peito. “A dor torácica pode ter diversas causas, por isso, ao primeiro si- nal de forte dor no local, deve- -se procurar avaliação médica, principalmente na presença de fatores de risco como idade su- perior aos 50 anos, tabagismo, diabetes, obesidade, hiperten- são arterial, colesterol elevado e sedentarismo”. • Doenças valvares: o coração possui quatro válvulas, responsáveis pela manutenção do correto fluxo sanguíneo. Se uma destas válvulas não fun- cionar corretamente, o fluxo pode ficar comprometido, cau- sando o sopro cardíaco, falta de ar, dor no peito etc. • Insuficiência car- díaca:  diversas doenças car- diovasculares, se  não foram corretamente diagnosticadas e tratadas, podem evoluir para um quadro mais grave, a in- suficiência cardíaca, quando o coração tem suas funções comprometidas. “O ideal é não chegar à insuficiência, que tem um tratamento mais comple- xo, podendo ser necessário o transplante cardíaco”, observa o médico. As doenças cardiovascu- lares em mulheres costumam ser mais graves, por isso, a pre- venção é fundamental. “Cultu- ralmente, elas vão sempre ao ginecologista, mas não têm o hábito de fazer uma avaliação cardíaca. Diante dos números, é importante estimularmos a prevenção e o acompanha- mento periódico”, finaliza o Dr. Paiva. 4 Formas de saber se ela gosta mesmo de você ou é só amizade verse sempre de forma próxima, sente-se na cadeira ao lado e não na da frente – em suma, estreite o contato físico ao máximo que puder sem levantar suspeitas. Se reação dela for fria ou manter distância, indicará uma provável amizade. Se, por outro lado, a receptividade for gran- de e ela até chegar com o corpo mais perto, tenha atitude – cer- tamente ela está a fim. Apareça na casa dela e veja como se veste: ligue do nada avisando que vai passar na casa dela dentro de uma hora, uma hora e meia. Assim que chegar, observe se a roupa dela é de quem deseja fazer bonito para o futuro namorado ou se é de alguém que recebe um amigo e por isso nem se importa muito com o que está vestindo. Se sua amiga (ou qualquer mulher) estiver afim de você, ela sempre vai querer estar bonita e sexy ao te ver… Quem quer faz a hora: se todas as situações citadas aci- ma foram bem-sucedidas quan- do você as colocou em prática, mas  antes de chegar nela você ainda quer ter certeza, uma dica valiosa é chamá-la para sair so- mente com você, em um horário pós-trabalho, pós-faculdade ou depois de outras atividades que exigem mais de cada um. Se ela gostar mesmo de você, estará disponível para esses encontros na maioria das vezes, ainda quando a rotina estiver puxada –  quem gosta e está interessado sempre dá um jeito. Não se desespere se ela faltar em alguma ocasião, visto que nem sempre podemos atender um chamado. Contudo, se na maioria das vezes ela estiver do seu lado, dispensando outros amigos, familiares e até pos- síveis paqueras, ela realmente gosta de você.
  6. 6. Pág.6 1a . quinzena de MARÇo/2015 Recebemos no último dia 12 a visita do empresário Fá- bio Santana da SJS Consultoria e Serviços, uma empresa sólida que atua no ramo de terceiriza- ção de serviços e conservação patrimonial a mais de 10 anos. A SJS tem sede em Guarulhos e está expandindo as suas ativi- dades para atender a demanda de empresas e setor público da Zona Leste de São Paulo. Segundo Fábio Santana, a mercado de terceirização de mão de obra está em constante Visita à redação do Jornal crescimento e a sua empresa se especializou em qualificar pro- fissionais que são colocados à disposição das empresas para as mais diversas funções, tais como: limpeza, monitoramen- to, copa, jardinagem, limpeza pós obra, portaria, recepção, secretaria, recepção, diaristas e serviços gerais. “A nossa em- presa se destaca no segmento de terceirização de serviços de conservação patrimonial e o nosso alvo é expandir nossas atividades também para a Zona Leste onde vem crescendo a de- manda para serviços terceiriza- dos, principalmente em redes de supermercados, industrias e setor público”, disse Fábio San- tana. Fabio e e sua equipe elogia- ram a organização do Grupo Acontece bem como a credi- bilidade dos nossos jornais e revistas, sinalizando que pode- remos ter outras parcerias no futuro, além desta coluna que passa a ser publicada em todos os nossos jornais. Filhos precisam do suporte dos pais para evitar o uso abusivo e perigos comuns das redes sociais; até a pré- adolescência, o aplicativo deve ser compartilhado com os pais Para o desespero de muitos pais, hoje em dia é quase impos- sível ver um adolescente sem o celular nas mãos. Em casa, na escola ou na rua, os jovens estão ativos nas redes sociais e usam e abusam dos aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp e o Messenger. Na maior parte do tempo, esse uso é irrestrito e sem qualquer tipo de controle por parte dos pais. Até que ponto a privacidade dos filhos deve prevalecer? Para os especialistas, a proibição to- tal desses aplicativos é algo que não funciona na vida real. Não dá para controlar absolutamen- te todas as conversas dos filhos, muito menos bloquear o acesso às redes sociais. Se isso acon- tecer, há grandes chances de que os adolescentes encontrem brechas para usar o WhatsApp secretamente, sem que os pais desconfiem. Esses aplicativos já são uma realidade, não podemos ignorá- -los e sabemos pelas pesquisas que muitas pessoas estão usan- do. Por isso, não dá para proibir. Quando o adolescente demons- tra ter uma compreensão para o uso correto dos aplicativos, não tem problema nenhum liberar. Mas é importante que os pais orientem da maneira correta, para que as redes sejam bené- ficas de um modo geral, acon- selha a psicóloga. A decisão de controlar ou não esse uso deve ter relação com a faixa etária dos filhos. Até a pré-adolescência, por exemplo, o ideal é que eles disponham de uma conta no Bebida pode não ser a maior responsável pelo acúmulo de gordura; entenda o que fazer para evitá-lo. Gelada, com ami- gos e no bar: beber cerveja mui- tas vezes é um prazer. Talvez por isso haja quem se orgulhe de uma proeminente barriga “conquistada” a base de cerveja. Mas a bebida é realmente a res- ponsável? O que de fato causa a barriguinha? Segundo estudos científicos, não há nada específi- co na cerveja que provoque gor- dura abdominal. São as calorias do álcool que engordam. Trabalho extra: o pro- blema de beber generosamente é que isso dá um grande traba- lho para o fígado, que precisa se concentrar em queimar o álco- ol e eliminar suas toxinas. Isso significa que – para dar conta Como controlar o uso do Whatsapp entre os adolescentes WhatsApp – ou outras redes sociais – compartilhada com os pais. Dessa maneira, é possível acompanhar de perto todas as ações e orientar os filhos sobre o que é adequado e o que não é nos bate-papos da internet. É muito importante que os pais façam o acompanhamento, por- que é fácil perder o controle so- bre os filhos. Os adultos precisam saber com quem eles estão se relacio- nando. Para isso, vale conhecer os grupos nos quais os adoles- centes estão presentes e sugerir a criação de um grupo familiar, para contatar os filhos sempre que possível. Eles entendem essa interferência como algo positivo. Conversa franca O diálogo aberto é sempre o melhor caminho para a cons- cientização. Dessa maneira, os filhos não se sentem censurados pelos próprios pais e ficam mais à vontade para comentar algu- ma situação desconfortável nos aplicativos. Para estabelecer essa relação de confiança, é impor- tante respeitar a privacidade dos adolescentes, mas sem deixar de lado algumas regrinhas básicas para o uso responsável. Colo- car alguns limites também pode ajudar, principalmente quando os filhos são mais novos. Na pré-adolescência, por exemplo, é mais fácil que eles percam a noção do uso responsável e adequado dos aplicativos, o que pode atrapalhar a rotina de sono e até de estudos do adolescente. Dicas de segurança Orientar sobre os perigos que existem nas redes sociais e nos aplicativos de conversa também é dever dos pais. Essa orientação é o que vai estimular e influenciar o uso responsável pelos filhos. Avisar sobre qual- quer conversa com conteúdo impróprio ou sobre contatos que os filhos não conhecem pes- soalmente também é um cuida- do a mais que os pais devem re- forçar. A dica é conversar sobre os benefícios e malefícios desse aplicativo, como o problema do bullying. Também vale alertar sobre a questão do compartilha- mento e vazamento de fotos ín- timas, que a gente sabe que vem acontecendo com frequência. É tudo uma questão de valores. Se criamos nossos filhos e os orien- tamos de maneira acertada, não tem problema usar o WhatsA- pp. Não dá para ignorar os ris- cos que existem e deixar os ado- lescentes totalmente  por conta própria. do álcool – deixa de passar pelo órgão outros alimentos, como a gordura da carne, da batata fri- ta e outros petiscos. Além disso, um copo grande de cerveja tem cerca de 150 calorias. Se você soma o que pode vir a beber em uma saída com os amigos, vai perceber que existe aí um gran- de potencial de ganho de peso. Se a isso juntamos uma dieta rica em gorduras e carboidratos, O que causa a ‘barriga de cerveja’? a combinação é infalível: você terá uma barriga de cerveja. Metabolismo lento: mas por que este sobrepeso se concen- tra na área abdominal? Depois dos 35 anos, o metabolismo do organismo fica mais lento, o que torna difícil queimar tantas ca- lorias. No caso das mulheres, os quilos extras tendem a se acu- mular nos quadris, músculos e no bumbum. Por sua vez, os ho- mens costumam acumular gor- dura ao redor da cintura. Mas, para todos os amantes da cerveja que buscam se desfa- zer de sua barriga, há um segredo que não é nada secreto e, além de tudo, é simples, segundo o espe- cialista em nutrição Steve Miller. “A barriga será tão grande de acordo com o excesso de comida ou bebida e a falta de exercícios.” HOJEESEMPRE: ÉASSIMQUE SÃOPAULO ECONOMIZAÁGUA. SÃO PAULO, UM ESTADO UNIDO PELO USO CONSCIENTE DA ÁGUA. A situação hídrica do Estado de São Paulo vem melhorando nas últimas semanas. Um progresso que só foi possível com a redução do consumo de mais de 80% da população, a incidência de chuvas sobre os sistemas de abastecimento e as medidas tomadas pelo Governo do Estado de São Paulo. Mas as atitudes não podem parar. É preciso manter a economia da água no centro das atenções e seguir o exemplo de quem se preocupa sempre com o uso consciente. Cada detalhe faz a diferença. O Governo do Estado de São Paulo continua adotando as providências necessárias e conta com você. Afinal, cada gota conta. Saiba mais em www.saopaulo.sp.gov.br
  7. 7. Pág.7 1a . quinzena de MARÇo/2015 A nova modalidade de dança brasileira que pouco a pouco está se tornando um sucesso no Brasil. Para quem deseja entrar em forma ou simplesmente manter o corpo bonito e saudável, não há segredo: é preciso manter uma alimentação equilibrada aliada à prática de exercícios físicos regulares. Perseveran- ça também é a palavra-chave. Exatamente por isso, é muito importante que as pessoas es- colham uma atividade física que realmente lhes agradem. Partindo deste princípio e ten- do foco na promoção de saúde e qualidade de vida, foi criado o Zoe Dance. O Zoe Dance é uma nova modalidade de dança com a jun- ção do fitness, que tem ganhado espaço em academias e escolas de Dança. Ele diferencia dos outros por utilizar movimentos aeróbicos em músicas populares brasileiras. A palavra ZOE em grego significa “Vida”. Segundo Eric Rabelo, que é Instrutor Licenciado de Zoe Dance e trabalha há 8 anos na área da dança como coreógra- fo e professor, esta modalidade tem sido um grande diferen- cial: “A atividade física deve ser algo prazeroso na vida das Áries. Voltado para suas emoções, precisa corrigir hábitos que dificultam progressos profis- sionais, com capacidade de su- perar obstáculos. Suas relações devem ser vistas com realismo, não se iludindo com promessas e grandes expectativas. Touro. Possibilidade de en- ganos e auto-ilusão, senão usar racionali- dade e bom senso em suas deci- sões, principalmente com suas amizades. Habilidade criativa para solucionar problemas fi- nanceiros com apoio de parcei- ros em seus contatos. Gêmeos. Progressos profissio- nais devem ocorrer por iniciativa criativa e facilidade em se comunicar, para alcançar seus objetivos. Problemas domésticos, emo- cionais podem atrapalhar seu equilíbrio, devendo ser admi- nistrados com habilidade. Câncer. Procure se interiori- zar para equilíbrio, contendo pensamen- tos confusos. Período exige planos ao novo ciclo que se inicia pós-aniversário, tam- bém cuide da saúde. Habilidade criativa, para encontrar solu- ções financeiras e profissionais. Leão. Necessário estruturar sua vida profissional e financeira, sujeito à oportunidade de crescimento, mas que precisa de cuidados, quanto se iludir com promes- sas. E precisa analisar friamente suas escolhas, não fechando os olhos à realidade. Virgem. Dificuldades ao analisar problemas com parcei- ros e finanças, exigindo calma, aceitando o momento, para corrigir. O apoio de ami- zades é importante aos seus pro- gressos profissionais devendo confiar em seus contatos. Libra. Facilidade para orga- nizar sua situação fi- nanceira com apoio de amizades, mas deverá se empenhar na profissão. Pro- cure manter controle sobre sua imaginação evitando criar con- flitos onde não há. Cuide da saúde e poupe suas energias. Escorpião. O futuro exige planos e projetos, devendo es- tar alerta para oportu- nidade de crescer com direcionamento. A profissão pode ser estimulada, mas pro- cure confiar em suas qualidade sem criar expectativa em parcei- ros, com risco de decepção. Sagitário. Poderá contar com parceiros em seus projetos profissionais e pessoais, mas se acautele com amizades e colegas de trabalho. Procure se livrar de situações incomoda que já não tem ser- ventia aos seus objetivos. Dedi- que-se aos parceiros. Capricórnio. Sujeito a enganos ou excessos em se auto- -expressar com afetos, procure ser mais ra- cional se organizando e autocri- ticando com apoio de parceiros. Olhe para o futuro, planejando sua vida pessoal, profissional e pense racionalmente. Aquário. Progressos profissio- nais com uso de criati- vidade, pode racional- mente organizar seu trabalho e rotina, necessário para ele- var sua produtividade. Alguns cuidados com planos e falsas oportunidades, enganos e irri- tação em família. Peixes. Fortalecimento de sua auto-estima com harmonia em se auto- -expressar, recebe apoio de par- ceiros para alcançar seus objeti- vos. Mas procure não alimentar pensamentos baseados na ima- ginação longe da realidade. Conheça o Zoe Dance pessoas, para que assim elas te- nham cada dia mais interesse em praticar. Com o Zoe Dance, muitas pessoas que nunca tive- ram interesse na dança ou em qualquer outra atividade física mudaram de opinião e estão deixando pouco a pouco o se- dentarismo”. A modalidade foi criada no Brasil em Setembro de 2014 por John Bassi Nunes, que é Profis- sional de Educação Física desde 1997 e desenvolveu grandes tra- balhos como coreógrafo de di- versos artistas. Hoje John Bassi coloca toda sua experiencia vol- tada na elaboração do projeto ZOE DANCE acreditando ser um meio levar SAUDE, ALE- GRIA e VIDA para milhares de pessoas no mundo inteiro. A aula se desenvolve em torno dos principais ritmos brasilei- ros como o Axé Music, Samba e Funk, além de alguns interna- cionais como o Hip Hop e mú- sicas Latinas. O principal dife- rencial das músicas é que todas elas são no estilo “Gospel” e suas letras sempre remetem à ideia central do programa: propagar o significado de “Vida”, “Saúde” e “Alegria” a todos que praticam a aula. Apesar de ser um estilo na- cional e possuir as raízes na cul- tura brasileira, tem previsão de SELL MAR Eletrônica Ltda. SERVIÇO AUTORIZADO ITAUTEC Trabalhamos com todas as marcas de TVs • LCD • LED • PLASMA Av. Nordestina, 442 - São Miguel Paulista E-mail: sellmar@sellmar.com.br - www.sellmar.com.br ( 3181-0331 3637-7618 adentrar em vários outros países em pouco tempo e já possui ins- trutores em Porto Rico, Londres e França. Eric relata a importância de ter aulas com um profissional qualificado: “Assim como qual- quer programa de atividades físicas, estamos lidando com o corpo humano e promovendo saúde para as pessoas. Por con- ta disso, o profissional precisa realizar um curso de formação para que esteja apto a ministrar as aulas de Zoe Dance”. Todas as pessoas aptas fisicamente (sem problemas de saúde e restrições médicas) podem fazer as aulas. Para conhecer mais sobre o estilo, acesse o site www.zoe- dance.com.br. Lá você encon- trará toda a história, datas dos próximos cursos de formação de professores e endereços de alguns locais de aula com pro- fessores licenciados.
  8. 8. Pág.8 1a . quinzena de MARÇo/2015 PUBLICIDADEPUBLICIDADE

×