Folha 225

301 visualizações

Publicada em

Folha

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
301
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
55
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folha 225

  1. 1. ANO IX - N.o 225 www.fb.com.br/FolhaItaimCuruca | raleste@gmail.com | Tel.: (11) 2031-2364 1ª QUINZENA DE NOVEMBRO DE 2014 Aberto à comunidade des-de novembro do ano passa-do, o Parque Central Eco-lógico do Itaim Paulista tem recebido em torno de 70 a 100 frequentadores por dia, A programação do principal evento de moda da América Latina chega a quatro Centros Edu-cacionais Unificados durante a semana, dobran-do o número nos finais de semana e feriados. A área de lazer é uma reivindicação antiga dos moradores da região e atra-vés do fórum de meio ambiente do Itaim Paulista, no dia 20 de novembro de 2013, foi aberto à comunidade. Em 2006, a an-tiga Chácara das Jabuticabas foi instituída como parque pela prefeitura de São Paulo para preservação da Mata Atlânti-ca existente no local. A área possui cerca de 34 mil metros quadrados. Leia na pág 03 (CEUs) da capital. Uma parceria entre a São Paulo Fashion Week e a Prefeitura leva desfile, palestras,... leia na pág 05 Novembro Azul: ...é mês dedicado à prevenção do câncer de próstata Após anos de sucesso do movimento chamado Outubro Rosa, que visa a orientação e prevenção do câncer de mama, é chegada a hora de um movimento internacional chamado de Novembro Azul, voltado à saúde masculina e à prevenção do câncer de prós-tata. O movimento é uma par-ceria de diversas instituições ligadas à causa, cujo objetivo é orientar a população mas-culina sobre a importância do exame de toque retal e PSA para diagnóstico precoce da doença. Novembro Azul surge para conscientizar a população Uma das motivações do surgimento do Novembro Azul é a estimativa atual de que o câncer de próstata... Leia na pág 02 Bairros do Itaim Paulista ganha iluminação em LED O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, já tinha anunciado no edital da PPP (Parceria Público-Privada) que a iluminação pública seria substituída por lâmpadas de vapor de sódio por iluminação em LED. Leia na pág 03 Mamografia digital já está funcionando em Ferraz Exame digitalizado que diagnostica o câncer de mama está disponível para a população no Mais Mulher – Centro Especializado na Saúde da Mulher A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos está oferecendo à população, Leia na pág 03 A proposta de descentra-lização administrativa, com consequente fortalecimento das subprefeituras, rendeu durante a campanha de Fer-nando Haddad à Prefeitura, bons espaços na mídia, em particular em jornais de bairro. Leia na pág 04 Parque Ecológico Central do Itaim Paulista tem programação para público de todas as idades Moda no CEU leva eventos da São Paulo Fashion Week para bairros da Zona Leste Pobres subprefeituras
  2. 2. Após anos de sucesso do movimento chamado Outubro Rosa, que visa a orientação e prevenção do câncer de mama, é chega-da a hora de um movimen-to internacional chamado de Novembro Azul, voltado à saúde masculina e à prevenção do câncer de próstata. O movimento é uma parceria de diversas instituições ligadas à cau-sa, cujo objetivo é orientar a população masculina so-bre a importância do exa-me de toque retal e PSA para diagnóstico precoce da doença. Novembro Azul surge para conscientizar a po-pulação Uma das motivações do surgimento do Novembro Azul é a estimativa atual de que o câncer de próstata é mais incidente que o cân-cer de mama. Além disso, a doença tem um agravante: o preconceito com o exame Um veículo do GRUPO ACONTECE de Jornais e Revistas A marca Folha do Itaim existe a 42 anos, sendo 9 anos sob a direção do Grupo Acontece de Jornais e Revistas. CIRCULAÇÃO: Itaim Paulista, Vl Curuçá, Jd Robrú, Alto Tiete (Itaquá, Poá, Ferraz de Vasconcelos e Suzano) 35 mil exemplares - Veiculado dia 02/10 Diretor Executivo: Jornalistas (fl): Designer Gráfico Reporter Fotográfico: Redes Sociais: Revisora: Gerente Financeiro: Comercial Distrib./Logistica: Divaldo Rosa Silmara Galvão Nunes-MTb 51.096 Ademir Rodrigues Eduardo Rocha Bruno Barreto Rosa Prof. Suseli Corumba Rosa Ademir Rodrigues Ariane Andrade MULTI - Distrib. de Jornais e Folhetos REDAÇÃO E PUBLICIDADE Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 Av. dos Guachos, 166 - 08030-360 - Vila Curuçá – SP www.aconteceagora.com.br | E-mail: raleste@gmail.com As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. Atualidade 1ª QUINZENA DE NOVEMBRO de 2014 se submetendo ao exame de toque, que é comprova-damente mais eficaz que o exame de sangue. Se você é mulher, dê o seu apoio à causa: mostre aos homens ao seu redor que a vergo-nha não deve ser em fazer o exame, mas sim em per-der para essa doença silen-ciosa. O câncer de próstata é a neoplasia maligna mais comum entre os homens e a sua detecção precoce é fundamental para seu trata-mento. Em sua fase inicial não há sintomas, por isso a ida anual ao urologista é essencial para o acompa-nhamento da glândula. A recomendação, com base nos trabalhos científicos publicados nos últimos anos, é que o exame de toque retal deve ser feito a partir dos 50 anos para homens sem casos na fa-mília, e aos 45 anos para homens com casos na família e negros. FAN 150 ESDi MENSAIS R$ 248, + PEQUENA ENTRADA Apoio: Essa HONDA pode ser sua! JAPAUTOwww.japauto.com.br BROS 150 ESD COMPLETA MENSAIS R$ 379, + ENTRADA ITAIM PAULISTA F.: 2025-7777 AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA /ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA Fan 150 ESDI 14/15 a/v 7.665, ou entr. 800,+50x248, (t.prazo 13.200,).XRE 300 14/15 a/v 15.390,00, ou entr. 5.390,+48x398, (t.prazo 24.494,) c/ juros 1,99% a.m. (26.68% a.a.) e TC R$450, incluso.Lead 110 14/14 a/v a partir 6.899, ou entr. 2.720,+48x175,33 (t.prazo 11.135,84) Banco Bradesco c/ juros 2,55% a.m. (35,35% a.a.).Bros 150 ESD 14/14 a/v 10.650, ou entr. 2.000,+48x379, (t.prazo 20.192,) c/ bauleto, capacete e documentação inclusos (somente para motos financiadas, com lacração no Detran e 1ª parcela do IPVA).CET máximo 52,85% a.a. Banco Honda.Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso, conforme política de comercialização da fábrica.Consulte todas as informações em nosso showroom.Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras Imagens ilustrativas. Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. Todos juntos fazem um trânsito melhor XRE 300 MENSAIS R$ 398, + ENTRADA LEAD 110 MENSAIS R$175,33 + ENTRADA BAULETO, CAPACETE E DOCUMENTAÇÃO GRÁTIS Somente para Bros Pendência com cartão de crédito é um dos problemas mais frequentes. Cerca de 35% dos que livram-se das dívidas votam a atrasar pa-gamentos. O motorista Agenor da Silva Nascimento, de 52 anos, financiou um caminhão em 60 meses, mas atrasou as seis últimas parcelas, acumulan-do uma dívida de R$ 14,8 mil. “Não consegui pagar por causa dessa crise do gover-no”, contou durante o “Feirão Limpa Nome” da Serasa Ex-perian, na capital paulista. Por trás do sorriso de Nascimento, estava um desconto de 25% da dívida, que negociou com um dos representantes das 11 empresas que participam do evento. Com o “perdão”, o consumidor vai quitar o caminhão por R$ 11 mil. A dona de casa Patrícia Perei-ra Alves, de 27 anos, limpou o nome com um desconto ainda maior. Com R$ 2,3 mil em atraso na conta de luz, a devedora vai abater o valor em 65%. “Finalmente vou conseguir pagar”. Milhares de devedores buscam a mesma sorte no feirão da Serasa, que começa no dia 8) na versão presen-cial, em São Paulo, e até dia 14 pela internet. Confira aqui a lista das empresas partici-pantes. Cartão de crédito lidera dívidas O valor médio das dívidas em atraso é de R$ 4 mil por devedor. Já o tempo em que o Novembro Azul ...é mês dedicado à prevenção do câncer de próstata de toque retal ainda é forte no Brasil. Isso faz com que a estimativa dos institutos de pesquisa da área che-gue ao número de que apenas 32% dos homens brasileiros declararam já ter feito o exame. O No-vembro Azul é importante para acabar com esse pre-conceito, pois o diagnóstico precoce é fundamental para as chances de cura do câncer de próstata. Atualmente, cerca de 30% dos pacientes do SUS são diagnosticados com câncer de próstata já avançado o que diminui as chances de cura da doença – que, se diagnosticada no início, tem uma taxa de 90% de possibilidade de cura. A ideia é que o movimento consiga, com o passar do tempo, atingir uma dimen-são tão grande quanto a atualmente tida no Outu-bro Rosa. Hoje, centros de referência da mulher recebem as pacientes en-caminhadas pelo programa de saúde da família, o que agiliza seu atendimento. Já o homem, se tiver suspeita de alguma doença, é enca-minhado aos ambulatórios de especialidades e aguar-dará, talvez, meses para ter uma primeira consulta. Novembro Azul tem apoio da Sociedade Brasi-leira de Urologia Para isso, assim como é feito no outubro rosa, a Sociedade Brasileira de Urologia busca trazer à tona o Novembro Azul por meio da iluminação de pontos turísticos em diver-sas capitais brasileiras. As ações da campanha ainda englobam a distribuição de panfletos em estádios de futebol durante o Campe-onato Brasileiro. Se você é homem, faça sua parte Devedores limpam nome em ‘feirão’ com perdão de até 65% da dívida consumidor ficou inadimplen-te costuma variar entre 12 e 18 meses, observa o diretor de cobrança da Recovery, especializada em créditos em atraso, André Calabró. Cerca de 60% dos inadim-plentes que querem limpar o nome são homens, com ida-des entre 25 e 60 anos, ainda de acordo com o executivo. “As dívidas com cartão de crédito são as mais comuns”. A taxa de juros do cartão, em setembro, chegava à média de 241,61% ao ano, a mais alta entre as linha de crédito, segundo estudo da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabili-dade). Foi no rotativo do cartão que o aposentado João Ba-tista, de 60 anos, se enrolou com o juros. No feirão, con-seguiu um desconto de R$ 3,6 mil. O mesmo problema tinha a balconista Monise, de 37 anos, que devia R$ 6 mil e saiu satisfeita ao prolongar o prazo para 24 meses. Mas nem todos os con-sumidores conseguiram o buscavam. Clério dos Santos, de 26 anos, pensou que ob-teria um bom desconto para quitar o financiamento do carro, mas se surpreendeu com uma negativa, já que a dívida não estava atrasada. “Eu pago as contas em dia e não tenho direito a desconto. Acho injusto”. 35% voltam à inadimplên-cia O superintendente do Serasa Consumidor, Júlio Leandro, explica que as ne-gociações mais comuns são o aumento do prazo da dívida, a redução ou perdão da taxa de juros ou o desconto do saldo devedor, que chega a 90%, na melhor das hipóteses. O maior problema após a qui-tação, observa Leandro, é o retorno à inadimplência. “No-tamos que em torno de 35% dos devedores que limpam o nome entram novamente no vermelho pouco tempo depois”. Para evitar a recaída, o executivo recomenda que o consumidor só assuma compromissos que estejam dentro de sua capacidade de pagamento. “É a velha regra de não gastar mais do que se ganha”, orienta. Leandro lembra, ainda, que o fim do ano é uma das épocas em que as pessoas estão mais sujeitas ao des-controle financeiro, especial-mente devido ao pagamento do 13º salário. “Não se pode esquecer que janeiro tem des-pesas pesadas, como IPTU, IPVA e matrícula escolar”. Como ter acesso ao “fei-rão” A versão online do serviço de renegociação, disponível no site do Serasa Consu-midor, oferecerá descontos durante o “feirão”. A versão presencial em São Paulo acontece no estacionamento do Mais Shopping, na Zona Sul, onde serão feitas, tam-bém, palestras gratuitas sobre educação financeira. O ende-reço Rua Amador Bueno, nº 229, em Santo Amaro.
  3. 3. Comunidade 1ª QUINZENA DE NOVEMBRO de 2014 Parque Ecológico Central do Itaim Paulista tem programação para público de todas as idades Aberto à comunidade desde novembro do ano passado, o Parque Central Ecológico do Itaim Paulista tem recebido em torno de 70 a 100 frequentado-res por dia, durante a semana, dobrando o número nos finais de semana e feriados. A área de lazer é uma reivin-dicação antiga dos moradores da região e através do fórum de meio ambiente do Itaim Paulis-ta, no dia 20 de novembro de 2013, foi aberto à comunidade. Em 2006, a antiga Chácara das Jabuticabas foi instituída como parque pela prefeitura de São Paulo para preservação da Mata Atlântica existente no local. A área possui cerca de 34 mil metros quadrados. O par- VENDAS DE: Aceitamos todos os cartões LOJA: Rua Prof. Carlos de Assis Figueiredo, 44 - Itaim Paulista Tel.: 2569-3855 | vendas@zummusic.com.br | zumitaim2011@hotmail.com ESCOLA: Rua Monte Camberela, 520 - Itaim Paulista Bateria Percurssão Pedais Afinadores Correias Encordoamentos Amplificadores Mesas e Mixers Periféricos Baixo Cavaco Guitarra Viola de Arco Viola Violino violão Teclado Acordeon Sopro Flauta Transversal Flauta Doce Sax Alto Sax Reto Clarinete Trompete e muito mais Aulas de música O prefeito de São Pau-lo, Fernando Haddad, já tinha anunciado no edital da PPP (Parceria Público- -Privada) que a iluminação pública seria substituída por lâmpadas de vapor de sódio por iluminação em LED. Na quarta-feira (30), o bairro Jardim Olga no Itaim Paulista já tiveram suas lâmpadas substituídas. O Jornal Folha do Itaim & Curuçá conversou com especialistas para identifi-car os prós da nova tecno- Exame digitalizado que diagnostica o câncer de mama está disponível para a popula-ção no Mais Mulher – Centro Especializado na Saúde da Mulher A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos está oferecendo à população, de forma gratui-ta, mamografia digitalizada. O serviço está disponível no Mais Mulher – Centro Especializado na Saúde da Mulher, que fun-ciona no cruzamento das ruas Marechal Candido Rondon e América, no Sítio Paredão. Os atendimentos tiveram início na última semana. A expectativa do governo do prefeito Acir Filló é acolher, num primeiro mo-mento, a demanda reprimida existente no município. O atendimento para as análises digitalizadas que de-tectam alterações no tecido mamário, inclusive, o câncer de mama, está sendo feito no Mais Mulher, a partir de enca-minhamento feitos pelas 13 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) de Ferraz, conforme detalha a secretária-adjunta de Saúde, a advogada Tânia Mara Porfírio Faria Silva Santos: “Todos os acolhimentos feitos no Mais Mulher funcionam SUB PREF. DO ITAIM PAULISTA Av. Marechal Tito, 3012 Itaim Paulista-SP BANCA DO VALDO Av. Marechal Tito, 4800 Itaim Paulista-SP BANCA PRAÇA SILVA TELES Pç Silva Teles, s/n Itaim Paulista-SP SEBO PAPEL & CANETA R. Pedro Soares Andrade, 221 São Miguel-SP www.papelcaneta. com.br BANCA KM 28 Av. Marechal Tito, 5868 Itaim Paulista-SP Mamografia digital já está funcionando em Ferraz oferece, a paciente, então, é encaminhada para o local. Com a mamografia digital é a mesma coisa. Aquelas mulheres que precisam deste tipo de análise são encaminhadas”, comple-menta a gestora. Tânia explica que, até en-tão, o exame oferecido na rede básica de saúde de Ferraz era analógico. Agora, com o tipo digital, o procedimento é reali-zado por meio de um aparelho denominado cassete. A máqui-na é dotada de um chip de me-mória embutido capaz de captar e armazenar dados em seu terminal de identificação com mais precisão e resolutividade: “A identificação é feita por meio de radiação, a exemplo do método analógico. Porém, agora, contamos com o auxílio de uma antena na parte interna do cassete, que permite, entre outros benefícios, que os dados do paciente e das imagens fi-quem vinculados desde o início do procedimento, que é eletrô-nico. Graças a uma combina-ção única de funcionalidades, os cassetes oferecem maior sensibilidade e definição. Com essa tecnologia, temos imagens e diagnósticos mais precisos”, observa. Bairros do Itaim Paulista ganha iluminação em LE D logia. Entre as diferenças, está o menor consumo de energia e a maior capaci-dade de iluminação. Para a moradora Fátima Costa, 60 anos, a troca das lâmpadas veio em um momento de grande neces-sidade, “à noite aqui estava ficando perigoso sair de casa, porque as luzes já não davam tanta claridade e com isto, o medo dos assaltos aumentava, porém com as novas lâmpadas isto trará mais segurança”, comemora ela. desta forma, ou seja, primeiro a paciente precisa passar pelo posto de saúde. Se na unidade o médico perceber que é ne-cessário atendimento e exames específicos que o Mais Mulher BANCA KM 28 Av. Marechal Tito, 5868 Itaim Paulista-SP BANCA MARECHAL 4400 Av. Marechal Tito, 4400 Itaim Paulista-SP BANCA NAGUMO Pç Francisco Pereira, 80 Vl Curuçá-SP REVISTARIA CAVOA Av. Cavoá, 425 Vl. Curuçá-SP que fica localizado no coração do bairro e tem acesso pelas ruas: Antonio João de Medeiros onde está a casa da administra-ção, ou pela rua Alfredo Moreira Pinto. Em entrevista ao jornal Folha do Itaim & Curuçá, a costureira Lurdes Silva, 49 anos, relata que foi uma das que participou da reivindica-ção pelo parque. “Estou me sentindo feliz com a abertura do parque, sabemos que tem muita coisa ainda para fazer, porém já estamos vendo as melhoras a cada dia. Sempre que posso trago meu netinho aqui para curtir um lazer. Isto é mais uma conquista do povo do Itaim”. O agente de apoio de Ama-rildo Vieira de Oliveira diz que trabalhar no Parque Central do Itaim Paulista tem sido uma grande oportunidade, “ver o trabalho crescer aqui no parque tem sido uma grande realiza-ção, temos vários projetos de cultura, lazer e recreação para toda a comunidade”. No parque já são realiza-das caminhadas, piqueniques, exercícios físicos ao ar livre, incentivo da leitura, jogos e diversas outras atividades culturais. Serviço: Endereço: Parque Central do Itaim tem duas portarias, o morador poderá acessar pela Rua Antonio João de Medeiros ou pela Rua Alfredo Moreira Pinto. Horário: Das 8 horas às 17 horas, todos os dias
  4. 4. Política 1ª QUINZENA DE NOVEMBRO de 2014 Você meu caro leitor já deve ter ouvido falar dessa discussão sobre as urnas eletrônicas, muita coisa foi dita e le-vantada, mas uma coisa é certa não tem como se fazer uma recontagem de votos se a urna de fato foi fraudada. Uma coisa que me deixa bem ressabiado com essa urna é que países como Estados Unidos, viram de per-to essa tecnologia de “ponta” que é vendida ao povo brasileiro, e não quiseram aderir a ela. Uma coisa simples como a impressão dos votos, a conferencia desses votos pelos eleitores e colocados em uma urna já resolveria o problema de uma possível suspei-ta de fraude, e tornaria possível recontagem do votos. Mas por que o TSE e tão relutante em aceitar uma medida tão simples assim? Uma outra coisa tam- Pobres subprefeituras Pela primeira vez, dados oficiais apontam que miséria parou de cair Sem fazer alarde, o go-verno Dilma Rousseff já apurou os primeiros dados oficiais que mostram a in-terrupção do processo de redução da miséria. Segundo cálculos do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, liga-do ao Palácio do Planalto), o número de indigentes do país cresceu de 10,08 mi-lhões, em 2012, para 10,45 milhões no ano passado. Trata-se de um aumento de 3,7%, que não chega a ser expressivo. No entanto, é o primeiro desde os 10% de 2003. A queda aguda da ex-trema pobreza nos anos seguintes é o resultado mais celebrado pela propa-ganda petista. A prostração da economia ameaça inter-romper essa trajetória, a despeito da expansão dos programas sociais. Os números ainda não foram anunciados publica-mente, mas já aparecem no Ipeadata, o banco de dados do instituto, que foi atualizado em 30 de ou-tubro. O governo vem se-gurando a divulgação dos cálculos desde as eleições. A imprensa já havia noticiado que um estudo independente mostrava a estabilidade da misé-ria. O Ipea, que todos os anos apura os resultados com base em pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), alegou estar retardando os resultados em respeito à legislação eleitoral. Não está claro, ainda, que restrição legal haveria para a divulgação. Nas eleições de 2010, o ins-tituto publicou os dados -então favoráveis- em 5 de outubro, pouco depois do 1º turno. A postergação provo-cou uma crise interna no Ipea. O diretor da área de estudos em políticas so-ciais colocou seu cargo à disposição. Nos números do Ipe-adata, são considerados miseráveis os que não têm renda suficiente para uma cesta mínima de alimentos, conforme valores regio-nais. Falta ainda calcular a a extrema pobreza com base na linha oficial de R$ 77 mensais por pessoa, adotada no Bolsa Família. As informações são do site folha de São Paulo. O Brasil e suas urnas fantasticas! bém tem que ficar bem clara, o PSDB pediu que houvesse uma auditoria nas urnas, já rejeitada TSE, mas porque ne-gar uma auditoria se as urnas são tão seguras quanto eles afirmam, uma investigação bem feita só faria aumentar a confiança de quem já confia, e seria uma ótima prova para as pessoas que desconfiam no sis-tema dessas urnas como eu. Muita gente anda fa-lando que isso é uma teoria da conspiração ou choro de perdedor. Pois eu aceito o resulta-do dessas eleições, só não quero que continue assim para as próximas, gostaria de mais transpa-rência e seriedade com meu voto. E ao TSE não basta vocês afirmarem que a urna e segura que-remos ver prova disso Beto Marques Bareira Marqueteiro ademyrrodrigues - julho de 2014 A proposta de descen-tralização administrativa, com consequente fortaleci-mento das subprefeituras, rendeu durante a campa-nha de Fernando Haddad à Prefeitura, bons espaços na mídia, em particular em jornais de bairro. Em pleno exercício de seu mandato, o prefeito chegou a reunir, em 2013, a imprensa regional para uma entrevista coletiva, momento em que garan-tiu que na sua gestão, as subprefeituras seriam fortalecidas, a começar por um modo particular de apoderamento popular, que se daria a partir da atuação dos Conselhos Participativos (eleitos em dezembro). Passados 22 meses de gestão Haddad o que se vê na cidade real é o enfra-quecimento das subprefei-turas. Sinal claro disso está na proposta orçamentária para 2015, onde no seg-mento das Subprefeituras observa-se uma diminuição dos valores destinados às 32 unidades administrati-vas da nossa cidade. Em 2014 a dotação orçamentária destinadas às subprefeituras foi de R$ 1, 2 bilhão, sendo R$ 998 milhões destinados a despesas correntes (folha de pagamento, contratos de zeladoria) e R$ 270,8 milhões correspondentes a despesas de capital, ou seja a investimentos a car-go dos subprefeitos. Já para 2015, o orça-mento proposto para as 32 subprefeituras sofre uma redução de 8,1%, caindo para R$ 1,1 bi-lhão. Desse total, R$ 1,05 bilhão são direcionados a despesas correntes (+ 5,6% em relação a 2014), lembrando que somente com folha de pagamento, as subprefeituras, em me-dia, consomem 43% de suas respectivas dotações. Sobram R$ 112 milhões a título de investimento, uma acentuada queda de 58,5% em comparação ao orça-mento do ano passado. Na média, cada subprefeito teria à disposição apenas R$ 3,5 milhões para in-vestir em novas obras de alcance local. Ou seja, nos bairros, onde vida cotidiana acontece, as demandas por melhorias tendem a não ser atendidas. Caberá ao plenário da Câmara rever esse verda-deiro desastre de proposta que aumenta valores para custeio de pessoal e dimi-nuiu verbas para obras nos bairros. O prefeito Fernando Ha-ddad precisa ser lembra-do que, numa cidade tão complexa como São Paulo, está nas subprefeituras a possibilidade de resolver com mais eficiência os problemas de cada região. Andrea Matarazzo é verea-dor de São Paulo pelo PSDB
  5. 5. 1ª QUINZENA DE NOVEMBRO de 2014 Cotidiano Moda no CEU leva eventos da São Paulo Fashion Week Família unida! Dicas de como não deixar o cuidado Com pequenos ajustes na rotina, pais e mães po-dem dar exemplos positivos às crianças A chegada dos filhos é uma alegria imensa na vida de uma família, mas é inegável dizer que, por conta deles, a rotina do ca-sal se modifica, e é preciso fazer alguns ajustes. Dá um trabalho imenso educar as crianças, se dedicar a elas, trabalhar e olhar a casa, então confira aqui algumas dicas poderosas de como dar conta de tudo e ser bem-sucedido em todas as tarefas — inclusive no ca-samento! Mais do que qualquer coisa, filhos precisam de um ambiente saudável den-tro de casa. Para crescer Organizar-se e tentar resolver tudo com antece-dência evita imprevistos Ao contrário do que acon-tecia há alguns anos, fazer intercâmbio é um sonho possível de ser realizado. O grande problema é que da decisão até a realização do sonho existem algumas providências que precisam ser tomadas. Se você está no grupo de pessoas que tem esse projeto como obje-tivo de vida, descubra o que é necessário para realizar essa meta. O passaporte é um docu-mento indispensável a todos aqueles que desejem não só morar, mas conhecer terras estrangeiras. Você deverá fazer um pré-cadastro no site da Polícia Federal e comparecer no dia agenda-do ao local escolhido, por-tando os documentos solici-tados e com o comprovante de pagamento da taxa de R$ 156,07. Caso seu destino com os filhos esfriar a relação do casal com maturidade e sendo feliz, uma criança precisa de amor e segurança, e isso começa pelos pais, que são verdadeiros modelos para os filhos. O que eles virem agora, durante a infância, é o que reproduzirão quando crescerem e forem ter seus próprios relacionamentos. Ter uma rotina, com ho-rários e tarefas organizadas, pode parecer algo chato, mas é essencial na vida de uma família. Crianças preci-sam de regras, e, sem elas, acabam rebeldes e infelizes. Fora que a falta de orga-nização pode acabar com os momentos de lazer, não só para os pequenos, mas também para o pai e a mãe. Cuidem das crianças, mas cuidem também um do outro, como um casal. Dividam as tarefas, tanto de casa, quanto da criação dos filhos, e se mostrem sempre disponíveis e companheiros um ao outro. Muitas vezes, especial-mente quando os filhos ain-da são pequenos, pode bater um desespero porque a carga parece imensa — afinal, educar crianças dá trabalho, sim, e muito! A exigência de tempo e de-dicação é imensa, então é natural que vez ou outra bata um esgotamento físico e emocional. Por isso, man-tenha em mente que esse tempo difícil vai passar, e que é possível que você até mesmo sinta falta dele. Para manter o respeito e a intimidade do casal é preciso manter sempre um bom canal de diálogo. Diga sempre o que você está pen-sando e o que deseja, com respeito pela outra parte. Falem sempre abertamente e com carinho sobre suas expectativas anseios e tudo que esperam da criação dos filhos. Sejam dedicados à fa-mília em todos os detalhes, tanto com os filhos, quanto com seu marido ou mulher. Cuidem de não criticarem as atitudes um do outro, e de fazer muito mais elogios do que observações negativas sobre a conduta de cada um como pai ou mãe. Ofereçam um ao outro ajuda com as crianças, e façam surpre-sas divertidas sempre que possível. Passaporte? Visto? Saiba o que é necessário para ter um intercâmbio inesquecível seja algum país pertencente ao Mercosul, o passaporte não é necessário, seu RG é aceito como documento de identificação. É possível permanecer até 90 dias nos 27 países pertencentes a União Euro-peia, e também na Croácia, Islândia, Noruega, Suíça ou Rússia sem a necessida-de de visto. Graças a um acordo, brasileiros podem circular por esses países pelo período, apenas com o visto de turista, concedido assim que a pessoa chega ao destino. Para alguns paí-ses como os Estados Unidos e Canadá, por exemplo, diversas exigências devem ser cumpridas para que o interessado consiga entrar no país, mesmo como turis-ta. Não deixe para a última hora, pois nesses casos, sem essa autorização é impossível permanecer no destino escolhido legalmen-te. Fora os custos envolvi-dos, existem casos em que o trâmite chega a durar três meses. O ideal é se ante-cipar, para escolher outro lugar, no caso de ter o visto negado para sua primeira opção de destino. Informar-se sobre os há-bitos do país no qual pre-tende estudar ameniza o choque cultural que você sentirá ao desembarcar em seu destino. Livros e a inter-net são excelentes aliados nessa tarefa. É importante abrir sua cabeça e lembrar que você deve respeitar os costumes locais, e não questioná-los ou fazer com-parações agressivas. Enten-der como a vida acontece em países diferentes do seu é uma das partes mais enri-quecedoras do intercâmbio. Caso você não se sinta seguro para decidir pontos fundamentais de seu inter-câmbio, como companhia aérea por qual viajará, es-cola na qual vai estudar e onde irá morar, vale a pena contratar uma agên-cia especializada. Busque indicações de amigos e use a internet a seu favor para procurar possíveis reclama-ções a respeito de serviços oferecidos que não foram cumpridos ou ainda golpes. Muita atenção, não é só seu dinheiro que está em jogo, mas a realização de um so-nho. Todo cuidado é pouco! Sinta-se privilegiado se conseguir manter a calma nos dias que antecede-rem a viagem e logo que desembarcar no país de destino. É muito comum sentir uma mistura de sen-timentos tomando conta de você nesse período: medo, alegria, saudade, satisfação e insegurança são só alguns deles. Não permita que o estresse te impeça de curtir esse momento único e que, certamente, mudará sua vida para melhor! Vamos fazer as malas? A programação do principal evento de moda da América Latina chega a quatro Centros Edu-cacionais Unificados (CEUs) da capital. Uma parceria entre a São Paulo Fashion Week e a Prefeitura leva desfile, palestras, workshops, filme e exposição para bairros da periferia da cidade. O prefeito Fer-nando Haddad acompa-nhou nesta quinta-feira (6) desfile e conversa com o estilista Alexandre Herchcovitch no CEU Vila Curuçá, zona leste. Foto: Fabio Arantes/ SECOM para bairros da Zona Leste
  6. 6. 1ª QUINZENA DE NOVEMBRO de 2014 Variedades Oficina Cultural completa 25 anos com shows em Itaquera Reabertura da nova sede da Oficina Cultural Alfredo Volpi acontece no dia 8 de novembro com show da banda Mustache & Os Apaches, espetáculo infantil, intervenções de rua e outras atrações gratuitas; inscrições seguem abertas para atividades do trimestre Completando 25 anos de atuação na região, a Oficina Cultural Alfredo Volpi– uni-dade da Secretaria da Cul-tura do Governo do Estado de São Paulo, gerenciada pela POIESIS Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura – abre oficial-mente sua nova sede no dia 8 de novembro. Na pro-gramação, show da banda Mustache & Os Apaches, intervenção de grafite e caricatura, entre outras atra-ções gratuitas para todas as idades. O novo endereço da unidade é a Rua Américo Salvador Novelli, 416, em Itaquera. As inscrições de-vem ser feitas no local. A programação musical abre com o hip hop da MC Amanda Negrasim, às11h. A integrante do grupo Miscível apresentará seu repertório na área externa da nova sede da Oficina Cultural Alfredo Volpi. Amanda Ne-grasim também participa do projeto Hip Hop Mulher no show MIXTURAD@S, do projeto O Ilícito do rapper Falar outro idioma sem ir à escola exige dedicação Preparamos dez dicas essenciais para as pessoas que querem aprender in-glês sem sair de casa. Veja a seguir dez delas. 1 — Dedicação é es-sencial. Reserve de 15 a 20 minutos por dia para se dedicar ao inglês, incluindo os fins de semana; 2 — Ouvir músicas em inglês, mesmo nos momen-tos de lazer, pode ajudar muito a se familiarizar com a língua; 3 — Na hora de esco-lher o repertório do MP3, prefira aquelas canções das quais você gosta e os artistas com os quais se identifica; 4 — Se você estuda em alguma escola de inglês particular, mas quer com-plementar o aprendizado em casa, faça as lições e vá se adiantando no livro, mesmo que o professor ainda não tenha pedido. Isso irá ajudá-lo nas aulas; 5 — Quem é que não gosta de ler fofoquinhas sobre a vida das celebri-dades de vez em quando? Gaspar (Z’Áfrika Brasil) e de projetos de formação (oficina de rima). Entre 11h e 16h o grafiteiro e artista plástico Renato Ursine re-aliza umaintervenção de grafite nas laterais das ram-pas da fachada da nova sede da unidade, baseado em releituras das obras de Alfredo Volpi. A partir do meio-dia, o músico e artista visual Silvio Ribeiro faz uma intervenção musical com Cotidiáfono (instrumento musical per-cussivo) na área externa da Oficina Cultural. Em segui-da, Ribeiro se reúne com os músicos daCia. Porto de Lu-anda para uma performance musical dentro da unidade. Às14h, a Companhia volta para apresentar um reper-tório de sambas paulistas. Com sede atual em Itaque-ra, a Cia. Porto de Luanda foi criada há 11 anos a partir de oficinas de maracatu do baque virado realizadas por Silvio Ribeiro. O Ateliê Aberto de Gra-vura inicia os trabalhos também ao meio-dia, sob coordenação de Flavia Yue, artista plástica e professora de Artes visuais. Neste en-contro os participantes são convidados a contribuir na construção de um peque-no álbum, com formato de 20 x 20 cm, com imagens feitas na hora, a partir de orientação prática para a realização de xilogravura e monotipia, técnicas de im-pressão gráfica. Em ateliê aberto, a produção prevê gravação, impressão ma-nual e impressão por meio de prensa. Interessados a partir de 15 anos podem se inscrever no local. No mesmo horário acon-tece a abertura da expo-sição “Étre au Soleil”. A mostra reunirá registros fotográficos feitos pela pro-fessora de teatro e diretora do 42 Coletivo Teatral, Erika Bodstein, ao longo das ofi-cinas realizadas na Oficina Cultural Oswald de Andrade em 2013, com membros da trupe francesa Théatrê du Soleil, como Juliana Carneiro da Cunha, Eve Doe Bruce, Jean-Jacques Lemêtre e Fabiana de Mello e Souza. A artista plástica, figurinista e pesquisadora do 42 Coletivo de Teatro, Paula Baraldi, assina a cenografia da exposição. Entre 12h30 e 15h30, o ilus-trador e caricaturista Clóvis Suematsu criará, ao vivo, as caricaturas dos convidados, com projeção em tempo real dos trabalhos. A banda Mustache & os Apaches toca entre 13h e 13h30 e entre 15h e15h30 na unidade. A banda reúne cinco músicos inspirados pelas Jug Bands norte ame-ricanas e pelos espetáculos do Circo Vaudeville, os gaúchos Pedro Pastoriz (Voz, Violão e Banjo), To-más Oliveira (Contrabaixo e voz), Axel Flag (Voz e percussão), Jack Rubens (Bandolim); e por Lumineiro, de Belo Horizonte, que toca o original Washboard (uma antiga tábua de lavar rou-pa). Os músicos iniciaram o projeto com apresenta-ções nas ruas paulistanas, e logo se destacaram por transformar qualquer lugar da cidade em um espaço para shows. E, especialmente para a criançada, às 15h30, acontece o espetáculo OS ARTISTAS. A peça ence-nada pela Cia. Cênica Nau de Ícaros conta a história de dois ajudantes de um suposto “Grande Circo” ocupam o espaço para montagem de um pica-deiro. Chegada a hora do início do espetáculo, os dois percebem que faltam os artistas! Os serventes então assumem as atrapa-lhadas personalidades de Pão de Queijo e Maionese guiando o espetáculo. O público é convidado a par-ticipar da empreitada que mescla números musicais, acrobacia, ventriloquismo e malabarismo. A direção é de Marco Vettore. Confira a programação completa oferecida pela unidade neste trimestre no sitewww.oficinasculturais. org.br. As inscrições da nova programação devem ser feitas no novo endereço da Oficina Cultural, na Rua Américo Salvador Novelli, 416, em Itaquera. Aprenda inglês sem sair de casa Aproveite para acessar os sites em inglês que se dedicam ao tema; 6 — Procure exercitar sempre, mesmo que men-talmente, a tradução das frases do português para o inglês; 7 — Veja filmes, progra-mas de TV e seriados de que você gosta acionando a tecla SAP. Quando não for possível tirar a legenda, prenda um papel na tela para tampá-la; 8 — Quando não en-tender a pronúncia de uma palavra, ouça-a várias e várias vezes. Se mesmo assim continuar não enten-dendo, a repetição deverá pelo menos ajudá-lo a ter uma boa noção do assunto; 9 — Redes sociais como Twitter e Facebook e até o MSN podem ajudar quem quer estudar inglês sozinho. Escreva frases, mande mensagens e tente conversar com os seus amigos em inglês; 10 — Vale lembrar que o convívio com o inglês diário faz com que o ouvido fique bem mais esperto com o som das palavras. Treine!
  7. 7. 1ª QUINZENA DE NOVEMBRO de 2014 Mulher Para economizar, por não gostar de salões de be-leza ou por pura ousadia, muitas mulheres cortam os próprios cabelos. Cabe-leireiros não recomendam, mas dão dicas preciosas. Na hora de testar um novo corte ou apenas se livrar das pontas ressecadas, o mais comum é ligar para o salão e marcar um horário. Mas não são todas as mu-lheres que fazem isso. Em busca de ter mais controle sobre o estilo dos cabelos, por não gostar do clima dos salões ou para economi-zar, muitas delas preferem cortar os próprios cabelos sozinhas. Segundo a estilista, o cabelo comprido facilita no “autocorte”, mas o ver-dadeiro incentivo para ter abandonado os salões no último ano foi o preço alto. É mais uma tentativa de manter o corte. O último que fiz custou R$ 115 a seco, então acho que foi o que me encorajou a dar uma abandonada. E tenho uma franja curta que preci-sa de corte constante, não estou com R$ 20, R$ 30 só pra aparar a franja não. É a franja curta a parte mais arriscada nos “autocortes”, mas nada que Fernanda não consiga lidar. “Às ve-zes fico com um lado mais curto que o outro. Mas tudo bem também né... finjo que é a proposta, nos dias que estou segura, diz a estilista, que costuma ser comedida nos cortes. Nunca cometi nenhum desastre que não pudesse esconder com um turbante ou um elástico de Mais seca, pele negra requer cuidados durante a depilação Ritual de beleza que merece receber uma aten-ção especial do público feminino para não causar irritações e nem deixar manchas e pelos encrava-dos na pele, a depilação exige ainda mais cuidado quando realizada em cútis negras devido à sua maior concentração de melanina - pigmento responsável por conferir cor ao tecido cutâneo - e sensibilidade e ao seu alto nível de res-secamento. Por essa razão, é fun-damental ter mais cuidado com a temperatura da cera utilizada no momento de remoção dos fios para que não haja uma descamação excessiva da pele e, conse-quentemente, variações de tom na área tratada. Além disso, quando feita com lâ-mina, a depilação deve ser efetuada somente depois de proteger a região com uma camada bem genero-sa de sabonete, além de sempre utilizar aparelhos novos que não provoquem irritações ou lesões super-ficiais na derme. Para ambos os casos, no entanto, a retirada dos pelos tem de ser realizada em um único sentido para evitar que eles encravem. O hábito, juntamente com uma esfoliação durante o processo de depilação, ajuda a diminuir a proba-bilidade de uma foliculite. Bastante aplicado em dermes mais claras, o la-ser, por sua vez, ainda não oferece 100% de se-gurança para as mulheres negras. Por isso, a melhor opção para as peles pig-mentadas continua sendo as ceras depilatórias que dilatam os poros, retirando o fio com maior facilidade, evitando que ele venha a encravar em grande quan-tidade e proporcionando um resultado duradouro e satisfatório. Nas áreas mais sensí-veis do corpo, como virilhas e axilas, o ideal é usar a cera quente de algas. Já nas pernas, a cera roll on é a mais indicada. Antes e depois da depilação Apesar de os cuidados serem necessários durante a remoção dos pelos do corpo, dedicar um mo-mento de atenção antes e depois da depilação é indispensável para garantir a saúde e beleza da pele negra. Antes do processo, a dica é higienizar muito bem a região para retirar qualquer vestígio de cre-me hidratante, filtro solar ou desodorantes, mesmo aqueles que não conte-nham álcool, para não haver risco de reação. Já depois da retirada dos fios, a recomendação é investir numa loção calmante, de preferência feita à base de hamamelis, para que a pele se recomponha. Tam-bém é interessante contro-lar o uso de desodorantes e perfumes na região das axilas. O certo é fazer uso desses cosméticos so-mente depois de 12 horas, ressalta a especialista. Cortar os cabelos em casa: boa solução ou negócio arriscado? cabelo. Opinião profissional Cabeleireiro não re-comenda que se corte o cabelo em casa. É muito mais simples e seguro procurar um profissional, principalmente se você gosta de estilo e sofistica-ção. Mesmo assim, ele dá algumas recomendações para quem quer cortar os cabelos sozinha. Para um repicado sutil, separe o cabelo em duas partes, da frente e de trás. Coloque a parte da frente para cima e corte reto, lembrando de cortar o menos possível. Para finalizar, é só pegar toda a parte de trás, levar para cima e cortar reto, no mesmo procedimento da parte de cima. Para o com-primento, recomendamos colocar todo o cabelo para frente e aparar. Medindo na altura dos seios ou abaixo dos seios, assim teremos uma base mais sólida. Na hora da franja, a dica é sempre ser moderado na hora de cortar. Se você errar a franja, você erra o corte inteiro. Para as franjas abaixo da altura do nariz, é possível consertar caso o corte dê errado. Já para as mais curtas, a úni-ca solução é esperar cres-cer. Lembrando que cortar cabelo sempre é difícil, até mesmo para o cabeleireiro, por causa da diversidade de cabelos. Então o corte de cabelo não se resume apenas em um tipo de corte e sim na proposta do corte, considerando o volume e a textura.
  8. 8. 1ª QUINZENA DE NOVEMBRO de 2014 Giro dos Famosos

×