Aula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   Slide
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide

on

  • 22,106 visualizações

Aula de gestao governamental

Aula de gestao governamental

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
22,106
Visualizações no SlideShare
22,011
Visualizações incorporadas
95

Actions

Curtidas
2
Downloads
420
Comentários
1

2 Incorporações 95

http://www.slideshare.net 94
https://www.linkedin.com 1

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
  • Jogando.net 20
    o MELHOR SERVIDOR DE MU ONLINE DO BRASIL! Season 6 Ep. 3
    em todos os Servers. Sendo 7 servers diferenciados proporcionando sua diversão.
    Conheça também o site de Animes Cloud: www.animescloud.com ,mais de 20.000 videos online. ENTRE JÁ NO SITE : www.jogando.net/mu/ >> CADASTRE-SE E GANHE 5 DIAS DE VIP 1ª Mega Maratona Jogando.net ~> MAIS DE 30 DIAS DE EVENTOS .
    Curta nossa página no Facebook : www.facebook.com/pages/jogandonet/3710275296185
    By: talula
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

Aula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   Slide Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide Presentation Transcript

  • Gestão Ambiental e Responsabilidade Social [email_address] AULA 1 RODRIGO BERTE
  • Políticas Públicas, Análises e Desenvolvimento de AIA, EIA/RIMA, RAS na Gestão Ambiental e a responsabilidade social POLÍTICAS PÚBLICAS AMBIENTAIS GESTÃO PÚBLICA DO MEIO AMBIENTE
    • Extensão florestal;
    • Gestão integrada de áreas protegidas;
    • Manejo sustentável da fauna
    • e da flora;
    • Uso sustentável de recursos
    • pesqueiros;
    • Amazônia sustentável;
    View slide
    • Qualidade ambiental;
    • Educação Ambiental
    • Gestão integrada de resíduos sólidos
    • /Urbano e de saúde;
    • Gestão Ambiental na Administração
    • Hospitalar.
    View slide
    • Contextualização histórica;
    • União – Ministério do Meio
    • Ambiente;
    • IBAMA;
    • Secretaria Nacional do Meio
    • Ambiente – Secretário
    • Executivo;
    Estrutura da Gestão Pública Ambiental
    • Estados – Secretaria de Estado
    • do Meio Ambiente;
    • Fundações – FEEMA – IAP – FATMA –
    • FEMA etc.;
    • Vigilância Sanitária com vistas
    • as Resoluções da ANVISA.
    Estrutura da Gestão Pública Ambiental
  • Na esfera Municipal SMMA – Secretaria Municipal do Meio Ambiente; Codema – Conselho de Defesa do Meio Ambiente; Conselho Municipal de Saúde; Vigilância Sanitária;
  • Representações dos diferentes segmentos da sociedade, entre eles: associação de moradores, Ong’s, Ing’s, associação comercial e industrial, educadores, entre outros.
  • O Codema é um órgão de discussões e determina resoluções a exemplo do Conama para a qualidade ambiental. A SMMA e o CODEMA estruturados e publicada a posse de seus membros, automaticamente fazem parte do SISNAMA – Sistema Nacional do Meio Ambiente.
    • CODEMA;
    • SEMA – Na esfera estadual;
    • Ministério Público Estadual
    • e o CAPMA –
    • Centro de Apoio
    • das Promotorias do Meio
    • Ambiente;
    A Gestão Pública Ambiental e suas afins:
    • IBAMA.
    • Descentralização através de um
    • Pacto Federativo
    • Ex...
    • NA GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL
    • Ações compartilhadas
    • de saúde e meio ambiente
  • NEA – Núcleo de Educação Ambiental; Departamento de Fiscalização Ambiental; Departamento de Licenciamento Ambiental; Departamento de Projetos e Captação de Recursos; Equipe de Logística. Gestão Pública Ambiental – equipes e setores
  • Todos os integrantes em cargos de chefia na esfera ambiental deverão ter conhecimento referente a área que irão atuar. Quando não houver, deverá propor capacitação para tal.
  • POLÍTICAS PÚBLICAS AMBIENTAIS GESTÃO PÚBLICA DO MEIO AMBIENTE BASE LEGAL AMBIENTAL
    • SISNAMA;
    • Art. 225 da Constituição Federal;
    • Lei Federal dos Crimes Ambientais;
    • Decreto Federal de aplicação
    • pecuniária;
    • Leis Estaduais;
    • Leis Municipais.
    “ Observância da base da federação”. Código Florestal Brasileiro Lei nº 4.771/65
  • POLÍTICA AMBIENTAL DUAS VISÕES ECODESENVOLVIMENTISTA ECONOMISTAS NEOCLÁSSICOS Causas de problemas ambientais Solução Principal instrumento Política ambiental Atual estilo de desenvolvimento Novo estilo de desenvolvimento Ajuste no mecanismo de preços, incorporando as externalidades. Planejamento participativo Taxa de poluição, venda de licenças para poluir. Sinônimo de política de controle da poluição. Inclui diferentes aspectos do meio ambiente, integrada com as demais políticas setoriais e com a política de desenvolvimento do País. Falha no mercado.
  • “ A importância da proteção e conservação do meio ambiente é inquestionável, principalmente quando se leva em conta o aspecto fundamental do ecodesenvolvimento que visa utilizar de forma racional e sustentável o ambiente e os recursos naturais nele contido”. IMPORTÂNCIA DA PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE
    • Gestão Ambiental e a responsabilidade social
    • Impactos das Principais Atividades Econômicas
    • SGA e análise de riscos ambientais
    Módulos :
  • Material elaborado e revisado por: Prof. Rodrigo Berté, Dr. Prof. Jean Carlos Padilha, M. Sc. Realização:
    • Passivos Ambientais
    • Aspectos e Impactos Ambientais
    • Tecnologias Ambientais
    • Tráfico de animais e Biopirataria
    Módulos:
  • Os termos conceituados e definidos nessa área do conhecimento são: Impacto Ambiental; Avaliação de Impactos Ambientais (AIA); CONCEITOS E DEFINIÇÕES DE INSTRUMENTOS AMBIENTAIS
  • Estudo de Impacto Ambiental (EIA) aí desdobrado em área de influência, diagnóstico, prognóstico, medidas mitigadoras e finalmente o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA).
  • Além destas ferramentas ambientais temos: Na esfera municipal: Anuência Ambiental Estado: Licenciamento – LP, LI e LO. Estudos Complementares.
  • Resolução 001/86 – CONAMA – considera impacto ambiental “ qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causado por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam: a saúde, a segurança e o bem-estar da população; as atividades sociais e econômicas; a biota; as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente; a qualidade dos recursos ambientais.” IMPACTO AMBIENTAL
  • “ Do ponto de vista analítico, o impacto ambiental pode ser considerado como a diferença entre as condições ambientais que existiram com a implantação de um projeto proposto e as condições ambientais que existiriam sem essa ação”. (DIEFFY, 1975 in: Moreira, 1990)
  • CONCEITO, segundo MOREIRA, 1990 – Instrumento de política ambiental, formada por um conjunto de procedimentos capaz de assegurar, desde o início do processo, que se faça um exame sistemático dos impactos ambientais de uma ação proposta (projeto, programa, plano ou política). É um instrumento da Política Nacional do Meio Ambiente, Lei Federal nº 6.938/81. AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL
  • De caráter preventivo, com a finalidade de subsidiar a decisão do órgão público como instrumento de gestão ambiental . OBJETIVOS:
  • Acompanhar e monitorar os impactos ambientais decorrentes do empreendimento/obra e os procedimentos adotados, levando em consideração a proteção do meio ambiente. OBJETIVOS:
  • Verificar a melhor alternativa locacional para a construção/obra de um empreendimento, sendo três locais que deverão ser pesquisados. OBJETIVOS:
  • “ Toda a comunidade, todo o cidadão tem acesso legal ao resultado dos estudos do AIA, podendo questionar e opinar sobre a alternativa locacional escolhida.” IMPORTANTE:
  • Atraso no Empreendimento: Podem atrasar anos, em função da morosidade, no Brasil, do processo de Licenciamento – LP, LI, LO – ausência de técnicos nos órgão;
  • Problemas Técnicos: Argumenta-se que as informações técnicas básicas são de difícil obtenção, falta pesquisa, equipe técnica entre outros;
  • Medo de conflitos com a comunidade e o Ministério Público: Mesmo após a aprovação do órgão ambiental, Ong’s e associações podem entrar com o pedido de ação civil pública, com a finalidade de contestar os dados do EIA/RIMA.
  • RAS Relatório Ambiental Simplificado PCHs Pequena Central Hidrelétrica
  • O RAS – Relatório Ambiental Simplificado, com base na Resolução nº 279/2001 do Conselho Nacional do Meio Ambiente, para a construção de uma Usina Hidrelétrica de Pequeno Porte.
  • O Relatório Ambiental Simplificado é objeto de estudos preliminares, que subsidiaram a análise ambiental, em que foram observados os aspectos físicos, com destaque a geologia, flora e fauna (mamíferos e peixes), além de estudos relativos a região.