Thomas kuhn

625 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
625
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Thomas kuhn

  1. 1. A CIÊNCIA NORMALNÃO VISA ÀSNOVIDADES DE FATOOU TEORIATHOMAS KUHN (1922-1996)
  2. 2. EM CONTEXTO ÁREA Filosofia da ciência ABORDAGEM História da ciência
  3. 3. ANTES 1543 Nicolau Copérnico publica Dasrevoluções das esferas celestes, levando auma mudança de paradigma em nossavisão sobre o sistema solar. 1934 Em A lógica da descobertacientífica, Karl Popper define a“falsificabilidade” como critério para aciência.
  4. 4. DEPOIS 1975 Paul Feyerabend escreve Contra ométodo, defendendo o “anarquismoepistemológico”. 1976 Em Proofs and refutations, Imre Lakatosune o “falsificacionismo” de Popper e a obrade Kuhn. Hoje Interpretações diversas do fenômenoquântico produzem paradigmas rivais domundo subatômico.
  5. 5. A estrutura das revoluçõescientíficas Investigação sobre momentos decisivosna história científica quanto umatentativa de explicar uma teoria sobrecom as revoluções ocorrem naciência, pelo físico e historia da ciêncianorte-americano Thomas Kuhn.
  6. 6. Mudanças de paradigma A ciência alterna períodos de“normalidade” e de “crise”.
  7. 7. Ciência normal É o processo rotineiro no qual cientistastrabalhando dentro de um sistemateórico, ou “paradigma”, acumulamresultados que não questionam as escolasteóricas desse sistema.
  8. 8. Ciência normal não visa novidades Às vezes, obviamente, resultadosanômalos ou não familiaresaparecem, mas estes são geralmenteconsiderados como erros dos cientistas –prova, de acordo Kuhn, que a ciêncianormal não visa às novidades.
  9. 9. Novos paradigmas Ao longo do tempo resultados anômalospodem se acumular até que um ponto decrise seja atingido. Após a crise uma novateoria é formulada, há uma mudança noparadigma e um novo sistema teóricosubstitui o antigo.
  10. 10. Teorias da Relatividade No fim esse sistema é admitido comocerto, e a ciência normal prossegue atéoutras anomalias surgirem. Um exemplode tal mudança foi o desmoronamentoda visão clássica de espaço e tempocom a confirmação das teorias darelatividade de Einstein.
  11. 11.  A afirmação de Copérnico de que a Terra giraao redor do Sol rompeu um paradigma nopensamento: os cientistas deixaram a crençade que o planeta está no centro do universo.

×