SlideShare uma empresa Scribd logo
FILOSOFIA 11.º ano
FILOSOFIA 11.º ano
Luís Rodrigues
Críticas a Kuhn
Críticas a Kuhn
1.Dá uma visão da ciência que afasta em certa medida a racionalidade
e o pensamento crítico que com Popper muitos lhe atribuem.
2.Exceto em períodos de ciência normal, não parece haver
fundamento, dada a incomensurabilidade dos paradigmas, para falar
de progresso científico. Um paradigma não é objetivamente superior
a nenhum outro.
FILOSOFIA 11.º ano
Thomas Kuhn e a evolução da ciência
3.A ideia de que os cientistas não estão especialmente
comprometidos com a descoberta da verdade mas com a manutenção
de uma dada forma de ver o mundo parece desafiar a convicção de
que a verdade é a meta ideal da atividade científica.
FILOSOFIA 11.º ano
Thomas Kuhn e a evolução da ciência
Críticas a Kuhn
4. A ideia de verdade objetiva é posta em causa porque se só podemos
avaliar um paradigma usando os meios que este fornece há tantas
verdades quantos os paradigmas (quantas as formas que, ao longo da
história da ciência, tiveram de ver o mundo).
A acusação de relativismo é uma das mais frequentes de que Kuhn é
alvo.
FILOSOFIA 11.º ano
Thomas Kuhn e a evolução da ciência
Críticas a Kuhn

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Popper – o problema da demarcação
Popper – o problema da demarcaçãoPopper – o problema da demarcação
Popper – o problema da demarcação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Teorias Explicativas do Conhecimento - Hume
Teorias Explicativas do Conhecimento - HumeTeorias Explicativas do Conhecimento - Hume
Teorias Explicativas do Conhecimento - Hume
Jorge Barbosa
 
Hume causalidade
Hume causalidadeHume causalidade
Hume causalidade
celio correa
 
Conhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - KuhnConhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - Kuhn
Jorge Barbosa
 
A escolha entre paradigmas
A escolha entre paradigmasA escolha entre paradigmas
A escolha entre paradigmas
Luis De Sousa Rodrigues
 
Método indutivo - Filosofia
Método indutivo - FilosofiaMétodo indutivo - Filosofia
Método indutivo - Filosofia
Ryan Gabriel Senaa
 
Objeções_falsificacionismo
Objeções_falsificacionismoObjeções_falsificacionismo
Objeções_falsificacionismo
Isabel Moura
 
David hume e a critica à causalidade
David hume e a critica à causalidadeDavid hume e a critica à causalidade
David hume e a critica à causalidade
Francis Mary Rosa
 
O indutivismo
O indutivismoO indutivismo
As relações de ideias
As relações de ideiasAs relações de ideias
As relações de ideias
Luis De Sousa Rodrigues
 
Hume
HumeHume
Trabalho teoria do conhecimento
Trabalho teoria do conhecimentoTrabalho teoria do conhecimento
Trabalho teoria do conhecimento
João Bastos
 
Objectividade científica e racionalidade científica
Objectividade científica e racionalidade científicaObjectividade científica e racionalidade científica
Objectividade científica e racionalidade científica
AMLDRP
 
DESCARTES 11ANO
DESCARTES 11ANODESCARTES 11ANO
DESCARTES 11ANO
Beatriz Cruz
 
O hábito e a ideia de conexão necessária
O hábito e a ideia de conexão necessáriaO hábito e a ideia de conexão necessária
O hábito e a ideia de conexão necessária
Luis De Sousa Rodrigues
 
11º b final
11º b   final11º b   final
11º b final
j_sdias
 
A definição tradicional de conhecimento
A definição tradicional de conhecimentoA definição tradicional de conhecimento
A definição tradicional de conhecimento
Luis De Sousa Rodrigues
 
O conhecimento do mundo a uniformidade da natureza
O conhecimento do mundo   a uniformidade da naturezaO conhecimento do mundo   a uniformidade da natureza
O conhecimento do mundo a uniformidade da natureza
Luis De Sousa Rodrigues
 
O ceticismo de hume
O ceticismo de humeO ceticismo de hume
O ceticismo de hume
Luis De Sousa Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Popper contra o indutivismo
Popper contra o indutivismoPopper contra o indutivismo
Popper contra o indutivismo
 
Popper – o problema da demarcação
Popper – o problema da demarcaçãoPopper – o problema da demarcação
Popper – o problema da demarcação
 
Teorias Explicativas do Conhecimento - Hume
Teorias Explicativas do Conhecimento - HumeTeorias Explicativas do Conhecimento - Hume
Teorias Explicativas do Conhecimento - Hume
 
Hume causalidade
Hume causalidadeHume causalidade
Hume causalidade
 
Conhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - KuhnConhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - Kuhn
 
A escolha entre paradigmas
A escolha entre paradigmasA escolha entre paradigmas
A escolha entre paradigmas
 
Método indutivo - Filosofia
Método indutivo - FilosofiaMétodo indutivo - Filosofia
Método indutivo - Filosofia
 
Objeções_falsificacionismo
Objeções_falsificacionismoObjeções_falsificacionismo
Objeções_falsificacionismo
 
David hume e a critica à causalidade
David hume e a critica à causalidadeDavid hume e a critica à causalidade
David hume e a critica à causalidade
 
O indutivismo
O indutivismoO indutivismo
O indutivismo
 
As relações de ideias
As relações de ideiasAs relações de ideias
As relações de ideias
 
Hume
HumeHume
Hume
 
Trabalho teoria do conhecimento
Trabalho teoria do conhecimentoTrabalho teoria do conhecimento
Trabalho teoria do conhecimento
 
Objectividade científica e racionalidade científica
Objectividade científica e racionalidade científicaObjectividade científica e racionalidade científica
Objectividade científica e racionalidade científica
 
DESCARTES 11ANO
DESCARTES 11ANODESCARTES 11ANO
DESCARTES 11ANO
 
O hábito e a ideia de conexão necessária
O hábito e a ideia de conexão necessáriaO hábito e a ideia de conexão necessária
O hábito e a ideia de conexão necessária
 
11º b final
11º b   final11º b   final
11º b final
 
A definição tradicional de conhecimento
A definição tradicional de conhecimentoA definição tradicional de conhecimento
A definição tradicional de conhecimento
 
O conhecimento do mundo a uniformidade da natureza
O conhecimento do mundo   a uniformidade da naturezaO conhecimento do mundo   a uniformidade da natureza
O conhecimento do mundo a uniformidade da natureza
 
O ceticismo de hume
O ceticismo de humeO ceticismo de hume
O ceticismo de hume
 

Destaque

Aperfeiçoamento humano pró e contra
Aperfeiçoamento humano   pró e contraAperfeiçoamento humano   pró e contra
Aperfeiçoamento humano pró e contra
Luis De Sousa Rodrigues
 
Popper e a indução
Popper e a induçãoPopper e a indução
Popper e a indução
Luis De Sousa Rodrigues
 
O que somos e o que poderemos ser
O que somos e o que poderemos serO que somos e o que poderemos ser
O que somos e o que poderemos ser
Luis De Sousa Rodrigues
 
O que somos e o que poderemos ser
O que somos e o que poderemos serO que somos e o que poderemos ser
O que somos e o que poderemos ser
Luis De Sousa Rodrigues
 
Comparação entre popper e kuhn
Comparação entre popper e kuhnComparação entre popper e kuhn
Comparação entre popper e kuhn
Luis De Sousa Rodrigues
 
O essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofiaO essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofia
Luis De Sousa Rodrigues
 
A falácia do falso dilema
A falácia do falso dilemaA falácia do falso dilema
A falácia do falso dilema
Luis De Sousa Rodrigues
 

Destaque (7)

Aperfeiçoamento humano pró e contra
Aperfeiçoamento humano   pró e contraAperfeiçoamento humano   pró e contra
Aperfeiçoamento humano pró e contra
 
Popper e a indução
Popper e a induçãoPopper e a indução
Popper e a indução
 
O que somos e o que poderemos ser
O que somos e o que poderemos serO que somos e o que poderemos ser
O que somos e o que poderemos ser
 
O que somos e o que poderemos ser
O que somos e o que poderemos serO que somos e o que poderemos ser
O que somos e o que poderemos ser
 
Comparação entre popper e kuhn
Comparação entre popper e kuhnComparação entre popper e kuhn
Comparação entre popper e kuhn
 
O essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofiaO essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofia
 
A falácia do falso dilema
A falácia do falso dilemaA falácia do falso dilema
A falácia do falso dilema
 

Semelhante a As críticas a kuhn

As teses centrais de teoria de kuhn
As teses centrais de teoria de kuhnAs teses centrais de teoria de kuhn
As teses centrais de teoria de kuhn
Luis De Sousa Rodrigues
 
A revolução científica
A revolução científicaA revolução científica
A revolução científica
Luis De Sousa Rodrigues
 
Khun, pop..
Khun, pop..Khun, pop..
Khun, pop..
pyteroliva
 
Cópia de Thomas Kuhn - 11ºAno.pptx
Cópia de Thomas Kuhn - 11ºAno.pptxCópia de Thomas Kuhn - 11ºAno.pptx
Cópia de Thomas Kuhn - 11ºAno.pptx
mgn7bt9hhy
 
Karlpopper
KarlpopperKarlpopper
O que é ciência - Prof. Chibene. Unicamp
O que é ciência - Prof. Chibene. UnicampO que é ciência - Prof. Chibene. Unicamp
O que é ciência - Prof. Chibene. Unicamp
Carlos Alberto Monteiro
 
F trabalho de grupo- Kuhn E Popper 1.doc
F trabalho de grupo- Kuhn E Popper 1.docF trabalho de grupo- Kuhn E Popper 1.doc
F trabalho de grupo- Kuhn E Popper 1.doc
SandraSousa632995
 
Ficha de trabalho - Filosofia 11º Filosofia da Ciência.docx
Ficha de trabalho - Filosofia 11º  Filosofia da Ciência.docxFicha de trabalho - Filosofia 11º  Filosofia da Ciência.docx
Ficha de trabalho - Filosofia 11º Filosofia da Ciência.docx
JooCalas1
 
Revoluções Científicas - Kuhn
Revoluções Científicas - KuhnRevoluções Científicas - Kuhn
Revoluções Científicas - Kuhn
Jorge Barbosa
 
A racionalidade científica e os Paradigmas - Kuhn
A racionalidade científica e os Paradigmas - KuhnA racionalidade científica e os Paradigmas - Kuhn
A racionalidade científica e os Paradigmas - Kuhn
Helena Serrão
 
Ciencia
CienciaCiencia
objectividadecientficaeracionalidadecientfica-110301030123-phpapp01.ppt
objectividadecientficaeracionalidadecientfica-110301030123-phpapp01.pptobjectividadecientficaeracionalidadecientfica-110301030123-phpapp01.ppt
objectividadecientficaeracionalidadecientfica-110301030123-phpapp01.ppt
lgg2hb
 
Kuhn a funcao do dogma na investigacao cientifica
Kuhn a funcao do dogma na investigacao cientificaKuhn a funcao do dogma na investigacao cientifica
Kuhn a funcao do dogma na investigacao cientifica
Reflexao Dialogada
 
Estrutura das revoluções científicas
Estrutura das revoluções científicasEstrutura das revoluções científicas
Estrutura das revoluções científicas
Cilmara Cristina Dos Santos
 
A incomensurabilidade dos paradigmas
A incomensurabilidade dos paradigmasA incomensurabilidade dos paradigmas
A incomensurabilidade dos paradigmas
Luis De Sousa Rodrigues
 
Reflexões em torno das novas retóricas sobre a ciência
Reflexões em torno das novas retóricas sobre a ciênciaReflexões em torno das novas retóricas sobre a ciência
Reflexões em torno das novas retóricas sobre a ciência
Cilmara Cristina Dos Santos
 
A Evolução da Ciência.pdf. Resumo do tema "A evolução da Ciência" .
A Evolução da Ciência.pdf. Resumo do tema "A evolução da Ciência" .A Evolução da Ciência.pdf. Resumo do tema "A evolução da Ciência" .
A Evolução da Ciência.pdf. Resumo do tema "A evolução da Ciência" .
filipepereira406050
 
Resumo-critico-detalhado-a-estrutura-das-revolucoes-cientificas
Resumo-critico-detalhado-a-estrutura-das-revolucoes-cientificasResumo-critico-detalhado-a-estrutura-das-revolucoes-cientificas
Resumo-critico-detalhado-a-estrutura-das-revolucoes-cientificas
Carlos Alberto Monteiro da Silva
 
Por que se pode dizer que são relativistas as propostas filosóficas de thomas...
Por que se pode dizer que são relativistas as propostas filosóficas de thomas...Por que se pode dizer que são relativistas as propostas filosóficas de thomas...
Por que se pode dizer que são relativistas as propostas filosóficas de thomas...
Jailson Alves
 
Kuhn História da Quiímica
Kuhn História da QuiímicaKuhn História da Quiímica
Kuhn História da Quiímica
Ana Karine Oliveira
 

Semelhante a As críticas a kuhn (20)

As teses centrais de teoria de kuhn
As teses centrais de teoria de kuhnAs teses centrais de teoria de kuhn
As teses centrais de teoria de kuhn
 
A revolução científica
A revolução científicaA revolução científica
A revolução científica
 
Khun, pop..
Khun, pop..Khun, pop..
Khun, pop..
 
Cópia de Thomas Kuhn - 11ºAno.pptx
Cópia de Thomas Kuhn - 11ºAno.pptxCópia de Thomas Kuhn - 11ºAno.pptx
Cópia de Thomas Kuhn - 11ºAno.pptx
 
Karlpopper
KarlpopperKarlpopper
Karlpopper
 
O que é ciência - Prof. Chibene. Unicamp
O que é ciência - Prof. Chibene. UnicampO que é ciência - Prof. Chibene. Unicamp
O que é ciência - Prof. Chibene. Unicamp
 
F trabalho de grupo- Kuhn E Popper 1.doc
F trabalho de grupo- Kuhn E Popper 1.docF trabalho de grupo- Kuhn E Popper 1.doc
F trabalho de grupo- Kuhn E Popper 1.doc
 
Ficha de trabalho - Filosofia 11º Filosofia da Ciência.docx
Ficha de trabalho - Filosofia 11º  Filosofia da Ciência.docxFicha de trabalho - Filosofia 11º  Filosofia da Ciência.docx
Ficha de trabalho - Filosofia 11º Filosofia da Ciência.docx
 
Revoluções Científicas - Kuhn
Revoluções Científicas - KuhnRevoluções Científicas - Kuhn
Revoluções Científicas - Kuhn
 
A racionalidade científica e os Paradigmas - Kuhn
A racionalidade científica e os Paradigmas - KuhnA racionalidade científica e os Paradigmas - Kuhn
A racionalidade científica e os Paradigmas - Kuhn
 
Ciencia
CienciaCiencia
Ciencia
 
objectividadecientficaeracionalidadecientfica-110301030123-phpapp01.ppt
objectividadecientficaeracionalidadecientfica-110301030123-phpapp01.pptobjectividadecientficaeracionalidadecientfica-110301030123-phpapp01.ppt
objectividadecientficaeracionalidadecientfica-110301030123-phpapp01.ppt
 
Kuhn a funcao do dogma na investigacao cientifica
Kuhn a funcao do dogma na investigacao cientificaKuhn a funcao do dogma na investigacao cientifica
Kuhn a funcao do dogma na investigacao cientifica
 
Estrutura das revoluções científicas
Estrutura das revoluções científicasEstrutura das revoluções científicas
Estrutura das revoluções científicas
 
A incomensurabilidade dos paradigmas
A incomensurabilidade dos paradigmasA incomensurabilidade dos paradigmas
A incomensurabilidade dos paradigmas
 
Reflexões em torno das novas retóricas sobre a ciência
Reflexões em torno das novas retóricas sobre a ciênciaReflexões em torno das novas retóricas sobre a ciência
Reflexões em torno das novas retóricas sobre a ciência
 
A Evolução da Ciência.pdf. Resumo do tema "A evolução da Ciência" .
A Evolução da Ciência.pdf. Resumo do tema "A evolução da Ciência" .A Evolução da Ciência.pdf. Resumo do tema "A evolução da Ciência" .
A Evolução da Ciência.pdf. Resumo do tema "A evolução da Ciência" .
 
Resumo-critico-detalhado-a-estrutura-das-revolucoes-cientificas
Resumo-critico-detalhado-a-estrutura-das-revolucoes-cientificasResumo-critico-detalhado-a-estrutura-das-revolucoes-cientificas
Resumo-critico-detalhado-a-estrutura-das-revolucoes-cientificas
 
Por que se pode dizer que são relativistas as propostas filosóficas de thomas...
Por que se pode dizer que são relativistas as propostas filosóficas de thomas...Por que se pode dizer que são relativistas as propostas filosóficas de thomas...
Por que se pode dizer que são relativistas as propostas filosóficas de thomas...
 
Kuhn História da Quiímica
Kuhn História da QuiímicaKuhn História da Quiímica
Kuhn História da Quiímica
 

Mais de Luis De Sousa Rodrigues

Unidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebroUnidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebro
Luis De Sousa Rodrigues
 
Tipos de vinculação
Tipos de vinculaçãoTipos de vinculação
Tipos de vinculação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Tipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagemTipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagem
Luis De Sousa Rodrigues
 
Teorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoçõesTeorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoções
Luis De Sousa Rodrigues
 
Relações precoces
Relações precocesRelações precoces
Relações precoces
Luis De Sousa Rodrigues
 
Raízes da vinculação
Raízes da vinculaçãoRaízes da vinculação
Raízes da vinculação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Processos conativos
Processos conativosProcessos conativos
Processos conativos
Luis De Sousa Rodrigues
 
Perturbações da vinculação
Perturbações da vinculaçãoPerturbações da vinculação
Perturbações da vinculação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
Luis De Sousa Rodrigues
 
Os processos emocionais
Os processos emocionaisOs processos emocionais
Os processos emocionais
Luis De Sousa Rodrigues
 
Os grupos
Os gruposOs grupos
O sistema nervoso
O sistema nervosoO sistema nervoso
O sistema nervoso
Luis De Sousa Rodrigues
 
O que nos torna humanos
O que nos torna humanosO que nos torna humanos
O que nos torna humanos
Luis De Sousa Rodrigues
 
Maslow e a motivação
Maslow e a motivaçãoMaslow e a motivação
Maslow e a motivação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Lateralidade cerebral
Lateralidade cerebralLateralidade cerebral
Lateralidade cerebral
Luis De Sousa Rodrigues
 
Freud 9
Freud 9Freud 9
Freud 8
Freud 8Freud 8
Freud 7
Freud 7Freud 7
Freud 6
Freud 6Freud 6
Freud 5
Freud 5Freud 5

Mais de Luis De Sousa Rodrigues (20)

Unidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebroUnidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebro
 
Tipos de vinculação
Tipos de vinculaçãoTipos de vinculação
Tipos de vinculação
 
Tipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagemTipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagem
 
Teorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoçõesTeorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoções
 
Relações precoces
Relações precocesRelações precoces
Relações precoces
 
Raízes da vinculação
Raízes da vinculaçãoRaízes da vinculação
Raízes da vinculação
 
Processos conativos
Processos conativosProcessos conativos
Processos conativos
 
Perturbações da vinculação
Perturbações da vinculaçãoPerturbações da vinculação
Perturbações da vinculação
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
 
Os processos emocionais
Os processos emocionaisOs processos emocionais
Os processos emocionais
 
Os grupos
Os gruposOs grupos
Os grupos
 
O sistema nervoso
O sistema nervosoO sistema nervoso
O sistema nervoso
 
O que nos torna humanos
O que nos torna humanosO que nos torna humanos
O que nos torna humanos
 
Maslow e a motivação
Maslow e a motivaçãoMaslow e a motivação
Maslow e a motivação
 
Lateralidade cerebral
Lateralidade cerebralLateralidade cerebral
Lateralidade cerebral
 
Freud 9
Freud 9Freud 9
Freud 9
 
Freud 8
Freud 8Freud 8
Freud 8
 
Freud 7
Freud 7Freud 7
Freud 7
 
Freud 6
Freud 6Freud 6
Freud 6
 
Freud 5
Freud 5Freud 5
Freud 5
 

As críticas a kuhn

  • 1. FILOSOFIA 11.º ano FILOSOFIA 11.º ano Luís Rodrigues Críticas a Kuhn
  • 2. Críticas a Kuhn 1.Dá uma visão da ciência que afasta em certa medida a racionalidade e o pensamento crítico que com Popper muitos lhe atribuem. 2.Exceto em períodos de ciência normal, não parece haver fundamento, dada a incomensurabilidade dos paradigmas, para falar de progresso científico. Um paradigma não é objetivamente superior a nenhum outro. FILOSOFIA 11.º ano Thomas Kuhn e a evolução da ciência
  • 3. 3.A ideia de que os cientistas não estão especialmente comprometidos com a descoberta da verdade mas com a manutenção de uma dada forma de ver o mundo parece desafiar a convicção de que a verdade é a meta ideal da atividade científica. FILOSOFIA 11.º ano Thomas Kuhn e a evolução da ciência Críticas a Kuhn
  • 4. 4. A ideia de verdade objetiva é posta em causa porque se só podemos avaliar um paradigma usando os meios que este fornece há tantas verdades quantos os paradigmas (quantas as formas que, ao longo da história da ciência, tiveram de ver o mundo). A acusação de relativismo é uma das mais frequentes de que Kuhn é alvo. FILOSOFIA 11.º ano Thomas Kuhn e a evolução da ciência Críticas a Kuhn