O PRIMEIRO REINADO
(1822 – 1831)
O Primeiro Reinado foi um
período da História do Brasil
marcado por sérios conflitos de
interesses.
• No seu reinado no
Brasil D. Pedro I, por
sua política
autoritária, sofreu
forte oposição da
imprensa e na Câmara
dos Dep...
Em 1824, Estados Unidos foi o primeiro país a
reconhecer a independência do Brasil.
O Brasil se tornou a
única monarquia d...
O Brasil negociou com a Grã-Bretanha e aceitou
pagar indenizações de 2 milhões de libras
esterlinas a Portugal num acordo ...
No início do seu governo D. Pedro
I não aceitou o anteprojeto liberal
que lhe daria menos poderes
(Projeto de Constituição...
Dissolução da Assembleia Constituinte e a "Noite
da Agonia", em novembro de 1823
Composição Partidária do Período
Liberais
Conservador
Português
Os partidos nesse período estavam
longe de representar a o...
Constituição
de 1824
Principais aspectos:
 Foi instituído o voto
censitário;
 O Senado era vitalício;
 A Igreja Católic...
Na prática ele anulava os
outros três poderes .
Em 1824, eclodiu a revolta.
CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR
Recife em 1824.
 Autoritarismo de D. Pedro I;
 Ela retomava os objet...
 A revolta eclodiu quando os
pernambucanos não aceitaram o
presidente de província escolhido
por D. Pedro I.
 Revolta se...
O movimento teve grande adesão
popular, o que foi crucial, porque
colocou as oligarquias e o povo em
conflito.
CONFEDERAÇÃ...
Divididos e enfraquecidos foram reprimidos
violentamente e seus líderes foram presos.
Exército Imperial do Brasil ataca as...
Guerra contra a Província de Cisplatina
entre 1825-1828.
Pressão Inglesa para o Fim do
Tráfico Negreiro.
Em 1826, D. João VI
morreu em Portugal ,
provocando a ideia que
D. Pedro I pretendia
recolonizar o Brasil.
Assim, na madrugada do dia 7 de abril de 1831, declarou
sua abdicação ao trono em favor do filho, o príncipe
imperial D. P...
O Imperador Pedro II aos 12 anos de
idade vestindo o uniforme imperial de
gala, 1838
D. Pedro II do Brasil
quando bebê.
O Brasil governado por regentes
Operíodoregencialfoimarcadoporcrisespolíticaserevoltaspopulares
• Conforme a constituição ...
Tendênciaspolíticas
• Restauradores: portugueses, militares e comerciantes.
Lutavam pela volta de D. Pedro I, porém perder...
O levante dos Malês
• Período Regencial – maior parte da população baiana era de
escravos;
• 24 e 25/01/1835 - Salvador;
•...
Cabanagem
• Local: Pará;
• Envolveu grupos pobres do Pará, descontentes com a
cobrança de impostos e os preços elevados na...
A RevoluçãoFarroupilha
• Motivos: Impostos cobrados pelo governo central sobre o
charque gaúcho e os gaúcho queriam eleger...
OSegundoReinado
(1840-1889)
O Brasilnaépocade D. PedroII
1840-1889
• Golpe da maioridade, organizado por um grupo de políticos
liberais em junho de 18...
A Revolução Praieira
• Local: Província de Pernambuco;
• Conflito entre Liberais (praieiros) X Conservadores;
• Objetivo d...
A expansão cafeeira
• Surgimento no Brasil em 1727 (Pará), foi introduzido pelo
sargento Francisco de Melo Palheta;
• 1770...
O trabalho escravo nos cafezais
• Século XIX o trabalho escravo era essencial para agricultura ver pg.
160;
• 1850 – entra...
Asdiferentesatividadeseconômicas
• Economia agrária:
• Açúcar no Nordeste;
• Café no Sudeste;
• Cacau;
• Erva-mate;
• Drog...
A Guerra do Paraguai
1864-1870
• Bacia do Prata possuía importância estratégica no século XIX,
gerava disputa por vários p...
O Conflito
• Uruguai governado pelos blancos, grupo aliado ao Paraguai;
• Brasil e Argentina apoiavam os colorados;
• 1864...
• Tropas brasileiras: maioria de origem negra ou mestiça, as
mulheres também tiveram participação;
• Após inúmeras baixas ...
I reinado -  Período Regencial e II Reinado
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

I reinado - Período Regencial e II Reinado

245 visualizações

Publicada em

Professora Suelem Dovigi

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
245
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

I reinado - Período Regencial e II Reinado

  1. 1. O PRIMEIRO REINADO (1822 – 1831)
  2. 2. O Primeiro Reinado foi um período da História do Brasil marcado por sérios conflitos de interesses.
  3. 3. • No seu reinado no Brasil D. Pedro I, por sua política autoritária, sofreu forte oposição da imprensa e na Câmara dos Deputados.
  4. 4. Em 1824, Estados Unidos foi o primeiro país a reconhecer a independência do Brasil. O Brasil se tornou a única monarquia do continente, os outros países eram repúblicas.
  5. 5. O Brasil negociou com a Grã-Bretanha e aceitou pagar indenizações de 2 milhões de libras esterlinas a Portugal num acordo conhecido como Tratado de Amizade e Aliança firmado entre Brasil e Portugal, onde esse aceitou a independência do Brasil. A Grã-Bretanha saiu lucrando, tendo início o endividamento externo do Brasil.
  6. 6. No início do seu governo D. Pedro I não aceitou o anteprojeto liberal que lhe daria menos poderes (Projeto de Constituição de 1823), D. Pedro I dissolveu a Assembleia Constituinte e em 1824 uma nova Constituição foi outorgada .
  7. 7. Dissolução da Assembleia Constituinte e a "Noite da Agonia", em novembro de 1823
  8. 8. Composição Partidária do Período Liberais Conservador Português Os partidos nesse período estavam longe de representar a opinião pública, logo suas participações no poder governamental dependiam do relacionamento com imperador e dos esquemas de fraudes que predominavam nas eleições políticas. O partido que se encontrasse no poder utilizava-se da máquina do governo para manter tal posição. É claro que esse jogo político dependia exclusivamente de uma única peça: o imperador.
  9. 9. Constituição de 1824 Principais aspectos:  Foi instituído o voto censitário;  O Senado era vitalício;  A Igreja Católica manteve as regalias do padroado;  A escravidão não foi abolida.
  10. 10. Na prática ele anulava os outros três poderes .
  11. 11. Em 1824, eclodiu a revolta. CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR Recife em 1824.  Autoritarismo de D. Pedro I;  Ela retomava os objetivos da Insurreição Pernambucana de 1817. Altos impostos de D. João VI.
  12. 12.  A revolta eclodiu quando os pernambucanos não aceitaram o presidente de província escolhido por D. Pedro I.  Revolta separatista, com ideais republicanos e antilusitanos.  Em dois meses a revolta foi esmagada. CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR Recife em 1824.
  13. 13. O movimento teve grande adesão popular, o que foi crucial, porque colocou as oligarquias e o povo em conflito. CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR Recife em 1824.
  14. 14. Divididos e enfraquecidos foram reprimidos violentamente e seus líderes foram presos. Exército Imperial do Brasil ataca as forças confederadas no Recife em 1824.
  15. 15. Guerra contra a Província de Cisplatina entre 1825-1828.
  16. 16. Pressão Inglesa para o Fim do Tráfico Negreiro.
  17. 17. Em 1826, D. João VI morreu em Portugal , provocando a ideia que D. Pedro I pretendia recolonizar o Brasil.
  18. 18. Assim, na madrugada do dia 7 de abril de 1831, declarou sua abdicação ao trono em favor do filho, o príncipe imperial D. Pedro de Alcântara. Abdicação do Imperador D. Pedro I, 1831 de Aurélio de Figueiredo.
  19. 19. O Imperador Pedro II aos 12 anos de idade vestindo o uniforme imperial de gala, 1838 D. Pedro II do Brasil quando bebê.
  20. 20. O Brasil governado por regentes Operíodoregencialfoimarcadoporcrisespolíticaserevoltaspopulares • Conforme a constituição de 1824, até que D. Pedro II atingisse a maioridade o Brasil seria governado por regentes nomeados por deputados e senadores; • O Ato Adicional • Lei aprovada em 1834, extinguia o poder moderador; • Criou as assembleias provinciais, que dava autonomia as províncias; • Seria eleito um regente de 4 em 4 anos;
  21. 21. Tendênciaspolíticas • Restauradores: portugueses, militares e comerciantes. Lutavam pela volta de D. Pedro I, porém perderam influência em 1834; • Liberais Moderados: maior grupo da época, composto por regentes e outros políticos. Apoiavam a manutenção do poder monárquico, desde que o poder do imperador fosse limitado; • Liberais exaltados: participavam membros da camada média urbanas, comerciantes, artesãos, funcionários públicos, militares e profissionais liberais. Defendiam a autonomia das províncias e as liberdades individuais, alguns defendiam o sistema republicano;
  22. 22. O levante dos Malês • Período Regencial – maior parte da população baiana era de escravos; • 24 e 25/01/1835 - Salvador; • Malês – africano mulçumanos; • Motivos: os escravos e ex-escravos exigiam melhores condições de vida; • Liderança: nagôs e Hauçás (grupos de regiões da África convertida ao islã); • Revolta reprimida pelo governo.
  23. 23. Cabanagem • Local: Pará; • Envolveu grupos pobres do Pará, descontentes com a cobrança de impostos e os preços elevados nas mercadorias manufaturadas; • 1833 – foi nomeado Bernardo Lobo de Souza como governador do Pará, extremamente autoritário; • 1835- o grupo de revoltosos invadiu a província e executou o governador, nomeando Eduardo Angelim; • Até 1840 muitos combates com as tropas do governo;
  24. 24. A RevoluçãoFarroupilha • Motivos: Impostos cobrados pelo governo central sobre o charque gaúcho e os gaúcho queriam eleger seu governador provincial;; • Líder: Bento Gonçalves; • 1835 – Bento Gonçalves liderou a ocupação de Porto Alegre; • 1842 – Luis Alves de Lima e Silva, o barão de Caxias, nomeado governador do RS, tinha objetivo de negociar a paz e reincorporar a província; • 1845 – negociada a paz através do acordo Ponche Verde.
  25. 25. OSegundoReinado (1840-1889)
  26. 26. O Brasilnaépocade D. PedroII 1840-1889 • Golpe da maioridade, organizado por um grupo de políticos liberais em junho de 1840; • Aspectos gerais: • Economia: exportação de café; • Mão de obra: escrava até o final do século XIX; • Para escoar o café houve a expansão das ferrovias; • Na metade do século XIX, a mão de obra livre começou a ser utilizada;
  27. 27. A Revolução Praieira • Local: Província de Pernambuco; • Conflito entre Liberais (praieiros) X Conservadores; • Objetivo dos praieiros: nacionalizar o comércio, acabar com cargos vitalícios no Senado e com o poder Moderador, descentralizando o poder e dando maior autonomia para a província; • No dia 01/01/1849, os praieiros divulgaram o Manifesto ao Mundo. Ver pg. 158 • 1850 a revolta foi sufocada.
  28. 28. A expansão cafeeira • Surgimento no Brasil em 1727 (Pará), foi introduzido pelo sargento Francisco de Melo Palheta; • 1770 inicio do cultivo comercial no RJ – ver mapa pg. 159; • 1830-1850 os cafezais avançaram SP, substituindo as lavouras de cana-de-açúcar; • Século XIX – consumo de café aumentou na Europa e nos EUA; • Haiti- queda na produção do café, beneficiou o Brasil.
  29. 29. O trabalho escravo nos cafezais • Século XIX o trabalho escravo era essencial para agricultura ver pg. 160; • 1850 – entrava anualmente no Brasil cerca de 20 mil africanos; • Pressões inglesas para o fim do tráfico: • 1831 – primeira lei proibindo a entrada de escravos; • 1845 – Lei Bill Aberdeen, possibilitava à esquadra britânica aprisionar navios que praticassem o tráfico de escravos; • 1850 - o governo brasileiro aprova a Lei Euzébio de Queiróz, que abolia o tráfico internacional de escravos para o Brasil. • Resistência dos escravos: Fugas, revoltas violentas, quilombos.
  30. 30. Asdiferentesatividadeseconômicas • Economia agrária: • Açúcar no Nordeste; • Café no Sudeste; • Cacau; • Erva-mate; • Drogas do sertão e borracha; • Pecuária; • Algodão e tabaco; • Mineração; • Observar o mapa.
  31. 31. A Guerra do Paraguai 1864-1870 • Bacia do Prata possuía importância estratégica no século XIX, gerava disputa por vários países da região pelo controle da área; Paraguai: tinham interesse nos rios da região platina, pois era a única ligação do país com o mar, possibilitava a circulação das mercadorias; Brasil: os rios eram importantes vias de comunicação entre a província do Mato Grosso e a região Sul do país; Argentina e Uruguai: disputavam o domínio dos rios e das terras daquela região;
  32. 32. O Conflito • Uruguai governado pelos blancos, grupo aliado ao Paraguai; • Brasil e Argentina apoiavam os colorados; • 1864 – invasão do Brasil ao Uruguai para apoiar os colorados; • Solano López, ordenou, em novembro de 1864, a apreensão do navio brasileiro Marquês de Olinda, após invasão da província do Mato Grosso; • 1865- Formação da Tríplice Aliança por Brasil, Argentina e Uruguai;
  33. 33. • Tropas brasileiras: maioria de origem negra ou mestiça, as mulheres também tiveram participação; • Após inúmeras baixas do exercito da Tríplice Aliança, em 1870, Solano López foi morto;

×