História ESI - Colégio São Carlos Turma: 71 Matheus N. (23) e Henrique Bonella (17) 1º Reinado Dom Pedro I (1798-1834)   D...
Boa noite. Este é o Jornal Nacional. Hoje vamos falar sobre o 1º Reinado. Vamos ver mais com nosso repórter Antonio Nunes ...
Oi. Você pode nos explicar melhor sobre o 1º Reinado? Claro. O  primeiro Reinado  do Brasil é o nome dado ao período em qu...
A Assembléia Constituinte de 1823.  No dia 12 de outubro de 1822, no Rio de Janeiro, um grande número de pessoas recebia D...
A oposição ao Governo de D. Pedro I, localizada especialmente na imprensa e na Câmara dos Deputados, que alimentou a parti...
Na madrugada do dia 7 de abril de 1831, não conseguindo contornar a crise, D. Pedro I apresentou o ato de abdicação ao tro...
E assim encerra o Jornal Nacional Boa Noite
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1º Reinado

2.227 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.227
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1º Reinado

  1. 1. História ESI - Colégio São Carlos Turma: 71 Matheus N. (23) e Henrique Bonella (17) 1º Reinado Dom Pedro I (1798-1834) Domitila de Castro Canto e Melo (1797-1867) Bandeira do Primeiro Reinado do Brasil. Símbolo do Primeiro Reinado do Brasil .
  2. 2. Boa noite. Este é o Jornal Nacional. Hoje vamos falar sobre o 1º Reinado. Vamos ver mais com nosso repórter Antonio Nunes Falando com o historiador Ronaldo.
  3. 3. Oi. Você pode nos explicar melhor sobre o 1º Reinado? Claro. O primeiro Reinado do Brasil é o nome dado ao período em que D. Pedro I governou o Brasil como Imperador, entre 1822 e 1831, quando de sua abdicação. O primeiro reinado compreende o período entre 7 de setembro de 1822, data em que D. Pedro I proclamou a independência do Brasil, e 7 de abril de 1831, quando abdicou do trono brasileiro.
  4. 4. A Assembléia Constituinte de 1823. No dia 12 de outubro de 1822, no Rio de Janeiro, um grande número de pessoas recebia D. Pedro, que voltara de São Paulo. Aplaudia delirantemente o momento da aclamação daquele que, de príncipe-regente, transformava-se em imperador constitucional e defensor perpétuo do Brasil. Após a dissolução da Assembléia Constituinte, Dom Pedro I, justificando seu ato, declarou que convocaria uma outra Assembléia, a qual deverá trabalhar o projeto da Constituição,que será duplicadamente mais liberal, do que a extinta Assembléia.
  5. 5. A oposição ao Governo de D. Pedro I, localizada especialmente na imprensa e na Câmara dos Deputados, que alimentou a partir da morte de D. João VI, ocorrida no dia 10 de março de 1826. O problema da sucessão ao trono português, entretanto, já existia, pois D. Pedro era o herdeiro legítimo e, assim, era o imperador do Brasil, situação que poderia gerar a união de duas Coroas sob o mesmo soberano. Isto não agradava Portugal, que via nessa possibilidade seu progressivo enfraquecimento. Para o Brasil, poderia significar prejuízos à sua emancipação política.
  6. 6. Na madrugada do dia 7 de abril de 1831, não conseguindo contornar a crise, D. Pedro I apresentou o ato de abdicação ao trono. Naquela mesma madrugada deixou o palácio sem se despedir do filho de cinco anos, seu herdeiro, mas enviando uma correspondência na qual assinalava que “me retiro para a Europa, que o Brasil sossegue, o que Deus permita, e possa para o futuro chegar àquele grau de prosperidade de que é capaz. Adeus, meu amado filho, receba a bênção de seu pai, que se retira saudoso e sem mais esperança de o ver”.
  7. 7. E assim encerra o Jornal Nacional Boa Noite

×