Primeiro reinado

374 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
374
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Primeiro reinado

  1. 1. PRIMEIRO REINADO
  2. 2. CONSTRUÇÃO DO ESTADO NACIONAL BRASILEIRO Até 1822, os habitantes do território brasileiro reconheciam-se como súditos do vasto império português,ser brasileiro, naquela época não significava pertencer a nação brasileira mas apenas ter nascido na colônia portuguesa .Muitos se identificavam mais com a região onde viviam do que com a colônia como um todo. Apos a declaração de independência começou a ser mon-tada estrutura política que comandaria o destino de todo o Brasil,dando inicio a construção do Estado nacional brasileiro . Mesmo sob influencia das idéias iluministas, não reconheceram a cidadania da maioria absoluta da população.Foram excluídos dos direitos os escravos e africanos e seus descendentes ,mantidos sob regime escravista, povos indígenas e também homes livres pobres e mulheres independentemente de origem social e ou étnica. A nova ‘nação’ que surgia em 1822 visava garantir a manutenção da ordem e benefícios da elite fundiária. Mas o novo Estado não nasceu pronto.Durante a primeira metade do século XIX, sua construção se deu em meio a lutas, disputas e rivalidade.Excluídos do poder grupos da população resistiam à propostas eu eram apresentadas buscando estabelecer um regime do trabalho e distribuição da riqueza.
  3. 3. INDEPENDÊNCIA DO BRASIL O dia 7 de setembro ficou como um marco na historia pois ini-ciou um período chamado por historiadores de PRIMEIRO REINADO. Poderíamos dizer também que, de certa forma, essa data inaugurou ‘a historia brasileira’, pois antes da proclamação de independência não havia um Estado brasileiro, e sim uma América portuguesa. A independência do Brasil destoou dos processos de independência ocorridos na America espanhola,entre eles: 1° proclamada por um membro da própria família real 2º se manteu um regime monárquico 3° a unidade territorial continuou preservada
  4. 4. LUTAS PELA INDEPENDÊNCIA Para garantir a independência do Brasil Dom Pedro precisou vencer e expulsar tropas de Portugal e controlar alguns grupos da elite que não aceitaram o Brasil tornar-se independente. Com a ausência de um exercito D. Pedro contratou militares ingleses e franceses para comandar a luta contra Portugal entre estas militares estão: Lord Cochrane, Pierre Labutut John Taylor entre outros. Em dezembro de 1822 D. Pedro foi coroado como o imperador com o titulo de D. Pedro I, oficializando o regime monárquico brasileiro.Uma das capitanias que mais resistiu foi a da Bahia pois ali tinha a maior concentração de tropas portuguesas que eram comandadas por Madeira de Mello que contava com a população pobre, mas os portugueses acabaram sendo derrotados e expulsos no dia 2 de julho de 1823 (até hoje os baianos celebram esse dia). Nos meses seguintes foram vencidas tropas metropolitanas e instaladas as províncias do Piauí, maranhão, grão para e cisplatina.
  5. 5. ASSEMBLÉIA CONSTITUINTE Logo após a independência foi convocada a Assembléia Constituinte que era composta por: advogados, padres, policia sis e proprietários rurais.Essa assembléia iria elaborar a Constituição do Brasil. Antônio Carlos de Andrada apresentou a assembléia um projeto de Constituição que se destacavam dois princípios básicos:  Soberania do Poder Legislativo (deputados e senadores), a quem estavam subordinados tanto o Poder Executivo (do imperador) como as Forças armadas.  Eleitorais e candidatos teriam que comprovar rendas eleva-das, que eram avaliadas segundo a quantidade de terras e escravos para participar do processo político. os rendimentos dos eleitores eram calculados pelo total de produção anual, que eram equivalentes a quantidade de mandioca. Obviamente muita renda significava posse de grandes propriedades e muitos escravos,por isso o projeto de Antônio foi apelidado de “Constituição da Mandioca”. Dom Pedro, contrario a tentativa de limitação de poder, ordenou o fechamento da assembléia.muitos deputados foram presos ou exilados,inclusive os irmãos de Andrada, essas medidas afastaram elite agrária brasileira e aproximou-os aos setores ligados aos interesses lusitanos .
  6. 6. CONSTITUIÇÃO DA ASSEMBLÉIA DE 1824 Um novo projeto constitucional foi encomendado e outorgado por D.pedro I em 1824. Veja algumas leis que foram criadas:  Divisão de poderes em executivo, legislativo, jurídico e moderador (o moderador era exclusivo do imperador e lhe dava o direito de intervir em todos os poderes).  Manutenção do direito de propriedades, escravos e demais bens adquiridos pela elite no período colonial.  estabeleceu que o catolicismo seria a religião oficial do império.  Voto indireto e censitário, exigia-se uma renda mínima ao ci-dedão para poder votar e canditar-se a Câmara e Senado.
  7. 7. CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR A dissolução da assembléia constituinte de 1823 e carta outorgada de 1824 desagradaram a liderança da província de Pernambuco. Em julho de 1824 os revoltosos da província proclamaram a confederação do Equador, propondo a formação de uma república indempedente. Houve adesão do Rio Grande do Norte, Ceará,Piauí e Paraíba. O governo imperial reagiu violentamente,mobilizando tropas mercenárias. Os principais líderes foram presos, e nove deles foram condenados á morte. Em 1825, Frei Caneca, figura central do movimento, foi morto a tiros depois da recusa do carrasco em executá-lo na forca.
  8. 8. INDEPENDÊNCIA DA PROVÍNCIA DE CISPLATINA Durante o governo de D. João VI o Uruguai foi incorporado ao Brasil e seu nome era província Cisplatina, o controle dessa região era muito disputado entre Portugal e Espanha e tornou-se problema para o reinado de D. Pedro I. Em 1825 rebeldes de Cisplatina declaram a ruptura com o Brasil e incorporação as províncias unidas do Rio do Prata , hoje argentina.Isso causou uma guerra entre o Brasil e governo de Buenos Aires, que causou muitas mortes e custos financeiros para os dois lados. Essa guerra só terminou em 1928 com a independência da província Cisplatina, que passou a ser chamada republica do Uruguai.
  9. 9. CRISE ECONÔMICA E POLÍTICA O custo da independência havia sido elevado em razão de despesas militares e indenização exigida por Portugal.Endividado D.Pedro I adotou uma economia desastrosa , emitiu bem mais moedas do que poderia causando aumento do custo de vida e falência do banco do Brasil (1829). O curto reinado dele também foi mercado por conflitos com brasileiros que a medida que se intensificavam ele se aproximava do partido português. Para os adversários a intenção do imperador era recolonizar o Brasil, mas a crise se agravou em março de 1831 depois de uma viagem desastrosa que ele fez a minas gerais, os portugueses fizeram uma festa para compensar a péssima recepção que terminou em um confronto violento entre português e brasileiros.O confronto durou cerca de três dias e ficou conhecido como noite das garrafadas.
  10. 10. ABDICAÇÃO DE DOM PEDRO I Em abril de 1831 b já não era possível conter os protestos ,nas províncias membros da alta sociedade pedia a derrubada do governo. Dom Pedro custou a tomar uma decisão pois a pressão vinda de Lisboa era intensa pois desde 1830 eles já queriam que Dom Pedro I voltasse a Portugal. Isolado politicamente e abandonado por militares, em 7 de setembro de 181 D.Pedro I abdicou do poder e retornou à Europa sua corou passou a ser de seu filho Pedro de Alcan tara, que possuía apenas 5 anos de idade.A renuncia do imperador significou a vitoria de elites brasileiras e ruptura definitiva com Portugal.

×