CURSO GEOGRAFIA E LICENCIATURA
Polo: Anhanguera Guarulhos-SP (Torricelli)
DISCIPLINAS NORTEADORAS: Estrutura e Organização...
Introdução
Esse trabalho tem como foco analisar a legislação, que ampara o respeito à
Diversidade e Multiculturalismo nas ...
GUARULHOS
2015
DOCUMENTO: Principais aspectosabordados nos
documentos relacionados ao respeito ás
diversidades e ao multic...
COMEMORAÇÃO DO DIA DOS PAIS
Disponível: www.escolajardimdasacacias.com.br
Acesso: 21/03/2015
A Escola JD das Acácias organ...
DESENHO VISUALIZADO POR
VOCÊ
ASPECTOS QUE PODEM SER
TRABALHADOS COM O OBVJETIVO DE
DEVALORIZAR A DIVERSIDADE E
O MULTICULT...
CONSIDERAÇÕES FINAIS
O desafio profissional proporcionou uma visão ampla das oportunidades que o
docente terá em sua carre...
BIBLIOGRAFIA
Lei de Diretrizes e Bases as Educação Nacional (LDBEN 9.394 96). Brasília, 20 de dezembro de
1996; 175º da In...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Diversidade e multiculturalismo ( 1º sem. geografia licenciatura 2015)

594 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
594
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diversidade e multiculturalismo ( 1º sem. geografia licenciatura 2015)

  1. 1. CURSO GEOGRAFIA E LICENCIATURA Polo: Anhanguera Guarulhos-SP (Torricelli) DISCIPLINAS NORTEADORAS: Estrutura e Organização da Educação Brasileira e Educação e Diversidade. Desafio Profissional Tutor a Distância: Daniela Gomes/Tutor Presencial: Douglas Silva Barbara Ribeiro R.A.:2862990361 Diego Juan R.A.:2852197252 Rita de Cássia da Silva R.A: 2816821363 GUARULHOS,16 DE ABRIL DE 2015
  2. 2. Introdução Esse trabalho tem como foco analisar a legislação, que ampara o respeito à Diversidade e Multiculturalismo nas instituições de ensino do nosso país. De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN 9.394/96), Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana e no Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil, Volume 1, será observado os principais aspectos abordados sobre diversidade e multiculturalismo. A análise crítica do conteúdo de uma comemoração de dia dos pais na escola de Educação Infantil Jardim Das Acácias, com a observação do evento citado, como foi abordado o tema numa visão geral. Observou-se que na escola inclusiva os alunos aprendem a conviver melhor com as diferenças e tornar-se um indivíduo mais solidário. Utilizando-se visualmente de desenhos feitos por crianças, descrevemos em que aspectos eles podem ser abordados em uma sala de aula, com o intuito de valorizar o multiculturalismo e diversidade na vida e no cotidiano do aluno, de sua família e sociedade onde vivem. GUARULHOS 2015
  3. 3. GUARULHOS 2015 DOCUMENTO: Principais aspectosabordados nos documentos relacionados ao respeito ás diversidades e ao multiculturismo. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN 9, 394/96). (BRASIL 1996) Desde a educação infantil até o ensino superior todos têm direito a aprendizagem e qualificação para o mercado de trabalho, igualdade e condições de acesso e permanência na escola, liberdade de aprender, ensinar, saber, pensar e divulgar cultura, respeito à liberdade, consideração com a diversidade étnica racial e em toda área do currículo escolar, o conteúdo referente à cultura afro-brasileira e dos povos indígena brasileiro deve ser ministrado através das aulas de educação artística, literatura e história do Brasil. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) Conhecer características do Brasil nas extensões sociais e materiais e culturais. Conhecer e valorizar o patrimônio sociocultural brasileiro como também de outros povos e nações, posicionando contra qualquer tipo de descriminação, seja ela cultural, social, crença, sexual ou étnica. Diretrizes curriculares Nacionais para a Educação das relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro- Brasileira e Africana. Essa resolução se estabelece de orientações, princípios e fundamentos para planejar a avaliação da Educação, e tem por objetivo, promover a educação de cidadãos atuantes e conscientes da sociedade multicultural e das diversas etnias do Brasil, buscando relações étnico-sociais positivas rumo à construção de nação democrática. O Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana tem como alvo o reconhecimento e valorização da identidade, história e cultura dos afro- brasileiros, para garantia da valorização e igualdade das raízes africanas na nação brasileira, como também dos indígenas, europeus e asiáticos. Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil, Volume 1. Analisando e respeitando as diversas culturas brasileiras, este documento é uma proposta aberta e não obrigatória, que apresenta a necessidade de começar a trabalhar com as crianças ainda na creche e pré-escola (crianças de 0 a 6 anos), os conceitos onde deve ser incutida a diversidade e pluralidade étnica, religiosa, social nas crianças brasileira, com trabalhos pedagógicos voltados para essa faixa etária dando ênfase com movimento, música, artes visuais, linguagem oral, natureza e sociedade. A escola e os educadores têm como papel ajudar as crianças a superarem o preconceito e a discriminação, na necessidade da construção de valores que permitam o reconhecimento e a valorização da existência das diferenças étnicas e culturais.
  4. 4. COMEMORAÇÃO DO DIA DOS PAIS Disponível: www.escolajardimdasacacias.com.br Acesso: 21/03/2015 A Escola JD das Acácias organizou uma comemoração do dia dos pais, contando com a presença de todo corpo docente e os pais dos alunos. Neste evento foram elaboradas diversas atividades, entre elas gincanas, apresentação de coral palestra com psicóloga e entrega de brindes confeccionados pelos alunos, proporcionando uma interação entre pais, alunos e educadores. Nesse evento teve a ausência de pontos que desenvolvesse o multiculturalismo e a diversidade. A escola JD das Acácias através da sua comemoração poderia homenagear a família e não somente os pais. Também dentro da palestra ministrada pela psicóloga, foi abordada a importância da participação do pai no desenvolvimento escolar dos alunos, podendo ser incluído nessa palestra a participação da família na formação dos alunos. Hoje temos a escola como uma sociedade com diferentes tipos de famílias, as tradicionais com pai, mãe e filhos, crianças que não convivem com seus pais, criadas apenas pelas mães ou avós e aquelas de casais homossexuais, entre outros. Desta forma as crianças que hoje estão inseridas nessa nova composição familiar estariam interagindo sem nenhum constrangimento perante seus colegas. GUARULHOS 2015
  5. 5. DESENHO VISUALIZADO POR VOCÊ ASPECTOS QUE PODEM SER TRABALHADOS COM O OBVJETIVO DE DEVALORIZAR A DIVERSIDADE E O MULTICULTULARISMO Um menino na cadeira de roda, jogando basquete. Abordar-se, que as crianças com deficiência também precisa praticar esporte, para melhor desenvolvimento mental, motor, psicológico. Pode também ser abordadas as paraolimpíadas para conhecimento das crianças e que todos mesmos com suas limitações podem brincar, interagir e crescer juntos. Banco de areia no parque da escola brincam crianças negras, japonesas e brancas, onde todas dividem os mesmos brinquedos. Trabalhar diferentes raças e culturas, mostrar que todos são igual com culturas diferentes, enfatizar que pode ser aprendido novos costumes, gerar a possibilidade dos alunos entrarem em contato com a diversidade cultural, desenvolvendo recurso para compreendê-la, identificá-la e principalmente, vivenciá-la sem estereótipos. Mulher sem os dois braços, brincando com crianças, jogando futebol, todos rindo felizes. Que existem pessoas com capacidades e limitações próprias, porém não deixam de viver, trabalhar estudar. Compreender sobre as diferenças físicas e suas limitações especificas. Enfatizar a importância de respeitar os outros e suas singularidades. Interação entre crianças brasileiras e bolivianas conversando na escola. Nota-se a importância da troca de informações e cultura na convivência entre alunos bolivianos e Brasileiros para o desenvolvimento cultural de ambos, respeitando o multiculturalismo e entendendo o valor do outro na sociedade. Criança brincando, interagindo com colega com Síndrome de Down. A importância de saber aceitar as diferenças, respeitando e brincando normalmente sem nenhuma restrição ou preconceito pela deficiência do colega. GUARULHOS 2015
  6. 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS O desafio profissional proporcionou uma visão ampla das oportunidades que o docente terá em sua carreira profissional para seu desenvolvimento, hoje as escolas necessitam de profissionais dinâmicos e que buscam estratégias para trabalhar a diversidade e o multiculturalismo. Essa interação e feita através da troca de informações entre a escola e os alunos, sabendo respeitar toda a bagagem cultural que cada indivíduo traz para dentro da sala de aula. O docente também deve estar preparado para entender seu compromisso político, social e cultural diante de um cenário mundial em constante mudança que apresenta diversos obstáculos no âmbito educacional. Por esse motivo o profissional da educação deve buscar novos saberes, para que haja uma aula produtiva e dinâmica. Esse trabalho reafirmou o desejo dos futuros docentes em buscar uma educação e um aprendizado de qualidade, para que possamos transformar nossa sociedade e contribuir para um mundo melhor. GUARULHOS 2015
  7. 7. BIBLIOGRAFIA Lei de Diretrizes e Bases as Educação Nacional (LDBEN 9.394 96). Brasília, 20 de dezembro de 1996; 175º da Independência e 108º da República. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm> Acesso em 20/03/2015 Parâmetro Curricular Nacional Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica Parâmetros nacionais de qualidade para a educação infantil/Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica – Brasília. DF 2006. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/Educinf/eduinfparqualvol1.pdf> Acesso em: 23/03/2015 Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, Volume 1Brasil. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil / Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. — Brasília: MEC/SEF, 1998. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/rcnei_vol1.pdf> Acesso em: 20/03/2015 Diretrizes Curriculares Nacional para a Educação das Relações Étnica Raciais Para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/index.php?catid=323:orgaos-vinculados&id=12988:pareceres-e- resolucoes-sobre-educacao-das-relacoes-etnico-aciais&option=com_content&view=article> Acesso em: 30/03/2015 Escola Jardim Das Acácias, festa do Dia dos Pais de 12 de agosto de 2013. Disponível em: <http://escolajardimdasacacias.blogspot.com.br/2013/08/festa-dia-dos-pais.html> Acesso em 21.03.2015 GUARULHOS 2015

×