Polímeros Sintéticos

436 visualizações

Publicada em

Polímeros Sintéticos assunto relacionado a disciplina de Química.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
436
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Polímeros Sintéticos

  1. 1.  É representado pela cadeia: (CH2-CH2)n.  É o plástico mais comum.  Podem ser classificados em: Atóxico, Flexível, Leve, Transparente, Inerte, Impermeável, mais com processamento fácil e de baixo custo.
  2. 2.  Aplicações:  Bolsas de todo tipo: supermercados, boutiques, panificação, congelados, industrias, etc.  Embalagem automática de alimentos e produtos industriais: leite, água, plásticos, etc.  Garrafas térmicas e outros produtos térmicos.  Frascos: cosméticos, medicamentos e alimentos; mangueiras para água.  Frascos para: detergentes, shampoo, etc. Caixotes para peixes, refrigerantes, cervejas. Frascos para pintura, sorvete, azeites. Tambores.
  3. 3.  Propriedades “elásticas”.  Ele suporta grandes deformações antes da ruptura.  Borracha é um sinônimo usual de elastômero.  São normalmente a base de borracha natural e de borracha sintética.
  4. 4.  Copolímero é um plástico formado por diversos monômeros.  Entre suas aplicações estão o transporte de medicamentos no interior do organismo.  As borrachas sintéticas são copolímeros sendo que as principais são três: o ABS o Buna-N o Buna-S
  5. 5. o ABS: sua principal utilização é na fabricação de pneus, telefones invólucros, aparelhos elétricos. o Buna-N: o buna-N é usado em mangueiras, revestimentos de tanques de gasolina e em gaxetas. o Buna-S: o buna-S é usado em isolamento de cabo elétrico, bandas de rodagem de pneus, solados.
  6. 6.  Consiste geralmente na aplicação de calor e pressão a uma composição de borracha, a fim de dar a forma e propriedades do produto final.  É a fase mais importante da indústria de borracha.  No uso:  Na vulcanização a borracha é aquecida na presença de enxofre e agentes aceleradores e ativadores.
  7. 7.  Borracha vulcanizada e o meio ambiente:  Um dos desafios para a sociedade, é o tratamento e descarte de restos e dejetos de borracha vulcanizada.  Possui tempo indeterminado de degradação pela natureza.
  8. 8.  É um polímero termoplástico composto por monômeros de amida conectados por ligações peptídicas.  As poliamidas como o nylon, aramidas, começaram a ser usadas como fibras sintéticas.  depois passaram para a manufatura tradicional dos plásticos e linha de pesca.  Sua produção é feita a partir de quatro elementos básicos: petróleo, benzeno, ar e água (carbono, nitrogênio, oxigênio e hidrogênio)
  9. 9.  Trata-se de um polímero resistente ao calor e sete vezes mais resistente que o aço por unidade de peso.  É usado no fabrico de cintos de segurança, cordas, construções aeronáuticas, velas, coletes à prova de bala, linhas de pesca, de alguns modelos de raquetes de tênis, na composição de alguns pneus, para fitas de alguns modelos de pedal de bumbo e telemóveis.  O tanque de combustível dos carros de fórmula 1 é composto deste material, para evitar que objetos pontiagudos perfurem os tanques no momento da colisão.
  10. 10. Alice Alves Jayne Jaycy Alice Alves Jayne Jaycy Cordas e alguns pneus é fabricado com o polímero Aramida
  11. 11.  Seu principal uso é na fabricação de PET.  Os poliésteres naturais e alguns sintéticos são biodegradáveis.  O poliéster pode ser termoplásticos ou termoendurecido, os mais comuns são os termoplásticos.  Fios de fibras de poliéster são usados em confecções e têxteis-lar.  Os tecidos de poliéster possuem vantagens, tais como resistência à ruga, durabilidade e retenção de cor.
  12. 12.  Mais de três quartos do consumo global de poliuretano são na forma de espumas, com os tipos flexíveis e rígidos.  Geralmente escondida por trás de outros materiais, por exemplo: o Verniz o Colchões o Assentos de automóveis o Preservativos o Cola, pneus, mobílias e calçados.
  13. 13.  Inertes, inodoros, insípidos e incolores.  Resistentes à decomposição pelo calor, água ou agentes oxidantes, além de serem bons isolantes elétricos.  São também impermeabilizantes, lubrificantes e na medicina são empregados como material básico de próteses.  Tem como uma de suas características, a vida útil mínima de 10 anos.
  14. 14.  São altamente resistentes ao ultravioleta e intemperismos, tais como efeito ozona, altas e baixas temperatura ambiente.  Podem variar de consistência líquida a de gel, borracha ou plástico duro.
  15. 15.  São um tipo particular de poliésteres, formados por grupos funcionais unidos por grupos carbonato (-O- (C=O)-O-)  São moldáveis quando aquecidos, sendo por isso chamado termoplástico.  Produtos feitos com policarbonato são por exemplo os óculos de sol e os CDs.
  16. 16. Alice Alves Óculos de Sol, um produto feito com policarbonato
  17. 17.  Polímeros desse tipo são resistentes aos impactos e estáveis com relação ao aquecimento.  São usados em materiais elétricos (tomadas e interruptores), cabos de panela, revestimento de freios e na forma de chapas decoradas para revestir móveis.  Geralmente os polifenóis são sólidos, cristalinos, tóxicos, cáusticos e pouco solúveis em água.  São visíveis na luz UV.
  18. 18.  É um plástico que, a uma dada temperatura, apresenta alta viscosidade, podendo ser conformado e moldado.  São altamente recicláveis ao contrário dos termofixos.  Exemplos de termoplásticos são o polipropileno, o polietileno, e o policloreto de vinil, entre outros.
  19. 19.  Termofixos, termorrígidos ou termoendurecido são plásticos.  Sua rigidez não se altera com a temperatura, diferente dos termoplásticos que amolecem e fundem-se.  A determinadas temperaturas, polímeros termofixos se decompõem.
  20. 20.  A água mineral é hoje associada ao estilo de vida saudável e ao bem-estar.  O foco não está exatamente na água, mas na embalagem.  O líquido que sai das torneiras em nada se diferencia da água em garrafas.  O problema comprovado e imediato causado pelas embalagens de água é o espaço que elas ocupam ao ser descartadas.
  21. 21.  Os sacos de plásticos não são formas de transporte inócuas para o ambiente por dois motivos essenciais: o elevado número de sacos produzidos por ano e a natureza não biodegradável do plástico com que são produzidos.  A manufatura do polietileno faz-se a partir de combustíveis fósseis e acarreta a emissão de gases poluentes.
  22. 22.  Reciclagem de Plástico:  Plásticos são derivados do petróleo, produto importado.  A reciclagem do plástico exige cerca de 10% da energia utilizada no processo primário.  Do total de plásticos produzidos no brasil, só reciclamos 15%.  O plástico reciclado tem infinitas aplicações, tanto nos mercados tradicionais das resinas virgens, quanto em nossos mercados.
  23. 23.  Reciclagem Química:  A reciclagem química reprocessa plásticos, transformando-os em petroquímicos básicos.  Seu objetivo é a recuperação dos componentes químicos individuais para reutilizá-los como produtos químicos ou para a produção de novos plásticos.
  24. 24.  São fibras produzidas pelo Homem.  Estes polímeros são regenerados dando origem a novas fibras.  As mais comumente usadas são a viscose (CV), o acetato (CA), a Lyocel (CLY) e o Modal (CP).  É comum, porém incorreto, chamar pelos nomes de marca comercial: o Lycra o Nylon o Kevlar o Nomex
  25. 25.  Características da fibra têxtil:  Filtragem;  Repelência à água;  Isolamento térmico;  Higrocapacidade;  Elasticidade;  Resistência;  Inflamabilidade.
  26. 26. Escola Manoel Lúcio da Silva Equipe: Ricardo Európio Mayara Amorim Alice Alves Dayara Bráz Jayne Jaycy

×