SlideShare uma empresa Scribd logo

Aula7

1 de 42
Baixar para ler offline
Tiago Cruz [email_address] Materiais 1
Plásticos
Características Do grego “ plastikos ”: capaz de ser  moldado São materiais sintéticos ou derivados de substância naturais, geralmente orgânicas, obtidas, atualmente, em sua maioria, a partir dos derivados de  petróleo
Características Tecnicamente os plásticos são substâncias formadas por grandes cadeias de  macromoléculas  que contém em suas estrutura, principalmente,  carbono  e  hidrogênio .
Monômeros e Polímeros
Polimerização A polimerização é um tipo particular de reação química. Quando são utilizados  monômeros  funcionais obtêm-se uma  estrutura   linear . No caso de pelo menos um monômero ter  mais de dois grupos funcionais  é obtido um polímero contendo ligações cruzadas e uma  estrutura   ramificada .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Polímeros
PolímerosPolímeros
Polímeros
 
Polimeros Principais Propriedades
Polimeros Principais PropriedadesPolimeros Principais Propriedades
Polimeros Principais Propriedades
 
Quimica polimeros
Quimica polimerosQuimica polimeros
Quimica polimeros
 
Termofixos
TermofixosTermofixos
Termofixos
 
Polímeros naturaisartificiaissintéticos mara_e_paulo
Polímeros naturaisartificiaissintéticos mara_e_pauloPolímeros naturaisartificiaissintéticos mara_e_paulo
Polímeros naturaisartificiaissintéticos mara_e_paulo
 
Polímeros
PolímerosPolímeros
Polímeros
 
Química tele aula polímeros
Química tele aula polímerosQuímica tele aula polímeros
Química tele aula polímeros
 
Polímeros
PolímerosPolímeros
Polímeros
 
Termorrígidos
TermorrígidosTermorrígidos
Termorrígidos
 
Plasticos
PlasticosPlasticos
Plasticos
 
Polimeros
PolimerosPolimeros
Polimeros
 
Polímeros
PolímerosPolímeros
Polímeros
 
Do petróleo ao PET
Do petróleo ao PETDo petróleo ao PET
Do petróleo ao PET
 
PET - Saiba mais
PET - Saiba maisPET - Saiba mais
PET - Saiba mais
 
Polímeros - Compósitos Orgânicos
Polímeros - Compósitos OrgânicosPolímeros - Compósitos Orgânicos
Polímeros - Compósitos Orgânicos
 
Polímeros Sintéticos
Polímeros SintéticosPolímeros Sintéticos
Polímeros Sintéticos
 
Polímeros sintéticos
Polímeros sintéticosPolímeros sintéticos
Polímeros sintéticos
 
Quimica polimerosxuxu17112008
Quimica polimerosxuxu17112008Quimica polimerosxuxu17112008
Quimica polimerosxuxu17112008
 
Os plásticos e a reciclagem
Os plásticos e a reciclagemOs plásticos e a reciclagem
Os plásticos e a reciclagem
 
Polímeros 3a3
Polímeros 3a3Polímeros 3a3
Polímeros 3a3
 

Destaque

Destaque (20)

Aula5
Aula5Aula5
Aula5
 
Aula4 materiais
Aula4 materiaisAula4 materiais
Aula4 materiais
 
Aula6 materiais
Aula6 materiaisAula6 materiais
Aula6 materiais
 
Aula3 materiais
Aula3 materiaisAula3 materiais
Aula3 materiais
 
Aula8 materiais
Aula8 materiaisAula8 materiais
Aula8 materiais
 
Aula1 materiais
Aula1 materiaisAula1 materiais
Aula1 materiais
 
Aula6
Aula6Aula6
Aula6
 
Aula1 anafuncmorf
Aula1 anafuncmorfAula1 anafuncmorf
Aula1 anafuncmorf
 
Aula7 materiais
Aula7 materiaisAula7 materiais
Aula7 materiais
 
Aula3 anafuncmorf
Aula3 anafuncmorfAula3 anafuncmorf
Aula3 anafuncmorf
 
Aula4 anafuncmorf
Aula4 anafuncmorfAula4 anafuncmorf
Aula4 anafuncmorf
 
Aula4
Aula4Aula4
Aula4
 
Aula2
Aula2Aula2
Aula2
 
Aula2 anafuncmorf
Aula2 anafuncmorfAula2 anafuncmorf
Aula2 anafuncmorf
 
Aula9
Aula9Aula9
Aula9
 
Aula5 materiais
Aula5 materiaisAula5 materiais
Aula5 materiais
 
Tintas vernizes - lacas e esmaltes
Tintas   vernizes - lacas e esmaltesTintas   vernizes - lacas e esmaltes
Tintas vernizes - lacas e esmaltes
 
Aula12
Aula12Aula12
Aula12
 
Elementos Finitos: Análise do Rotor de uma Turbina
Elementos Finitos: Análise do Rotor de uma TurbinaElementos Finitos: Análise do Rotor de uma Turbina
Elementos Finitos: Análise do Rotor de uma Turbina
 
Vidros
VidrosVidros
Vidros
 

Semelhante a Aula7

Semelhante a Aula7 (20)

Polímeros
PolímerosPolímeros
Polímeros
 
Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas
Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas
Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas
 
Material auxiliar plástico ii
Material auxiliar plástico iiMaterial auxiliar plástico ii
Material auxiliar plástico ii
 
Polimeros
PolimerosPolimeros
Polimeros
 
Apostila:Fibra de polipropileno
Apostila:Fibra de polipropilenoApostila:Fibra de polipropileno
Apostila:Fibra de polipropileno
 
Plastico (2)
Plastico (2)Plastico (2)
Plastico (2)
 
Manoel lúcio da silva
Manoel lúcio da silvaManoel lúcio da silva
Manoel lúcio da silva
 
Apresentação 3a1
Apresentação 3a1Apresentação 3a1
Apresentação 3a1
 
Aulas 9 e 10. Polimeros e Aplicações.pdf
Aulas 9 e 10. Polimeros e Aplicações.pdfAulas 9 e 10. Polimeros e Aplicações.pdf
Aulas 9 e 10. Polimeros e Aplicações.pdf
 
Resumo _ Planejativo.pdf
Resumo _ Planejativo.pdfResumo _ Planejativo.pdf
Resumo _ Planejativo.pdf
 
Plastico (5)
Plastico (5)Plastico (5)
Plastico (5)
 
Plastico (3)
Plastico (3)Plastico (3)
Plastico (3)
 
SLIDE - EQUIPE EDGARDD SALVADOR
SLIDE - EQUIPE EDGARDD SALVADOR SLIDE - EQUIPE EDGARDD SALVADOR
SLIDE - EQUIPE EDGARDD SALVADOR
 
Questões dayvid
Questões dayvidQuestões dayvid
Questões dayvid
 
Os plasticos
Os plasticosOs plasticos
Os plasticos
 
Plasticos
PlasticosPlasticos
Plasticos
 
Aula Materiais não Metálicos.pptx
Aula Materiais não Metálicos.pptxAula Materiais não Metálicos.pptx
Aula Materiais não Metálicos.pptx
 
Miguez suarez
Miguez suarezMiguez suarez
Miguez suarez
 
PALESTRA MICROPLÁTICOS - Copia.pdf
PALESTRA MICROPLÁTICOS - Copia.pdfPALESTRA MICROPLÁTICOS - Copia.pdf
PALESTRA MICROPLÁTICOS - Copia.pdf
 
Isaac Newton 3° G Norturno
Isaac Newton 3° G NorturnoIsaac Newton 3° G Norturno
Isaac Newton 3° G Norturno
 

Mais de Tiago Cruz (14)

Aula13
Aula13Aula13
Aula13
 
Aula13
Aula13Aula13
Aula13
 
Aula12
Aula12Aula12
Aula12
 
Aula10 2011
Aula10 2011Aula10 2011
Aula10 2011
 
Aula11 2011
Aula11 2011Aula11 2011
Aula11 2011
 
Aula8
Aula8Aula8
Aula8
 
Aula7
Aula7Aula7
Aula7
 
Aula6
Aula6Aula6
Aula6
 
Aula5
Aula5Aula5
Aula5
 
Aula4
Aula4Aula4
Aula4
 
Aula3
Aula3Aula3
Aula3
 
Aula3
Aula3Aula3
Aula3
 
Aula2
Aula2Aula2
Aula2
 
Aula1
Aula1Aula1
Aula1
 

Aula7

  • 3. Características Do grego “ plastikos ”: capaz de ser moldado São materiais sintéticos ou derivados de substância naturais, geralmente orgânicas, obtidas, atualmente, em sua maioria, a partir dos derivados de petróleo
  • 4. Características Tecnicamente os plásticos são substâncias formadas por grandes cadeias de macromoléculas que contém em suas estrutura, principalmente, carbono e hidrogênio .
  • 6. Polimerização A polimerização é um tipo particular de reação química. Quando são utilizados monômeros funcionais obtêm-se uma estrutura linear . No caso de pelo menos um monômero ter mais de dois grupos funcionais é obtido um polímero contendo ligações cruzadas e uma estrutura ramificada .
  • 7.
  • 8.
  • 9. Termoplásticos São os mais encontrados no mercado . Podem ser fundido diversas vezes, alguns podem até dissolver-se em vários solventes. Logo, sua reciclagem é possível, característica bastante desejável atualmente. Sob temperatura ambiente, podem ser maleáveis, rígidos ou mesmo frágeis . Estrutura molecular: moléculas lineares dispostas na forma de cordões soltos, mas agregados, como num novelo de lã. Exemplos: polietileno (PE), polipropileno (PP), poli(tereftalato de etileno) (PET), policarbonato (PC), poliestireno (PS), poli(cloreto de vinila) (PVC), poli(metilmetacrilato) (PMMA)
  • 10. Termorrígidos São rígidos e frágeis , sendo muito estáveis a variações de temperatura. Uma vez prontos, não mais se fundem. O aquecimento do polímero acabado promove decomposição do material antes de sua fusão, tornando sua reciclagem complicada . Estrutura molecular: os cordões estão ligados fisicamente entre si, formando uma rede, presos entre si através de numerosas ligações, não se movimentando com tanta liberdade os termoplásticos. Exemplos: baquelite, poliuretanos (PU) e poliacetato de Etileno Vinil (EVA), rsinas poliésteres, resinas fenólicas, resinas epoxi, gelcoat e etc.
  • 11. Elastômeros Classe intermediária entre os termoplásticos e os termorrígidos: não são fusíveis, mas apresentam alta elasticidade , não sendo rígidos como os termofixos. Reciclagem complicada pela incapacidade de fusão. Estrutura molecular: a estrutura é similar à do termorrígido, mas há menor número de ligações entre os “cordões”. Como se fosse a rede, mas com malhas bem mais largas. Ex: Borrachas
  • 13. Aditivos Estabilizantes e anti-oxidantes : evitam a degradação Pigmentos : dotam o plástico da cor desejada Plastificantes : conferem maior flexibilidade Materiais minerais : modificam a resistência mecânica e a textura Agentes anti-estáticos : reduzem a atração de poeiras devido à eletricidade estática Agentes anti-UV : limitam a degradação com a luz Agentes de expansão : tornam o plástico mais leve Agentes anti-fogo : aumentam a resistência ao fogo
  • 14. Introdução no mercado 1930 Borracha estireno-butadieno 1943 Silicones 1936 Poli(cloreto de vinila) (PVC) 1944 Poli(etileno teraftalato) 1936 Policloropreno (neopreno) 1947 Epóxis 1936 Poli(metil metacrilato) 1948 Resinas ABS 1936 Poli(acetado de vinila) 1955 Polietileno linear 1937 Poliestireno 1956 Poli(oximetileno) 1939 Nylon 66 1957 Polipropileno 1941 Poli (tetrafluoroetileno) (teflon) 1957 Policarbonato 1942 Poliesteres insaturados 1964 Resinas ionoméricas 1943 Polietileno ramificado 1965 Poli(imidas) 1943 Borracha butilada 1970 Elastômeros termoplásticos 1943 Nylon 6 1974 Poliamidas aromáticas
  • 15.
  • 16. Polietileno (PE) 1. Inerte 2. Resistente a comidas fresca e salgada 3. Resistente a maioria das soluções aquosas 4. Muito utilizado em produtos para a casa e armazenamento de comida 5. Barato 6. Fácil de moldar e fabricar 7. Pode ser transparente, translúcido ou opaco 8. Textura “encerada” 9. Difícil de ser impresso 10. Bom isolante elétrico (micro ondas)
  • 17. Polietileno (PE) Garrafas de óleo, brinquedos, embalagens de comida, Tupperware, tábuas de corte...
  • 18. Polipropileno (PP) 1. Produzido em grandes quantidades (aum. 10% ano) 2. Em forma pura é inflamável e degrada com o sol 3. Barato 4. Leve 5. Dúctil 6. Pouca resistência mecânica 7. Adicionado de vidro, talco ou giz melhora a performance 8. Adiciona à fibras possui resistência e resiliência alta 9. Ótima transparência
  • 19. Polipropileno (PP) Cordas, estantes, móveis de jardim, tanques de máquina de lavar, engradados de cerveja, pára-choques de carros, malas de viagem...
  • 20. Poliestireno (PS) 1. Em forma pura é frágil 2. Propriedades mecânicas são aumentadas drasticamente com a adição de polibutadieno, mas com perda de transparência 3. Possui 3 tipos: PS, PS misturado com polibutadieno, espuma de poliestireno 4. Bom para embalagens de bebidas e alimentos 5. Fácil de moldar 6. Extrema claridade e transparência, brilho tipo vidro 7. Fácil de ser colorido 8. Dividido em alto, médio e baixo impacto
  • 21. Poliestireno (PS) Copos descartáveis​​, brinquedos, canetas, caixas de tv, telhas da parede, capas de CD, vidros descartáveis...
  • 22. Acronolitrina Butadieno Estireno (ABS) 1. Maior resistência mecânica de todos os polímeros 2. Fácil de moldar 3. Geralmente opaco mas pode ser transparente 4. Pode ter cores vivas 5. Fácil de moldar 6. Resistência a raios UV com aditivos – aplicações outdoor 7. Higroscópico 8. Boa resistência a baixas temperaturas
  • 23. Carcaças de computador e televisões, telefones, mixers, aspiradores de pó, tubos, legos, mouses, máquinas de barbear... Acronolitrina Butadieno Estireno (ABS)
  • 24. Poliamida (PA, Nylon) 1. Pode ser fino como fios de seda (substituto) 2. Serve para aumentar a força da borracha em pneus 3. Reforçado com Vidro 4. Vários tipos: Nylon 6, Nylon 66, Nylon 11... 5. Alta resistência mecânica 6. Baixo coeficiente de fricção 7. Boa amplitude de temperatura 8. Fácil de fabricação de produtos 9. Pode ser juntado eletricamente ou com colas 10. Absorvem pouca água (até 4%) 11. Baixa resistência a ácidos, solventes, agentes oxidantes
  • 25. Buchas, engrenagens e rolamentos, carcaças de móveis, ligações hidráulicas, frascos de ketchup, cerdas, puxadores, embalagens para alimentos, linha de pesca, tapetes... Poliamida (PA, Nylon)
  • 26. Acrílico (PMMA) 1. Polimetimetacrílico 2. Polímero que mais se parece com vidro em transparência e resistência a ação de intempéries 3. Utilizado em cockpits de aviões na segunda guerra 4. Duro, quase como vidro 5. Pode ser misturado com borracha 6. Pode ser colorido
  • 27. Lentes, chuveiros, cabos de ferramentas, componentes elétricos, painéis publicitários, lanternas de carros, Cds... Acrílico (PMMA)
  • 28. Policarbonato (PC) 1. É um “plástico de engenharia” devido às suas propriedades mecânicas 2. Alta transparência 3. Boa resistência mecânica e rigidez em altas temperaturas 4. Boa resistência a impacto 5. Pode ser unido em solda
  • 29. Descanso para os secadores de cabelo, torradeiras, impressoras, forros de geladeira, capacetes para motociclistas, escudos de polícia... Policarbonato (PC)
  • 30. Polivinilclorido (PVC) 1. Um dos mais baratos e mais versáteis plásticos 2. Mais amplamente utilizado 3. É rígido mas não muito resistente 4. Muito barato 5. Pode ser maleável, com aditivos 6. Pode substituir borracha ou couro (características) 7. Pode ser misturado com fibra de vidro para aumento de resistência 8. Pode ser feito em espuma (painéis estruturais)
  • 31. Canos, sinais de trânsito, discos de vinil, bonecas, pisos de vinil, mangueiras de jardim, canoas... Polivinilclorido (PVC)
  • 32. 1. Boa performance mecânica até 160o C 2. PET é muito transparente 3. Impenetrável por água e CO2, mas O2 passa 4. É resistente, forte, fácil de dar forma, junta e esterilizar 5. Depois de reciclado pode virar roupas e carpetes 6. Tipos: não-modificado, retardante a chamas, reforçado com fibra de vidro e misturado com minerais 7. PET aguenta o gás dos refrigerantes 8. Pode ser transparente, opaco ou colorido Poliéster (PET, PBT, PETg)
  • 33. Película decorativa, balões metalizados, recipientes para bebidas, velas de windsurfing, cartões crédito, carpetes, escovas, caniços... Poliéster (PET, PBT, PETg)
  • 42.