Polímeros

2.165 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.165
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
91
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Polímeros

  1. 1. Polímeros grego poli = muitos + meros = partes por meio de uma reação denominada polimerização
  2. 2. Polímeros quanto a Natureza
  3. 3. Polímeros quanto a Natureza Naturais - celulose, DNA, RNA, proteínas, amido, glicogênio. DNA Sintéticos - plásticos, naílon, acrílico.
  4. 4. Tempo de decomposição 5 anos 200 a 500 anos 30 anos indeterminado 5 anos 100 anos +100 anos indeterminado
  5. 5. Capacidade de Moldagem Termopláticos - podem ser aquecidos e resfriados celulose poliamida Termorígidos ou termofíxos caseína polietileno poliestireno - Infusíveis e insolúveis por aquecimento, não permite reprocessamento poliuretano baquelite silicone
  6. 6. Reações de Polimerização Adição Durante a polimerização, ocorre a ruptura da ligação π e a formação de duas novas ligações simples, como mostra o esquema:
  7. 7. Reações de Polimerização Adição comum Número imenso de monômeros iguais, uma única estrutura
  8. 8. Reações de Polimerização Adição 1,4 Alcadienos conjulgados 1,4 resultando e borrachas
  9. 9. Reações de Polimerização Copolimeros de adição de monômeros diferentes, formando polímero de estrutura variada.
  10. 10. Reações de Polimerização Polímeros de condensação condensação entre moléculas de monômeros iguais ou diferentes (copolímeros), com liberação simultânea de um outro composto, como água. poliéster
  11. 11. Polietileno cadeia reta Garrafas Brinquedos Sua sigla técnica é PEAD ou HDPE e sua identificação em processos de reciclagem é dada pelo símbolo
  12. 12. Polietileno cadeia ramificada Sacos plásticos As ramificações das Revestimento de fios cadeias dificultam as interações, originand Embalagens maleáveis o um material macio e flexível, conhecido por polietileno de baixa densidade. Sua sigla é PEBD ou LDPE e sua identificação em processos de reciclagem é dada pelo símbolo
  13. 13. Polipropileno Objetos moldados Fibra de roupas Cordas Tapetes Bandejas Pará-choque Sua sigla é PP e, para efeitos de reciclagem, seu símbolo é
  14. 14. Poliestireno Pratos Copos Seringas Isopor Sua sigla é PS e seu símbolo é
  15. 15. Policloreto de vinila (PVC) Couro sintético Canos Discos Evita a propagação de chamas, sendo usado como isolante elétrico. Sua sigla é PVC e seu símbolo é
  16. 16. Teflon Vedação Panelas e frigideiras Isolante elétrico Sua sigla é PTFE; seu símbolo, também é usado para outros polímeros.
  17. 17. Poliacrilonitrila Fibras para inverno Cobertores Tapetes Não é utilizado em processos de reciclagem.
  18. 18. Poliacetato de vinila (PVA) Gomas de mascar Tintas Adesivos Sua sigla é PVA e seu símbolo é
  19. 19. Borracha sintética Suas polimerizações podem ser representadas por:
  20. 20. Borracha sintética As borrachas sintéticas, quando comparadas às naturais, são mais resistentes às variações de temperatura e ao ataque de produtos químicos, sendo utilizadas para a produção de mangueiras, correias e artigos para vedação. Existem outros tipos de borrachas sintéticas formadas pela adição de dois tipos diferentes de monômeros. Copolímeros são polímeros formados por mais de um tipo de monômero.
  21. 21. Borracha sintética As tintas do tipo látex são misturas parcialmente polimerizadas de estireno e dienos em água. Essa mistura também contém agentes emulsificantes, como sabão, que mantêm as partículas dos monômeros dispersas na água. Após a aplicação desse tipo de tinta, a água evapora, permitindo a copolimerização e revestindo a superfície pintada com uma película.

×