Docente: Drª. Gertrudes Silva- Joyce Travelbee -Discentes: Isabel Leocádio, nº 31406Renatta Ferreira, nº 30998Évora, Maio ...
Joyce Travelbee eraenfermeira psiquiátrica,educadora e escritora.Évora, Maio de 2013 2
Évora, Maio de 2013 31946Formação básica em enfermagem na CharityHospital School of Nursing de New Orleans1956Bacharelato ...
Évora, Maio de 2013 41952Professora de enfermagem psiquiátrica na Depaul HospitalAffiliate School em New Orleans…Ensino de...
1963Travelbee começa a publicar artigos empublicações de enfermagem1966 e 1971O seu primeiro livro Interpersonal Aspects o...
Joyce Travelbee foi influenciada por: As experiências no ensino básico de enfermageme na prática inicial em instituições ...
Évora, Maio de 2013 7
METAPARADIGMASSaúdeAmbientePessoaEnfermagemÉvora, Maio de 2013 8
 Para Travelbee, enfermagem é definida como "umprocesso interpessoal através do qual o profissional deenfermagem auxilia ...
 Travelbee designa a pessoa como um serhumano, definido por "um indivíduoúnico e insubstituível" (Torney, 2004)que esta e...
Travelbee caracteriza saúde em dois aspectos: emsaúde subjetiva e objetiva. A saúde subjetiva é o estado individual de be...
 A teórica descreve o sofrimento, a esperança, ador e a doença e não diretamente o ambiente. Estas situações da condição...
 A enfermagem tem o seu objetivo alcançado quando éestabelecida uma relação pessoa-pessoa. O enfermeiro e o doente devem...
 É necessário que o enfermeiro ajude o utente e seus familiareschegarem a descoberta de um sentido em todo o sofrimento q...
INTERACÇÃOÉvora, Maio de 2013 15
No modelo relação pessoa-a-pessoa ainteracção entre a enfermeira e o doenteestabelece-se da seguinte forma:HarmoniaSimpati...
Quadro 1: Relação pessoa-a-pessoa. (Conceptualizada por William Hobble e TheresaLansinger com base nos escritos de Joyce T...
 Caracteriza-se pelas primeiras impressõesque a enfermeira tem da pessoa e que estatem da enfermeira; A enfermeira e o d...
 A Enfermeira e o doente vêem se um aooutro como indíviduos únicos; O laço da relação começa a formar-se.Évora, Maio de ...
 Capacidade de partilhar a experiência daoutra pessoa; Capacidade de prever o comportamento doindividuo com quem se empa...
 A simpatia vai para além da empatia; Ocorre quando a enfermeira deseja aliviar acausa da doença ou do sofrimento do doe...
• Acções de enfermagem quealiviam a angústia do doente;• A enfermeira e o doenterelacionam-se de ser humanopara ser humano...
GeneralidadeClarezaPrecisãoEmpíricaConsequênciasDeriváveisSimplicidadeÉvora, Maio de 2013 23
 SALES AS (1997). O cuidado de enfermagem: Uma visãofenomenológica do ser leucêmico. [dissertação]. São Paulo (SP):Escola...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Joyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoa

11.013 visualizações

Publicada em

Teórica de enfermagem Joyce Travelbee e seu modelo de Relação Pessoa-a-pessoa.
Human-To-Human Relationship model by Joyce Travelbee.

Publicada em: Educação
0 comentários
14 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.013
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
14
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Joyce Travelbee - Modelo de Relação Pessoa-a-pessoa

  1. 1. Docente: Drª. Gertrudes Silva- Joyce Travelbee -Discentes: Isabel Leocádio, nº 31406Renatta Ferreira, nº 30998Évora, Maio de 2013 1
  2. 2. Joyce Travelbee eraenfermeira psiquiátrica,educadora e escritora.Évora, Maio de 2013 2
  3. 3. Évora, Maio de 2013 31946Formação básica em enfermagem na CharityHospital School of Nursing de New Orleans1956Bacharelato em ensino de enfermagem pelaLousiana State University1959Mestrado em Enfermagem pela Yale1973…Iniciou o doutoramento na Flórida
  4. 4. Évora, Maio de 2013 41952Professora de enfermagem psiquiátrica na Depaul HospitalAffiliate School em New Orleans…Ensino de Enfermagem psiquiátrica no Charity HospitalSchool of Nursing, na Lousiana State University, na NewYork University e na Universidade do Mississipi1970Nomeada diretora de projeto na Hotel Dieu School ofNursing, em New Orleans1973…Diretora do ensino superior na Lousiana State UniversitySchool of Nursing
  5. 5. 1963Travelbee começa a publicar artigos empublicações de enfermagem1966 e 1971O seu primeiro livro Interpersonal Aspects ofNursing1969Um segundo livro Intervention in PsychiatricNursing; Process in the One-to-One RelationshipÉvora, Maio de 2013 5
  6. 6. Joyce Travelbee foi influenciada por: As experiências no ensino básico de enfermageme na prática inicial em instituições Católicas; Influenciada por Ida Jean Orlando, uma das suasorientadoras durante os seus estudos, em que osdois modelos encontram semelhanças; Influenciada por Viktor Frankl, um sobreviventede Auschwitz com a teoria da logoterapia.Évora, Maio de 2013 6
  7. 7. Évora, Maio de 2013 7
  8. 8. METAPARADIGMASSaúdeAmbientePessoaEnfermagemÉvora, Maio de 2013 8
  9. 9.  Para Travelbee, enfermagem é definida como "umprocesso interpessoal através do qual o profissional deenfermagem auxilia um indivíduo, família oucomunidade na prevenção e a lidar com a experiênciada doença e do sofrimento e, se necessário, a encontrarsentido nestas experiências." (Torney, 2004) Este caracter interpessoal é atribuído à enfermagem poisnessa profissão é constante e essencial o envolvimento ecomunicação da enfermeira com seus utentes.Évora, Maio de 2013 9
  10. 10.  Travelbee designa a pessoa como um serhumano, definido por "um indivíduoúnico e insubstituível" (Torney, 2004)que esta em constante evolução emudança. A partir desta concepção de unicidadevalorizamos a compreensão e aceitaçãodas pessoas como elas são, respeitandosuas individualidades, limitações epotencialidades.Évora, Maio de 2013 10
  11. 11. Travelbee caracteriza saúde em dois aspectos: emsaúde subjetiva e objetiva. A saúde subjetiva é o estado individual de bem-estar de cada pessoa em que parâmetros como aauto-estima física, emocional e espiritual sãoenquadrados. A saúde objetiva é descrita como ausência dedoença segundo análises laboratoriais,psicólogos e observações físicas.Évora, Maio de 2013 11
  12. 12.  A teórica descreve o sofrimento, a esperança, ador e a doença e não diretamente o ambiente. Estas situações da condição humana acabam porser equiparadas ao ambiente.Évora, Maio de 2013 12
  13. 13.  A enfermagem tem o seu objetivo alcançado quando éestabelecida uma relação pessoa-pessoa. O enfermeiro e o doente devem manter um processo decomunicação e mutuo conhecimento saudável atéchegarmos à estabelecer uma relação pessoa-a-pessoa,onde o enfermeiro deverá compreender que a doença e osofrimento são e vão além do físico, são conflitos de nívelespiritual e emocional. Os termos: paciente e enfermeira são estereótipos úteissomente para facilitar a comunicação, devemos pensar nopaciente como um ser humano que neste momentonecessita de assistência de outro ser humano.Évora, Maio de 2013 13
  14. 14.  É necessário que o enfermeiro ajude o utente e seus familiareschegarem a descoberta de um sentido em todo o sofrimento queele (doente) está a passar em seu estado físico, psicológico,social e espiritual. Esta concepção é de suma importância para uma família aceitara patologia e encontrar caminhos para enfrentá-la, o encontrar“um sentido” na má experiência (na doença) acaba por confortara todos pois parece ser uma resposta ao momento, pois estasfamílias apresentam dificuldades no relacionamento com oportador das patologias, no entender sintomas da doença e aprópria doença. O “encontrar sentido” pode ser uma filosofia de vida quedesperta uma esperança, por vezes, capaz de mudar umarealidade.Évora, Maio de 2013 14
  15. 15. INTERACÇÃOÉvora, Maio de 2013 15
  16. 16. No modelo relação pessoa-a-pessoa ainteracção entre a enfermeira e o doenteestabelece-se da seguinte forma:HarmoniaSimpatiaEmpatiaIdentidades emEmergênciaPrimeiro EncontroÉvora, Maio de 2013 16
  17. 17. Quadro 1: Relação pessoa-a-pessoa. (Conceptualizada por William Hobble e TheresaLansinger com base nos escritos de Joyce TravelbeeÉvora, Maio de 2013 17
  18. 18.  Caracteriza-se pelas primeiras impressõesque a enfermeira tem da pessoa e que estatem da enfermeira; A enfermeira e o doente vêem se um aooutro em papéis estereotipados.Évora, Maio de 2013 18
  19. 19.  A Enfermeira e o doente vêem se um aooutro como indíviduos únicos; O laço da relação começa a formar-se.Évora, Maio de 2013 19
  20. 20.  Capacidade de partilhar a experiência daoutra pessoa; Capacidade de prever o comportamento doindividuo com quem se empatizou; Duas qualidades que melhoravam o processode empatia: semelhanças da experiência eo desejo de compreender a outra pessoa.Évora, Maio de 2013 20
  21. 21.  A simpatia vai para além da empatia; Ocorre quando a enfermeira deseja aliviar acausa da doença ou do sofrimento do doente; “Quando alguém simpatiza, a pessoa estáenvolvida mas não está incapacitada peloenvolvimento.”Évora, Maio de 2013 21
  22. 22. • Acções de enfermagem quealiviam a angústia do doente;• A enfermeira e o doenterelacionam-se de ser humanopara ser humano;• A pessoa doente demonstracrença e confiança naenfermeira.“Uma enfermeira é capaz de criar aharmonia, porque possui oconhecimento e as experiênciasnecessárias para auxiliar as pessoasdoentes e porque é capaz de perceber,responder e apreciar a singularidadedo ser humano doente.”Évora, Maio de 2013 22
  23. 23. GeneralidadeClarezaPrecisãoEmpíricaConsequênciasDeriváveisSimplicidadeÉvora, Maio de 2013 23
  24. 24.  SALES AS (1997). O cuidado de enfermagem: Uma visãofenomenológica do ser leucêmico. [dissertação]. São Paulo (SP):Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. TORNEY, Ann Marriner; ALLIGOOD, Martha Raile (2004). Teóricas deEnfermagem e a Sua Obra (Modelos e Teorias de Enfermagem). 5ª Ed.Lusociência Editora. WAIDAMAN Map, ELSEN I, Marconi SS. Possibilidades e limites da teoriade Joyce Travelbee para a construção de uma metodologia de cuidadoà família. Rev. Eletr. Enf. [Internet].2006; Acedido a 2 de Maio de2013, em:http://www.fen.ufg.br/fen_revista/revista8_2/v8n2a13.htmÉvora, Maio de 2013 24

×