Ida jean orlando pelletier

2.531 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ida jean orlando pelletier

  1. 1. Ida Jean Orlando Pelletier Disciplina do Processo de Enfermagem
  2. 2. Orlando o Nascida em 1926 em Nova York (USA) o Formou-se1947 pelo New York Medical College o Em 1951 bacharelou-se em Enfermagem de Saúde Pública em St.John`s University, em Brooklym. o Mestre em Consultoria em Saúde Mental na Universidade de Columbia em 1954 o Yale como pesquisadora associada e investigadora
  3. 3. Orlando o The dynamic nurse-patiente relationship: Function, process and principles em 1961(e reimpresso em 1990) o Em 1962 casou-se com Robert Pelletier e mudou-se para Massachussets o The discipline and teaching of nursing process, em 1972
  4. 4. Orlando • Identifica o papel da enfermagem como: Responsabilidade direta da enfermeira considerar que as necessidades de ajuda do paciente sejam preenchidas... • Incapacidade do Enfermeiro de manter sua função
  5. 5. Orlando •Enfermagem é exclusiva e independente, pois se preocupa com uma necessidade individual de ajuda. • As ações precisam preencher as necessidades de ajuda do paciente.
  6. 6. Aplicabilidade da Teoria O propósito de sua teoria quando aplicada é permitir a enfermeira satisfazer as necessidades de ajuda ao paciente.
  7. 7. Processo de Enfermagem É baseada no “processo pelo qual qualquer indivíduo age”. A finalidade do processo é preencher a necessidade imediata de ajuda do paciente
  8. 8. Comportamento do Paciente • Verbal: queixas, solicitações, perguntas, recusas, demandas, comentários e declarações. • Não verbal: manifestações fisiológicas como FC, sudorese, edema, micção, atividade motora, como sorrir, caminhar e evitar o contato visual. Podendo ser também vocal, como soluçar, rir, gritar e suspirar.
  9. 9. Reação e Ação da Enfermeira • Essa reação é composta por 3 partes iguais: 1- A enfermeira percebe o comportamento através de qualquer sentido. 2- O resultado leva ao pensamento automático 3- Por fim resulta em um sentimento automático
  10. 10. Reação e Ação da Enfermeira • É necessário controle sobre suas reações, usando a disciplina. •O uso da disciplina do processo pode ajudar o paciente a comunicar a sua necessidade mais efetivamente.
  11. 11. Função Profissional Orlando defende uma função definida para a profissão de enfermagem, pois este trabalha em conjunto e não pode fazer uma atividade que não lhe convém ou que não tem entendimento.
  12. 12. Teoria x Metaparadigma Homem Saúde Enfermagem
  13. 13. Pontes Fortes • Pacientes serão tratados individualmente. • Impede o diagnóstico incorreto ou planos ineficientes. • Independência da enfermagem. • A disciplina do processo de enfermagem de Orlando é útil para as enfermeiras em suas interações com os pacientes.

×