Fotografia: Introdução à composição fotográfica

1.579 visualizações

Publicada em

Fotografia: Introdução à composição fotográfica

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.579
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
282
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fotografia: Introdução à composição fotográfica

  1. 1. Fotografia Introdução à Composição Fotográfica
  2. 2. Composição fotográfica • É a ordem dos elementos, do primeiro plano e dos motivos secundários, é também a qualidade estética que inclui textura, equilíbrio de cores e formas entre outras variáveis que combinadas formam uma imagem comunicativa e agradável de se ver. • A composição de imagem tem como objetivo alcançar um efeito emocional, passar um clima e quebrar a monotonia, pois compor não é só mostrar imagens bonitas mas sim fazer com que o espectador fixe a sua atenção nos pontos de interesse do assunto, esse interesse pode estar no primeiro plano, no meio ou atrás.
  3. 3. 7 regras para criar uma boa composição fotográfica 1. Nenhuma regra é absoluta e existem para serem desrespeitadas. Se gosta de uma cena, fotografe-a, seja o que for que as regras digam sobre o assunto. 2. A imagem deve ser simples para manter a atenção do espectador no assunto. 3. Quando fotografa pessoas tente evitar ao máximo cortar as articulações. 4. Deve utilizar fundos simples para que não roubem a atenção do assunto principal. 5. São as cores que dão o clima apropriado. As cores quentes transmitem energia, os tons baixos dão um aspecto harmonioso e estável. 6. O tamanho dos objetos também tem um peso visual. Assim como os tons escuros são mais pesados que os claros. 7. Evite colocar elementos desnecessários. Cada elemento deve representar algo e fazer parte de um conjunto.
  4. 4. Regra dos terços • A regra dos terços é uma maneira simples de conseguir uma boa composição. • Esta está em todos os livros de fotografia e até se encontra no manual da sua máquina fotográfica devido à sua importância.
  5. 5. • De forma imaginária, divida a imagem observada no visor da sua câmera em três partes, tanto horizontais como verticais. Os quatro pontos de interseção chamados pontos de interesse, são os pontos de maior impacto visual na sua fotografia. Ao fotografar coloque o assunto principal e outros motivos de interesse nos pontos de interseção das linhas. • As linhas horizontais podem ser utilizadas para colocar, por exemplo a linha do horizonte, esta deve ficar para baixo ou para cima da linha média se pretende realçar o céu ou não. As linhas verticais são usadas por exemplo para colocar árvores e edifícios. • Quando o motivo se desloca deve fazê-lo da direita para a esquerda, caso contrário daria a sensação de estar prestes a chocar contra o lado vertical da fotografia, da mesma forma quando uma pessoa olha para o lado deve fazê-lo no mesmo sentido.
  6. 6. Regra dos terços Pontos de interseção
  7. 7. Enquadramentos em enquadramentos • Concentram a atenção do observador • Criam um contexto mais amplo em relação ao motivo • Escondem detalhes em primeiro plano que distraem • Criam uma sensação de profundidade na imagem
  8. 8. Composição simétrica • Solidez, estabilidade e força • Organização de imagens com detalhes elaborados • Simplicidade dos elementos de um tema
  9. 9. Composição radial • Composições radiais transmitem uma sensação de movimento, mesmo que o motivo seja estático, isto é, são aquelas em que os elementos principais se espalham a partir do meio da imagem.
  10. 10. Sobreposição • A sobreposição de elementos no motivo tem como objetivo mostrar o aumento da profundidade e da perspectiva, como também convidar à observação dos contrastes no motivo.
  11. 11. Composição horizontal • Enquadramento largo e estreito que se adéqua a certos motivos e conduz o olhar através das linhas em direção ao assunto. Normalmente a composição horizontal é utilizada para transmitir estabilidade e/ou descanso.
  12. 12. Composição vertical • Ao contrário de uma composição na horizontal, a composição na vertical é uma composição alta e estreita que realça um panorama vertical, é também uma imagem que apenas pode ser captada erguendo a cabeça e olhando para cima.
  13. 13. Composição diagonal • Conduzem o olhar de uma parte da imagem para outra e transmitem uma maior energia, dinamismo e movimento, e criam um caminho que conduz o nosso olhar de um canto ao outro da imagem.
  14. 14. Composição em círculo • Produzem harmonia numa imagem, e se incluirmos numa composição uma forma redonda dominante, podemos verificar que ela não só atrai de imediato a atenção como também a nossa vista dificilmente se abstrai dela.
  15. 15. Sombras • Enquadrar a imagem de modo a que o motivo e a sombra criem uma composição simétrica • Enquadrar a imagem para que a própria sombra seja o centro da atenção • Existem alturas em que as próprias sombras podem se tornar num motivo, com efeito. Uma sombra permite-nos ver uma imagem de outra maneira, o tamanho e a visibilidade da sombra do motivo depende do ângulo da luz existente.
  16. 16. Reflexos • A maneira como as superfícies absorvem e refletem a luz é o que nos permite vê-las. A luz refletida é também uma parte integrante de qualquer cena em exteriores, iluminando áreas que de outra forma estariam na sombra • No entanto, algumas superfícies são tão boas refletoras que criam as suas próprias imagens, espelhando as coisas que estão à sua volta. A água, o vidro, e os metais polidos oferecem a oportunidade de fotografar coisas de uma maneira indireta
  17. 17. Fotografia Elementos da Composição Fotográfica: Linhas, Cores e Formas – Parte I
  18. 18. • A composição de uma imagem: • Arrumação dos elementos no quadro • Assunto principal, o primeiro plano e os elementos secundários. • É necessário pensar na qualidade estética, sendo assim o fotógrafo deve treinar o olhar. • Desenvolver o senso estético que é fator primordial para o sucesso das imagens produzidas.
  19. 19. O que é estética? • Estética (do grego aisthésis: percepção, sensação) é um ramo da filosofia que tem por objeto o estudo da natureza do belo e dos fundamentos da arte. Ela estuda o julgamento e a percepção do que é considerado belo, a produção das emoções pelos fenômenos estéticos.
  20. 20. Vamos pensar na seguinte situação: • Você está narrando um fato ocorrido para uma pessoa que não estava presente ao tal e naturalmente você seleciona e organiza o que é importante para a compreensão do ouvinte e, claro, omite outras, que nada tem de importância para o entendimento do fato. • Na fotografia é exatamente assim… você seleciona coisas que devem aparecer no quadro e outras que deve deixar de fora. Isso é composição.
  21. 21. Linhas • As horizontais tendem a passar uma impressão de estabilidade e calma. Apenas lembrando que quando se tratar da linha do horizonte deve-se evitar centralizar a linha. • Regra dos terços para linhas do horizonte: dois terços do quadro para o elemento para o qual você dará mais importância na foto.
  22. 22. Linhas horizontais
  23. 23. • As verticais ressaltam a altura e dão a sensação de grandiosidade. • São utilizadas para dar um destaque à altura de determinados elementos e por essa razão tornam as imagens muito mais dinâmicas
  24. 24. Linhas verticais
  25. 25. • As diagonais e curvas são as mais interessantes e com maior efeito visual porque conduzem os olhos do expectador para um determinado ponto de interesse. • Geralmente estas linhas partem de um dos lados do enquadramento até o seu lado oposto.
  26. 26. Linhas curvas
  27. 27. Linhas diagonais
  28. 28. Cores • Despertam sensações e sentimentos que ativam nossas percepções e seus efeitos são compreendidos não apenas visualmente, mas também psicológica e simbolicamente. • Dependendo da sua temperatura elas podem despertar diferentes interpretações. • As cores frias (verde, azul, violeta) e neutras (branco, cinza) despertam sensações de calma, equilíbrio e controle sobre os próprios impulsos.
  29. 29. Cores frias/neutras
  30. 30. • Já as cores quentes (amarelo, vermelho, laranja) despertam sensações de satisfação, impulso e ação.
  31. 31. Formas • Triângulos, círculos, retângulos, losangos e outras formas geométricas são rapidamente reconhecidas e podem ser elementos que causam curiosidade e estímulo e até mesmo identificação numa foto. • As formas também podem ser abstratas: • Orgânicas • Geométricas • Ornamentais • Simbólicas
  32. 32. Formas
  33. 33. Fotografia Elementos da Composição Fotográfica: Textura e Espaço – Parte II
  34. 34. Textura • Podem se apresentar como um conjunto de pontos, linhas retas, curvas ou sinuosas. A textura pode ser macia, áspera, lisa, enrugada, etc. e pode nos transmitir sensações e sentimentos, como por exemplo: • Lisa = tranquilidade, suavidade, frio • Áspera = raiva, calor • Macia = conforto, aconchego • Enrugada = tristeza, sofrimento, umidade
  35. 35. Textura
  36. 36. Espaço • Em fotografia trabalhamos com o espaço bidimensional (altura e largura) onde representamos o espaço do mundo real que é tridimensional (altura, profundidade e largura). Para representá-lo trabalhamos com a ilusão através de alguns recursos como: • Sobreposição: sabemos que as formas estão sobrepostas, pois, a que tem o contorno completo é a que está na frente, e isso nos dá a impressão de existirem vários planos.
  37. 37. Espaço: Sobreposição
  38. 38. • Tamanho das formas: as maiores parecem estar mais perto de nós e as menores, mais distantes.
  39. 39. • Perspectiva linear: é a ilusão de que os objetos parecem convergir para um ponto de fuga. Esse ponto de convergência pode ser visível ou imaginário.
  40. 40. Perspectiva Linear
  41. 41. • Luz e sombra: ressalta volume do objeto retratado e dá a ele tridimensionalidade.
  42. 42. Para finalizar... • Comece a observar o mundo à sua volta com o olhar mais atento às inúmeras possibilidades. O ingrediente principal é a sensibilidade, é perceber o mundo como se fosse a primeira vez. • Então, veja o mundo com um “olhar de estranhamento”, como se todas as coisas fossem extraordinárias, porque de fato, elas são. • Estranheza: s.f. 1 .Qualidade, propriedade ou aparência do que é estranho, extraordinário ou fora do comum. • Estranhamento: s.m. 2. Surpresa ou admiração provocada por algo que não se espera ou não se conhece;
  43. 43. Obrigado!!! ☺  Façam ótimos cliques por aí!  Profº Raphael Fonte: http://www.fotografia-dg.com/composicao-fotografica/

×