O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

ANÁLISE DE IMAGEM - EXERCÍCIO

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Palestraalexandra
Palestraalexandra
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 2 Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Mais de aulasdejornalismo (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

ANÁLISE DE IMAGEM - EXERCÍCIO

  1. 1. EXERCÍCIO A partir da teoria da Análise de Imagem, faça um estudo sobre a infografia a seguir: Infografia publicada na revista Superinteressante 1. UMA INFOGRAFIA 1.1) O que é? A peça consiste numa infografia da revista Superinteressante. Trata-se de um gênero jornalístico, impresso, publicado em uma revista de circulação nacional. 1.2) Qual objetivo? A infografia objetiva traduzir imageticamente ao leitor a complexidade do universo abrangido pela água em todo planeta. Visa informar sobre o ciclo da água na cadeia produtiva, seu consumo no Brasil e no mundo, seu consumo individual, bem como as características desse consumo. 1.3) Como? A revista superinteressante tem como linha editorial a transformação de notícias e informações complexas, do campo linguístico para o campo visual. A partir de recursos utilizados próprios da Infografia, a publicação traduz ao leitor números do consumo mundial de água num infográfico de fácil assimilação e leitura. 2. A MENSAGEM EM SI MESMA 2.1) Como é constituída? (linguisticamente e os tipos de signos) A infografia é composta por três tipos de mensagens; a lingüística, a icônica e a simbólica. A primeira é formada pelo texto “A água que você usa por dia: 7887 litros”. É acompanhada
  2. 2. ainda da chamada “Os Bens nossos de cada dia”, em que é descrito a quantidade de água utilizada na produção de determinados produtos duráveis. A composição azul, azul escuro e branco, que domina toda a página, define primordialmente o caráter icônico da mensagem. As cores na sua composição estética são utilizadas para estimular nossos sentidos numa primeira percepção da mensagem e representam ícones na medida em que guardam relações de semelhanças qualitativas com os referentes (os recortes do real) de cada interpretador. Além disso, outros ícones encontrados são os desenhos (calça jeans, bomba de gasolina, computador, camiseta, par de sapatos, e carrinho de supermercado), no campo referente à cadeia produtiva. No centro da imagem predomina um enorme ícone em formato de gráfico de barras circular. E na lateral direita temos duas informações simbólicas. Na parte superior, um mapa do Brasil, com gráficos de barra, e na parte inferior o mapa mundi, também com gráficos de barra. 3. A REFERENCIALIDADE DA IMAGEM 3.1) Sugestões de interpretação (singularidades); possibilidades de interpretação dos elementos Via de regra, a referencialidade da mensagem diz respeito aos aspectos singulares, às sugestões e ao tema central a que a mensagem se refere. Neste caso, porém, devemos destacar que se trata de uma mensagem jornalística, uma infografia, em que prevalece o aspecto informativo e factual (secundidade). O objetivo maior da infografia não é comunicar algo simbolicamente, mas informar factualmente e de maneira rápida, o seu leitor 4. A INTERPRETAÇÃO DA INFOGRAFIA 4.1) Qual o significado da infografia? Tratando-se de uma infografia, em que prevalece a função referencial da linguagem. Nela, a informação deve ser o primordial, ainda que utilize a semiose sígnica para traduzir visualmente uma informação complexa. Neste caso específico, o emotivo dá lugar ao sensorial, que é obtido pelo predomínio da cor, ainda no estado da primeiridade. Ela serve como ponto de entrada na leitura da infografia, que se complementa pelo ícone central, remetendo a um enorme ralo, para onde vai a água do desperdício. Já no campo reativo, o predomínio do factual das informações, que tem como objetivo gerar consciência para a economia de água e a luta contra o desperdício. Por fim, no campo lógico, prevalece a mensagem de que a economia evita o desperdício. Dependendo do contexto de leitura, essa informação ganha dimensão simbólica, no contexto lógico, pois tange para a geração de consciência, de economia e de uso racional da água, como práxis da absorção e entendimento de uma mensagem.

×