Historia da Fotografia

1.930 visualizações

Publicada em

Breve apresentação sobre a história da fotografia.

Publicada em: Arte e fotografia
1 comentário
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.930
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Historia da Fotografia

  1. 1. História da
  2. 2. φως [fós] (luz) γραφις [grafis] (pincel) Fotografia (desenhar com a luz)
  3. 3. A pré-história da fotografia
  4. 4. Câmera escura é um princípio óptico que serve de base para a invenção da fotografia no início do século XIX. Ela consiste numa caixa com um orifício por onde a luz de um lugar externo passa e atinge uma superfície interna, onde é reproduzida a imagem invertida.
  5. 5. É possível que o princípio tenha origem a partir do século 5 A.C na China. Mas sabe-se que também foi observado por Aristóteles na Grécia no século 4A.C. Durante o século 6, foi construída a primeira câmera escura, em experimentos de Antêmio de Tales.
  6. 6. Segundo as teorias de Matt Gatton, no entanto, o fenômeno pode ter sido presenciado durante a pre-história da civilização e utilizado por alguns “homens-das-cavernas” para realizar pinturas.
  7. 7. A pintura Up Side Down Horse feita há 28000 anos a. C. na gruta de Lascaux com o efeito da projeção invertida da câmara obscura.
  8. 8. O mais antigo desenho realizado de uma câmera escura que se tem notícia, é de 1544, feito pelo médico e matemático holandês ReinerGemma Frisius .
  9. 9. Primeira ilustração de uma câmera escura feita por ReinerGemma Frisius (1544)
  10. 10. A câmara escura então, era utilizada para a observação segura de fenômenos astronômicos como o eclipse solar.
  11. 11. No século XIV já se aconselhava o uso da Câmara Obscura como auxílio ao desenho e à pintura. Foram muito utilizadas por artistas amadores e também por profissionais, como, por exemplo, o italiano Leonardo da Vinci e o pintor holandês JohannesVermeer.
  12. 12. Em 1558 o napolitano Giovanni Battista della Porta publicou o Magiae naturalis sive de miraculis rerum naturalium. Uma compilação baseada no estudo dos autores antigos e modernos, onde em uma das edições, descreve uma câmera escura dotada de uma lente convexa. Giovanni Battista della Porta (1535–1615) Magiae naturalis
  13. 13. Giovanni Battista della Porta (1535–1615) e sua Magia Naturalis (Natural Magic, 1558)
  14. 14. Câmara Escura de Kepler Em 1620, o astrônomo Johannes Kepler utilizou uma Câmara Escura para desenhos topográficos.
  15. 15. Em 1685, Johan Zahn descreve a utilização de um espelho, para redirecionar a imagem ao plano horizontal, facilitando assim o desenho nas câmaras portáteis. Câmera obscura reflex. Johann Zahn (1685)
  16. 16. Por volta do século 18, os desenvolvimentos seguintes por Robert Boyle e o criador do microscópio Robert Hooke, mais modelos portáteis se tornaram disponíveis Mais tarde foram adaptadas para criar as primeiras câmeras fotográficas.
  17. 17. Camera-obscura - 1800
  18. 18. Câmera escura de 1823 pertencente a William Henry Fox Talbot,um dos um dos criadores da fotografia. Atualmente encontra-se no National Media Museum, em Bradford, Inglaterra.
  19. 19. Câmara escura Câmera fotográfica
  20. 20. O nascimento da fotografia
  21. 21. Em 1604 o cientista italiano Angelo Sala percebeu que um composto de prata escurecia ao Sol, supondo que esse efeito fosse produzido pelo calor. Em 1725, John Heirinch Schuzel, observou o escurecimento do nitrato de prata em contato com a luz.
  22. 22. Em 1826 o francês Joseph Nicéphore Niépce, registrou a primeira fotografia em uma placa de estanho coberta com um derivado de petróleo fotossensível chamado Betume da Judeia.
  23. 23. Primeira fotografia permanente da história, feita por Niépce, em 1826.
  24. 24. Niépce colocou a chapa dentro da câmera escura, com a lente voltada para a janela do sótão de sua casa em direção ao pátio externo. Foram necessárias 8 horas de exposição para gravar a imagem. A fixação foi feita através de uma mistura de óleos.
  25. 25. Câmera construída por Niépce.
  26. 26. A partir dos resultados de Niépce, várias pesquisas foram realizadas, chegando a dois processos mais conhecidos, que foram desenvolvidos de forma paralela, o Daguerreótipo (1839) e o Calótipo (1841).
  27. 27. O Daguerreótipo foi o primeiro equipamento fotográfico fabricado em escala comercial da história. Criado em 1837 por Louis Jacques Mandé Daguerre e fabricado por Alphonse Giroux.
  28. 28. O modelo foi apresentado publicamente pela primeira vez em 1839, na França. No mesmo ano, o governo do país declarou o invento como domínio público. A captação de imagem era feita através de exposição manual (cerca de 25 minutos).
  29. 29. O registro era feito em uma placa de prata sensibilizada com vapor de iodo. O contato com a luz transforma os cristais de iodeto de prata em prata metálica, formando uma imagem latente, revelada posteriormente com o uso do vapor de mercúrio. A fixação era feita com hipossulfito de sódio. O resultado é uma imagem detalhada, em positivo e em baixo relevo.
  30. 30. Primeira fotografia feita com um Daguerreótipo, em 1837.
  31. 31. Boulevard duTemple, Paris, 1838.
  32. 32. Caixa para revelação, onde a placa de prata sensibilizada recebia o vapor de mercúrio para revelação.
  33. 33. Placa de cobre polida, coberta com prata, sensibilizada com iodo e bromo e revelada em vapor de mercúrio. Fotografada com uma câmera 4x5 dentro de um chassi adaptado. Oficina de Daguerreotipia ministrada por Francisco Moreira da Costa (2010)
  34. 34. Exemplar leiloado por R$ 1,638 milhão em 2010 / Westlicht Auction
  35. 35. Exemplar leiloado por R$ 1,638 milhão em 2010 / Westlicht Auction
  36. 36. A mais conhecida imagem de Edgar Allan Poe foi tirada por C.T.Tatman, utilizando um daguerreótipo, em 1848, pouco tempo antes de sua morte.
  37. 37. A primeira fotografia tirada de Abraham Lincoln também foi por um daguerreótipo. Foto de 1846 por Matthew B. Brady.
  38. 38. O Calótipo, ou Talbótipo foi um processo fotográfico inventado por William Fox Talbot em 1836 e registado pelo mesmo, na Royal Society em Londres, em 1841. William Henry Fox Talbot, por John Moffat, 1864.
  39. 39. O processo consiste na exposição à luz em papel (parafinado para ficar transparente) sensibilizado com nitrato de prata e ácido gálico, gerando uma imagem negativa. Posteriormente este é fixado numa solução de hipossulfito de sódio.
  40. 40. Quando pronto e seco, positiva-se a imagem por contato direto num papel idêntico.
  41. 41. Câmeras utilizadas por Talbot entre 1835 e 1839
  42. 42. Câmeras utilizadas por Talbot entre 1840 e 1842
  43. 43. Fotografia feita por Talbot entre 1842 e 43
  44. 44. Em 1851 Frederick Scott Archer (escultor inglês) publicou um artigo sobre o processo do colódio húmido. A técnica consiste em uma chapa de vidro preparada com nitrato de celulose e um iodeto solúvel sensibilizado com nitrato de prata.
  45. 45. 1- Espalhava-se cuidadosamente o colódio com iodeto de potássio sobre o vidro, até formar uma superfície uniforme. 2- Em um quarto escuro, a placa era submetida a um banho de nitrato de prata. 3- A placa era exposta na câmara escura ainda úmida (a sensibilidade diminuía à medida que o colódio secava). O tempo médio de exposição à luz do sol era de 30 segundos. 4- Antes que o éter secasse, tornando-se impermeável, revelava-se com ácido pirogálico ou com sulfato ferroso. 5- A fixação era feita com tiossulfato de sódio ou com cianeto de potássio (venenoso), para finalmente lavar bem o negativo.
  46. 46. Em 1871 o médico e microscopista inglês Richard Leach Maddox Introduziu as placas de brometo de gelatina conserváveis (gelatina seca), o que reduziu o tempo necessário para registrar as imagens.
  47. 47. Caixa de placas com gelatina, comercializada durante a década de 1870.
  48. 48. Smiths Suitall Ltd (1908)
  49. 49. Placa com gelatina feita durante workshop ministrado por Terry Holsinger.
  50. 50. Em 1883 o vidro, frágil e de manuseio difícil, foi substituído pelo celulóide (o que se pode considerar como a primeira película).
  51. 51. Em 1885, George Eastman lançava no mercado o primeiro rolo de filme fotográfico flexível da história. George Eastman (1854 – 1932)
  52. 52. Em 1888, a Kodak, criada por George Eastman, lança no mercado a primeira câmera a utilizar filme de rolo.
  53. 53. O obturador era ativado através de um sistema de corda que utilizava uma chave em borboleta e o disparo feito através do botão posicionado ao lado da câmara.
  54. 54. Após a exposição, a chave era usada para enrolar o filme para o próximo quadro. Um ponteiro visível na parte superior da câmera mostrava ao fotógrafo a quantidade correta de filme a ser avançada.
  55. 55. Depois que o filme era exposto, a câmera era enviada para a fábrica onde era revelado e em seguida devolvido ao proprietário, juntamente com um rolo novo.
  56. 56. Em um único rolo de filme era possível revelar uma centena de negativos redondos, com um diâmetro de 65 milímetros.
  57. 57. A imagem redonda foi uma decisão de projeto, como uma forma de garantir que o fotógrafo não tivessem que segurar a câmera exatamente ao nível do horizonte e também para compensar a má qualidade de resolução nos cantos da imagem.
  58. 58. A fotografia colorida passou a ser investigada na década de 1840. Apesar de muitos experimentos, a primeira fotografia colorida permanente só foi surgir em 1861. Primeira fotografia colorida, porJames Clerk Maxwell em 1861.
  59. 59. O método de três cores, que é a base de praticamente todos os processos de cores químico ou eletrônico, foi sugerido pela primeira vez em 1855 pelo físico escocês James Clerk Maxwell.
  60. 60. Em 1903, na Alemanha, Adolf Miethe construiu uma câmera conceito da construção da câmera baseada na ideia sugerida em 1855 por James Clerk Maxwell. O modelo de Miethe tinha corpo construído em madeira de mogno, objetiva em sistema de fole e era apoiada sobre um tripé.
  61. 61. Para o registro, utilizava placas de vidro sensibilizadas que eram fixadas em um suporte especial que deslizava através da câmera durante as exposições. Sobre cada filme eram colocados filtros coloridos: vermelho, verde e azul. Cada filtro de luz gerava negativos com tons de cinza em espectros de cores diferentes.
  62. 62. Para tornar as fotos visíveis os negativos de vidro eram revelados em positivos e então projetados através do Chromascope, que projetava cada imagem em sua respectiva cor e espectro nas cores em que foram registradas (vermelho, verde e azul). Quando somadas as três luzes projetadas em uma parede ou tela, era gerada então uma única imagem colorida.
  63. 63. Ilustração de um Chromascope (Dr. Victor Minachin).
  64. 64. Dr. Adolf Miethe, Alemanha (1903).
  65. 65. Dr. Adolf Miethe, Alemanha (1903).
  66. 66. Dr. Adolf Miethe, Alemanha (1903).
  67. 67. O cientista e fotógrafo russo Sergey Prokudin- Gorsky, que trabalhou no laboratório Miethe desenvolveu, a partir do modelo alemão, sua própria câmera de três cores e ficou conhecido por ser a primeira pessoa na história a utilizá-la comercialmente.
  68. 68. AlimKhan (1880-1944), Emir de Bukhara, por Sergey Prokudin-Gorsky (1911).
  69. 69. Prokudin-Gorskii, Império Russo (1910)
  70. 70. Prokudin-Gorskii, Império Russo (entre 1905 e 1915)
  71. 71. Prokudin-Gorskii, Império Russo (entre 1905 e 1915)
  72. 72. Prokudin-Gorskii, Império Russo (entre 1905 e 1915)
  73. 73. Prokudin-Gorskii, Império Russo (entre 1905 e 1915)
  74. 74. O famoso escritor russo LeónTolstói recebeu uma carta de Prokudin- Gorskii com o pedido para fotografá-lo utilizando sua nova técnica. Tolstóis foi fotografado em 1908, dois anos antes de sua morte, emYásnaya Polyana, sua propriedade.
  75. 75. A primeira fotografia colorida permanente foi tirada em 1861 pelo físico James Clerk Maxwell.
  76. 76. A primeira fotografia colorida, tirada porJames Clerk Maxwell em 1861.
  77. 77. O autocromo, processo de fotografia colorida, foi criado em 1903 pelos irmãos Lumière, na França, e comercializado pela primeira vez em 1907. Era baseado em pontos tingidos de extrato de batata e permaneceu como o principal processo para se obter fotografias a cores durante o início do século XX, especialmente na década de 1930. Auguste Lumière e Louis Lumière
  78. 78. A invenção dos irmãos Lumière requeria uma técnica sofisticada: a placa de vidro era coberta com uma fina camada de grãos de amido de batata, tingidos de vermelho, azul e verde, e o resultado aproximava-se duma pintura pontilhista.
  79. 79. Ampliação 12 x de uma placa autocromo
  80. 80. Charles Corbet, Lady in park avenue - c. 1910
  81. 81. Charles Corbet, Mrs. Corbet and Mr. Sano having afternoon tea c. 1910
  82. 82. Alfonse Van Besten, Winter at Brugge unloading barge c. 1912
  83. 83. Georges Gilon, Portrait of Jeanne Nokin c. 1913
  84. 84. Paul Sano, In the sitting room c. 1920
  85. 85. Taj Mahal fotografado com Autocromo em 1921
  86. 86. Em 1935 a Kodak lançou o Kodachrome, que ficou conhecido como um dos melhores filmes, graças às suas qualidades de reprodução de cor e arquivamento. No dia 22 de junho de 2009 a Kodak anunciou o fim da sua produção.
  87. 87. Kodachrome por Chalmers Butterfield (1949)
  88. 88. Kodachrome por Chalmers Butterfield (1950)
  89. 89. Kodachrome por Walter Reed (1950)
  90. 90. Autor desconhecido. Kodachrome (1964)
  91. 91. Um novo paradigma
  92. 92. Em 1957, o cientista americano Russell Kirsch criou a primeira imagem digital ao escanear a foto deseu filho ainda bebê, Walden. A imagem tinha apenas 30.976 pixels, medindo 5 cm × 5 cm.
  93. 93. Em 1975, Steven Sasson, então engenheiro da Eastman Kodak, inventou e construiu a primeira câmera digital com um sensor de imagem CCD - Charge-coupled device.
  94. 94. Baseado no sensor CCD criado pela empresa Fairchild Imaging, com resolução de 0,01 megapixels (100 pixels), utilizava um conversor análogo-digital adaptado da Motorola e uma lente de 35mm de uma câmera Kodak. Eram necessários 23 segundos de exposição para registrar uma única imagem em preto e branco, que era gravada em uma fita cassete.
  95. 95. Após gravada, a fita cassete era colocada em um reprodutor portátil ligado a um computador que exibia a imagem em uma tela de TV.
  96. 96. A Kodak DCS 100, foi a primeira câmera SLR digital, lançada no mercado em 1991. O modelo foi montado a partir do corpo de uma Nikon F3, no qual foi acoplado um motor a sua base. As fotos capturadas possuiam 1.3 megapixels e eram salvas em uma unidade de armazenamento conectada à câmera através de um cabo.

×