SlideShare uma empresa Scribd logo

Expressão e composição da forma

Fernando Mendes
Fernando Mendes
Fernando MendesSubdiretor da empresa Agrupamento Escolas Fernando Távora

"fm" "invisual" "in" "visual" "Fernando Mendes" "escola" Fernando Távora"

Expressão e composição da forma

1 de 13
Baixar para ler offline
lementos de expressão e composição da 
1 
1 
forma 
lementos de organização e suporte da 
forma
2 
2 
texturas 
príncipios formais 
de profundidade 
príncipios formais de 
equilibrio simetria 
elementos de organização e 
suporte da forma 
elementos 
estruturais 
expressão do 
movimento e ritmo 
Unidade e 
composição 
elementos de expressão e composição da forma / elementos de organização e suporte da forma 
elementos de expressão e 
composição da forma 
Elementos de Expressão Organização, 
Composição Suporte da Forma
3 
3 
elementos de expressão 
e composição da forma 
texturas 
Textura é o aspecto de uma superfície ou seja, a "pele" 
de uma forma, que permite identificá-la e distingui-la de 
outras formas. 
Quando tocamos ou olhamos para um objeto ou 
superfície sentimos se a sua pele é lisa, rugosa, macia, 
áspera ou ondulada. 
Pode-se perceber isso pelo tato, identificando-se a 
textura tátil. Ao representarmos as texturas no desenho, 
usamos o recurso das linhas, pontos, etc..., para criar a 
textura visual
4 
4 
elementos de expressão e composição da forma 
príncipios formais de profundidade 
elementos de expressão 
e composição da forma 
A profundidade é dada por perspectiva, 
sobreposição, diminuição e claro-escuro. 
Para representar o mundo tridimensional 
numa superfície bidimensional – papel ou tela 
- é preciso usar alguns truques que dão a 
ilusão de volume 
Além do efeito de luz e sombra, um dos aspetos mais importantes na 
defin ição de profundidade é a perspectiva e um conjunto de regras 
inventadas para simular a deformação dos objetos com a distância. 
A cor pode ser usada para aumentar a ilusão de espaço na pintura
5 
5 
elementos de expressão 
e composição da forma 
príncipios formais 
de equilibrio e simetria 
EQUILÍBRIO - é a correspondência “ideal e precisa” em 
peso, área, tom, cor, etc., entre os vários elementos de uma 
composição. 
O equilíbrio pode ser simétrico e assimétrico: 
Simetria - as formas estão distribuídas 
de maneira igual de cada lado de um 
eixo real ou imaginário 
Assimetria - o eixo real ou imaginário em 
relação às formas não existe, mas os elementos 
da composição devem equilibrar-se
6 
6 
elementos de organização 
e suporte da forma 
Elementos estruturais 
São elementos essenciais para uma composição, pois formam a 
estrutura do trabalho. Estes elementos são : 
o ponto, a linha, a forma e a cor . 
O ponto é o elemento básico 
de representação. 
A partir dele, todos os outros 
elementos gráficos e visuais 
poderão ser representados, 
construídos e estudados. 
A LINHA é o desdobramento do ponto em qualquer direção. Tem apenas uma dimensão: o 
comprimento. Se trabalharmos com ela, cruzando-a, envolvendo–a, amarrando-a em si mesma, ela 
pode criar a ilusão de espaço, representar volumes, dar impressão de profundidade, de distância, etc... 
Romance “o ponto e a linha” 
http://www.youtube.com/watch?v=dHltlp6uhttp://www.youtube.com/watch?v=dHltlp6uC90C90

Recomendados

Aula 2 composição visual
Aula  2 composição visualAula  2 composição visual
Aula 2 composição visualArtedoiscmb Cmb
 
EVT - Elementos Visuais Da Forma
EVT - Elementos Visuais Da FormaEVT - Elementos Visuais Da Forma
EVT - Elementos Visuais Da FormaAgostinho NSilva
 
COMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADE
COMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADECOMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADE
COMPOSIÇÃO E PERCEPÇÃO - COMUNICAÇÃO VISUAL - 3º PERÍODO - PUBLICIDADEKleiton Renzo
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuaisKeyla Dias
 
Elementos visuais da forma
Elementos visuais da forma Elementos visuais da forma
Elementos visuais da forma Márcia Siqueira
 
Forma e Estrutura
Forma e EstruturaForma e Estrutura
Forma e EstruturaArtes Real
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Elementos Visuais da Forma
Elementos Visuais da FormaElementos Visuais da Forma
Elementos Visuais da FormaSara Veludo
 
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)Rita Godinho
 
Sintaxe da Linguagem Visual - parte I
Sintaxe da Linguagem Visual - parte ISintaxe da Linguagem Visual - parte I
Sintaxe da Linguagem Visual - parte ICíntia Dal Bello
 
AULA 2:Fundamentos composicao visual
AULA 2:Fundamentos composicao visualAULA 2:Fundamentos composicao visual
AULA 2:Fundamentos composicao visualW.COM
 
LINGUAGEM VISUAL | ELEMENTOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO VISUAL
LINGUAGEM VISUAL | ELEMENTOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO VISUALLINGUAGEM VISUAL | ELEMENTOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO VISUAL
LINGUAGEM VISUAL | ELEMENTOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO VISUALAndrea Dalforno
 
Elementos básicos da comunicação visual
Elementos básicos da comunicação visualElementos básicos da comunicação visual
Elementos básicos da comunicação visualvivi_belon
 
Elementos da linguagem visual.
Elementos da linguagem visual.Elementos da linguagem visual.
Elementos da linguagem visual.Renata_Vasconcelos
 
A arte de ver
A arte de verA arte de ver
A arte de verliliane10
 
Sixtaxe linguagem visual exercícios
Sixtaxe linguagem visual exercíciosSixtaxe linguagem visual exercícios
Sixtaxe linguagem visual exercíciosDhione Oliveira
 
Design Digital Fundamentos do Design Equilibrio x Tensão
Design Digital Fundamentos do Design Equilibrio x TensãoDesign Digital Fundamentos do Design Equilibrio x Tensão
Design Digital Fundamentos do Design Equilibrio x TensãoDESIGN DIGITAL UNIARA 2012
 
elementos da linguagem visual
elementos da linguagem visualelementos da linguagem visual
elementos da linguagem visualguest1c7f7f
 
1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das CoresAline Okumura
 
Estudo de luz e sombra em desenhos
Estudo de luz e sombra em desenhosEstudo de luz e sombra em desenhos
Estudo de luz e sombra em desenhosVivian Los
 
Elementos linguagem visual
Elementos linguagem visual Elementos linguagem visual
Elementos linguagem visual melzynhabessa
 
3º - Sintaxe visual
3º - Sintaxe visual3º - Sintaxe visual
3º - Sintaxe visualCaio Cæsar
 

Mais procurados (20)

Elementos Visuais da Forma
Elementos Visuais da FormaElementos Visuais da Forma
Elementos Visuais da Forma
 
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
 
Sintaxe da Linguagem Visual - parte I
Sintaxe da Linguagem Visual - parte ISintaxe da Linguagem Visual - parte I
Sintaxe da Linguagem Visual - parte I
 
AULA 2:Fundamentos composicao visual
AULA 2:Fundamentos composicao visualAULA 2:Fundamentos composicao visual
AULA 2:Fundamentos composicao visual
 
LINGUAGEM VISUAL | ELEMENTOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO VISUAL
LINGUAGEM VISUAL | ELEMENTOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO VISUALLINGUAGEM VISUAL | ELEMENTOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO VISUAL
LINGUAGEM VISUAL | ELEMENTOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO VISUAL
 
Elementos básicos da comunicação visual
Elementos básicos da comunicação visualElementos básicos da comunicação visual
Elementos básicos da comunicação visual
 
Elementos da linguagem visual.
Elementos da linguagem visual.Elementos da linguagem visual.
Elementos da linguagem visual.
 
A arte de ver
A arte de verA arte de ver
A arte de ver
 
Forma e Estrutura
Forma e EstruturaForma e Estrutura
Forma e Estrutura
 
Sixtaxe linguagem visual exercícios
Sixtaxe linguagem visual exercíciosSixtaxe linguagem visual exercícios
Sixtaxe linguagem visual exercícios
 
Design Digital Fundamentos do Design Equilibrio x Tensão
Design Digital Fundamentos do Design Equilibrio x TensãoDesign Digital Fundamentos do Design Equilibrio x Tensão
Design Digital Fundamentos do Design Equilibrio x Tensão
 
Perspectiva
PerspectivaPerspectiva
Perspectiva
 
elementos da linguagem visual
elementos da linguagem visualelementos da linguagem visual
elementos da linguagem visual
 
1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores
 
A LINHA
A LINHAA LINHA
A LINHA
 
A linguagem visual
A linguagem visualA linguagem visual
A linguagem visual
 
Estudo de luz e sombra em desenhos
Estudo de luz e sombra em desenhosEstudo de luz e sombra em desenhos
Estudo de luz e sombra em desenhos
 
Desenho de observação
Desenho de observaçãoDesenho de observação
Desenho de observação
 
Elementos linguagem visual
Elementos linguagem visual Elementos linguagem visual
Elementos linguagem visual
 
3º - Sintaxe visual
3º - Sintaxe visual3º - Sintaxe visual
3º - Sintaxe visual
 

Semelhante a Expressão e composição da forma

Artes teoria desenho (1)
Artes teoria desenho (1)Artes teoria desenho (1)
Artes teoria desenho (1)Júlia Pereira
 
A arte de ver
A arte de verA arte de ver
A arte de verliliane10
 
OPC 02 LINGUAGEM VISUAL
OPC 02 LINGUAGEM VISUALOPC 02 LINGUAGEM VISUAL
OPC 02 LINGUAGEM VISUALOdair Tuono
 
Elementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visualElementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visualmelzynhabessa
 
Elementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visualElementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visualmelzynhabessa
 
Aula 3 composição
Aula 3 composiçãoAula 3 composição
Aula 3 composiçãoRafael Serra
 
Alfabetismo visual elementos_sintaticos2
Alfabetismo visual elementos_sintaticos2Alfabetismo visual elementos_sintaticos2
Alfabetismo visual elementos_sintaticos2Denise Lima
 
Leitura de Imagens
Leitura de ImagensLeitura de Imagens
Leitura de ImagensRaquel158
 
Fotografia: Introdução à composição fotográfica
Fotografia: Introdução à composição fotográficaFotografia: Introdução à composição fotográfica
Fotografia: Introdução à composição fotográficaRaphael Lanzillotte
 
Aula 05 design gráfico na publicidade princípios de design
Aula 05   design gráfico na publicidade princípios de designAula 05   design gráfico na publicidade princípios de design
Aula 05 design gráfico na publicidade princípios de designElizeu Nascimento Silva
 
Aula 04 design gráfico na publicidade princípios de design
Aula 04   design gráfico na publicidade princípios de designAula 04   design gráfico na publicidade princípios de design
Aula 04 design gráfico na publicidade princípios de designElizeu Nascimento Silva
 

Semelhante a Expressão e composição da forma (20)

Linhas
LinhasLinhas
Linhas
 
Artes teoria desenho (1)
Artes teoria desenho (1)Artes teoria desenho (1)
Artes teoria desenho (1)
 
Elementos do design
Elementos do designElementos do design
Elementos do design
 
Aula 05 linguagem visual
Aula 05   linguagem visualAula 05   linguagem visual
Aula 05 linguagem visual
 
A arte de ver
A arte de verA arte de ver
A arte de ver
 
Aula EE-composicao
Aula EE-composicaoAula EE-composicao
Aula EE-composicao
 
OPC 02 LINGUAGEM VISUAL
OPC 02 LINGUAGEM VISUALOPC 02 LINGUAGEM VISUAL
OPC 02 LINGUAGEM VISUAL
 
ARTE.pptx
ARTE.pptxARTE.pptx
ARTE.pptx
 
Elementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visualElementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visual
 
Elementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visualElementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visual
 
Aula 01 linguagem gráfica jornalismo
Aula 01   linguagem gráfica jornalismoAula 01   linguagem gráfica jornalismo
Aula 01 linguagem gráfica jornalismo
 
Aula 3 composição
Aula 3 composiçãoAula 3 composição
Aula 3 composição
 
Composição de um quadro
Composição de um quadroComposição de um quadro
Composição de um quadro
 
Composição de um quadro
Composição de um quadroComposição de um quadro
Composição de um quadro
 
Alfabetismo visual elementos_sintaticos2
Alfabetismo visual elementos_sintaticos2Alfabetismo visual elementos_sintaticos2
Alfabetismo visual elementos_sintaticos2
 
Leitura de Imagens
Leitura de ImagensLeitura de Imagens
Leitura de Imagens
 
Fotografia: Introdução à composição fotográfica
Fotografia: Introdução à composição fotográficaFotografia: Introdução à composição fotográfica
Fotografia: Introdução à composição fotográfica
 
Aula 05 design gráfico na publicidade princípios de design
Aula 05   design gráfico na publicidade princípios de designAula 05   design gráfico na publicidade princípios de design
Aula 05 design gráfico na publicidade princípios de design
 
Aula 04 design gráfico na publicidade princípios de design
Aula 04   design gráfico na publicidade princípios de designAula 04   design gráfico na publicidade princípios de design
Aula 04 design gráfico na publicidade princípios de design
 
Apostila sobre Gestalt
Apostila sobre GestaltApostila sobre Gestalt
Apostila sobre Gestalt
 

Último

Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISColaborar Educacional
 
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)Adriano De Souza Sobrenome
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOxogilo3990
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...pj989014
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...Colaborar Educacional
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfLINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfAnaRitaFreitas7
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxfran50171
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 

Último (20)

Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
 
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdfLINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
LINKS 25 DE ABRIL TRABALHO DAC HISTORIA.pdf
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 

Expressão e composição da forma

  • 1. lementos de expressão e composição da 1 1 forma lementos de organização e suporte da forma
  • 2. 2 2 texturas príncipios formais de profundidade príncipios formais de equilibrio simetria elementos de organização e suporte da forma elementos estruturais expressão do movimento e ritmo Unidade e composição elementos de expressão e composição da forma / elementos de organização e suporte da forma elementos de expressão e composição da forma Elementos de Expressão Organização, Composição Suporte da Forma
  • 3. 3 3 elementos de expressão e composição da forma texturas Textura é o aspecto de uma superfície ou seja, a "pele" de uma forma, que permite identificá-la e distingui-la de outras formas. Quando tocamos ou olhamos para um objeto ou superfície sentimos se a sua pele é lisa, rugosa, macia, áspera ou ondulada. Pode-se perceber isso pelo tato, identificando-se a textura tátil. Ao representarmos as texturas no desenho, usamos o recurso das linhas, pontos, etc..., para criar a textura visual
  • 4. 4 4 elementos de expressão e composição da forma príncipios formais de profundidade elementos de expressão e composição da forma A profundidade é dada por perspectiva, sobreposição, diminuição e claro-escuro. Para representar o mundo tridimensional numa superfície bidimensional – papel ou tela - é preciso usar alguns truques que dão a ilusão de volume Além do efeito de luz e sombra, um dos aspetos mais importantes na defin ição de profundidade é a perspectiva e um conjunto de regras inventadas para simular a deformação dos objetos com a distância. A cor pode ser usada para aumentar a ilusão de espaço na pintura
  • 5. 5 5 elementos de expressão e composição da forma príncipios formais de equilibrio e simetria EQUILÍBRIO - é a correspondência “ideal e precisa” em peso, área, tom, cor, etc., entre os vários elementos de uma composição. O equilíbrio pode ser simétrico e assimétrico: Simetria - as formas estão distribuídas de maneira igual de cada lado de um eixo real ou imaginário Assimetria - o eixo real ou imaginário em relação às formas não existe, mas os elementos da composição devem equilibrar-se
  • 6. 6 6 elementos de organização e suporte da forma Elementos estruturais São elementos essenciais para uma composição, pois formam a estrutura do trabalho. Estes elementos são : o ponto, a linha, a forma e a cor . O ponto é o elemento básico de representação. A partir dele, todos os outros elementos gráficos e visuais poderão ser representados, construídos e estudados. A LINHA é o desdobramento do ponto em qualquer direção. Tem apenas uma dimensão: o comprimento. Se trabalharmos com ela, cruzando-a, envolvendo–a, amarrando-a em si mesma, ela pode criar a ilusão de espaço, representar volumes, dar impressão de profundidade, de distância, etc... Romance “o ponto e a linha” http://www.youtube.com/watch?v=dHltlp6uhttp://www.youtube.com/watch?v=dHltlp6uC90C90
  • 7. Forma - a definição mais básica da forma pode ser o espaço branco do papel. A forma acontece com a liha, identificamos os objetos pela sua forma externa. A forma é o espaço contido entre as linhas desenhadas pode ser bi ou tridimensional: 7 7 elementos de organização e suporte da forma Elementos estruturais Forma bidimensional: tem apenas duas dimensões: comprimento e altura; desaparece a ideia de profundidade; o desenho fica como na superfície e não sugere volume. Forma tridimensional: é a que possui volume; as formas tridimensionais existem na escultura, na arquitetura e podem ser representadas em bidimensão dando a ilusão de volume COR elemento extremamente importante no aspecto final de uma composição; harmoniza as formas tornando-as agradáveis e atrativas ou provocando sensações conforme os significados culturais.
  • 8. 8 8 elementos de organização e suporte da forma expressão do movimento e ritmo Quando um corpo se move descreve uma trajetória no espaço. Às vezes, a força do movimento leva toda atenção a um determinado ponto, como a teia de aranha. Ao percorremos a imagem com os olhos durante a observação seguindo uma ou várias direções (horizontal, vertical, inclinado e curva), estamos a utilizar também o elemento básico do movimento. O movimento funciona como uma ação que se realiza atravésda ilusão criada pelo olho humano. Podemos observar uma imagem estática num papel e parecer que ela está se movimentando para os nossos olhos. Isso acontece devido à maneira como os elementos básicos são arranjados se combinados entre si para criar a ilusão do movimento.
  • 9. 9 9 elementos de organização e suporte da forma expressão do movimento e ritmo RITMO consiste na repetição de elementos da composição acompanhada de partes semelhantes em sua origem e desiguais em sua função. Ritmo é ordem de espaços, de formas, de tons e de cores. O mais importante é sentir o ritmo
  • 10. 10 10 elementos de organização e suporte da forma Unidade e composição UNIDADE quando se trabalha em grupos, as ideias de uns, completando as dos outros, unem-se de tal forma que o resultado final, embora seja uma produção de muitos um só. Algo semelhante ocorre na composição visual, as partes se unificam, os elementos se combinam, de maneira a formar um todo coerente. Quando, no trabalho criador, uma cor não combina com as outras, é como se fosse uma nota desafinada. O mesmo se passa com outros elementos da composição quando não existe ligação. Platão disse que uma composição consiste em encontrar e representar a variedade dentro da unidade. Nesta imagem vemos variedade e unidade: A unidade estabelecida pelos cestos a variedade encontra-se nos padrões
  • 11. 11 11 elementos de organização e suporte da forma Composição Todo o trabalho precisa ter um tema principal, um ponto de interesse (H), para o qual os olhos do espectador devem ser imediatamente atraídos. Nos exemplos (A,B,C,D,E) a posição dos elementos não será a melhor. Embora pareça lógico situar o tema principal no meio do trabalho, essa solução costuma criar um resultado monótono, a não ser que a pessoa já possua um senso estético muito apurado pela experiência. É mais seguro situar o tema ligeiramente fora do centro (G). Pode-se fazer composições equilibradas, dividindo a área do quadro em "terços” e situando os pontos de interesse onde as linhas se cruzam. REGRA DOS TERÇOS Divide-se o suporte em três, na horizontal, e três, na vertical, evitando que o centro de interesse fique ao meio. As melhores imagens são aquelas em que o assunto principal não esteja no centro e sim em um dos quatro pontos de interseção. A colocação em um desses pontos vai depender do assunto e de como ele deve ser apresentado. No caso de uma paisagem, a composição torna-se mais interessante se o horizonte estiver acima ou abaixo do meio. O horizonte não deve ficar no centro do quadro e sim na linha superior ou na inferior quando se quiser dar mais ênfase ao primeiro plano. Unidade e composição
  • 12. Uma composição visual terá de ter em consideração a distribuição coerente e harmoniosa de um conjunto de elementos visuais, em que o lugar ocupado pelas figuras, os espaços vazios 12 12 elementos de organização e suporte da forma Unidade e composição que as rodeiam, as proporções, todos são importantes. No desenho, na pintura, na arte figurativa, na arte publicitária, na fotografia, a composição é vital. Na composição, a criatividade ocupa um lugar destacado que, unida ao conhecimento básico, permitirá a descoberta de soluções para problemas que surgem numa composição plástica. "A disposição da minha pintura tende inteiramente para a expressão pela composição. O lugar ocupado por figuras e objetos, os espaços vazios que o cercam, as proporções, tudo tem seu papel“ (Henri Matisse)
  • 13. lementos de expressão e composição da 13 13 forma lementos de organização e suporte da forma